As 7 Melhores Estratégias de SEO para Otimizar Sua Loja Online

ecommerce seo

O que um par de tênis de corrida, uma escova de dentes elétrica e uma cesta de presentes têm em comum?

Todos são produtos dos quais eu precisei semana passada e acabei pesquisando no Google.

Como para maioria das pessoas, o Google é o meu primeiro destino quando preciso comprar alguma coisa online.

E como a maioria dos compradores, eu não tenho tempo ou paciência para ir além da primeira ou segunda página de resultados de busca.

Se você não aparecer nos resultados de busca de potenciais clientes, eles nem vão saber que você existe, muito menos visitar sua loja online.

Para chegar a mais consumidores, você precisa otimizar seu site de ecommerce para que ele apareça em uma posição mais alta entre os resultados dos mecanismos de busca. Isso vai te ajudar a levar mais tráfego orgânico até o seu site.

E isso nos leva ao SEO — três letrinhas que deixam muita gente confusa.

A boa notícia é que, na medida em que os algoritmos de pesquisa evoluem, o SEO está deixando de ser uma prática dissociada da forma como as pessoas interagem com conteúdo para priorizar usabilidade, confiança e relevância.

Aprenda aqui como criar uma estratégia de SEO para loja online que vai te levar aos consumidores certos através da busca orgânica:

1. Otimização de palavras-chave

Se você quiser que os consumidores encontrem sua loja online através da busca orgânica, precisa ter as palavras-chave certas em suas páginas, para que você possa ter um bom rankeamento nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (SERPs).

Faça pesquisa de palavras-chave

O primeiro passo é identificar as palavras-chave que você quer rankear em sua homepage, páginas de produto e posts de blog.

Ao selecionar palavras-chave, considere a relevância, o volume de busca e a dificuldade de rankeamento.

pasted image 0 1099

Para começar, você precisa ter uma boa compreensão da persona do seu comprador, para ver quais seus interesses e que perguntas pode ter sobre seus produtos.

Você pode pesquisar fóruns especializados para ver o que seus potenciais consumidores estão discutindo e como eles falam sobre isso.

Além disso, o Reddit e o Quora são bons locais onde pesquisar discussões populares e perguntas sore temas relacionados aos seus produtos.

O próximo passo é identificar exatamente quais palavras-chave seus consumidores podem usar nas pesquisas.

Você deve procurar uma mistura de palavras chave “body” e “de cauda longa” para rankear.

pasted image 0 1048

Palavras-chave “body” são frases com duas ou três palavras que têm um volume de pesquisa razoável. Elas são mais específicas que as palavras-chave de uma palavra, que são incrivelmente concorridas, gerais demais e não convertem bem.

Palavras-chave de cauda longa são frases longas (4 ou mais palavras) que geralmente são bem específicas.

As palavras-chave de cauda longa têm um grande volume de busca individualmente, mas juntas representam a maioria das pesquisas online.

Se você inserir uma palavra-chave body no Google e rolar a página até o final dos resultados, verá uma lista de “buscas relacionadas” àquela palavra-chave.

Esse é um local excelente para encontrar ideias de palavras-chave de cauda longa:

Screen Shot 2017 08 14 at 9.52.03 AM

Após identificar um conjunto inicial de palavras-chave, você pode validar e refinar sua lista usando o Google Keyword Planner.

pasted image 0 1058

O Google Keyword Planner permite que você veja opções de palavras-chave, verifique o volume de pesquisa e tendências, use múltiplas listas de palavras-chave para gerar novas ideias de palavras-chave e determine a intenção comercial das suas palavras-chave.

Espione seus concorrentes

Se quiser superar seus concorrentes nos resultados de pesquisa, você precisa saber quais são as palavras-chave que eles estão rankeando.

Você pode verificar a Autoridade de Página (PA) e a Autoridade de Domínio (DA) de seus concorrentes. Se os resultados deles forem significativamente mais altos do que os seus, isso significa que concorrer com eles pelas mesmas palavras-chave será difícil.

pasted image 0 1101

Nesse caso, opte por uma opção mais fácil, procurando outras palavras-chave com as quais possa rankear bem.

Determine uma palavra-chave para cada página

Após identificar as palavras-chave que vai rankear, o próximo passo é associá-las a cada uma das páginas do seu site.

A maioria das lojas online têm uma grande quantidade de produtos. Assim, você provavelmente tem muitas páginas de produto.

É importante evitar ter várias páginas em seu site ranqueando as mesmas palavras-chave, porque elas vão acabar prejudicando umas às outras nos SERPs.

Para se organizar, liste todas as suas páginas e palavras-chave, para garantir que elas não concorram umas com as outras.

pasted image 0 1066

2. SEO on-page

O SEO on-page te ajuda a obter tráfego segmentado e relevante, para garantir que visitantes que chegam à sua página através dos resultados de pesquisa sejam potenciais consumidores de qualidade.

Aqui estão alguns componentes essenciais para o SEO on-page:

Palavras-chave

Você já fez seu dever de casa e descobriu as palavras-chave que vai rankear, mas e agora?

Para melhorar o SEO do seu site, você precisa incorporar essas palavras-chave de forma estratégica em vários locais:

  • Título da página
  • Títulos
  • Sub-títulos
  • Parágrafos (especialmente os primeiros)
  • Descrição do produto
  • Nomes dos arquivos de imagem
  • Alt tags de imagens
  • Meta título e descrição
  • URLs

Muitas pessoas ignoram as URLs das páginas, os meta títulos e as meta descrições porque elas não ficam “visíveis” na página.

No entanto, mecanismos de busca tendem a usar esses elementos para determinar relevância e rankeamento.

Além disso, eles aparecem nos SERPs, e os consumidores vão usar essa informação para decidir se querem clicar e seguir para a sua página:

Screen Shot 2017 08 14 at 10.14.02 AM

Arquitetura do site

Um site com arquitetura bem concebida ajuda a organizar suas páginas para usabilidade, rankeamento e conversões melhores.

Isso também vai ajudar o Google a entender seu site, especialmente se você tiver muitas páginas de produto.

Na maioria dos casos, uma “arquitetura plana” leva a uma usabilidade melhor, porque é preciso clicar menos vezes para ir da homepage a uma página de produto.

pasted image 0 1063

Isso maximiza a quantidade de “autoridade” que é transferida da sua homepage às suas páginas de produto através de links internos.

Lembre-se de enviar um sitemap ao Google, para garantir que todas as páginas sejam rastreadas e indexadas.

Links internos

Uma boa estratégia de links internos melhora o SEO para loja virtual ao mostrar ao Google a hierarquia e as páginas mais importantes do seu site.

Ao usar uma variedade de opções de texto-âncora, você pode melhorar o rankeamento para suas melhores palavras-chave:

pasted image 0 1089

Além de criar links internos para itens relacionados, para fazer upsell e cross-sell nas páginas de produto, você pode também adicioná-los a posts de blog.

No entanto, não coloque links internos demais em suas páginas, ou o Google vai suspeitar do seu site.

Usabilidade e engajamento

O Google usa o “dwell time” como sinal de rankeamento, porque quanto mais tempo os visitantes permanecem em seu site, maior é a probabilidade de seu conteúdo ser relevante.

pasted image 0 1104

Quando você melhora a usabilidade do seu site, seus visitantes encontram o que desejam e passam mais tempo no seu site, engajando com o seu conteúdo.

Além de uma função de pesquisa robusta e um checkout organizado, você pode melhorar a usabilidade e aumentar o dwell time com várias outras funções.

Considere incorporar itens como o chat ao vivo, ou conteúdo engajante como descrições de produto originais e bem escritas, avaliações de consumidores, uma visão 360º do produto ou vídeos dos produtos.

pasted image 0 1105

Integração com mídias sociais

Um estudo recente constatou que uma presença forte nas redes sociais está relacionada à rankings melhores nos mecanismos de busca.

pasted image 0 1090

Uma presença social considerável não só vai gerar reconhecimento de marca, mas também aumentar os links inbound e atrair mais visitantes recorrentes, que provavelmente vão passar mais tempo no seu site.

Além de compartilhar seus links nas redes sociais, facilite isso para seus fãs e seguidores, adicionando botões de compartilhamento social em todas as suas páginas de produto, nos posts do blog e na página inicial.

3. Otimização para mobile

Em 2016, os dispositivos móveis superaram os computadores como dispositivos mais utilizados para acessar sites:

pasted image 0 1094

O algoritmo do Google agora dá rankeamento mais alto a sites adaptados para dispositivos móveis.

Se sua estratégia de SEO para loja online não incluir uma experiência de usuário mobile rápida e tranquila, você será penalizado pelo Google e também verá uma queda em outros fatores que poderiam impulsionar seu SEO, como dwell times mais longos ou taxas de bounce baixas.

Otimizar um site de e-commerce para dispositivos móveis já não é só colocar todo o conteúdo em uma tela menor. Aqui estão algumas coisas que você precisa saber:

Velocidade da página

Mais da metade dos usuários de dispositivos móveis saem de um site se ele levar mais de três segundos para carregar, e 74% saem de um site após aguardar 5 segundos.

Screen Shot 2017 08 14 at 3.12.30 PM

Se sua página carregar lentamente, seus visitantes têm uma probabilidade menor de permanecerem nela, e isso vai ter um impacto sobre o seu ranking de mecanismo de busca.

Para melhorar a velocidade da página, você deve minimizar o código, aproveitar o caching do navegador, otimizar imagens e reduzir os redirecionamentos.

pasted image 0 1097

Design do site

Siga essas melhores práticas do design para deixar seu site mobile amigável para SEO.

O algoritmo mais recente do Google penaliza intersticiais invasivos que afetam a usabilidade em dispositivos móveis.

Assim, é importante entender que tipo de popup, overlay ou modal você pode usar com segurança no seu site:
pasted image 0 1052

Não use Flash, pois ele não está disponível para dispositivos móveis. Ao invés disso, use o HTML5 para os efeitos especiais.

Use um design para dedos grandes, para facilitar para o usuário clicar nos links corretos ou preencher formulários.

4. Melhorias no site atual

Você não precisa mudar tudo em seu site de e-commerce para melhorar seu SEO.

Uma estratégia de SEO para loja virtual é optar por corrigir alguns problemas atuais no seu site.

Velocidade de carregamento da página

Tanto o Google quanto o Bing usam a velocidade de carregamento da página como um dos critérios para o rankeamento.

Adicionalmente, há uma probabilidade maior de os usuários saírem do seu site se tiverem que esperar alguns segundos extras para que suas páginas carreguem.

Isso vai reduzir o dwell time, aumentar a taxa de bounce e reduzir o número de páginas visualizadas – todos fatores que vão prejudicar seu rankeamento de busca.

pasted image 0 1069

Você pode aumentar a velocidade de carregamento das suas páginas ao:

  • Simplificar os elementos e minimizar as requisições HTTP
  • Reduzir o tempo de resposta do servidor
  • Ativar a compressão e o caching de navegador
  • Minimizar recursos
  • Otimizar imagens, especialmente para páginas com muitas fotos de produtos
  • Priorizar conteúdo acima da dobra para carregamento
  • Reduzir o número de plug-ins e redirecionamentos

Erros no Site

Links quebrados não só resultam em uma experiência de usuário ruim, mas também afetam seu rankeamento, pois os mecanismos de busca os consideram como um sinal de site antigo e negligenciado.

Para minimizar as chances de seus visitantes encontrarem erros 404 e saírem da sua loja virtual, você precisa verificar todos os seus links periodicamente.

Além do 404, existem outros erros no site que podem prejudicar seu SEO:

Erro 500 de servidor interno e Acesso Negado 403 indicam que os mecanismos de busca não conseguem rastrear aquela página.

Se esses erros persistirem, é provável que o Google desindexe a página por completo.

Felizmente, você não precisa examinar cada página em seu site manualmente para encontrar links quebrados ou códigos de erros.

Existem muitas ferramentas e apps, como a Screaming Frog SEO Spider, para te ajudar a manter todos os seus links atualizados.

pasted image 0 1088

Layout e formatação

O Google usa o tempo que os visitantes passam no seu site para mensurar a relevância do seu conteúdo.

Uma formatação apropriada e um design amigável ao usuário deixam seu conteúdo mais fácil de digerir, e assim aumentam as probabilidades de os usuários permanecerem mais tempo em seu site.

Aqui estão algumas maneiras de formatar seu conteúdo para aumentar a usabilidade:

  • Use fontes e tamanhos de letra fáceis de ler
  • Use textos em negrito e cores em pequenas quantidades e de forma estratégica para dar destaque a informações importantes.
  • Use parágrafos curtos e bastante espaço entre os parágrafos.
  • Use listas em tópicos ou numeradas
  • Use funções como sliders, abas, layouts progressivos, grades estruturadas, janelas modais, elementos rollover, sanfonas ou menus suspensos para organizar o conteúdo.

Problemas de duplicidade da página inicial

Você pode estar utilizando múltiplas versões da sua página inicial simultaneamente, sem perceber. O Google vai considerar essas páginas conteúdo duplicado, e seu rankeamento será afetado.

Veja aqui como descobrir se você tem esse problema:

Se você digitar “http://www.seunomededominio.com” e  “http://seunomededominio.com” na barra de URL de um navegador mas esses links não forem “redirecionados” a uma mesma URL, você basicamente tem duas páginas com o mesmo conteúdo.

Talvez você até tenha outras versões, como “http://seunomededominio.com/index.php” ou “http://seunomededominio.com/index.html.”

Felizmente, há uma solução fácil para isso: use redirecionamentos 301 para apontar todas as variações possíveis para uma única URL de homepage.

Você pode fazer isso com a ferramenta Google Webmaster, indo à seção “preferência de domínio”:

pasted image 0 1095

Informações de negócio local

Se você tem uma loja física, precisa verificar se o nome, o endereço e o telefone (NAP) de todos os locais aparecem em seu site.

O Google mistura rankings locais e de busca orgânica. Assim, ao incluir informações específicas para certos locais, você terá uma chance melhor de aparecer nas posições mais altas para negócios locais.

pasted image 0 1091

Use a mesma formatação de NAP em todo o seu site, inclua palavras-chave baseadas em localização em seu conteúdo (não se esqueça das meta descrições), e envie seus dados ao máximo de diretórios de negócios locais possível.

5. Conteúdo do blog

O Google gosta de conteúdo novo, porque isso indica que seu site é ativo e relevante.

Publicar posts de blog frequentemente te ajuda a se manter na mira dos mecanismos de pesquisa. Isso dá ao consumidor mais formas de te encontrar e mais razões para retornar ao seu site.

pasted image 0 1087

Quando seus artigos são úteis para seus visitantes, eles vão passar mais tempo no seu site. Isso mostra aos mecanismos de pesquisa que seu conteúdo é relevante.

Blogs também são uma excelente estratégia de SEO para loja online, capturando tráfego de busca com palavras-chave de cauda longa, que correspondem a 70% de todas as pesquisas online.

pasted image 0 1092

Palavras-chave de cauda longa são muito específicas, e talvez você não tenha como usar todas elas em suas páginas de produto.

Os artigos no blog permitem que você foque em um tema de cada vez e aproveite ao máximo a especificidade das palavras-chave de cauda longa que não podem ser utilizadas em outras páginas do site.

Essencialmente, cada post em seu site te dá um resultado de busca para rankear.

Adicionalmente, você pode usar seu blog para compartilhar conteúdos oportunos e sazonais, como guias de presentes de Natal, para direcionar mais tráfego.

Sem mencionar que é mais provável que as pessoas compartilhem posts de blog nas mídias sociais, e você vai receber mais SEO a partir desses sinais sociais.

Ao publicar posts de blog para sua loja online, você deve:

  • Otimizar cada post para uma ou algumas palavras-chave, especialmente aquelas que não são usadas em suas páginas principais
  • Verificar se eles são de boa qualidade e acessíveis ao leitor
  • Evitar o excesso de palavras-chave, que é penalizado pelo Google
  • Facilitar para os visitantes o compartilhamento de posts, com botões de compartilhamento social.
  • Adicionar links internos para distribuir “poder de rankeamento” em seu site e facilitar o rastreamento e indexamento para os mecanismos de busca.
  • Considerar usar atualizações de conteúdo para captar leads.pasted image 0 1085

6. Link building

O link building melhora o SEO ao mostrar aos mecanismos de busca que seu conteúdo é relevante.

pasted image 0 1103

Você pode pedir a outros sites que criem links para suas páginas e criar links para outras páginas em seu site.

Links inbound

Quando você tem páginas externas fazendo links para uma página no seu site, está criando links inbound.

pasted image 0 1055

Mas lembre-se de que os links inbound não são todos iguais.

A qualidade dos links inbound vai afetar seu rankeamento de SEO.

Links inbound de qualidade vêm de sites que têm muita autoridade, um bom rankeamento de SEO, páginas otimizadas e textos-âncora relevantes.

Não caia na tentação de colocar muitos links em sites de má qualidade. Você não vai obter o tráfego de qualidade que deseja e ainda vai se arriscar a ser penalizado pelo Google.

O link building exige algum trabalho, mas pode ser uma excelente estratégia de SEO para loja online e também te levar ao público certo.

Aqui estão algumas formas de obter links inbound de qualidade:

  • Envie artigos ou conteúdos de co-autor para sites com autoridade.
  • Peça a influenciadores que escrevam uma avaliação dos seus produtos e crie links para as páginas de produto.
  • Faça contato com sites de autoridade usando a técnica dos links quebrados.
  • Envie emails a influenciadores pedindo que compartilhem seu conteúdo nas mídias sociais.
  • Procure oportunidades para cobertura jornalística usando serviços como o HARO (Help a Reporter Out).
  • Evite usar o mesmo link âncora ou criar links sempre para a mesma página.

Links outbound

Links que levam a sites externos têm um efeito positivo sobre o seu SEO, dando ao Google sinais contextuais para determinar a relevância das suas páginas.

Eles deixam seu conteúdo mais relevante ao criar links para recursos úteis, para que seus leitores tenham acesso a mais dados aprofundados e úteis.

Se você cria links para sites relacionados ao tema do seu conteúdo e à natureza dos seus produtos, esses links outbound serão úteis para o SEO.

Quando criar links para sites de autoridade, você pode comunicar isso aos proprietários dos sites. Eles provavelmente vão compartilhar seu conteúdo com os seguidores deles, direcionando mais tráfego para o seu site.

Sem falar que isso vai te ajudar a cultivar relacionamentos que podem levar a oportunidades para guest posting ou divulgação dos seus produtos ou conteúdos nesses sites.

Mas lembre-se que quando se trata de links outbound, mais nem sempre é melhor. Ter links demais pode ser uma distração e aumentar as chances de os leitores saírem do seu site.

7. Google Shopping

Quando você insere o nome de um produto na pesquisa do Google, verá uma série de imagens no topo dos resultados, acima dos outros anúncios pagos.Screen Shot 2017 08 15 at 1.14.40 PM

Listar seu produto diretamente no Google Shopping é a forma mais rápida de chegar a potenciais consumidores que já estão procurando os produtos que você vende.

Para listar seus produtos no Google Shopping, você precisa criar uma conta de comerciante gratuita no Google Merchant Center:

Screen Shot 2017 08 15 at 1.18.28 PM

A partir daí, você pode enviar os dados do seu produto e mostrar seu site a milhões de consumidores.

Além disso, você pode aproveitar a tecnologia baseada em localização do Google para levar compradores online à sua loja física, com funções como a verificação de disponibilidade em estoque.

Quando você enviar seus dados de produto, lembre-se de utilizar imagens de qualidade e seguir as orientações para uso de imagens do Google.

pasted image 0 1073

Você também precisa otimizar o feed de informações do seu produto inserindo todas as informações que puder sobre ele.

pasted image 0 1072

Lembre-se de verificar se os itens listados estão disponíveis para venda em seu site no momento da publicação do anúncio.

Para automatizar o processo, você pode configurar um feed de informações para garantir que sua listagem sempre esteja atualizada.

Conclusão

Na medida em que os mecanismos de busca evoluem, o rankeamento de SEO baseia-se cada vez mais na boa usabilidade.

Para otimizar seu rankeamento de busca e direcionar tráfego orgânico, crie seu site e seu conteúdo para seus clientes ideias.

Fazer SEO para loja virtual a fim de gerar mais tráfego orgânico é um processo contínuo. Você precisa responder constantemente às mudanças no mercado e nos algoritmos dos mecanismos de pesquisa.

Crie o hábito de verificar suas palavras-chave periodicamente e observe suas métricas constantemente para aperfeiçoar suas estratégias de SEO.

Qual sua estratégia mais eficiente para atrair tráfego orgânico ao seu site de e-commerce?

Compartilhe