Como Usar Palavras-Chave de Cauda Longa Para Gerar 20.000 Visitantes Por Mês

seo traffic long tail

Você quer mais visitantes buscando o seu site? Mecanismos de busca não são a única fonte para atrair visitantes desejados, mas segmentar de forma eficaz e usar palavras-chave de cauda longa em seu conteúdo podem aumentar consideravelmente a busca mensal dos seus visitantes.

Eu gerei 173.336 visitantes qualificados ao usar palavras-chave de cauda longa no último ano – um aumento de 91%.

Suas palavras-chave de cauda longa podem não estar no Top 10 do Google, e é verdade que 60% dos cliques de busca orgânica vão para os 3 primeiros resultados, mas ainda existem os outros 40% para serem conquistados.

Se você publicar conteúdos detalhados sempre que usar palavras-chave de cauda longa, você verá um aumento no tráfego de busca, irá atrair clientes e crescer a sua marca.

image65

Agora que você já sabe do impacto potencial ao usar palavras-chave de cauda longa em seu site, vamos nos aprofundar no assunto e aprender como sustentar este tráfego orgânico.

Neste artigo, vou falar sobre quatro assuntos:

  1. Como pesquisar palavras-chave de cauda longa
  2. Estudos de caso com palavras-chave de cauda longa
  3. Elementos de classificação da cauda longa
  4. Ferramentas para ajudar a escolher e usar palavras-chave de cauda longa corretas

1. Como pesquisar e usar palavras-chave de cauda longa

Muitas pessoas acreditam que a pesquisa de palavras-chave já não é mais tão importante. Entretanto, isso não é verdade, pois ferramentas de palavras-chave são essenciais. De fato, a pesquisa, principalmente de palavras-chave de cauda longa, pode te ajudar a criar um tipo de conteúdo que envolve e inspira leitores (as).

Uma das perguntas que eu recebo toda semana é: “O quão longa deve ser uma palavra-chave de cauda longa?”. E minha resposta sempre é “quatro palavras-chave ou mais”. Quanto mais longa for a palavra-chave, mais fácil é se posicionar bem com ela.

Aqui estão alguns exemplos de boas palavras-chave de cauda longa no nicho fitness.

image22

Para pesquisar suas próprias palavras-chave de cauda longa, siga esses passos simples:

1º passo: Comece com palavras-chave seed. Vamos supor que você queira segmentar a palavra-chave “copywriting” Para encontrar versões de cauda longa dessa palavra-chave seed, vá ao Ubersuggest e insira copywriting. Aí, clique em “Buscar”.

2º passo: Clique na aba “Ideias de Palavras-Chave” na barra lateral esquerda para mostrar todas as palavras-chave relacionadas a copywriting.

3º passo: Procure as palavras-chave com demanda mais relevante.

Cabe a você decidir o que é relevante, de acordo com o tipo de conteúdo que está criando. Contudo, o Ubersuggest pode te ajudar a identificar palavras-chave com bastante demanda.

A segunda coluna é o número médio de buscas mensais no Google. Procure palavras-chave com volume alto e um SD (SEO Difficulty) baixo. Eu costumo focar nas que têm um SD de 50 ou menos.

4º passo: Clique em uma palavra-chave para saber mais.

Isso vai te mostrar tudo o que você precisa saber sobre a palavra-chave:

  • Google SERP – as 100 primeiras URLs posicionadas para a palavra-chave;
  • Estimativa de Visitas – o tráfego estimado que a página recebe do Google para a palavra-chave;
  • Links – o número de links recebidos pela página;
  • DS – o domain score, avaliando a força geral do site de 1 (baixa) a 100 (alta);
  • Compartilhamentos Sociais – o número total de vezes que a URL foi compartilhada nas mídias sociais.

Esses dados vão te ajudar a decidir duas coisas: se vale a pena segmentar a palavra-chave, segundo a estimativa mensal de visitas, e qual a sua change de chegar à primeira página dos resultados de busca do Google.

Entendendo a intenção na palavra-chave de cauda longa: A intenção por trás de qualquer palavra-chave é muito maior do que a palavra por si só. De acordo com Tom Fanelli, “quando você pensa na intenção, boas palavras-chave irão te seguir.” Seu conteúdo irá melhorar como resultado disso.

Palavras-chave de cauda longa que abordam a necessidade de quem faz a busca ou resolvem um problema em definitivo, provavelmente terão boa classificação no Google, comparadas a palavras-chave principais.

image14

Quando você usa uma estratégia de palavra-chave, não se perturbe com as mudanças nos algoritmos do Google. Foque naquilo que realmente importa e você fará algo de ouro, diz Search Engine Land.

Consumidores que digitam algum tipo de frase descritiva (cauda longa), são geralmente mais qualificados do que aqueles que digitam palavras-chave curtas. Como resultado, a taxas de conversão são mais altas para palavras-chave de cauda longa se comparadas com as primárias.

image52

Mas os consumidores em sua maioria não estão prontos para comprar ainda. Alguns preferem navegar, enquanto outros querem aprender sobre o produto antes de fechar o pedido. Qual ciclo de compra constitui a sua palavra-chave?

image38

Se os consumidores ainda não estão prontos para comprar, eles provavelmente irão pesquisar por “palavras-chave informativas.”

Exemplos:

  • como perder peso com exercícios
  • dicas de otimização dos mecanismos de busca
  • faça dinheiro online sem nenhum dinheiro
  • faça dinheiro de graça na internet
  • download gratuito do ebook
  • top 10 de plugins gratuitos do WordPress

No entanto, quando as pessoas estão prontas para comprar, elas usam palavras-chave que mostram uma intenção comercial.

Exemplos:

  • review sobre facas de sobrevivência
  • comprar aparelho fire TV
  • programas de perda de peso

Palavras-chave comerciais usualmente conta com prefixos (palavras que aparecem antes) ou sufixos (palavras que aparecem depois), que modificam ou qualificam as palavras-chave de cauda longa. Aqui estão alguns exemplos mais populares:

  • Comprar
  • Review
  • Compra
  • Desconto
  • Cupom
  • Acordo
  • Frete
  • Pedido

Você irá encontrar ambas as intenções (informativas e comerciais) na sua pesquisa. De maneira consistente, você pode melhorar sua classificação nas buscas direcionando essas palavras-chave com conteúdo útil e detalhado. Aqui está um exemplo:

image40

2. Estudos de Caso de Palavras-chave de Cauda Longa

Muitos blogueiros e donos de sites estão agora tirando proveito das frases de cauda longa porque usar esses termos é bem fácil. SEO de cauda longa diz respeito a preencher uma lacuna, responder uma questão e ajudar os usuários a economizar tempo.

Estudo de caso #1: Em 2013, Michael Aagaard escreveu um post detalhado sobre exemplos de call to action.

Em pouco tempo a página começou atingiu a posição #2 no Google. A página continua a receber mais de 1.000 visitantes por mês dos mecanismo de busca.

image62

O print abaixo mostra o tráfego mensal para uma única palavra-chave de cauda longa (“call to action examples”):

image67

Estudo de caso #2: Tresnic Media aumentou o tráfego do seu site em quase 438%, e então até 1.000% em oito semanas através do blog.

Eles publicaram 50 posts valiosos, cada um direcionando para uma pesquisa de palavra-chave de cauda longa. O Google reconheceu e os recompensou com uma boa classificação e melhorou seu tráfego de busca.

image42

Estudo de caso #3: Tamal Anwar também melhorou sua classificação e tráfego diário usando longas variações de algumas palavras-chave.

Ele agora gera 80-90% de seus visitantes mensais dos mecanismos de busca como um resultado direto de escrever conteúdos de alta qualidade em assuntos que são tendência.

image37

Estudo de caso #4: Marcus Sheridan, fundador da River Pools and Spas, escreveu um conteúdo detalhado em seu blog direcionando para a palavra-chave “Problems with fiberglass pools (problemas com piscinas de plástico).”

image72

Mesmo que ele não esteja na posição #1 para a palavra-chave principal (piscinas de plástico), essa única página classifica em #1 no Google para a palavra-chave de cauda longa. Isso também gerou mais de 5.000 visualizações quando o conteúdo foi publicado.

image09

Atualmente, meu objetivo é construir este blog para atrair 100.000 visitantes por mês. Em fevereiro o blog gerou 46.134 visitantes e eu sei que isso definitivamente irá aumentar em março.

image02

Alguns dos artigos mais detalhados que eu escrevi nos últimos quatro meses tiveram uma excelente classificação nos resultados do Google. Por exemplo, eu direcionei um termo de pesquisa de cauda longa (como escrever títulos de email) em outubro. Confira minha posição na classificação atual:

image06

Alguns dos benefícios de direcionar palavras-chave de cauda longa são:

1). Impulsionar sua classificação nas buscas: Em média, o resultado que aparece no topo do Google obtém 36.4% dos cliques. Mas isso ainda deixa boa parte do tráfego para ser conquistado.

image64

Gaste seu tempo criando o melhor conteúdo possível para sua audiência e então promova-o para as pessoas certas. Você pode até redirecionar seu conteúdo de maneira que as pessoas continuem se beneficiando com ele.

Se você ainda está lutando para alcançar boas classificações nos resultados de busca, pode ser que esteja acontecendo alguma destas 13 razões. Um dos motivos mais comuns é quando se usa conteúdo duplicado em seu site. Para resolver esse problema, remova o conteúdo duplicado ou faça um único.

Depois que isso for feito, foque na sua audiência. Escreva conteúdo que irá resolver seus problemas, e o otimize adequadamente para a busca. Em vez de focar em frases de cauda longa apenas porque isso é divertido, foque na intenção do usuário.

O uso de palavras-chave on-page é ainda um dos maiores fatores de classificação para conteúdo e não pode ser ignorado no mundo SEO de hoje.

image00

É onde as classificações fáceis mentem. Não importa o quão competitiva seja a palavra-chave de cauda longa; se os usuários estão felizes depois terem lido, assistido ao vídeo, ou escutado seu podcast, eles ficarão felizes em compartilhar.

Obtenha mais visitantes por meio da busca: No final de fevereiro de 2014, eu fiquei surpreso em ver que meu blog tinha atraído 238.195 visitantes por meio da busca. 100% deles vieram de palavras-chave de cauda longa.

image15

Desde que a intenção do usuário seja mais importante do que a palavra-chave por si só, o Google irá te recompensar com maior tráfego de busca, já que o seu conteúdo é útil. Por exemplo, vamos dizer que você esteja direcionando para estas palavras-chave de cauda longa:

perda de peso guia para iniciantes

À medida em que você escreve e publica artigos detalhados de pelo menos 2.000 palavras, você vai começar gradualmente a aparecer no Google para palavras de cauda longa relacionadas aos termos de busca, tais como:

  • melhor guia de perda de peso para iniciantes
  • guia de perda de peso para iniciantes
  • guia de perda de peso gratuito para iniciantes
  • baixe o guia de perda de peso

E por aí vai…

Então para reiterar: quando você começar a obter classificação para alguns termos de cauda longa, seu tráfego de busca irá aumentar.

Ogio Golf Bags obtém muito tráfego orgânico para mais de 50 buscas. Mas o autor (um amigo meu) direciona menos de dez palavras-chave de cauda longa.

image59

Algumas das palavras-chave de cauda longa que estão com boa performance são:

image46

3).   Melhoria da taxa de conversão: SEO e CRO podem jogar bem juntos. Quando você direciona aquelas palavras-chave mais fáceis, sua taxa de conversão certamente irá melhorar.

Tudo tem que funcionar junto. Isso inclui seu conteúdo, site, carregamento da página, call to action, etc. Tudo é importante, porque a conversão on-site começa com o design do site.

image58

Usuários geralmente convertem de diferentes segmentos. Mas como percebeu o Marketing Sherpa, você tem que focar nas palavras-chave mais efetivas para cada estágio do ciclo de compra.

image13

Em outras palavras, certifique-se que sua página de captura (landing page) foi criada levando em conta o usuário. Senão, nada mais irá importar – nem mesmo seu conteúdo.

G3 Group melhorou sua taxa de conversão em 14%. Eles usaram uma mistura de SEO e PPC, e tem agora cerca de 5-10 pedidos qualificados por dia. Isso mostra que segmentar longas variações de palavras-chave rentáveis em ambas as buscas (paga e gratuita) aumenta sua taxa de conversão.

image08

Alex Cooper encarou o desafio de atrair audiência nacional para seu site de compras. Claro, se você vende apenas mercadorias dentro do seu país, não há necessidade de atingir uma audiência global.

image69

Mas tão logo que Alex Cooper pesquisou sobre frases de cauda longa e criou conteúdo útil, o site começou a obter mais tráfego das 500 palavras-chave. O mais importante, a empresa reduziu o PPC (custo por clique) em 50%.

Take Me Fishing focou na otimização do conteúdo que aumentou o tráfego deles em quase 1.000%. O site ficou em #1 no Google para uma palavra-chave lucrativa e com boa demanda, “melhores lugares para pescar.” Ele também reduziu a taxa de rejeição do site e teve 946% de aumento no tráfego orgânico, ano após ano.

image34

Mito das palavras-chave de cauda longa: Desde o lançamento do Google Hummingbird, muitas pessoas tem trabalhado usando conceitos errados sobre palavras-chave. Alguns até aconselham contra a pesquisa de palavra-chave.

Eu compartilhei muitas histórias de sucesso de sites individuais e corporativos que aumentaram sua classificação orgânica simplesmente focando em frases de cauda longa.

No entanto, existem alguns mitos de SEO que você deveria ignorar:

i). Mito 1: Direcione apenas palavras-chave de cauda longa. Uma palavra-chave típica que sua audiência está procurando usualmente vem destas duas variações: curtas e longas.

Se você otimizar em excesso para qualquer uma dessas palavras-chave, você corre o risco de ser penalizado pelo Google. A próxima coisa você já sabe, a tendência do tráfego vai se parecer com esta:

image01

Outro problema é o uso excessivo de qualquer tipo de palavra-chave como texto âncora. Focar apenas em palavras-chave longas em seu conteúdo também é um mito de SEO.

image70

É claro, se você inclui conteúdo construído com palavras-chave de cauda longa baseadas na intenção do usuário e criadas para ajudar seus leitores em vez de manipular sua classificação, você não terá que se preocupar com as atualizações do Google Panda ou Penguin.

A maior razão por que você deveria direcionar palavras-chave curtas além das longas, é porque, quanto maior for a palavra-chave de cauda longa, menor será o volume de busca.

Isso também significa que irá levar muito tempo antes de você perceber resultados significativos para ambos, tráfego e classificação.

image30

ii). Mito 2: Sempre use exatamente a mesma palavra-chave de cauda longa em seu título – esse conselho pode parecer inofensivo, mas essa não é a melhor prática. Claro, existem muitos benefícios em direcionar dessa forma, mas também há desvantagens.

image23

Esteja extremamente consciente sobre o que você coloca nos títulos. Eles são a primeira coisa que os leitores verão e são eles que motivam ou desencorajam os usuários a clicarem.

A regra de ouro é: Se você pesquisa e descobre uma palavra-chave que flua naturalmente quando a lê, então sinta-se à vontade para usá-la em seu título. Senão isso pode resultar em uma palavra-chave sem sentido e ela pode ser penalizada pela baixa qualidade.

Por exemplo, estas palavras-chave fluem naturalmente:

  • compre kindle fire hd
  • especialista em SEO com preço acessível em NY

Você pode usar estas palavras-chave em seus títulos. Por exemplo:

  • Compre um Kindle Fire HD: 5 Coisas Que Você Deveria Saber
  • Onde Comprar um Kindle Fire HD Com Frete Grátis
  • Como Encontrar Especialista em SEO com Preço Acessível em NY
  • Como Contratar Especialista em SEO com Preço Acessível em sua Cidade

Em contraste, as palavras-chave abaixo se parecem com spam e não deveriam ser utilizadas no título:

  • Compre kindle fire frete grátis
  • Especialista SEO NY preço acessível

As palavras-chave acima tem intenção comercial, mas elas não soam naturalmente de forma alguma. Se você adicioná-las exatamente como aparece acima, você confundirá os usuários e irá afastá-los do seu site. E ainda você poderia ser penalizado pelo Google.

iii). Mito 3: Palavras-chave de cauda longa são menos caras – A maioria dos anunciantes PPC pensa que isso é verdade, mas não necessariamente. Faça uma pesquisa mais profunda e você poderá encontrar algumas frases longas mais caras.

image24

Até mesmo especialistas em SEO sabem que a maioria das palavras-chave que se enquadram nessa categoria são caras e levam tempo para melhorar a classificação orgânica.

Do mesmo modo, o lance sugerido na maioria das consultas de pesquisa de cauda longa é muito alto, devido ao valor percebido, demanda e intenção por trás da busca.

image21

Resultado final: SEO é uma prática de longo prazo. Não espere da noite para o dia aumentar seu tráfego orgânico. No entanto, é possível alcançar resultados tremendos nas buscas em questão de semanas.

Por exemplo, Brian Dean aumentou seu tráfego orgânico em 110% em apenas 14 dias. É claro, compartilhamento social, links inbound e citações editoriais contribuíram para o sucesso, mas o fator mais importante foi a qualidade do conteúdo.

image47

iv). Mito 4: Você deveria ter o objetivo de estar na primeira página do Google. Mesmo pessoas que trabalham com SEO, blogueiros, proprietários de sites e profissionais de marketing de conteúdo queiram a primeira posição para suas palavras-chave mais lucrativas, esse não é um bom objetivo. Isso não é uma métrica acionável.

Na verdade, no mundo SEO de hoje, é possível mirar naquela primeira posição e ainda assim não gerar cliques suficientes, leads e vendas.

Existe apenas uma razão por que a maioria dos títulos não são clicáveis: os títulos não inspiram as pessoas a clicarem.

Títulos não clicáveis: Levar os usuários a clicarem no link do seu site nas páginas de resultado é crucial. Se seu título não inspira usuários que fazem buscas a clicarem e visitarem seu site, você está arruinado.

Títulos que começam com “Como” ou que contenham números, tendem a obter mais cliques, mantendo todos os outros fatores iguais (assumindo que o link esteja na primeira página de resultados).

image48

Por exemplo, vamos analisar dois títulos. Ambos direcionam para o mesmo usuário e estão atualmente nas posições #1 e #2 respectivamente.

Seja honesto: se você soubesse de alguém que está sofrendo de artrite na mão e quisesse ajudá-lo a encontrar uma solução, qual dos dois títulos você iria clicar?

image16

O primeiro resultado não é clicável – mas o segundo é. Otimizar seu conteúdo para cativar pessoas e trazer um apelo emocional é a melhor abordagem SEO.

Quando seus títulos não inspiram, as pessoas não clicam. As vezes elas podem até decidir clicar, mas rapidamente irão no botão de voltar para conferir outro título atrativo que esteja chamando por elas.

Quando isso acontece, sua classificação irá cair gradualmente, porque o Google vai concluir que os usuários não ficaram satisfeitos com seu conteúdo.

Nota: Um bom título atrai a atenção das pessoas, mas isso pode também te motivar a escrever conteúdos mais detalhados. Isso pode te dar ideias para subtítulos, marcadores e calls to action.

image36

Finalmente, escreva seus títulos com letra maiúscula. Não use um monte de palavras e não as escreva com letra minúscula. Pesquisas mostram que 64% dos usuários que fazem buscas irão responder a títulos relevantes que estão escritos em letra maiúscula.

image18

Uma frase com letra maiúscula seria assim:

image25

Mas não assim:

image11

3. Elementos de Classificação Da Cauda Longa

Nesta seção, vamos descobrir os elementos importantes que irão impulsionar suas palavras-chave de cauda longa nos mecanismos de busca.

Quando usuários digitam alguma palavra-chave em particular na caixa de pesquisa, o Google usa em torno de 200 fatores para determinar o quão relevante e útil é o conteúdo da sua página para determinado termo, antes de classificá-lo.

image43

De acordo com a Inforza, “93% das experiências online começam com uma busca.” Isso significa que mesmo antes dos seus usuários estarem completamente envolvidos com Facebook, Twitter e LinkedIn, eles usarão primeiro um mecanismo de busca.

Vamos avaliar alguns dos elementos principais que irão te conduzir ao topo das classificações quando você começar a utilizar palavras-chave de cauda longa:

  • Palavras-chave ricas nos títulos
  • Link Interno
  • Links Confiáveis
  • Engajamento Social

1). Palavras-chave ricas nos títulos: Antecipe o seu título com palavras-chave relevantes. A maioria das pessoas passam o olho nas duas primeiras palavras do seu título para determinar se ele é relevante ou não para o que estão procurando.

Por exemplo, o conteúdo mais compartilhado relacionado à palavra-chave “monetize a blog (monetizar um blog)” tinha a palavra-chave ou uma variação dela antes de qualquer palavra significativa.

image33

Eu escrevo títulos com palavras-chave ricas e elas contribuíram para chegar em 100.000 visitantes mensais em todos os meus blogs. Eu também cresci o blog do KISSmetrics de 0 para 350.000 leitores por mês com essa estratégia.

image35

Vamos escrever algumas palavras-chave ricas e clicáveis usando algumas palavras de cauda longa abaixo:

image50

Os termos pesquisados são:

Making money from home – Fazer dinheiro em casa

Stay at home jobs – Trabalhando de casa

How to make extra money – Como fazer dinheiro extra

a).   Títulos para fazer dinheiro em casa:

Fazer Dinheiro Em Casa: 5 Passos Que Você Deve Dar

Como É Possível Fazer Dinheiro Em Casa Em 3 Passos

7 Dicas Que Funcionam Para Fazer Dinheiro Em Casa

b).  Títulos para trabalhando em casa:

Os 5 Melhores Trabalhos Para Ganhar Dinheiro Em Casa

Trabalhando De Casa: Como Começar Em 15 Minutos

10 Trabalhos De Casa Que Pagam Toda Semana

c).  Títulos para como fazer dinheiro extra:

Como Fazer Dinheiro Extra Com Marketing De Afiliados

Como Fazer Dinheiro Extra Para Pagar Suas Contas Mensais

Outra abordagem, é encontrar um artigo muito popular, com milhares de compartilhamentos sociais, e melhorá-lo com um toque pessoal.

1º passo: Vá ao Ubersuggest. Insira a palavra-chave (ex. estratégias de mídias sociais) que você quer usar para o seu título. Então, clique em “Buscar”.

2º passo: Clique em “Ideias de Conteúdo”, no menu lateral esquerdo.

3º passo: Analise os resultados.

Com a palavra-chave principal (estratégias de mídias sociais), é possível observar que muitos dos sites acima estão segmentando isso. Entretanto, não significa que não há como melhorar.

Assim, vamos fazer títulos ricos em palavras-chave, relevantes, clicáveis e compartilháveis. Lembre-se que, nossa palavra-chave alvo é – estratégias de mídias sociais, e portanto, queremos usar essa frase exata em nosso título.

Títulos novos:

  • Estratégias de Mídias Sociais: Como Atrair Compradores Através do Marketing de Mídias Sociais;
  • As 10 Principais Estratégias de Mídias Sociais Que Funcionam Para Geração de Leads;
  • As Estratégias de Mídias Sociais Que eu Usei para Aumentar Minha Taxa de Conversão em 382%.

Cuidado: Evite o excesso de palavras-chave. De que forma? Ao usar uma palavra-chave em seu título, lembre-se de reduzir o uso dela no corpo do texto. Sua densidade de palavras-chave deve ficar abaixo de 1%. Concentre-se em ajudar as pessoas, não em manipular os rankings de busca.

Links internos: O segundo elemento, que vai te ajudar a ter sucesso na segmentação de palavras-chave de cauda longa, são os links internos. Eles geralmente são hiperlinks que apontam para páginas dentro do mesmo domínio.

image49

Preste atenção no que está acontecendo dentro do seu site, porque isso é algo que você pode controlar inteiramente. É por isso também que o Google olha com seriedade para os links que apontam dentro das suas páginas.

image10

O que faz o Wikipedia ser o site de conteúdo #1 do mundo? Ele é diligente quando se trata de link para as páginas internas, não importa qual seja o assunto.

O artigo acima do Wikipedia gera links para mais 50 páginas. Gerar link para páginas importantes no mesmo domínio ‘esquenta’ a página, e dá mais valor a ela.

Quando você consistentemente gera um link interno para seu o conteúdo, o Google presume que você se importa com a experiência do usuário. Isso é importante, porque não existe nenhum pedaço de conteúdo que irá responder todas as perguntas que o usuário faça.

Ao gerar link para artigos já publicados, você está indo ao encontro das expectativas dos usuários e os engajando também. E quanto mais eles clicarem nos links, mais tempo passarão em seu site – aumentando a autoridade do seu site.

Em resumo, veja como você gera link interno:

  • Link para outras páginas relevantes. Por exemplo, se seu novo artigo é sobre o mercado do Twitter, você poderia linkar para artigos no Facebook, ou algum relacionado à ferramentas de mídia social.
  • Adicione breadcrumbs (número de ações que um visitante precisa para chegar até determinada página) para fazer com que os links internos sejam fáceis de navegar para o usuário.
image19
  • Certifique-se que as páginas que você está linkando sejam únicas e úteis. Isso é realmente importante. O Google odeia conteúdo duplicado.
  • Crie link para sua página da web, não apenas para uma imagem. Se você quer utilizar uma imagem ou um print screen que usou antes, não apenas link para a URL da imagem. De preferência, use a própria URL da página.
  • Varie seu texto âncora. O uso excessivo da combinação exata de texto âncora poderia te trazer problemas. Então se você for linkar para uma página interna que tenha uma palavra-chave particular (ex: começando um blog) no título e na URL, você não tem que usar aquele termo da palavra-chave como seu texto âncora.

Sugestões de texto âncora para linkar para sua página “começando um blog” seriam:

  • benefícios de um blog
  • comece um blog com WordPress
  • como começar um negócio em um blog
  • blog
  • instalação do blog

Mais estudos sobre o assunto:

3). Links confiáveis: Links ainda são a moeda da web. É claro, é possível aumentar seu tráfego orgânico e classificação sem construir links, mas você tem que ser paciente, e o seu conteúdo tem que ser da melhor qualidade e totalmente útil.

No mundo SEO de hoje, existem dois fatores que você deveria levar em consideração quando criar links: Autoridade do Domínio e Autoridade da Página.

Aqui estão alguns passos para descobrir:

Passo #1: Faça o download do Mozbar e o instale. Ele funciona bem nos navegadores do Google Chrome e Mozilla Firefox.

image63

Passo #2: Ative o MozBar (apenas clique no ícone da letra “M” no topo da página, ao lado direito) e vá para o Google.

image31

Nota: Uma vez que você clica no ícone da letra “M”, ele muda do cinza para o azul.

image17

Passo #3: Digite seu título dentro da caixa de pesquisa. Confira o DA e o PA das páginas mais bem classificadas.

image66

Essas páginas da web tem links confiáveis porque o DA e o PA delas são altos. Se você realmente quer competir contra essas autoridades das páginas, você poderia obter links naturais dos sites que deram a eles os links confiáveis. A melhor estratégia é guest blogging (escrever em outros blogs) e blogger outreach (blogueiros que fazem referências ao seu conteúdo).

Então, como você pode pincelar os sites de onde eles geraram os links?

Siga estes passos simples:

Passo um: Clique em um dos resultados da busca.

image55

Passo dois: Copie a URL como aparece no navegador.

image32

Passo três: Visite o Moz Open Site Explorer. Cole a URL que você copiou dentro da caixa de pesquisa. Clique em “search“.

image53

Passo quatro: Identifique os domínios dos links e a autoridade do domínio.

image68

Existem muitos sites que aceitam guest posts, mas considere a autoridade deles nos mecanismos de busca, também. Pessoalmente, eu não faria guest blog em nenhum blog que não tenha uma excelente classificação para meu público alvo ou palavras-chave de cauda longa.

Mais estudos sobre o assunto:

4). Engajamento social: Mais do que nunca, os indicadores sociais são fatores importantes de SEO. Sua audiência usualmente gasta mais tempo no Facebook, Twitter, Instagram e Pinterest do que em outros sites. Então você tem que envolvê-los em seu conteúdo.

image60

Indicadores sociais não melhoram sua classificação de busca diretamente, mas eles conduzem os leads a um engajamento que te ajudará na classificação. Eles também reduzem a taxa de rejeição, enviam links de qualidade de volta para suas páginas internas, e aumentam o PageRank das suas páginas.

Quando o Moz publicou seu Guia de SEO para Iniciantes, Smashing Magazine tweetou para mais de 160.000 seguidores.

image26

Dentro de um curto espaço de tempo, a classificação e o tráfego orgânico melhoraram. Na verdade, a palavra-chave “guia para iniciantes” começou a aparecer na primeira página dos resultados do Google.

image45

Desde que seu título apareça geralmente acima da dobra, lembre-se de usar palavras-chave de cauda longa. Também, use um call to action bem forte abaixo da dobra, porque é lá onde 65.7% do engajamento acontece.

image12

Mais estudos sobre o assunto:

4. Ferramentas Para Pesquisa de Palavras-chave de Cauda Longa

O SEO manual é uma perda de tempo. Você não precisa gerar links com ferramentas sofisticadas, mas pode pesquisar palavras-chave e monitorar posições nos rankings com ferramentas de SEO úteis.

Existem 4 métricas importantes que você deve monitorar com ferramentas de software de SEO:

image71

Como nossa meta é gerar mais visitantes de busca mensais, através de tráfego de cauda longa, nós queremos ferramentas que facilitem esse trabalho.

Ubersuggest é apenas uma das muitas ferramentas que você pode utilizar para pesquisar palavras-chave de cauda longa

Aqui estão os três passos que você pode seguir:

1º passo: Insira sua palavra-chave e clique em “Buscar”;

2º passo: Clique em “Ideias de Palavras-Chave”, no menu lateral esquerdo;

3º passo: Examine suas palavras-chave de cauda longa.

Elas são exibidas na coluna do lado direito, além de outras informações como:

  • Volume – o número médio de buscas mensais pela palavra-chave;
  • CPC – o custo médio por clique, se você quiser pagar o Google para ser exibido como um anúncio;
  • PD – a dificuldade paga, que estima a concorrência na busca paga;
  • SD – a dificuldade de busca, que estima a concorrência na busca orgânica.

Para mais palavras-chave, clique em uma das quatro abas junto de “sugestões”. Elas incluem:

  • Relacionadas;
  • Questões;
  • Preposições;
  • Comparações.

Os resultados em “questões” são especialmente úteis, já que essa aba mostra palavras-chave relacionadas a perguntas que seu público-alvo realmente está fazendo. Além disso, se quiser acesso ao maior número possível de palavras-chave, você pode clicar na aba “relacionadas”. No exemplo acima, você consegue ter acesso a 500 palavras-chave adicionais.

Esse é processo necessário para encontrar centenas, ou mesmo milhares, de palavras-chave de cauda longa para incluir em seu conteúdo.

Conclusão

Alguns SEOs alegam que existem alguns segredos escondidos para melhorar sua classificação de busca e tráfego.

Mas eu tenho direcionado minhas palavras-chave de cauda longa em meus posts do blog, cursos em vídeos e guias avançados. Essa estratégia funciona.

Sempre se lembre que a razão principal para conduzir uma pesquisa de palavra-chave não é manipular os mecanismos de busca para melhorar sua classificação. De preferência, você tem que entender o que seu público-alvo está procurando, quais são as perguntas que causam insônia e em que eles estão pensando quando pesquisam por algo no Google.

Tudo se resume a criar conteúdo útil para seus usuários de maneira que eles fiquem satisfeitos e compartilhem seu conteúdo com outros. É assim que o SEO e o compartilhamento social trabalham juntos, para aumentar suas vendas através do tráfego de cauda longa.

Você já direcionou o seu tráfego por meio de palavras-chave de cauda longa?

Compartilhe