Links Patrocinados: O Que São e Como Fazer Uma Campanha de Sucesso

aplicativo mobile adwords como exemplo e ferramenta de links patrocinados

Você está insatisfeito com os resultados dos cliques orgânicos da sua campanha de marketing? Será que investir em links patrocinados é a melhor escolha?

O marketing digital é um mundo razoavelmente novo, com inúmeros cenários possíveis.

Por mais que você construa um planejamento detalhado e analise todas as variáveis, nem tudo acaba se tornando realidade.

Afinal, lidar com a reação das pessoas é sempre um caminho instável.

Mas não desanime.

Se você conhecer seu público e entender qual método pode impactar mais o seu cliente, construir uma campanha de marketing eficiente será mais fácil.

E aumentar as variações de abordagem pode ser uma boa opção.

Links patrocinados podem ser uma ferramenta simultânea à sua estratégia de marketing para aumentar os cliques orgânicos.

Hoje, as empresas procuram incentivar os cliques naturais, mas criar um caminho paralelo para aumentar a conversão é sempre bem-vindo, certo?

Quero mostrar neste artigo tudo o que você precisa saber para usar links patrocinados e aumentar a sua taxa de conversão. Além de dar algumas dicas extras que você, com certeza, vai querer descobrir.

Vamos lá?

Boa leitura!

O Que São Links Patrocinados?

profissional que faz uso de links patrocinados

Você, com certeza já se deparou com links patrocinados na internet, seja nas redes sociais ou nas suas pesquisas nos buscadores.

Links patrocinados, nos buscadores, são aqueles primeiros resultados que aparecem ao pesquisar sobre determinado assunto e, logo abaixo, são sinalizados como “patrocinados” ou com a palavra “anúncio” ao lado do título.

Em algumas pesquisas, eles também podem aparecer na lateral direita do seu monitor, assim como os links patrocinados dentro do Facebook.

Já no Instagram, eles aparecem na aba do feed.

Por exemplo, se você procurar por aulas de inglês no Google, vai encontrar a seleção abaixo:

resultados da pesquisa para aulas de inglês no Google

Como o Google mesmo identifica, são anúncios pagos que são expostos em determinados lugares.

Essa é a forma visual que você já está acostumado a ver. Mas, há algum tempo surgiram os links patrocinados nas redes sociais.

exemplo de publicação patrocinada no instagram

Você já reparou que, depois de entrar em determinada loja online ou procurar por algum produto, ao acessar suas redes sociais, itens semelhantes aparecem no seu feed?

Pois é! Esses são os links patrocinados das redes sociais.

Hoje, as duas redes que mais se utilizam dessa ferramenta de anúncio são o Facebook e o Instagram.

E o valor que cada anunciante desembolsa está ligado diretamente com a escolha da palavra-chave para aquele link patrocinado.

Afinal, quanto mais genérica é a palavra-chave, mais custoso será financiar esse anúncio.

Você é quem decide qual método usar e qual o valor inicial vai investir.

Qual a origem dos links patrocinados?

exemplo adwords mobile e desktop para criação de links patrocinados

Para entender melhor o funcionamento dos links patrocinados, vamos antes voltar alguns anos no tempo para descobrir como tudo começou.

Foi em 1998 a primeira vez que os links patrocinados foram usados na internet.

O conceito foi desenvolvido pelo empresário Bill Gross, que, na época, havia fundado a empresa GoTo.com.

Nesse contexto, a ideia dos links patrocinados era mais ou menos a mesma que adotamos nos dias de hoje.

Ou seja, depois de definir o valor da campanha, o anunciante deveria pagar um determinado custo a cada clique efetuado pelo usuário (vem aí a métrica CPC – Custo Por Clique).

Assim como acontece atualmente, esse custo era decidido por meio de leilão das palavras-chave.

Já em 2001, o Google ofereceu um acordo de 300 milhões de dólares para adquirir a patente dos links patrocinados – uma bagatela, se pensarmos no poder dessa ferramenta para que ele se tornasse o ícone que é hoje.

Um ano depois, o site “Cadê?” da empresa Yahoo também passou a trabalhar com links patrocinados no seu buscador.

Em 2005, foi a vez do provedor UOL lançar seus links patrocinados.

Parece que foi há muito tempo – e de fato, foi, se pensarmos que 15 a 20 anos na atual era digital representam mesmo uma eternidade.

O que são links patrocinados no Facebook?

garota acessando facebook no celular

Links patrocinados no Facebook são os anúncios pagos gerenciados pela plataforma e fundamentais para qualquer estratégia de marketing digital.

Primeiro, porque todo mundo está no Facebook.

E não é exagero, já que há 2,4 bilhões de usuários ativos na plataforma, de acordo com o Statista.

Em segundo lugar, porque, por meio de algoritmos super inteligentes e avançados, o Facebook Ads oferece opções extremamente segmentadas para você atingir seu público-alvo.

Com a ferramenta, você consegue exibir seus anúncios de acordo com as preferências e comportamentos de cada usuário, poupando um tempo precioso para a sua empresa.

E tem mais: quem anuncia no Facebook pode ainda expandir o mesmo conteúdo para o Instagram, Messenger e sites parceiros.

Uma bela oportunidade, não é mesmo?

Como fazer um link patrocinado no Google?

ferramenta de patrocínio de links pelo Google

Se você já se convenceu da importância dos links patrocinados para impulsionar os seus negócios, chegou a hora de entender como colocar tudo isso em prática.

São três etapas, basicamente.

Falo sobre elas agora:

1. Defina um objetivo claro

O que deseja atingir com sua campanha?

Para facilitar, o Google oferece algumas opções, como:

  • Receber mais ligações na sua empresa
  • Atrair mais visitantes na loja física
  • Gerar tráfego para seu site

Para cada objetivo escolhido, o Google fornecerá as ferramentas mais adequadas.

2. Decida onde quer anunciar

Para que lugares do Brasil ou do mundo você quer exibir seu anúncio?

De interesse local até global, o Google vai saber direcionar seu conteúdo para as pessoas certas.

3. Crise sua mensagem

Resuma em poucas palavras o que sua empresa ou produto tem de melhor.

Aqui, você também pode adicionar imagens ou banners para criar um anúncio ainda mais atrativo.

4. Defina seu orçamento

Um orçamento mensal poderá ser ajustado toda vez que você desejar.

5. Publique o anúncio

Depois de cumprida todas as etapas anteriores, é só publicar o seu material.

Seus anúncios serão exibidos de acordo com as suas preferências, e terão a opção de aparecer no buscador Google, no Google Maps e em sites parceiros.

Por último, você só vai precisar pagar o equivalente ao número de cliques dos usuários em seus anúncios.

Como fazer links patrocinados no Instagram?

publicação patrocinada no instagram

Também é possível anunciar no Instagram.

A grande vantagem do Instagram Ads, além de mirar 1 bilhão de usuários, são os vários recursos que a plataforma oferece para editar seu anúncio.

Entre eles, estão vídeos, fotos e opções interativas para chamar a atenção do usuário.

Se você já tem seu perfil comercial no Instagram vinculado ao Gerenciador de Negócios do Facebook, pode começar a sua campanha em alguns passos simples.

Vamos a eles!

1. Escolha o objetivo da campanha

Para isso, você deverá acessar o Gerenciador de Anúncios, na sua página comercial do Facebook.

Assim como no Google Ads, esses objetivos podem variar de acordo com seus interesses, o que inclui:

  • Alcance
  • Envolvimento
  • Leads.

E por aí vai.

2. Defina as suas preferências

No mesmo painel, você poderá escolher o orçamento, público-alvo, imagens, textos e incluir o seu CTA (call to action), a chamada à ação

Lembre-se de que as imagens são os itens mais valorizados no Instagram, e, se não forem atraentes, o público pode simplesmente passar reto sem pensar duas vezes.

3. Escolha o local de veiculação do anúncio

Basta selecionar a opção “Feed do Instagram”.

Depois, é só ficar de olho e monitorar bem de perto o andamento da sua campanha.

A boa notícia é que, tanto o Google quanto o Facebook e o Instagram Ads, oferecem métricas super completas para esses fins.

Por que usar links patrocinados na sua estratégia digital?

ilustração sobre uso de links patrocinados na estratégia de marketing

Não sei você, mas eu simplesmente não consigo mais imaginar a minha vida hoje em dia sem o Google. E tenho certeza que muita gente também não.

É para esse buscador que as pessoas recorrem quando querem fazer uma pesquisa, decidir um lugar para ir ou onde fazer uma boa compra.

Mas se, por um lado, o Google é um prato cheio para as empresas, por outro, ganhar visibilidade de forma orgânica e competir com marcas maiores pode ser um desafio muito difícil de ser superado.

É por isso que os links patrocinados são tão importantes.

Além de destacarem os seus anúncios entre os primeiros lugares do buscador, eles são exibidos para as pessoas certas e nos locais certos.

Top 11 Vantagens de Anunciar em Links Patrocinados

ilustração sobre patrocínio de publicações digitais

Confira agora outros 10 benefícios dos links patrocinados para sua estratégia.

1. Anunciantes aparecem para palavras-chave relevantes

Dessa forma, fica mais fácil e rápido levar produtos e serviços ao seu público-alvo.

2. Anunciante paga apenas por clique (CPC)

Você só precisará pagar o valor equivalente ao número de cliques recebidos no seu anúncio.

3. Valor do clique é determinado pelo mercado

Uma espécie de leilão por cada palavra-chave define o valor do clique.

4. Segmentação regional

Não importa se o seu público-alvo está em uma pequena cidade do interior ou espalhado em uma grande metrópole.

O Google Ads vai encontrá-lo e exibir o seu anúncio.

5. Fácil acompanhamento resultados

Links patrocinados oferecem métricas avançadas para que você possa estar sempre por dentro da performance dos seus anúncios.

6. Remarketing

Os anúncios podem ser expandidos para outras plataformas de acordo com o perfil do usuário na web, como Gmail, rede de display, etc.

7. Branding

Quanto mais cliques seu anúncio recebe, mais visibilidade seu site acumula e, consequentemente, mais fortalecida é a sua gestão da marca.

8. O principal formato de anúncio para E-commerce

Para os comércios online, os links patrocinados mais eficientes aparecem no formato de Google Shopping.

9. Empresas de todos os tamanhos

Das micro empresas, pequenas startups até as multinacionais: qualquer empresa pode se beneficiar com o Google Ads.

Isso porque é possível investir desde valores baixos até cifras milionárias em campanhas.

10. Relatórios de links patrocinados

A ferramenta oferece um relatório completo com a performance dos seus anúncios.

Tudo para que você possa sempre aprimorar suas estratégias com base em documentos sólidos, e não achismos.

11. Vendas!

O usuário que clica no anúncio é aquele que já sabe o que quer comprar, e está muito próximo de realizar essa ação.

O que você deve considerar antes de usar links patrocinados

profissional de links patrocinados

Acredito que você já está esteja convencido do que os links patrocinados podem fazer por você.

Então, se decidir ir em frente com essa estratégia, tenha certeza de checar alguns fatores importantes antes.

Entre eles, destaco os seguintes:

Custos envolvidos

Que os links patrocinados têm um ótimo custo-benefício e podem trazer bons resultados até com baixos investimentos, isso muita gente já sabe.

Mas é sempre bom avaliar que, obviamente, cada custo envolve um tempo médio para que os resultados cheguem até você.

Portanto, determine um valor que possa corresponder às suas expectativas de acordo com o tempo esperado.

Tempo de retorno

Uma das principais características envolvendo os links patrocinados é o retorno rápido dos investimentos.

Mas, é claro, isso também vai depender da sua estratégia.

Via de regra, quanto mais você investir, mais rapidamente você alcança resultados significativos.

Variedade de canais

Aqui, o pensamento é o mesmo.

Quanto mais canais você utilizar, maiores as chances de retorno. Considere fazer essa variação.

Embora o Google seja o queridinho de todos nós, buscadores como Bing, por exemplo, também podem garantir resultados satisfatórios, justamente pela baixa concorrência.

Além disso, anunciar em redes sociais e redes de display também são excelentes opções para potencializar seus resultados.

Conteúdo especializado

Antes de criar a sua campanha, procure entender como funciona cada canal para produzir conteúdos adequados para os seus anúncios.

Seja no Facebook, Instagram, Google ou qualquer outra plataforma, é importante que o anúncio seja atrativo, bem escrito e esteja relacionado com as palavras-chaves certas.

Quanto mais você se preparar com conteúdos especializados sobre o assunto, maiores as chances de conversão em sua estratégia.

5 Benefícios dos Links Patrocinados Para a Sua Estratégia

ilustração sobre estratégia de marketing e patrocínio de divulgação de links

Bom, se você ainda tem dúvidas de que links patrocinados podem validar a sua campanha de marketing digital, eu tenho mais alguns benefícios para mostrar.

Mas lembre que eles devem ser uma ferramenta para caminhar ao lado da sua estratégia de SEO, e não sozinha, ok?

Tem retorno rápido

Se você já está trabalhando com o marketing digital por algum tempo, deve ter notado que gerar tráfego orgânico não é algo muito simples, e muito menos ágil.

Já os links patrocinados possuem resultados e retornos mais rápidos.

E também funcionam a curto prazo.

Ou seja, se você conciliar as duas estratégias, o seu negócio pode gerar retorno logo no inicio, e ele se manterá no longo prazo com estratégias de SEO e de marketing de conteúdo.

Amplifica outras estratégias

Pelas mesmas razões que acabei de expor, os links patrocinados acabam otimizando os resultados de outras estratégias de marketing, a exemplo do SEO.

Então, esqueça a ideia de ver as abordagens como concorrentes.

Elas são complementares.

Comprove na prática esse benefício e, depois, me conte nos comentários como se saiu.

Aumenta as conversões

Campanhas bem construídas captam o usuário que já está pronto para adquirir aquele conteúdo.

Ou seja, se você fizer o planejamento adequado e formular campanhas atrativas, as chances de conversão são realmente grandes.

Diminui os custos de marketing

Comentei anteriormente que os custos com links patrocinados são, geralmente, menores do que aqueles gastos com campanhas de marketing.

Associado ao fator de aumento de conversões, isso pode minimizar consideravelmente seus gastos com marketing, o que é uma ótima notícia.

Fortalece a marca

Costumo falar sempre para os empresários que buscam minha ajuda, que ser lembrado pelos clientes é uma arma muito poderosa.

Afinal, nem todas as pessoas adquirem coisas por impulso. Normalmente, elas precisam ser convencidas daquilo.

Se a sua marca aparecer constantemente nas plataformas que o usuário tem acesso, as chances de você conseguir despertar a curiosidade dele e fazer com que acesse o seu link são maiores.

Como usar links patrocinados: Passo a passo

profissional e representação de tablet e patrocínio

Vamos partir para a ação?

Então, veja o passo a passo que preparei para você usar links patrocinados na sua estratégia.

1. Escolha os canais que vai usar

Antes de iniciar a sua campanha, é preciso saber quais canais o seu público mais acessa.

Afinal, de nada adianta investir uma nota preta em anúncios no Snapchat se a sua persona gosta mesmo é do Instagram.

Feito isso, as chances de conseguir atingir pessoas que têm a ver com o seu negócio são muito maiores.

Eis aqui algumas opções onde seu público pode estar:

  • Google Ads
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube
  • Snapchat.

2. Selecione as palavras-chave

Como já mencionei ao longo do artigo, as palavras-chave são essenciais para sua estratégia de links patrocinados e devem ser escolhidas com muita atenção.

Recapitulando: palavras-chave mais buscadas têm naturalmente custos mais altos por clique.

O mais importante, nesta etapa, é buscar por aqueles termos que apresentam relação total e direta com o seu conteúdo.

3. Monte uma escala de divulgação para cada canal

Cada canal possui suas particularidades, e sua escala de divulgação deve ser a mais adequada para cada um deles.

Isso quer dizer que os horários de publicação, público e local atingidos podem sofrer variações de acordo com os canais veiculados.

Portanto, não se esqueça de fazer as devidas adaptações.

O próprio Google Ads e o Facebook Ads, por exemplo, podem fazer isso por você, sem muita dificuldade.

Você pode considerar alternar as opções periodicamente para descobrir quais estão sendo mais bem-sucedidas.

4. Mensure os resultados

Nenhuma estratégia estará completa se os resultados não forem medidos.

Não deixe de aproveitar os recursos que os links patrocinados oferecem para avaliar a performance dos seus anúncios.

Assim, fica muito mais fácil descobrir os caminhos que estão funcionando e os que precisam de ajustes.

5 Erros Comuns em Campanhas de Links Patrocinados

google ads como exemplo de ferramenta para links patrocinados

Muitas vezes, vejo pessoas se queixando de que investiram tempo e dinheiro em links patrocinados, mas, mesmo assim, a estratégia não gerou os resultados esperados.

Existem algumas razões pelas quais isso pode acontecer.

Portanto, fique ligado para não cair nos mesmos erros!

1. Sem público-alvo definido

Será que você está usando a segmentação dos links patrocinados de forma correta?

Se você tem um negócio local ou loja física no Paraná, não deve direcionar energias para o público do Rio Grande do Norte, concorda?

2. Palavras-chave muito genéricas

Fuja das mais comuns, principalmente se não tem um orçamento elevado o suficiente para competir com as marcas maiores.

Em vez disso, busque palavras diretamente relacionadas ao seu anúncio ou negócio.

Leia meu post sobre palavras-chave de cauda longa.

3. Palavras-chave muito específicas

Por outro lado, escolher termos que ninguém tem o hábito de procurar pode deixar seu anúncio entregue às moscas.

Para não pecar em excessos para um lado ou para o outro, aceite a ajuda do Google.

Ele sempre tem sugestões de palavras-chave que poderão, no mínimo, te dar uma ideia sobre a procura.

4. Anúncios sem relação com palavra-chave

Esse é o tipo de prática de prejudica a experiência do usuário e leva o índice de qualidade do seu anúncio lá para baixo.

Para evitar que isso aconteça, é sempre bom otimizar também as palavras-chaves negativas, para que o Google entenda o que o seu anúncio “não é”.

5. Páginas mal configuradas

Muitas vezes, o site ou a landing page para a qual o usuário é direcionado ao clicar no anúncio não está bem configurado.

Com isso, ele acaba indo parar em um destino que nada tem a ver com o texto no qual clicou.

Imagine que você tem uma loja virtual de roupas e anuncia um calça masculina, porém, o link do anúncio, por algum erro de configuração, leva o usuário até a seção de vestidos.

Terrível, concorda?

Quem não tem tempo a perder, certamente, não vai ficar dando voltas até encontrar o que precisa.

Quanto Custam os Links Patrocinados?

ilustração sobre custos e valores de links patrocinados

Diferentemente de outras estratégias de marketing, os links patrocinados não trabalham com um custo fixo de orçamento.

Como a ferramenta funciona por meio da estratégia de Custo Por Clique (CPC), os valores vão sempre variar de acordo com o mercado, as preferências e estratégias do anunciante.

Além disso, cada palavra-chave também recebe lances dos anunciantes como se estivessem participando de um leilão, onde quem dá mais acaba tendo mais chances de aparecer entre os primeiros lugares.

Portanto, o mais importante, aqui, é entender que o anunciante sempre terá autonomia sobre os valores que estará disposto a pagar.

Uma vez definido o montante da campanha, ele só passa a desembolsar o custo referente a cada clique efetuado em seu anúncio.

Principais Termos Que Você Deve Ter Conhecimento

As formas de pagamento são, basicamente, relacionadas aos cliques ou visualizações.

E existem alguns termos – tanto em relação ao custo quanto para entendimento das campanhas – com os quais é essencial que você esteja familiarizado.

Mesmo que você tenha decidido terceirizar a análise dos links patrocinados, é interessante compreender conceitos largamente utilizados na formulação da sua campanha.

Quero falar sobre os essenciais. Mas não se esqueça: caso tenha dúvida sobre algum termo não abordado, deixe nos comentários.

CPCilustração do titulo payperclick

É a sigla para “custo por clique”, ou seja, o anunciante pagará pelos cliques que aquele link receber.

Dentro dessa forma de pagamento existem dois termos básicos: o CPC máximo e o CPC real.

Como o valor é cobrado por clique, o anunciante deve escolher qual o valor ou lance máximo que ele está disposto a pagar por aquele clique, esse é o CPC máximo.

Como se trata de um lance, muitas vezes o valor pago pode ser inferior ao que você selecionou, depende da competição do termo escolhido.

O valor jamais vai ultrapassar, como o próprio termo diz (máximo).

Essa escolha é feita manualmente por você – ou pelo Google.

A segunda opção, automática, fornecerá um CPC otimizado que o Google vai calcular a fim de maximizar o número de cliques nos links patrocinados da sua campanha.

Se por acaso você vir o termo PPC ao invés de CPC, não se assuste! Eles significam a mesma coisa. Em inglês, CPC é ‘cost per click’ e PPC significa ‘pay per click’.

CTR

Em inglês, CTR significa ‘clicks through rate’. Ao pé da letra, cliques através de taxas.

Na prática, é o número de cliques recebidos pelo número de visualizações.

Diferente de CPC, o CTR não é uma forma de pagamento.

Ele, na verdade, é uma métrica que você pode utilizar para avaliar se a sua campanha está se mostrando eficiente.

Se o CTR estiver baixo, é bom reavaliar os elementos do seu anúncio, como público-alvo e palavras-chave.

Já um CTR alto indica que você criou uma campanha de valor, cativou os espectadores certos e, possivelmente, gerou conversão para o link anunciado.

  • CTR = nº de cliques recebidos/nº de exibições (impressões).

O Google fornece, na conta do anunciante, o CTR dos anúncios e das suas palavras-chave.

E, através dele, você deve se nortear para realizar ajustes ou aumentar a duração ou amplitude das campanhas de links patrocinados.

CPM

No CPM (custo por mil visualizações), o anunciante fornece um valor máximo que ele está disposto a pagar pelo conjunto de mil impressões.

Essa ferramenta, normalmente, é utilizada para divulgar o nome da marca ou construir uma pesquisa de mercado.

Se a sua meta for converter, eu aconselho que invista mais no CPC ou CPA.

Conversão

Se você é empreendedor, eu tenho certeza que esse é um dos termos com o qual a sua equipe mais se preocupa.

E não é à toa, a conversão significa que o usuário interagiu de alguma forma com o seu anúncio, e esse é um passo fundamental para abrir a comunicação com aquele cliente em potencial.

Nos links patrocinados, chamamos de conversão o fato de o usuário acessar o anúncio – seja em texto ou vídeo – e seguir o caminho que você sugeriu.

Ou seja, quando ele preenche o formulário com seus dados (torna-se um lead), entra em contato com a sua empresa ou efetua aquela compra online, o seu link patrocinado angariou uma conversão.

A taxa de conversão é calculada pela divisão do número de conversão pelo total de cliques naquele anúncio.

Por exemplo, se o número total de cliques for 100 e você teve 30 conversões, a sua taxa é de 30%, ou 0,3.

Esse dado deve ser acompanhado frequentemente.

Assim como o CTR, a taxa de conversão norteia tanto a campanha de marketing atual, quanto o planejamento das próximas.

Conclusão

profissional de redes sociais concentrada

Pronto para criar uma campanha arrasadora de links patrocinados?

Eu tenho certeza que sim!

Neste artigo, você aprendeu sobre o conceito, os benefícios, cuidados e sobre as principais ferramentas para construir campanhas que, de fato, gerem conversão.

E não se esqueça que a minha dica é que você insira os links patrocinados dentro de uma campanha de marketing que você já tem.

Não utilize essa ferramenta como única estratégia de marketing digital.

Se você focar todas as energias nos anúncios e se esquecer do marketing de conteúdo, você não só vai criar campanhas ineficientes, como perderá também a oportunidade de ganhar consistência e fortalecer a sua marca a longo prazo.

Os buscadores estão cada vez mais inteligentes, e descuidar do valor do conteúdo ofertado vai gerar consequências extremamente negativas para a sua marca.

Os pilares base para formulação de uma campanha de links patrocinados excepcional são: pensar no público-alvo, criar palavras-chave assertivas e fazer uma análise adequada dos resultados.

E se você achar que não tem conhecimento suficiente para alguma dessas etapas procure ferramentas, como Keyword Planner, Ubersuggest, SEMrush e empresas especializadas no assunto.

Garanto que, seguindo este manual, você vai ter uma experiência bastante positiva com os links patrocinados.

Fique atento aos meus conteúdos para saber mais sobre o assunto!

E você, já teve alguma experiência com os links patrocinados? Conte nos comentários qual foi!

Compartilhe