Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

SEO: O Que as Últimas Atualizações de Algoritmo do Google Indicam

anchor-text

Os primeiros tempos do SEO foram como o Velho Oeste.

Especialistas em SEO blackhat faziam qualquer coisa imaginável para posicionar os sites deles no Google.

Isso incluía keyword stuffing e a criação de backlinks de spam regularmente.

E por algum tempo, isso totalmente funcionava.

Mas os tempos das antigas hacks de SEO já passaram.

Agora nós lidamos com um algoritmo do Google muito mais sofisticado, que publica atualizações com nomes inocentes como Hummingbird (beija-flor) e Panda.

Mas apesar de soarem inocentes, eles podem criar problemas reais para as suas ações de SEO atuais.

Uma das atualizações que afetaram o SEO para sempre é conhecida como Penguin e lidou especificamente com a forma como o Google usa backlinks para avaliar a posição de uma página nos rankings.

E agora que o Penguin é parte do algoritmo central do Google, o texto âncora que você utiliza em seus backlinks e links internos ficou mais importante do que nunca.

Assim, nesse guia, quero te mostrar como otimizar seus textos âncora para que eles tenham um impacto positivo sobre o seu SEO.

Mas antes de falarmos sobre isso, você precisa entender como funciona o algoritmo do Google e os que são os textos âncora.

O que é texto âncora, e por que isso é importante?

Mesmo sem saber, é bem possível que você já utilize textos âncora diariamente.

O texto âncora é o texto clicável que você vê em um hyperlink.

example

Assim, se a internet é uma rodovia, você pode considerar os textos âncora placas para as próximas saídas.

Eles enviam sinais tanto para o usuário do seu site quanto para mecanismos de pesquisa.

E quando usados corretamentes, eles vão te conectar a uma “faixa” diferente, permitindo que você utilize informações credívels de outros sites.

Eles também têm o papel de ajudar os usuários a navegar no seu site.

Se você examinar o código de programação do seu site, vai ver uma linha com essa aparência:

anchor

É essa parte do seu site que o Google vai ver.

Há uma seção que informa ao seu navegador e aos mecanismos de busca que link seguir.

Veja como isso se traduz ao que está na sua página:

backlinks anchor text sample

Ou quando um usuário clica no link, isso leva-o até a página indicada.

Se você nunca investigou os detalhes das URLs anteriormente, é fácil imaginar que a criação do link é o final do processo.

Mas há uma razão muito mais profunda para as marcas focarem nesse elemento tão simples.

Como eu mencionei anteriormente, em 2012 o mundo do SEO foi abalado pelo lançamento do Penguin, o novo algoritmo do Google.

Devido a essa mudança, o texto âncora rapidamente se tornou a forma mais rápida de determinar o quanto um site é confiável.

O Google começou a utilizar também backlinks e seus textos âncora para ver se um site foi excessivamente otimizado.

Anchor Text Penalty 1

E como o Google penaliza excesso de otimização nesse caso, o papel do texto âncora só cresceu.

Desde 2012, o algoritmo do Google foi atualizado múltiplas vezes, com efeitos dramáticos em cada uma delas.

Diversas marcas tiveram grandes perdas de tráfego, como mostra a linha laranja nesse gráfico:

seo vis penguin losers 650x302

Em muitas situações, perdas de tráfego como essas significam também uma perda de receita.

Sofra perdas demais e sua marca pode ter problemas.

Ou, por outro lado, se você não otimizar seus textos âncora desde o início hoje em dia, nem vai ter nenhum tráfego.

Essas mudanças afetaram 3,1% dos sites que estavam otimizando excessivamente seus textos âncora.

penguin

E esses eram apenas os sites maiores, que ficaram visíveis com cada atualização sucessiva.

No mínimo, ficou claro que o texto âncora usado em backlinks vai considerado um sinal de SEO para o futuro previsível.

De fato, o texto âncora se aplica a links internos tanto quando a backlinks.

E com a mais recente atualização do Penguin, a 4.0 em 2016, as regras do jogo mudaram mais uma vez.

Ao invés de aplicar alterações de forma progressiva, o algoritmo do Google agora penaliza os sites culpados de erros em textos Âncora em tempo real.

Agora o Penguin vai penalizar apenas a página errada, ao invés do site inteiro, mas isso ainda assim pode afetar seu tráfego e sua receita no longo prazo.

Assim, agora que você já sabe como os textos âncora são importantes para o seu tráfego, vamos nos aprofundar nas diferentes maneiras de criar um texto âncora.

Os diferentes tipos de textos âncora

Quando se trata de mecanismo de pesquisa, os especialistas em SEO preferem não deixar nada ao acaso.

E no caso de textos âncora, nós já tivemos mais de uma década para examinar todas as informações disponíveis.

Assim, não deve te surpreender que exista uma grande variedade de formas de criar textos âncora, alguns úteis e outros inúteis.

Para começar, há os textos âncora de combinação exata:

backlinks exact match anchor text example

Um texto âncora de combinação exata acontece quando você usa as palavras-chave segmentadas em sua página inteira.

Nos primeiros tempos do SEO, usar combinações exatas várias vezes em uma única página quase sempre garantia o sucesso do seu post.

Elas foram utilizadas tão excessivamente que, como mencionei anteriormente, o Google começou a penalizar os excessos.

Ainda é uma boa ideia usar algumas combinações exatas, mas no geral, você deve dar preferência a outros tipos de texto âncora.

A seguir temos o texto âncora de combinação parcial, que acontece quando você inclui sua palavra-chave junto a outras palavras.

Como você pode ver, eu geralmente tento usar algumas dessas no meu próprio site:

partial

Esse é um método útil para criar textos âncora, porque eu ainda posso incluir minha palavra-chave de forma eficaz sem dar a aparência de spam.

O Google ainda pode seguir meu link e ter uma ideia melhor do conteúdo que está na minha página, sem suspeitar que eu estou tentando manipular seu algoritmo.

E como isso não será considerado uma prática de links manipulativa, essa é uma forma muito recomendada de impulsionar a autoridade da sua página.

A seguir, temos também textos âncora branded, que usam o nome de uma marca para estabelecer autoridade.

brand

Essa é uma prática excelente para links outbound.

Essa é outra forma segura e eficaz de construir um perfil de âncpras mais eficaz, já que isso sinaliza ao Google que você está indicando outras ferramentas e serviços de boa qualidade.

Claro, você deve tentar encontrar outras marcas que te ajudem em seus esforços de link building também dessa maneira.

Mas não hesite em criar um link para outra marca, especialmente com uma palavra-chave conectada a ela.

O Google considera essa prática saudável, desde que você não crie links excessivos para aquela marca.

A seguir temos o texto âncora nu, que basicamente é só o nome do site.

nestle

Na maioria dos casos, isso não é considerado útil.

Quando você está lendo conteúdo, é perturbador ler uma URL de repente, ao invés de um texto mais adequado ao tema.

Esse tipo de interrupção pode ser desagradável e, em última instância, fazer os usuários deixarem seu site.

Elas podem também levar seu visitante a acreditar que você não tem tanto conhecimento técnico como deveria, o que vai colocar em questão a sua autoridade.

Assim, evite esse tipo de texto âncora sempre que possível.

Depois disso temos um uso ligeiramente melhor, o chamado texto âncora genérico.

Você provavelmente já viu muitos deles, já que eles são mais adequados para usar o fluxo em seu conteúdo, e até anunciar um call to action.

download

Você deve concordar que esses textos âncora são simples e genéricos, o que explica o nome.

Use esse tipo de texto âncora quando quiser atrair os olhos do público para uma fonte confiável ou uma ferramenta útil.

Mas não use-o excessivamente.

O uso repetitivo de links “essa página” e “aqui” pode ficar entediante muito rapidamente, e não dá ao Google nenhuma informação sobre o conteúdo a que você está linkando.

A próxima opção é conhecida como palavras-chave Latent Semantic Index, ou LSI.

Apesar disso soar complicado, é simplesmente o método que mecanismos de pesquisa usam para prever o que usuários vão digitar na barra de pesquisa.

Quando eu digito “o que é âncora” no Google, a barra de pesquisa fornece uma série de outras opções de pesquisa populares para que eu escolha.

lsi

A ideia em usar palavras-chave LSI como texto âncora é criar elementos adaptados para pesquisa em seu site, que o Google possa reconhecer instantaneamente como relevantes para uma pesquisa específica.

E apesar de ainda se discutir a validade dessa abordagem, não é má ideia implementá-la quando possível.

Claro, você precisa confirmar que pode usar esses tipos de palavras-chave naturalmente em seu conteúdo.

“O que é bebê âncora” ou “o que é app âncora” podem ser expressões difíceis de usar de forma coerente, e portanto você deve ter isso em mente ao adicioná-las ao seu blog ou site.

Finalmente, mas não menos importante: você pode também utilizar uma imagem âncora para ajudar os usuários a navegarem em seu site e em torno dele.

O mais comum é ver ou utilizar essa abordagem em um botão de call to action clicável, muito parecido com um anúncio.

cta

Nessas situações, o Google vai ler a alt tag da sua imagem como o texto âncora.

E se você não tiver uma alt tag otimizada, o Google vai lê-la como uma âncora noText, o que você deve evitar.

Esse método é uma forma excelente de variar seus métodos de texto âncora e fornecer abordagens menos tradicionais.

Desde que seus usuários saibam que podem clicar nelas, você está livre para incluí-las em posts de blog ou em seu site.

Mas agora que você já aprendeu mais sobre os vários tipos de texto âncora, é hora de mergulhar em algumas dicas sobre melhores práticas de SEO.

Vou mostrar guias simples e básicos que podem te ajudar a desenvolver uma estratégia mais sofisticada com o tempo.

Para começar, vamos falar sobre como manter seus textos âncora relevantes e úteis em relação ao seu conteúdo.

Dica #1: Não saia do assunto

Infelizmente, a verdade é que há muitas concepções erradas sobre o que é um bom texto âncora.

Mas quando se trata do SEO em suas práticas de links, a relevância é um dos itens mais importantes que o Google quer ver.

Isso significa que seu texto âncora deve consistir de palavras e frases que correspondem ao assunto do seu link embedded.

Digamos por exemplo que você tenha uma empresa que oferece serviços de marketing digital para pequenos negócios.

Se você quiser que os visitantes do seu site visitem um post do seu blog sobre a importância do conteúdo, você terá que criar um link.

Nesse link, você precisará selecionar uma palavra ou chave relacionada ao conteúdo do seu blog como texto âncora.

Do contrário, o Google vai considerar aquele link manipulador e pode potencialmente penalizar seu site.

Aqui está um exemplo de como isso vai ficar em seu conteúdo:

relevant

Na imagem acima, eu usei o texto âncora “how to structure your URLs.”

Isso introduz o conceito que eu quero que o meu leitor entenda, e mostra a eles que vão encontrar aqui informações relevantes sobre esse tema.

Aqui está o que você vai ver ao seguir aquele link:

relevant 2

Do outro lado está um post de blog que corresponde exatamente ao tema que eu apresentei.

Imagine o que aconteceria se ao invés de um post de blog útil, eu acrescentasse um link para uma página que vendesse óculos escuros.

Você provavelmente ficaria confuso e não ia mais querer clicar em outros links no meu blog.

Você provavelmente não voltaria para ler meu conteúdo, porque isso é considerado manipulador.

Assim, não é só o Google que procura relevância.

Se você quiser estabelecer confiança com o visitante do seu site, ele precisa saber que você está usando fontes e práticas de links do interesse dele.

Um estudo mostrou que ter pelo menos uma âncora palavra-chave que indica relevância cria uma probabilidade maior de obter uma posição mais alta nos rankings.

no keyword

Isso significa que o Google ainda valoriza textos âncora com palavras-chave relevantes, que dão uma boa ideia de qual é o assunto do seu conteúdo.

Desde que você tente utilizar pelo menos alguns textos âncora relevantes, o Google terá mais facilidade para categorizar seu conteúdo e te posicionar nos rankings corretamente.

Dica #2: Sempre incorpore variações

Se você sempre procurar obter uma correspondência exata, o filtro de spam do Google vai emitir um alerta e você será penalizado.

Se você só criar links para nomes de marcas, provavelmente via ver um efeito similar.

Quando se trata de criar uma estratégia para textos âncora que contribuem para o SEO, eu constatei que usar uma abordagem própria, única e variada, é a melhor opção.

Isso contradiz os conselhos mais típicos, que focam em que textos âncora você deve utilizar segundo certas proporções.

Pic

Nesse exemplo, recomenda-se utilizar 5% de combinação exata, 20% de combinação de frase, etc.

O problema com esses tipos de recomendações é que elas variam muito dependendo de quem está te aconselhando.

image4 1

Como você vê, há uma diferença enorme entre essas duas recomendações.

Em um caso, é recomendado utilizar apenas 25% de textos âncora branded.

Em outro, a recomendação é de 50%.

Quem está correto?

Será que alguém está correto?

A resposta é complexa, e depende do seu objetivo.

Em ambos os casos, você pode seguir os conselhos fornecidos e tentar estabelecer uma metodologia básica para suas práticas de texto âncora.

Mas depois de criar uma base, você dev fazer o que funcionar melhor para impulsionar seu SEO e seus rankings orgânicos, e isso exige uma avaliação mais aprofundada.

Eu faço essa recomendação baseando-me em um estudo que mostrou os efeitos do Penguin 4.0 sobre uma variedade de marcas diferentes, em diversos nichos.

case 1

Após a atualização, a primeira marca reduziu sua “meta”, ou palavras-chave de combinação exata, e redistribuiu sua estratégia de textos âncora de forma mais ampla.

Depois que as mudanças foram implementadas, ela lutou para voltar ao status que tinha com o Google antes do Penguin 4.0.

Mas compare o gráfico acima com esse a seguir:

case 3

A diferença mais perceptível é que eles são diferentes.

E em cada caso, ambos têm um bom ranqueamento.

Assim, o que isso significa para indicações de proporções e outros esquemas similares de otimização de textos âncora?

Você deve considerá-los com cuidado.

Apesar de uma estratégia funcionar para uma marca, não há garantias de que ela vai funcionar para a sua.

Além disso, é extremamente chato tentar seguir a estratégia de outra marca nos mínimos detalhes.

Ao invés disso, você deve focar em criar uma distribuição mais natural para o seu esquema de textos âncora.

anchor text distribution infographic

Todas essas variações utilizam linguagem muito natural e demonstram uma intenção clara tanto para os mecnaismos de pesquisa quanto para os usuários.

Ao focar na experimentação e na linguagem natural em seus textos âncora, você terá uma probabilidade maior de ver resultados melhores no longo prazo.

Dica #3: Teste e monitore seus textos âncora

Monitorar como você utiliza textos âncora em seu site vai exigir algum esforço, mas é a única maneira de testar como eles afetam seu SEO com o tempo.

Para começar a monitorar a variedade de textos âncora que você vê, eu recomendo utilizar o Anchor Text Categorizer Tool, da Linkio.

Essa ferramenta vai pedir que você preencha vários detalhes sobre seu conteúdo, incluindo a URL, o tpitulo da página, o nome da sua marca e suas palavras-chave.

Você deve também inserir os textos âncora exatos que você usa em seus conteúdos, como se vê abaixo:

linkio

Nesse caso, preenchi alguns campos com dados de um post de blog real do meu site.

linkio 2

Há também uma calculadora de porcentagens, bem útil, bem ao kadi da teka,n.

linkio 3

É aqui que você pode começar a criar uma base para seus procedimentos de texto âncora.

Como eu mencionei no item anterior, você pode tentar implementar o esqueda de outra empresa ou criar o seu.

Desde que você veja uma grande variedade de textos âncora que contribuem para o seu SEO, está no caminho certo.

Outra boa ideia é começar a utilizar o SEMrush para acompanhar que tipos de tabs em que tipos de texto âncora você tem em seu site.

Para encontrar essa informação, você terá que ir até a aba Backlinks do dashboard do SEMrush.

semrush 1

Ali, você vai clicar na opção Anchors.

semrush 2 1

Agora você pode ver que termos estão sendo utilizados por outras marcas ao compartilhar páginas do seu site.

Lembre-se que os textos âncora são usados pelo Google primariamente como um sinal de relevância de conteúdo e autoridade de domínio, e portanto são essenciais para o SEO.

No meu caso, a maioria das âncoras do meu site utilizam ou meu nome ou alguma coisa relacionada a marketing.

semrush 3 1

Isso é bom, porque meu nome é minha marca, e eu ajudo negócios a crescerem através do marketing digital.

Esses textos âncora parecem ter levado anos para serem construídos, mas por causa dos conteúdos que eu produzo e dos relacionamentos que construí, eles me ajudam a melhorar meu SEO, e  em muitos casos, estão posicionados na primeira página da pesquisa do Google.

Com tempo suficiente e a abordagem certa para o seu backlinking, você pode criar esse tipo de base de backlinks âncora para sua própria marca e ter resultados excelentes.

Conclusão

Textos âncora não são nenhuma novidade, mas isso não significa que eles não são importantes.

Desde 2012, o Google tem mantido os textos âncora e os backlinks sobre regras cada vez mais rígidas. Assim, é uma boa ideia garantir que você está usando a melhor abordagem possível para o seu SEO.

As marcas em geral foram muito afetadas pelo algoritmo do Google no passado, e sempre existe a chance de isso acontecer novamente.

Entender como funciona o algoritmo do Google e conhecer os diversos tipos de texto âncora vai te ajudar a criar um arsenal completo para utilizar em seu conteúdo e em seu site.

Desde que você mantenha seus textos âncora relevantes ao contexto, eles vão enviar um sinal positivo aos rastreadores do Google.

Também é uma boa ideia implementar sua própria estratégia de variação, segundo seus próprios resultados.

E por falar em resultados, usar ferramentas como o  Anchor Text Categorizer e o SEMrush vai garantir que você não deixe de fazer nenhuma mudança importante em suas ações de SEO em texto âncora.

Se você seguir essas dicas, sua estratégia de texto âncora será forte o suficiente para aumentar seu SEO e potencialmente resistir a alterações no futuro.

Que estratégias você já utilizou para melhorar seus textos âncora?

Compartilhe