Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Orçamento SEO: O Que Você Precisa e Quanto Custa

orçamento seo

Um orçamento SEO é o primeiro passo a ser dado depois de você tomar a inteligente decisão de investir em marketing digital.

Seja para uma loja virtual ou site, um trabalho bem feito de SEO vai ajudar a dar visibilidade e elevar o nome da sua marca.

Não é isso que você busca?

O SEO, sigla para Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de buscas), é a resposta perfeita para quem quer começar a se posicionar melhor em sites de pesquisa.

Ao mesmo tempo, ele é um universo cheio de detalhes e particularidades – e o melhor costuma ser procurar por ajuda especializada.

No entanto, para você escolher a melhor empresa ou profissional para realizar esse trabalho, há uma série de detalhes envolvidos.

Eu posso ajudar e, por isso, preparei este guia que vai mostrar o que você precisa saber sobre todo o processo e os custos envolvidos.

Siga acompanhando as dicas!

O que é um orçamento de SEO?

Um trabalho de SEO deve começar quando você identifica a necessidade de otimizar o seu site para tornar sua presença mais visível em sites de busca, como o Google (principalmente), mas também Bing e Yahoo.

Seja para aumentar as vendas, gerar oportunidades de negócios ou por qualquer outro motivo, esse objetivo precisa estar bem claro.

Procurar por um orçamento de SEO deve funcionar seguindo uma lógica semelhante àquela que você adota quando precisa fazer uma reforma em casa.

Nem sempre se sabe de que maneira a obra vai funcionar para consertar os problemas, mas você precisa saber aonde quer chegar, certo?

No entanto, você pode não dominar os detalhes técnicos e ferramentas para otimizar seu site, o que torna mais complexa a avaliação do valor cobrado pelo prestador de serviço.

Por isso, saiba que o orçamento de SEO deve compreender alguns elementos básicos que, juntos, devem promover uma melhora no tráfego orgânico para o seu site.

Isso vai envolver uma fórmula que inclui ações dentro e fora de suas páginas, com conteúdo de qualidade, códigos otimizados, melhor experiência de navegação para o usuário, estratégias de link building e mais.

É importante buscar mais de um orçamento – e não apenas por razões de custo.

A questão é que diferentes empresas podem oferecer serviços e formas de trabalhar distintas.

Um serviço de SEO técnico, por exemplo, vai focar em medidas de “limpeza”, corrigindo e melhorando códigos e a programação do site.

Já uma consultoria de SEO deve oferecer um pacote mais personalizado, podendo envolver muitas demandas relacionadas ao conteúdo em si.

Outro detalhe fundamental é que o orçamento deve ser construído com base no contexto e perfil da sua página, suas necessidades e desejos – e não em um método padrão.

Por fim, os detalhes que não podem faltar em um orçamento são:

  • Lista de ações e tarefas que serão executadas no projeto
  • Tempo de duração para cada ação e do projeto como um todo
  • Qual a equipe vai fazer parte do trabalho
  • Descrição de custos.

Qual o valor para otimizar um site?

otimizar site

A resposta para você saber quanto vai custar para otimizar o seu site depende de diversos fatores.

A começar pelo contexto que se encontra sua página, considerando que ela já existe.

Ela tem conteúdo, mas não possui tráfego? Ou não tem nenhum dos dois?

Já passou por algum trabalho de SEO anteriormente?

Precisa apenas aprimorar os fatores de ranqueamento?

São muitos os cenários possíveis.

Outro aspectos envolve as atividades que serão executadas para a tão esperada otimização do site.

Elas devem seguir as bases fundamentais de qualidade de conteúdo, aperfeiçoamento de códigos, experiência do usuário e a conquista de backlinks.

O cálculo de custos vai levar em conta as horas necessárias para cada uma dessas atividades.

Esse tempo é uma estimativa média, que considera o trabalho inicial mais pesado e as pequenas entregas ao longo dos meses do projeto.

O valor das horas é baseado na remuneração dos profissionais que irão atuar, em geral, analistas de SEO.

A empresa que fará o serviço ainda vai levar em conta uma estimativa de custos com infraestrutura, com ferramentas pagas de SEO e mais a margem de lucro.

Um site de complexidade média deve, então, ter um projeto de SEO com custos dentro de uma margem de R$ 3.500 a R$ 6.500 por mês.

Mas eu digo isso apenas porque sei que você não acessou este texto para ficar sem resposta.

Há muitos fatores envolvidos e não dá para cravar um custo como se fosse tabelado.

Além disso, devo lembrar que esse valor vai variar conforme o porte e a qualificação da empresa que prestará o serviço.

Então, essa cotação é apenas uma estimativa.

Além disso, deve ser considerada como um investimento e não apenas um gasto.

Se você tem confiança no seu produto ou negócio, a estratégia de SEO pode trazer um retorno muito maior do que o aplicado.

Fora que os resultados são duradouros e podem manter sua empresa em destaque no Google por muito tempo.

Etapas de um projeto de SEO

projeto de seo

Para entender ainda melhor os componentes de um orçamento de SEO, vale conhecer as etapas pelas quais o projeto deve passar.

Esse passo a passo é importante para estabelecer uma rotina coerente e realista, especialmente para entender os prazos exigidos para o trabalho.

Já mencionei anteriormente, mas é válido ressaltar que o primeiro passo é definir os seus objetivos principais e o que você quer alcançar com o trabalho de SEO.

Isso será passado no momento do briefing, onde se define o escopo da proposta.

Dito isso, vamos conhecer as principais etapas do projeto:

1. Definir persona e público-alvo

Se você já tem um negócio, provavelmente, está acostumado e até já definiu as personas da marca.

Nada mais é do que uma representação fictícia do seu perfil de cliente ideal, para quem você vende, presta serviços ou produz conteúdo.

A persona será fundamental não apenas para o marketing digital, mas para orientar diversas decisões ao longo da vida do seu negócio.

Sua criação é baseada nas características, comportamentos, perfil, hábitos e dados demográficos dos consumidores.

A existência bem definida da persona faz com que você se inspire em informações reais sobre necessidades e desejos dos clientes e não apenas em teorias ou suposições.

A persona é uma ferramenta de planejamento mais específica do que o público-alvo, que também é importante, mas mais generalista.

O público-alvo se caracteriza por ser o perfil de um grupo, com faixa etária, gênero, renda, escolaridade, localização, comportamento, entre outros atributos.

Apesar de também ter diversas características, ele não leva em conta preferências tão específicas e abre espaço para generalizações.

Logo, o público-alvo pode ser usado como ponto de partida para a definição do seu consumidor.

Assim, a persona é criada a partir desse parâmetro.

2. Pesquisar palavras-chave

A definição das palavras-chave é baseada no raciocínio de como o usuário irá encontrar a sua página em uma busca do Google.

Elas são compostas por uma ou mais palavras.

As keywords (em inglês) serão os termos utilizados no projeto de SEO para guiar a otimização da página e direcionar a produção de conteúdo.

Porém, mais que escolher as suas preferidas, o projeto vai levar em conta o volume de buscas do termo, o grau de concorrência e demais detalhes envolvidos.

Aqui, a persona será muito importante para você pensar em quais termos ela usaria em uma pesquisa e chegaria até sua marca.

A Ubersuggest e o Google Keyword Planner são duas das ferramentas que podem ajudar na hora de obter sugestões de palavras-chave.

3. Criar calendário de conteúdo

Já com as definições anteriores escolhidas, é possível criar um calendário de conteúdo – planejamento importante para as entregas iniciais do projeto.

Esse é o momento onde se começa a pensar em temas que vão agregar à sua página.

Para garantir uma frequência de produção, linha editorial e a diversificação de conteúdos e formatos, é preciso ter uma visão abrangente de um período de tempo, que pode ser feito mensalmente.

Para redes sociais, por exemplo, é fundamental existir um cronograma de postagens com dias, horários e quantidade de posts.

Já para um blog, é possível pensar em quais temas serão abordados, com que tamanho de texto e quando serão publicados.

Essa organização ajuda a gerar mais ideias e criar uma linha coerente de assuntos.

4. Otimizar o site

Nesta etapa, começam a ser feitas as mudanças nos códigos e textos da página para promover a melhora no ranqueamento dela nos sites de buscas.

Isso irá gerar maior tráfego orgânico e fortalecer a sua marca.

A primeira ação a ser realizada é uma auditoria geral no site para detectar todos os “erros” ou fatores que prejudicam seu ranqueamento.

São, então, realizados os ajustes, que podem incluir edições de HTML, CSS, programação e redação de conteúdo.

Os principais elementos a serem aprimorados são relativos a textos, como a qualidade e relevância deles, tamanho, títulos de páginas e uso de palavras-chave.

Também são reparadas as URLs, links internos e externos, tempos de carregamento, entre outros detalhes.

5. Produzir conteúdo

Chega a hora de produzir o que foi planejado no calendário de conteúdo.

Vídeos, textos, imagens, podcasts, e-books e infográficos – todos serão muito importantes para a valorização da página.

Isso desde que o material produzido seja de qualidade, que passe conhecimento para o usuário e que seja diferenciado.

Buscadores como o Google valorizam conteúdo novo e robusto.

A produção pode ser feita pela agência de SEO contratada, por freelancers, outra empresa ou até por você mesmo.

Mas tenha em mente que o conteúdo precisa ser qualificado e atender às especificidades de SEO.

6. Postar conteúdo

A agência que fará o trabalho de SEO deve estar atenta a excelência dos textos e também à frequência com que eles vão ser publicados.

Atualmente, as redes sociais são a principal vitrine de qualquer empresa.

Por essa razão, elas devem transmitir uma imagem organizada, com postagens relevantes e linguagem que chame atenção do público.

Mais do que isso, a agência terá de medir os resultados de ranqueamento de cada conteúdo para buscar sempre melhorar a performance nas buscas.

7. Divulgar conteúdo

Será uma pena ter um conteúdo maravilhoso se ele não for divulgado corretamente.

Então, não caia no erro de desperdiçar todo o bom trabalho feito até aqui.

Primeiro, você pode criar publicações com o material mais de uma vez nas redes sociais, sem problemas.

Isso dá mais chances de ele realmente ser visto pela audiência.

Usar o mesmo conteúdo de diferentes formas também pode funcionar.

Você pode ter um artigo e transformá-lo em um vídeo, ou ter um vídeo e torná-lo um infográfico.

Outra forma de divulgar seu conteúdo é através de e-mail marketing, podcasts, e-books e diversos outros meios digitais.

8. SEO Off-page

Enquanto o conteúdo e códigos já estão sendo otimizados, outra parte valiosa é o SEO off-page, uma estratégia executada fora da sua página.

Entenda que mecanismos de pesquisa se importam muito com a sua relevância perante outros domínios.

Ou seja, ter backlinks e menções em outros sites que também são confiáveis faz o Google entender que você é genuíno e tem valor.

O chamado link juice é quando um domínio que tem autoridade e é relevante faz o link para uma outra página, transmitindo grandeza a ela.

Isso pode ser obtido ao produzir conteúdos muito compartilháveis, buscando parcerias, apostando em guest posts ou até co-marketing, quando você trabalha com outra marca em algum produto.

9. Monitorar e otimizar

Feito tudo isso, ainda é possível dizer que o trabalho não está pronto.

Aliás, ele deve ser permanente.

Isso porque resultados de SEO levam tempo e precisam ser monitorados e otimizados também por um longo prazo.

Acompanhar os números das buscas orgânicas, as taxas de conversão e tantos outros dados exigem dedicação constante e relatórios periódicos.

A performance dos conteúdos e ações são importantes para entender se os esforços estão dando resultados.

Algumas métricas para esse monitoramento são quantidade de tráfego, onde sua página se encontra no ranqueamento das buscas, tempo de permanência dos usuários no site, visitantes que retornam, compartilhamento do seu conteúdo, cliques nas redes sociais, taxa de conversão, entre outros indicadores.

Profissionais necessários para um projeto de SEO

O principal custo em um orçamento de SEO está baseado nas horas que serão ocupadas dos profissionais contratados.

Em geral, a equipe que vai trabalhar no seu projeto é parte de uma empresa de marketing digital ou uma agência especializada em SEO.

Diferentes profissionais são necessários para planejar e executar um bom trabalho e, de fato, trazer tráfego para seu site.

Conheça esses cargos e qual a responsabilidade de cada um:

Analista de SEO (Estratégico)

Esta função é a responsável por otimizar as páginas e o conteúdo do site, além de monitorar o progresso e os resultados das ações desenvolvidas.

O profissional deve entender bem das métricas e algoritmos dos mecanismos de busca para sempre buscar melhorias e novas oportunidades.

Redator

O redator é quem produz o conteúdo da página, que pode incluir artigos, blogs, conceitos de campanhas, entre muitos outros materiais.

Precisa ter noções em SEO, experiência com escrita e bom texto.

Em sites de vendas, por exemplo, é desejável que o profissional tenha a habilidade de persuadir o leitor a comprar.

Designer

O designer é aquele que dá uma cara para o site ao desenvolver a identidade visual da marca e montar layouts, artes e campanhas.

Além de ter criatividade e conhecimentos de comunicação, marketing e fotografia, o profissional também deve saber operar diversos softwares e ferramentas de design gráfico.

Conclusão

Um trabalho de otimização de sites pode parece um caminho árduo e complexo, assim como um orçamento de SEO pode custar mais do que você imaginava inicialmente.

Porém, a falta de investimento nessa área pode estar atrasando o seu negócio, suas vendas ou o sucesso da sua marca.

E evitar isso não tem preço.

Sabendo as etapas de um projeto de SEO, como mostrei neste artigo, o habilita a avaliar com segurança um orçamento e escolher bem os profissionais que irão trabalhar para isso.

Ainda que os resultados sejam de médio a longo prazo, as ações para gerar tráfego orgânico para a sua página vão dar resultado. Pode acreditar!

É só o tempo de os mecanismos de busca descobrirem seu conteúdo e darem visibilidade a ele.

Depois, é a qualidade do seu serviço que vai garantir os lucros.

O dinheiro não está te impedindo de vencer a concorrência. Na verdade, a única coisa que te impede é você mesmo.

Mas, calma. Nós podemos dar um jeito nisso.

Com algumas mudanças de mentalidade e ganhos rápidos, vamos virar esse jogo.

Eu nunca deixei meus concorrentes me intimidarem.

Não ligo se eles têm mais dinheiro que eu ou se estão nisso há mais tempo.

Se eu comecei minha jornada limpando banheiros e recolhendo lixo e consegui chegar até aqui, você também consegue.

A verdade é que não há nada impedindo você de vencer.

E, então, você está pronto para superar seus concorrentes com o SEO?

Compartilhe