Identidade Visual: Passo a Passo Para Criar a Identidade Visual Perfeita

computador com anotações em mesa de escritório e marca na tela representando identidade visual

Você quer que os seus clientes se conectem com as ideias da sua marca à primeira vista?

A identidade visual é um conjunto de símbolos que representam uma empresa ou um produto.

Por meio das cores, formas e fontes, um conjunto gráfico é criado para traduzir todo o conceito por trás do empreendimento.

Quando falamos sobre comida, sempre usamos o ditado de que “primeiro se come com os olhos”, não é?

Digamos que, com qualquer outro produto ou serviço, acontece a mesma coisa.

A identidade visual é o que tornará a sua ideia “apetitosa” o suficiente para o público.

Optar por um design que seja simplesmente bonito, ao invés de uma imagem que realmente capture a essência da sua empresa é o que diferencia uma organização comum de um líder de mercado.

O conceito é simples, mas colocá-lo em ação requer uma análise detalhada e certeira que indique o que você realmente quer expor aos seus clientes à primeira vista.

Eu já ajudei empresas multibilionárias e micro empresas a conquistarem melhores resultados ao aplicar fundamentos básicos do marketing digital e posso afirmar que a identidade visual é um deles.

Por isso, reuni neste artigo tudo o que você precisa saber para construir uma personalidade de imagem fiel aos seus conceitos e aos desejos do seu cliente.

Não perca tempo e coloque essas dicas em prática para construir uma imagem de credibilidade e sucesso na sua empresa.

Caso alguma dúvida persista ao final do post, não deixe de fazer um comentário para que eu possa ajudar você.

Boa leitura!

guia completo de marketing digital

O Que é Identidade Visual

laptop tablet e smartphone com identidades visuais de marca

Identidade visual é a combinação de elementos visuais que refletem um nome, ideia, produto, empresa ou serviço.

Geralmente, essa construção tem como parâmetro o logotipo, que é o símbolo principal e representante do conceito que é comunicado pelo segmento.

As cores, tipografias, formatos e até frases, como o slogan, possuem o papel de gravar na mente do público, de forma rápida e objetiva, qual é a sua grande missão.

Pense em um jogo de mímica: se você tivesse que encenar a ideia da sua empresa, o que você faria?

A identidade visual pede que você faça esse exercício, mas utilizando as imagens.

A ponte entre você e o seu cliente se baseia no que o atrai, no que ele deseja e no que você pode ofertar.

O início dessa relação é firmado no momento em que algo lhe provoca os olhos, de modo a transmitir segurança o suficiente para que ele entregue sua confiança.

Importância e Benefícios de uma Identidade Visual

elementos de design e identidade visual de marca

Uma identidade gráfica arquitetada e marcante é um passo fundamental para se apresentar ao seu cliente como uma empresa em que ele pode acreditar e investir.

Grandes nomes do mercado são representados por imagens e cores que despertam a nossa memória até mesmo de forma inconsciente.

O McDonalds, por exemplo, é representado por um grande M nas cores vermelho e amarelo, além do personagem Ronald McDonald, que também foi projetado nesta paleta de cores.

É impossível não ver um desses elementos, estejam juntos ou separados, e não lembrar imediatamente da marca, mesmo sem querer.

É este tipo de impacto que você quer causar no seu público: uma identidade visual que transpareça a sua missão e se torne reconhecível em qualquer lugar.

Como Fazer um Manual de Identidade Visual de Uma Empresa

mão masculina em frente a laptop e ilustrações sobre identidade web de marca

O processo de construção de identidade visual deve ser documentado em cada uma das suas etapas para construir um verdadeiro padrão que represente a sua empresa.

O desenvolvimento da estética da marca reúne dados técnicos, análises, especificações e todo o tipo de informação que se transformará em referência para a criação de qualquer outro produto que levará o nome da sua organização.

A produção de um manual de identidade visual, também conhecido como manual de marca, tem o objetivo de ser o guia definitivo da comunicação visual do seu negócio.

É este documento que a sua equipe vai consultar para criar, por exemplo, o layout de um blog corporativo, um cartão de visitas e até mesmo um papel timbrado que seja entregue como peça publicitária.

O manual é voltado para os profissionais que trabalham nos processos de criação e design da companhia.

O objetivo principal deste guia técnico é construir uma identidade visual tão sólida que impacte e permaneça na memória do cliente.

Comece Pelo Briefing

O briefing é o primeiro passo em qualquer projeto de criação.

Sem um bom briefing, fica quase impossível reunir as ideias que você quer passar ao seu cliente por meio da identidade visual.

Todos os pontos essenciais para a criação de uma identidade gráfica são levantados no briefing.

É o momento de encontrar as respostas para todas as perguntas que definem o conceito por trás da sua organização.

Confira estas cinco perguntas essenciais que precisam ser respondidas no briefing de identidade visual.

  • Como você descreveria o seu produto?
  • Como você quer que o seu público o identifique?
  • Quem é o seu público?
  • Qual é o seu diferencial?
  • Quem são os seus concorrentes?

São esses dados que guiarão a construção da identidade visual do começo ao fim.

Além destes resultados, você também deve traçar os detalhes técnicos do processo de criação, desde as sugestões de cores e formas principais até o orçamento que pretende ser usado.

Brainstorming

equipe em processo de brainstorming em mesa de reuniões

Traduzido para o português como “tempestade de ideias”, o brainstorming é uma reunião em que nenhuma ideia é pequena demais.

O conceito é quase literal: a equipe de criação e, por vezes, outros funcionários da empresa, se reúne para discutir toda e qualquer ideia que surgir em mente.

É aí que nasce o esboço do que a sua identidade visual ainda se tornará.

Como a etapa exige criatividade, é preciso considerar alguns fatores para terminar a reunião com resultados efetivos e inovadores:

  • Evite realizar o brainstorming em momentos que a equipe pareça muito cansada ou desanimada, como o horário logo após o almoço ou o início da manhã e o fim de expediente
  • Apresente propostas claras e objetivas para conseguir exatamente o que você precisa na enxurrada de ideias
  • Considere todas as possibilidades de cada ideia – todas elas podem possuir defeitos fatais ou vantagens poderosas.

Tenha a Persona Bem Definida

Existem dois agentes que são essenciais para que um empreendimento entenda qual caminho pretende seguir: Brand Persona e o Buyer Persona.

Hoje, falarei sobre a Brand Persona.

Antes de transformar a missão da sua empresa em imagem e design, você precisa transformá-la em palavras.

A Brand Persona representa o que a marca tem a oferecer e como ela quer se conectar ao cliente em termos de comunicação.

Ela quer que o público a veja como um camarada descontraído que fala em gírias ou um superior formal e sério a quem ele pode recorrer?

Criar e definir uma Brand Persona é delinear a personalidade da sua marca aos olhos do público.

Para chegar até este passo sem grandes dificuldades, você precisa ter definido quem é você e quem é o seu alvo lá no briefing.

Ao definir a voz que a sua marca terá no mercado, fica muito mais simples desenhar um rosto para ela, principalmente uma face que esteja em harmonia com essa forma de se comunicar e com as expectativas do cliente.

Definindo a Fonte, Cor e Estilo

garota mexendo em laptop com conteúdo de fontes importante no processo de criação de identidade visual

Agora que a parte “teórica” já está pronta, chegou a hora de explorar a veia artística e criativa da sua equipe.

Todos os dados e informações que foram coletados até agora formam o esqueleto que tomará vida com as formas e cores que serão escolhidas agora.

Depois de tantas reuniões e análise, até parece fácil dar um rosto ao seu segmento, mas não pense duas vezes antes de deixar este trabalho nas mãos de um profissional qualificado.

É a credibilidade e reputação da sua empresa que está em jogo.

Uma equipe de design preparada para a tarefa será responsável por colocar todas as ideias em ação, além de fazer as devidas mudanças que tornarão a identidade visual da sua empresa realmente marcante e inesquecível para o público.

Qual Tipografia Você Deve Utilizar

A fonte é o elemento responsável por dizer como sua marca é.

Ela precisa estar em perfeita harmonia com os desenhos e cores, além de ser perfeitamente legível para o seu público.

Diferentes famílias de tipografias imprimem emoções distintas aos clientes à primeira vista.

Por exemplo, fontes que lembram escrita à mão remetem um ar de sofisticação e classe.

Já as mais parecidas com a chamada “letra de forma” inspiram objetividade e clareza.

Não esqueça que a fonte não estará presente apenas no slogan ou logotipo da sua marca, como também em qualquer outra produção que envolva a comunicação visual.

Leve em consideração as tipografias utilizadas pelos seus concorrentes e reflita sobre quais características elas imprimem no seu inconsciente.

Essa análise torna muito mais fácil a missão de descobrir qual é a fonte que exprime a essência do seu negócio.

Escolhendo uma Paleta de Cores Perfeita

Não é novidade que as cores exercem um papel fundamental no processo de interpretação de sensações no cérebro, certo?

Se, na virada do ano, já escolhemos nos vestir com roupas que atraem energias que desejamos, por que não faríamos o mesmo com a nossa empresa?

As cores despertam sentidos, ativam memórias e representam conceitos de forma poderosa.

Por isso, precisam ser muito bem analisadas antes de aplicadas ao cartão de visitas do seu empreendimento.

Veja algumas sensações que as cores despertam no público para escolher a que mais se encaixa ao padrão da sua identidade visual:

  • Vermelho: dinamismo, paixão, energia, perigo, intensidade
  • Azul: segurança, sucesso, serenidade, produtividade, seriedade
  • Amarelo: luz, otimismo, esperança, brilho, cautela
  • Verde: confiança, calma, esperança, saúde, natureza.

Definindo o Formato

Por último, mas não menos importante, os formatos geométricos que farão parte da sua identidade visual também possuem o poder de despertar diferentes conceitos na mente do público.

As linhas que darão vida ao rosto da sua marca podem formar combinações que passam impressões muito distintas ao cliente.

Elas precisam estar em harmonia com todas as ideias discutidas nos passos anteriores, assim como os outros elementos de design.

Os quadrados, por exemplo, lembram um conceito de objetividade e racionalidade ao visitante.

Já os triângulos expressam uma ideia de crescimento, organização e conexão com o divino.

Os círculos dão a impressão de algo completo, mas que não tem fim, algo atemporal e infinito.

Um elemento artístico complementa o outro.

Não é preciso que todos inspirem o mesmo sentimento no público, e sim que a combinação de todos eles resultem em um sentimento tão único que o cliente não terá com o que relacionar além da sua marca.

Elementos da Identidade Visual

ilustração sobre marca e criação de identidade visual

Por se tratar de um documento técnico, o manual de identidade visual deve ser composto por materiais praticamente obrigatórios, principalmente para quem quer realizar uma construção de imagem impactante e sólida.

As informações são mais voltadas aos designers, já que trazem padrões que guiarão as criações e até mesmo as futuras inovações da comunicação visual da sua marca.

Aspectos Formais da Marca

Este tópico apresenta os componentes gráficos da identidade visual da marca, como o logotipo completo, o reduzido e as imagens que os constroem separadamente.

Além de incluir essa gama de elementos, os aspectos formais da marca também apresentam as variações de cada uma dessas partes.

Por exemplo, se a empresa vende bolos e o logotipo é composto por um cupcake, esta imagem ou animação deve ser apresentada em preto e branco, tons de cinza e colorido.

Variações da Assinatura da Marca

A assinatura da empresa, assim como o slogan, deve ser incluída no manual de identidade visual em suas mais variadas formas: na horizontal ou vertical, junto ou separada do slogan, com uma versão reduzida para ícones e áreas menores, etc.

Se o logotipo da marca for composto apenas do nome em uma fonte especial, esta área do documento é ainda mais importante.

Aspectos Técnicos da Marca

Os dados técnicos são compostos pela fonte utilizada no slogan, dimensões do logotipo e imagens, cores escolhidas para representar a marca, entre outras informações.

É importante que os códigos das cores sejam apresentados de acordo com os diversos sistemas existentes, como Pantone, RGB e CMYK.

Padrão de Utilização da Marca

Onde a sua identidade visual será apresentada? Apenas em um website ou em cartões de visita, papéis timbrados, envelopes e uniformes?

Você precisa definir onde a imagem da sua empresa será exposta para adaptar todo o planejamento gráfico para cada meio de divulgação.

Dimensões Mínimas e Máximas para a Impressão

Determine as dimensões exatas da impressão de cada formato do seu logotipo e outros elementos visuais. O estabelecimento destes tamanhos garante que você tenha um produto final correto tecnicamente e bem produzido aos olhos do cliente.

Utilização em Fundos Coloridos, Preto, Branco e Monocromáticos

Adapte os componentes gráficos para que possam ser utilizados em diferentes fundos.

Isso garante que o conjunto visual não contraste negativamente com o plano de fundo, caso seja necessário fazer alguma alteração.

Exemplo de Melhores Manuais de Identidade Visual

peças e bonequinhos demonstrando concorrência

Uma etapa fundamental de qualquer processo do marketing digital é a análise da concorrência.

Ao conhecer negócios similares ao seu, fica muito mais claro o que você deve ou não oferecer ao cliente para destacar os seus diferenciais e pontos fortes.

Grandes nomes do mercado construíram identidades visuais marcantes o suficiente para se tornarem referência na mente de boa parte dos clientes, até mesmo de forma inconsciente.

Por exemplo, o Facebook é representado pela cor azul e um F em uma fonte simples.

No momento em que entramos em website que utilize um tom similar, já lembramos imediatamente do Facebook.

Eu reuni o manual de identidade visual de cinco grandes marcas para você selecionar dicas e técnicas que sejam úteis ao seu segmento:

SAMU

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência oferece um trabalho em que é absolutamente essencial estar sempre marcado na mente do cliente. Por isso, a identidade visual do segmento é construída sem margem para erros.

Do logo divulgado em campanhas até o design dos uniformes utilizados pelos paramédicos, tudo é idealizado para permanecer na memória do público e lembrá-los qual é a grande missão do SAMU.

ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil tem o objetivo de promover a segurança e conferir a qualidade dos serviços aéreos oferecidos no país.

É uma empresa que precisa imprimir autoridade e seriedade ao público, e é possível observar como tais valores são expressos por meio da imagem visual do negócio de acordo com os dados reunidos no manual da organização.

Cielo

A Cielo atua como responsável por transações financeiras realizadas com cartões de crédito e débito.

Lidar com dinheiro exige da empresa uma postura séria e responsável para conquistar a confiança do cliente.

Esse é o conceito principal trabalhado na identidade visual da organização.

No guia simplificado da logomarca Cielo, a empresa afirma que “a consistência e a coerência presentes nas soluções visuais contribuem para fortalecer a imagem da marca.”

SulAmérica

A SulAmérica é um dos grandes grupos seguradores do Brasil, com a missão de oferecer apoio e segurança ao público.

A empresa atua há mais de 120 anos no mercado e passou por transformações interessantes para se manter atual aos olhos do cliente.

Odebrecht

A Odebrecht é um dos maiores e mais polêmicos conglomerados empresariais do país.

O logotipo que representa a marca é relativamente simples e, mesmo assim, só foi produzido a partir de uma análise detalhada e extensa que está documentada no manual de identidade visual.

Caso você acredite que uma construção gráfica mais simples é o ideal para a sua empresa, este documento pode ser um bom guia para reunir dicas e sugestões.

Aplicações da Identidade Visual Para Sua Marca

Depois de conhecer melhor o seu público e compreender os hábitos de consumo dele, você consegue decidir em quais meios e locais a sua marca precisa ser divulgada.

Cada empresa tem uma necessidade diferente de veiculação e as formas de apresentar o seu negócio são inúmeras.

Para facilitar o processo de criação e adaptação dos componentes gráficos que representam o seu nome, é preciso apresentar as diferentes formas em que ele será visto pelo público em cada ferramenta de divulgação.

Por exemplo, um cartão de visita requer dados sobre a sua organização, como contato e endereço, além do design que acompanha seu logotipo.

Entretanto, um envelope requer o mínimo de informação escrita possível, dando mais espaço para a arte do logotipo.

Mesmo que apresentado de diferentes formas em diversos produtos e vitrines, o rosto do seu negócio precisa ser sempre o mesmo aos olhos do cliente.

Criando o Logo da Sua Empresa

O logotipo é a base para a identidade visual da sua marca.

É a partir dele que qualquer outro componente gráfico será produzido.

Com a ajuda de um profissional qualificado, você deve se posicionar no lugar do cliente e imaginar exatamente o que o atrairia se procurasse por uma empresa que oferece um produto como o seu.

Embora as ideias por trás do logo sejam complexas e muito bem detalhadas, o resultado final precisa ser extremamente simples e intuitivo. O público deve bater o olho e já entender o tipo de serviço ou produto que você vende.

Website da Sua Empresa

Estar presente na internet não é mais um diferencial no mercado: se transformou em uma ação essencial para quem deseja sobreviver e prosperar.

Um website é a ferramenta principal para se relacionar com o público, analisar as opiniões e sugestões, assim como alcançar um número maior de pessoas que não estariam no campo de visão do seu empreendimento.

Entretanto, apenas criar um site não é o suficiente.

Para realmente conquistar relevância e destaque na internet, é preciso ser facilmente encontrado pelo Google – e isso pode se tornar possível com a criação de um blog corporativo, por exemplo.

Atualizar o seu site com conteúdos que sejam do interesse ao seu visitante e que sigam as técnicas SEO é o primeiro passo que você faz a caminho da transformação digital da sua marca.

Como Aplicar a Identidade Visual nos Produtos

Conhecidos como peças de comunicação visual, os produtos que carregam a imagem da sua empresa podem parecer um simples luxo, mas, na verdade, são a chave para uma chegada muito mais rápida ao sucesso.

Uma identidade visual bem construída e também divulgada vende uma imagem de credibilidade e excelência da empresa ao público, automaticamente a colocando como referência em sua área.

Em uma época onde a internet permite que tudo esteja ao alcance de um clique, o cliente não tem mais a paciência ou interesse de pesquisar todo o histórico de uma empresa para concluir se ela é confiável ou não.

Um visual sólido e marcante pode ser o que ele precisa para tomar a decisão de quem será a melhor opção ou não.

A comunicação visual permite o uso de uma seleção variada de ferramentas para divulgar a face da sua marca.

Desde itens que fazem parte da rotina interna da companhia, como uniforme e materiais de papelaria, até itens de divulgação das mais variadas formas, é preciso imprimir as cores e formas do seu negócio aonde for possível:

  • Outdoors e painéis
  • Flyers e panfletos
  • Embalagens e rótulos
  • Envelopes, papéis timbrados, adesivos, blocos de nota, canetas
  • Imagens divulgadas nas redes sociais
  • Layouts de sites e assinaturas de conteúdos em outros canais
  • Anúncios em revistas, livros e jornais.

Business Cards

Pode parecer muito mais fácil salvar o número de alguém no seu celular, mas o cartão de visita ainda é uma forma infalível de causar uma boa impressão em um possível cliente ou parceiro.

Você nunca sabe quando surgirá o momento de fazer o networking que transformará o futuro da sua empresa.

Por isso, aposte em um design simples que dê destaque ao logo e missão da sua empresa.

Coloque apenas informações de contato que realmente farão a ponte entre você e a outra pessoa.

E, claro, opte por um material de qualidade que expresse toda credibilidade da sua marca.

É importante que outros membros da sua equipe, principalmente os que têm uma afinidade maior com o atendimento ao cliente, também andem equipados com um cartão de visita completo e objetivo.

Uma empresa que é representada por um cartão de visita convincente se torna automaticamente mais confiável aos olhos do público.

Design do Email da Sua Empresa

Um email marketing que transpareça a missão da sua organização pode se tornar um grande diferencial na jornada ao sucesso.

É muito importante construí-lo com os elementos que imediatamente fazem com que o público pense na sua empresa.

Opte pelas cores, tipografias e formas que se conectam diretamente com o seu logotipo principal.

Lembre que nem todo mundo lê emails até o final – isso se os abrirem.

Então, reúna todas as informações mais relevantes no topo da mensagem. Assim, é possível que o visitante seja convencido a conferir o resto ou vai sair dali pelo menos com o essencial para conhecer um pouco da sua marca.

Dicas Para a Criação de um Identidade Visual

materiais customizados com identidade visual de marca

Ao chegar até aqui, você já está pronto para construir uma nova imagem para sua organização.

A criação da identidade visual é um processo que requer dedicação, criatividade e a participação e união de toda a sua equipe, mas não é um monstro de sete cabeças.

Para facilitar ainda mais, reuni seis dicas que podem ajudar a encontrar a essência da sua marca e expressá-la de uma forma mais simples.

Crie uma Identidade Visual Coerente e Flexível

Tenha em mente todos os produtos nos quais você quer aplicar a sua identidade visual.

Crie um logotipo que possa se adaptar facilmente à diferentes formatos, sem perder a essência da sua missão.

Sua imagem deve ser consistente e flexível ao mesmo tempo.

Parece contraditório?

Um pouco, mas depois de você realizar todo o processo de análise da sua marca para a construção da identidade visual, fica bem mais fácil aplicar a essência do seu negócio em qualquer formato.

Faça Mais Que um Logotipo

mulher profissional na área de criação de identidade visual e logomarca

Ao mesmo tempo em que o logotipo deve deixar claro ao cliente quem é a sua empresa, ele também precisa despertar a curiosidade para saber mais sobre ela e tudo o que pode oferecer.

As imagens conseguem transmitir mensagens poderosas, então, pense bem sobre que tipo de voz você quer que o seu logo expresse.

Ela precisa estar de acordo não apenas com os seus padrões, mas também flexível aos parâmetros de clientes em potencial.

Vamos considerar como exemplo novamente o McDonald’s.

O logotipo da marca é composto pelo famoso M na cor amarela, aplicado a um fundo vermelho, enquanto o restante do nome é apresentado na cor branca e em uma fonte simples.

Entretanto, em diferentes meios e produtos, este logo se transforma apenas no M e o fundo vermelho, ou até mesmo combinado com outro plano de fundo.

Entretanto, você sempre consegue reconhecer a face do McDonald’s nessas distintas representações.

Crie um logotipo que torne a sua marca inesquecível para o público.

Não Se Prenda Apenas a Uma Ideia

Você se lembra de quando conversamos sobre a importância do brainstorming, no início do artigo?

Naquela reunião, não surgirá apenas uma grande ideia que resolverá os seus problemas, e sim um apanhado de propostas que você precisará estudar.

Cada cliente terá uma visão única da sua marca e cada funcionário terá uma ideia diferente para construir a identidade visual.

Então, por que você seguiria apenas uma linha de raciocínio para expressar a sua missão?

Colete o melhor de cada sugestão e esteja sempre pronto para se transformar e adaptar a comunicação visual para os diferentes momentos que a sua organização viverá.

Use e Abuse da Criatividade

mulher rascunhando logomarca em mesa com computador e plano de cores

Durante a construção da identidade visual, não classifique nenhuma ideia como louca demais ou pequena demais. Deixe a criatividade voar livre para formar a imagem que você idealizou.

Não tenha medo de inovar, até porque o seu grande objetivo é ser o único do mercado com este visual. Então, ousar é inevitável.

Correr riscos nunca é o cenário ideal, mas, neste momento de inovação, é um passo essencial da implantação de uma nova identidade visual.

Tanto as críticas como as sugestões podem ajudar a ver a sua imagem de outros ângulos.

Você precisa estar preparado para adaptá-la facilmente e crescer.

Atenda os Desejos da Sua Persona

Anteriormente, eu falei sobre a importância de definir quem é a sua Brand Persona.

Agora, você precisa prestar atenção nos desejos e hábitos da sua Buyer Persona.

É este perfil que você deve ter em mente durante todo o processo de criação.

A Buyer Persona simplesmente é o seu cliente.

Você precisa compreender como, quando e onde ele precisa do seu produto para elaborar uma oferta impossível de recusar.

Ao mesmo tempo em que você se manter fiel ao conceito da sua empresa, deve considerar de que forma o público quer te ver no mercado.

Que tipo de produto ele consome e que pode carregar a sua comunicação visual?

Quais cores atraem o seu olhar?

Quais fontes facilitam o entendimento do seu slogan?

Quais formas e linhas são esteticamente atraentes para ele?

Assim como em qualquer outra campanha, você precisa colocar o cliente em primeiro lugar, sem pensar duas vezes.

Situações a Serem Evitadas

Quando bem construída e sólida, a identidade visual pode fazer maravilhas pelo seu negócio.

Entretanto, quando muitas pontas são deixadas soltas, é possível que você se torne só mais um aos olhos do cliente, além de passar uma imagem de desorganização e amadorismo.

Fique atento às três situações abaixo que podem levar a sua imagem por água abaixo!

Excesso de cores

Viva pelo conceito de que menos é mais.

O uso exagerado de cores vivas, formas rebuscadas e fontes especiais pode acabar poluindo a sua imagem e confundindo o público ao invés de mostrá-lo uma solução confiável.

Aposte em elementos simples e organizados que transmitam uma mensagem clara, sem espaço para dúvidas.

Design improvisado

Um designer qualificado gera um custo considerável dentro desse procedimento, mas é um investimento absolutamente insubstituível.

Se você está pensando em dar esta tarefa importante para alguém que sabe brincar aqui e ali com o Photoshop, você simplesmente não está levando a imagem da sua marca a sério.

A construção de uma identidade visual não é um trabalho para amadores.

Um profissional qualificado é capaz de transformar as suas ideias em um produto final de qualidade, além de ter um olhar diferenciado que pode fazer considerações que você sequer imaginou.

Falta de organização e comunicação

Como você pôde perceber, a construção do visual da sua empresa requer uma análise detalhada da sua principal missão e do perfil do seu público.

Se o processo de observação e desenvolvimento de ideias é bem estruturado e organizado, tudo se torna muito mais simples na criação de design.

Entretanto, se há contradições entre as ideias ou falta de respostas aos pontos essenciais que já discutimos, o produto final não terá significado algum no mercado.

Desorganização transparece na identidade visual de qualquer marca, e isso afasta o cliente de forma quase irreversível.

Tenha em mente a importância desse projeto e prepare-se para realizá-lo da forma mais organizada possível.

Bônus! Sua Empresa Precisa de Uma Cara Nova?

ilustração do título de marca e processos

O mercado está em constante movimento e, para se destacar dentro dele, você precisa estar pronto para fluir com as mudanças.

Não só segui-las, mas dominá-las e marcar o seu nome nelas.

Porém, como é possível identificar o momento ideal para aplicar tais mudanças à sua marca? Em qual momento elas se tornam tão importantes ao ponto de transformarem algo que você construiu tão cuidadosamente?

Observação é a técnica que te levará até a resposta de todos esses questionamentos. Esteja sempre atento às transformações que vão se solidificando tanto no mercado geral como dentro da sua empresa.

Mantenha a Apresentação da Sua Marca Atualizada e Visualmente Moderna

Os hábitos do consumidor estão em constante movimento, seja pela transformação das plataformas em que ele consome ou das tendências criadas pela mídia.

A questão é: a sua identidade visual está em harmonia com o cenário do mercado atual?

Ela está preparada para te representar neste momento?

Olhando de onde você está, talvez não seja possível responder tais questões com muita facilidade.

Então, não hesite em buscar ajuda. Por exemplo, uma consultoria de imagem pode indicar os exatos pontos que você precisa inovar sem perder a sua essência original.

As tendências de design também podem exigir uma repaginação da sua imagem.

Por exemplo, o minimalismo está em alta agora e todas as marcas trabalham o conceito de que menos é mais.

Porém, daqui a 5 anos, essa tendência pode cair e dar lugar a um visual mais elaborado e chamativo, e é possível que você tenha que fazer algumas mudanças para entrar nessa onda e se manter sempre atualizado.

O Visual da Sua Marca Representa o Que a Empresa Está Vivendo?

Além de considerar as transformações externas, a sua imagem também precisa refletir as mudanças que ocorrem dentro da sua empresa.

Quais inovações você precisou fazer que refletiram em mudanças estruturais na sua empresa?

Quais mudanças de valores o mercado te levou a fazer ao longo do tempo, que transformaram a missão da sua organização?

Construa uma relação transparente com o cliente.

Se houve uma grande mudança no seu negócio, dê uma explicação para ele e mostre que tudo o que você faz para se aperfeiçoar é com o intuito de entregar um produto final de qualidade.

A Identidade Visual da Sua Marca Deve Representar a Sua Persona

caneca e pessoa sentada remetendo a persona

Agora você entende como ninguém a importância do público para a construção da imagem da sua marca.

A identidade visual vende a sua ideia, mas todo o design dela é voltado para agradar o cliente.

É a primeira e mais importante impressão que o público terá do seu negócio. É o que o convencerá a conhecer melhor o seu trabalho ou simplesmente optar por um concorrente.

Estude bem o perfil do seu visitante e sempre esteja atento às transformações externas que podem mudar a forma como ele olha para o seu negócio.

O olhar do público é a opinião mais importante para garantir o sucesso da imagem da sua marca.

Conclusão

Acredito que, ao chegar até aqui, você pôde compreender como a identidade visual é capaz de expressar toda missão por trás da sua empresa.

Embora o processo seja trabalhoso, demande participação ávida da sua equipe e até exija um certo investimento, a construção da imagem da sua marca é imprescindível para se destacar no mercado atual.

Comece a analisar a sua empresa hoje e já anote as respostas que surgem na sua mente em relação aos diversos tópicos que discutimos aqui.

Organize um planejamento simples sobre como o processo pode ser realizado e dê um prazo para começar a colocar as mãos na massa.

Lembre-se de que você não está sozinho.

A identidade visual é uma missão que requer criatividade e uma variedade de ideias, então, não pense duas vezes antes de colocar todos os seus colaboradores em união nessa tarefa.

Tenha em mente também o perfil do olhar mais importante deste projeto: o do cliente.

Observe todos os hábitos de consumo dele, assim como as transformações do mercado e entenda exatamente como você deve se apresentar para se destacar.

E, principalmente, não tenha medo de inovar.

Para criar uma imagem única e chamativa o suficiente para conquistar o seu cliente, você precisa correr riscos e quebrar barreiras.

E, se o processo for bem estruturado, você tende a alcançar cada vez mais realizações dessa forma.

Não deixe para depois, coloque as dicas em prática e transforme a forma como é visto no mercado agora!

Aproveite para conferir estes artigos relacionados:

Faça um comentário para deixar suas dúvidas, sugestões e opiniões!

guia completo de marketing digital

Compartilhe