Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Agência de Mídia Paga: Por que Investir e Quais as Vantagens?

A agência de mídia paga é um parceiro valioso na sua jornada pela publicidade online.

Afinal, não é nada fácil encontrar seu caminho no mundo dos links patrocinados, anúncios em redes sociais, anúncios nativos e tantos outros formatos disponíveis na internet.

E no mundo da mídia paga, qualquer erro significa prejuízo.

Então, por que não deixar suas campanhas nas mãos de profissionais experientes e receber os relatórios prontos com os resultados?

Garanto que a sua verba será muito bem aproveitada se você souber escolher um bom parceiro.

Neste texto, vou falar sobre as vantagens desse prestador de serviços e ajudar você a selecionar a melhor agência de mídia paga.

Vem comigo que eu explico!

O que é uma agência de mídia paga?

Para entender o que é uma agência de mídia paga, vamos começar pela definição desse tipo de mídia.

Mídia paga é toda forma de promoção em que você paga para veicular conteúdo em um espaço e atingir seu público-alvo.

No marketing digital, os principais exemplos são os links patrocinados e os anúncios em redes sociais.

Já na publicidade tradicional, pode ser um outdoor, um comercial de rádio ou de TV e mesmo um anúncio impresso.

Logo, as agências de mídia paga são empresas especializadas em negociar esses espaços publicitários e gerenciar campanhas para seus clientes, tanto online quanto offline.

Sua função é prestar serviços e operacionalizar a divulgação de produtos, serviços e marcas.

Para isso, as agências contam com equipes multidisciplinares compostas por vários profissionais de comunicação, como diretores de arte, planners, redatores, analistas de mídia, entre outros.

Dificilmente, uma empresa teria toda essa estrutura interna para cuidar do marketing, concorda?

Por isso, as agências são tão importantes para promover negócios e melhorar os resultados.

O que uma agência de mídia paga faz?

A agência de mídia paga planeja, executa e monitora campanhas publicitárias, criando projetos do zero para as empresas contratantes.

Geralmente, a empresa chega com um objetivo de marketing e um orçamento, e a agência cuida de todo o resto.

Estes são alguns dos serviços oferecidos:

  • Análise e diagnóstico da comunicação da empresa
  • Planejamento de campanha (definição de objetivos, público-alvo, estratégias, táticas, budget, métricas, etc.)
  • Criação de anúncios de diversos formatos
  • Plano de mídia (escolha e distribuição de canais conforme objetivos e público-alvo, considerando critérios como alcance, frequência, custos, etc.)
  • Negociação e compra de mídia
  • Acompanhamento de métricas e variação do orçamento
  • Geração de relatórios de performance e analytics
  • Análise de conversão.

Nesse caso, estou focando nas agências de mídia paga do segmento digital, que vem ganhando cada vez mais força no mercado.

Elas trabalham com plataformas como Google Ads, Facebook Ads, Instagram Ads, YouTube Ads, Taboola, AdRoll e várias outras soluções.

De acordo com a pesquisa Global Ad Spend Forecasts, publicada no Meio & Mensagem em 2020, o Brasil está vivendo uma aceleração das mídias digitais, com crescimento de 8,8% em anúncios mobile.

A expectativa é que, até 2021, a publicidade digital represente 50% de toda a compra de mídia no mundo.

Por isso, você vai perceber as agências digitais de mídia paga se multiplicando por aí.

Principais motivos para investir em mídia paga

Não faltam motivos para investir em mídia paga e ampliar seu rol de estratégias no marketing digital.

Estes são meus preferidos:

1. Gerar mais tráfego para seu site ou blog

A mídia paga é uma excelente forma de aumentar seu tráfego, pois o resultado depende apenas do investimento realizado.

Eu falo o tempo todo de tráfego orgânico e estratégias de SEO, mas há momentos em que é preciso recorrer à publicidade paga para alcançar um público mais amplo em um curto espaço de tempo.

Se você precisa lançar um novo produto ou acabou de começar seu blog, por exemplo, a mídia paga funciona como um atalho para conseguir tráfego e aumentar sua visibilidade.

2. Alcançar resultados mais rápidos

Uma das grandes vantagens da mídia paga é que ela começa a funcionar instantaneamente, assim que você faz o pagamento.

Logo, os resultados são bem mais rápidos do que em uma estratégia de SEO, por exemplo, que depende de um trabalho consistente e de longo prazo para criar conteúdo relevante e conquistar posições no Google.

Se você precisa de tráfego e leads em curto prazo, por exemplo, vale a pena contratar uma agência de mídia paga.

3. Identificar e segmentar seu público

Todas as estratégias de marketing partem da identificação do público-alvo e personas – e a mídia paga consegue levar esses conceitos ainda mais além.

Com as plataformas de anúncios digitais, você se habilita a segmentar seus públicos por campanha nos mínimos detalhes e passa a mirar nas pessoas que realmente vão dar retorno.

No Facebook Ads, por exemplo, é possível direcionar anúncios para pessoas que já acessaram seu site, que visitaram uma página específica da internet, que estiveram em determinado local recentemente ou que possuem uma lista de interesses pré-selecionados – além de várias outras opções avançadas.

4. Flexibilidade de investimento

A mídia paga é democrática porque cabe em todos os orçamentos, dos mais enxutos aos mais generosos.

Nas campanhas PPC (Pay Per Click), por exemplo, você só paga quando o usuário efetivamente clica ou visualiza seu anúncio.

Ou seja: o pagamento é proporcional aos resultados, sem desperdício de dinheiro.

Uma boa agência de mídia paga tem experiência em distribuir a verba do cliente da melhor forma e aproveitar ao máximo cada centavo.

5. Fácil mensuração de resultados

Tudo na mídia paga é mensurável, desde o número de interações com cada anúncio até os leads gerados na campanha.

A própria agência de mídia paga gera relatórios de performance completos de cada canal utilizado, mostrando exatamente como a verba foi utilizada e quais veículos tiveram o melhor desempenho.

Assim, você tem total controle sobre os resultados e pode usar os dados para criar campanhas cada vez mais efetivas.

Quanto devo investir em mídia paga?

“Mas, afinal, quanto devo investir em mídia paga?”

Se você tem essa dúvida, saiba que não existe uma resposta única para ela, porque o investimento ideal depende de vários fatores.

Vamos entender um por um.

Objetivo

Para começar, eu pergunto: aonde você quer chegar com a mídia paga?

Você quer aumentar o tráfego para bombar seu último lançamento?

Acha que poderia alcançar um público mais amplo com seus produtos e serviços?

Precisa de mais leads para aumentar suas oportunidades de vendas?

Ou quer melhorar seu reconhecimento de marca acima de tudo?

Seja qual for o seu objetivo, existe uma campanha de mídia paga ideal para alcançá-lo e um orçamento compatível.

Mas, primeiro, você precisa definir exatamente o que quer.

Para ilustrar, esses são alguns objetivos comuns de campanhas em plataformas de mídia paga:

  • Aumentar o tráfego do site, blog ou aplicativo
  • Alcançar novos públicos
  • Conseguir mais instalações em um app ou visualizações em um vídeo
  • Gerar cadastros (leads)
  • Iniciar conversas com potenciais clientes
  • Aumentar as vendas
  • Gerar conversões como adição de itens ao carrinho, download de app, cadastro ou compra.

Mercado e nicho de atuação

Alguns nichos de mercado são mais difíceis de alcançar do que outros – tudo depende do seu produto ou serviço, processo comercial e público-alvo.

Logo, você precisa saber em quais públicos mirar antes de decidir quanto investir em mídia paga.

Se você está começando a explorar um novo nicho, por exemplo, vale a pena aumentar a verba para atingir grupos bastante segmentados.

Orçamento

E, claro, o orçamento disponível para o marketing determina o quanto pode investir em mídia paga.

Para você ter uma ideia, a maioria das empresas globais gastam entre 5% a 50% da verba total de marketing em mídia paga, segundo o relatório Not Another State of Marketing Report 2020 do HubSpot.

A porcentagem ideal vai depender do seu faturamento, objetivos e estratégia geral de marketing.

Lembrando que você pode começar com pouco e ir aumentando conforme comprova os resultados.

5 vantagens de contratar uma agência para sua estratégia de mídia de performance

Ainda não tem certeza se vale a pena contratar uma agência de mídia paga?

Vou listar mais algumas vantagens para ajudar na sua decisão.

1. Expertise

Nenhum departamento interno de marketing consegue competir com a expertise de uma agência de mídia paga.

Afinal, essas empresas contam com profissionais especializados em cada área do marketing e acumulam experiência atendendo diversas contas ao mesmo tempo.

Na mídia, nada se compara a ter um profissional dedicado a analisar a performance de cada canal e criar um plano personalizado.

Logo, contratar uma agência é uma forma de ter acesso a toda essa bagagem e conhecimento de mercado em favor do seu negócio.

2. Mensuração dos resultados

Toda agência precisa comprovar resultados para manter seus clientes.

Por isso, elas investem em diversas estratégias de mensuração para apresentar relatórios de performance detalhados.

Ou seja: se você contratar uma agência, nunca terá dúvidas sobre os resultados das campanhas e terá uma base de dados valiosa para tomar decisões sobre publicidade.

3. Gestão de orçamento

O objetivo da agência é sempre otimizar a verba do cliente e entregar o máximo de resultado com o mínimo de recursos.

Além disso, a gestão do orçamento das campanhas é feita em tempo real, ajustando os investimentos conforme o retorno de cada canal ou grupo de anúncios.

No fim das contas, o custo-benefício vale a pena, mesmo com a remuneração da agência.

4. Otimização do seu departamento de marketing

O departamento de marketing pode até traçar objetivos e estratégias, mas dificilmente terá toda a estrutura necessária para operacionalizar as campanhas.

Com uma agência parceira, seu marketing consegue focar nos objetivos essenciais do negócio e deixar a gestão de campanhas para uma equipe especializada.

Assim, é possível escalar o trabalho e alcançar mais metas em menos tempo.

Inclusive, é comum que agências contratem outras agências para ter mais eficiência na gestão de campanhas de mídia paga e garantir a satisfação de seus clientes.

5. Transparência e alinhamento de interesses

A agência de mídia paga só ganha se o cliente ganha, já que a remuneração costuma ser condicionada aos resultados.

Dessa forma, não há conflito de interesses e o desempenho fica mais próximo de ser garantido.

Além disso, a relação é pautada na transparência e há uma verdadeira parceria estratégica entre agência e cliente.

6 dicas para contratar uma agência de mídia paga

Agora que você entende a importância de contratar uma agência de mídia paga, também precisa saber como escolher a melhor.

Confira minhas dicas para tomar a decisão certa.

1. Priorize agências com experiência no seu segmento

Contratar uma agência que já lida com clientes do seu segmento é um ótimo começo.

Dessa forma, você tem a certeza de que o prestador de serviços tem experiência com negócios semelhantes e uma expertise valiosa para compartilhar.

Na mídia paga, a performance varia muito de acordo com o público-alvo e nicho de mercado, e trabalhar com profissionais que conhecem seu ramo é um grande diferencial.

2. Confira cases e depoimentos

Toda agência exibe com orgulho os depoimentos de seus clientes e cases de sucesso.

Por isso, vale a pena dar uma olhada no que outros clientes têm a dizer e nos resultados que a agência já proporcionou no mercado.

Você pode se basear nos materiais divulgados no site oficial e também nas avaliações espontâneas de clientes em redes sociais como Facebook e LinkedIn.

3. Deixe seus objetivos claros

Para que o trabalho com a agência seja bem-sucedido, é fundamental que o parceiro entenda muito bem seus objetivos e faça uma análise aprofundada do seu marketing.

Por exemplo, se o seu foco é gerar mais leads, não adianta criar campanhas com objetivo de melhorar o reconhecimento de marca.

Geralmente, há uma integração entre o profissional de marketing da empresa e o profissional de atendimento responsável.

Isso garante que o briefing seja certeiro e não haja nenhuma incoerência na estratégia desenvolvida pela agência.

4. Entenda o escopo do contrato

Um problema muito comum na contratação de agências de mídia paga é o desencontro de informações a respeito do escopo do contrato.

Por isso, é importante deixar claro desde o início o que é responsabilidade da agência e o que é responsabilidade do cliente.

Por exemplo, os resultados da campanha desenvolvida podem depender de uma otimização no site – e se a parte da empresa não for cumprida, a performance pode ficar abaixo do prometido.

5. Defina a verba junto com a agência

Depois de contratar a agência de mídia paga, é importante que a verba seja definida em conjunto, considerando as possibilidades da empresa e as referências do mercado.

Esse orçamento pode ser calculado a partir de uma porcentagem do faturamento ou verba de marketing, paridade com a concorrência ou com base em práticas anteriores, por exemplo.

6. Negocie a melhor forma de remuneração

Existem várias formas de remuneração possíveis ao contratar uma agência de mídia paga.

As mais comuns são o fee mensal, o pagamento por produção e o pagamento por resultado, além da comissão padrão paga por algumas mídias.

No caso, o pagamento por resultado é interessante, pois condiciona a remuneração da agência ao desempenho da campanha.

Conclusão

Se você estava pensando em contratar uma agência de mídia paga, espero que esse artigo tenha ajudado a escolher a empresa certa.

Na minha experiência, sempre foi importante contar com parceiros estratégicos para gerenciar campanhas de publicidade online.

Eles não apenas colocam os anúncios para rodar, como também ajudam na tomada de decisão e mostram os melhores caminhos a seguir.

Comente o que acha da ideia e como vai escolher seu parceiro.

E então, está preparado para contratar uma agência de mídia paga?

Compartilhe