Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Instagram Ads: como anunciar no Instagram e vender mais em 2023

Instagram Ads

O Instagram Ads é uma das melhores formas de conquistar leads qualificados, porque o Instagram é uma das melhores redes sociais para se anunciar.

Ele se tornou uma plataforma de publicidade tão importante quanto sua empresa-mãe, o Facebook.

Afinal, possui bilhões (sim, bilhões!) de usuários ativos por mês.

Isso representa mais do que o TikTok e mais que o dobro do número registrado no Twitter, por exemplo.

Mas como ter sucesso no Instagram? A receita parece simples: compartilhar imagens maravilhosas, fotos de alta qualidade e vídeos atraentes para seu público-alvo.

Essa abordagem cria oportunidades para praticamente todos os tipos de empresa. Afinal, mesmo marcas que atuam nos mercados mais restritos podem postar imagens e vídeos engajadores.

O melhor? Elas podem fazer isso mesmo que não tenham um produto tangível.

Com um bom criativo, um texto bem lapidado e mesmo uma hashtag original da sua marca,  você se conecta com seus clientes ideais num piscar de olhos.

Mas se você não sabe muito bem como funciona o Instagram Ads, essa realidade que pintei acima pode estar parecendo um pouco demais.

Se você não tem certeza de como anunciar com Instagram Ads ou está preocupado com o custo dessa operação, fique tranquilo(a).

Neste guia, vamos te ajudar a descomplicar esse tema com um passo a passo completo para anunciar no Instagram, seja qual for o seu orçamento. Vamos lá?

Antes de continuar, se você quer atrair mais clientes para o seu negócio através de anúncios, você precisa dominar o Google Ads. Clique aqui, baixe o Guia Completo do Google Ads e aprenda tudo sobre como gerar leads qualificados com essa plataforma.

banner guia para vender através das redes sociais

O que é instagram ads

O Instagram Ads é uma forma de veicular anúncios de múltiplas maneiras e formatos (seja no feed, no Reels, na aba Explorar, nos Stories, nos anúncios de coleção ou na Loja), em fotos, vídeos ou sequências de ambos.

É uma ferramenta do Instagram para que anunciantes possam arquitetar campanhas publicitárias para vários fins: gerar cliques, conversões, engajamento em comentários ou no Direct, instalação de apps e, claro, vendas.

Ela oferece uma maneira única para as empresas alcançarem um público global altamente engajado, com foco no aspecto visual de seus produtos ou serviços.

Esses anúncios combinam perfeitamente com os feeds dos usuários, de modo que proporcionam uma experiência de publicidade orgânica e não intrusiva.

E se você pensa que a estratégia de marketing de 2023 da sua empresa não deve incluir o Instagram Ads, saiba que você está enganado(a).

Mas por que o Instagram Ads é importante para as empresas? A resposta é simples: a plataforma está no caminho para atingir mais de 2,5 bilhões de usuários mensais ativos, tornando-se um local privilegiado para as empresas se conectarem com clientes em potencial.

Além disso, você pode aproveitar todo potencial das ferramentas da Meta para atingir públicos segmentados.

Então, se você quer colocar sua marca na frente das pessoas certas, no lugar certo, na hora certa, faça questão de embarcar no trem do Instagram Ads.

Por quê você deveria anunciar no Instagram

Vantagens do Instagram Ads

Em artigos de anos atrás, ao responder essa mesma pergunta, eu havia dito o seguinte: “o motivo é que o Instagram está crescendo rápido”. Hoje, é possível afirmar o mesmo.

Na verdade, de acordo com dados divulgados pelo Business of Apps, desde 2013 o Instagram vem crescendo a cada trimestre.

Além disso, estima-se que a receita com ads do Instagram apenas nos Estados Unidos chegue próximo dos US$40 bilhões em 2023.

O crescimento tem uma razão clara: a ferramenta é eficaz não somente para gerar receita para a Meta, mas também para gerar resultados para as empresas.

É por isso que elas continuam investindo em ads na rede social e, assim, atraindo milhares de marcas.

Mas mesmo que você não seja uma marca multimilionária, os Instagram Ads são igualmente importantes para você (se não até mais).

São essas as razões pelas quais empresas de qualquer tamanho devem considerar o marketing com anúncios do Instagram como uma ferramenta para promover sua marca, serviços ou produtos:

Qualquer um pode anunciar no Instagram.

Você pode segmentar públicos com dados do Facebook, já que ambas as redes sociais estão sob o mesmo guarda-chuva.

Não há limites para o engajamento do público. As empresas podem interagir com os usuários pelos comentários nas fotos.

Os anúncios têm a mesma aparência de qualquer outro post comum do Instagram, o que deixa a coisa toda menos na cara.

Seja o seu objetivo trazer mais reconhecimento para a sua marca, conseguir mais cliques para o seu site, aumentar as vendas ou o número de downloads do seu último e-book, o Instagram Ads pode te ajudar a alcançar um público maior.

Especificações dos anúncios do Instagram ads

Antes de saber como criar um anúncio no Instagram, lembre-se que a plataforma possui algumas especificações que devem ser seguidas para obedecer o padrão de qualidade. Veja só:

  • Imagem (tamanho e formato): o ideal é utilizar uma imagem quadrada (1080x1080px) ou paisagem (1200×628), com menos de 30MB.
  • Carrossel: no máximo 10 imagens quadradas.
  • Vídeos: recomendado menos de 15 segundos de duração (mas pode chegar a 120s), com arquivo menor que 4GB, em formato MP4 e medidas iguais às das imagens.
  • Textos: antes, havia a restrição de que o texto não poderia ocupar mais de 20% do espaço da foto ou imagem do anúncio. Esse limite não existe mais, mas ainda assim recomenda-se seguir esse padrão.

Como anunciar no Gerenciador de Anúncios do Instagram

Agora que todas as especificações para o seu anúncio estão claras, vamos para o próximo passo: criar sua publicidade por meio do Gerenciador de Anúncios!

Antes de qualquer coisa, deixe eu avisar algo: a Meta (antes Facebook) altera sua plataforma de anúncios algumas vezes no ano. Às vezes, são as nomenclaturas. Às vezes, o layout e a disposição dos ícones.

Por isso, lembre-se disso ao consultar esse guia (ou qualquer outro na internet). Porém, posso te tranquilizar: esse é o passo a passo do Instagram Ads definitivo no ano de 2023!

Agora, vamos voltar? Para exibir seu Instagram Ads, não precisa ter uma conta na plataforma. É possível fazer isso diretamente do Facebook — nesse sim, precisa ter uma conta.

Afinal, você precisa ter uma conta no Facebook Business (ou Gerenciador de Negócios) para veicular anúncios no Instagram.

Agora, vamos em frente com a explicação.

Para entender como funciona o Gerenciador de Anúncios, é importante entender que essa estrutura se divide em três partes principais: campanha, conjunto de anúncios e anúncios.

Eu vou detalhar cada uma delas no passo a passo a seguir:

Campanha

É onde você define o objetivo da sua campanha.

Para isso, você deve, primeiramente, abrir seu Gerenciador de Negócios e clicar no botão verde “Criar”.

Nessa seção, você vai encontrar algumas categorias diferentes para trabalhar: reconhecimento, tráfego, engajamento, cadastros, promoção do app e vendas.

Exemplo de campanha no Instagram Ads
  • Reconhecimento tem a ver com branding, visibilidade da marca, exposição.
  • O tráfego mira em trazer o maior número de pessoas para seu site ou app.
  • O engajamento tem como objetivo encontrar pessoas que se identifiquem com sua empresa e, por isso, interajam com ela.
  • O cadastro busca coletar dados das pessoas para ações posteriores, como envio de newsletters ou receber ligação de um vendedor.
  • A promoção de app estimula os usuários a baixarem seu aplicativo.
  • E a categoria de vendas mira a conversão direta — ou seja, a compra de um produto ou serviço em sua loja do Instagram ou no seu e-commerce, por exemplo.

Se você ficar um pouco perdido nessa etapa, preste atenção ao “i” que existe na tela de edição do anúncio. Nele, há várias explicações detalhadas sobre cada um deles.

Edição de anúncio no Instagram Ads

Feito isso, você também precisa indicar para a plataforma se fará uma campanha baseada em leilão ou alcance e frequência.

  • No leilão, você concorre com outros anunciantes.
  • Já alcance e frequência funciona através de preço fixo para chegar ao resultado. Essa opção está disponível apenas para anunciantes qualificados.

O importante é saber direitinho quais são as metas a serem alcançadas com a campanha e selecionar as alternativas mais adequadas.

Feito isso, a próxima etapa é definir um nome para a ação.

Isso é importante porque à medida que você vai criando mais campanhas, elas precisam ser facilmente identificáveis.

Conjunto de Anúncios

Essa é a segunda parte da estrutura do Gerenciador de Negócios.

Hoje em dia, ao criar a campanha, ela é fixada no dashboard da plataforma e você deve clicar em “Editar” (como mostrei no print acima) para definir as preferências.

O menu de opções muda a depender do objetivo da campanha. Para esse teste, criei um anúncio com objetivo de “tráfego” para meu site.

Ao clicar em “Avançar”, chego na página de Conjunto de Anúncios. Aqui um trecho dela:

Conjunto de anúncios no Instagram Ads

A sequência é a seguinte:

  • Conversão: escolha do local para onde quer gerar tráfego, meta de desempenho e meta de custo por resultado.
  • Orçamento e programação: definição dos valores e a duração do seu anúncio. Por padrão, a plataforma sempre otimiza os anúncios para os menores custos possíveis. Você também vai escolher a data de início e de término, caso queira.
  • Público: selecione o público que deseja atingir de acordo com seus objetivos. Se você já tiver escolhido um tipo de público anteriormente, ele poderá ser reutilizado.
  • Posicionamentos: você pode escolher a opção Advantages+, em que utiliza tecnologia própria para distribuir nas plataformas, ou fazê-lo manualmente. Nesse caso, você pode escolher as redes sociais e plataformas, bem como personalizar o posicionamento (no feed, Reels, Stories, loja, etc). Você pode escolher quantas opções quiser, dependendo da sua estratégia. É possível também segmentar por dispositivos e sistemas operacionais específicos, entre outras preferências.

No caso de um formulário, você vai encontrar nessa etapa várias opções diferentes. Um exemplo é o “Formulário instantâneo”.

Formulário instantâneo no Instagram Ads

Ao escolhê-lo, você pode clicar em Criar formulário, você vai se deparar com um box com várias opções para desenvolvê-lo, com: tipo de formulário, apresentação, perguntas, privacidade e conclusão.

Formulário do Instagram Ads

Mas esse é apenas um dos tipos.

Novamente, vale ressaltar: a plataforma é absurdamente detalhada. Isso quer dizer que é impossível criar um anúncio do zero? Claro que não! Mas que ela oferece incontáveis possibilidades para personalizar e otimizar suas campanhas.

Anúncio

Finalmente, chegamos à parte criativa! É aqui que você irá configurar toda a aparência do seu anúncio.

Você pode optar por usar a mídia do seu catálogo ou carregá-las manualmente.

Entre os formatos, há 3 opções: imagem ou vídeo único, carrossel ou coleção.

Formato de anúncio no Instagram Ads

Você pode adicionar a mídia desejada, escrever um texto principal, um título, uma descrição com detalhes adicionais, etc.

Criativo de anúncio no Instagram Ads

Agora você deve escolher o destino — para onde seu anúncio vai direcionar a pessoa —, versões em diferentes idiomas e os detalhes de rastreamento dos dados do seu anúncio.

Destino do anúncio no Instagram Ads

Após isso, basta revisar tudo e publicar!

Lembrando que alguns desses boxes mudam conforme a categoria do seu anúncio. Recomendo que, antes de tentar publicar o seu primeiro, você teste alguns dos formatos (sem publicar nada, é claro), para se familiarizar com a plataforma.

Anunciando no Instagram Ads: tutorial completo

No guia acima, descrevi de forma mais geral o processo para criação de uma campanha no Instagram utilizando o Gerenciador de Anúncios. Porém você pode criar sua publicidade direto do Instagram, sabia?

É uma opção mais prática, simples e muito menos detalhada que a anterior, mas você pode utilizá-la!

Para começar, você precisa ter uma conta no Instagram Business, ou seja, um perfil comercial vinculado à sua página de negócios do Facebook.

No próprio aplicativo, é possível fazer a conversão para perfil comercial nas configurações da sua conta.

Sendo assim, você precisa agora ter em mente qual a sua meta com o novo anúncio: mais visitas, mais tráfego, visualização de promoção.

Promoções

Se você já criou seu perfil comercial, então vai perceber que o botão “promoções” aparece logo ao lado da opção “editar perfil” do seu Instagram.

Embora não seja tão detalhada quanto a ferramenta de criação de publicidade do Facebook, ela permite criar anúncios com mais agilidade.

Caso você decida avançar, deverá passar por mais três etapas:

1. Destino

Neste campo, você define para onde pretende direcionar as pessoas alcançadas pelo anúncio:

  • Seu próprio perfil no Instagram
  • Seu site
  • Suas mensagens diretas.

2. Público

Neste espaço, você seleciona o público-alvo da publicação que você deseja utilizar no seu Instagram Ads. As opção são:

  • Automático: direciona a publicação para pessoas semelhantes a seus seguidores.
  • Local: seleciona pessoas em uma localização específica para direcionar.
  • Manual: você mesmo cria seu público direcionando locais, pessoas ou interesses específicos.

3. Orçamento e duração

Depois de selecionar o público, o Instagram vai automaticamente para uma janela de orçamento e duração da sua campanha.

Assim, você define o quanto pretende gastar por dia e durante quanto tempo (30 dias no máximo).

Depois de ajustar ambos os parâmetros, o Instagram deverá mostrar o alcance estimado para o seu anúncio.

Após completar todas essas etapas, uma janela será aberta com uma análise e um resumo da sua campanha, assim como a forma de pagamento.

Basta clicar no botão de confirmação para autorizar a veiculação dos anúncios.

Uma vez confirmada, a publicação já é também automaticamente direcionada para o Facebook Ads, onde você consegue acompanhar informações mais detalhadas sobre o anúncio.

Qual o preço do Instagram Ads

Preço do Instagram Ads

A grande verdade é que não há um preço fixo, porque tudo depende de incontáveis fatores. É o mesmo que você me perguntar quantos reais custa o dólar: hoje eu sei o valor, mas amanhã ele provavelmente vai mudar.

Falando em dólares, vale dizer que o Instagram Ads estabelece um valor mínimo de US$1 diário para veicular qualquer anúncio. Ou seja, somente aí, já temos um fator de variação.

Agora, falando em termos marqueteiros: em média, as empresas pagam entre R$1,14 a pouco mais de R$11,00 por clique (CPC). Já no caso do CPM (custo por impressão), o valor pode chegar a R$38,25 a cada 1000 impressões no Instagram.

Porém, esses valores são apenas médias, já que pode variar a depender do segmento, sua competitividade, entre outros.

É uma lógica parecida com o que acontece no Google Ads, por exemplo.

Agora, o mais importante não é propriamente entender o valor, mas o que influencia no custo do seu anúncio do Instagram.

Você sabe?

Vou citar os principais, olha só:

Tipo de anúncio

O formato e a qualidade do seu ad vão influenciar seu custo porque impactam muito nos seus resultados.

Um exemplo que vi num case da AdEspresso foi que imagens de produtos com um CTA mais claro e objetivos custam menos que imagens de produtos sem CTA.

Estratégia de lances

É importante prestar atenção nas estratégias de lances, que se baseiam nos seguintes fatores:

  • custo por clique (CPC)
  • custo por 1.000 impressões (CPM)
  • custo por ação (CPA)
  • custo por curtida (CPL)

Por exemplo, se o seu foco é segmentar aqueles mais avançados no funil de vendas e finalmente convertê-los em clientes, minha dica é se basear no CPC ou CPA.

Agora, se o objetivo é maximizar o brand awareness, é natural que você mire mais exposição, muitas impressões ou curtidas. Logo, CPM e CPL são boas opções.

Quer aumentar o conhecimento da sua marca ou produto? Você pode querer alta exposição e muitas impressões ou curtidas.

Métricas

Outro ponto que você deve prestar atenção é definir métricas para entender seu sucesso. Aqui, CTR e taxa de conversão entram em cena.

Definição de público-alvo

Ficou claro que o Instagram Ads possibilita que você segmente em níveis absurdamente detalhados seus anúncios, certo?

Esse é um ponto relevante na definição dos custos.

Afinal, mirar usuários com interesses semelhantes aos do seu produto, serviço ou mesmo marca como um todo, é uma garantia de mais cliques e impressões, o que otimiza o ROI.

Porém, é claro, os interesses são apenas um dos fatores. Existem vários outros, como comportamento, demográficos, localização e mesmo públicos semelhantes (chamados de lookalikes).

Timing

Se você tem um produto cujo fornecedor leva um mês para fabricar, não é uma boa ideia anunciá-lo somente próximo do natal, concorda?

Esse é um exemplo exagerado, mas resume a importância do timing.

Anúncios em certas épocas do ano são mais competitivos, pois seus concorrentes também estão atrás dos cliques e impressões que você está.

Tamanho da audiência

Aqui é simples: quanto maior a audiência selecionada, mais barato seu anúncio — pois a competitividade é menor.

Indústria

É muito mais provável que uma loja de roupas pague mais em um ad do Instagram que uma startup B2B que vende uma solução para gestão de clientes.

No entanto, isso não quer dizer que o segmento B2B sempre sai de bolsos cheios: como há menos empresas no Instagram, falamos de uma audiência mais selecionada. Ou seja, menor e também disputada!

banner guia para vender através das redes sociais

Como saber se estou pagando barato ou caro dos meus anúncios

Mas então, como você vai saber se o que está pagando abaixo, dentro ou acima da média em seus anúncios?

Essa pergunta tem uma resposta cujo nível de complexidade varia do seu entendimento sobre o seguinte tema: métricas!

Vou ir direto ao ponto aqui, ok?

  • Em primeiro lugar, preste atenção ao CAC (custo de aquisição do cliente), uma métrica útil que mede quanto custa adquirir um novo cliente.
  • Em segundo lugar, o LTV (lifetime value do cliente) é uma medida de quanta receita um cliente vai trazer ao longo de seu relacionamento com sua empresa.
  • Por fim, o ROI (retorno sobre o investimento) é uma medida do lucro obtido com um investimento.

Até aí, tudo bem, certo?

Vamos lá, com uma análise bem simples, mas que pode clarificar sua análise (mesmo se você nunca parou para fazer qualquer análise de custos do Instagram Ads):

Se o seu CAC está baixo e o seu LTV está alto, isso significa que provavelmente você está pagando um barato pelos seus anúncios.

Por outro lado, se o seu CAC for alto e o seu LTV for baixo, provavelmente você está pagando um custo alto pelos seus anúncios no Instagram.

Além disso, novamente, fatores como público-alvo, formato de anúncio e estratégia de lances também podem afetar o custo de seus ads no Instagram.

Minha principal dica é se aprofundar no tema de gestão por indicadores e procurar entender mais sobre cada uma das principais para sua empresa — com base, é claro, em sua estratégia!

KPIs do Instagram Ads

KPIs do Instagram Ads

E agora, como avaliar o retorno sobre o investimento (ROI) de suas campanhas no Instagram?

Vou dar a mesma resposta que escrevi no tópico acima: métricas!

Vale separar alguns dos KPIs que acho essenciais para quem está analisando resultados de anúncios do Instagram:

  • Impressões: rastreiam o número de vezes que seu anúncio foi exibido. Ele ajuda você a medir o alcance e a visibilidade do seu anúncio. Recomendo que seja considerado especialmente em estratégias de topo de funil (estágio de conhecimento).
  • Engajamento: considera o número de curtidas, comentários e compartilhamentos em seu anúncio. Ele ajuda você a medir o nível de interação e interesse. Recomendo que você o considere na etapa de consideração do funil, conhecido como meio.
  • Alcance: alcance rastreia o número de usuários únicos que viram seu anúncio. Ele ajuda você a medir o impacto potencial do seu anúncio. O alcance deve ser analisado na etapa de awareness do funil.
  • Taxa de cliques (CTR): o CTR rastreia o número de cliques em seu anúncio dividido pelo número de impressões. Ele ajuda você a medir a eficácia de seu anúncio em gerar cliques. Essa é uma métrica mais global, mas pode ser bem utilizada em estratégias de meio de funil.
  • Taxa de conversão: monitora o número de conversões dividido pelo número de cliques em seu anúncio. É ótimo para transparecer a eficácia das estratégias de fundo de funil (etapa de decisão).
  • Custo por conversão: trata do custo do seu anúncio dividido pelo número de conversões. Mede a relação custo-benefício do seu anúncio. Outro KPI bacana para incluir na análise de estratégias de fundo de funil!
  • Return on Ad Spend (ROAS): o Retorno sobre os gastos com anúncios considera a receita gerada pelo seu anúncio dividida pelo custo do mesmo. Um KPI diferente, que recomendo analisar especialmente no pós-venda.
  • Lifetime Value (LTV): trata da receita estimada gerada por um cliente ao longo de seu relacionamento com sua empresa. Outro indicador que pode ser aplicado em análises de pós-venda.

Além disso, saiba que os objetivos do seu anúncio desempenham um papel importante na determinação de quais métricas focar.

Por exemplo, se sua meta é aumentar o brand awareness, o alcance e as impressões são as métricas mais importantes a serem monitoradas.

No entanto, se sua meta é gerar conversões, a taxa de cliques e a taxa de conversão são mais relevantes.

Para analisar cada métrica de forma eficaz, é importante ter uma compreensão clara da jornada do cliente e quais ações você deseja que ele execute.

Exemplos de anúncios no Instagram

Aprender com grandes marcas nunca é demais.

Confira três exemplos de como elas têm usado os anúncios no Instagram Ads para vender mais!

1. Domino’s

Você sabia que pizza é a comida mais postada no Instagram?

A Domino’s sabe bem disso e apostou em um anúncio veiculado sempre à noite, quando as pessoas saem famintas dos bares e das baladas.

Anúncio no Instagram Ads

A verdade é que uma imagem como essa passa vontade de comer até para quem não está com fome!

Em primeiro lugar, temos uma foto super simples, porém de alta qualidade.

Em segundo lugar, a legenda é direta e objetiva, sem exceder o espaço para leitura imediata, e ainda com emojis, que cativam o público-alvo.

2. Starbucks

Olha que imagem mais criativa convidando para um happy hour na cafeteria!

Exemplo de anúncio no Instagram

Explorar as cores dessa maneira é uma ótima maneira de chamar a atenção do público.

3. Pão de Açúcar

Para os supermercados, os anúncios do Instagram também são um prato cheio.

Você pode trabalhar mil combinações entre os produtos em diferentes ofertas.

Exemplo de anúncio do Pão de Açúcar no Instagram

Na imagem, vemos um texto bastante curto e chamativo para causar um certo senso de urgência nas pessoas: “só no app” e “só amanhã”.

Além disso, a marca conseguiu em um só anúncio garantir pelo menos duas conversões: o download do aplicativo pelos usuários e a venda das bebidas alcoólicas em oferta.

4 dicas para fazer um bom anúncio no Instagram

Agora, você já sabe bastante sobre anúncios no Instagram. Mas isso não é tudo!

Se você realmente quer se destacar em relação aos seus concorrentes, é preciso ir além do básico.

E essas dicas que preparei podem ajudar a dar aquele upgrade no seu anúncio.

1. Foque no visual

É o maior clichê, mas nem por isso deixa de ser verdade: uma imagem vale mais do que mil palavras.

Por isso, preste bastante atenção à qualidade da fotografia.

Parece uma dica óbvia, mas postar anúncios com visual que chame a atenção não é tão simples assim.

A imagem deve ser criativa, a resolução deve ser alta, as cores devem ser fortes e reais e, quanto mais detalhes forem visíveis na fotografia, melhor.

Caso contrário, com tantos outros estímulos, o consumidor simplesmente não vai se interessar pelos seus produtos.

Outra dica: evite colocar textos nas imagens, a não ser que sejam indispensáveis.

Além de deixar a publicação com aspecto poluído, o Instagram costuma reduzir o alcance desse tipo de post.

O recém-citado anúncio do Pão de Açúcar é um belo exemplo a ser seguido, já que a imagem tem um texto curto, objetivo e importante para a imagem.

2. Crie descrições curtas

A ideia é que a descrição caiba toda na legenda, sem levar o usuário a clicar em “mais” para continuar lendo.

Muita gente simplesmente perde o interesse quando se depara com textão, até porque, se elas estão no Instagram é porque querem consumir imagens, e não “perder tempo” com leitura.

Portanto, seja objetivo. Limite-se a usar no máximo 125 caracteres.

3. Tenha uma meta definida

Não deixe de especificar os objetivos que você deseja alcançar com seu anúncio do Instagram.

Isso vai ajudar a direcionar melhor a campanha para o público certo, além de facilitar a análise dos resultados.

Como já mencionei neste post, você precisará definir entre as opções abaixo quais são as mais interessantes para seu negócio:

  • Reconhecimento da marca
  • Alcance
  • Tráfego
  • Instalações do aplicativo
  • Envolvimento
  • Visualizações de vídeo
  • Conversões.

4. Faça testes

Os testes vão ajudá-lo a descobrir que tipos de anúncios têm a preferência do seu público.

Para isso, também vale experimentar diferentes versões de um mesmo anúncio para descobrir qual teve melhores resultados, como nos testes A/B, por exemplo.

Estratégias de Marketing envolvendo o Instagram Ads

Estratégias de marketing para Instagram Ads

E se você pudesse não somente aumentar o reconhecimento da sua marca ou colecionar novos cliques em seu site, mas verdadeiramente potencializar sua estratégia de marketing?

Bom, vou te dar algumas dicas para conquistar isso.

1. Desenvolva a jornada do cliente com base no comportamento do usuário do Instagram

Ciro Bottini que me perdoe, mas acho que você não deve somente pensar em “vender, vender e vender!” quando o assunto é estratégia de ads no Instagram.

Veja pelo seguinte ponto de vista: inteligência de verdade é usar seu orçamento para atingir o público-alvo que você quer atingir.

Isso quer dizer que você pode, sim, conquistar vendas de primeira, mas pense também naqueles usuários que avançaram na jornada do cliente. Eles viram sua marca, gostaram dela e agora estão cientes de seus produtos.

É a deixa para evoluir sua relação e fazê-los avançar no funil.

E veja bem, essa é a situação mais comum. Me diga: quando foi a última vez que você viu um anúncio no Instagram e comprou algo na hora?

Você não sabe nada sobre a marca e quer saber mais antes de comprar.

O que me deixa desanimado às vezes é ver empresas olhando para uma campanha de engajamento e buscando conversões.

Veja bem: esse não é o objetivo.

Sua função é obter interações e preencher o topo desse funil. Depois nos ocupamos com a conversão. Pense nisso como um ecossistema.

2. Para o topo de funil, escolha o objetivo “Engajamento” para suas campanhas

Por que gastar muito dinheiro em anúncios de conversão?

Reduza os custos escolhendo o Engajamento como objetivo. É uma forma barata de encontrar pessoas interessadas na sua marca.

Nesse sentido, é importante entender a reação do seu público ao seu conteúdo.

Lembre-se de que o Instagram é mais direcionado visualmente, portanto, as técnicas de narrativa e interação podem ser diferentes de outras redes sociais, mais baseadas em texto, como o próprio Facebook.

Entender a diferença nos posicionamentos, no stories, e etc, é super importante.

Uma dica quentinha para quem está lendo isso e quer novidades para 2023:

Ads no Stories não contarão mais com botões como CTA, mas sim CTA stickers com o link.

A dica é deixar cerca de 20% da parte inferior da imagem livre de elementos visuais, para que o sticker não ocupe informações importantes e acabe arruinando seu CTR.

Olha só como vai ficar a partir de agora, de acordo com o que vi no blog da Meta:

Exemplo de CTA para Instagram Ads

Eles dizem que o recurso será introduzido aos poucos, mas eu recomendo começar a adequar o quanto antes!

3. Para ads de meio de funil, escolha o objetivo de Tráfego ou de Cadastros

Talvez um dos principais dilemas para os SEOs e marqueteiros, o meio de funil existe e pode ser muito útil para sua estratégia de marketing.

Mas saiba: às vezes ele pode ser muito necessário, às vezes não.

Deixo essa análise com você e com seus dados.

Digamos que você esteja gastando dinheiro em clientes em potencial no topo do funil, mas eles não estão convertendo.

Eles se interessam pela sua marca e pelo valor oferecido, mas mesmo com remarketing, eles não convertem.

Aqui uma estratégia de meio de funil é necessária.

Afinal, eles podem simplesmente não entender o valor do seu produto ou serviço, ou o custo pode não ser justificado (agora).

Para corrigir isso, mire nas metas de campanha que estão no meio.

Você pode direcionar tráfego para seu blog ou oferecer algo valioso, como um e-book, por meio de anúncios de cadastro no Instagram.

Dê a eles algo de valor, mas não um compromisso total como uma compra.

Dessa forma, você pode alimentá-los até que estejam prontos para a conversão.

Espionando o seu concorrente e melhorando os seus anúncios

No marketing digital, não há nada mais valioso do que ser estratégico ao analisar as coisas. Essa é uma área em que a gente busca evocar emoções, mas deve fazer nossa parte do trabalho calcada em muita racionalidade.

Por isso, recomendo que você aproveite o potencial do Instagram Ads para espiar um pouco do que funciona e não funciona para os seus concorrentes.

Como? Existem várias maneiras! Eu gosto muito da tática de pesquisar no Meta Ad Library. Você pode procurar pelo nome dos seus competidores e filtrar pelo tipo de ad, idioma, plataforma, etc.

Além disso, é possível utilizar palavras-chave para pesquisas mais a fundo anúncios que lhe inspirem a criar os seus.

Outra tática é mais clássica: fuçar o feed do Instagram até achar o ad de um competidor.

Uma dica é clicar nos três pontinhos logo acima da imagem (se for encontrada no feed mesmo) e selecionar “Por que estou vendo esse anúncio?”, com as razões do por que esse ad estar aparecendo.

Você vai ver algumas informações básicas, mas muito interessantes, como a localização, demográficos como a idade, interesses ou mesmo que seu perfil é similar ao do público-alvo da anunciante em si.

Com essas informações em mãos, fica mais fácil direcionar seus anúncios para o público-alvo que seu concorrente busca atingir.

Você pode usar os dados coletados para customizar a audiência do seu próximo anúncio, escrevendo no campo “Direcionamento detalhado”:

Direcionamento detalhado no Instagram Ads

Nesse exemplo, eu adicionei uma marca específica que meu anúncio pode mirar. Porém, eu posso escolher palavras-chave, produtos ou marcas para excluir, o que afunila ainda mais a audiência.

Remarketing com o Instagram Ads

No Instagram, uma tática bem valiosa é se aproveitar do remarketing para atingir usuários que já interagiram com seus anúncios, engajaram com seu conteúdo orgânico ou visitaram seu site ou app.

Lembra daquele indicador que mencionei antes, o ROAS? Se você consegue a conversão de leads por meio de táticas de remarketing, você conquista um cliente utilizando uma tática mais barata, o que aumenta o retorno sobre gastos com anúncios.

Mas como fazer isso? O método mais simples é por meio da instalação do Pixel do Facebook em seu site ou app.

Posteriormente, você deve criar uma campanha e selecionar o tipo de audiência que origina do site com o Pixel em si.

Eu acho que sempre vale a pena ter uma estratégia de remarketing “na agulha”, pois ela pode ser eficaz e impulsionar algumas de suas métricas.

Porém, é claro, o mais importante é que elas colocam sua marca na tela de quem já está habituado (ou se habituando) com a mesma.

No entanto, eu preciso dar um aviso aqui: estamos chegando na era sem cookies — ou cookieless era.

E isso é super importante para esse tópico.

Um cookie, no contexto da internet, é um um arquivo pequenino que que armazena informações sobre um usuário que visita um site.

Ou seja, toda vez que você visita o meu blog, um cookie é coletado — ou melhor, vários, para diferentes fins!

Ao criar suas campanhas em plataformas como o Instagram Ads, você invariavelmente precisa de cookies, pois são eles que dizem que você é um indivíduo X, que visitou o blog do Neil Patel e leu alguns de meus conteúdos — entre outros dados exatos.

Assim sendo, são dados de terceiros que a plataforma de anúncios tem acesso e, baseados neles, é possível criar campanhas tão precisas.

Isso é conhecido como third-party data.

O que se discute agora é o fim da era dos cookies, uma resposta das big techs aos problemas de privacidade enfrentados na última década.

O Google, por exemplo, está criando o “Privacy Sandbox“, que vai ser um meio de campo para que empresas possam acessar dados de consumidores, mas não de forma tão intrusiva.

No caso do Facebook, a coleta de dados será feita com auxílio da API de Marketing.

De acordo com o próprio artigo da Meta sobre a API, ela “pode ser usada para consultar dados de forma programática, criar e gerenciar anúncios, bem como realizar diversas outras tarefas.

Assim, o próprio site requisita ao usuário a autorização para coletar seus dados — o que chamamos de first-party data.

Leve em conta esse insight na hora de estruturar sua estratégia de marketing nos níveis mais técnicos (que envolvam, por exemplo, Pixels e APIs).

O “fim” dos cookies ainda não aconteceu, mas recomendo muito que você fique ligado nas novidades — pois a data em si sempre muda.

A última atualização do Google promete que essa ação acontecerá a partir do segundo semestre de 2024, conforme vi no Meio & Mensagem.

Se você tem interesse, veja esse vídeo em que dou minhas opiniões sobre o assunto:

Anúncios e tráfego orgânico — unificando as estratégias

Para unificar e maximizar totalmente os resultados dos anúncios do Instagram e do tráfego orgânico, é importante ter uma estratégia coesa e consistente.

Isso significa garantir que seu perfil do Instagram esteja alinhado com seus esforços de marketing em geral.

Assim, é possível garantir que ele incorpore a melhor abordagem para atingir seu público-alvo.

Trocando em miúdos: ao combinar os anúncios do Instagram e o tráfego orgânico, você pode alcançar um público mais amplo e aumentar as conversões.

Como? Bom, existem vários métodos.

Por exemplo, você pode escrever um artigo bombástico para o seu blog, perfeitamente otimizado e que, por isso, ranqueie na SERP.

Junto, você pode instalar um pixel de remarketing do Facebook e usar o Instagram Ads para mostrar produtos que possam ser de interesse de quem visitou esse conteúdo em si.

Se o artigo é sobre as melhores e mais seguras fechaduras para residências de 2023, você pode segmentar os leitores desse artigo como um público-alvo para uma campanha de venda de fechaduras eletrônicas da sua marca.

Percebe? É um exemplo básico, mas que mostra como é possível (e mesmo fácil) ser um tantinho criativo e mesclar as estratégias.

Outra abordagem pode ser criar consistentemente conteúdo de alta qualidade que se alinhe com sua marca e ressoe com seu público-alvo.

Fácil é falar, Neil“. Ok, eu sei, mas vou te mostrar um exemplo hipotético:

Pense que eu comando uma empresa de roupas e eu crio uma série de tutoriais de moda e estilo que mostrem meus produtos em uso e destaquem os recursos e benefícios exclusivos.

Os tutoriais podem ser compartilhados no Instagram e em outras plataformas de mídia social.

Com isso, eu posso me aproveitar dos anúncios do Instagram para atingir um público mais amplo e direcionar tráfego para os tutoriais.

Além disso, eu posso usar táticas de SEO para otimizar seus artigos para mecanismos de pesquisa, tornando mais fácil para clientes em potencial encontrá-los ao pesquisar tópicos relacionados.

Isso não apenas direciona o tráfego orgânico para o site da minha empresa, mas também ajuda a estabelecer a marca como líder no  setor, construindo confiança e credibilidade com o público-alvo.

banner guia para vender através das redes sociais

Conclusão

O Instagram é uma das maiores redes sociais que existem, o que significa que as suas oportunidades de alcance são infinitas.

É maior até que o Twitter, e as grandes marcas estão se dedicando bastante na veiculação de anúncios no Instagram.

E isso significa que você deveria fazer o mesmo.

Para começar, decida quais formatos de anúncio funcionam melhor para você e sua empresa.

Veicule anúncios no feed do Instagram para que eles apareçam no feed do público que para o qual você os direcionou, junto com posts normais do Instagram.

Eles incluem anúncios em foto, vídeo e carrossel.

Não se esqueça de acrescentar formulários de lead para conseguir mais informações sobre o público que você está tentando alcançar.

Veicule anúncios no Instagram Stories para que os usuários os vejam no meio dos Instagram Stories das pessoas que eles seguem.

É bem fácil veicular um anúncio de única imagem ou único vídeo.

O custo de cada tipo de campanha de Instagram Ads é totalmente personalizável, para que você nunca estoure o seu orçamento.

Basta definir seu público-alvo, selecionar o posicionamento dos anúncios e definir o orçamento e o calendário que funcionam melhor para você e sua empresa.

É simples (e com todo esse custo benefício) assim!

De que maneira você usa o Instagram Ads para aproveitá-lo ao máximo?

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe