Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Networking: O Que É, Para Que Serve e Como Fazer (+24 Dicas)

networking-o-que-e

Networking é uma estratégia que consiste na formação de uma rede de contatos, pautada em relacionamentos profissionais e comerciais de auxílio mútuo, nos quais são compartilhados interesses em comum, informações, indicações e parcerias. Fazer network, portanto, é importante para carreiras e empresas.

Você sabia que as suas amizades são um ativo para sua empresa?

O networking é uma prática relativamente simples de ser aplicada.

Trata-se de cultivar relacionamentos que trarão mais oportunidades e conhecimento para você e seu negócio.

Uma rede de relacionamentos pode fazer o seu negócio crescer mais rápido.

O contrário também é verdade: possuir relacionamentos ruins pode frear o seu desenvolvimento.

Agora, me diga, será que essa história que eu vou contar soa familiar para você?

Você teve uma ideia incrível para um negócio e passou algum tempo criando um plano de negócio e validando sua ideia.

Depois, divulgou sua nova empresa da melhor forma que pôde e talvez até tenha ganhado algum impulso depois disso.

E aí você chegou a um ponto em que não sabia o que fazer a seguir e se sentiu um pouco perdido.

Vou ser sincero com você.

Escalar o seu negócio a partir do nível inicial é incrivelmente difícil.

E é exatamente por isso que 95% das startups deixam de cumprir suas projeções, por exemplo.

Mas eu trago boas notícias!

Você pode escapar esse destino cruel. Você já ouviu falar da “regra 64/4”?

Essa regra diz que 64% dos efeitos vêm de 4% das causas.

Em outras palavras, muitas das atividades em que você investe seu tempo diariamente são inúteis.

Porém, se você pensar pelo lado positivo, existem algumas atividades de grande impacto que podem fazer a diferença no seu negócio.

Sua tarefa é identificar quais são essas atividades, para assim obter os melhores resultados que elas poderão trazer para a sua empresa.

Uma delas eu já revelei.

Networking!

Todas as empresas bem-sucedidas formaram relacionamentos significativos que possibilitaram um caminho rápido e sustentável para o sucesso.

O networking, também conhecido como rede de contatos, é a maneira de criar e manter relações profissionais em vários ambientes diferentes, podendo utilizá-las para algum fim em específico – novos investimentos, fornecedores, clientes, etc.

Diferente do que muitas pessoas pensam, essa rede pode ser tanto pessoal, quanto profissional.

Realizar networking costuma assustar algumas pessoas.

Isto acontece porque elas pensam que criar contatos é uma atitude falsa, embora outras acreditam que esse é um acontecimento natural nos relacionamentos atuais.

O que você precisa entender é que manter uma boa relação com quem quer que seja é primordial para qualquer pessoa e qualquer situação.

E quando essas relações são profissionais, você pode obter muitos benefícios com as trocas de conhecimento, experiências e informações.

Se você tiver interessado em fazer o mesmo, esse artigo é para você. Com ele você vai:

  1. Conhecer o conceito de networking
  2. Saber qual é a real importância da proatividade no networking
  3. Entender como o networking pode ser importante para a sua carreira e para os seus negócios
  4. Aprender a fazer networking de forma eficiente
  5. Aprender a ativar a sua rede de contatos
  6. Conhecer as principais dicas para tomar o controle da situação
  7. Saber como usar o networking para crescer a sua empresa
  8. Aprender como utilizar o networking na sua vida pessoal.

Boa leitura!

O que é e para que serve o networking?

networking-como-funciona

Algumas pessoas acham que fazer networking é entregar cartões de visita e almoçar com amigos relacionados ao seu negócio, achando que apenas isso irá trazer algum benefício para os seus negócios.

Acredite, isso é apenas uma parte bem pequena do networking!

A base do networking é construir relacionamentos sólidos e duradouros. É motivar as pessoas a conhecerem e se interessarem por você, além de confiarem e desejarem fazer negócio ao seu lado.

Você sabia que todas as conexões pessoais e profissionais que você cria podem ser aproveitadas para impulsionar sua empresa exponencialmente?

Isso pode acontecer tanto através de canais online, como offline. De fato, esses dois canais estão mais conectados do que você imagina.

Aqui está um gráfico ilustrando como atividades de marketing online e offline se alinham:

Gráfico que ilustra como atividades de marketing online e offline se alinham

Você sabe que atividades podem ser consideradas networking?

  • Entrar em grupos em todas as mídias sociais
  • Ir a eventos da indústria
  • Se tornar parte de um espaço de coworking
  • Ir a reuniões de negócios e conferências em pessoa
  • Formar parcerias com influenciadores online.

Essas são apenas algumas das ideias que vamos explorar mais tarde.

Agora, vamos falar de um fator que toda estratégia de networking precisa ter para ser bem-sucedida.

Não interessa se você vai fazer networking online ou pessoalmente e não interessa que tipo de relacionamentos você está tentando criar ou quais são os objetivos do seu negócio. Se você não tiver uma história atraente para contar, não vai saber o que dizer quando for hora de se comunicar com seus alvos.

E você sabe por que possuir sua própria história é tão importante?

  • Histórias são a via expressa para o cérebro
  • Histórias destacam propósitos e motivam grandes multidões a agir
  • Histórias facilitam a identificação com você, fornecendo contexto sobre seu negócio
  • Histórias são as ferramentas de vendas mais poderosas que existem.

É por isso que depois de apresentações, 63% das pessoas se lembram das histórias que elas ouviram, e apenas 5% lembram das estatísticas.

lllll

Mas como você pode utilizar o storytelling para ampliar suas ações de networking?

A ideia aqui não é criar um pitch rápido que você vai repetir para todo mundo que conhecer.

Idealmente, você deve criar várias histórias e a mensagem central da sua marca deve ser um tema comum a todas essas narrativas.

Assim, dependendo do lugar onde você estiver, você pode avaliar qual história criada por você se encaixa melhor naquele ambiente em questão e para as pessoas que estiverem ali presentes.

A importância e o poder da rede de relacionamentos – ou do seu networking

poder da rede de relacionamentos e networking

Além de possuir uma ótima história para contar para os seus novos contatos de networking, você precisa focar em ser uma pessoa altamente proativa.

E você sabe o motivo de eu estar afirmando isso?

Ser uma pessoa proativa é saber se antecipar e se responsabilizar por suas próprias ações e escolhas em qualquer tipo de situação.

Ser proativo é possuir uma grande vontade de tomar a iniciativa por conta própria, sem que ordens precisem ser dadas, buscando soluções prévias para que possíveis problemas sejam resolvidos de forma prática e rápida.

Isso é de suma importância quando o assunto é networking, pois você precisa se antecipar às ações de qualquer pessoa com quem quer se relacionar.

Nunca espere ser abordado por uma conexão vital para o seu negócio, pois isso dificilmente acontecerá, principalmente se sua empresa estiver dando os primeiros passos no mercado.

Se você estiver em um evento, por exemplo, chegue cedo, apresente-se e crie uma conexão logo de cara com as pessoas que você quer que façam parte da sua rede de networking.

Uma boa forma de fazer isso é contando uma história, como vimos.

Antes de mais nada, você precisa saber como pode ser útil ou como pode suprir algum desejo das pessoas com quem você quer se relacionar.

Fazendo esse importante dever de casa, tenho certeza de que muitas portas vão se abrir para você.

Algumas pessoas têm medo de não conseguir aumentar sua rede de networking por serem tímidas demais.

Se esse também for o seu caso, vou deixar algumas dicas aqui para você:

  • Selecione muito bem com quem você quer conversar. Isso vai fazer com que você evite certos desgastes e aumente sua rede de networking com contatos de qualidade
  • Se você tiver um contato em comum com o seu alvo, peça que ele apresente vocês. Com certeza isso vai aliviar toda a pressão que você estiver sentindo no momento
  • Faça os primeiros contatos com os seus alvos de forma online. Assim, quando vocês forem se conhecer pessoalmente, a tensão da conversa cara-a-cara não existirá ou será amenizada
  • Chegue antes a eventos presenciais. Quando ainda não existem muitas pessoas no local, fica mais fácil e menos intimidante abordar alguém
  • Pense previamente e com bastante cuidado no que falar para cada uma das pessoas com quem você quer se relacionar. Assim, você não vai precisar perder tempo com amenidades sem saber o que falar.

Como o Networking Pode Ser Importante Para a Sua Carreira e Para os Seus Negócios?

networking-carreira-negocios

Normalmente, as pessoas pensam que criar novos contatos é apenas uma forma de aumentar o ciclo social onde elas estão inseridas, a fim de manter bons relacionamentos com eles.

Porém, eu, assim como você, estou realizando pequenas ações o tempo todo e todas elas me aproximam de novas pessoas sem que eu perceba.

Essa nova aproximação pode acontecer em uma viagem, em um curso, nos negócios, ou na faculdade, por exemplo.

Você pode até não perceber muitas das vezes, mas essas novas conexões podem estar diretamente ligadas a diferentes partes da nossa vida, tanto na área social, quanto na profissional.

Não sei se você conhece, mas existe uma teoria que diz que todos nós estamos à 6 pessoas de distância de qualquer outra pessoa no mundo todo!

Essa teoria é a “the small world problem” ou “os 6 graus de separação”.

Essa teoria foi testada pelo sociólogo Stanley Milgram, em um estudo no ano de 1967.

Trezentas pessoas participaram do experimento e todas elas tinham que levar uma carta a uma pessoa específica (um corretor da bolsa de valores em Boston), passando a carta para pessoas que conhecessem alguém próximo a ele.

Em média, a carta passava por cinco pessoas diferentes antes de chegar ao seu destino final, totalizando seis graus de separação.

O único problema do teste era que apenas 3% do total das cartas chegaram de fato ao seu destino final.

Em 2001, o experimento foi recriado pelo sociólogo Duncan Watts, com o envio de e-mails, mas apenas 1,6% do total chegou ao seu destino final.

Isso quer dizer que a teoria é falha? Não.

Veja o que o psicólogo Earl Hunt explicou sobre isso no livro The mathematics of behavior:

“Os pesquisadores assumiram que não existem pessoas isoladas no sistema de e-mail qualquer pessoa pode chegar a qualquer outra pessoa se ela se esforçar o bastante. Cadeias acabam porque as pessoas perdem o interesse, não porque elas não podem pensar em alguém para enviar uma mensagem.”

Para verificar esta hipótese, os pesquisadores enviaram um e-mail ao remetente que não conseguiu passar a mensagem para a frente.

Menos de 1% das pessoas contatadas disse que não tinha para quem enviá-la.

Aparentemente, elas simplesmente perderam o interesse.

A conclusão de Watts é de que você está sim a poucos passos de quem quer alcançar, mas que isso vai acontecer apenas se você tiver muito empenho para chegar ao seu alvo.

Primeiro, peço que você pense onde você está gastando a maior parte do seu tempo e em como você está cultivando seus relacionamentos pessoais e de trabalho.

Eles podem proporcionar contatos incríveis para você.

Partindo dessa linha de pensamento, vou mostrar para você como o networking é imprescindível para que seus relacionamentos profissionais fiquem cada dia mais forte e atinjam seus objetivos.

Carreira

Quando você passa a conviver com pessoas interessantes e inspiradoras, seu potencial para ter novas e ótimas ideias, a fim de crescer dentro do seu nicho aumenta consideravelmente.

Se você se mantiver conectado, tenho certeza de que suas oportunidades de crescimento e aprimoramento de conhecimentos vão melhorar bastante.

Porém, o networking é uma relação de troca onde as duas partes ganham.

Então, sua rede de contatos precisa ser baseada na troca de informações, conhecimentos e experiências.

Você não vai conseguir obter êxito se pensar apenas em ganhar em cima das outras pessoas. Seu mindset precisa sempre estar alinhado com o seguinte pensamento: doar para ganhar lá na frente.

Negócios

Se você quer ver seus negócios crescendo, é impossível fugir do networking, principalmente se a sua empresa ainda está dando os primeiros passos dentro do seu nicho de atuação.

Qualquer relação comercial precisa ser construída por pessoas que buscam o mesmo objetivo: resultados.

Se a sua empresa oferece um serviço e você costuma postá-lo em suas redes sociais, com certeza quando uma pessoa da sua rede de networking precisar desse tipo de serviço, ela entrará em contato com você ou vai indicá-lo.

Então, você precisa sempre focar em como se relacionar de maneira benéfica com a sua rede.

E lembre-se: jamais peça algo sem que antes você tenha oferecido algo de valor.

O networking vai ter dar mais vantagens com investidores

Tenho certeza de que você conhece essa expressão:

“Dinheiro é como oxigênio para um negócio.”

Em outras palavras, nada vai sufocar seu negócio mais rápido do que a falta de dinheiro.

Entre as 20 maiores razões pelas quais startups fracassam, a falta de dinheiro aparece na segunda posição.

Gráfico de motivos de fracasso de startups

É por isso que investidores são uma tábua de salvação para muitos negócios.

Imagina só!

Investidores recebem muitos e-mails de empreendedores pedindo investimentos. E todos eles prometem um retorno rápido sobre aquele investimento.

Quantos negócios você acha que conseguem cumprir essa promessa?

Considerando que 80% das startups não têm nenhum retorno sobre investimento, eu diria que bem poucas.

Grande parte dessa falta de resultados é causada por má gestão financeira.

Aqui está uma prova disso:

startup-finance-networking

Mas, e se você tiver mais impulso?

É aqui que entra o networking.

Quanto mais conexões de boa qualidade você tiver, mais fácil é convencer investidores a colocar dinheiro em sua startup.

Aproveite seus contatos.

Não tenha medo de pedir à sua rede de contatos que conecte você com potenciais investidores.

Informe a todo mundo que você está planejando escalar seu negócio e procurando investimentos.

Não exagere na “conversa de vendedor.”

Apesar do seu objetivo aqui ser dinheiro, as pessoas detestam que tentem vender qualquer coisa a elas.

E isso inclui investidores.

Abra o diálogo com o que você tem a oferecer. É aqui que vai ser útil mencionar todos os seus contatos impressionantes.

O networking vai fazer você se destacar entre a concorrência

Eu não preciso contar para você o quanto o meio do empreendedorismo é competitivo.

Uma boa porcentagem dos negócios fracassa porque não se compara aos líderes do mercado.

Entre as 20 principais razões que explicam o fracasso de startups, a concorrência aparece na quarta posição:

A concorrência está em quarto lugar na lista das 20 principais razões que explicam o fracasso de startups

Como você pode evitar ser arrasado pela concorrência?

O importante é a diferenciação.

O networking traz exposição para os elementos que te destacam entre seus concorrentes.

Esses são os seus “fatores X”:

  • A história da sua marca
  • A cultura da sua empresa
  • Sua proposta de valor
  • Sua visão.

Esses elementos não podem ser copiados. E eles sempre vão te dar uma vantagem sobre outros negócios.

Quanto mais você fizer networking, mais terá oportunidade de aproveitar seus “fatores x”.

O networking alarga seu grupo de potenciais clientes

Segundo Jay Abraham, existem apenas três formas de aumentar um negócio:

  1. Aumentar o número de consumidores
  2. Aumentar o valor médio de transação
  3. Aumentar a frequência de compra.

Cada atividade de marketing deve servir a um ou a todos esses três propósitos.

Nas fases iniciais do seu negócio, você vai precisar de clientes em potencial.

Apesar de o networking não focar nas vendas, ele te dá uma grande oportunidade para se apresentar a potenciais clientes.

Essas são as pessoas que vão se tornar os primeiros defensores da sua marca.

Na medida em que você aumenta seu grupo de consumidores, fica mais fácil manter aquele ritmo e converter ainda mais pessoas.

Isso é conhecido como efeito de rede.

As pessoas dependem do consenso social para tomar decisões de compra.

O networking constrói sua marca pessoal

Talvez você esteja pensando: “isso não é só para construir a marca de um negócio?”

Mas aqui está uma pergunta mais importante.

Você consegue separar você e o seu negócio?

Veja o que acontece com empresas gigantes como o Facebook, a Apple e a Amazon.

Você não pensa nesses negócios sem pensar nos líderes deles. As marcas pessoais deles amplificam o sucesso desses negócios de várias maneiras.

Uma pesquisa da Nielsen determinou que “92% das pessoas confiam mais em recomendações de indivíduos (mesmo sem conhecê-los) do que em marcas.”

O networking pode elevar sua estratégia de RP organicamente

Networking e relações públicas (RP) muitas vezes são usados como sinônimos. Apesar de não serem a mesma coisa, eles são bem próximos.

Receber o tipo certo de atenção das fontes de RP certas pode ser incrível para uma startup.

Os relacionamentos que você forma podem ajudar a amplificar sua exposição e aparecer no radar das pessoas certas.

O networking permite que você atraia os melhores talentos.

Sua habilidade para atrair e reter os maiores talentos vai ter um grande impacto sobre seu sucesso.

Na medida em que você cria mais conexões, você terá cada vez mais talentos entre os quais selecionar.

Isso é aplicável tanto para formar parcerias quanto para atrair potenciais funcionários.

Como Fazer Networking de Forma Eficiente

Muitas pessoas acham que fazer networking é conhecer pessoas, aproximar-se de alguma forma e se deparar com resultados milagrosos.

Mas construir uma boa rede de networking não é tão simples assim. Antes de mais nada você precisa ser conhecido e lembrado por onde quer que você passe.

Isso vai fazer que com que seus contatos sempre lembrem de você a cada boa oportunidade que aparecer no mercado.

Mas como você pode fazer isso de fato? Vou explicar para você com as dicas a seguir:

Seja Proativo e Não Reativo

Ser uma pessoa proativa tem se tornado pré-requisito para acompanhar o crescimento do mercado, independente de qual seja o seu nicho.

Em reuniões, brainstorms e até em bate papos descontraídos com os amigos, esse é um atributo que sempre costuma aparecer.

Pessoas proativas, como já mencionei, sempre estão à frente de tudo e todos – inclusive da concorrência.

Assim, é ótimo que você tome sempre a iniciativa, contagiando sua equipe, seu público e seus contatos, a fim de conseguir encontrar diversas formas para definir a solução para problemas antes mesmo que eles aconteçam.

E isso acontece porque, independente da área em que você atue, você precisa ser confiante e não ter medo dos desafios e problemas que podem surgir no meio do caminho.

Agindo assim, com certeza você sempre terá novas ideias para fazer o seu negócio decolar.

E é por isso que você precisa evitar ao máximo ser uma pessoa reativa, independente da situação.

Você pode estar se perguntando: mas o que é uma pessoa reativa?

Ela pode ser definida como sendo o oposto de uma pessoa proativa. Alguém reativo espera que algo efetivamente aconteça para realizar uma ação.

Ou seja, uma pessoa reativa espera um problema acontecer para receber uma ordem ou perceber por si só que algo precisa ser feito a respeito.

Pessoas reativas apenas reagem aos seus problemas, elas nunca estão à frente deles.

Empreendedores não devem se encaixar neste tipo de perfil, pois é necessário que eles tomem as rédeas dos seus negócios, a fim de alavancá-los mais rapidamente.

Especialize-se em Uma Área

É fundamental que você seja um especialista no seu nicho para que seu networking obtenha sucesso. Isso se dá porque é importante haver uma troca de conhecimento em uma rede de networking.

Pense em um relacionamento onde apenas uma pessoa contribui com algo e a outra não. Ele acaba se tornando massivo e sem sentido, não é mesmo? E o mesmo ocorre com relacionamentos de negócios.

Dessa forma, é muito importante que você seja uma fonte de informação na sua área de atuação.

Para isso, você pode estudar o mercado, ler matérias recentes e sempre estar por dentro das novidades.

Também é interessante que você participe de grupos e fóruns de discussão sobre temas relacionados ao mercado em que você atua.

Uma dica é divulgar sua opinião e conhecimentos em redes sociais e blogs de terceiros, por exemplo.

Assim, você vai acabar se tornando uma referência no seu nicho de atuação, passando a ter mais acesso a ótimas oportunidades e a novas e influentes pessoas do seu nicho.

Identifique Interesses em Comum

Um relacionamento só dura quando ambas as partes possuem algum tipo de interesse nele. Então, ao conhecer uma pessoa com quem você quer se relacionar, faça perguntas a ela e evite falar sobre si mesmo logo de cara.

Quando você demonstra interesse, você está construindo uma conversa – o que é primordial em uma boa relação e um bom networking.

Um conselho que eu dou para você é: não insista!

Se você vir que a pessoa em questão não está tão interessada assim em você, não tenha vergonha de desistir e partir para outra.

O importante é conseguir contatos de qualidade e não uma quantidade imensa de contatos que não vão agregar valor nenhum a você.

Essa dica também vale para pessoas que não são tão interessantes assim para você.

A melhor coisa que você pode fazer é focar na construção de relacionamentos bons e agradáveis para todos os envolvidos.

Contribua Com Algo de Valor Fora do Óbvio

Para começar, manter e fortalecer um networking, é preciso se destacar. E para isso você precisa ser diferente dos demais.

Ser autêntico é uma das melhores formas de destaque, principalmente porque a maioria das pessoas sempre foca em fazer coisas iguais e agir de uma mesma maneira.

Uma das melhores estratégias quando o assunto é networking, é ser autêntico, ainda mais quando o seu foco é gerar valor, fugindo do óbvio.

Se a maioria das pessoas do seu nicho costuma falar e se portar de uma mesma maneira durante um primeiro contato visando um networking, pense em como você pode se destacar.

Analise toda a conduta dos seus concorrentes e aja sempre de maneira diferente e única.

Sempre foque em ser diferente e fugir do que a maioria está acostumada a fazer.

Quanto mais especial for a troca que você puder oferecer, melhor para o seu novo contato e para você.

Priorize Qualidade, Não Quantidade

Do que adianta possuir milhares de pessoas diferentes em sua rede de networking se esses contatos não compartilham os mesmos interesses que você e não vão, com certeza, apresentar algum benefício para o seu negócio?

Lembre-se sempre que a prática do networking é uma via de mão dupla, ou seja, quando apenas um lado é beneficiado essa ação perde o seu propósito inicial.

Manter uma relação sadia e duradoura com todos os seus contatos requer tempo e dedicação.

Então, se você possuir muitos contatos, vai acabar sendo difícil se dedicar igualmente a todos eles.

Por isso, sugiro que você sempre prefira selecionar todos os seus contatos.

Tente se aproximar de pessoas que tenham objetivos semelhantes aos seus, que sejam influentes no seu nicho e importantes para você de alguma forma.

Qualquer relação baseada em sinceridade e troca sempre tem grandes chances de sucesso.

Dessa forma, você também vai conseguir dar mais atenção e um tratamento melhor para a sua rede de networking, o que vai proporcionar mais oportunidades de negócio para você no presente e no futuro.

Encontre um Propósito Por Trás do Relacionamento

Você precisa ser sempre honesto, educado e franco com todos os contatos da sua rede, além de demonstrar um senso de lealdade para com eles.

Digo isto, pois essas atitudes precisam ser a base de qualquer relacionamento, incluindo os profissionais.

O networking precisa ser baseado em uma troca, mas você precisa ter cautela em relação às suas expectativas para não ter nenhuma influência negativa atrapalhando sua relação.

Nunca procure alguém apenas quando estiver desesperado, em situações difíceis ou precisando de uma mãozinha.

Mostre que você se preocupa realmente em ser útil, independentemente do momento e da situação.

Se aproximar de alguém apenas para obter algum benefício próprio não é uma atitude certa.

Além disso, você ainda possui a chance de perder toda a credibilidade que já conseguiu conquistar com a conexão em questão.

Então, seja sempre sincero consigo mesmo e com os outros.

7 Dicas Que Vão Ajudar você a Tomar o Controle da Situação

controle da situação no processo de networking

Quando você estiver fazendo um networking, é fundamental que esteja sempre no controle da situação.

E eu vou mostrar para você como fazer isso com algumas dicas valiosas.

Confira!

Dica #1 – Estabeleça Como Objetivo Conhecer 5 Pessoas Novas a Cada Oportunidade Especial

Independente do seu nicho de atuação, você precisa manter sua rede de networking sempre aquecida.

Para isso, uma dica muito boa – e que sempre me ajudou bastante na evolução dos meus negócios – é conhecer 5 pessoas novas a cada oportunidade especial.

Você pode até estar pensando que isso é muita coisa, mas não é.

E não pense que é para apenas conhecer aquela pessoa e tchau. Você precisa focar em pessoas relevantes para o seu negócio e para o seu crescimento pessoal.

De nada adianta aumentar a sua rede de relacionamento se só você acrescenta algo na relação ou vice-versa.

Muito mais importante do que a quantidade de pessoas que você conhece é a qualidade desses seus contatos.

Então, sempre que você for participar de um evento, por exemplo, se esforce para incluir mais cinco novas pessoas na sua rede de networking.

Tenho certeza que com isso seu negócio vai apresentar crescimentos consideráveis.

Dica #2 – Participe de Um ou Dois Grupos ou Eventos Por Mês, Relacionados a Sua Área

Quando você frequenta grupos ou eventos relacionados a sua área, fica muito mais fácil conhecer pessoas que podem trocar conhecimentos e audiência com você, por exemplo.

Como eu já comentei com você, é sempre importante aceitar convites para reuniões, palestras, ou qualquer outro tipo de evento que reúna pessoas do seu nicho de atuação.

Você só vai conseguir realizar um networking efetivo estando em contato com outras pessoas.

Então, procure saber sobre a programação do evento em questão: quem serão os palestrantes, os temas de suas palestras, o público-alvo e tudo mais que conseguir de informações.

Além disso, esteja sempre por dentro do que está acontecendo na sua área, conhecendo todas as novidades e tendências.

Faça também um estudo detalhado dos seus projetos para ser capaz de explicá-los para outras pessoas.

Também evite ficar mexendo no seu tablet ou celular, pois esta é uma forma maravilhosa de afastar as pessoas.

Não Perca o Seu Tempo Sozinho Nestas Oportunidades

Ao ficar muito tempo sozinho em um evento, você pode acabar passando a impressão de ser uma pessoa muito fechada e sem nada a acrescentar.

Então, sempre interaja com outras pessoas, mostrando sua utilidade e simpatia para não perder nenhuma ótima oportunidade de networking.

Evite Ficar Perto de Pessoas Que Você Conhece

Quando você comparece a um evento visando aumentar sua rede de networking, é importante que você evite ficar perto de pessoas que você já conhece.

Digo isso porque quando você objetiva realizar um networking, você precisa conhecer pessoas novas.

Então, evite ao máximo ficar muito tempo conversando com quem você já conhece, foque em aumentar sua rede de contatos.

Determine um Objetivo Que Você Deve Alcançar

A primeira coisa que você tem que ter em mente antes de chegar em um evento é: quais são os objetivos que você quer alcançar?

Porque só assim você vai poder focar em realizar um networking com as pessoas certas, que vão conseguir ajudar você a conquistar tais objetivos.

Então, defina o público-alvo de suas novas conexões antes mesmo de chegar ao evento em questão.

Dica #3 – Esteja presente nas redes sociais

O avanço da internet tem mudado a forma como as pessoas se relacionam.

Todas as redes sociais integram de forma simples e rápida seus usuários e o mundo do conhecimento.

Quando você marca presença em diferentes redes sociais, você tem a chance de encontrar outras pessoas com interesses parecidos ou iguais aos seus. Podendo, assim, criar e manter novos relacionamentos de networking.

Aconselho fortemente que você não permaneça apenas em redes sociais.

Você também precisa estar presente em blogs, fóruns e em qualquer lugar da web que possa abrir novas portas e gerar novas oportunidades para você.

Antes de mais nada, você precisa conhecer o seu público, pois é com ele que você vai criar o seu relacionamento.

Então, pense muito bem antes de postar alguma coisa para não passar a impressão errada.

Lembre sempre que o seu objetivo é criar novos relacionamentos e cultivá-los.

Dica #4 – Leve Seu Business Card Com Você Sempre

Se você ainda não tem um business card, é hora de você providenciar um.

De nada adianta você criar uma primeira boa impressão se você não tiver um cartão de visitas para facilitar a lembrança que as pessoas terão de você.

Depois de providenciá-lo, você vai poder entregá-lo ao final de cada conversa para que o novo contato da sua rede de networking consiga efetivamente entrar em contato com você.

Independente desse contato ser um investidor ou um cliente em potencial, é importante que você sempre esteja pronto para ser lembrado.

Dica #5 – Comporte-se Como Um Líder

Você precisa se portar como um líder em qualquer ocasião em que você vise realizar uma nova conexão de networking.

Isso se dá porque uma abordagem bem feita é primordial. Lembra daquela famosa frase que diz que a primeira impressão é a que fica?

Então, você precisa fazer com que as pessoas se interessem por você. Para isso você tem se portar de maneira formal e mostrar que sabe do que está falando.

Também é muito bom que você fale sobre os seus planos e negócios para que as pessoas a sua volta passem a conhecer você.

Sempre mostre, também, interesse ao que as outras pessoas estão falando.

Um bom líder está sempre aberto a novas opiniões e a conhecer novas pessoas e projetos, então, porte-se sempre como tal.

Dica #6 – Seja Amigável e Receptivo

Agir de forma profissional não impede que você seja amigável e receptivo com todas as pessoas que cruzam o seu caminho.

Aja sempre de maneira verdadeira, pois é muito fácil saber quem está fingindo ser algo que não é.

Ser falso de alguma forma, seja com palavras ou com atitudes, passa uma imagem bastante negativa para as pessoas com quem você quer se relacionar.

Isso se dá porque, normalmente, as pessoas destinam a você o mesmo tratamento que você tem para com elas.

E eu tenho certeza de que você não gostaria de perceber um desinteresse vindo de outras pessoas, por exemplo.

Quanto mais amigável, simpático e receptivo você for, maiores chances você tem de manter uma longa e sadia relação profissional com seus contatos de networking.

Dica #7 – Entregue Valor

Fazer contato com diversas pessoas solicitando informações e dicas, por exemplo, não faz parte de um networking positivo, mesmo que você consiga os dados que queria.

As pessoas só ficarão interessadas em você se você também conseguir entregar algum conteúdo relevante para elas, já que a prática do networking nada mais é do que uma troca.

Então, fuja com todas as suas forças da vontade e da mentalidade de apenas ganhar em cima das outras pessoas. Você precisa agregar valor a elas da mesma forma que você quer que elas façam isso por você.

3 Passos para Aplicar o Networking Para Crescer a Sua Empresa

sucesso do networking na empresa

Depois de tantas dicas interessantes, você deve estar ansioso para colocar a sua estratégia de networking em prática.

Então, saiba agora quais são os três passos essenciais para isso e faça sua empresa crescer com o networking.

1º passo: Construa sua história

Primeiro, você precisa refletir e construir a narrativa da sua marca.

O que você quer que o mundo saiba sobre o seu negócio?

Park Howell recomenda usar este ciclo de história:

the-story-cycle-networking

  • Histórico: Qual é a sua proposta única de valor?
  • Herói: Quem é o herói da sua história? O que ele deseja? (Dica: seu herói deve ser alguém em seu público ideal)
  • Antagonista: Que objeções seu herói tem à sua marca?
  • Mentor: Como o seu negócio vai ajudar seu herói na jornada de transformação dele?
  • Jornada: Como é a jornada do seu consumidor?
  • Vitória: Em que ponto seu herói vence junto ao seu negócio?
  • Moral: Quais são os valores e a cultura da sua marca?

2º passo: Aprenda a contar bem a sua história

Ter uma história não é suficiente.

Você precisa contá-la de uma forma que encante seu público e o faça escutar.

Boa parte disso envolve conhecer quem vai receber a sua história.

Se você está segmentando potenciais clientes, descubra o que é tocante para eles. Se estiver falando com potenciais influenciadores, faça pesquisas.

Você vai precisar desse contexto para entregar a história da sua marca com o máximo de impacto possível.

3º passo: Não negligencie os dados

Há mais um detalhe!

Também existe uma narrativa nos números.

É importante usar dados e fatos para comprovar sua história.

Por quê?

Porque histórias baseadas em dados vendem.

De fato, o marketing baseado em dados aumentou a receita para 57% dos especialistas em marketing.

Marketing baseado em dados aumentou a receita dos especialistas na área

24 dicas para ativar seu networking

networking ativo em empresas

Você pode ter chegado a este ponto do texto acreditando que já domina tudo sobre networking.

E eu não discordo de você, pois já vimos bastante sobre o tema.

Mas para que nada fique de fora da sua estratégia, aqui estão as dicas definitivas para ativar seu networking:

1. Contatos que já passaram por sua vida

Pessoas com as quais trabalhamos ou até mesmo amigos dos tempos da escola com os quais tínhamos mais afinidade podem se tornar boas fontes de networking.

O que nem sempre lembramos, principalmente com a correria do dia a dia, é de resgatar contatos perdidos do passado.

Já parou para pensar que eles podem conhecer pessoas que trabalham em sua área de interesse profissional e te indicar futuramente para elas?

Pois bem: basta fazer uma pesquisa no Facebook, Instagram ou LinkedIn (principalmente) e você já pode saber quais são os amigos em comum.

2. Tenha histórias em comum

Vamos supor que você conseguiu resgatar esses contatos do passado e não sabe o que falar com eles.

Uma boa alternativa é relembrar histórias antigas para dar risada, até que a conversa evolua e possa falar sobre suas necessidades profissionais.

Só não force a barra: não chegue falando que precisa se recolocar profissionalmente ou do contato da amiga dela para oferecer seu serviço.

Se isso acontecer ela vai é te achar um interesseiro de primeira linha.

Não é isso que você quer. Certo?

Então, vá com calma.

Valorize a amizade que acaba de reatar e deixe a conversa fluir naturalmente para ter oportunidade de falar sobre a vida profissional ou empresarial.

3. Deve existir o interesse mútuo

Começou uma tentativa de networking e percebeu que a conversa esfriou?

Pode ser hora de desistir e partir para outra.

Isso porque um relacionamento só vai crescer caso exista interesse das duas partes envolvidas.

Então, para efeitos de networking, nunca insista se seu interlocutor demonstrar que não está genuinamente interessado no que tem a dizer.

4. Converse sobre o mercado de trabalho

Nada melhor para demonstrar o seu profissionalismo, habilidades, competências e experiências do que conversar sobre o mercado de trabalho.

Procure sempre mostrar o quanto é competente principalmente em redes sociais profissionais como o LinkedIn.

Isso melhora a forma como é percebido pelos seus contatos e aumenta as chances de ser abordado para futuras oportunidades e parcerias de negócio.

Só não seja arrogante, é claro. Ou todo o esforço de networking irá por ralo abaixo.

Resgatou contato com alguém que trabalha ou conhece alguém que trabalha na empresa dos seus sonhos?

Não hesite em comentar sobre o quanto gostaria de ter uma oportunidade nela um dia.

Afinal, ninguém fará isso por você e sabemos que vagas não caem do céu.

Mas para não parecer sem noção, deixe claro que entende se ela não puder ajudar.

5. Contatos ainda desconhecidos

Até aqui dei algumas dicas sobre como ampliar o networking ao usar contatos de pessoas conhecidas.

Mas como proceder e o que fazer caso venha a conversar com aquelas que ainda não conhece?

Se estiver fazendo seu primeiro contato, lembre-se sempre da máxima: “A primeira impressão é a que fica”.

Então, procure estar sempre preparado para explicar quem você é, o que sabe fazer de melhor, qual seu propósito profissional e quais seus desafios.

Só não abandone o bom senso, é claro.

Evite elogios demais ou perguntas demais para não afastar o contato que acaba de conseguir.

Networking é uma arte que exige estratégia.

6. Rede de contato deve ser ativa

Só quem já teve um amigo que só te procura quando precisa sabe do quanto esse tipo de coisa desgasta uma amizade.

Portanto, tenha em mente que sua rede de contatos é para a vida. E, como tal, deve ser sempre alimentada.

Isso evita que as pessoas fiquem com uma má impressão de você ou que te vejam como esse tipo de amigo.

7. Não exagere na “conversa de vendedor”

Seja ao falar com um conhecido ou desconhecido, evite vender o seu peixe de primeira.

É claro que se apresentar e falar sobre quem você é e com o que trabalha atualmente é importante.

Mas não deixe que o networking se transforme em um processo comercial.

Para tornar o diálogo interessante, procure primeiro conhecer melhor as dores, desejos e necessidades do seu interlocutor.

Só assim saberá como demonstrar que pode ser útil para ajudá-lo a resolver seus problemas, causando boa impressão.

8. Aproveite sua rede de contatos pessoais em campanhas de financiamento coletivo

O financiamento coletivo ganhou um impulso significativo nos últimos anos.

Você vai se surpreender com o número de amigos e familiares dispostos a apoiar você financeiramente.

9. Sempre abra com sua proposta única de valor

Uma boa proposta de valor tem três elementos:

  1. Que problema você está resolvendo para os consumidores? Defina a transformação que as pessoas vão viver após usar seu produto/serviço
  2. Como seu produto/serviço resolve esse problema? Informe às pessoas que mecanismo você vai usar para causar aquela transformação
  3. Por que você e não seu concorrente? Conte aos consumidores porque é melhor fazer negócio com você do que com a concorrência.

Aqui está um exemplo de uma proposta de valor, do Dollar Shave Club.

Proposta de valor do Dollar Shave Club

10. Seja uma perturbação no mercado

O que significa ser uma perturbação na área de negócios?

Vamos entender isso pegando a Amazon, como exemplo.

  • Ela perturbou o segmento de venda de livros com a entrega eletrônica de livros
  • Ela perturbou o conceito de carrinho com a compra em um clique
  • Ela perturbou o segmento de publicação de livros com a auto-publicação.

Esses são apenas alguns exemplos.

Em cada um desses casos, o resultado foi positivo para o consumidor.

O impacto da Amazon como negócio? Ela pode vencer qualquer concorrente.

Eu desafio você a contar uma história de perturbação.

Às vezes é preciso criar um modelo de negócio totalmente novo que não seja característico do seu segmento.

Faça o que for preciso para isso!

11. Construa comunidades unidas nas mídias sociais

As mídias sociais mudaram por completo a forma como negócios interagem com seus públicos-alvo.

Você pode construir o tipo de relacionamento que gera confiança. Não há melhor forma de converter seus potenciais clientes do que fazer eles confiarem em você.

Para isso, eu recomendo muito que você crie grupos para seu público nas mídias sociais.

Veja quantos membros esse grupo do Facebook tem!

Quantidade de membros de um grupo do Facebook

Isso é uma mina de ouro para atrair fãs leais.

Lembre-se que você não deve fazer divulgação demais em seus grupos e páginas nas mídias sociais.

Na verdade, essa é a razão número um que leva as pessoas a deixar de seguir uma marca nas mídias sociais.

Gráfico de ações que fazem pessoas desseguirem uma marca em mídias-sociais

12. Faça networking offline, em locais onde seus clientes ideais estão

Eu sou um grande fã da ideia de se conectar com seu público pessoalmente.

Por quê?

Muitos negócios negligenciam os canais offline.

Isso significa que você pode capturar um segmento maior do mercado enquanto se diferencia de seus concorrentes.

13. Tenha um sistema para coletar leads

A chave para o networking bem-sucedido é o acompanhamento.

Nenhum relacionamento nasce da noite para o dia. Suas ações de networking não terão resultados sem uma forma de continuar se comunicando com suas conexões.

Qual é forma mais eficiente de fazer isso? Construir uma lista de e-mails.

Fazer isso é super conveniente. Você pode simplesmente configurar formulários de captura de e-mail em seu site e em suas páginas nas mídias sociais.

Exemplo de formulário para captura de leads

Offline, você pode simplesmente pedir endereços de e-mail ou outras informações pessoais.

Aqui estão algumas ideias:

  • Passe listas de e-mail em seus eventos
  • Adicione um call to action na parte de trás do seu cartão de visita, convidando as pessoas a entrarem na lista
  • Colete os e-mails de novos consumidores durante o processo de checkout
  • Promova eventos e peça ao seu público que confirme sua presença usando e-mail.

14. Ofereça mais do que você pede

Gary Vaynerchuk explica isso da melhor forma possível no título do livro dele, “Jab, Jab, Jab, Right Hook.”

Ele expande a analogia do boxe ao mostrar que “não há nocaute sem preparação.”

Em outras palavras, você não pode converter consumidores sem primeiro prepará-los para a compra.

Como fazer isso?

Seja três vezes mais ativo em fornecer valor para o seu público do que em pedir compras.

15. Crie uma mensagem de marca pessoal atraente

A história da sua marca pessoal é tão importante quanto a história do seu negócio.

E apesar de estarem conectadas, as duas histórias não são iguais.

Por que você criou um negócio? Que desafios enfrentou? Quais são seus valores pessoais? Como esses valores influenciam a forma como você faz negócio?

16. Encontre um mentor que seja líder no seu segmento

Na medida em que você se conectar a outras pessoas no seu segmento, procure pessoas que estão alguns passos à sua frente.

O relacionamento entre mentor e aprendiz é particularmente poderoso.

Essa é uma forma excelente de aumentar seu conhecimento e evitar erros que podem custar muito.

Para completar, se conectar a um líder em seu nicho vai ampliar sua credibilidade e valor percebido.

O resultado?

O valor da sua marca pessoal aumenta, e isso faz seu negócio crescer.

17. Distribua conteúdo formador de opinião em todas as suas redes

Não há melhor forma de demonstrar sua expertise em uma área do que publicar conteúdo de qualidade.

Tenha como objetivo ser um expert em um tema e sua marca vai prosperar por causa disso.

E você não estará sozinho. 80% dos especialistas em marketing planejam aumentar a quantidade de conteúdo formador de opinião que produzem.

conteúdo que gera networking

Quais são as características do conteúdo formador de opinião?

  • Provoca reflexão
  • Educacional e interessante
  • Proprietário
  • Inspirador.

Webinários, infográficos, estudos de caso, blogs e newsletters por e-mail são algumas formas para entregar esse conteúdo.

18. Engaje profissionais da mídia de forma ativa

Uma forma fácil de fazer isso é usar um site chamado HARO.

Ele é uma rede onde você pode formar relacionamentos com jornalistas ao se tornar uma fonte para eles.

Simplesmente vá ao site e clique em “I’m a source.”

Interface do site Haro

Você pode, então, se registrar, monitorar solicitações de fontes relevantes para o seu segmento e fazer propostas a jornalistas.

Outra alternativa é se conectar com jornalistas offline.

19. Divulgue suas menções na mídia

Menções na mídia são uma forma excelente de gerar credibilidade em seu público.

Se você já apareceu em veículos populares da mídia, não seja tímido.

Você pode colocar badges de veículos diferentes em seu site, como faz Ramit Sethi.

Site de Ramit Sethi

20. Crie um press kit

Mas o que exatamente é um press kit?

É um pacote pronto de materiais de divulgação sobre seu negócio, que pode ser entregue a membros da mídia.

O propósito dele é obter divulgação para a sua startup.

Veja o que você pode incluir em seu press kit:

  • Informações sobre o histórico da empresa
  • A história da sua marca
  • Cobertura recente na mídia
  • Biografias de membros da sua equipe
  • Fotos profissionais da equipe
  • Um FAQ.

21. Defenda a cultura da sua empresa sempre que tiver oportunidade

Você já se perguntou por que alguns negócios parecem ter as melhores pessoas trabalhando com eles?

Isso tem tudo a ver com cultura.

A cultura não é só a história que você conta. Ela tem muito mais a ver com a forma como você trata sua equipe.

Não se esqueça de mostrar essa cultura em seu site e em outros canais online.

22. Procure pessoas que se identificam com a sua visão

Nem todo mundo vai entender sua visão.

As pessoas conectadas àquele plano maior serão seus bens mais valiosos.

Sim, as pessoas que lidam com as atividades cotidianas do seu negócio são valiosas. Sempre procure por pessoas que têm uma visão mais ampla.

Elas vão trazer perspectivas diferentes, desafiar o status quo e emergir como líderes dentro do seu negócio.

O sucesso com o networking pode ter um impacto positivo sobre seus outros canais de marketing.

Saiba que o networking vai fazer com que você tenha mais influência sobre o seu nicho.

E essa influência, por sua vez, pode ser usada para dar mais poder a todas as suas ações de marketing.

Aqui estão alguns dos canais que podem se beneficiar do networking.

  • Marketing de conteúdo: Você terá mais influência com seu público. Isso significa que você poderá convidar mais pessoas a agir na medida em que elas se engajam com seu conteúdo
  • Marketing pago: Suas ações de marketing pago vão melhorar muito. Por quê? Porque quanto mais conexões você fizer, mais contexto sobre seu público-alvo você terá. O contexto é essencial para campanhas de marketing pago bem-sucedidas
  • Marketing de mídias sociais: Quanto mais pessoas conhecerem sua marca, mais capital social você vai ganhar
  • Marketing de influenciador: É muito mais provável que você receba uma resposta positiva de um influenciador importante se ele já tiver ouvido falar de você.

Aqui estão algumas dicas para impulsionar seus outros canais de marketing com networking.

23. Segmente micro influenciadores

O marketing de influenciadores está evoluindo ao longo dos anos.

Estamos vendo uma mudança no sentido de marcas optarem por segmentar micro influenciadores, em vez dos maiores nomes em seus segmentos.

O que exatamente são micro influenciadores?

Eles são influenciadores online com um público relativamente pequeno.

Considerando que o engajamento diminui na medida em que os grupos de fãs crescem, micro influenciadores podem ter um impacto enorme, devido aos seus públicos segmentados.

Veja este gráfico mostrando a taxa de curtidas e de comentários para grupos de fãs de diferentes tamanhos.

Gráfico de taxa de curtidas e de comentários para grupos do Facebook

Grupos menores têm mais engajamento.

Os micro influenciadores se encontram em um ponto ideal, onde têm um público de bom tamanho e um engajamento alto.

Segundo o gráfico, esse ponto ideal pode estar entre mil e 100 mil seguidores.

24. Tenha uma estratégia de conteúdo sólida

Qualquer que seja o foco do seu marketing, o conteúdo será seu bem mais valioso. Sua habilidade para distribuí-lo em vários canais vai ter muito a ver com o seu sucesso.

Primeiro, decida que objetivos de negócio você quer impulsionar com seu conteúdo.

Depois, crie e o distribua de acordo com sua estratégia.

Como começar uma conversa em 5 situações comuns de trabalho

conversas em situações de trabalho

Você sabe que fazer networking é importante, mas se vê em dúvida de como aplicá-lo a situações corriqueiras do dia a dia?

Calma que eu vou te mostrar que existem formas sutis de inseri-lo à rotina.

Veja cinco situações comuns de trabalho que podem se tornar boas oportunidades para alavancar o networking:

1. No corredor

Segundo Judith Humphrey, especialista em preparar profissionais para se comunicarem como líderes, é preciso desapegar do “tudo bem?”.

Ficou surpreso? Eu também, quando li sua coluna na Fast Company.

O que Judith defende é que se diga algo que faça o interlocutor se sentir especial.

2. No elevador

Como pessoas entram e saem do elevador em poucos segundos é preciso “dar o tiro certo” em poucas palavras.

Assistiu a uma palestra do CEO da empresa na semana passada e está no elevador com ele? Não se intimide em fazer um elogio sobre algo do que ele falou.

É uma forma de demonstrar interesse no assunto e, claro, ser lembrado.

3. Em uma reunião

Seja em uma reunião com a equipe de trabalho, com o cliente ou com o gestor procure se preparar sempre.

Mostrar que está por dentro da evolução de um projeto e demonstrar atenção, conhecimento e proatividade são práticas recomendadas.

Ponto para o seu networking futuro, porque as pessoas passarão a ver você com outros olhos.

4. Em uma entrevista de emprego

Embora muitos profissionais vejam a entrevista de emprego como a oportunidade de falar apenas sobre si, não é assim que funciona.

A dica, então, é buscar informações sobre a empresa contratante e mostrar por que a admira.

É se vender como membro da equipe e se aproximar de uma possível contratação.

O recrutador ficará surpreso positivamente.

5. Em um evento

Eventos funcionam como poderosas oportunidades de se alavancar o networking, principalmente se foram organizados para esse fim.

Para conduzir uma conversa com um estranho, evite falar tanto sobre você e foque no outro.

Ao demonstrar interesse por ele, o mesmo acontecerá sobre você. É tentar para ver!

Veja como aumentar seu networking em eventos

aumento de networking em eventos

Falando em networking em eventos, aqui vão mais algumas dicas rápidas para ajudar você tanto antes quanto durante e após esses encontros:

  • Antes, envie uma mensagem ao palestrante ou busque o evento no Facebook para trocar figurinhas com outros participantes
  • Durante o encontro, registre nas redes sociais fotos e vídeos dos palestrantes e procure conhecer pelo menos duas pessoas
  • Depois, as adicione como contatos nas redes sociais e se disponha a ajudar para ser ajudado também

Como mencionei, relacionamentos são construídos quando as duas partes demonstram interesse.

Guarde esse conselho com carinho para melhorar seu networking cada vez mais.

Conclusão

Como resumir tudo o que vimos aqui?

Se você não puder criar relacionamentos com as pessoas mais importantes, vai ter dificuldade para fazer sua empresa crescer.

Ter um bom produto não é suficiente.

Ter uma boa história não é suficiente.

Você precisa ter uma estratégia de networking sólida para trazer ao seu negócio à exposição de que ele precisa para ser bem-sucedido.

Se você não for uma pessoa sociável, isso pode parecer assustador. Mas vale a pena sair da sua zona de conforto.

Como você viu nesse artigo, as conexões que você criar podem trazer um mundo de coisas boas para você.

Saia de casa, conte sua história e engaje as pessoas que você encontrar.

Seu negócio vai se beneficiar muito disso.

Isso pode parecer um pouco estranho, mas o segredo do sucesso está ligado às pessoas com quem convivemos.

Então, criar e manter um relacionamento sadio com sua rede de networking é uma coisa que você precisa fazer sempre.

Aproveite todos as redes sociais e canais de comunicação para fortalecer sua marca pessoal, fazendo dela o seu cartão de visitas online.

Com isso, você conseguirá alcançar muito mais rapidamente os objetivos dos seus negócios e da sua vida.

Quer saber mais sobre como aumentar sua rede de contatos de forma fluida e eficaz? Então, confira os seguintes artigos:

Como você faz networking para o seu negócio? Conte aqui embaixo nos comentários, estou muito ansioso para saber!

Compartilhe