Comunicação Visual: Aprenda como Alavancar Resultados do Seu Site

Você sabia que uma comunicação visual bem planejada fará toda diferença no desempenho da sua empresa?

A comunicação visual é uma das áreas mais importantes do marketing!

“Uma imagem vale por mil palavras”. Certamente você já ouviu esse ditado antes.

No marketing, ele deve ser levado muito a sério. Sabia que estímulos visuais são aqueles que mais são lembrados pelas pessoas?

A imagem tem um poder de impacto gigantesco, e é preciso aproveitar todo esse potencial na campanha de marketing da sua empresa.

Quer saber como otimizar o SEO nas imagens do seu site? Não deixe de ler esse outro artigo que escrevi para o blog!

Cada vez mais, a web avança para refletir a importância das imagens para as pessoas.

Hoje, contamos com uma internet repleta de conteúdo multimídia: vídeos e imagens são os conteúdos mais procurados, e também aqueles que mais incentivam engajamento.

A comunicação visual, no entanto, vai muito além do ato de usar imagens para cativar o seu consumidor. Ela engloba o seu processo de branding, o modo que o site da empresa é desenvolvido e muitos outros fatores.

Nesse artigo, você vai ficar por dentro de todos os macetes da comunicação visual. Use as dicas que você encontrará aqui para abusar do potencial das imagens e potencialize o crescimento da sua empresa! Basta continuar lendo para descobrir como.

O que é comunicação visual

A comunicação visual é toda forma de expressão que se utilize de elementos visuais para ser compreendida. Alguns exemplos são fotografias, vídeos, desenhos, gráficos e infográficos, cartazes e símbolos.

O termo se refere a toda troca de informações que for completada utilizando apenas um sentido: a visão. Estudiosos desse campo não demoraram muito para chegar a conclusão que é mais fácil informar, educar ou persuadir um público através do uso desse tipo de recurso.

Diversas áreas de pesquisa foram unidas para desenvolver a comunicação visual. Entre elas, podemos citar as teorias cognitivas e de percepção, teoria das cores, psicologia Gestalt, estética, semiótica, design e até mesmo física e anatomia.

Esse conjunto de ciências possibilitou um melhor entendimento sobre como o ser humano enxerga e interpreta imagens e símbolos. A partir dela, é possível desenvolver comunicações cada vez mais eficientes.

Importância da comunicação visual para sua empresa

Como você já deve ter percebido, cuidar da comunicação visual é importantíssimo para sua empresa. Afinal, essa é uma forma de passar sua mensagem para o público de maneira mais rápida e muito mais efetiva.

Enquanto os textos precisam ser lidos e interpretados, a imagem tem uma capacidade incrível: ela desperta emoções no consumidor de maneira imediata. Isso não significa que a escrita não seja importante para o seu marketing!

Dê uma olhada nesse outro texto para encontrar um guia completo de como montar o seu plano de marketing digital.

A comunicação visual é capaz de fazer maravilhas pela divulgação da sua empresa. Veja a seguir alguns dos principais benefícios de aproveitar esse recurso:

E essas são apenas algumas das vantagens! A comunicação visual, atualmente, é considerada essencial para empresas de todos os ramos.

Lembre-se: seus competidores não vão deixar de utilizar essas estratégias.

Adotando princípios da comunicação visual na sua empresa, você garante que não ficará para trás. Mais do que isso: cria oportunidades para que sua empresa se destaque entre os concorrentes e conquiste um público muito mais fiel.

Com tantos pontos positivos, você já deve estar se perguntando como aplicar esses métodos nas comunicações da sua empresa. Não se preocupe: mais à frente você encontrará um passo a passo detalhado.

Por enquanto, vamos entender melhor os benefícios que a comunicação visual vai trazer para os seus negócios:

Fortalecimento da marca

Um dos principais fatores que levam as empresas a procurarem a comunicação visual é o fortalecimento da marca. Mas como essas técnicas realmente podem te ajudar? Vou ilustrar com alguns exemplos:

E aí, é preciso que eu explique alguma coisa em forma de texto para que você identifique essas marcas? Provavelmente você lembrou de todas, e não apenas do nome: lembrou de seus produtos, se você gosta ou não da empresa, das suas práticas comuns e propagandas.

Você pode até mesmo ter pensado em algumas notícias recentes que viu a respeito desses gigantes.

Percebeu quanta informação sobre uma empresa foi evocada na sua memória? E isso apenas com um logotipo.

Isso é resultado de anos em investimento em marketing e comunicação visual por parte dessas empresas. E não duvide: seu negócio também pode chegar lá.

Mas, para isso, é preciso começar a trabalhar de forma séria com comunicação visual. Quando ela é aplicada de maneira abrangente, é capaz de consolidar a marca na memória do público como nenhuma outra técnica.

Reforça os valores da empresa

A comunicação visual também pode te ajudar a reforçar diversos valores na sua empresa. Não existe maneira melhor de garantir que os seus consumidores enxerguem esses valores do que através do uso de imagens e símbolos.

Por exemplo, hoje em dia a grande maioria das pessoas está muito mais preocupada em consumir de maneira consciente. Dessa forma, elas tendem a preferir empresas que demonstram o mesmo nível de responsabilidade social. Veja esses símbolos:

Assim que o consumidor bate o olho neles, sabe que a sua empresa possui valores e preocupações similares aos deles. É claro, você pode escrever um artigo explicando ao consumidor quais são as políticas da sua empresa que garantem esses valores. No entanto, os símbolos comunicam a mesma coisa de forma imediata. Além disso, provocam sentimentos de empatia, identificação e, principalmente: confiabilidade.

É nessa hora que percebemos: uma imagem vale mesmo mil palavras. Você pode passar páginas e mais páginas dissertando sobre o fato da sua empresa não realizar testes em animais. Mas o selo do coelho é como um troféu que comprova a veracidade dessas informações.

Credibilidade

A comunicação visual também pode ajudar a melhorar a credibilidade da sua empresa. Isso faz parte de projetar um branding consistente e que faça sentido para o consumidor.

Quando toda a comunicação visual da empresa está alinhada, a imagem passada é de maior profissionalismo e seriedade.

Por exemplo, você sabe que entrou em uma loja de determinada franquia dependendo da decoração usada no ambiente e da disposição dos elementos. Da mesma forma, você sabe que o site é oficial da mesma maneira. Você tem certeza que um produto é original quando ele segue os padrões de identidade visual que você já conhece na empresa.

Ser conciso e coerente na comunicação visual como um todo ajudará a posicionar sua empresa como autoridade no mercado. Com a evolução dos seus planos de marketing, o seu trabalho duro se converterá em prestígio. Assim que baterem o olho na identidade visual da sua empresa, os clientes associaram o produto com qualidade, boas experiências anteriores e com qualquer outra característica que você usar o marketing para reforçar.

Se quiser, você pode ler mais sobre esse assunto no artigo sobre Brand Equity que escrevi anteriormente.

Como fazer a comunicação visual da sua empresa em 10 passos

Agora você já conhece mais a fundo o que é a comunicação visual e por que ela é tão importante. Já deve ter ficado bem claro o quanto sua empresa pode se beneficiar desse tipo de estratégia de marketing. Então, é hora de colocar a mão na massa.

Lembre-se que você precisará de profissionais para te ajudar a construir uma comunicação visual eficiente. No final desse artigo, você encontra um tópico explicando melhor quais são os benefícios de contar com especialistas e porque pode ser uma vantagem contratar uma equipe terceirizada.

Por enquanto, vamos ao passo a passo! Com essas dicas você garante que não vai esquecer de nenhum detalhe ao montar a comunicação visual da sua empresa:

#1 Comece pelo briefing

O briefing é um documento importantíssimo para seu time de marketing e design. Ele vai conter todas as informações relevantes para o seu plano de comunicação visual.

É essencial detalhar essa documentação o máximo possível. Isso evitará problemas de comunicação e principalmente: retrabalho. Afinal, já imaginou investir em um site e esperar meses para tudo ficar pronto, e só então perceber que o funcionamento não está de acordo com o esperado?

No mercado competitivo atual, sua empresa não pode perder tempo e nem dinheiro. Por isso, não faça com que os designers precisem ler seus pensamentos: Especifique no briefing tudo o que você puder. Veja alguns exemplos de informações que devem estar presentes nesse documento:

  • Esse é um projeto novo ou um redesenho de uma estratégia anterior?
  • Qual é o cronograma esperado para implantar esse projeto?
  • Qual é o orçamento destinado para o projeto?
  • Quais são os seus principais objetivos com a estratégia?
  • Como deverá ser escrito o manual de identidade da marca?
  • Descreva o perfil da empresa.
  • Se você precisasse resumir seu negócio em duas características, quais seriam elas?
  • Existem frases de impacto e slogans que devem ser incorporados no projeto?
  • Descreva com o máximo de detalhes possíveis o seu público-alvo.
  • Inclua exemplos de personas.
  • Que tipo de mensagem você quer transmitir aos seus clientes?
  • E que tipos de mensagem você quer evitar?
  • Liste seus concorrentes e um estudo sobre as estratégias que eles utilizam.
  • Especifique o que diferencia seu negócio dos seus concorrentes.

Esses são apenas alguns exemplos. Se você já tiver em mente algumas cores e estilos de design, eles devem constar no briefing também.

Não esqueça: quanto melhor o planejamento, menores os custos e necessidade de retrabalho.

#2 Brainstorming

Depois do briefing feito, é interessante promover um brainstorming com toda a equipe. Essa técnica ajuda a encontrar as melhores ideias e inspirações, principalmente quando pessoas de diferentes especializações participam.

Eu já descrevi com bastante detalhes como fazer um brainstorming nesse outro artigo aqui no blog. Você pode usar ele como guia se você ainda não estiver familiarizado com a técnica.

Basicamente, o brainstorming é uma tempestade de ideias. Nesse momento, não deve existir nada impossível, nem errado e muito menos bobo. Todas as ideias são extremamente valiosas para o processo.

Isso porque o brainstorming estimula o funcionamento criativo do cérebro. Funciona assim: nossa memória e criatividade funciona por associações. Por exemplo, se tomarmos como base a palavra “cachorro”, quais são as primeiras coisas que saltam à sua mente?

Você pode ter pensado em memórias boas ou ruins, em imagens e vídeos que viu, em seu próprio animal de estimação, em outros animais parecidos… A palavra pode até mesmo ter causado emoções. Isso acontece porque guardamos novas informações dessa maneira: associando elas a outras.

O brainstorming ajuda a ativar essas conexões e fazer a criatividade fluir!

#3 Tenha a persona bem definida

Uma das partes mais importantes em qualquer área da sua empresa não pode deixar de ser os seus clientes. Sem eles, não há como crescer – ou sequer manter-se no mercado.

Por isso, digo e repito: toda ação de marketing bem sucedida é focada na persona. E isso não é diferente na comunicação visual.

Lembre-se: persona não é a mesma coisa que público-alvo. Ela trata-se de um personagem, desenvolvido para refletir o seu público em forma de uma pessoa única.

Para definir a persona, você precisa pensar em todos os detalhes. Veja alguns exemplos:

  • Nome, gênero e idade;
  • Características físicas e psicológicas;
  • Área de formação e atuação no mercado;
  • Interesses, hobbies e hábitos de recreação;
  • Hábitos de consumo;
  • Renda individual e familiar;
  • Desejos, anseios e sonhos;
  • Desafios e problemas enfrentados;
  • Rotina diária.

Quanto mais detalhada for a persona, mais impactante será a comunicação visual. Seus consumidores se sentirão como se você estivesse falando especificamente com eles – porque você está.

Uma empresa pode contar com mais de uma persona. É preciso, no entanto, tomar cuidado para não acabar com um público muito amplo e acabar perdendo a personalidade da campanha.

Se você está com dificuldades para criar a persona, eu tenho uma dica para deixar para você. É o Fantástico Gerador de Persona, uma ferramenta online que te ajudará nesse processo.

#4 Definindo a fonte, cor e estilo

Agora que a maior parte do planejamento estratégico já está feita, é hora de começar a pensar nos elementos mais práticos e técnicos da comunicação visual.

Para isso, é interessante que você conte com a ajuda de um designer profissional. Existem diferentes especializações dentro do estudo do design gráfico e web. Algumas delas estão voltadas para definir as melhores interfaces, baseadas na experiência do usuário. Outras, trabalham especificamente com quais estilos, cores, fontes e outros elementos gráficos apelam mais para os diversos tipos de público.

Pode parecer uma coisa simples: escolher cores e um tipo de letra. No entanto, estudos na psicologia e neurolinguística comprovam que dependendo desses elementos, seu público poderá reagir de maneira diferente.

Por exemplo, você sabia que as pessoas têm maior probabilidade de clicar em links em azul? Outro fato interessante: as cores e estilos de tipografia podem ser usadas para ressaltar os gatilhos mentais no seu material de comunicação. Veja esse print do site da Amazon:

Links para compra em azul, preços em vermelho. Isso não é coincidência.

Perceba nesse outro print como o preço total está destacado em fonte maior. Isso também influencia na forma que o consumidor enxerga esse valor.

Portanto, não deixe de fazer um planejamento detalhado ao escolher esses elementos. Eles devem, é claro, condizer com a identidade visual da marca. Mas além disso, existem alguns outros truques para considerar antes de tomar decisões.

#5 Criação do logotipo

O logotipo é a carta de apresentação de sua empresa. Lambra como, no começo desse artigo, você foi capaz de identificar diversas empresas, seus produtos e experiências que você teve com elas apenas por olhar o logotipo? É por isso que esse é um elemento tão importante.

O logotipo deve ser uma imagem simples e imediatamente reconhecível. Muitos empreendedores erram na medida ao encarar um logotipo como qualquer outra ilustração, que dirá algo sobre a sua empresa.

Pensando assim, você pode acabar com uma imagem excessivamente complexa e pouco relevante.

É importante procurar um designer especializado na criação de logotipos para garantir uma imagem profissional e coerente. Ou seja: ela precisa refletir a imagem da sua marca, sem perder a simplicidade.

Confira algumas características presentes em logotipos de sucesso:

  • O design é simples e facilmente reconhecível;
  • É possível usar o logotipo em qualquer lugar que for necessário;
  • É possível criar versões todas em branco ou todas em preto sem que o logotipo perca a característica da marca;
  • Não será excessivamente custoso produzir materiais como canecas e camisetas com o logotipo;
  • O desenho simples possibilita que ele seja usado em diferentes tamanhos, pois mesmo pequeno ele ainda é reconhecível;
  • A tipografia é original e não utiliza fontes prontas;
  • Ele não tem cores em excesso e nem depende exclusivamente delas para ser reconhecido;

Esses elementos são obrigatórios para criar logotipos que realmente serão reconhecíveis. Como exercício, observe os logotipos das grandes marcas que você conhece e tente identificar essas características!

Se quiser saber mais sobre como criar uma identidade visual incrível para sua empresa, pode ler também esse outro artigo que escrevi para o blog.

Use elementos visuais que façam referência à empresa

Esse é um requisito vital para um bom logotipo: Ele precisa remeter ao consumidor à sua empresa imediatamente. Precisa ser fácil fazer a ligação do logotipo com sua área de atuação e os valores do seu negócio.

Isso nem sempre precisa ser feito de maneira óbvia. Existem muitos símbolos que podem ser usados para passar a ideia para o cliente sem precisar exagerar. A tipografia é outra forma de transmitir uma imagem mais séria ou mais descontraída sem sequer precisar de imagens.

Veja como exemplo o logotipo da Coca-Cola:

Não há elementos gráficos. No entanto, a tipografia é original da marca, clássica, fluida, leve, divertida e informal. Note que são características que a marca ressalta em suas campanhas publicitárias. É dessa forma que é suposto que o consumidor enxergue a empresa. O logotipo bem planejado é uma contribuição extremamente eficiente para a imagem.

#6 Website da sua empresa

Não canso de repetir: hoje em dia, uma empresa que não investe em sua presença na web praticamente não existe. É através das buscas no google, afinal, que a grande maioria dos novos clientes vão te encontrar.

Além disso, oferecer a possibilidade de comunicação virtual com a empresa é fundamental. Seus clientes exigirão um lugar para conseguir mais informações, deixar feedback e contatar seu negócio quando necessário.

É por isso que desenvolver um bom site para sua empresa é fundamental. A comunicação visual será trabalhada de maneira pesada nesse veículo. Aqui, tudo é importante para a imagem da sua empresa: do layout até o conteúdo que for postado.

Vamos começar, então, para as dicas mais técnicas:

  • Garanta que tudo esteja funcionando sem nenhum erro;
  • Contrate um designer capaz de entregar um layout responsivo;
  • Adapte todas as funcionalidades do site para visualização mobile;
  • Escolha cores, estilos de fonte e elementos gráficos que respeitem a identidade visual da empresa.

Agora, vamos pensar um pouco no conteúdo:

  • Utilize banners e imagens sempre que possível;
  • Disponibilize vídeos e outros materiais informativos;
  • Sempre trabalhe com elementos gráficos originais e que remetem à sua marca.

O uso de imagens é um fator importantíssimo. Ninguém quer ler um site que é apenas uma parede de texto! Veja um exemplo tirado do meu site:

As imagens são usadas para equilibrar o site visualmente e não deixá-lo sobrecarregado com texto. Note outro fator importante: bastante espaçamento e lugares em branco. Isso dá ao layout uma sensação leve, limpa e muito mais organizada. Utilize essa técnica em todas as comunicações visuais da empresa!

#7 Como aplicar a identidade visual nos produtos

Outro lugar onde a identidade visual é importantíssima é nos produtos em si. Tanto em prateleiras quanto online, eles precisam ser imediatamente identificáveis.

Um bom processo de branding transfere para os produtos não apenas cores e logotipos, mas valores. Veja um exemplo:

A embalagem desse vai além de deixar o logotipo visível no rótulo: Note que o símbolo também está em relevo na embalagem. Outros fatores interessantes são as escolhas das fontes e imagens.

Tudo é pensado para remeter a uma empresa informal e preocupada com a qualidade de seus produtos e com o quão saudáveis eles são.

Um designer de produtos e embalagens pode te ajudar com a criação de uma identidade visual adequada para seus rótulos e produtos. E lembre-se: não deixe de personalizar outros tipos de embalagens, como sacolas e caixas de entrega.

O branding deve estar presente no maior número possível de lugares para ser realmente eficiente. Então explore todas as possibilidades!

#8 Business Cards

Não é porque o marketing digital tomou conta do cenário da área que você deve esquecer todos os materiais impressos. Flyers e cartazes, por exemplo, ainda são muito eficientes para fazer divulgação in-loco.

Mas o material impresso mais importante para empresários de todos os seguimentos são os business cards, ou cartões de visitas. Atualmente, essa é uma peça de baixíssimo investimento que pode fazer toda a diferença na comunicação visual.

Quantas vezes, por exemplo, você já observou clientes que levam um cartão da loja depois da compra? Isso é porque tiveram uma boa experiência, e querem se lembrar do lugar para o futuro. Na maioria das vezes, esses cartões acabam na mão de amigos e familiares.

Outra situação que você certamente vai reconhecer: Quantas vezes você estava falando de sua empresa e desejou ter alguma forma de garantir que a outra pessoa lembrará da conversa quando chegar em casa? Oferecer um cartão de visitas é um jeito de ter certeza!

Tanto para clientes quanto para fornecedores e outros profissionais da área, o cartão de visitas vai criar uma imagem de seriedade, profissionalismo e autoridade para sua empresa. Por isso, não deixe de elaborar um modelo criativo e que chame a atenção para todos os pontos positivos do seu negócio!

#9 Design do email da sua empresa

Hoje em dia, a maior parte da comunicação entre sua empresa e seus consumidores será realizada através de emails. E isso vale para inúmeras situações: Recibos, pesquisas pós-compras, atendimento ao consumidor, newsletters e divulgações…

Eu posso apostar que todas essas coisas são feitas por email no seu negócio. (Se elas não são, você deveria considerar fazer com que sejam).

Como esse é um meio de comunicação usado com tanta frequência, é essencial trabalhar no design desses emails.

Muitas pessoas sequer sabem que é possível mudar a aparência desse veículo muito além de adicionar imagens e cores de fontes. No entanto, a maioria das plataformas de email interpretam códigos HMTL. Isso significa que você pode fazer quase tantas coisas quanto em seu site.

Trazer a identidade visual da empresa para os emails ajuda muito a melhorar o impacto da mensagem. Consequentemente, também aumenta as taxas de conversão.

Essa prática também tem outra vantagem: passa segurança ao consumidor. Ele reconhece a identidade visual, portanto sabe que o email veio mesmo de sua empresa.

#10 Importância de saber onde as pessoas clicam no seu conteúdo

A análise de como os visitantes enxergam e interagem com o conteúdos nos seus sites ainda é muito menos difundida do que deveria. Essa é uma ferramenta poderosíssima para entender a fundo os hábitos do seu consumidor.

Quando você conhece os dados, você pode encontrar pontos de melhoria com muito mais facilidade. Com esse tipo de análise, você pode descobrir:

  • Onde seus visitantes clicam;
  • Quais são os movimentos realizados pelo mouse na página;
  • Quais partes da página recebem maior atenção;
  • O quanto estão rolando a página.

Essas informações são vitais para que você entenda como seu público está enxergando seu conteúdo. E principalmente, como está interagindo com ele.

Se, por exemplo, seus visitantes não costumam rolar a página muito, talvez você precise deixar as informações mais importantes para a compra bem perto do topo.

Veja um exemplo de análise:

Use ferramentas de Heatmap Tool

Existem diversas ferramentas online que oferecem esse tipo de análise. Cada uma tem suas próprias funcionalidades e pontos fortes. O melhor jeito de achar a ferramenta ideal para você e para sua empresa é experimentando! Conheça as necessidades no seu negócio e saia em busca da melhor opção! Você pode começar a procurar a partir dessa lista de sugestões que preparei:

Boa sorte para encontrar o que funciona melhor para você!

Dicas para a comunicação visual da sua empresa

Com esse passo a passo, o plano de comunicação visual da sua empresa está completo! Para garantir que não sobrou nenhuma dúvida, vou falar de alguns outros pontos dignos de nota e deixar algumas dicas extras para você.

Primeiramente, é importante lembrar que a comunicação visual deverá ser tratada como qualquer estratégia de marketing. Isso é, você precisa ter em mente que ela exige planejamento, preparo, investimento e monitoramento.

Como toda campanha, você precisará esperar um pouco para começar a colher os resultados.

Enquanto isso, nunca deixe de acompanhar a performance das medidas adotadas. Isso é fundamental para garantir que você detecte problemas logo no começo, antes de eles causarem prejuízos.

E o que está em jogo não é apenas tempo e dinheiro: é a imagem que o consumidor tem da sua empresa. Não existe nada mais importante do que isso para o sucesso do seu negócio.

Então, confira essas dicas incríveis para não errar na comunicação visual:

Reforce a comunicação visual frequentemente

O processo de estabelecimento e fortalecimento de marca é uma jornada. Para dar certo de verdade, a comunicação visual precisa de ações contínuas, congruentes e consistentes.

Veja, por exemplo, os gigantes comerciais. Quanto tempo demorou para que a marca deles adquirisse o poder que tem atualmente? Quanto investimento? Vamos observar o famoso “caso Coca-Cola”.

Você sabia que o investimento em marketing da empresa é pelo menos 10% maior do que a maioria das organizações? Mesmo assim, foram anos de dedicação para chegar onde eles estão agora.

A comunicação visual é um processo. Não adianta preparar uma super ação e nunca mais tocar no assunto. É preciso trabalhar diariamente, reforçando a identidade visual em todos os meios possíveis.

Mantenha-se atualizado

O mercado de marketing é muito dinâmico. Você que é da área sabe: você corre o risco de chegar no trabalho na segunda feira e descobrir que todas as regras mudaram.

Com o avanço da tecnologia e a popularização do marketing digital, isso é especialmente verdadeiro. Se o profissional não se manter atualizado, ele se perde da quantidade de novas informações e métodos.

Por isso, sempre procure aprender sobre as últimas novidades e técnicas da área. Você já está no caminho certo! Afinal, procurou esse blog para se inteirar melhor desse mundo, e leu esse artigo até aqui. Parabéns!

Dê continuidade a esse hábito positivo. Procure também cursos de atualização e sempre acompanhe as notícias da área. Manter contato com os seus colegas de profissão também é uma ótima prática.

Avalie a comunicação visual

Nenhuma ação tem sucesso sem monitoramento e auditoria. Para saber se tudo está dando certo, o que deve ser melhorado e que estratégias precisam ser abandonadas, você precisa de números.

Anteriormente, escrevi sobre como selecionar os melhores medidores e realizar esse acompanhamento. Clique aqui para ver o post.

Existem também muitas ferramentas de monitoramento que podem te auxiliar nesse quesito.

Independente da forma que você escolher avaliar os resultados da sua comunicação visual, saiba que a análise precisa ser frequente. Dessa forma, é possível intervir logo no começo dos problemas.

Quanto mais completos os dados que você colher, mais fácil será fazer a avaliação. Fica simples identificar o que está dando certo, o que precisa ser aprimorado e o que precisa ser descartado.

Não esqueça que os números não são o único fator importante. Sempre faça buscas com o nome da sua empresa e navegue pelas hashtags que você promove. É importante monitorar dados mais qualitativos, como a opinião do público sobre sua empresa e ações.

Dê ao usuário motivos para optar pela sua empresa

Em época de crise financeira e com o mercado extremamente competitivo e saturado na maioria dos setores, é essencial se destacar.

Não importa sua área de atuação: provavelmente, você está cheio de concorrentes que oferecem produtos com qualidade compatível aos seus.

Então, você precisa se diferenciar de outras formas. Atualmente, o consumidor está muito mais exigente. Dificilmente as pessoas compram apenas produtos: elas buscam experiências.

Por isso, sua comunicação visual deve refletir o fato de que sua marca possui diferenciais a oferecer. Seja um atendimento extremamente personalizado, vantagens exclusivas, inovações ou uma experiência de marca.

Veja um exemplo interessante:

Literalmente, esse método é capaz até mesmo de anunciar água.

Benefícios de contratar uma equipe de marketing digital para construir sua presença online

Embora as etapas da construção de uma comunicação visual eficiente sejam simples, você deve ter notado que precisará contar com diferentes profissionais para alcançar os melhores resultados.

A verdade é que montar um setor inteiro de marketing em uma empresa que não tem esse foco pode ser muito caro. Especialmente quem está começando dificilmente terá recursos para isso.

Uma ótima opção é terceirizar esse serviço através da contratação de uma equipe especializada em marketing digital, ou até mesmo uma consultoria de marketing.

Essa equipe já conta com todas as especializações que você vai precisar. Além disso, tem experiência e know how de sobra, graças aos projetos realizados com diversas outras empresas dentro e fora do seu segmento.

Veja alguns exemplos de profissionais que compõem essas equipes:

  • Analista SEO;
  • Analista de Redes Sociais;
  • Redator ou Jornalista;
  • Especialista em anúncios e tráfego pago;
  • Designer de Interfaces;
  • Designer especialista em User Experience;
  • Designer de produtos;
  • Designer especialista em identidade visual;
  • Programador Front End;
  • Publicitário;
  • Especialista em marketing Digital.

Como você pode imaginar, contratar todos esses talentos diretamente pode ser um processo extremamente demorado e muito custoso.

Sem contar que a grande maioria dos profissionais especializados preferem trabalhar em consultorias e equipes especializadas em marketing.

Elas oferecem um plano de carreira mais extenso do que empresas voltadas para outros setores. Então, pode ser difícil atrair esses colaboradores para sua empresa.

Felizmente, você possui a opção de contratar uma equipe pronta e preparada para transformar a forma que seu público enxerga seu negócio!

Conclusão

A comunicação visual trata-se de toda informação transmitida através de imagens, gráficos, vídeos e outros recursos que utilizam o sentido da visão. Essas mensagens são absorvidas muito mais rápido pelo público, possuem muito mais impacto emocional e são lembradas por muito mais tempo! Veja:

Essa imagem mostra a frequência com a qual as pessoas se lembram dos diferentes tipos de informação!

É claro, sua empresa não pode deixar de aproveitar essa estratégia poderosíssima. A comunicação visual possibilita que você:

  • Fortaleça a imagem da marca;
  • Projete valores da empresa de maneira rápida e impactante;
  • Reforce seus diferenciais;
  • Associe valor e qualidade aos seus produtos;
  • Faça parte da memória dos consumidores;
  • E muitas outras vantagens!

Nesse texto você aprendeu como a comunicação visual funciona e porque ela é importante para a sua empresa. Revisamos até mesmo sobre como é possível usar os recursos visuais para tornar os gatilhos mentais ainda mais eficientes no seu conteúdo!

Além disso, você acompanhou passo a passo como elaborar a comunicação visual da sua empresa. Ainda vimos algumas dicas essenciais e pontos importantes para considerar nesse processo.

Agora, você pode se considerar um verdadeiro expert no assunto! Você está preparado para usar essa ferramenta ao máximo e aproveitar todas as vantagens que a comunicação visual pode trazer para o seu plano de marketing.

Comece hoje mesmo a aplicar esse conhecimento! Quer dicas para fazer seu negócio crescer ainda mais? Não deixe de ler esses outros artigos no blog e continue aprendendo:

E você? Que estratégias de comunicação visual emprega atualmente no seu plano de marketing? Deixe sua história nos comentários e nos diga o que você acha mais importante na comunicação visual! Aproveite para perguntar se você ficou com alguma dúvida.

Compartilhe