Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Squeeze Page: O Que É e Como Criar a Sua em 5 Passos

ilustração sobre squeeze pages

Squeeze page é uma página na web que existe para que o usuário forneça seu endereço de e-mail, sendo utilizada em estratégias de captura de leads. Ela permite dar continuidade à comunicação com potenciais compradores, gerar relacionamentos duradouros e fidelizar clientes.

Você já ouviu falar em squeeze pages?

Esse é um recurso de marketing muito valioso para profissionais da área.

Valioso, honesto e que dá resultados, vale dizer.

Faço essa observação porque, por incrível que pareça, ainda vejo muitas empresas investindo na compra de listas de e-mail.

Essa prática é um erro.

Ora, se o seu objetivo é adquirir um público qualificado e com reais intenções de compra, não faz sentido reunir contatos de pessoas aleatórias.

No marketing digital, elaborar campanhas de e-mail marketing, newsletter e fluxos de nutrição custam tempo e dinheiro.

O envio massivo de mensagens a pessoas que provavelmente não interagem é desperdício de ambos os recursos.

Pensando nisso, decidi criar este texto.

Nele, você aprenderá o que é uma squeeze page, para que ela serve e como criar páginas realmente efetivas para sua estratégia.

Continue a leitura e revolucione as suas ações digitais.

guia completo de marketing digital

O que é Squeeze Page?

a relação de langing pages e squeeze pages

Uma squeeze page é uma página com um objetivo único: fazer com que o usuário forneça seu endereço de e-mail.

Em outras palavras, uma página voltada à captura de leads.

Essa ação permite dar continuidade à comunicação com potenciais compradores, gerar relacionamentos duradouros e fidelizar clientes.

Em uma tradução livre, squeeze pode ser traduzido como apertão ou pressão.

Isso pode soar agressivo, mas a verdade é que seu objetivo é “encurralar” o usuário e fazê-lo realizar ação desejada.

Por conta disso, é muito comum que squeeze pages ofereçam um incentivo valioso em troca do e-mail.

Alguns exemplos são conteúdos ricos, como e-books, pesquisas de mercado, webinars, apresentações de slides, infográficos e até mesmo ingressos para eventos.

Quando o usuário navega até o local desejado, ele não deve ter distrações.

Isso significa que, geralmente, são páginas limpas, com pouca quantidade de informações.

Ou seja, sem anúncios e sem grandes quantidades de textos ou múltiplos elementos.

Além disso, também é caracterizada pela ausência de links de saída que a levem a outros sites ou páginas.

Para isso, são aplicadas técnicas de copywriting, de escaneabilidade e de design.

A verdade é que somente o essencial está presente em páginas de captura.

A maioria delas contém apenas a mensagem direta, uma imagem, o campo de inscrição e o botão com a chamada para a ação.

No entanto, alguns profissionais também inserem material em vídeo, áudio, depoimentos de clientes e outras ferramentas de convencimento – tudo para garantir o objetivo desejado.

Ao realizar a ação, o usuário pode ser redirecionado a uma nova página para obter a recompensa ou recebê-la diretamente na caixa de entrada do e-mail por meio de um processo automático.

Para Que Serve uma Squeeze Page?

objetivo da squeeze page para atração de clientes

Uma squeeze page tem a função de coletar o e-mail do usuário.

Pode parecer pouco, mas esse contato permite a comunicação continuada.

Principalmente quando, previamente, ele já consumiu outros conteúdos relevantes e confia nas informações publicadas pela marca ou empresa.

Por conta de sua função de aproximação, é considerada uma ferramenta essencial ao inbound marketing.

Ou seja, muito comum que seja integrada às etapas do funil de vendas, que inclui a utilização de outras estratégias digitais.

Vamos a um exemplo?

Quando Marcos comprou seu primeiro cãozinho, concluiu que precisava de uma casinha para ele.

Então, buscou no Google pelo termo “tipos de casinha de cachorro”.

O primeiro resultado o levou a um texto cujo título é “5 tipos de casinha de cachorro para deixar o seu pet mais feliz”.

Isso não é uma coincidência.

O blog em questão utiliza o marketing de conteúdo e redigiu o texto otimizando justamente a palavra-chave procurada.

Essa é uma estratégia de SEO (Searching Engine Optimization), que busca gerar tráfego para uma página por meio de um bom posicionamento nos mecanismos de pesquisa.

Ao fim do artigo, há uma sugestão que convida Marcos a baixar em e-book sobre cuidados com animais de estimação.

Muito interessado, ele clica no link sugerido.

É aí que entra a squeeze page.

Na nova página, há um breve texto resumindo o conteúdo, uma imagem do livro eletrônico e um botão para download.

Para baixá-lo, ele precisa fornecer o e-mail.

Aqui, temos uma segunda interpretação para o termo “squeeze”: espremer.

Quando fazemos uma limonada, esprememos limão para obter o líquido.

No marketing online, esprememos o usuário para obter seu contato.

Simples, não é?

Essa é a função de uma squeeze page.

Existem outras variações de conteúdo, mas seu objetivo é sempre o mesmo.

A partir daí, são utilizadas técnicas de e-mail marketing que estreitam os laços entre usuário e empresa.

Quando é detectado um alto grau de engajamento, isso significa que ele está pronto para receber uma oferta.

Assim, suas chances de conversão aumentam significativamente.

Podemos dizer, então, que uma squeeze page serve para obter o cadastro de potenciais compradores.

Mas não apenas isso, já que também filtram pessoas que têm interesse sobre o assunto.

Em determinado momento, Marcos, o nosso personagem, receberá uma proposta da empresa.

O negócio, vejam só, oferece não apenas casinhas, mas também outros acessórios para animais de estimação.

Essa é uma oportunidade única para fidelizá-lo e gerar fluxo de caixa.

Landing Page X Squeeze Page

objetivos em comum com a landing page

Agora que chegou até aqui, você provavelmente está se perguntando qual é a diferença entre uma landing page e uma squeeze page, não é mesmo?

Essa é uma dúvida muito comum.

Antes de mais nada, saiba que uma squeeze page é um tipo de landing page.

Uma landing page (ou página de aterrissagem) é voltada a um único objetivo.

Entre eles, fazer o download de um aplicativo, testar uma ferramenta gratuitamente, participar de evento online, comprar um produto, entrar em contato com a empresa ou seguir um perfil nas redes sociais.

Por outro lado, uma squeeze page tem a função exclusiva de coletar o endereço de e-mail do usuário.

Note que, muitas vezes, landing pages coletam uma série de dados.

Profissão, cargo, tamanho da empresa, receita, objetivo, entre outras questões são comumentes vistas em questionários.

As squeeze pages, por sua vez, são mais diretas: recolhem o e-mail e, quando muito, o nome do usuário.

E há outro aspecto muito peculiar desse formato.

Provavelmente, você já se deparou com o surgimento de um campo de inscrição enquanto lia um texto, convidando-o para assinar uma newsletter.

Esse também é considerado um modelo de squeeze page.

Quando Usar uma Squeeze Page?

uso das squeeze pages para otimização

Acredito que ficou clara a função de uma squeeze page: alimentar a sua base de leads qualificados.

Já o momento certo para implementá-la depende de outros elementos estratégicos.

Existem duas situações nas quais o usuário aceita a sugestão contida na chamada para a ação.

A primeira é quando há um benefício inegável.

É por isso que conteúdos ricos, como pesquisas de mercado, costumam ter altas taxas de conversão.

Repare que, ao baixar esse tipo de material, o lead adquirido provavelmente será de uma pessoa com alto nível de interesse na sua oferta.

Ou seja, um público qualificado e com potencial de se tornar um cliente.

Com isso, quero dizer que o redirecionamento para uma squeeze page deve ser realizado quando o usuário já tem um certo grau de educação sobre o tema.

Em textos mais técnicos, por exemplo, no qual o leitor está mais próximo do fim da jornada de compra.

A segunda ocasião ocorre com usuários altamente engajados.

Quando alguém já navegou por diversas páginas do blog, conhece e confia no conteúdo disponível, avalia que o material oferecido será relevante.

A detecção desse tipo de usuário é um tanto complexa, no entanto.

Geralmente, são identificados por meio de interações em redes sociais, em blogs e em eventos online.

Como Criar Uma Squeeze Page em 5 Passos

criação simplificada de squeeze pages

Mas, afinal, como criar uma squeeze page?

Não se decepcione ao ouvir que inexiste um modelo ideal.

Isso porque públicos diferentes reagem de maneiras particulares.

O ideal, nesse caso, é realizar testes para otimizar as páginas de conversão.

No entanto, existem alguns atalhos utilizados por profissionais de marketing que se encaixam aos padrões de alta performance.

A seguir, confira um passo a passo para criar uma squeeze page de qualidade.

1. Seja especifico na headline

Quando um usuário chega até a sua squeeze page, ele está a apenas um passo de realizar uma importante ação: conceder o e-mail.

Por isso, você não deve desviar seu caminho natural, o que acontece quando há informações em excesso.

Seja direto e entregue somente o necessário.

Headlines (títulos de página) muito longos podem ter o efeito contrário e afastar o leitor de sua jornada.

2. Peça só o e-mail

Um erro muito comum que identifico em squeeze pages é a solicitação de uma grande quantidade de dados.

Por mais valiosas que essas informações sejam, é possível que façam com que o usuário desista da ação.

Por isso, ao criar uma página nesse modelo, solicite apenas o e-mail.

Se considerar essencial, exija também o nome, mas não vá além disso.

Existem ferramentas de marketing que identificam o usuário a partir de seu endereço eletrônico.

Assim, você pode requisitar outros dados em um momento oportuno.

Pode ser quando ele baixar outro conteúdo, por exemplo.

3. Capriche no design

O design de uma squeeze page é um dos elementos mais importantes em termos estratégicos.

Lembre-se: o usuário não deve ser distraído.

Sua página deve ser limpa, estimulando a realização do objetivo final: a conversão.

Além disso, há outros componentes importantes, como a velocidade de carregamento de página, a qualidade da imagem e a escaneabilidade.

4. Insira uma imagem poderosa

Vejo com frequência squeeze pages com imagens em baixa qualidade, não relacionadas ao conteúdo oferecido ou em excesso.

O melhor caminho para essa funcionalidade é utilizar uma imagem única, que destaque o material oferecido ou transmita diretamente a ideia proposta.

Dizem que uma imagem valem mais que mil palavras.

Nesse contexto, ela é especialmente valiosa.

Se você puder poupar palavras e inserir a mensagem diretamente na imagem, faça-o.

O usuário agradece.

5. Destaque a chamada para a ação

A chamada para a ação é o elemento responsável por realizar a conversão.

Por essa razão, normalmente, ela ocupa uma posição de destaque em squeeze pages.

Utilize cores e formatos que concedam a ela importância que merece.

É a partir do CTA que o usuário dá prosseguimento à sua jornada e avança ao fundo do funil de vendas.

Portanto, posicione a chamada de acordo com a atividade desejada, escolha um botão de fácil percepção e um texto que estimule o cumprimento do objetivo.

6. Insira sua página de captura em todos os lugares

Uma squeeze page é um elemento-chave em sua estratégia.

Para que ela funcione, você precisa gerar leads.

Para gerar leads, ela precisa ser acessada.

Por isso, tendo em vista a necessidade de gerar tráfego para ela, adicione links para redirecionamento em outros locais do site e blog.

Além disso, se possível, divulgue-a em redes sociais, fóruns de discussão, aplicativos de comunicação e via e-mail marketing.

Apesar de tudo, lembre-se de que ela tem uma função estratégica.

Ou seja, muitas vezes, é necessário planejar o envio.

Como dito em outro tópico, pessoas com pouco conhecimento sobre o assunto podem não estar preparadas para a oferta.

Receber uma mensagem que não interessa, certamente, não está nos planos do usuário e o efeito tende a ser negativo.

7. Realize testes

Por mais que existam diversos templates de squeeze pages espalhados pela internet, nada substitui a boa e velha realização de testes A/B.

Esse método consiste na utilização de páginas semelhantes, com apenas um elemento diferente.

A seguir, é medida a performance individual de cada uma delas.

Aquela que apresentar um melhor desempenho, deve ser mantida; e aquela com piores indicadores, descartada.

Vale lembrar que esse é um processo de constante aperfeiçoamento.

Sempre há algo que pode melhorar.

Além disso, os hábitos do usuário na web mudam o tempo todo.

Onde criar uma Squeeze Page gratuita

wordpress como opção gratuita para criar squeeze pages

Algumas das melhores plataformas de gestão de sites possuem seus próprios gadgets e ferramentas para construção de páginas de aterrissagem.

As mais famosas e práticas são as seguintes.

WordPress

Plataforma mais utilizada no mundo, o WordPress apresenta a estrutura perfeita para gerar páginas de conversão e otimização para mecanismos de buscas.

Wix

Conhecida por sua facilidade de criação, no sistema de arrasta-e-solta, a Wix é perfeita para desenvolvedores que desejam elaborar squeeze pages de maneira simples.

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um texto e eu espero que você tenha sucesso ao aplicar as ideias aqui colocadas em sua estratégia.

Hoje, aprendemos tudo sobre squeeze pages.

No início do artigo, descobrimos o que é esse recurso e para que ele serve.

Também observamos as diferenças entre essa ferramenta e as landing pages, tão comumente confundidas.

Por fim, vimos como criar uma squeeze page com alto poder de convencimento e quais são as plataformas ideais para tal.

Se restou alguma dúvida, o espaço de comentários está à sua disposição.

Aproveite para me contar: como você tem usado as squeeze pages na sua estratégia?

Compartilhe