Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Entenda como a pesquisa de mercado é valioso para seu negócio

Pesquisa de mercado é um instrumento utilizado para estudar o público e a área de atuação de uma empresa, mapeando concorrentes e identificando oportunidades que vão dar suporte às suas estratégias. Os insights obtidos no estudo servem de embasamento à tomada de decisão, que se destina a objetivos diversos.

Você dá a devida atenção para a pesquisa de mercado na hora de tomar decisões estratégicas?

Se você não sabe, já quero deixar claro: ela é a principal maneira de coletar dados, informações, opiniões do seu nicho. 

Eu sou muito chato na questão de monitoramento e análise, você deve saber. Tanto para suas campanhas, quanto para seus concorrentes.

Isso se deve ao fato de que com a imensa quantidade de dados disponíveis no ambiente online, é muita irresponsabilidade tomarmos decisões baseados no achismo, não é mesmo?

Achismos, simplesmente, não deveriam existir. 

Muito menos agora, com toda essa facilidade na palma da nossa mão.

Com tantas pessoas online, tantas empresas investindo em marketing digital e um comportamento de consumo cada vez mais virtual, não há desculpas que colem.

Você pode, rapidamente, ter conhecimento de tendências, saber os tipos de conteúdos com mais engajamento, conhecer as palavras-chaves mais rentáveis e até quanto de investimento seu concorrente tem feito em mídia online (inclusive, sem precisar sair do lugar).

Por isso, a pesquisa de mercado é essencial para qualquer empreendedor que esteja iniciando seu negócio — ou até expandindo.

Sempre é uma bela oportunidade para testar ideias de novos produtos ou serviços, entender a viabilidade de mercado e estudar a possibilidade de ampliar o segmento ou nicho de atuação.

Então, nesse texto, quero te não só descomplicar esse assunto, mas também mostrar para você como dá para inovar com ele, ok?

Bora nessa!

Mas para não perder o costume, deixo aqui uma ótima oportunidade de conteúdo gratuito e rico para você que quer turbinar suas estratégias do marketing digital. É o ebook que minha equipe preparou para impulsionar as técnicas que dão certo. Vai deixar passar?

banner as principais estratégias do marketing digital

O que é uma pesquisa de mercado?

o que é uma pesquisa de mercado

Simples e direto: uma pesquisa de mercado é um processo organizado de coleta, análise e interpretação de informações sobre um mercado-alvo ou um segmento específico do mercado.

Ela serve para entender as preferências dos consumidores, comportamentos de compra, tendências de mercado, concorrência e qualquer outra coisa que influencie nas decisões de marketing de uma empresa.

Mas vamos ser um pouco mais incisivos?

A verdade é que ela é o ponto de partida para estruturar o seu plano de negócio, produto ou campanha e, em última análise (mas não tão última assim!), ter mais chances de ter sucesso no seu empreendimento.

Ela funciona de duas formas para conseguir obter essas informações estratégicas:

  • Pesquisa primária: basicamente, quando você realiza ou contrata uma empresa para realizar a pesquisa, coletando e analisando os dados;
  • Pesquisa secundária: quando a pesquisa é realizada por terceiros e fica à disposição para consultas, como estudos acadêmicos, guias e relatórios realizados por instituições ou empresas privadas.

Antes da era digital, as pesquisas eram realizadas em campo.

Isso significa dizer que as pessoas saiam de casa para fazer perguntas para quem topasse participar ou, no máximo, faziam o questionário por telefone.

Hoje, com a quantidade de informações disponíveis no ambiente online, e a facilidade de interação com o usuário, a pesquisa pode ser feita de forma muito mais rápida e intuitiva.

Muitas vezes, inclusive, nem exige um questionário: algumas buscas e análises utilizando ferramentas específicas para benchmarking, por exemplo, podem ser suficientes.

Quem precisa de uma pesquisa de mercado?

Se você é daqueles que pensam que ver o que o mercado está fazendo vai “podar” suas asas criativas, pode parar de ler este artigo.

Sugiro, neste caso, que você leia o meu artigo: 7 características de quem não é empreendedor.

Porque não é fácil empreender.   

Você irá falhar miseravelmente algumas vezes. 

Isso é fato consumado.

Eu mesmo criei meu primeiro site aos 16 anos.

Peguei todo o dinheiro que tinha ganhado trabalhando em um parque de diversões e paguei para uma empresa de marketing.

A empresa de marketing não deu nenhum resultado. Mas de lá para cá, eu não só falhei, como você pode perceber. E eu aprendi uma imensidão de coisas no caminho.

Então, assino com todas as letras: se você quer estar preparado para enfrentar o mercado e ser competitivo, conhecer o terreno vai ajudar.

E não, não vai lhe impedir de inovar, pois uma das características do espírito empreendedor é, justamente, a capacidade de sair da zona de conforto.

Ao contrário, conhecer o mercado profundamente poderá ser inspirador – mas uma inspiração muito mais assertiva!

Então, faça uma pesquisa de mercado se você deseja:

  • Iniciar um novo negócio;
  • Testar um novo produto ou serviço;
  • Explorar um nicho de mercado desconhecido;
  • Criar um novo segmento no seu negócio;
  • Embasar decisões sobre um produto ou serviço;
  • Planejar uma nova estratégia de marketing;
  • Melhorar processos na sua empresa.;

Resumindo: se você quer tomar decisões com menores riscos de errar, então, você precisa, definitivamente, de uma pesquisa de mercado.

Quando fazer uma pesquisa de mercado?

Talvez você já esteja com a resposta dessa pergunta na língua: toda hora é hora.

Tendo como base o que eu disse quase agora, uma pesquisa de mercado pode ser realizada em diversas etapas do ciclo de vida de um produto ou serviço.

Antes de lançar um novo produto ou serviço no mercado, é essencial conduzir pesquisas para entender a demanda.

Quando uma empresa planeja atualizar um produto ou serviço existente, é importante pesquisar para entender como as mudanças serão recebidas pelos clientes.

Se uma empresa planeja expandir seus negócios para novas regiões ou países, é vital conduzir pesquisas para entender as necessidades e preferências dos consumidores nesses novos mercados.

Se houver mudanças significativas no comportamento do consumidor devido a fatores como avanços tecnológicos, eventos econômicos ou sociais, as empresas devem buscar entender como se adaptar a essas mudanças.

As empresas frequentemente conduzem pesquisas de mercado para avaliar suas posições em relação aos concorrentes, identificar pontos fortes e fracos, e encontrar oportunidades para se destacar no mercado.

Pesquisas periódicas podem ser realizadas para medir a satisfação do cliente, identificar áreas de melhoria e manter os clientes engajados.

E, claro, antes de tomar qualquer decisão estratégia.

Basicamente: sempre que você quiser conhecer o seu mercado!

Principais tipos de pesquisa de mercado

tipos de pesquisa de mercado

A pesquisa de mercado pode ter diversos objetivos e funções.

Você poderá executar uma pesquisa em diferentes momentos e estágios de amadurecimento da sua empresa (ou mesmo o seu, como profissional e empreendedor).

Por isso, quero abordar os principais tipos de pesquisa para que você avalie qual faz mais sentido para você,  ok?

Vamos lá!

Pesquisa de hábitos de consumo

A pesquisa de hábitos de consumo é, a meu ver, uma pesquisa que deve ser feita de forma recorrente.

Especialmente porque os hábitos mudam rapidamente, de acordo com o contexto global e, principalmente, com a mudança de comportamento entre as diferentes gerações.

Com ela, é possível que você alinhe melhor as suas estratégias de marketing, definindo, por exemplo, em quais redes sociais vale a pena estar presente.

Além disso, pode ser um grande ponto de partida na hora de desenvolver novos produtos ou serviços, né?

Tendo conhecimento dos hábitos, necessidades e dores do seu público, você poderá planejar soluções que atendam perfeitamente seus critérios de consumo.

Ela pode estar alinhada à uma pesquisa de perfil de consumidor — ideal na na criação de uma buyer persona sólida e bastante rica em detalhes.

Pesquisa para determinar a força de uma marca

Sem dúvida nenhuma, o trabalho de gestão de marca é essencial para que uma empresa possa se manter no mercado.

Nunca tire isso da sua cabeça.

Os consumidores estão cada vez mais exigentes, e a concorrência, mais acirrada.

Por isso, entender em que posição está sua empresa, na mente e coração dos consumidores, tem um enorme valor.

É um tipo de pesquisa para empresas que já estão no mercado a algum tempo, mas que é vital para continuar assim.

Analise os resultados e busque melhorar o seu posicionamento, de forma a aumentar sua força de marca.

Pesquisa de satisfação dos clientes

A pesquisa de satisfação é hoje, o tipo de pesquisa mais vendido por institutos especializados.

Isso mostra que as empresas entendem que a satisfação dos seus clientes é importante para o negócio, pois possibilita a fidelização.

E já é praxe aquela história: os esforços para manter um cliente são muito menores do que os necessários para conquistar novos mercados!

Portanto, vale a pena investir neste tipo de pesquisa.

Com os resultados, você poderá melhorar processos, produtos ou até mesmo qualificar equipes, buscando índices de satisfação cada vez maiores.

Pesquisa de satisfação dos colaboradores

Sua empresa pode ter um posicionamento de marca incrível, mas um funcionário infeliz pode pôr tudo a perder.

Quando uma pessoa adora a empresa na qual trabalha, executa suas tarefas com mais qualidade, fica mais satisfeita e se sente valorizada.

Um estudo realizado pela Harvard Business Review já mostrou que a felicidade tem uma influência direta na produtividade, eficiência e inovação de uma empresa. 

De acordo com a pesquisa, funcionários satisfeitos demonstram ser 31% mais produtivos, 85% mais eficientes e 300% mais propensos a inovar.

Olha só quantos ganhos!

A partir disso, ele mesmo ajuda a disseminar a mensagem e o posicionamento de marca para colegas, familiares, amigos e comunidade.

Por isso, garantir a satisfação dos funcionários é, não somente uma estratégia para melhorar a produtividade e reduzir o turnover, mas também uma estratégia comercial.

Então, meus caros, é visão de negócio também.

Uma pesquisa de satisfação de colaboradores é essencial para manter o clima interno agradável, evitar conflitos, conhecer as fraquezas e se manter em constante evolução!

Quais são as vantagens de uma pesquisa de mercado?

A pesquisa de mercado é realmente algo muito valioso. É por isso que quero falar agora sobre suas vantagens, ainda que seja de um ponto de vista mais geral.

Resumindo um pouco isso, são elas:

  • Conhecer o seu público: esse é o ponto mais básico, claro. Toda pesquisa, se bem aplicada, ajuda a compreender as necessidades, preferências e comportamentos do seu público-alvo. Isso permite que as empresas personalizem seus produtos, serviços e estratégias de marketing de acordo com as demandas reais dos consumidores;
  • Entender as estratégias dos concorrentes: sabe aquele truque que o concorrente tá usando e que tá dando super certo? Uma boa pesquisa de mercado ajuda a desvendar esses segredos, permitindo que você ajuste suas próprias táticas e se destaque da multidão. Se manter atento aos movimentos da concorrência é muito importante para orientá-lo nas decisões. É como um jogo de xadrez… De quem será o xeque-mate?
  • Descobrir o tamanho do mercado: sim, o tamanho importante. E saber dimensioná-lo, mais ainda. Quando você “mede”, você pode planejar suas vendas, identificar áreas para crescer e descobrir se o seu produto tem boas chances de fazer sucesso;
  • Aprender com os outros: observar o que outros negócios estão fazendo bem (ou mal) é uma escola! Aproveite para descobrir com os erros e acertos dos outros empreendedores e aplicar essas lições no seu próprio negócio.
  • Achar oportunidades: elas podem revelar necessidades não atendidas ou áreas onde não há muita concorrência. Identificar essas oportunidades pode abrir portas para novos produtos ou serviços que vão brilhar no mercado. 

Importância de realizar uma pesquisa de mercado

importância de realizar uma pesquisa de mercado

É essa pesquisa mercadológica que consegue orientar as melhores decisões, seja para um novo empreendimento, seja para um novo produto, ou até mesmo para decisões de branding ou marketing, por exemplo.

E o melhor é que, como disse lá no começo, as facilidades trazidas pela tecnologia fazem com que seja muito fácil colocar em prática sua pesquisa.

Muitas vezes, você mesmo pode criar, distribuir e analisar os resultados.

Mas tudo depende, é claro, da complexidade da informação que se espera obter.

Não estou, aqui, querendo dizer que você pode dispensar os institutos profissionais especializados, ok?

Longe de mim!

O segredo é: entender as possíveis funções de uma pesquisa de mercado e decidir qual faz mais sentido para o momento do seu negócio.

Agora, quero falar um pouco sobre a importância de fazer essa pesquisa para diferentes cenários. 

Bora entender isso junto?

Determinar a viabilidade de um novo empreendimento

A pesquisa de mercado pode ser crucial na hora de você começar uma empresa.

Uma pesquisa pode ajudá-lo a definir pontos importantes, como localização, processo de logística e identidade visual.

Ou, antes disso, pode alertá-lo de que, talvez, sua ideia não seja tão boa para o mercado escolhido, e você poderá validá-la antes de enfrentar um possível fracasso.

Antigamente, realizavam-se longas e complexas pesquisas de viabilidade de negócio. 

Às vezes, a ideia que seria viável no início da pesquisa, deixa de ser viável ao final dela.

Por isso, atualmente se usam metodologias mais simples, como o Lean Canvas, utilizado na criação de startups.

O objetivo é validar o modelo de negócio com uma versão mínima dele na prática.

É um tipo de pesquisa rápida, curta, com um público selecionado, que vai lhe fornecer respostas rápidas também.

Assim você não perde o timing do seu empreendimento. Maravilhoso, né?

Testar novos produtos e serviços

Da mesma forma que você pode validar um novo negócio, minimizando riscos, você também pode testar novas ideias de produtos ou serviços.

O objetivo dessa pesquisa é avaliar se vale a pena o desenvolvimento e lançamento de um novo produto, baseado no comportamento e opinião dos consumidores.

Além disso, a pesquisa pode enriquecer o projeto, trazendo novas percepções de mercado que, talvez, sua empresa não tenha considerado.

Este é o caso das evoluções de funcionalidades do Instagram, Facebook, Twitter (X) e por aí vai. 

Eles desenvolvem um novo tipo de função para a plataforma, e a disponibilizam para usuários beta.

Eles testam por um tempo e depois avaliam como foi a repercussão. Dependendo, o produto pode ser descontinuado sem mesmo ter sido oficialmente lançado.

Ou então, ser um novo sucesso!

Você também pode realizar pesquisas de mercado para teste de produtos com grupos, presencialmente.

Vamos supor que o seu novo produto seja um iogurte.

Você poderá apresentá-lo para um grupo que represente bem a sua persona, e analisar suas expressões enquanto o comem.

Depois, ouvir suas opiniões em relação ao sabor, textura, cheiro, embalagem, e até ideias de preço que pagariam e melhores locais para distribuição.

Consegue ver o quão rica uma pesquisa dessas pode ser para sua empresa? É incrível!

Criar segmentos novos de negócios

Aqui é uma espécie de mistura do primeiro e segundo item.

Digamos que sua empresa já esteja consolidada no mercado, em um segmento de negócios, e deseja abrir o leque.

Este tipo de decisão pode acontecer por inúmeras razões.

Uma delas é para seguir uma estratégia de crescimento horizontal, em que você cria novos negócios atendendo a sua cadeia de produção, para frente, ou para trás.

Uma indústria de móveis, por exemplo, que monta uma marca de lojas de decoração.

Eventualmente, ela também poderá adquirir uma fábrica de fitas de borda, parafusos ou até uma madeireira.

Embora o meu exemplo seja de algo grande, isso pode também acontecer em menor escala.

Uma agência de publicidade que deseja investir em uma gráfica expressa, pode ser um exemplo mais realista.

Um outro movimento que tem acontecido, com a rápida transformação do consumo, é o de empresas tradicionais estarem investindo em startups, buscando trazer esse pensamento ágil para suas corporações.

Não deixa, também, de ser um novo nicho de negócios.

E, assim como é preciso avaliar a viabilidade e testar produtos e serviços, um novo nicho de negócios também precisa de uma pesquisa para reduzir os riscos dessa empreitada.

Muitas vezes, entrar em um novo nicho já estabelecido pode ser mais desafiador do que começar um negócio, pela primeira vez.

Por isso, não deixe que o conhecimento que você tem com sua empresa domine suas decisões.

Nem sempre o que valeu para a sua, valerá para a nova, e a pesquisa de mercado é vital para ajudá-lo a esclarecer essas diferenças de estratégia e planejamento, ok?

Descobrir informações estratégicas para o lançamento de um produto

Vou supor que você testou seu novo produto, fez os ajustes e adequações necessárias e agora está pronto para lançá-lo.

Você precisa levantar informações que o orientem nesse planejamento.

Não me refiro somente ao marketing, embora ele seja um dos carros chefes quanto o tema é esse.

Mas informações de público, preferências, e até percepções que foram notadas na pesquisa de teste de produto, poderão ser essenciais para um correto lançamento.

Preço adequado, praça ideal, comunicação assertiva. Lembra dos 4 P’s do Marketing?

O produto você já tem. Hora de planejar com atenção os outros P’s.

Uma pesquisa rápida, com uma amostragem de clientes ou consumidores em potencial, pode ajudá-lo a esclarecer os melhores argumentos para uma abordagem de sucesso.

Aprimorar processos internos e gerenciais da empresa

A gestão da empresa também tem a ver com o mercado.

Pode até parecer estranho à primeira vista, mas pesquisas de satisfação, especialmente, são muito eficazes para que você melhore seus processos internos.

Nas pesquisas de satisfação, muito pode ser observado em relação a atendimento, logística, tempo de resposta dos departamentos responsáveis, e até mesmo questões de produto ou serviço, como qualidade de materiais.

Essas informações são muito ricas e podem abrir os seus olhos como gestor.

Muitas vezes, imaginamos que temos um processo redondo funcionando na empresa, e ao realizar uma pesquisa com clientes, colaboradores ou parceiros, descobrimos que isso não é bem assim.

Então, porque não se atentar a isso?

Ela tem um grande valor para o aprimoramento constante dos processos internos, auxiliando no desempenho, otimizando tempo e recursos, e até, aumentando a motivação dos seus funcionários e o reconhecimento de seus clientes.

Como fazer uma pesquisa de mercado eficiente?

questionário de pesquisa

Você já pode ter entendido os benefícios, mas talvez ainda esteja em dúvida de como aplicar uma das etapas de pesquisa de mercado.

Bem, neste caso, vou tentar ajudá-lo trazendo 5 passos básicos para que você consiga criar e aplicar a sua primeira pesquisa.

Pronto?

Então, vamos lá!

Defina seus objetivos e sua persona

Primeiras coisas primeiro.

Sem dúvida, começar sua pesquisa depende de definir o seu objetivo.

A pesquisa tem, por finalidade, responder alguma dúvida. Portanto, é recomendável que você transforme seu objetivo em uma pergunta.

“Como aumentar as vendas do meu produto”

 “Que novo produto eu poderia desenvolver”

“Meu serviço seria consumido por jovens de 15 a 22 anos?”,

Essas são as primeiras perguntas que vem à minha cabeça.

Mas aí quem deve elaborar a pergunta é você.

Pense no seu problema, transforme-o em uma questão para que fique muito claro o tipo de resposta que você deseja obter com essa pesquisa.

A partir do objetivo, será fácil identificar o público que deverá respondê-la.

Liste todas as características da persona que participará: dados demográficos, preferências e hábitos de consumo, escolaridade e profissão, são algumas informações que podem ser úteis.

Lembre-se de anotar tudo que for levantado nesta etapa em um briefing.

Dessa forma, todos estarão alinhados e a análise dos resultados será muito mais produtiva!

Determine o tamanho da pesquisa

Pesquisa boa é pesquisa delimitada.

Por isso, um dos itens mais importantes é o tamanho da amostra.

Digo isso porque existem empresas que fazem pesquisas, mas por definir mal a amostra, acaba tendo seus resultados mascarados ou incorretos.

Neste caso, é esforço investido em vão, já que suas decisões não estarão embasadas em informações verdadeiras e confiáveis.

O tamanho da amostra é fundamental, na mesma medida que é a margem de erro e de confiança, ok?

O SurveyMonkey oferece uma ajuda ótima para definir o tamanho da sua pesquisa.

tabela de pesquisa da plataforma SurveyMonkey

Basicamente, você precisa ter uma noção da população — ou seja, a totalidade de consumidores que tenham o perfil desejado para a pesquisa.

Então, deve definir a margem de erro e de confiança desejada (geralmente trabalha-se com 5%).

Aí é só consultar na tabela acima uma ideia de amostragem ideal.

Simples, não?

Pense no melhor método para conseguir os dados

Lá no começo deste artigo, comentei que existem as pesquisas primárias e secundárias.

Muitas vezes, você irá precisar das duas!

Então, reúna todas as informações que você puder encontrar, em sites, jornais, revistas, trabalhos acadêmicos ou até livros.

Esses dados que já estão disponíveis podem ajudar a antecipar muitos resultados.

Assim, você pode trabalhar seu público somente com perguntas específicas, próprias do seu negócio, ou que respondam dúvidas que a pesquisa secundária não foi capaz de responder.

Então, é hora de pensar a melhor abordagem.

Um questionário online, enviado por e-mail? 

Um telefonema?

Ou, ainda, um encontro em grupo, para provocar discussão entre os participantes?

Todas as formas tem seus prós e contras, e tudo depende do objetivo da sua pesquisa e do perfil do seu usuário.

Muitas vezes é melhor abrir mão de um bate-papo físico para garantir que as respostas sejam coletadas, ainda que por e-mail, se o seu público tem uma agenda ocupada (como médicos, por exemplo).

Elabore questionário de pesquisa de mercado

Na lista de ferramentas que apresentarei no próximo tópico, tem algumas que servem para elaborar questionários.

Mas claro que elas vão servir como template, modelos ou formatos, e para distribuição e captação dos resultados.

As perguntas, em si, são de sua responsabilidade!

E precisam ser muito bem planejadas. 

Procure fazer perguntas claras e diretas, que não tenham duplos sentidos ou várias interpretações.

Também cuide para ser imparcial. 

Não tente induzir os participantes a responderem algo que vá de encontro ao que você gostaria, mas talvez não seja o que eles de fato responderiam. 

Se você fizer isso, as suas respostas são ilusórias e sua pesquisa não terá valor.

Dê abertura e liberdade para que sejam honestos.

Nas questões objetivas, com pontuações, por exemplo, procure dar opções suficientes para detalhar o sentimento do participante. Sempre em número ímpar!

Se você faz perguntas positivas, com uma certa escala de respostas, não mude a pergunta para uma negativa, em que a escala ficaria ao contrário.

Por exemplo: você está satisfeito com o serviço da empresa X? Escolha de 1 a 3, sendo 1 muito insatisfeito, e 3 muito satisfeito.

A pessoa escolhe o 3, como sendo algo muito bom.

Mas se você perguntar: qual a probabilidade de você trocar nossa empresa por um concorrente? 

Escolha de 1 a 3, sendo 1 pouco provável e 3 muito provável.

Percebe que a primeira pergunta, a melhor resposta é a opção 3, enquanto que a segunda pergunta, esse peso se inverte?

Isso não só confunde o usuário, mas também atrapalha a análise dos dados, já que você irá somar todas as respostas “3” e achará que seu indicador está bom, quando, na verdade, alguns 3 fazem referência a algo negativo.

O SurveyMonkey, traz um conteúdo rico de exemplos e tipos de perguntas, que podem lhe ajudar.

Analise as respostas e gere relatórios

Após feita a pesquisa mercadológica, é hora de analisar os resultados!

Você precisa tabular as informações, agrupando-as em padrões. 

Com isso, é possível criar gráficos e tabelas para uma visualização da situação do seu problema.

Os relatórios gerados com a pesquisa serão uma fonte de consulta para entendimento do seu objetivo de pesquisa, e futura tomada de decisões ou planejamento de ações para os pontos de atenção.

Com o passar do tempo, conforme você for realizando novas pesquisas, poderá acompanhar a evolução (espero que assim seja!) dos resultados positivos.

Ferramentas para uma pesquisa de mercado online

ferramentas de pesquisa de mercado

Como eu já falei mais de uma vez, a era digital facilitou muito a captação de dados para uso estratégico.

Não somente para realizar pesquisas mais rapidamente, mas também para consultar informações disponíveis na rede.

Se você acompanha meu blog, já deve ter uma lista imensa de ferramentas que recomendo utilizar, com diversas funcionalidades (acredito que essa parte prática é essencial!).

É possível que muitas estejam novamente nesta lista, já que monitoramento e análise de dados é, também, uma forma de pesquisa de mercado.

Então, anote essas ferramentas como dicas para você encontrar inúmeras informações importantes para o seu negócio. 

É um excelente começo!

Ferramentas para dados e métricas

Google Treads como exemplo de ferramenta de daso e métricas

Dados e métricas estão disponíveis — e aos montes — no ambiente digital.

Existem ferramentas e empresas que disponibilizam essas informações para consulta. São fontes confiáveis que podem ser de grande auxílio para sua pesquisa de mercado.

1. Google Analytics

Com o Google Analytics você consegue entender tudo que as pessoas fazem no seu site.

Você também pode administrar testes A/B, para entender o que funciona melhor com o seu público.

 E isso vai desde de titles, chamadas call to action, até questões de cores e imagens.

Com o Analytics, você irá rastrear todo o comportamento do seu usuário, perceber quais são as fontes de tráfego que mais atraem pessoas para o seu site, e quais as páginas em que elas permanecem por mais tempo.

É uma fonte riquíssima de dados e informações relevantes para o crescimento do seu negócio.

Vale conferir meu post completo sobre o Google Analytics!

2. Google Trends

Esta é uma ferramenta incrível disponibilizada pelo Google, que você precisa tomar conhecimento.

O Google Trends traz as buscas mais populares por país.

Claro que nem sempre isso vai ser útil, mas é muito interessante para entender o que está rolando entre os usuários.

Você se lembra dos Trend Topics ou Moments do Twitter (ou o X, nome novo)? 

Funciona da mesma maneira.

Além disso, você pode fazer buscas por termos ligados ao seu negócio, e conhecer as tendências em torno deste termo, como pesquisas relacionadas, lugares onde as pessoas mais pesquisam sobre o assunto, e outras informações.

3. Sebrae

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é a fonte número um para qualquer profissional que busque empreender.

O Portal do Sebrae traz diversas informações, relatórios, pesquisas, apostilas e aulas, para quem deseja começar ou expandir o seu negócio.

Além disso, o site conta com consultores e eventos presenciais para apoio.

Não tem porque você não aproveitar dessa fonte de conhecimento!

Ferramentas para análise de concorrentes

Um tipo de pesquisa de mercado muito procurado é a análise de concorrentes, ou o famoso benchmarking.

Entender o que os concorrentes andam fazendo, como se comunicam e se posicionam, pode ser um importante norteador na hora de tomar suas decisões.

É claro que não estou querendo dizer que você deve somente imitá-los, e não criar nada novo. 

Pelo contrário!

Observe o que deu certo?

Tente implementar à sua maneira (é o seu toque especial). 

Mas também perceba o que não deu certo e evite.

Mas sempre encontre furos e oportunidades na análise dos concorrentes.

Se você tem um espírito inovador, saberá perceber os pontos que o seu concorrente pode estar deixando passar, e aproveitá-los a seu favor.

Existem ferramentas incríveis, algumas com funcionalidades gratuitas, que podem ser um bom ponto de partida para a sua pesquisa de mercado.

Neste conteúdo trago as principais, mas você pode ver uma lista com outras sugestões no meu artigo 11 Ferramentas de Marketing Para Análise da Concorrência Que Vão Aumentar as Visitas do Site.

4. Buzzsumo

O Buzzsumo é uma ferramenta de marketing de conteúdo que gera resultados definitivos.

Com ele você pode entender quais conteúdos dos seus concorrentes fazem mais sucesso, e até ser notificado toda vez que um concorrente postar algo novo.

Você pode aumentar as chances do seu conteúdo ficar viral quando você estuda os conteúdos mais compartilhados no Buzzsumo.

É uma análise de concorrência, mas também uma análise do comportamento do consumidor. 

Dominar ferramentas como é o famoso “pulo do gato”!

5. Spyfu

spyfu como exemplo de ferramenta de análise de concorrência

Mais uma opção!

O SpyFu é uma ferramenta de análise da concorrência que ajuda você a encontrar as palavras-chave mais rentáveis que seus competidores utilizam nos anúncios PPC.

Ele mostra as palavras-chave mais lucrativas nos anúncios, bem como apresenta resultados de pesquisa orgânica de palavras-chave. 

Assim você consegue melhorar sua performance de otimização dos mecanismos de busca (SEO).

6. SEMRush

O SEMRush é uma das ferramentas de marketing mais versáteis.

Ele permite que você pesquise informações de qualquer domínio, e utilize os dados para otimizar suas próprias campanhas.

Essa ferramenta ajuda a realizar quatro coisas importantes:

  • Pesquisa de palavras-chave;
  • Pesquisa por concorrentes;
  • Auditoria do site;
  • Análise de backlinks.

O SEMRush mostra as páginas de resultados dos mecanismos de busca e suas palavras-chave, e é atualizado em tempo real.

Tendo essas informações em mãos, você será capaz de tomar decisões estratégicas em relação a suas campanhas e posicionamento online, atingindo melhores resultados.

O ponto negativo é que o SEMRush é pago.

Pois é!

Mas como alternativa, eu recomendo a minha Ubersuggest, que faz tudo isso de graça…

7. Screaming Frog

Screaming Frog é uma ferramenta que eu recomendo com frequência a proprietários de sites (incluindo você, viu?). 

É um rastreador de sites que oferece relatórios completos sobre a otimização do site avaliado.

Para se inscrever, basta ir à página SEO Spider e fazer o download da ferramenta.

A versão básica é gratuita, mas se você precisar de mais recursos, o valor da versão paga é de cerca de US$ 149 por ano (pouco mais de R$ 550).

Ferramentas para entrevista com clientes

Uma das grandes vantagens da internet é a aproximação entre pessoas.

Não é maravilhoso você encontrar um antigo colega de escola em uma rede social só pesquisando o nome dele? 

Em outras palavras: reconstruir vínculos, ainda que a vida e o tempo se encarregaram de distanciá-los?

Sem dúvidas, esse é um dos maiores feitos dessa era digital. E para as empresas, os ganhos também são muitos!

Hoje em dia, está muito mais fácil a comunicação entre marcas e clientes. Entre famosos e fãs. Entre ícones do segmento profissional e estudantes.

E isso não tem preço!

Poder testar ideias, conceitos, produtos, praticamente em tempo real e com seus reais consumidores (ou, até, com seus melhores clientes), economiza muito tempo e dinheiro das empresas.

É possível que você envie um formulário simples, para o e-mail ou celular do seu público, para validar uma ideia ou entender um comportamento.

Pesquisas de satisfação? Podem ser feitas de forma automatizada, utilizando ferramentas de automação de marketing, como o Hubspot.

São inúmeras as possibilidades e vantagens de utilizar essa aproximação com os usuários para conversar com eles, pesquisá-los, entendê-los, testar conceitos, etc.

Algumas ferramentas auxiliam nesse processo. 

Digo a seguir!

8. Typeform

Type form como ferramenta de entrevistas e questionários simplficados

Com o Typeform você pode criar formulários para perguntar aos seus clientes sua opinião.

Você pode ser tão específico quanto desejar, conseguindo respostas detalhadas e muito ricas para o seu negócio.

E a ferramenta ainda tem um layout bonito e é muito simples de utilizar. 

Dá para enviar sua pesquisa por e-mail ou SMS, e todas as respostas serão gravadas na ferramenta.

Então, você poderá analisar e gerar gráficos com esse banco de dados.

9. SurveyMonkey

Se você estiver atento, sabe que já falei essa palavra algumas vezes por aqui, né?

Essa é uma ferramenta fácil de utilizar para criação de questionários, conta com alguns templates prontos que você pode adaptar para sua necessidade.

Com a versão gratuita, você já consegue fazer algumas pesquisas. 

Porém, terá limitação de perguntas e não terá acesso a algumas funcionalidades, como exportação das respostas, por exemplo.

Mas, para quem está iniciando, é uma boa!

Conforme você for fazendo pesquisas e vendo valor nesses dados, será mais fácil argumentar o investimento de uma assinatura.

Então, tenha essa carta na manga.

10. Opinion Box

Essa é uma startup brasileira!

A empresa oferece duas modalidades de pesquisa: a faça você mesmo, como as anteriores aqui apresentadas, e a pesquisa com especialistas, em que profissionais da startup cuidam do projeto, do início ao fim.

A empresa foi eleita a startup mais atraente para marketing e varejo de 2017.

Sem dúvida, tem se destacado e pode ser um grande parceiro estratégico. É uma super dica!

Exemplos de pesquisas de mercado

profissional assinalando título entre símbolos Pesquisa de mercado

Se você procura exemplos de pesquisa de mercado para se inspirar, a dica que dou é para conferir este material do Sebrae depois de concluir a leitura do artigo.

Ao final do documento, há um formulário de pesquisa de mercado com exemplos de questões para definição do público-alvo e do objeto da pesquisa.

Também formulários para listar fontes de dados, definição do método utilizado e da amostra.

Mas o que talvez mais interesse a você vem na sequência, que é um questionário com exemplos de perguntas e um roteiro de entrevista.

Então, vale acessar o material indicado.

Só que eu não quero deixar você ansioso por exemplos.

Então, veja algumas perguntas que podem estar na sua pesquisa de mercado:

  • Você consome o produto ou serviço X?
  • Qual marca abaixo você conhece?
  • Qual marca abaixo você utiliza?
  • Qual produto abaixo você já comprou?
  • Com que periodicidade você compra produtos da marca abaixo?
  • Quais características do produto mais agradam você?
  • Quais características do produto mais desagradam você?
  • Quais das marcas abaixo você recomendaria a um amigo ou familiar?
  • Quanto você estaria disposto a pagar por um lançamento da marca?

É importante lembrar que, em um questionário, todas essas perguntas hipotéticas viriam acompanhadas de opções de resposta.

Em média, a pesquisa de mercado traz cinco possibilidades de resposta ao participante!

Falando em mercado, não posso deixar de mencionar novamente meu ebook gratuito sobre  as melhores estratégias de marketing para você aplicar no seu negócio. Elas realmente funcionam. Então não deixe de conferir!

principais estratégias de marketing digital

Conclusão

Independente da fase que sua empresa se encontra e do seu objetivo, uma pesquisa mercadológica sempre cairá bem.

Ela ajuda a se ter decisões mais assertivas e, assim, resultados ainda melhores.

Espero que você também tenha entendido que nem sempre você precisará criar sua própria pesquisa. 

Em muitos casos, realizar pesquisas secundárias poderá ser suficiente.

O importante é manter-se sempre atualizado, acompanhando as mudanças dos comportamentos e hábitos de consumo, e de olho no que andam fazendo os seus concorrentes.

Não se preocupe em realizar pesquisas complexas e longas, com muito tempo de aplicação e análise.

Normalmente, um formulário simples enviado por e-mail, ou ferramentas de feedback automático, implementadas no seu site, já são bastante valiosas.

O que não dá é para ficar parado!

E muito menos se apoiar em achismo. 

Busque ter embasamento suficiente para que suas decisões sejam assertivas.

Isso não é, necessariamente, garantia de sucesso. 

Você poderá falhar, muitas e muitas vezes. Eu também falhei.

Mas, sem dúvida, é uma maneira de reduzir os riscos. Quanto mais conhecido for o seu mercado, melhor você poderá atendê-lo!

E é muito melhor inovar e arriscar em um terreno firme e seguro, do que em uma areia movediça, certo?

Então, me diga: qual a primeira pesquisa que você pretende aplicar?

Até a próxima (e não demore!)

Perguntas frequentes sobre pesquisa de mercado

O que é uma pesquisa de mercado? 

Uma pesquisa de mercado é um processo organizado de coletar, analisar e interpretar informações sobre um mercado específico. 

Ela ajuda as empresas a entenderem as necessidades e preferências dos consumidores, comportamentos de compra, concorrência e tendências, permitindo tomar decisões estratégicas informadas.

Quais são os tipos de uma pesquisa de mercado?

Existem diversos tipos de pesquisas de mercado, como pesquisas de opinião, entrevistas, grupos focais, observações e análises estatísticas. 

Além disso, as pesquisas podem ser quantitativas (baseadas em números e estatísticas) ou qualitativas (explorando insights mais profundos sobre sentimentos e motivações dos consumidores), adaptando-se às necessidades específicas do estudo.

Quando fazer uma pesquisa de mercado? 

Uma pesquisa de mercado pode ser realizada em várias fases do ciclo de vida de um produto ou serviço. 

Ela é útil ao lançar um novo produto, atualizar produtos existentes, entrar em novos mercados, entender mudanças no comportamento do consumidor, avaliar a concorrência ou antes de tomar decisões estratégicas importantes para o negócio.

Como fazer uma pesquisa de mercado? 

Para fazer uma pesquisa de mercado, primeiro, defina claramente seus objetivos e perguntas de pesquisa. Escolha o método (quantitativo ou qualitativo) e as técnicas adequadas. 

Desenvolva um questionário estruturado ou guia de entrevista, selecione seu público-alvo, colete dados de maneira consistente e analise os resultados de forma criteriosa. Lembre-se de interpretar os dados com cuidado para extrair insights valiosos e orientar suas decisões de negócios.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe

Neil Patel

source: https://neilpatel.com/br/blog/pesquisa-de-mercado/