Marketing Multinivel ou Marketing de Rede: O Que É e Como Funciona

marketing multinível

Marketing Multinível: Quer ganhar uma renda extra ou até mudar de vida em um mercado muito rentável?

Você provavelmente já deve ter escutado uma frase assim em algum lugar, mas não sabe exatamente o que pode esperar do Marketing Multinível, não é mesmo? Por isso eu preparei esse guia pra você, aqui você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre o assunto.

Está preparado? Vamos lá!

O Que é Marketing Multinível?

Segundo a Wikipédia, o marketing multinível é:

“Um modelo comercial de distribuição de bens ou serviços em que os ganhos podem advir da venda efetiva dos produtos ou do recrutamento de novos vendedores”

O marketing multinível, (abreviado também como MMN), ou marketing de rede, trabalha com um estilo de vendas aonde o profissional ganha uma participação nos lucros conquistados através das suas próprias vendas e também da sua rede de revendedores.

Dessa forma, os ganhos podem vir de duas frentes: através de vendas diretas ou então recrutando novos vendedores para participarem e expandirem o seu negócio.

Nesse artigo irei exemplificar um dos tipos mais conhecidos – e polêmicos – de marketing e vendas: o marketing multinível (MMN).

Mas você pode me perguntar: Neil, por que existe essa polêmica dentro do marketing multinível? 

Se você conhece alguém que trabalha com marketing de rede irá entender o que irei falar aqui.

O amor e o ódio pelo marketing multinível

Normalmente, quem trabalha com marketing de rede costuma defender arduamente e apaixonadamente o modelo de negócio no qual está inserido.

Muitas vezes, essa paixão pelo negócio pode chegar a ser até exagerada e muito insistente quando apresentam seu plano de marketing multinível.

Muitas pessoas acabam se sentindo desconfortáveis quando são insistentemente convidadas a também entrarem no modelo de negócio do marketing de rede.

Quando se une a falta de conhecimento com a desconfiança em um negócio, a rejeição é a primeira resposta para muitas pessoas quando ouvem falar sobre o marketing multinível.

Muita gente que já conversou com algum revendedor de empresas de alto engajamento como a Hinode ou Herbalife, podem ter sentido essa mesma má impressão do marketing de rede, ou multinível.

Por outro lado, é importante entender de fato o funcionamento desse tipo de marketing antes de fazer um pré-julgamento e formar uma má impressão do seu modelo, correto?

Por isso quero me aprofundar nesse artigo em todos os pontos que tornam o marketing multinível algo tão interessante e tão discutido:

Conceitos, vantagens, desvantagens, confusões entre marketing multinível e esquemas de pirâmide.

Além de empresas que já praticam o marketing multinível e são muito bem sucedidas em seus ramos. 

Boa leitura!

Como Funciona Esta Estratégia

marketing multinível

O marketing multinível ou marketing de rede é um modelo de vendas que trabalha baseado em ganhos obtidos não apenas pelo vendedor, mas também pela sua rede de revendedores já estabelecida.

Pode-se dizer que esse estilo de trabalho funciona também como uma forma de venda direta.

Ou seja, ela se baseia em um contato interpessoal entre cliente x vendedor para comercializar tanto produtos como serviços específicos.

Um bom exemplo de empresa que trabalha nesses moldes é a Mary Kay, um clássico na venda direto do marketing multinível.

O marketing direto existe há algumas décadas: foi criado nos Estados Unidos por Carl Rhenborg na década de 40.

Hoje ele é visto como uma evolução das vendas diretas, aquelas unilevels que funcionam baseadas em lucros individuais vindo das comissões. 

O marketing multinível, além das vendas, funciona como forma de incentivar os revendedores a continuarem vendendo e atraindo novos distribuidores para a empresa na qual trabalha.

Podemos pensar no marketing multinível como uma plataforma com oportunidades constantes de promoção.

Com ela, o vendedor passa a ganhar mais autonomia e responsabilidades na medida em quem aumenta os ganhos e consegue mais revendedores abaixo dele.

O vendedor se torna um líder, um gerente de vendas de determinada região ou grupo.

Trabalho Dobrado e Alto Ganho

Dentro de uma plataforma de marketing multinível, o revendedor deve concentrar seus esforços em duas vertentes:

  1. Vender seus produtos para sua clientela cativa, gerando assim uma renda direta das vendas.
  2. Ao mesmo tempo, continuar atraindo novos vendedores para fazerem parte da sua rede, conseguindo assim, o que chamamos de lucro indireto através de uma comissão residual.

Sim, o trabalho é dobrado.

Porém, quando o revendedor consegue montar sua própria equipe de revendedores, é importante lembrar que ele deverá oferecer todo um suporte e assistência para esses novos profissionais.

Dentro do marketing multinível é importante manter a qualidade daquilo que está sendo entregue.

Ou seja:

Ofereça treinamentos, orientações, premiações por trabalhos realizados, enfim, tudo aquilo que for necessário para manter sua rede de revendedores engajados e motivados a trabalhar.

No fim das contas, todo o esforço é extremamente gratificante para o vendedor:

Quanto melhor preparada estiver a sua equipe, maiores serão seus retornos financeiros.

Importância do Networking no Marketing Multinível: Os 4 Pilares

marketing multinível

1 – A Empresa

O marketing multinível está sempre em expansão, com novas empresas pipocando a todo momento.

Mas apesar disso, apenas algumas delas trabalham o modelo do marketing de rede de maneira estruturada e profissional.

Resumidamente, vou listar alguns dos pontos principais que você deve observar na hora de escolher a empresa ideal para o seu negócio de marketing multinível:

  • Pesquisar o histórico da empresa
  • Conhecer o time de gestores da marca e suas funções
  • Buscar qual a estratégia comercial da empresa
  • Quais são os produtos vendidos
  • Qual o plano de marketing da empresa que você procura

Nesse momento, é importante ter em mente que o produto da empresa é tudo aquilo que move a empresa.

É tudo aquilo que a mantém funcionando,ou seja, é seu bem mais precioso.

Por isso, é importante entender muito bem o que está sendo vendido.

Uma empresa precisa ter um produto, ou serviço, que seja atraente, que os clientes queiram comprar sem a necessidade que você vendê-lo propriamente.

Logo, se o produto for de qualidade, o cliente irá te procurar para continuar comprando.

Caso contrário, a venda não será feita.

No caso de uma empresa que trabalha com o marketing multinível sem um bom valor agregado ao produto, provavelmente ela acabará não indo muito longe com seu negócio.

2 – A Rede

Quanto mais redes de distribuição uma empresa tiver, mais potente ela será.

Em um negócio de marketing multinível, a grande força que faz a empresa girar de fato são uma rede de distribuição forte, consolidada e muito potente.

Logo, não adianta você trabalhar na melhor empresa do mundo se você não souber como desenvolver e manter a sua rede de distribuidores ativa e interessada.

Inclusive, é importante lembrar que isso é um dos maiores problemas e frustrações de uma pessoa que trabalha com marketing multinível.

Muitas pessoas acabam desistindo pois veem o processo funcionando muito bem para outros, mas não enxergam a mesma evolução com as suas próprias vendas.

Isso acontece principalmente quando o distribuidor é muito novo no ramo e não entende muito bem como a estrutura de rede atua dentro do seu mercado.

A falta de experiência pode ser o grande vilão para quem está começando no ramo.

Quando a pessoa começa o negócio, a linha ascendente o induz dizendo que a primeira coisa que ele deve fazer no novo ramo é colocar mais pessoas para trabalharem com ele e ponto.

Mas na verdade, não é bem assim.

Segundo um dos mestres do marketing multinível dos Estados Unidos, Randy Gage, uma estrutura normal de uma empresa que atua no mercado de marketing multinível acompanha o seguinte modelo de divisão:

  • 50% de clientes de varejo
  • 30% de distribuidores consumidores
  • 15% de líderes de final de semana e
  • 5% de top líderes

Ou seja, essa estrutura mostra que existe uma grande dose de estratégia de vendas por trás da construção de uma rede, e esses percentuais nos mostram isso.

Se pararmos para olhar com cuidado, veremos que a estrutura do marketing multinível se espelha e muito em qualquer tipo de negócio tradicional.

Sempre existirá uma grande base de consumidores e uma quantidade menor de pessoas participando do processo real de vendas do mercado, seja num grau maior ou menor.

Vamos pensar no seguinte exemplo:

Os diretores de uma empresa não saem às ruas para comercializar seu produtos, certo?

Porém, são eles os responsáveis pela estratégia comercial de onde trabalham.

Dessa forma possibilitando que as vendas ocorram de maneira muito mais assertiva diretamente com seu consumidor.

Já os vendedores, que, em contrapartida, são em maior número, não criam as estratégias.

Essas pessoas são os responsáveis por fazer as vendas nas ruas. 

Se pensarmos em outro tipo de distribuição diferente dessa, os rumos de uma empresa poderiam ser bem diferentes .

E provavelmente não funcionariam.

Note também que é essencial entender o papel de todos os participantes dentro de uma estrutura empresarial.

Porém, os maiores responsáveis pela geração da renda residual a longo prazo, são os clientes do varejo.

Esse tipo de cliente não está interessado de fato em entender o que é o marketing multinível.

Essas pessoas querem apenas comprar regularmente os produtos que gostam sem se preocuparem.

Na verdade, esse tipo de consumidor é ótimo!

Sem eles, o marketing multinível perde seu propósito.

O MMN se torna apenas um negócio pirâmide, onde o que importa é apenas o cadastro de novos vendedores.

O dinheiro pelo dinheiro.

Encontrar uma empresa em que os clientes realmente queiram consumir e entreguem produtos realmente bons é um dos primeiros passos para a construção de uma rede saudável e próspera.

Já o segundo grupo de pessoas são aquelas que fazem parte de uma rede de distribuidores consumidores.

Esse grupo tem um papel fundamental e bem conhecido dentro de uma empresa de rede:

Dar força para o marketing boca a boca.

Você já ouviu aquela história que vira e mexe contam pra gente sobre entrar em uma empresa de marketing multinível a partir de uma indicação gratuita?

A história real é mais ou menos essa….

Vou explicar:

Você já assistiu um filme que amou e depois recomendou a um amigo?

Ou então você já indicou um excelente restaurante que você visitou?

Já comentou com os amigos sobre os benefícios de determinado produto que você está usando?

Agora me diga: quanto você ganhou por essas indicações?

As pessoas desse segundo grupo que comento aqui entenderam essa história e, por conta disso, decidiram se inscrever na empresa.

São pessoas que gostam dos produtos.

Compram e usam os produtos e por conta disso elas acabem conseguindo um resultado.

Por isso, elas são as melhores pessoas para recomendar o uso daquele produto.

A cada nova recomendação os consumidores ganham dinheiro por isso.

Esse valor poderá ser revertido em descontos em suas próximas compras.

Dessa forma, as pessoas poderão adquirir os produtos que amam e já consomem por um preço muito mais baixo que o de mercado ou até mesmo de graça.

Esse grupo não tem como foco realizar um trabalho ativo de construção de rede do marketing multinível.

Eles buscam apenas indicar os produtos que já consomem, amam e confiam em troca de um excelente lucro.

O terceiro grupo de clientes que formam a rede de consumidores são o que chamamos de líderes de final de semana. 

Esse grupo é formado em sua maioria por pessoas que já possuem algum tipo de renda principal.

Seja como funcionário de outra empresa ou mesmo autônomo, essas pessoas buscam uma segunda renda para complementar os gastos da casa.

Ou então, trabalham para que esse negócio um dia se torne sua principal fonte de renda.

A rotina dessas pessoas é ocupada em grande parte pelo seu trabalho principal.

Ou seja, precisamos levar em conta o tempo gasto trabalhando propriamente na sua empresa, horas de deslocamento até o trabalho, horário de almoço ou horas extras realizando outras tarefas.

Além de todos esses fatos, existem as tarefas do dia a dia que não podem ser desconsideradas, como passar um tempo com a família e os amigos.

Somando tudo isso aos horários que restam no dia dessas pessoas, sobra pouco tempo para desenvolverem com cuidado o seu negócio multinível.

Alguns acabam utilizando os horários dos finais de semana para isso, já que é o período de tempo em que eles menos tem compromisso.

Não existe nenhum tipo de conotação pejorativa quando chamamos esse grupo de pessoas como “líderes de final de semana”.

Essas pessoas são apaixonadas pelo que fazem e por participarem de um negócio multinível.

Porém, por outras questões, não conseguem dedicar tanto tempo quanto gostariam para aquela atividade e desenvolvimento do negócio. 

Agora, o quarto grupo:

Esse é formado pelo que chamamos de top líderes.

Nesse grupo vamos falar daquelas pessoas que já se dedicam integralmente ao negócio de marketing de rede.

Sabe aquelas pessoas que sobem no palco nas conferências de empresas, discursam e ganham prêmios?

Aqui estão elas!

Esses profissionais estão nos níveis mais altos do plano de carreira da empresa.

O papel principal de um top líder aqui é viajar para apoiar o grupo de funcionários e vender o estilo de vida que ele possui.

Até mesmo as viagens de lazer como férias na Disney com a família ou uma semana esquiando em montes europeus, mesmo que seja diversão, é também uma forma de transmitir o estilo de vida que o líder leva e assim, inspirar o restante dos vendedores da empresa.

Geralmente, uma pessoa que está no grupo de um top líder ganha por volta de 30 e 50 mil reais por mês.

Porém, existem também alguns poucos top líderes que podem chegar a ganhar em torno de 100 a 200 mil reais mensais.

Um bom top líder deve ser um excelente estrategista.

Usando a sua rede com milhares de revendedores, o top líder sabe que a única maneira de intensificar sua mensagem e fazer com que ela atinja todas as pessoas é utilizar um método duplicável.

O que isso significa?

Um top líder deve sempre trabalhar com o suporte de um poderoso sistema de recrutamento, lado a lado com um bom sistema de treinamento.

John Bremner, autor do livro “Como Ficar Rico Com Network Marketing”, diz:

Basta você encontrar cinco top líderes para ser capaz de atingir a sua independência financeira.

John também conta que você irá encontrar esses cinco top líderes a cada grupo de mil pessoas que você apresentar seu plano.

Logo, em estatísticas, isso significa cerca de 0,5% da nossa amostra:

Cinco pessoas a cada mil ainda é um número muito pequeno, certo?

Porém, mesmo que isso pareça pouco, quero exemplificar usando o mercado tradicional como régua comparativa.

Se compararmos com o mercado total de advogados, qual o percentual desses profissionais que são muito bem sucedidos?

E no mercado da engenharia?

Médicos?

Comerciantes?

Empresários?

Entende o que eu quero dizer?

No fundo, não é muito diferente.

Inclusive podemos estar falando dos mesmos percentuais comparativos, porém em outras profissões.

Logo, se esse raciocínio estiver correto, existem duas maneiras de você patrocinar esses cinco top líderes para que você possa aproveitar o resto da sua vida fazendo aquilo que você realmente ama:

  1. você pode correr para apresentar o plano da sua empresa para mil pessoas o quanto antes, afinal estatísticas nunca erram.
  2. você utiliza um sistema de recrutamento que poderá realizar esse trabalho para você.

3 – Sistema de Recrutamento

Diferente do que imaginamos, os sistemas de recrutamento são métodos muito antigos e nasceram muito antes da internet existir.

Entre os primeiros desenvolvedores do método de recrutamento está o caminhoneiro americano Dexter Yager.

Dexter Yager é um dos maiores nomes do marketing multinível e um dos primeiros distribuidores da Amway.

Há quase 50 anos trabalhando na área, ele construiu um império trabalhando com o MMN.

O sistema de recrutamento de Dexter Yager mudou muito com o passar dos anos.

Hoje, evoluiu para um sistema conhecido como Sistema Pronet.

marketing multinível

O que é Sistema Pronet?

O sistema criado por Dexter consiste na seguinte dinâmica: composto por apresentações separadas e fitas k7, o distribuidor deveria deixar todo o material com seu cliente prospectado.

Depois de uma semana, o distribuidor volta à casa do cliente para buscar tudo e finalizar o acompanhamento.

O maior trunfo desse sistema foi começar a automatizar o processo de patrocínio.

Dessa maneira, garantimos assim que o distribuir entrasse em contato com vários prospects de uma vez só.

O Sistema de Pronet foi um verdadeiro sucesso em uma época em quem a internet não era uma realidade nas nossas vidas.

Agora, após 50 anos da criação desse sistema de recrutamento, muita coisa mudou, porém os fundamentos principais do projeto continuam os mesmos.

Com a presença da internet, conseguimos aproveitar essa tecnologia a nosso favor no marketing multinível.

Hoje, não apenas conseguimos acelerar esse processo de vendas, mas ter mais precisão ao longo do processo.

Antigamente era preciso entregar kits de recrutamento pessoalmente para milhares de pessoas e tentar descobrir quais delas se interessariam pela sua empresa.

Agora, graças ao apoio de redes sociais e buscas como Facebook e Google tudo fica muito mais fácil.

É possível expandir essa conversa ainda mais e buscar pessoas que realmente possam estar interessadas em participar do MNN.

Outra grande vantagem é a perda da barreira geográfica.

Graças à internet conseguimos encontrar e patrocinar pessoas de diferentes cidades, estados e até mesmo países.

Recrutamento – a pedra no sapato do distribuidor

Um profissional de marketing enfrenta dois grandes problemas quando se trabalha com o marketing multinível:

  • Recrutamento
  • Capital de giro

Por que?

Recrutamento – qual é o maior problema?

marketing multinível

O problema do recrutamento acontece porque todos nós temos um número limitado de contatos conhecidos.

Nossa lista de pessoas pode até ser extensa, mas, depois que você usa toda essa lista, precisa partir para o contato com pessoas que nem sempre são tão próximas assim.

Aí começam os problemas.

Você vai precisar construir uma relação de confiança com outras pessoas, por mais difícil que essa tarefa seja.

A confiança é onde começa a relação entre pessoas e também é a alma do marketing multinível.

Leva um tempo até que essa relação seja estabelecida se você ainda não conhece uma pessoa.

Mais uma vez:

A internet pode ser uma enorme facilitadora, automatizando o processo e te ajudando a estabelecer uma relação de confiança com as outras pessoas.

Essa é a mágica de um sistema de recrutamento poderoso.

Capital de giro – como investir corretamente no seu negócio?

O segundo problema que um profissional de marketing pode enfrentar é o capital de giro.

Me acompanhe:

Imagine que você seja o dono de uma padaria.

Você terá que arcar com todos os custos do seu local, certo?

Pagar luz, funcionários, estoque e fornecedores, mesmo que você não lucre o suficiente para cobrir essa despesas, não é mesmo?

Infelizmente é assim!

E se esse dinheiro não entrar em caixa, de onde você terá que tirar o dinheiro para arcar com esses custos?

Do capital de giro.

Logo, para manter um negócio tradicional funcionando, você precisa ter em mente que é necessário manter sempre uma reserva caso precise injetar para que sua empresa continue a andar sozinha e permaneça dando lucro.

Dentro do marketing multinível o raciocínio é o mesmo.

Ter um negócio significa investir nele.

Não esqueça:

Você terá que pagar por deslocamento, ligações, café para seus convidados, ativo mensal da empresa, livros, cursos, treinamento, viagens e outras tantas despesas que fazem parte de manter um negócio ativo.

Ao começar trabalhando com marketing multinível, você está sozinho nessa.

Logo, existem duas formas de ganhar dinheiro com seu negócio:

Vendendo produtos ou recrutando novas pessoas.

Mas, se você focar muito em vendas, não terá tempo para recrutar.

Por outro lado, se focar muito no recrutamento você não terá tempo para construir sua rede.

Difícil, não é mesmo?

Enquanto seu negócio multinível ainda está crescendo e não funciona de maneira autossustentável, você terá que desembolsar dinheiro para arcar com todos os custos do seu novo negócio.

Esse é o maior problema do marketing multinível e muitos novatos acabam perdendo dinheiro por conta disso.

O mais engraçado é que as pessoas que patrocinam os novos vendedores simplesmente “esquecem” de contar esses “pequenos” detalhes.

Algumas delas contam apenas que basta você entrar na empresa e começar a fazer uma lista de conhecidos para seu negócio funcionar.

Depois disso, a promessa é que o negócio irá prosperar muito rápido e com muita facilidade, uma vez que a estratégia de marketing da empresa é infalível e os produtos são maravilhosos.

Seja de forma direta ou indireta, os vendedores te fazem acreditar que basta você comprar um kit de início da empresa e amanhã já irá acordar milionário.

Essa é uma estratégia errada, pois cria falsas expectativas naqueles que estão começando no ramo.

No fim das contas, essa insatisfação gera ressentimento em todos aqueles que não conseguem evoluir com o marketing multinível.

E quem leva a culpa pelo fracasso das pessoas acaba sendo o próprio MNN, que acaba como o grande vilão da história.

Agora, como resolver todos os problemas de recrutamento e capital de giro?

Usando um sistema CERTO de recrutamento com base na internet.

Note que não falo aqui sobre “qualquer sistema de recrutamento”.

Você pode encontrar infinitas possibilidades de sistemas de recrutamento disponíveis online, mas nenhuma delas terá a abordagem que você precisa e principalmente, irá funcionar gratuitamente.

Mas antes de me aprofundar nisso, me acompanhe no seguinte raciocínio:

Você faz parte de uma empresa e comentou sobre uma oportunidade de trabalho para as pessoas do seu círculo social.

Nesse ponto você está explorando o que chamamos de “lista quente de contatos”.

Agora, o que resta é partir para o restante dos contatos, o que chamamos de “contatos frios”.

Esses são um pouco mais difíceis, pois entramos no fator de geração de confiança que falamos acima.

Contar com a sorte e começar a torcer para que algumas das suas indicações tenham sucesso é pura ilusão.

Os planos de compensação são construídos pelas empresas visando o lucro da sua rede apenas se você começar a produzir.

A história de cadastrar dois diamantes e esperar que o resultado aconteça naturalmente não é assim tão real quanto você imagina.

E mesmo que fosse, quais seriam as suas verdadeiras chances de patrocinar dois top líderes logo de início?

Isso é algo a se pensar, certo?

Mesmo que você já seja um profissional da área, atue com o marketing multinível há alguns anos e já tenha estabelecido um grupo de seguidores fiéis, é provável que esse grupo também tenha algum tipo de limitação de crescimento.

No final, você acaba sozinho ou então com apenas algumas pessoas da sua rede de contatos.

Eventualmente, você passa por problemas para continuar evoluindo e precisa usar o dinheiro do próprio bolso para que seu negócio continue rendendo enquanto ele não deslancha de vez.

Isso pode acontecer porque 99% dos profissionais que trabalham com o marketing multinível não entenderam de fato os quatro fundamentos do negócio.

O recrutamento é um dos mais importantes deles.

Pense no seguinte:

Se uma empresa de marketing tradicional usa como recrutamento a propaganda de televisão, jornal ou mesmo a exposição do produto em redes de mercado, como você irá fazer isso no MMN?

Pois bem, lembra que falei sobre um sistema certo de recrutamento?

Sim, a grande falha dos sistemas que existem hoje no mercado é que eles procuram recrutar pessoas para entrar na empresa.

Eu sei, você deve estar pensando agora:

“Mas Neil, se o objetivo de um sistema de recrutamento é realmente recrutar novos profissionais, ele não deveria falar sobre a sua empresa?”

Na verdade, não. 

Nossa estratégia de recrutamento deve focar principalmente em pesquisar aquelas pessoas que já entendem de marketing multinível.

São pessoas que já tiveram algum contato, alguma experiência com o nosso ramo.

Ou então, pessoas que já sejam parte de alguma empresa de MMN.

Recrutar pessoas que nunca ouviu falar de marketing multinível é um processo muito longo e delicado, que irá consumir muito mais do seu tempo e energia.

Além disso, o processo irá demorar muito mais para gerar algum tipo de resultado.

Nesse caso, você deve se posicionar como um líder em meio a variedade de distribuidores existentes no mercado.

Isso irá te destacar frente ao restante.

Assim, você fará com que as pessoas queiram naturalmente estar perto de você e queiram também fazer parte do projeto.

Logo, são dois fatores que irão fazer com que eles aceitem se cadastrar com você:

  • Posicionamento de líder.
  • Proximidade que você cria com essas pessoas para que elas tenham vontade de te seguir.

Mas não se esqueça: pessoas se conectam com pessoas, não com empresas!

Essa é a real essência de um sistema de recrutamento.

O maior erro dos sistema atuais é que eles tentam sempre te recrutar falando em primeiro lugar da empresa e não do que você pode alcançar como pessoa.

Provavelmente eles irão te abordar dizendo que o plano é melhor do que os concorrentes.

Te dirão que os produtos tem a melhor qualidade do mercado.

Irão te falar que a equipe corporativa é incrível.

Conversa…

Eles simplesmente não entenderam como as pessoas realmente funcionam e se conectam com outras.

Na hora de criar uma super máquina de recrutamento, funcionando no automático sem pausas e feriados, você deve utilizar um sistema de recrutamento com a abordagem correta.

Não tenha medo de abusar de todo o poder de divulgação que a internet tem para te oferecer!

O sistema de recrutamento fará todo o trabalho para encontrar as pessoas certas para o seu negócio.

Enquanto isso, você poderá investir seu tempo em administrar o funcionamento do negócio da melhor forma possível.

Tudo isso sem passar por todos as dificuldades que um profissional de marketing acaba passando na hora de construir uma rede grão por grão, ou seja fazendo tudo aos poucos desde o início.

Essa é a maneira mais inteligente na hora de montar um plano estratégico de um negócio de marketing multinível.

Como já comentei anteriormente, é isso que irá separar os verdadeiros top líderes do restante dos distribuidores que vivem tentando, mas nunca conseguem chegar lá de fato.

No final, seu objetivo será cadastrar aqueles cinco top líderes.

Mas em contrapartida, você também irá se beneficiar do recrutamento dos outros dois tipos de distribuidores que falamos:

  • os líderes de final de semana
  • os distribuidores/consumidores

Esses distribuidores serão os responsáveis por trazer os clientes de varejo.

Agora que já resolvemos o problema do recrutamento, vamos entrar no último, mas não menos importante pilar:

Método de trabalho do marketing multinível

Vamos lá….

Imagine que você possui um sistema que irá recrutar várias pessoas 7 dias na semana, 24 horas por dia.

Alguns deles não fazem parte do universo do MMN mas estão cheios de garra para aprender mais sobre.

Em contrapartida, outros acham que sabem, mas no fundo, acabam fazendo muita confusão sobre o que é certo e errado dentro de um negócio de marketing multinível.

Por último, são poucos aqueles profissionais que já sabem muito bem sobre o mercado que estão inseridos.

A questão maior é que você não irá conseguir dar atenção para todas essas pessoas, muito menos terá tempo disponível para tal.

Cada perfil desses que comentei apresenta uma necessidade diferente de conhecimento.

Logo, demandam um nível de atenção diferente da sua parte.

E, outro ponto que você nunca poderá esquecer:

Você está usando um sistema de recrutamento justamente para ter mais tempo para você.

Logo, não faz sentido você gastar tanto tempo recrutando pessoas para depois precisar treinar cada uma individualmente.

Correto?

É nesse ponto que entramos com o Sistema de Treinamento para resolver esse tipo de questão relacionada aos níveis de conhecimento de cada profissional.

4 – Sistema de Treinamento

Quero te fazer uma pergunta: você sabe por que as pessoas não gostam de vender?

Porque elas nunca foram treinadas para isso.

Mesmo que você não trabalhe diretamente vendendo algum produto ou serviço, as vendas fazem parte da nossa rotina diária.

Você acaba vendendo algo mesmo que sem perceber.

Alguns exemplos:

Se você atua em um cargo administrativo de uma empresa provavelmente você deve vender ideias para seu chefe e equipe.

Se você quer assistir a um filme no cinema com seus amigos você vende essa ideia para eles te acompanhem.

Se você sonha em viajar para determinado lugar você vende essa ideia para a pessoa que você quer que viaje com você.

O problema não está na venda propriamente dita.

O problema não está em não saber vender.

Isso só acontece quando não dominamos algo totalmente.

Posso imaginar que se eu pedir para você me explicar sua profissão ou atividades que você faz com frequência, você irá me explicar tudo muito facilmente, correto?

Essas tarefas são fáceis pois você possui total domínio sobre esses assuntos.

Agora, veja só…

Reunimos aqui diversas pessoas de diferentes níveis de escolaridade e experiências, tanto pessoais quanto profissionais.

Agora, dizemos para todas elas que existe uma maneira de ganharem um bom dinheiro num espaço curto de tempo, ou seja, falamos sobre os lucros que eles podem conseguir rapidamente.

Mas, para que isso ocorra, elas devem desenvolver uma série de ações que nunca fizeram antes, como: vender produtos, recrutar novos vendedores e também treiná-los.

Nada disso é tarefa fácil quando não se tem experiência suficiente.

Esse foi o maior desafio que os top líderes do marketing multinível viram e por isso criaram os sistemas de treinamento que conhecemos hoje.

Comentei anteriormente nesse artigo sobre um sistema chamado de Sistema Pronet, muito usado pelos funcionários da Amway quando a empresa se estabeleceu no mercado brasileiro no começo dos anos 90.

A Pronet era uma mistura de treinamento com recrutamento de novos vendedores.

Eu já tive a oportunidade de usar esse sistema porque participei da Amway logo nesse início, e posso te dizer com toda segurança que esse foi um dos melhores sistemas de treinamento que já me envolvi até hoje.

Todo o sistema era feito com reuniões presenciais, livros e fitas.

Antigamente não existia todos os recursos que temos hoje como celular, internet, WhatsApp.

No começo dos anos 90, Mark Zuckerberg era apenas um garotinho e nem sonhava em criar o Facebook.

O sistema Pronet era aquilo de mais moderno que tínhamos em termos de treinamento e motivação para uma equipe de vendas com milhares de distribuidores no mercado.

Mas hoje, temos um ingrediente que mudou todo o cenário dos sistemas: a tecnologia.

Graças à tecnologia, os sistemas de treinamento chegaram a um nível de sofisticação único, dando ainda mais agilidade para o processo todo.

O que é o Sistema de Treinamento?

O conceito de um Sistema de Treinamento é baseado em criar padrões de duplicação.

marketing multinível

Mas o que isso significa?

O sistema de treinamento tem como objetivo ensinar as pessoas a fazerem as mesmas coisas seguindo um determinado padrão, de maneira sistemática.

Quando muitas pessoas da mesma rede seguem determinado padrão e duplicam o sistema, você tem uma receita de sucesso.

Por conta disso falo sempre que o marketing multinível não inventa nada de novo, ele não cria técnicas mirabolantes.

O MMN se baseia na simples regra: quando mais simples, melhor.

O sistema funciona no seguinte processo:

O SISTEMA:

  1. Participar
  2. Utilizar recursos
  3. Apresentar oportunidades

O PADRÃO QUE DEVE SER SEGUIDO:

  1. Consumo dos produtos
  2. Comercializar
  3. Ensinar o padrão de sucesso para os demais vendedores

Antigamente, há 20 anos atrás, esse sistema era feito no olho de maneira aproximada.

Agora, a forma como isso é aplicada mudou, mas os fundamentos ainda são os mesmos. 

Explicando um pouco sobre isso:

Participar significa o elo de conexão com as pessoas, seja pessoalmente, seja pela internet através do WhastApp, Facebook, etc.

Utilizar recursos fala sobre aproveitar ao máximo a internet e tudo que você tem à disposição para recrutar e treinar sua equipe de distribuição.

Apresentar oportunidades falamos sobre ter um sistema automatizado, que te auxilia no processo ao seu favor, utilizando o máximo que a tecnologia tem para te oferecer.

Por tanto, ao usar todos os passos do Sistema, você apresenta para seu núcleo de distribuidores que você confia e sua todas as ferramentas disponíveis.

É isso tudo que gera um padrão de duplicação.

Ao seguir esse padrão, você irá fazer com que todas as engrenagens comecem a girar de maneira harmônica e natural no processo.

Logo, entramos na segunda etapa: você te torna um consumidor dos produtos.

Ao consumir os produtos, você descobre na prática todas as suas vantagens e resultados.

E, ao ver esses resultados, você passa a comentar com outras pessoas sobre ele e se sente confiante suficiente para recomendar o uso dele com propriedade.

E, ao recomendar o produto que você já conhece e consome, consegue vendê-lo sem tanto esforço.

Quando seu grupo ver o padrão que você está seguindo e divulgando, farão o mesmo.

Essa é a receita básica:

Consumir.

Recomendar.

Vender.

Ao aplicar um sistema duplicável como esse, você faz o motor da sua engrenagem funcionar em total harmonia!

Os distribuidores estão treinados e executam as tarefas perfeitamente como manda o sistema.

Logo, novos distribuidores serão cadastrados na empresa de maneira correta.

E assim, os clientes irão aparecer e começarão a consumir os produtos indicados.

Essas vendas geram bonificações, garantindo ganhos residuais e geração ilimitada de royalties pelo trabalho que foi bem executado pelo time todo.

Vale a Pena Investir Neste Tipo de Marketing?

marketing multinível

Para construir um negócio de marketing de rede bem sucedido é preciso cumprir dois pré-requisitos:

  • Ter realmente esse sonho
  • Ter em mente que você irá trabalhar de 5 a 10 horas por semana para atingir os objetivos

Simples, não é mesmo?

Mas, sabemos que somos humanos, temos rotinas, hábitos, várias atividades que acabam tomando e muito do nosso dia a dia.

Ter um tempo livre de uma a duas horas por dia para se dedicar a um novo negócio não é tarefa fácil, e nem todo mundo deseja isso.

Por isso que o sonho é parte crucial nesse processo.

Se você não tiver uma grande motivação por trás, você não irá substituir aqueles velhos hábitos e rotinas pelo seu novo negócio e toda a dedicação que ele exige.

Um dos maiores propósitos do Sistema de Treinamento é te ajuda a criar esses novos hábitos na sua vida.

Existe um momento muito importante no processo de patrocínio de um novo distribuidor.

O momento em que ele absorve toda a visão do negócio e decide participar da sua rede. 

Mas, além disso, existe outro momento mais importante ainda: quando o novo distribuidor percebe como ele realmente irá atuar para que seus sonhos se realizem, que é através do uso correto do sistema de treinamento.

Muitas pessoas acabam desistindo porque esse segundo ponto não foi bem compreendido ou bem executado. 

marketing multinível

A menos que você aponte para o seu novo funcionário como ele poderá efetivamente atuar, ele não terá estrutura para continuar e passar pelos desafios de quem persiste no mercado de marketing multinível.

Caso o novo distribuidor não tenha um plano concreto, O Sistema, para alcançar seus objetivos, ele provavelmente ficará receoso em persistir e terá suas chances diminuídas.

Persistir no sistema de treinamento é a forma mais segura de conquistar tudo que você deseja com o marketing de rede e assim, ser bem sucedido dentro dessa área.

Quais as Vantagens do Marketing Multinível?

marketing multinível

Autonomia de trabalho

Eu sei, autonomia pode parecer conversa de vendedor.

Mas, não podemos negar que trabalhar com venda direta traz uma certa flexibilidade no trabalho.

Afinal, se você entrou nesse modelo de negócio, sabe que poderá escolher quantas horas por dia poderá se dedicar ao trabalho.

Terá controle do tipo de produto que quer vender e qual público quer atingir, entre outros fatores.

Mas não se esqueça: o ganho sempre será proporcional ao quanto você está produzindo.

Suporte de grandes empresas

Trabalhar com venda direta significa trabalhar com um mercado já consolidado e empresas de respaldo no mercado.

Para se ter uma noção geral, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), o mercado de marketing de rede movimentou, só em 2016, cerca de R$ 40,4 bilhões.

Mas, devemos considerar que muitas empresas já possuem uma grande estrutura, como é o caso da Amway, Jequiti e Herbalife, por exemplo.

E, quando falo em estrutura, levo em consideração: planos muito bem definidos de comissão e bonificação, qualidade de serviços ou produtos, capacitação, respeito e compromisso com revendedores, treinamento, entre outros.

Modelo escalável de ganhos com o marketing multinível

Uma das características mais importantes do marketing multinível é o seu modelo em escala de trabalho.

Vamos supor que um revendedor recruta um novo vendedor.

Esse novo integrante poderá, após capacitação e bom treinamento, criar sua própria rede daqui algum tempo.

Todas as pessoas incluídas na rede a partir do novo distribuidor também poderá formar suas próprias equipes.

Dessa forma poderão escalar assim diferentes níveis de forças e vendas que irão se multiplicar em grande escala.

Esse é o formato de escalabilidade que o marketing multinível funciona e faz com que seus ganhos sejam amplificados até os grandes líderes de vendas do negócio. 

Em contrapartida, é importante frisar que a maior parte das empresas que atual no MMN limitam os ganhos de um líder até certa quantidade de distribuidores e níveis multiplicados.

Essa barreira raramente ultrapassa a marca de cinco redes derivadas.

A intenção do formato é manter os ganhos focados nas vendas, e não no recrutamento deliberado.

Assim, a empresa evita que o recrutamento funcione como um canal único de receita do vendedor.

E as desvantagens do Marketing Multinível?

marketing multinível

Como tudo, existem algumas desvantagens no marketing multinível que devem ser consideradas na hora de entrar com um investimento.

Aqui irei exemplificar algumas das mais importantes para o seu negócio.

Acompanhe:

Investimento inicial no marketing multinível pode ser caro

Esse é um ponto que depende muito de cada pessoa e empresa trabalhada.

Existem diversos planos que vendem por catálogos e, por isso, os distribuidores não necessitam comprar os produtos para vendê-los.

Os revendedores ganham uma comissão por cada venda realizada.

Mas, existe também alguns planos mais comuns.

Esses planos exigem sim que o vendedor faça um investimento inicial

Caso ele não tenha, exigem que ele compre os produtos para depois revendê-los pelo valor sugerido pela empresa.

Nesse segundo exemplo as empresas costumam cobrar menos de 50 reais.

Mas, existem outras que trabalham com planos mínimos de 130 reais, e outras que vão além e cobram mais de 200 reais por kit inicial.

De qualquer forma, o investimento gera um risco.

Principalmente nos produtos que as pessoas encontram dificuldades em vender.

Criação de redes em longo prazo

marketing multinível

A criação de uma rede própria de distribuidores é um dos maiores atrativos de quem procura trabalhar com o marketing multinível.

Em contrapartida, até mesmo os revendedores que possuem mais experiência com o mercado do MNN, podem levar um tempo até criarem suas próprias redes de distribuição.

Agora, imagine então aquelas pessoas que entram no negócio multinível com pouca ou nenhuma experiência de vendas?

Se o processo já é difícil para realizar suas primeiras vendas, imagine agora a dificuldade em atrair mais vendedores nessa missão?

Logo, é importante lembrar que para conseguir um bom retorno com a criação de redes próprias, é essencial que os revendedores tenham em mente que esse processo será longo.

Muitos revendedores levam meses, até mesmo anos para conseguirem ser bem-sucedidos com o marketing de rede.

Marketing Multinível vs. Marketing Direto

marketing multinível

Muita gente confunde, mas marketing direto é muito diferente do marketing multinível.

Explicando de maneira direta, no marketing direto a empresa irá pagar o seu distribuidor diretamente pelas vendas feitas para o consumidor final.

No marketing direto não há outra forma de lucro.

Já no marketing multinível, a empresa permite que o distribuidor associe à empresa outros distribuidores também.

Assim, a empresa consegue criar uma segunda forma de remunerar seus vendedores.

A empresa entende que o esforço do vendedor em ativar outro vendedor deve ser remunerada, pois a empresa também lucra com a adição dessa pessoa.

Esse processo contínuo, em que um vendedor associa outro vendedor à empresa que trabalha, é o que chamamos de rede.

Diferença de Pirâmide e Marketing Multinível

marketing multinível

Provavelmente essa seja a maior polêmica a respeito do marketing multinível.

Sim, muita gente confunde o MMN com pirâmide, uma vez que parte do lucro gerado pelo vendedor vem da produtividade de outros vendedores recrutados por ele.

Mas, apenas do comparativo, essas são duas práticas muito distintas.

Os esquemas de pirâmide são ilegais no Brasil.

Existem três pontos determinantes para uma empresa ser considerada como um trabalho de pirâmide:

  • Para quem está de fora da pirâmide, não há nenhum produto ou serviço sendo vendido.

Caso exista algum tipo de produto, eles não têm nenhum valor de mercado que seja equiparado ao investimento inicial do vendedor.

Ou seja, os produtos funcionam somente como desculpa.

Aqui, o lucro é gerado apenas com a entrada de mais vendedores na empresa.

Aqueles que investem somente para fazer parte do esquema só sobrevivem na pirâmide se conseguirem também chamar novas pessoas para fazerem parte do esquema.

Dessa forma, geram assim uma renda pequena para si próprio – e muito para quem está já está no alto escalão da pirâmide.

  • Pirâmides têm prazo para vencimento

Afinal, chega uma hora que a base não consegue recrutar mais pessoas.

Isso interrompe o fluxo de dinheiro, desestruturando a força da pirâmide.

Uma vez que a base é sempre maior que o topo, esse não conseguirá sustentar a base por muito tempo.

Além desses fatores, as pirâmides não são tão bem estruturadas.

Esse tipo de negócio não oferece nenhum apoio para seus “distribuidores”.

Não existe treinamento aos funcionários e muitos processos são descontinuados ao longo do tempo.

Assista abaixo um vídeo produzido pela ABEVD que explica detalhadamente as maiores diferenças entre os esquemas de pirâmide e o marketing multinível:

Aliás, recomendo muito que você verifique se uma empresa faz parte da ABEVD.

Essa é uma das formas mais seguras de saber, de fato, se aquela empresa aplica o marketing de rede no seu DNA.

Outra maneira de checar isso é analisando qual seu maior foco.

Se a empresa estiver focada no ganho por vendas, será uma empresa tipicamente de marketing multinível.

Caso essa empresa reforce muito o ponto de recrutar novos vendedores, provavelmente será um esquema de pirâmide.

Os esquemas de pirâmide são muito perigosos.

Um caso famoso foi aquele da empresa Telexfree.

O portal G1 fez uma reportagem mostrando exatamente como o esquema funcionava

Até hoje, a Telexfree aparece nos noticiários, assim como as consequências judiciais envolvendo toda a fraude do esquema de pirâmide.

Principais Empresas de Marketing Multinível

Vamos agora dar alguns exemplos bacanas de marketing multinível que deram muito certo no ramo.

Selecionei quatro empresas excelentes que mostram como esse negócio pode ser rentável e auto-sustentável.

Veja só:

Amway

marketing multinível

A Amway, atua no mercado com produtos dentro dos nichos de nutrição, beleza, cuidados pessoais e itens domésticos e de casa.

Entre as marcas trabalhadas estão as mais conhecidas, como Artistry™ e Nutrilite™.

A Amway faz parte do Grupo Alticor, e é a empresa líder mundial no segmento de marketing multinível há bastante tempo.

Presente em 100 países, a Amway conta hoje com mais de 3 milhões de revendedores, os chamados Empresários Amway.

Jequiti

marketing multinível

Ligada ao Grupo Silvio Santos, a Jequiti é uma empresa que vem ganhando muito espaço com o passar dos anos.

Trabalhando com produtos do mercado de beleza e perfumaria, ela é uma das mais promissoras no ramo do marketing multinível e da venda direta.

Por ser uma empresa do Silvio Santos, além das comissões, os revendedores podem participar de programas do SBT.

Ou seja, além de ganhar com as vendas, o distribuidor pode participar de um Roda a Roda Jequiti e concorrer a mais de 1 milhão de reais em prêmios.

Além, é claro, de ter a chance de conhecer o Silvio Santos, não é mesmo?

Herbalife

marketing multinível

Uma das maiores empresas globais do mercado de nutrição, a Herbalife já atua há quase quarenta anos no mercado.

Os produtos são voltados para o estilo de vida saudável.

Barras de proteína, shakes e suplementos são alguns dos produtos vendidos pela empresa.

A Herbalife já passou por algumas acusações de esquema de pirâmide e campanhas que tentavam provar o envolvimento da empresa com o esquema.

Entretanto, nenhuma dessas acusações chegou a afetar a empresa.

Todo o burburinho só reforçou o caráter de venda direta da Herbalife.

Inclusive, a Herbalife é uma empresa associadas da ABEVD, mostrando sua credibilidade.

A empresa também já sofreu com acusações e campanhas públicas que tentaram provar que se trata de uma pirâmide.

No entanto, nenhum desses ataques afetaram a companhia, que reforça o seu caráter de venda direta, que é uma das associadas da ABEVD.

Conclusão

marketing multinível

Depois de desbravarmos o marketing multinível, fica mais evidente entender as polêmicas que o cercam.

Entretanto, também podemos comprovar que esse é um modelo de negócios que se baseia em meritocracia, produtividade e criação de relacionamentos consistentes em todo o núcleo de vendas.

A desconfiança com a prática pode até continuar acontecendo.

Mas, quem pratica o marketing de rede de maneira ética irá apenas se beneficiar.

Assim como o mercado.

Para que o marketing multinível continue sendo um negócio rentável para os vendedores, é importante que seja criado uma excelente relação com todos envolvidos:

Boas relações com empresas, clientes e outros revendedores são práticas essenciais.

Sim, é verdade que poucas pessoas conseguem ganhar muito dinheiro com o marketing multinível.

Mas, como em qualquer negócio, depende do espectro analisado.

Com bastante empenho, planejamento e análise de mercado, é totalmente possível alcançar o sucesso com o marketing multinível.

E, se você for talentoso, diferente da maioria dos vendedores e usar as ferramentas certas, você conseguirá fazer parte da elite do MMN obtendo sucesso neste excelente modelo de negócios.

Você ficou com alguma dúvida? Já teve alguma experiência com Marketing Multinível? Compartilhe conosco aqui abaixo nos comentários.

Será um prazer conversar com você!

Compartilhe