Marketing De Guerrilha: O Que É Como Montar Ações de Sucesso

ilustração de título e símbolos relacionados ao marketing de guerrilha

Marketing de guerrilha é uma estratégia de promoção de marcas, produtos e serviços que acontece de forma pouco convencional, por vezes fazendo referência direta a um concorrente. Seu objetivo é impactar o público e proporcionar uma experiência única e marcante.

Você sabia que é possível se tornar viral gastando quase nada para isso?

O marketing de guerrilha foi criado por Jay Conrad Levinson nos anos 1970 para que empresas pequenas, sem recursos, conseguissem se impor de forma criativa frente a grandes organizações.

Faixas de pedestres com as cores do arco-íris, bueiros que viram bocas que precisam de um enxaguante bucal, árvore com um garfo no lugar do tronco para parecerem brócolis.

Esses são alguns exemplos do resultado de algumas ótimas ações de um marketing de guerrilha.

O marketing massivo ainda está bastante inserido na nossa sociedade. Com isso, eu e você constantemente temos que lidar com anúncios e propagandas que não queremos.

Eles estão em todos os lugares: nos ônibus, na televisão, nas ruas e nas revistas, por exemplo.

Contudo, estar sempre em contato com esses anúncios não quer dizer que somos efetivamente afetados ou impactados por eles.

Provavelmente, a maior parte deles passou batido e você nem percebeu e sua existência.

Então, como é possível se diferenciar e ser notado em meio a tanta informação?

Uma ótima forma de se estabelecer no seu mercado de atuação é fazendo uso do marketing de guerrilha.

Ele se baseia em ações não tradicionais, onde você nem percebe que está sob influência de algum tipo de marketing.

Normalmente, essa estratégia envolve baixo investimento e alto impacto. Ela é baseada em ações que têm como objetivo atrair atenção espontânea e ficar na mente das pessoas.

O marketing de guerrilha pode ser adotado por qualquer tipo de empresa, independente do seu tamanho.

Porém, ele é ainda mais útil para pequenas empresas que possuem um orçamento não muito grande.

Nesse artigo você vai:

  • Saber o que é marketing de guerrilha
  • Conhecer as razões pelas quais você precisa investir no marketing de guerrilha
  • Aprender quais são os tipos de marketing de guerrilha existentes
  • Conhecer alguns exemplos bem-sucedidos do marketing de guerrilha
  • Aprender dicas para desenvolver estratégias de marketing de guerrilha eficientes
  • Saber como realizar o marketing de guerrilha online.

Boa leitura!

O Que é Marketing de Guerrilha?

exemplo de arketing de guerrilha urbano

O marketing de guerrilha é muito mais agressivo e direto do que outras formas mais conhecidas de divulgação de conteúdo e de uma marca.

Esse termo foi inspirado na guerra do Vietnã e criado pelo publicitário americano Jay Conrad Levinson na década de 1970.

Durante a guerra, os vietnamitas possuíam um poder de fogo muito menor do que os americanos, mas, mesmo assim, conseguiram superar as suas limitações com o uso de táticas de guerrilha.

Esse acontecimento foi comparado com o marketing, quando o objetivo é aumentar o impacto das suas estratégias sobre a sua audiência com um baixo investimento.

Por conta disso, o marketing de guerrilha é associado a pequenas empresas que querem brigar de igual para igual com grandes empresas existentes no mercado.

Segundo Levinson, “pequenos negócios não são versões de um negócio grande. Por possuírem poucos recursos, empresas pequenas precisam fazer uso de diferentes tipos de estratégias e táticas de marketing”.

Com o passar dos anos, grandes marcas passaram a fazer uso marketing de guerrilha, a fim de se conectar com a sua audiência de formas cada vez mais criativas.

Levinson afirma que: “O marketing de guerrilha é uma estratégia capaz de atingir as metas convencionais, tais como lucros e alegria, com métodos não convencionais, como investir energia em vez de dinheiro”.

Com isso, ele se torna uma ótima alternativa para pequenas empresas sem muitos recursos e uma estratégia adicional para grandes empresas utilizarem em suas ações de marketing.

O resultado dessas ações costuma ser imediato, principalmente quando ele se torna viral.

Sucesso do Marketing de Guerrilha

O marketing de guerrilha virou uma obsessão em vários ramos de atuação, não só no da comunicação.

Existem várias iniciativas que são típicas desse tipo de marketing, como performances, flash mob, patrocínios, marketing viral, entre outros.

Um dos principais motivos para o sucesso do marketing de guerrilha é porque ele rompe com a forma tradicional de como uma marca se relaciona com a sua audiência.

Então, quanto mais inesperada for a sua ação, maiores serão as chances da sua empresa conquistar um ótimo e duradouro relacionamento com o seu público.

Esse tipo de campanha, em muitos casos, tem um retorno muito maior do que propagandas televisivas durante o intervalo de algum programa.

O impacto costuma ser enorme diante do baixo custo que precisa ser investido.

De onde vem esse nome?

A primeira vez que se ouviu falar do Marketing Guerrilha de forma documentada, foi com o lançamento do livro de Jay Conrad Levinson na década de 1980 – Guerrilla Marketing.

O nome, como já foi abordado aqui no texto, foi inspirado na guerra do Vietnã, onde os combatentes daquele país venceram os Estados Unidos com pouquíssimos recursos.

Levinson costumava dizer que, assim como os guerrilheiros em uma batalha, usar armas mais eficazes para combater os “exércitos convencionais” era essencial.

E que armas seriam essas no mundo do marketing?

Acertou quem pensou em criatividade e inovação. Para Levinson, só assim é possível competir no mercado contra as gigantes.

Guerrilha x Tradicional

É verdade que tanto o marketing de guerrilha quanto o tradicional tem objetivos comerciais envolvidos, e ambos podem atingir resultados incríveis para as empresas.

A diferença entre eles está em como se chega lá.

Nesse contexto, é sempre bom a gente lembrar que as pessoas já estão tão acostumadas com o marketing tradicional (comerciais de televisão, outdoors, etc.) que ele começa a passar despercebido pelos consumidores.

Já o marketing de guerrilha, pela pegada mais direta, às vezes até agressiva, e muitas vezes interativa, é uma alternativa que pode ser bastante eficiente para chamar a atenção do público.

E o melhor: sem envolver altos custos nas ações.

Por Que Investir no Marketing de Guerrilha?

ilustração do titulo marketing de guerrilha e passos do processo para criação

O uso do marketing de guerrilha por parte de diversas empresas vem crescendo cada dia mais, já que com ele é possível realizar mais com muito menos.

Mas você pode estar pensando: “Neil, por que isso acontece? O que faz com que os resultados do marketing de guerrilha sejam tão expressivos assim?”

Tecnicamente, o marketing de guerrilha e o marketing tradicional não possuem muitas diferenças entre si.

Os dois são feitos através de anúncios que tem como objetivo chamar a atenção das pessoas para a sua marca, empresa, produtos ou serviços.

O que vai diferenciá-los efetivamente vai ser a abordagem.

Como já vimos, recebemos muita informação de todos os tipos diariamente em diferentes tipos de lugares, certo?

Então, é totalmente natural que isso acabe fazendo com que nos tornemos cada vez mais seletivos com o conteúdo que realmente merece a nossa atenção.

Por conta disso, os anúncios e propagandas convencionais acabam passando batido sem que você perceba.

Com a vida corrida como está, ninguém quer ser incomodado com coisas que não interessam.

Por outro lado, o marketing de guerrilha é feito de uma forma que chama bastante a atenção das pessoas. Ou seja, ele é praticamente impossível de ser ignorado.

Isso faz com que as pessoas carreguem aquela memória positiva por um longo tempo e a passem a diante.

O seu foco é provocar algum tipo de reação nas pessoas, fazendo-as realizar algum tipo de ação.

Essas ações podem ser uma mudança de hábitos ou prioridades, uma compra ou, simplesmente, provocar de uma forma sadia um dos seus concorrentes.

Baixo Investimento

Além de todos esses benefícios, o marketing de guerrilha pode ser feito com um baixo investimento.

Por ser uma forma criativa de se comunicar com o seu público, você provavelmente vai gastar pouco para isso ou nada.

Sim. Nada!

Uma ótima ação de marketing de guerrilha é o flash mob.

Criar uma ação espontânea, que é o significado literal do termo flash mob, é uma forma bastante utilizada por trabalhadores autônomos, pequenas e grandes empresas para chamar a atenção.

Tudo o que você precisa fazer é reunir algumas pessoas ensaiar uma coreografia que possibilite que outras pessoas a acompanhem facilmente, e escolher uma música condizente.

Pronto!

Um ótimo exemplo foi o flash mob realizado pelo Banco Sabadell em 2012 com a participação de mais de 100 pessoas! Veja:

Alta Interatividade e Possibilidade de Viralização

Essa mesma ação do Banco Sabadell rendeu à empresa mais de 80 milhões de views no Youtube e milhares de compartilhamentos em todas as redes sociais.

Ou seja, viralizou!

Esse tipo de ação possibilita que você interaja com o seu público durante e depois nas redes sociais.

Quando algo é criativo e chama a atenção, ele é compartilhado. E isso tudo pode acontecer de graça.

Então, foque nessa estratégia para alavancar o seu negócio de forma lucrativa e escalável.

Tipos de Marketing de Guerrilha

ilustração de opções e tipos de marketing de uerrilha

O marketing de guerrilha pode ser realizado de diversas formas e em diversos meios.

Tudo o que você precisa fazer é usar a criatividade para saber como e onde usar essa poderosa estratégia.

Não existe um jeito certo ou um errado. Então, abuse de toda a sua criatividade para chamar a atenção do seu público da forma mais positiva e assertiva possível.

Marketing de Guerrilha ao Ar Livre

Um dos tipos de marketing de guerrilha é o feito ao ar livre.

Essa forma é ótima para conseguir a atenção de um público que ainda não conhece a sua empresa ou que não presta muita atenção nela.

Você pode utilizá-lo em qualquer lugar aberto e de livre circulação.

Umas das formas de usar esse método é como já citado flash mob.

Essa ação costuma fazer com que as pessoas parem – literalmente – para saber o que está acontecendo.

Você pode fazer uso dela de várias maneiras. Pode ser com um grande telão ao ar livre para que as pessoas sintam que são protagonistas de alguma história.

Pode colocar quadros pendurados em árvores como se eles fossem o fruto daquela planta.

Tudo vai depender do seu objetivo e do que você quer que as pessoas pensem sobre determinado assunto.

Marketing de Guerrilha em Lugares Fechados

O marketing de guerrilha também pode ser feito em lugares fechados, como em shoppings, salas de cinema e banheiros, por exemplo.

Aqui você precisa usar e abusar da criatividade, pois, apesar de não serem locais comuns para anunciar algo, são muito visitados.

Pense no que seria inusitado para aquele ambiente e que tipo de pessoa você gostaria de atingir.

Marketing de Guerrilha em Grandes Eventos

Em grandes eventos, a estratégia mais utilizada é o marketing invisível.

Ele nada mais é do que um marketing que não salta aos olhos. Ele também costuma acontecer bastante em novelas, por exemplo.

Quando um personagem está bebendo uma certa marca de refrigerante ou dirigindo determinado carro, você acaba assimilando aquela informação sem perceber.

Marketing de Guerrilha Interativo

Já o marketing de guerrilha interativo é aquele que possibilita que as pessoas interajam com ele.

Um ótimo exemplo foi uma campanha feita pela escola de idiomas Brasas para atrair novos alunos.

A escola montou um outdoor no Rio de Janeiro escrito “Bubbles”.

exemplo  de escola do rio de janeiro com marketing de guerrilhas

Ele era equipado com uma máquina que jogava, literalmente, bolhas de sabão em quem passasse por ele durante o dia inteiro.

Ante que você se questione sobre o uso do outdoor, ele realmente não é uma mídia usada no marketing de guerrilha. Pois ele faz parte do marketing tradicional.

Contudo, a atitude diferenciada do curso de idiomas foi uma atitude guerrilheira. Quando o tiro é certeiro, vale muito a pena fazer uso de mídias tradicionais também.

8 dicas para um marketing de guerrilha eficiente

peças montando a frase marketing de guerrilha

Antes de mais nada, é preciso que uma coisa fique clara: não é porque o marketing de guerrilha envolve baixos orçamentos que o negócio é bagunçado.

Aqui, a inspiração cai muito bem. Porém, junto com ela, também é preciso haver muita transpiração.

E se você ainda não sabe exatamente como fazer um marketing de guerrilha eficiente, estas dicas que separei certamente podem ajudar.

Confira!

Trabalhe Bem a Sua Persona

A primeira coisa que você precisa fazer para realizar uma ação acertada no marketing de guerrilha é conhecer muito bem quem você quer impactar.

Você precisa incluir nessa lista os clientes que você já possui e os que você quer atrair.

Então, é fundamental que você crie as personas do seu negócio antes de decidir que ação tomar.

Saber quem é o seu público é a melhor maneira de permitir que uma ótima ação acabe se tornando um fracasso.

Não Fuja das Suas Origens

Em outras palavras: mantenha a linguagem que sempre identificou seu público com a sua marca.

Uma mudança muito abrupta pode deixar o pessoal sem entender nada.

Se sua forma de se comunicar sempre foi leve e descontraída, por exemplo, nada mais apropriado do que apostar em campanhas bem humoradas para atrair a atração desejada.

Considere Fazer Parcerias

Aqui no blog, eu sempre reforço o quanto as parcerias podem ser benéficas para o sucesso de uma estratégia.

Isso porque, além de serem normalmente vantajosas para todos os envolvidos, elas garantem muito mais engajamento, visibilidade e alcance.

Para definir melhor o tipo de parceria a que me refiro, existe um tempo chamado co-marketing, que é a união estratégia de duas ou mais empresas interessadas em produzir conteúdo para atender um público em comum.

Por isso, nesse caso, é importante apostar em marcas que tenham propostas e visões parecidas com as da sua empresa.

Seja Original

No marketing de guerrilha, a palavra-chave é inovação.

Por isso, procure pensar em iniciativas totalmente fora do convencional – algo que ninguém nunca pensou antes.

A ideia é fazer com que as pessoas fiquem impactadas de forma que nunca mais se esqueçam daquela campanha.

Também por isso, é importante que seu marketing de guerrilha se preocupe em agregar valor, e que realmente mexa com a emoção do público.

Que tal, então, investir em uma abordagem mais humanizada ou estimular a interação entre os participantes?

Não deixe ainda de pesquisar bastante sobre campanhas anteriores e fuja dos clichês.

Capriche na Execução

Você pode ter tido uma ideia fantástica, inovadora e criativa para sua campanha. Mas o sucesso dela estará totalmente comprometido se houver alguma falha na execução.

E, quer a gente queira ou não, a linha entre o sucesso e o fracasso nesse tipo de estratégia é muito tênue.

Por se tratar de algo que provavelmente nunca foi feito antes, é preciso planejar cada passo nos mínimos detalhes.

Por isso, use ferramentas de organização de tarefas que possam te ajudar nessa missão e fique em dia com seu checklist.

Cuidado Com as Emoções que Você Provoca

O maior objetivo das estratégias do marketing de guerrilha é provocar emoções.

Porém, você tem que estar atento para não despertar emoções indesejadas.

Se o seu objetivo é divulgar a sua marca, o seu produto ou o seu serviço, aposte em ideias bastante descontraídas.

As pessoas precisam simpatizar com você e com a sua causa. Jamais permita que as pessoas associem a sua marca a sentimentos ruins por conta de uma ação mal pensada.

Então, foque em ser leve, engraçado, criativo.

Faça com que as pessoas se sintam bem ao pensar no seu negócio.

Aproveite os Assuntos do Momento

Assuntos recentes e mais comentados do momento são ótimos ganchos para lançar campanhas com alto engajamento, já que está todo mundo falando sobre isso.

Para se inteirar dos assuntos do momento, uma boa dica é aproveitar a funcionalidade do Google Trends.

Ele disponibiliza os assuntos mais pesquisados do dia no buscador em vários países diferentes.

Aposte na Interatividade

A essência do marketing de guerrilha é a interatividade. Ou seja, ele pode ser perfeitamente aplicado no marketing digital.

Você pode até achar que não, mas as pessoas amam participar e se sentir parte de algo.

Dessa forma, elas se sentem motivadas a participar de qualquer campanha e de qualquer ação.

E isso não aconteceria se elas fossem apenas espectadoras do que está acontecendo.

Aproveitar todos os recursos disponíveis para conseguir incluir e engajar a sua audiência é ótimo. Agindo assim, suas campanhas têm maiores chances de sucesso.

O marketing de guerrilha precisa sempre trazer mensagens fortes, criativas e diretas que façam a sua audiência tomar alguma ação.

Essa estratégia é ótima para o ambiente offline, mas também para o mundo online.

Quem se diferencia sempre sai na frente dos seus concorrentes e é isso que uma ação de guerrilha vai fazer pelo seu negócio.

Marketing de Guerrilha Online

ilustração sobre marketing de guerrilha e termos relaconados

Você não precisa focar o seu marketing de guerrilha em lugares físicos. Ele também pode ser feito de forma brilhante no mundo digital.

Não deixe as ótimas oportunidades que a internet oferece passarem batidas.

Porém, para aproveitá-las da melhor forma, você tem que seguir os seguintes passos:

Defina os Melhores Canais Para Alcançar Sua Persona

O grande objetivo do marketing de guerrilha é causar um grande impacto positivo nas pessoas.

Então, você precisa que muitas pessoas vejam as ações criadas por você e se sintam atraídas por elas.

Porém, você precisa definir quais são os melhores canais para alcançar a sua persona.

Saiba quais são os canais onde a sua audiência está mais concentrada e foque os seus esforços nessa mídia social.

Todas as ações de guerrilha bem sucedidas acertam no conteúdo transmitido, mas também no local e horário adequados para obterem sucesso.

Facebook

O Facebook é uma excelente rede social para a realização de ações de marketing de guerrilha.

Isso se dá, principalmente, porque ele possibilita que os seus usuários compartilhem conteúdos com os seus amigos. Assim, o alcance pode se tornar muito maior.

Além disso, antes de qualquer ação de guerrilha, ele permite que você crie anúncios segmentados. Isso permite que você engaje e se relacione com a sua audiência.

Essa mídia social possui mais de 1 bilhão de usuários com uma idade média entre 18 e 29 anos de idade.

Porém, se a sua persona está fora dessa faixa etária, não comece a arrancar os cabelos!

Com tantos usuários, fica fácil encontrar a sua persona no meio de toda essa gente que usa a rede social todos os dias.

Tráfego Orgânico x Tráfego Pago no Facebook

Você pode gerar tráfego para os seus conteúdos de duas formas dentro do Facebook: de graça ou pagando por ele.

Os algoritmos dessa mídia social são frequentemente atualizados.

Porém, em 2011, uma atualização conseguiu entender o comportamentos de seus usuários, desde compartilhamentos, curtidas, cliques até os conteúdos que eles ignoram.

Assim, ele consegue “escolher” quem possivelmente vai ou não se interessar pelo seu conteúdo.

Se o seu objetivo for conseguir mais acessos orgânicos, você precisa focar em produzir conteúdos únicos e diferenciados. Ou seja, conteúdos de guerrilha.

Só assim, o seu público-alvo vai se interessar por eles.

O tráfego pago do Facebook também pode ser usado em ações de marketing de guerrilha. Porém, você precisa dispor de verba para isso.

A grande vantagem dessa opção é que os seus anúncios podem ser extremamente segmentados de acordo com a idade, idioma, geografia e gênero.

Eles podem ser usados para:

  • Impulsionar os seus conteúdos, a fim de ter mais curtidas e compartilhamentos
  • Direcionar os seus fãs para o seu site
  • Aumentar as conversões em links específicos
  • Estimular que os seus usuários baixem o seu aplicativo
  • Promover algum evento
  • Promover uma oferta.

Ao lançar alguma campanha de guerrilha, analise as métricas de vaidade (compartilhamentos e curtidas) para saber como você está se saindo.

Instagram

O Instagram possui mais de 1 bilhão de usuários ativos atualmente. Também não é para menos.

Essa rede social é muito fácil de ser utilizada. Você só precisa tirar uma foto ou montar uma imagem, postá-la e pronto.

Se você quiser ter sucesso no geral nessa mídia social, você precisa ter os seus objetivos bem definidos.

Sempre que publicar algo, pense bastante no seu público-alvo. Assim, você saberá que linguagem usar e o que postar para atrair essa audiência.

Realizar postagens constantemente também faz muita diferença.

Além disso, é importante que você tente sair da mesmice. E é aí que entra o marketing de guerrilha.

Crie imagens ou poses diferentes e inusitadas, faça vídeos ao vivo com temas diferentes e curiosos, poste vídeos que chamem a atenção logo de cara.

Não seja apenas mais um perfil no seu nicho de mercado. Essa dica serve para ações de guerrilha e para a saúde do seu perfil no Instagram.

Tráfego Orgânico x Tráfego Pago no Instagram

Também é possível gerar tráfego pago na plataforma.

Desde o ano de 2015, qualquer perfil pode fazer anúncios pagos no Instagram, a fim de divulgar as suas publicações.

Com isso, você precisa se destacar e é aí que entra o marketing de guerrilha.

Você pode sim divulgar outros tipos de conteúdos. Porém, ações de guerrilha com certeza vão diferenciar você dos seus concorrentes.

Esse tipo de ação também pode ser feita através de tráfego gratuito, mas para isso você precisa conquistar mais seguidores.

Pensando nisso, deixei algumas dicas aqui para você:

  • Conecte sua conta do Instagram a outras redes sociais

Usuários de uma rede social, normalmente, também estão presentes em outras mídias.

Ser seguido em várias plataformas diferente acaba aumentando o engajamento de todas as marcas.

Por terem propostas diferentes, elas costumam se complementar, o que é ótimo para qualquer estratégia de marketing.

  • Use Hashtags

Depois de criar uma excelente imagem para a sua ação de marketing de guerrilha, pense em uma ótima legenda e abuse das hashtags.

Porém, antes de usar qualquer uma aleatoriamente, pesquise o que está em alta no seu mercado, quais são os melhores termos para usar e o que o seus concorrentes estão fazendo.

Assim fica mais fácil de se diferenciar.

  • Interaja constantemente

Engaje a sua audiência constantemente.

Realize sorteios, faça perguntas, crie campanhas únicas e criativas.

E o mais importante: esteja presente para o seu público e sempre cumpra o que foi prometido em suas publicações.

  • Use fotos de pessoas

Fotos de pessoas costumam engajar mais as pessoas do que as fotos que não possuem ninguém.

Então, foque em criar imagens com pessoas para aumentar a sua interação com as pessoas.

Twitter

O Twitter tem a característica de ser uma rede social bastante rápida. Isso se dá por conta de suas publicações aceitarem apenas 140 caracteres.

Com isso, você consegue atualizar os seus seguidores de forma rápida e direta.

Hoje em dia, ela é bastante usada para a realização de comentários sobre assuntos do momento, como futebol, política e fofocas, por exemplo.

Por ser rápida e nem um pouco maçante, o Twitter permite que você interaja constantemente com os seus seguidores.

Já imaginou ter a possibilidade de falar para mais de 300 milhões de pessoas? É essa possibilidade que essa rede social oferece com o uso de hashtags.

Tráfego Orgânico x Tráfego Pago no Twitter

Você vai conseguir criar anúncios pagos no Twitter através do Twitter Ads.

As publicações pagas por ter diversos formatos, como assuntos promovidos, contas promovidas ou tweets promovidos.

Um tweet promovido pode ser usado para divulgar promoções, trazer tráfego para algum link ou gerar leads, por exemplo.

Porém, se o seu objetivo for aumentar a quantidade dos seus seguidores de uma forma mais rápida, você precisa promover a sua conta.

E se você quiser surfar na onda dos assuntos mais falados na rede social durante um determinado período, use os assuntos promovidos.

Independente de usar tráfego gratuito ou pago, você precisa criar campanhas memoráveis, criativas e oportunas para cativar e ficar na mente dos seus seguidores.

Aumente o Alcance do Conteúdo

Quando você cria uma ação de marketing de guerrilha, existem chances muito altas do seu conteúdo viralizar.

Se a sua ação der certo, ou seja, se ela obter resultados positivos, você pode aumentar ainda mais o seu alcance.

Como?

Você pode escrever um e-book, um post para o seu blog ou realizar um webinário para contar como você obteve esse resultado. Com isso, você pode multiplicar as pessoas alcançadas.

Aproveite o pontapé que uma ação de marketing de guerrilha proporciona ao seu negócio. Esteja sempre ligado aos benefícios que isso vai trazer para você.

Aproveite os Assuntos do Momento

Esteja sempre atento às oportunidades que possam surgir.

Às vezes, tudo o que você precisa para ter sucesso em uma ação é saber o momento certo de agir.

Utilize o Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta que o Google oferece gratuitamente para os seus usuários. Ele mostra as tendências de pesquisa entre os seus usuários.

Com ela, você consegue identificar o que as pessoas estão pesquisando no Google de acordo com o período.

Você também consegue saber quais são as principais consultas e descobrir quais são as oportunidades que você pode aproveitar.

As consultas podem ser feitas baseadas em períodos de tempo, fontes de busca, categorias, fatores demográficos.

20 Exemplos de Marketing de Guerrilha

ilustração de tipos de marketing

Existem alguns ótimos exemplos de empresas que utilizaram o marketing de guerrilha para se destacar e ganhar mais consumidores.

Ou, simplesmente, para alfinetar o seu concorrente.

Como você já sabe, esse tipo de marketing foi criado para o uso de pequenas empresas com poucos recursos. Porém, todos podem fazer uso dela.

Pensando nisso, separei alguns exemplos de empresas renomadas que você já deve até ter visto, mas que não sabia que se tratava de marketing de guerrilha.

Superman

Para anunciar o lançamento do novo filme do super herói mais famoso do mundo, um cartaz foi colocado estrategicamente ao fundo dos elevadores de um shopping.

A porta do elevador, por sua vez, imitava a imagem de uma camiseta branca com duas mãos posicionadas prestes a rasgá-la.

O resultado é esse que você na imagem. Extremamente simples e genial, não acha?

markting de guerrilha em elevador para o filme Superman

Bis Machine

Uma máquina de Bis foi instalada na faculdade Anhembi, em São Paulo, e tornou o dia dos estudantes muito mais divertido.

Era a “Zuêra Machine”, que só liberava os chocolates para quem participasse de brincadeiras super descontraídas. Bem a cara da juventude!

WWF

Para quem não sabe, a WWF é uma ONG ambiental, conhecida mundialmente por suas ações sustentáveis.

Uma delas foi apresentada durante um jogo de futebol brasileiro, que usou os campos do esporte como analogia para mostrar as áreas desmatadas no Brasil.

Durante a partida, o campo foi gradualmente mudando de cor, conforme você acompanha no vídeo.

Impactante, concorda?

TNT

Na Bélgica, a emissora de televisão TNT também entrou na brincadeira para anunciar seu novo canal em HD.

Um botão vermelho posicionado no meio do nada em uma cidadezinha prometia adicionar mais drama ao momento.

A princípio, todo mundo ficou meio desconfiado. Mas a verdade é que o resultado deixou geral de boca aberta!

Burger King

Em um Dia Das Bruxas, data bastante tradicional nos Estados Unidos, o Burger King não deixou passar a oportunidade de dar uma zoada na concorrente.

A fachada de uma das lojas literalmente se vestiu de fantasma, intitulado “McDonalds”.

No letreiro da franquia, a explicação: “Booo! Nós estamos apenas brincando, continuamos grelhando nossos hambúrgueres. Feliz Halloween!”

Eu ri.

marketing de guerrilha em relação a concorrente

Arno

Com a marca de eletrodomésticos Arno, o marketing de guerrilha que ganhou destaque foi o ventilador turbo colocado pela marca voltado para o lado de fora de uma loja em um daqueles verões de matar.

A grande sacada foi posicionar um carro capotado logo em frente ao estabelecimento para dar a ideia de potência.

É claro que todo mundo parou pra ver – e até para se refrescar um pouquinho!

MilkShake de ovomaltine

O MilkShake de Ovomaltine tem sido o carro chefe do Bob’s desde sempre.

Um dia, porém, o McDonald’s começou a anunciar a chegada de um novo clássico, e fez o maior suspense para criar expectativa no público.

E não é que a marca Ovomaltine tinha fechado um acordo com o McDonald’s`?

Sim… era o McShake de Ovomaltine!

A novidade causou o maior rebuliço nas redes sociais, e é claro que o Bob’s respondeu com muitas alfinetadas, como a hashtag: #MilkShake X #MilkFAKE

marketing de guerrilha do milkshake de ovomaltine

Volkswagen

Todos os dias, milhões de pessoas utilizam o metrô para chegar até o trabalho. Muitas delas estão constantemente com pressa, não é mesmo?

E foi aí que a Volkswagen teve uma brilhante ideia.

Para dar um empurrãozinho no começo do dia das pessoas, a marca instalou, ao lado das escadas rolantes dos metrôs, um escorregador. E deu o recado:

Dedicado a todo mundo que dar uma acelerada na vida.”

E não só as crianças entraram na brincadeira: para chegar no trem, muita gente optou pelo caminho mais rápido – e que certamente também foi o mais divertido.

Dá só uma olhada!

Ikea

Em Paris, na França, muita gente considerava que a marca de móveis Ikea fabricava produtos de baixa qualidade.

Para acabar de vez com essa imagem, a empresa disponibilizou nas estações de metrô da cidade uma série de abajures e sofás, onde os consumidores puderam testar as peças por conta própria.

Se as vendas não aumentaram depois dessa estratégia eu não sei, mas a loja, no mínimo, ganhou uma baita de uma visibilidade, não acha?

Unicef

Você beberia uma água suja engarrafada? Provavelmente não, né? Nas ruas de Nova Iorque, a mesma coisa.

Mas, infelizmente, para muita gente, essa é a única opção – especialmente para quem vive em certos locais da África.

Pensando nisso, a Unicef lançou uma campanha em NY na qual essa água suja era oferecida para as pessoas em uma máquina (dessas de refrigerante e salgadinhos) com a opção de escolher entre várias doenças engarrafadas a cada moeda inserida.

Como era de se esperar, ninguém bebeu a água suja da máquina. Mas muita gente fez a doação.

Kit Kat

A iniciativa da Kit Kat em um banco de madeira é mais uma prova de que, em muitos casos, uma boa dose de criatividade pode ser suficiente para causar um super impacto sem gastar muito.

Dê uma olhada em como o encosto do banco pintado de marrom realmente lembra direitinho a estrutura do chocolate.

Juntando com a outra metade, que faz uma alusão à embalagem do Kit Kat com suas cores bem vivas, o resultado é de uma fidelidade incrível ao produto original.

Não há chocólatra que resista!

marketing de guerrilha urbano da marca kitkat

Netflix

Quando o assunto é marketing de guerrilha, a Netflix é uma empresa que não dorme no ponto.

Também, convenhamos: nada mais apropriado do que aproveitar o lançamento de novas séries para produzir campanhas inteligentes e interativas, concorda?

Foi assim também quando a então queridinha do momento, Orange Is The New Black, anunciava a chegada da terceira temporada no serviço de streaming.

Para isso, a Netflix transformou, em uma movimentada rua de Paris, a fachada de um prédio em uma prisão, com direito a atrizes contratadas e tudo mais.

Olha que legal!

Coca-Cola

Para celebrar o dia dos namorados em grande estilo, a Coca-Cola instalou nos Estados Unidos uma máquina de refrigerante um pouco diferente.

Voltada exclusivamente para casais, eles só conseguiriam retirar o refrigerante da máquina sob uma condição: se beijando.

Além de aproximar os apaixonados em uma iniciativa para lá de criativa, arrisco dizer que a campanha, de quebra, ajudou a formar novos casais.

O que você acha?

Uber vs. Lyft

Se você mora no Brasil, talvez ainda não conheça o serviço de transporte alternativo Lyft – bastante popular nos Estados Unidos, cuja proposta é bem parecida com a do Uber.

Por isso mesmo, as duas companhias são verdadeiras concorrentes na conquista da preferência pelos passageiros.

Em uma jogada de marketing de guerrilha, o Lyft, então, distribuiu aos motoristas do aplicativo o símbolo da marca, que é um bigode rosa (e que foi colocado bem grande nos pára-choques dos automóveis).

Além de diferenciar os carros dos veículos da concorrência, a iniciativa também acabou gerando mais visibilidade para a empresa.

Mas é claro que o Uber não deixou barato.

Em resposta à campanha, a plataforma passou a exibir em outdoors ações que convidavam motoristas do Lyft a “rasparem” o bigode rosa e migrarem para o Uber, apresentando, na proposta, todas as vantagens de se tornar um deles.

Quem ganhou essa disputa no fim das contas eu não sei, mas que as duas marcas conseguiram chamar a atenção do público…

Ah, isso com certeza!

carros de marketing de guerrilha da Uber contra a Lyft

Burger King vs. McDonald’s

Em 2015, uma campanha envolvendo uma suposta trégua entre Burger King e McDonald’s deu no que falar.

Nos Estados Unidos, um anúncio do Burger King publicado no jornal The New York Times percorria o país com uma proposta no mínimo surpreendente para sua concorrente.

O pedido era o seguinte: e se as duas empresas se unissem para criar o sanduíche com o melhor de cada lanchonete, o McWhooper?

A ideia era vendê-lo no Dia Internacional da Paz, e mostrar para o mundo que até mesmo a rivalidade entre as duas gigantes poderia viver a paz por um dia.

O que ninguém esperava era que o Mc Donald’s não estava nem um pouco interessado na proposta.

Mesmo assim, a estratégia não fracassou. Diante da negativa do Mc Donald’s, milhares de consumidores se sentiram engajados com a proposta e criaram seus próprios McWhoopers.

Medecins du Monde

A Médicos do Mundo é uma organização não-governamental que promove ajuda humanitária em todo o mundo, levando cuidados de saúde gratuitos a populações vulneráveis.

Em Paris, uma ação desse grupo ficou bastante conhecida: para chamar a atenção do governo para além de cartazes, os membros da organização distribuíram nas ruas da cidade diversas barracas de camping para abrigar pessoas em situação de rua.

Isso fez com que as autoridades logo tomassem uma atitude, realocando essas pessoas em espaços mais dignos e seguros.

marketing de guerrilha urbano do projeto medicins du monde

HBO

O que você faria se estivesse caminhando pela rua e, de repente, visse um braço pendurado saindo do porta-malas de um táxi?

Provavelmente, em um primeiro momento, você tomaria aquele susto de parar o coração por alguns segundos.

Depois, é possível que tentasse chegar mais perto para conseguir acreditar nos seus olhos, não é mesmo?

E era bem nesse momento que as pessoas que andavam pelas ruas de Nova York descobriam um adesivo da série The Sopranos ao lado dos braços, que, claro, eram falsos.

Tudo não se passava de uma brincadeira da HBO para promover a nova temporada de um dos seriados mais aclamados de todos os tempos.

intervenção urbana de marketing de guerrilha da HBO

Big Spills

A Procter & Gamble decidiu promover a sua linha de papel toalha Big Spills de forma bastante chamativa e criativa.

A organização derramou produtos gigantes pela rua. Um desses produtos foi um enorme copo de café de seis metros em uma rua de Nova York.

copo gigante do marketing de guerrilha da marca big spills

Além do imenso tamanho, o café derramado na calçada chamava a atenção das pessoas por conta do seu aroma de café feito na hora.

Em uma das ruas de Los Angeles, a Procter & Gamble “derramou” um picolé de 7 metros no chão.

Próximo aos produtos foi colocada uma placa que dizia: “esse é um pequeno trabalho para o Big Spills”.

The Grammys

Na premiação do Grammy do ano de 2014, a cadeia de fast food Arby’s percebeu que o chapéu que o cantor Pharrell Williams usou um chapéu parecido com o logotipo da empresa em sua apresentação.

Com isso, no mesmo momento, a conta corporativa do Arby’s publicou no Twitter: “Alô, @Pharrell, você poderia devolver nosso chapéu? #GRAMMYs”.

Esse tweet foi compartilhado mais de 70 mil vezes e marcado como favorito por mais de 50 mil pessoas.

marketing de guerrilha online no twitter do Grammys

Por conta disso, o Arby’s foi ainda mais além e decidiu comprar o chapéu usado por Pharrell em sua apresentação.

O adereço custou 41 mil dólares em um leilão online e toda a renda foi destinada para instituições de caridade.

Essa ação acabou gerando uma enorme publicidade gratuita para a rede que poderia ter custado mais de 40 milhões de dólares, que é metade do valor que eles dispõem para anúncios.

Ou seja, o marketing de guerrilha de sucesso também é feito baseado em oportunidades.

Então, fique sempre atento a elas.

Erros no marketing de guerrilha

erros na pratica do marketing de guerrilha

Algumas tentativas de realização do marketing de guerrilha falharam em sua execução.

Apesar de a ideia ser boa, você precisa prestar bastante atenção em todos os detalhes.

No ano de 2004, a apresentadora Oprah Winfrey presenteou todas as pessoas da plateia do seu programa com um carro.

A mídia entrou em alvoroço com tamanha generosidade. Porém, a ideia dessa ação não foi dela.

A ideia foi a Pontiac, uma montadora de carros. Mas a marca quase não foi mencionada nas histórias das generosas doações.

Em 2007, o canal infantil Cartoon Network decidiu promover o desenho animado “Aqua Teen: O Esquadrão Força Total”.

Então, dezenas de dispositivos piscantes foram implantados em 10 cidade diferentes.

Porém, o resultado não foi muito positivo em Boston, quando um morador chamou a polícia achando que os dispositivos fossem, na verdade, explosivos.

Com isso, outros moradores passaram a temer um possível ataque terrorista, o que culminou no fechamento das pontes ao redor da cidade.

Você precisa sempre pensar em todas as possíveis variáveis para conseguir levar o crédito por aquela ação e para, principalmente, evitar mal-entendidos.

Também é imprescindível que você garanta que as pessoas associem determinada ação com a sua marca.

Conclusão

Como vimos, o marketing de guerrilha é muito mais agressivo e direto do que o marketing tradicional.

Além disso, ele é ótimo para quem empresas que querem se auto divulgar ou promover algum evento, produto ou serviço, por exemplo.

Ele é baseado na criatividade e na interatividade com o público, independentemente de ser realizado offline ou online.

O marketing de guerrilha pode ser feito com um baixo investimento ou até de graça, como é o caso do flash mob.

Evite cometer erros bobos que podem acabar com a sua estratégia guerrilheira.

Antecipe todos os seus passos e possíveis resultados. Não tenha medo de criar e nem de corrigir alguma ação.

Para diminuir a possibilidade de erros, não esqueça de seguir esses passos:

  1. Trabalhar bem a sua persona
  2. Ser muito criativo e atual
  3. Focar na execução da sua estratégia
  4. Tomar cuidado com as emoções que você provoca
  5. Monitorar todos os seus resultados.

Use os melhores canais online para ter sucesso na sua estratégia. Pesquise onde a sua audiência está e não tenha medo de usar essa rede social.

Independente de qual você vá usar, crie uma ação exclusiva para ela. Uma que consiga ter um maior alcance em um menor período de tempo.

Lembre também que é possível usar o tráfego pago em todas as redes sociais para alavancar o seus resultados.

Aproveitar os assuntos do momento é uma ótima opção. Usar um tópico que está em alta engaja as pessoas de uma forma grandiosa.

Você usa o marketing de guerrilha no seu negócio? Conta para mim aqui nos comentários!

Quer saber mais sobre marketing e como ele pode impactar o seu público de forma positiva? Então, acesse:

Obrigado por ler até aqui!

Compartilhe