Propagandas Criativas: 19 Ideias Para Se Inspirar e Criar a Sua em 2019

propagandas criativas telões led

As propagandas criativas têm um papel fundamental na hora de prender a atenção do público.

Eu sei que isso parece óbvio, mas o óbvio também precisa ser dito, especialmente quando representa uma oportunidade como essa.

Algumas campanhas apelam para o lado emocional, enquanto outras buscam provocar o riso.

Seja qual for a estratégia adotada, o importante é ter no final uma propaganda que chame atenção e transmita a mensagem da marca.

Em um mundo cheio de informação em todos os lugares, a criatividade pode ser o diferencial que vai prender a atenção do espectador até fim do comercial.

E isso é ainda mais intenso na internet, onde conteúdos podem viralizar a qualquer momento, aumentando ainda mais seu alcance.

Um recente estudo da Kantar Millward Brown, nos Estados Unidos, estimou em 265% o aumento no valor de uma marca que se vale de criatividade, disrupção e publicidade.

Dá para ignorar esse potencial?

Se você concorda que não e quer aprender tudo sobre propagandas criativas, siga a leitura!

O que é propaganda?

sites com propagandas em laptop

Presente na história da humanidade há alguns séculos, a propaganda nada mais é do que uma estratégia de persuasão a favor de uma causa, prática ou ideia.

Essa persuasão pode vir por meio peça gráficas, como banners, outdoors e anúncios em mídia impressa ou digital.

O uso de material audiovisual é outra forma de fazer propaganda, com pequenos filmes comerciais, animações ou até mesmo merchandising e podcasts.

Para que serve a propaganda?

ideias de propagandas criatividade

Durante os anos, a propaganda foi usada na promoção de religiões, regimes políticos e, mais recentemente, para conectar pessoas com produtos e serviços que elas desejam consumir.

A publicidade abre um canal de comunicação entre a empresa e seus consumidores em potencial.

E alguns comerciais ficam tão famosos que marcam gerações, sendo lembradas por muitos e muitos anos.

Na era da internet, o potencial de uma campanha bem-feita é ainda maior, já que sempre existe a possibilidade daquele conteúdo virar assunto nas redes sociais.

Como fazer uma propaganda criativa

equipe criativa criação de propaganda

Já falei um pouco sobre o que é uma propaganda criativa e a respeito do seu impacto positivo para uma marca.

Mas, afinal de contas, como chegar no objetivo final de ter uma campanha de sucesso?

É claro que não dá para garantir o sucesso de uma publicidade, mas existem algumas técnicas e estratégias que podem ajudar na hora da criação.

Funciona como um atalho, que o aproxima do resultado desejado.

Para tanto, leve em conta os passos que listo a partir de agora.

Entenda seu público

propaganda de rua voltada ao cliente

Uma das primeiras etapas para alcançar uma propaganda criativa é entender com quem se deseja falar.

A partir de um estudo detalhado, o profissional de marketing deve identificar quem é o cliente em potencial daquele produto ou serviço.

É preciso identificar sua faixa etária, escolaridade, gênero e até mesmo algumas de suas características de personalidade.

Assim, você não apenas mapeia o público-alvo, como avança para os detalhes que definem suas personas, ou perfil ideal de cliente.

Essa definição serve para estabelecer quais são seus hábitos de consumo, mas também para entender qual linguagem e posicionamento devem ser adotados na propaganda.

Em outras palavras, você dá o primeiro passo para descobrir o que é percebido como criativo pelo seu público.

Saiba o que é tendência

ilustração sobre tendências

Após identificar quem é o seu cliente, como ele se comporta e de que forma uma propaganda criativa o impacta, é hora de se voltar para o mercado e avaliar as tendências.

Neste momento, é importante ver o que a concorrência anda fazendo.

Não confunda com copiar alguma estratégia, mas é importante saber quais são os acertos e os erros das outras marcas do seu segmento de mercado.

Além de dar uma espiada na grama do vizinho (seu concorrente), ter boas referências é fundamental para criar propagandas criativas.

Aqui, vale tanto se inspirar em empresas similares dentro de um mesmo segmento, quanto expandir o horizonte para observar marcas de outros mercados, mas que compartilham o mesmo público e valores.

O cinema, a música e a televisão podem ser um prato cheio para compreender quais tema estão em alta no momento e também quais estão em baixa.

Foque em mexer com as emoções

cliente emocionada sobre prooaganda na web

Para alcançar uma boa propaganda, não basta apresentar o produto com suas informações técnicas.

A comunicação é um processo essencialmente humano e que depende muito de expressar as emoções certas na hora exata.

Por isso, é fundamental para a publicidade apresentar a marca associada a sentimentos positivos, que provoquem uma desejada identificação com o consumidor.

Não é à toa que associamos a Coca-Cola com momentos de descontração e conforto, ou a Faber Castell com uma nostalgia que remete à infância, por exemplo.

São exemplos de marcas que fazem desse resultado uma busca – e são bem-sucedidas nisso, é bom frisar.

Seja memorável

ilustração sobre criatividade

Como já comentei, quando a publicidade acerta em cheio, ela pode ser lembrada por muitos e muitos anos.

Além de trazer reconhecimento à marca, as propagandas criativas podem marcar toda uma geração.

Isso porque associam o produto com emoções que vão dialogar diretamente com o público-alvo.

Essa associação com emoções tão familiares, como nostalgia e conforto, faz com que o consumidor sempre se recorde daqueles sentimentos ao visualizar o logo ou nome da marca.

Pesquise e se inspire em propagandas de sucesso

Um ótimo caminho para criar propagandas criativas é conhecendo casos de sucesso do presente e do passado.

Algumas campanhas causam um impacto tão grande que ainda continuam circulando mais de 30 anos após terem veiculado pela primeira vez.

É preciso olhar para essas formas de publicidade para entender o motivo de terem ficado tão famosas.

Afinal, qual o segredo delas? É possível se inspirar para tirar uma casquinha dessa fama toda?

10 Propagandas Brasileiras Que Marcaram Gerações

propagandas criativas na TV

Como acabei de destacar, há propagandas criativas que resistem ao tempo.

Foram veiculadas há muitos anos, mas nunca saem da memória.

Assim, volta e meia são lembradas em encontros de família, no trabalho ou bate-papo em redes sociais.

Elaborei uma lista com 10 exemplos de comerciais brasileiros que marcaram gerações.

Já que ter boas referências é fundamental, melhor se espelhar naquelas que atingiram seu objetivo.

1. O primeiro sutiã a gente nunca esquece

Uma das mais famosas propagandas brasileiras, o comercial da Valisère, de 1987, foi responsável por eternizar o bordão: “O primeiro sutiã a gente nunca esquece”.

O filme de pouco mais de um minuto retratava uma adolescente ganhando seu primeiro sutiã e foi um sucesso na televisão.

A campanha inovou por trazer um apelo afetivo, o que era novidade para a publicidade brasileira da época.

2. Mamíferos Parmalat

São poucas as crianças nascidas na década de 1990 que escaparam se fazer uma sessão de fotos inspirada nos Mamíferos da Parmalat.

A propaganda, veiculada em 1996, estourou ao apresentar crianças pequenas fantasiadas de animais.

O sucesso foi tão grande que a campanha se estendeu por quatro anos, até janeiro de 2000.

A combinação de bebês fofos com uma música contagiante garantiu o sucesso instantâneo, alçando a Parmalat ao posto de líder de mercado em pouco tempo.

A propaganda até ganhou uma continuação, anos depois, quando apresentava os “mamíferos” já crescidos.

3. Pipoca e Guaraná

Pipoca na panela, começa a arrebentar…

Talvez você até saiba o restante da letra e continue cantando mentalmente.

Afinal, essa foi uma daquelas propagandas criativas que ficaram na história não apenas pelo enredo da publicidade, mas por sua música marcante.

Era um jingle melódico, um verdadeiro “chiclete de ouvido” – você ouve uma vez e não consegue mais tirar da cabeça

Lançado em 1991, o comercial do Guaraná Antártica destacou a combinação do refrigerante com pipoca.

4. Bombril

Algumas propagandas ganham destaque por apresentar um personagem característico, carismático.

Esse era o caso de Carlos Moreno, ator que estreou como garoto-propaganda da Bombril em 1987.

Para se diferenciar dos concorrentes, a marca apresentou um personagem frágil que pudesse se aproximar do público-alvo majoritariamente feminino.

Moreno seguiu à frente da marca até 2004, retornando entre 2007 e 2011.

A campanha, que contabilizou mais de 40 anos no ar, está registrada no Guiness Book como a mais longa do mundo.

Mas ela não foi apenas extensa, como também teve na proposta criativa uma marca.

Cada nova peça lançada apostava na abordagem divertida como um diferencial.

5. Poupança Bamerindus

O extinto Banco Bamerindus tinha algumas das mais criativas e marcantes propagandas no início dos anos 1990.

A primeira que merece destaque teve no humor o ponto alto.

A atuação impecável dos atores, juntamente a um texto simples e criativo (“Som… Vitrola!… Heeeein?”) fez desta uma propaganda memorável.

Mas você talvez lembre da música que caracterizou outro comercial.

Relembre no vídeo abaixo as suas diferentes versões:

Quem também construiu sua fama na campanha foi Toni Lopes, que ficou conhecido como a “cara” da poupança Bamerindus.

6. Pergunta no Posto Ipiranga

Um exemplo um pouco mais recente, a propaganda do Posto Ipiranga é bastante divertida e, logo, caiu na graça dos brasileiros.

A campanha estreou em 2011, trazendo como personagem principal um homem caipira, sempre sentado na beira da estrada, observando o movimento dos carros.

Quando um viajante encosta o veículo para pedir informações, ele responde todas as perguntas com o seu bordão: “Pergunta no Posto Ipiranga! ”

O “gordinho” do comercial é ator é Antônio Duarte, o Batata.

7. Aquarela Faber Castell

O filme promocional lançado pela Faber Castell, de 1983, é um grande exemplo de como a propaganda pode ficar associada a uma época da nossa vida.

Embalado pela canção Aquarela, do compositor Toquinho, o comercial se tornou um clássico que remete diretamente à infância.

Em 2018, a marca recriou o filme para o lançamento de seus novos tons de pele em lápis de cor, atendendo a uma demanda antiga por mais diversidade nos produtos.

8. Tubulações Tigre

Outro exemplo que ficou famoso por sua descontração e tom divertido foi a campanha da empresa de tubos e conexões.

O lançamento da campanha “Fuja do Mico”, em 2000, convidou o consumidor a prestar atenção na marca de um produto que, muitas vezes, passa despercebido.

Por mais que o produto da Tigre não seja nada glamoroso ou desperte desejo, a empresa conseguiu se tornar referência a partir de suas propagandas criativas.

9. MasterCard: Não tem preço

A essa altura do campeonato, todo mundo já sabe: existem coisas que o dinheiro não compra; para todas as outras, existe MasterCard.

A bandeira de cartão de crédito garantiu seu lugar no hall da fama da publicidade com um comercial simples, mas que chama atenção.

O mote aproveita-se de uma frase clichê, mas que faz todo sentido: algumas experiências na vida realmente não têm preço.

A propaganda mostra algumas dessas situações, apelando para o emocional do consumidor.

Em 2019, ela completa incríveis 22 anos no ar.

10. Coca-Cola – O Natal vem vindo

Em 1995, a Coca-Cola lançou um filme comercial que viria a marcar o Natal daquele ano e dos próximos.

A chegada da frota de caminhões decorados de forma temática, junto com o jingle contagiante, tornou-se um marco do início das festividades.

A campanha extrapolou as telas, e a caravana da Coca-Cola segue desfilando e anunciando o Natal por diversas cidades brasileiras até os dias de hoje.

9 Propagandas Internacionais Famosas

propagandas na tv para crianças

Por mais que não tenham chegado até o mercado brasileiro, algumas campanhas internacionais são verdadeiros marcos da publicidade mundial e também servem de inspiração.

Quer conhecer algumas delas?

Dê uma olhada na lista que preparei.

1. “Back to the Start” – Chipotle (Estados Unidos)

De 2011, o comercial da rede de lanchonetes americana foi sucesso de público e de crítica, faturando o Grand Prix da premiação Cannes Lions.

O filme de dois minutos traz uma reflexão sensível e poética sobre o sistema de produção industrial da agricultura moderna.

A empresa, que tem o uso de alimentos orgânicos como um de seus pilares, argumenta por uma produção de alimentos mais local e artesanal, propondo que a gente volte ao início – “Back to the Start”.

2. “The Bear” – Canal+ (França)

Hilário, o comercial de 2011 apresenta um diretor de cinema genial, mas um tanto quanto explosivo.

Nada fora do comum se ele não fosse, na verdade, um urso. Ou melhor: um tapete de urso.

Nominada para receber um prêmio no Festival de Cannes, a propaganda é filmada como se fossem cenas de um making off.

Nas entrevistas, descobrimos que Paul Bearman (o urso-diretor) teve o interesse pelo cinema despertado no passado, enquanto decorava uma sala de TV.

Virado para a televisão, ele se formou assistindo filmes clássicos exibidos pelo Canal+.

3. “1984” – Apple (Estados Unidos)

Enquanto algumas propagandas evocam sentimentos para chamar atenção, outras se aproveitam de referências culturais.

Foi o caso da Apple, em seu comercial de 1984 para anunciar o novo Macintosh.

A inspiração foi o romance de George Orwell, no qual o autor retrata o ano de 1984 de forma distópica.

No filme da Apple, uma mulher surge correndo para destruir o sistema que controla uma população dominada.

Ao fim, eles anunciam a data de lançamento do novo computador e avisam: 1984 não seria como no livro.

4. “Meet Joe Greene” – Coca-Cola (Estados Unidos)

Em 1979, a Coca-Cola estreou sua nova campanha no intervalo do Super Bowl, final do campeonato de futebol americano e evento de maior audiência da TV local.

Com um texto simples, mas efetivo, o comercial é protagonizado pelo jogador Joe Greene.

No filme, Greene está entrando nos vestiários, quando é abordado por um fã-mirim, que oferece a ele uma Coca-Cola.

O jogador, que tinha fama de durão, teve sua imagem transformada com a propaganda.

Joe conta que um número muito maior de fãs, sobretudo crianças, passou a cumprimentá-lo depois da campanha.

5. “Whassup?!” – Budweiser (Estados Unidos)

Mais uma para a lista de vencedoras do Cannes Grand Prix, a propaganda da cerveja Budweiser estreou em 1999 na TV americana.

A grande sacada da marca está no jogo de palavras, onde o cumprimento “what’s up?” (algo como “e aí?”) ganha uma forma ainda mais informal e engraçada.

O comercial figura o diálogo de um grupo de amigos enquanto assistem um jogo na TV e tomam uma Bud.

6. “Scape of the Bunny” – Energizer

A marca de baterias Energizer fez história com sua campanha de 1989.

No comercial, um coelhinho de brinquedo prova que as pilhas da empresa realmente duram mais do que as da concorrência.

Quando achamos que a propaganda acabou e uma outra, de uma marca de vinhos parece começar, lá está o coelho da Energizer, marchando de um lado para outro.

A propaganda deu início a uma disputa com a concorrente Duracell sobre os direitos de marca sobre a figura do coelho.

O caso acabou com um acordo entre as partes, no qual ficou decidido que a Energizer poderia usar o mascote nos Estados Unidos e Canadá, enquanto a Duracell deteria os direitos no resto do mundo.

7. “Stratos” – RedBull (Áustria)

A campanha da RedBull, de 2012, é o exemplo mais recente da nossa lista.

Inovador por extrapolar a tela da televisão, o projeto Stratos tinha como objetivo realizar o primeiro salto em queda livre direto da estratosfera terrestre.

Após cinco anos de preparação, o base jumper austríaco Felix Baumgartner fez o salto bem-sucedido.

A ação da marca de energéticos quebrou diversos recordes, entre eles, o salto humano de maior altitude (39.045m) e a transmissão ao vivo com maior número de visualizações instantâneas (8 milhões).

8. “Thank you, mom” – P&G

A campanha da P&G de 2010 é mais uma que apela para o emocional do público-alvo.

Sobre mães e para mães, o primeiro vídeo foi lançado para aproveitar a proximidade das Olimpíadas de Inverno de Vancouver, no Canadá.

A propaganda apresenta crianças se preparando para as disputas como se fossem os atletas profissionais de cada modalidade.

Ao final, vemos uma mulher torcendo pelo seu filho e uma mensagem na tela avisa: para as mães, os atletas sempre serão crianças.

9. “Just Do It” – Nike

Famoso e utilizado até os dias de hoje, o slogan “Just Do It” é marca registrada da Nike desde 1988, quando apareceu pela primeira vez em uma campanha publicitária.

O comercial original trazia Walt Stack como personagem, um senhor de 80 anos que aparece fazendo sua corrida diária de 17 milhas, como informa no vídeo.

É no final do vídeo que somos apresentados ao famoso slogan pela primeira vez.

A imagem do senhor que, mesmo em idade avançada, corre todos os dias, junto ao bordão direto, fez da campanha um sucesso instantâneo.

Em apenas um ano, as vendas de tênis Nike no mercado americano passaram de 18% para 43%.

Conclusão

Basta olhar para alguns casos de sucesso para perceber a importância da criatividade na hora de propor propagandas que apresentem o produto de forma inovadora e memorável.

E como você viu neste artigo, ter boas referências é essencial para dialogar diretamente com o público-alvo.

Agora que você já entendeu tudo sobre propagandas criativas e conheceu as melhores ideias, que tal criar o clássico que vai marcar as próximas gerações?

Qual dos exemplos mais provoca memórias para você?

Deixe seu comentário e compartilhe o artigo!

Compartilhe