Como Escrever um Artigo de 2.000 Palavras em 2 Horas

time is money

Imagine ser capaz de saber como escrever um artigo de 2.000 palavras em 2 horas.

Você poderia criar mais conteúdo, direcionar tráfego de qualidade dos mecanismos de busca e gerar mais leads.

Por mais de 5 anos, eu venho escrevendo e tentando fazer isso da forma mais rápida possível. Eu sei que você quer melhorar sua velocidade e a qualidade do conteúdo também, pois toda semana eu recebo emails de leitores e fãs, todos me pedindo para compartilhar meus segredos com relação à escrita. E hoje eu vou fazer exatamente isso.

O Google favorece conteúdo detalhado. De acordo com o SerpIQ, uma boa maneira de como escrever um artigo seria conter no mínimo 2.000 palavras no conteúdo, caso você queira ranquear entre os top 10 do Google nas posições orgânicas.

How to Write a 2000-Word Article in 2 Hours

As 5 estratégias abaixo irão ajudar a melhorar sua escrita e impulsionar seus resultados nos mecanismos de busca.

Baixe este material para saber como escrever um artigo de 2.000 palavras em 2 horas.

Como Escrever um Artigo Passo nº 1: Vire a Página

Marie Forleo diz que se você quiser saber como escrever um artigo rápido, você precisa virar a página. Acredite que você possa fazer isso, e você fará. Você é um Escritor, diz Jeff Goins.

Reavalie aquilo que está te impedindo de escrever – essas coisas são apenas uma miragem. É preciso lidar com elas.

Como? Comece a escrever.

image39

Se você quiser viver como profissional de marketing digital, então você tem que reconhecer que ter responsabilidade é a chave. Você não pode dar desculpas e fazer dinheiro ao mesmo tempo.

image04

Sem dúvida, saber como escrever um artigo de alta qualidade leva tempo, mas se você começar a escrever naturalmente, você poderá cortar dramaticamente o tempo necessário para escrever um artigo de 2.000 palavras.

Marie diz que, se você quiser mudar alguma coisa – incluindo escrever um artigo que ajudará a outros – pergunte a você mesmo, “que tipo de história estou contando para mim mesmo?” Se sua história é uma que você “não pode escrever,” você não escreve. É simples assim.

Você nunca será um especialista se você continuar dando desculpas. Deixe os benefícios de um blog consistente inspirarem você a fazer mais, se você quiser mais leads e links inbound.

image30

Como Escrever um Artigo Passo nº 2: Reúna Fatos

Gerentes de projeto trabalham com tarefas muito importantes – a principal entre elas é o levantamento de requisitos. Sem avaliar os recursos necessários, o projeto irá falhar.

Então, de acordo com Modelo de Resolução de Problemas da Cisco, uma vez que você tenha definido o problema, o próximo passo é juntar os fatos.

image17

Uma das razões pelas quais as pessoas lutam para escrever um artigo de 2.000 palavras é que elas não têm fatos.

Escrever não se trata apenas de digitar – você tem que saber sobre o que está escrevendo. Por exemplo, antes de começar a escrever este artigo, eu primeiro pesquisei e coletei muitas fontes de informação sobre como escrever mais fácil e rapidamente.

Seus fatos irão formar o esboço que você irá detalhar depois.

É importante também atualizar as fontes. Se você escreve baseado no que era verdadeiro há seis meses ou um ano, seu artigo pode estar errado. Especialmente para tópicos ligados a SEO, anúncios PPC e marketing de conteúdo, as coisas mudam rapidamente e com frequência.

Quando você baseia seu conteúdo no que funcionou no passado, você está criando suposições que podem não ser mais verdadeiras. Jodi Flynn, fundador do Luma Coaching, define suposição como “crenças que são baseadas na premissa de que, como determinada coisa aconteceu no passado, ela automaticamente irá acontecer de novo.”

Andar a segunda milha para conseguir dados apurados para o seu conteúdo é fundamental. Você não pode ser um escritor eficaz se seus pontos não são baseados por dados atuais e apurados. Suposições podem destruir sua criatividade, então junte seus fatos antes de começar a escrever.

image09

Juntar fatos para seus subtítulos e marcadores, constrói a fundação para um artigo sólido.

No entanto, você não tem que ser perfeito nesse estágio de “juntar fatos”. Seu objetivo é montar algo o suficiente para servir de apoio para suas colocações e então seguir em frente. No gráfico abaixo, Marshal D. Carper destaca e mede os cinco estágios de uma escrita persuasiva. Planejar é 15%, enquanto a revisão é 45%.

Isso significa que planejar é parte integral do processo da escrita, mas o verdadeiro trabalho vem no estágio de revisão, que é onde você aperfeiçoa sua escrita.

image21

Existem muitas maneiras de juntar fatos para o seu artigo, e muitas fontes onde você pode encontrar as melhores informações para ele. Algumas delas são:

i).  Confira publicações online: Publicações online, tais como revistas, jornais, folhetos e catálogos, são grandes fontes para escritores.

Um ótimo site que te ajuda a encontrar revistas e publicações online em diversos nichos é o Issuu.com. Todas as publicações têm acesso gratuito, o que faz dele uma grande fonte de informação para escritores. Siga estes passos para encontrar os fatos que você precisa para seu artigo:

a). Vá até o Issuu.com: Na homepage, digite sua palavra-chave principal (ex: “marketing digital”) dentro da caixa de pesquisa e aperte enter:

image08

b). Folheie a publicação: O Issuu é um mecanismo de busca de publicação online poderoso que pega sua palavra-chave e encontra revistas relevantes que você pode ler de graça. Clique na capa da revista escolhida.

image44

c).  Extraia seus fatos: Ao clicar na capa da revista, folheie as páginas e extraia os fatos ou ideias que irão te ajudar a escrever artigos de alta qualidade. Por exemplo, ao folhear a revista “A Nova Era do Marketing,” aqui está um checklist que eu encontrei:

image51

Se eu quiser escrever um artigo com 2.000 palavras ou mais sobre o assunto “push marketing vs. pull marketing,” esses checklists irão ajudar muito. Vamos focar no checklist do pull marketing, já que é esse o marketing de conteúdo.

Aqui estão alguns dos títulos que eu poderia trabalhar para escrever um artigo como esse:

  • 12 Técnicas Eficazes de Pull Marketing Que Você Deveria Usar em 2015
  • 12 Estratégias de Pull Marketing para Gerar Leads Por Email
  • Como Usar o Pull Marketing para Persuadir Clientes e Aumentar as Vendas
  • Quais São as 12 Técnicas Usadas para Atrair Clientes para o Seu Negócio?

Quando se trata de escrever o artigo para qualquer uma das ideias acima, você pode simplesmente expandir nas técnicas listadas de pull marketing (isto é, SEO & PPC, liderança de pensamento, construir uma comunidade, alcançar influenciadores, blog, publicidade gratuita, etc.).

ii).  Alavanque dados de pesquisa: “Seu negócio depende de encontrar, entender e se conectar com seus melhores clientes,” diz Nielsen. Existem muitos institutos de pesquisa, centros e agências que têm feito pesquisas extensas sobre seus clientes. A maioria deles publica suas descobertas em seus blogs ou as coloca dentro de um relatório ou ebook para que você possa baixar.

Sites como o MarketingSherpa, HubSpot e o ChicagoBooth.edu, compartilham descobertas e dados. Vamos ver um exemplo de dados de marketing da HubSpot:

image52

A página da HubSpot acima é um compilado de dados de diversas fontes confiáveis. Se você descer na página, você irá encontrar todos os dados que precisa para o SEO, marketing de mídia social, blog, email marketing e assuntos relacionados.

image48

Então quando se trata de escrever seu artigo referente ao SEO, por exemplo, você poderia começar integrando uma das estatísticas acima:

Você quer direcionar clientes a partir dos mecanismos de busca? Em 2012, a Interconnected World conduziu uma pesquisa sobre compras e finanças pessoais e descobriu que 61% dos usuários globais da internet pesquisam produtos online.

Lembre-se que, ao escrever um artigo de 2.000 palavras, você precisa apoiar suas informações com dados, pois suas opiniões podem não ser suficientes. O que seus leitores e clientes querem são soluções confiáveis e comprovadas para seus problemas. Isso significa que sua escrita tem que ter boas fontes e gerar credibilidade.

iii).  Segmento de blogs: Não importa qual tipo de nicho você esteja, você deveria ter uma lista de blogs relacionados ao seu segmento pertencentes a personalidades influenciadoras e líderes.

Por exemplo, o Copyblogger e o MarketingProfs são dois dos meus blogs favoritos no segmento do marketing de conteúdo. Escolha uma categoria (ex: “estratégia de marketing”) e você verá um monte de posts de blogs que você pode usar como fontes de dados.

image22

Cada um destes blogs de marketing de conteúdo podem te ajudar na sua busca por fatos e ideias para o seu artigo.

E o que você faz com essas ideias? Você pode melhorar a velocidade da escrita escolhendo ideias subjacentes. Aqui estão algumas maneiras de fazer isso:

1).  Comece com o fim em mente: Ideias podem vir de qualquer lugar. Como um escritor, seu dever é reconhecer que nenhuma ideia é totalmente inútil.

Em seu livro clássico, 7 Hábitos de Pessoas Altamente Bem Sucedidas, o autor Stephen Covey disse que uma coisa que as pessoas de sucesso tem em comum é que elas “começam com o fim em mente.”

image07

Isso simplesmente significa que, antes de começar um projeto, você deveria saber como terminá-lo ou como será o tipo de interação no final. A Marie Forleo concorda, neste vídeo sobre “como escrever mais rápido”.

image10

Especificamente, Marie diz, você deveria pensar em qual caminho você quer que os leitores percorram – em outras palavras, o resultado que você quer que eles alcancem ou sintam depois de ler seu artigo.

Então, por exemplo, se você quiser ensinar donos de blog sobre como conseguir 500 assinantes de email em 30 dias, mantenha esse objetivo final desde o começo.

Seu título poderia se parecer com qualquer um destes:

  • Como Conseguir 500 Assinantes de Email em 30 Dias
  • O Guia Passo a Passo para Adicionar 500 Assinantes de Email em Um Mês

Então sua introdução iria abordar o assunto final, e fluir a partir de lá:

Adicionar assinantes de email de qualidade para sua lista é difícil, especialmente quando você está começando. Neste artigo, eu vou te mostrar como adicionar 500 ou mais assinantes em sua lista de email usando um simples passo a passo.

Eu sempre começo com o fim em mente quando eu escrevo conteúdo para os meus blogs. Por exemplo, em um post recente, eu prometi mostrar aos meus leitores como aumentar a visualização das páginas em 23,52%. Eu foquei no resultado e me certifiquei de usar todo tipo de palavras e frases que tinham a ver com a promessa:

image25

Não importa que tipo de conteúdo você planeje criar, essa abordagem funciona – não apenas para artigos ou conteúdo baseado em texto, mas também para infográficos, podcasts e ebooks.

Com infográficos, você pode não ter a oportunidade de incluir uma introdução no design, mas você pode escrever um post de 200 – 300 palavras, antes de colocar o infográfico.

Chris Ducker sabe como engajar o usuário com infográficos começando com o fim em mente:

image41

Se você quiser que sua landing page converta visitantes em leads e que seu texto de vendas atraia consumidores, diga às pessoas o resultado final e as conduza no processo de levá-las até lá.

Pat Flynn e Chris Ducker usaram essa estratégia para criar o texto da landing page 1 Day Business BreakThrough:

image24

2).   Mantenha uma lista de tópicos: Steven Johnson deu uma palestra excelente no TED sobre “De Onde Vêm as Boas Ideias.” Desde 2010, ela foi vista por mais de 3.000.000 de pessoas ao redor do mundo.

Por quê? Porque todo mundo está desesperado procurando por boas ideias.

image29

Todos nós precisamos de boas (de preferência ótimas) ideias para posts de blog, projetos, webinários e produtos. A maioria das pessoas está procurando por ideias nos lugares errados.

De acordo com Caleb Wojcik, co-fundador do Fizzle, “grandes ideias vêm quando você não está tentando pensar nelas.”

Sua responsabilidade, portanto, é estar aberto e pronto para novas ideias. Onde quer que você vá, tenha alguma coisa – um notebook, smartphone, app – com você o tempo todo. O Evernote é o meu favorito, mas você pode usar papel e caneta.

image38

Quando as ideias vêm até você, não as dispense imediatamente. Escreva-as em uma lista.

Você até poderia criar um template em seu bloco de anotações onde você possa preencher os espaços vazios com assuntos e ideias que você possa vir a ter, como este exemplo:

image02

É muito mais fácil criar um calendário editorial usando sua lista de tópicos. Mas mesmo que você não tenha nenhuma ideia e ainda não sabe sobre o que escrever, você pode aproveitar uma ferramenta.

Simplesmente vá para o Gerador de Assuntos no Blog da HubSpot e preencha com o seu assunto. Então clique no botão “Me Dê Assuntos de Blog”.

image23

O software irá gerar 5 ideias de título que você pode escrever sobre eles.

image31

Como Escrever um Artigo Passo nº 3: Dê Vida aos Fatos

Se você quiser ser um escritor, você tem que começar a escrever eventualmente. Não há o que fazer além disso. Comece a escrever e você irá aprender e melhorar no decorrer do processo.

Agir é mais importante do que ter ideias mirabolantes. Infelizmente, o ser humano quer agir somente quando a tarefa parece fácil. É seu trabalho convencê-los a agir.

Isso significa que você deve dar vida às ideias. Não procrastine. Mão na massa! Não queira escrever uma obra-prima – isso pode acontecer, mas provavelmente você irá demorar um século para terminar o artigo.

1).   Expanda o assunto: Para trazer seus fatos à vida e escrever seu artigo, você tem que expandir seu assunto. Por exemplo, se seu título é  “3 Maneiras de Gerar Leads,” seu esboço poderia ser como este, com cada item separado por subtítulo:

  • Alcance a audiência certa
  • Crie conteúdo útil e prático
  • Desenvolva um funil de relacionamento

Para expandir seu assunto, o que você vai fazer basicamente é pegar cada um dos subtítulos e explicá-los.

Diga ao leitor como “alcançar a audiência certa” – quais métodos usar e como fazer. Como você está escrevendo um artigo de 2.000 palavras, é até melhor utilizar prints de tela que irá mostrar ao usuário o processo exato.

Um exemplo perfeito de um blogueiro que entende como expandir suas ideias é o Brian Dean, fundador da Backlinko.com. Dê uma olhada neste artigo recente muito bem detalhado:

image33

Eu também uso essa técnica para escrever um artigo. Em um post, eu compartilhei os 15 tipos de conteúdo que direcionam tráfego. O artigo exigia um longo esboço. Eu percebi que se eu quisesse que os usuários se beneficiassem com meu texto, eu teria que expandir cada tópico e mostrar como cada um funciona.

image03

2).   Não escreva e edite ao mesmo tempo: Essa é a regra básica de uma escrita eficaz. A verdade é que escrever é bem diferente de editar.

O conteúdo rege a web. Se você quiser ter algum sucesso online, você tem que escrever conteúdo e promovê-lo para a audiência certa. Mas 29% dos profissionais de marketing B2B e 15% dos B2C estão tendo muitas dificuldades em produzir conteúdo de engajamento.

image19

Uma das razões pelas quais eles estão lutando contra isso é porque escrever por conta própria é difícil.

image55

Agora não existe dúvida de que você pode se divertir ao escrever e gostar desse processo.

Mas quando você edita, você está usando habilidades completamente diferentes. De acordo com o The Open Notebook, “nem todo escritor pode editar, nem todo editor pode escrever.”

Daphne Gray Grant, uma coach em publicação, sabe exatamente por que editar e escrever é tão destrutivo. Ela descobriu que escrever devagar é um resultado de ficar olhando para suas palavras e frases para ter certeza de que elas estejam corretas, ao mesmo tempo em que você as escreve.

Editar enquanto se escreve reduz sua velocidade e te distrai do verdadeiro propósito.

Para quase todo escritor, o primeiro rascunho nunca está bom. É o processo de revisão que faz com que ele melhore. O famoso Ernest Hemingway disse de forma sucinta:

image26

Se esse é você, você não está sozinho. Vários escritores ainda lutam com esse impulso.

Então como você lida com isso? Bem, Daphne Gray Grant diz que você deveria “se controlar e dizer a si mesmo que fará isso depois.”

O desafio principal é se disciplinar a escrever, e não deixar com que seus pensamentos te desviem. Isso requer disciplina e não há atalho para isso.

3).   Escreva frases mais curtas: Se você quiser aumentar a velocidade e escrever um artigo interessante, fácil e útil, então escreva frases curtas.

Um estudo recente descobriu que ler em telas prejudica o olho humano. Por essa razão, as pessoas leem 25% mais devagar em uma tela de computador se comparado a algo impresso. Escrever sentenças curtas ajudará seus leitores a assimilar suas ideias e colocá-las em prática.

image35

Suas frases não tem precisam ser curtas demais. Você precisa equilibrar as frases mais longas com algumas menores.

Os melhores escritores não desperdiçam tempo. Eles te dão o que você precisa e nada mais. Jonah Berger, autor de Contágio: Por Que As Coisas Pegam, sabe como cativar o leitor dessa maneira.

image13

Chris Brogan, o famoso estrategista de mídia social e fundador do Owner Media Group, também escreve sentenças curtas. Ele conta histórias usando analogias fortes e vivas, mas ainda assim são fáceis de ler.

image49

Então não floreie suas palavras e nem tente se parecer esperto. Escreva com clareza. Use palavras comuns. Escreva para ensinar e inspirar as pessoas, não para dar a impressão de que você é um professor aposentado de português.

4).  Use um timer: A próxima vez que você sentar para escrever, use um timer. Usando a Técnica Pomodoro™, configure o timer para 25 minutos.

Escreva em um ritmo sólido sem conferir seu telefone, assistir TV ou alguma outra coisa. Permaneça focado. Desligue a mídia social e as notificações do Skype, saia da sua conta do email e apenas escreva.   

Estes são os 5 passos da Técnica Pomodoro™:

  1. Decida sobre o que você quer escrever.
  2. Configure o timer para 25 minutos.
  3. Trabalhe naquilo com concentração total até que o timer toque.
  4. Faça um intervalo (3–5 minutos).
  5. Depois de quatro sessões de 25 minutos, faça um intervalo maior (15–30 minutos).

Foco é o hábito número 1 que pode acelerar sua escrita. Aqui estão outros benefícios de usar a Técnica Pomodoro:

image12

Se você não tiver um timer, vá para o tomato-timer.com. Por padrão, ele estará configurado para 25 minutos. Clique no botão “começar” para receber um alerta em 25 minutos. Você pode também criar alertas no desktop (mas isso só funciona para o navegador do Chrome).

image05

5).   Use marcadores: “Nestes dias, especialmente no email e no ambiente online – marcadores são a parte mais lida de uma página,” diz Anne Holland, Diretora de Conteúdo da Marketing Sherpa.

Marcadores deveriam ser usados para destacar as informações importantes. Eles ajudam os leitores a entenderem os pontos-chave e as questões rapidamente.

O Copyblogger recomenda que você crie cada marcador como se fosse servir como seu título. O último curso da Marie Forleo “The Copy Cure” usa textos com fortes marcadores para destacar as principais lições do curso:

image36

O que quer que você esteja escrevendo para o seu negócio, você deveria usar os marcadores. Eles irão aprimorar sua escrita e os leitores vão seguir adiante.

Eu uso marcadores em 96% dos posts do meu blog Quicksprout.com. Dê uma olhada:

image46

Marcadores são uma maneira poderosa para expressar seus principais pontos ao escrever um artigo mais longo. Mas você tem que ser esperto com relação a isso.

A Bracken Business Communications Clinic da Universidade do Estado de Montana diz que você deveria “colocar informações curtas nos marcadores, geralmente não mais de duas linhas de comprimento, e usar a mesma fonte e largura da margem para cada marcador.”

image53

6).   Rastreie os dados da fonte primária e use-os para dar suporte para suas colocações: Artigos orientados por dados como este que você está lendo, podem construir sua marca pessoal rapidamente, pois as pessoas irão te perceber como um especialista.

No entanto, esteja consciente ao usar dados de outros blogs e institutos de pesquisa. O que você tem que entender é que a maioria dos dados online foi compilada de outras fontes. Mas a fonte primária pode não ter sido atribuída, e isso pode causar um problema para você.

Por exemplo, a maioria dos dados das Estatísticas de Marketing da HubSpot não veio diretamente da HubSpot, que somente pesquisou e compilou os dados:

image43

A HubSpot trabalha de forma correta ao atribuir a fonte primária. Então você pode ver que a fonte primária dos dados acima são do Pew Research Center, que conduziu um estudo sobre Uso dos Mecanismos de Busca em 2012.

Seu trabalho é encontrar a pesquisa principal da fonte primária.

O primeiro passo é copiar e colar a fonte primária, o ano no Google e pesquisar por ela:

image47

Ao escrever um artigo, crie um link para a fonte primária. Por exemplo, se você está escrevendo sobre marketing de mecanismos de busca ou otimização, você poderia começar desta forma:

Em 2012, o Pew Research Center conduziu uma pesquisa e descobriu que 88% dos consumidores declararam que usar os mecanismos de busca permitiu com que eles aprendessem coisas novas.

Nota: Se a fonte primária do dado que você quer usar é desconhecida, ou você não conseguiu encontrar ou acessar aqueles resultados, você simplesmente poderia citar e criar um link para a fonte secundária que compilou as informações.

Vamos supor que eu não tenha encontrado a fonte primária dos dados acima. Eu poderia simplesmente citar o Pew Research Center e gerar um link para a HubSpot:

Conforme relatado nas estatísticas de marketing compiladas pela HubSpot, o Pew Research Center descobriu que 88% dos consumidores declararam que eles usam os mecanismos de busca para aprender coisas novas.

Você pode também criar um link para a fonte dos dados sem citar o instituto de pesquisa, empresa ou organização. Eu faço muito isso em meus posts:

image01

7).  Use gráficos e imagens corretamente: Como seria se este artigo com mais de 5.000 palavras em todo o texto não tivesse nenhum gráfico ou imagens para quebrar os blocos das palavras? Eu aposto que você nunca iria passar do primeiro subtítulo.

É importante usar imagens e gráficos relevantes em seu artigo para construir confiança e autoridade. Também, o cérebro humano processa informação visual (gráficos, infográficos, memes, fotos, etc.) 60.000 vezes mais rápido do que texto corrido sem formatação.

image56

Na imagem acima, o designer ou autor pegou muitos dados e criou uma apresentação no Slideshare. Tudo que eu fiz foi colocar um crédito/link para essa mesma página no Slideshare.

Usar gráficos e imagens corretamente é uma das habilidades que você precisa desenvolver como escritor.

Quando você encontra algum gráfico que você gostaria de usar em seu artigo, você tem que saber de onde ele veio (fonte primária) e não (somente) onde você o encontrou. É possível que o site de onde você o viu não pertença a ele. Sempre leia as letrinhas pequenas nos gráficos para saber quem é o proprietário:

image16

Sempre crie um link para a página onde a imagem foi publicada com o post. Não link para a URL da imagem. Então em vez de criar um link para:

image28

Gere um link para a página da web onde a imagem foi publicada:

image42

Se você quiser capturar a tela ou uma seção particular do post de alguém, você pode usar o Skitch, uma ferramenta simples do Evernote. É isso que eu uso para capturar e anotar (adicionar notas sobre alguma coisa) todos os prints de tela para meu blog Neil Patel.

image50

8).   Revise e edite depois de escrever: Quando você acabar de escrever, o próximo passo é revisar e editar seu artigo. Seu rascunho pode ter erros de digitação e outros, principalmente se você está escrevendo rapidamente.

image34

Isso não significa que ele tenha que ganhar prêmios. De fato, se você é perfeccionista, você terá muito tempo pela frente para se tornar um blogueiro de sucesso ou um profissional de marketing de conteúdo.

O propósito de revisar seu trabalho é eliminar erros comuns que podem te fazer parecer pouco profissional.

Mas entenda que existe uma diferença entre revisar e editar. Na edição, você ajusta a estrutura da sentença e o estilo; você pode reescrever um parágrafo inteiro, por exemplo. Ao revisar, seu foco está em corrigir pequenos erros de digitação ou concordância.

image11

Quando você está editando seu artigo, não perca de vista o que mais importa: seus usuários. Seu objetivo é fazer com que seu conteúdo seja legível e útil para seu público-alvo.

Você pode usar o App Hemingway para edições básicas e revisão. Ele é realmente útil para iniciantes.

Veja também:

Como Escrever um Artigo Passo nº 4: Crie um Calendário Editorial

Você tem uma estratégia de conteúdo documentada? De acordo com o Content Marketing Institute, somente 27% dos profissionais de marketing de conteúdo B2C têm. Uma das melhores maneiras de começar um processo de documentação é mantendo um calendário editorial.

image45

De acordo com o Spectate, uma empresa de Marketing de Conteúdo B2C, manter um calendário editorial atualizado pode melhorar sua produtividade e te ajudar a permanecer nos objetivos do seu negócio. Esses dois elementos são cruciais se seu blog é parte crucial do seu negócio (e ele é).

Com sua lista de assuntos pronta, é muito mais fácil desenvolver um roteiro para seguir de forma consistente para criar seus artigos. Afinal de contas, pode não ser possível criar um artigo de 2.000 palavras.

Mas à medida em que você aprende sobre sua audiência e desenvolve uma paixão por escrever, em breve você irá escrever um artigo de 2000 – 5000 palavras regularmente. É por isso que você precisa de um calendário editorial.

Não há nada de glamuroso em um calendário editorial. Então não desperdice seu tempo ou se preocupe com ele.

image15

Dependendo do seu objetivo ou demanda do seu público-alvo, você pode querer publicar novos artigos em seu blog a cada 2 dias ou uma vez por semana.

Um calendário editorial te diz de antemão qual assunto você deveria pesquisar, os fatos, dados e estudos de caso para focar naquele tipo de conteúdo. Você poderia desenvolver um calendário por semana, mês ou mais. Aqui está um exemplo do CoSchedule:

image40

Talvez sua audiência queira estudos de caso ou sumários de pesquisa nas segundas, e artigos como-fazer ou tutoriais nas terças.

É exatamente isso que um calendário editorial faz. Como blogueiro ou profissional de marketing de conteúdo, você precisa criar um. Ele te ajuda a permanecer no controle e oferece muitos outros benefícios também:

image14

Como Escrever um Artigo Passo nº 5: Quando Tiver Dúvida, Faça Curadoria

Curadoria de conteúdo é a triagem através de uma grande quantidade de conteúdo na web para encontrar o melhor e mais significativo, e apresentá-lo de forma organizada e valiosa. – Kevan Lee, Buffer

Curadoria de conteúdo se tornou um hábito. A demanda por conteúdo é maior do que nunca. Isso significa que seus prospects e clientes estão desesperadamente procurando por conteúdo de alta qualidade.

Even Brian Clark, o famoso escritor e superstar do marketing de conteúdo, acredita na curadoria de conteúdo. É uma ótima maneira de conhecer a demanda da sua audiência por conteúdo.

image54

Um relatório recente da Trapit revelou que 57% dos profissionais de marketing compartilham 10 ou mais conteúdos por dia para engajar sua audiência. Isso é muito.

image37

Curadoria de conteúdo tem muitos benefícios. De acordo com a Curata, 80% dos profissionais de marketing compartilham conteúdos de terceiros de maneira a melhorar a visibilidade das suas empresas na web.

No entanto, se você quiser se destacar, você tem que adicionar um toque mais humano, diz a Content Curation Marketing.

image20

Isso simplesmente significa que, em vez de apenas compilar os artigos de outras pessoas, você introduz o conteúdo, adiciona seu toque pessoal e então cria o link para blogs relevantes. Melhor ainda, alinhe seu toque pessoal com a curadoria de conteúdo para eliminar as objeções dos seus leitores.

image32

Você pode encontrar conteúdo de blogs do segmento e redes de mídia social. A Curata documentou que 79% dos profissionais de marketing usam mídia social para sua estratégia de curadoria.

Brian Dean sabe como trabalhar dessa forma. Um dos seus posts populares, entitulado “Link Building: O Guia Definitivo,” começa com um único artigo:

image27

Então quando você desce a barra de rolagem, você tem a curadoria de conteúdo. Cada link aponta para páginas externas ou blogs do segmento:

image00

Dean descobriu o melhor conteúdo por aí afora e o compilou em uma lista. Mas primeiro ele adicionou seu próprio ponto de vista, e quando o post foi publicado, ele o promoveu como um maníaco.

Então como você encontra posts de blog relevantes e de alta qualidade para trabalhar com curadoria? Comece indo ao Google e pesquisando pelo assunto ou palavra-chave que você queira utilizar (ex: “escrever títulos de blog”):

image06

Lembre-se de sempre criar um link para a página da web. Não copie o trabalho de alguém e chame de seu. Isso é errado e pode te trazer problemas. Curadoria de conteúdo é para ajudar as pessoas a construírem relacionamento com outros blogueiros e te estabelecer como autoridade enquanto ajuda seus leitores a melhorar o conhecimento deles.

Conclusão

Escrever é uma arte e requer criatividade. Sem isso, você estará perdido na multidão. Mas ficar mais rápido no processo te ajuda a aproveitar essa criatividade e usá-la da melhor forma.

Reconheça que a taxa na qual o conteúdo está sendo produzido e publicado nos dias de hoje tem acelerado bastante, e profissionais de marketing estão planejando investir mais dinheiro e tempo na criação do conteúdo.

Escrever é também uma ciência. Você tem que estudar seu público-alvo, seu mercado e as tendências, de maneira a se manter atualizado sobre aquilo que funciona e o que não funciona.

Mas eu estou confiante que, se você puder focar nesses cinco passos, você já descobriu a fórmula de como escrever um artigo de 2.000 palavras em 2 horas ou menos.

Quanto tempo você gasta para escrever um artigo bem detalhado?

Compartilhe