Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Microsoft Advertising: O Que É e Quais as Vantagens?

microsoft advertising o que e quais vantagens

Quando o assunto é estratégia para comprar tráfego, vale diversificar as plataformas em que você investe, incluindo opções como o Microsoft Advertising, ou apenas Microsoft Ads.

A ferramenta combina várias funcionalidades e oportunidades de segmentação do público, podendo fazer a diferença na hora de alcançar o seu target e conferir destaque para sua empresa entre os usuários do Bing.

É verdade que esse buscador tem um volume de pesquisas bem menor do que o Google, porém, o fato de direcionar melhor as campanhas é um ponto positivo para sua marca.

Afinal, será mais simples e menos custoso chegar aos clientes em potencial em uma ferramenta utilizada por uma quantidade menor de pessoas.

Se você deseja saber mais sobre o Microsoft Ads, chegou ao lugar certo.

Ao longo deste texto, vou te contar tudo o que precisa para selecionar o público e começar a anunciar nessa plataforma com assertividade.

Vamos em frente?

O que é Microsoft Advertising?

o que e microsoft advertising

Microsoft Advertising é a plataforma de compra e veiculação de mídia paga da Microsoft.

Assim como o Google Ads, ela exibe anúncios e campanhas por meio de interações com as palavras-chave pesquisadas pelos usuários em buscadores como Bing e Yahoo!.

Lembrando que palavra-chave é o nome dado aos termos buscados pelos internautas, que podem conter uma ou mais palavras em si.

Assim que alguém digita a palavra-chave e aperta “Enter” ou “Pesquisar”, o Bing responde com uma seleção de links orgânicos e pagos.

Os orgânicos são aqueles encontrados por utilizarem as melhores práticas de SEO (Search Engine Optimization), programação, layout e conteúdo, que adquirem boas posições nas buscas sem pagamento direto.

Já os pagos, ou links patrocinados, são aqueles marcados como “Anúncio” ou “Ad”, que resultam da compra direta de espaços para que uma página apareça em destaque.

São esses espaços que podem ser adquiridos por meio do Microsoft Advertising, e costumam aparecer antes mesmo dos links orgânicos.

Para que serve o Microsoft Ads

O Microsoft Ads serve para aumentar o número de visitantes do seu site ou loja virtual, atraindo tráfego pago para uma página específica.

Lembra que comentei, acima, sobre os links orgânicos e pagos?

Investir neles está entre as principais maneiras de crescer o tráfego de qualquer página da web.

Afinal, hoje em dia, qualquer pessoa conectada à internet realiza pesquisas com o auxílio de ferramentas de busca, o que torna esses locais bastante eficientes para divulgar um produto, serviço ou marca.

Contudo, conseguir uma posição na primeira página dos buscadores não é uma tarefa fácil.

Se faz necessário cumprir com uma série de boas práticas para ser encontrado e conquistar relevância junto aos algoritmos dessas ferramentas.

Então, caso você pretenda introduzir sua empresa no mercado, aumentar o reconhecimento de marca entre determinado público-alvo ou lançar uma solução, não tem outro jeito.

O caminho mais curto para o sucesso é impulsionar a divulgação com a compra de tráfego.

Combinando essa tática a esforços de marketing de conteúdo e SEO, logo seu site vai ganhar relevância e conquistar posições de destaque nos buscadores.

Enquanto constrói sua presença e reputação na web, capriche nos anúncios em ferramentas como Microsoft Advertising, que vão te ajudar a atingir mais pessoas em menos tempo.

3 Diferenças entre Google Ads e Microsoft Advertising

3 diferencas entre google ads microsoft advertising

Segundo dados da Microsoft, anúncios em sua ferramenta de Advertising podem alcançar até 167 milhões de usuários únicos, os quais gastam 26% mais do que a média de usuários da internet.

Ou seja, essa é uma opção interessante para a compra de tráfego, que pode, inclusive, complementar os esforços realizados com as campanhas do Google Ads.

Isso porque a própria Microsoft não apresenta sua plataforma como concorrente direta do Google, mas sim como opção para otimizar e melhorar os resultados obtidos com anúncios online.

Vem daí a inspiração para uma interface semelhante à do Google Ads, a fim de facilitar a vida dos profissionais que utilizam ambas as ferramentas em sua estratégia de mídia paga.

Mas é claro que há algumas diferenças entre elas, e vou te explicar as principais agora.

1. Agendamento

Se você trabalha com publicações em plataformas online, já deve conhecer a dinâmica de agendamento dos posts nas redes sociais, por exemplo.

A possibilidade de agendar os conteúdos é importante para um planejamento eficiente, sem que alguém precise ficar à disposição para postar nos melhores dias e horários, segundo as preferências do target.

Com os anúncios, o processo é parecido.

Tanto o Google Ads como o Microsoft Advertising permitem que você escolha os dias da semana e os horários em que as campanhas devem ser veiculadas ao público-alvo selecionado.

Entretanto, enquanto a ferramenta Google fundamenta os horários e datas no fuso determinado na sua conta, a Microsoft possibilita a escolha do fuso de acordo com a localização da audiência.

2. Search partners

Ambos, Google e Microsoft Ads, contam com uma rede de parceiros credenciados, que são sites com alcance considerável que podem exibir as campanhas de seus anunciantes.

Esse é um jeito inteligente de incluir visualizações para os anúncios, que não se limitam a aparecer nas páginas de propriedade do Google e da Microsoft.

No caso do Microsoft Advertising, vale citar os seguintes parceiros e domínios:

  • Verizon Media (que inclui Yahoo, AOL e seus respectivos parceiros de busca)
  • AOL
  • Amazon
  • Wall Street Journal
  • CBS Interactive
  • adMarketplace
  • Gumtree
  • Ecosia
  • Infospace
  • Skype
  • Outlook
  • Cortana
  • Windows 10
  • Apple.

A diferença, nesse quesito, está nas opções de seleção dos locais onde os anúncios serão exibidos.

O Google Ads permite que você ajuste as configurações de distribuição apenas incluindo ou excluindo os sites parceiros.

Já o Microsoft Ads oferece três possibilidades para configurar:

  • Todas as redes de busca (busca do Bing, AOL e Yahoo e parceiros de busca de syndication), ou seja, sites próprios e search partners
  • Somente nas buscas pertencentes e mantidas do Bing, AOL e Yahoo
  • Somente parceiros de busca de syndication do Bing, AOL e Yahoo.

LinkedIn

Desde 2016, a maior rede profissional do mundo foi comprada pela Microsoft, que aproveitou para melhorar o Microsoft Ads com a inteligência de segmentação de perfis do LinkedIn.

Em outras palavras, os anunciantes da ferramenta de Advertising podem selecionar o público-alvo com base na empresa, setor e funções de trabalho, de forma semelhante ao que fazem no LinkedIn Ads.

Para que seja alcançado desse modo, o usuário deve estar no Bing (ou sites parceiros) e ter um perfil do LinkedIn, de onde serão extraídos os dados para segmentação.

Saiba mais sobre essa função, clicando aqui.

3. Audiências In-Market

Já ouviu falar em audiências in-market?

Essa expressão descreve os públicos que vêm demonstrando sinais de que planejam fechar um negócio em breve, seja por pesquisarem em sites sobre ele, curtirem posts relacionados ou terem adquirido itens que fazem parte do mesmo universo.

Para alcançar essas pessoas, tanto Google Ads como Microsoft Advertising oferecem diversas camadas para qualificar o público-alvo, cada qual com suas particularidades.

A ferramenta da Microsoft permite que você foque, por exemplo, em indivíduos interessados em comida para viagem e entrega, o que possibilita uma segmentação mais aprofundada.

Assim, um delivery ou restaurante que não tenha salão para servir os pratos consegue atingir a audiência com maior afinidade em relação aos seus serviços.

7 Vantagens de anunciar no Microsoft Advertising

7 vantagens de anunciar microsoft advertising

Neste ponto, você já conhece algumas funcionalidades interessantes da plataforma, mas ainda pode estar em dúvida quanto aos benefícios para sua marca.

Afinal, se a maioria das pessoas utiliza o Google, por que dedicar parte do orçamento da sua estratégia de marketing digital a outros espaços?

Existe uma resposta simples para essa questão, que considera a alta quantidade de usuários dos serviços Google.

Esse fator pode, sim, alavancar os resultados de uma campanha ou anúncio, já que o número de conversões tende a se elevar conforme aumentam as impressões ou visualizações.

Por outro lado, a audiência ampla atrai muito mais interessados em aparecer nos resultados da busca orgânica Google e em sites parceiros, o que leva a uma concorrência acirrada para conquistar os clientes em potencial.

Então, por que não diversificar as opções de espaços para anúncio, mesclando o alto volume do Google com a maior segmentação do Microsoft Ads?

Vale a pena considerar essa ideia para potencializar sua estratégia.

Veja, a seguir, mais vantagens da ferramenta da Microsoft.

1. Alcance o público que não está no Google

Que o mercado de compra de tráfego é dominado pelo Google, ninguém duvida.

Contudo, isso não significa que todos os internautas do planeta utilizem as ferramentas Google em seu dia a dia.

Para se ter uma ideia, aproximadamente 56 milhões de usuários alcançados pela tríade Microsoft-Bing-Yahoo! não fazem parte da audiência do principal motor de buscas do mundo.

Apostar no Microsoft Advertising é uma forma eficiente de chegar a essas pessoas.

2. Facilite o gerenciamento das campanhas

A interface do Microsoft Ads é intuitiva e simples, mesmo para quem está começando a executar campanhas online.

Bastam alguns cliques e informações para colocar um anúncio – ou conjunto de anúncios – no ar, sem burocracias ou detalhes confusos.

Os dados que proporcionam o acompanhamento da performance das campanhas também são fáceis de localizar, apoiando ajustes certeiros para conquistar a audiência.

Caso você queira replicar um anúncio diretamente do Google Ads, isso também é possível através da opção para importar as ações da plataforma.

Claro que, depois de importar, será interessante fazer algumas adequações, especialmente quanto às camadas de segmentação do target para chegar às audiências in-market, como expliquei alguns tópicos acima.

No entanto, as ações básicas já estarão executadas, evitando retrabalho e otimizando o gerenciamento das campanhas.

3. Direcione ainda mais seus anúncios

Sabemos o quanto um direcionamento correto ajuda na conversão e na aproximação entre pessoas e marcas.

Pensando nisso, a Microsoft inseriu, em seus anúncios, a possibilidade de adicionar extensões de links de site, mostrando páginas além do link principal.

Você pode incluir acesso direto a um número de telefone, endereço, landing page (página otimizada para conversões), solução de dúvidas frequentes e muito mais.

Além do ganho em informações, as campanhas aparecem em um tamanho maior, o que eleva as chances de serem notadas pelos consumidores.

O resultado é um potencial de conversões 30% maior.

4. Adicione imagens aos seus anúncios

Uma imagem impactante tem o poder de despertar atenção e explicar melhor a mensagem de um anúncio.

Daí a ideia de incluir uma foto em cada anúncio que você publica via Microsoft Advertising.

5. Utilize o remarketing para converter

Remarketing é uma técnica valiosa, utilizada por uma série de organizações para ajudar o internauta na decisão de compra, enviando lembretes sobre itens pelos quais ele já se interessou.

O Microsoft Ads possui alternativas para focar uma ou mais mensagens nesse público específico, testando formatos que transformem desistências em negócios para sua empresa.

6. Acompanhe o desempenho em tempo real

Graças à funcionalidade Acompanhamento de Conversão da Microsoft, você pode verificar padrões, conferir ações de sucesso, eliminar ou corrigir o que não está rendendo bons frutos.

Para começar, é só configurar uma tag do Rastreamento Universal de Eventos (UET), que será a referência para as análises a respeito dessa ação.

Monitorando o desempenho dos anúncios, você tem a chance de aprimorar cada um deles para que correspondam às preferências do target.

Também conta com a opção de automatizar atividades para economizar tempo e incrementar os resultados.

7. Tenha menos concorrência e mais segmentação

Como mencionei acima, um público mais seleto diminui a concorrência nos espaços do Microsoft Ads.

A menor competição pela atenção dos clientes em potencial é consequência direta desse fato, mas também há ganhos indiretos.

Um dos mais evidentes é a redução no valor do CPC (Custo por Clique) das campanhas, que podem custar até 33.5% menos que os anúncios no Google, conforme aponta o site WordStream.

Como fazer campanhas com o Microsoft Ads

como fazer campanhas com microsoft ads

Ficou animado com as possibilidades do Microsoft Advertising?

Que tal começar a aproveitar as vantagens e funcionalidades da plataforma agora mesmo?

Siga os passos abaixo para anunciar sua marca nos espaços Microsoft Search Network.

Crie uma conta

Inicie a dinâmica se inscrevendo no Microsoft Ads.

Basta clicar nesta página e, em seguida, no botão “Inscrever-se agora”.

Preencha os espaços com os dados solicitados e aceite os termos de uso para prosseguir.

Construa uma campanha

Logado na plataforma, vá até a página “Campanhas” e clique em “Criar Campanha”.

Em seguida, selecione uma meta para sua campanha e escolha o tipo de anúncio que deseja – por exemplo, “Anúncios de pesquisa”.

Configure sua campanha

Nesta etapa, você completa espaços com informações básicas, como o nome da campanha, orçamento que deseja utilizar, idioma e localização.

Insira, também, quais indivíduos devem visualizar seus anúncios, definindo se são os que estão na localização escolhida antes, os que fazem pesquisas sobre esse local ou ambas as categorias.

Atenção às palavras-chave

Ao iniciar uma campanha, é fundamental que você já tenha uma ou mais palavras-chave escolhidas para trabalhar os anúncios.

De qualquer forma, a Microsoft disponibiliza sugestões de acordo com os temas presentes no seu site.

Digite a URL e aproveite.

Selecione extensões de anúncios

Se desejar, insira links além do principal para direcionar o público a páginas estratégicas.

Defina orçamento e lances

Por fim, compare o orçamento inicial com uma estimativa sobre o desempenho da campanha e faça lances para comprar espaços na plataforma.

Clique em “Salvar” para iniciar a campanha.

Conclusão

Neste artigo, falei sobre o potencial do Microsoft Advertising, suas aplicações, vantagens e como aproveitar essa ferramenta para melhorar o alcance e conversões para sua empresa.

Agora, é a hora de colocar em prática o que aprendeu, experimentar a ferramenta e avaliar os resultados.

Como você viu, não faltam boas razões para anunciar com o Microsoft Ads.

E a principal delas é a possibilidade de alcançar um público não disponível em outras plataformas de publicidade.

Animado para começar? Então, deixe um comentário e divida com a gente as suas expectativas.

Que resultados espera alcançar com o uso do Microsoft Ads na sua estratégia?

Compartilhe