Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

4 Campanhas de Remarketing que Você PRECISA criar hoje

targeting

Todos nós já ouvimos sobre os benefícios do remarketing.

Faz sentido segmentar usuários que já mostraram interesse no seu site, blog, página do Facebook e outras propriedades online.

Você pensa, “É dinheiro fácil, eles já nos conhecem”.

O truque é não parecer “estranho” ou “invasivo”. Ao invés disso, você deve se manter discreto.

Você quer que as pessoas vejam um anúncio que é perfeito para elas no momento certo.

Por isso o remarketing é tão poderoso.

É uma das melhores táticas que você não está utilizando. Ele pode ajudar a construir reconhecimento de marca e direcionar mais leads para se tornarem vendas.

Ele tem a possibilidade de aumentar os seus visitantes recorrentes em mais de 50%.

E pode até aumentar conversões em 51%.

E mais, cliques de remarketing são extremamente baratos.

Eles são muito mais baratos do que um anúncio de rede de pesquisa padrão do Google AdWords.

Esses visitantes também estarão conscientes da marca. Isso significa que eles terão mais chances de fazer uma conversão.

O problema é que você não pode configurar e esquecer dos seus esforços de remarketing.

Campanhas de remarketing específicas funcionam melhor do que suas contrapartes genéricas.

Algumas definitivamente valem o investimento. E muitas outras são completamente um desperdício de dinheiro.

Aqui estão as 4 campanhas de remarketing que você não pode se dar ao luxo de não lançar e como começar hoje mesmo.

Antes de continuar, você precisa saber das tendências de Facebook Ads para 2020. Sem elas, você irá gerar menos leads e gastará mais dinheiro que o necessário. Clique aqui e veja as estatísticas que levantei no meu guia sobre O Futuro do Facebook Ads.

O Futuro do Facebook Ads: 10 Tendências e Estatísticas Para Guiar Sua Estratégia em 2020

Porquê você precisa estar utilizando o remarketing

Remarketing é a habilidade de direcionar anúncios personalizados para visitantes anteriores do site.

Seu objetivo é conseguir com que eles retornem ao seu site e convertam da próxima vez.

Aqui está um perfeito exemplo da Retargeter:

pasted image 0 350

A maioria das pessoas não irão converter na primeira visita ao site.

Quanto mais caro e complexo o seu produto ou serviço, mais tempo poderá levar para eles converterem.

Uma pessoa pode até mesmo visitar o seu website uma dúzia de vezes antes de tomar uma decisão.

É aí que o remarketing entra em jogo.

É fácil de configurar e de lançar. Também, é mais barato para lançar do que a maioria das campanhas comuns do Google AdWords.

O Custo por Cliques é mais barato e as taxas de conversão são tão altas quanto, se não mais altas do que os anúncios de redes de pesquisa comuns.

Mas não acredite apenas na minha palavra. Acredite na do Adwords:

pasted image 0 328

Você quer aumentar as suas conversões em 128%? Não procure em outro lugar além do remarketing.

Obviamente, você não pode esperar os mesmos resultados imensos no começo. Mas o objetivo ainda é o mesmo.

Anúncios de remarketing também se mantém ‘frescos’ por mais tempo do que os anúncios tradicionais. Então você pode esperar que os resultados melhorem sem que haja uma fadiga de anúncio.

pasted image 0 351

Isso significa que os seus anúncios irão se manter eficazes por um período muito mais longo comparado com anúncios de display que não são remarketing.

Aqui estão algumas campanhas de remarketing que você pode configurar hoje.

1. Comece com remarketing básico da Rede de Display do Google

Algumas vezes, manter as coisas básicas é melhor. Mantenha-as simples porque, na maioria dos casos, o simples funciona melhor.

A Rede de Display do Google atinge 90% das pessoas na internet.

Você pode atingir 9 de 10 clientes que está segmentando novamente utilizando a Rede de Display!

O profissional de marketing comum utilizando remarketing na Rede de Display tem um Custo Por Aquisição (CPA) que é somente 2% do CPA comum na rede de pesquisa.

Veja o que isso significa em português:

  • Anúncios de Pesquisa do Adwords: Eles convertem espetacularmente. No entanto, estão entre as formas mais caras de converter novos usuários.
  • Anúncios Display de Remarketing: Você poderia conseguir conversões similares por apenas 2% do custo por lead!

Além disso, 20% das conversões típicas de um anunciante vem da Rede de Display.

Veja um exemplo da Food Network de como é um anúncio comum de remarketing da Rede de Display.

pasted image 0 362

Para começar a usar o remarketing na Rede de Display, entre na sua conta do AdWords e navegue para a seção de “Campanhas”.

Depois, clique no sinal de mais para criar uma nova campanha.

pasted image 0 342

Depois, clique em “Nova Campanha” no menu suspenso.

pasted image 0 359

Aqui, ele te dá a opção de selecionar qual o tipo de campanha você gostaria de rodar.

Clique na opção “Rede de Display” no meio para configurar a sua primeira campanha de remarketing.

pasted image 0 333

Aqui, você pode selecionar o objetivo.

Anúncios de remarketing servem alguns propósitos. Eles irão aumentar a consciência e consideração.

No entanto, você ainda quer “gerar ação”, no fim das contas.

Então, isso geralmente significa que você quer que eles expressem intenção no seu site se cadastrando em alguma coisa, comprando, ligando ou visitando a sua localização.

pasted image 0 327

Para esse exemplo, nós iremos passar pela ação de levar alguém a comprar no seu site.

De qualquer modo, esses objetivos orientados por ação são bons de um jeito ou de outro. Tudo depende do seu negócio e do seu funil de conversão.

Agora você pode configurar suas informações básicas de campanha como nome, localização, segmentação, linguagens e lances.

pasted image 0 366

A parte mais importante da configuração da campanha é escolher seu público-alvo. Tenha certeza de selecionar remarketing para segmentar pessoas que visitaram o seu site anteriormente.

pasted image 0 354

Se você clicar em remarketing e ver a tela seguinte, ainda não configurou nenhuma lista de remarketing!

pasted image 0 372

Então, deve voltar e criar o seu público-alvo antes de continuar.

Veja como fazer isso.

Navegue de volta para o seu painel de campanha e clique nas configurações suspensas.

Depois, clique em “Público-alvo” abaixo de “Biblioteca Compartilhada”:

pasted image 0 345

Depois, você precisará configurar sua tag de remarketing para começar a coletar dados para a sua lista.

pasted image 0 329

Simplesmente copie o script que é gerado e cole entre as tags <body></body> do seu site inteiro para começar a coletar dados.

Agora, navegue de volta para a página de listas de público-alvo e crie um novo público-alvo:

pasted image 0 369

Selecione “Visitantes do Site” para criar uma lista de remarketing dos visitantes do seu site.

pasted image 0 340

Para um anúncio de remarketing básico da Rede de Display do Google, você provavelmente deverá apenas segmentar todos os visitantes do seu site por um certo período, como 30 dias.

Mas você também pode ser específico com remarketing.

Por exemplo, você poderia somente enviar anúncios para visitantes que acessaram páginas específicas, dessa forma:

pasted image 0 356

Você também pode criar vários públicos-alvo que são mais aperfeiçoados.

Vamos imaginar que você queria fazer remarketing somente para as pessoas que acessaram a sua página de preços. Simplesmente adicione sua página de preços como a URL de “página visitada”.

É simples assim! Agora, crie o seu público-alvo e navegue de volta para criar uma nova campanha como nós fizemos no começo desse guia passo a passo.

Agora, você será capaz de selecionar a nova lista de remarketing, adicionar ela a uma nova campanha e está pronto para começar.

2. Campanhas de remarketing baseadas em emoções

Anúncios baseados em emoções são incrivelmente eficazes.

Você lembra do comercial da Android “Friends Furever”? Foi um anúncio baseado em emoções que explorava alegria e felicidade por amizades improváveis de animais.

https://www.youtube.com/watch?v=vnVuqfXohxc

E, julgando por suas métricas, foi um grande sucesso.

Ele atingiu mais de 30 milhões de visualizações e foi o anúncio mais compartilhado em 2015.

Os melhores anúncios constantemente depende de gatilhos emocionais para atrair atenção e aumentar o engajamento com eles.

Utilizar emoções em anúncios de remarketing pode ajudar você a atrair de volta aqueles visitantes que saíram do seu site.

A Nielsen Insights descobriu uma imensa correlação entre utilizar emoções e aumentar a mudança na favorabilidade de marca:

pasted image 0 334

Então agora você sabe que atingir as emoções do seu público-alvo também pode levar a benefícios.

O objetivo é criar anúncios que irão explorar as vários iscas emocionais.

Por exemplo, eles frequentemente incluem felicidade, alegria, amor, paixão e mais!

Deixe-me dar alguns exemplos de alguns anúncios brilhantes de remarketing baseados em emoções que você pode utilizar para roubar ideias.

O primeiro de todos é o Homem Michelin. Dê uma olhada nesse anúncio da Rede de Display que eu vi um dia desses:

pasted image 0 358

Ele instantaneamente atinge às suas emoções, conectando você emocionalmente com a criança no anúncio.

Depois, eles preparam a isca com um texto incrível para apoiá-la: “Tanta coisa está dependendo dos seus pneus.”

Eles colocam o peso do mundo nos seus ombros com sucesso e conectam você ao produto deles.

Em vez de um anúncio entediante que fala sobre o quão bom o pneu deles é ou quanto tempo ele dura, eles conseguem fazer com que você preste atenção, atingindo os seus medos mais profundos.

Outro exemplo perfeito é esse anúncio de remarketing do Facebook da Forbes:

pasted image 0 348

Eles focam perfeitamente nas emoções de medo e fracasso.

Se você é parte da geração Y, é quase certo que vai clicar nesse post e ir para o site da Forbes.

Remarketing baseado em emoções é eficaz e você pode facilmente utilizá-lo em qualquer campanha de remarketing que está rodando.

Por exemplo, a Shopify faz um trabalho excelente aqui promovendo sua marca e produto:

pasted image 0 360

A Shopify gera com sucesso o medo de que o seu site não será notado e que os seus produtos não irão vender.

Aparentemente, essa isca funciona, julgando pelas métricas de engajamento deles.

Comece explorando os pontos de dor do seu público-alvo e seus medos ou desejos mais profundos.

Pense sobre o que eles perderiam ou não atingiriam sem o seu produto.

3. Anúncios de remarketing de estágio do funil

Uma vez que você tiver estabelecido uma lista básica de remarketing no Facebook ou na Rede de Display do Google, você pode começar a segmentar o tráfego em estágios do funil.

Os estágios básicos do funil que você pode focar no Facebook são definidos pela HubSpot aqui:

pasted image 0 347

A ideia é apresentar a oferta correta para uma pessoa no estágio correto da jornada do comprador.

Por exemplo, se alguém está no estágio de consideração, você se sairá melhor enviando conteúdo valioso para eles do que os apressando para uma compra de produto.

Por outro lado, se eles estão no estágio de descoberta, você não iria querer pedir seu email imediatamente.

O objetivo é conseguir fazer com que o maior número de pessoas converta em algum ponto pela menor quantidade de dinheiro.

Mudar as suas ofertas por estágio do funil ajuda você a maximizar resultados.

Aqui, irei te mostrar como segmentar suas listas de remarketing com base no estágio do funil.

Abra o Gerenciador de Negócios do Facebook e crie um público-alvo personalizado baseado em visitas no site:

pasted image 0 370

O principal aqui é focar em páginas da web específicas que indicam a jornada dos usuários.

Por exemplo, você pode segmentar pessoas que já visitaram seu produto ou página de preços porque você sabe que elas estão, provavelmente, no fundo do seu funil, esperando apenas por uma oferta para conseguir fazer com que convertam!

É incrivelmente fácil rodar anúncios de remarketing baseados no funil no Facebook.

Só combine as páginas visitadas do site com estágios específicos. Se alguém visitou seus últimos posts de blog, você pode perceber que, provavelmente, está no topo do seu funil, descobrindo você via canais inbound.

Então foque neles com uma isca digital.

Agora, se você está somente utilizando AdWords, ainda pode fazer a mesma coisa.

Veja como fazer.

Navegue de volta para seu “Público-alvo” na biblioteca compartilhada do AdWords:

pasted image 0 371

Quando você criar um novo público-alvo, simplesmente siga os mesmos passos básicos dos anúncios de estágio do funil do Facebook.

Por exemplo, você pode dividir o seu público por visitas em páginas segmentadas, dessa forma:

pasted image 0 344

Você também pode selecionar páginas diferentes do site ou posts de blog para criar múltiplos públicos-alvo para cada uma.

Usar anúncio de remarketing de estágio de funil pode ajudá-lo a aumentar taxas de conversão em cada estágio do jogo.

4. Use “super remarketing” no Facebook

Remarketing é uma ferramenta incrível para se ter em seu conjunto de ferramentas.

Você pode, rapidamente, trazer de volta visitantes que saíram do seu site, conseguindo outra chance de convertê-los.

E também, os visitantes já estão conscientes da marca, o que economiza para você alguns passos no processo do funil de aumentar a consciência desses visitantes.

Mas, frequentemente, não faz sentido para alguns negócios segmentar simplesmente qualquer pessoa que visita o site deles.

Por exemplo, eu visitei o site da Ferrari outro dia, mas não tenho nenhuma intenção de comprar uma.

É muito cara para mim!

Esse é um cenário comum. Nem todo mundo que visita o seu site tem a intenção de comprar.

É aí que o “super remarketing” é útil.

pasted image 0 330

Apenas 2-4% irão converter nos seus anúncios gerais de remarketing. Isso não é ruim, considerando que cliques e aquisição são relativamente baratos.

Entretanto, super remarketing é altamente segmentado.

Ao invés de segmentar seu site inteiro, você está reduzindo o número de possibilidades para visitantes interessados que podem arcar com o seu produto.

Essas pessoas devem se alinhar perfeitamente com o perfil típico dos seus clientes.

Então, agora, você não está mostrando anúncios apenas para qualquer visitante comum do site.

Você está levando o seu produto diretamente para a frente do perfil do seu cliente comum sem perder tempo segmentando um número de pessoas tão alto!

Nós podemos fazer isso em apenas alguns minutos no Facebook. Veja como fazer.

Abra o Gerenciador de Negócios do Facebook mais uma vez, navegando nele para criar um público-alvo personalizado em “Públicos”:

pasted image 0 341

Depois, crie um novo público personalizado:

pasted image 0 367

Agora, crie seu público personalizado baseado em visitas no site.

Utilizar esse tipo de público personalizado irá permitir que você crie rapidamente uma lista de nova segmentação que pode, no futuro, aperfeiçoar para usar em táticas de super remarketing.

pasted image 0 343

Depois, crie uma campanha de remarketing básica para segmentar visitantes do site dos últimos 30 dias.

pasted image 0 364

Depois, utilize esse novo público-alvo para criar um anúncio segmentado para ele:

pasted image 0 338

Selecione o seu objetivo de marketing.

Nós iremos selecionar conversões, o que também pode incluir ou vendas de produtos do catálogo ou visitas ao estabelecimento.

pasted image 0 332

O principal aqui ao criar um lista de super remarketing é aperfeiçoar mais aquela lista de remarketing que acabamos de criar.

Ajustando os interesses, comportamentos, níveis de renda e mais pode ajudá-lo a restringir suas listas a pessoas que estão praticamente garantidas de comprar suas coisas.

Role para baixo para “Configuração de Anúncio” abaixo de “Públicos” e selecione a lista de remarketing que você acabou de criar como sua base.

pasted image 0 365

Agora que você tem sua lista base de visitantes do site dos últimos 30 dias, pode aperfeiçoar ainda mais essa lista.

Comece editando demográficos como idade, gênero e linguagens baseado no perfil do seu cliente comum.

Por exemplo, vamos imaginar que você vende relógios masculinos de ponta.

Seu cliente típico tem a idade entre 45-64, é homem, fala inglês e vive nos Estados Unidos.

É isso que você faz:

pasted image 0 336

Agora que você refinou um pouco a sua lista para excluir pessoas obviamente não interessadas que poderiam estar apenas navegando aleatoriamente no seu site, pode aperfeiçoar ainda mais.

Listas de super remarketing não segmentam apenas visitantes anteriores, mas também são aperfeiçoadas com base em demográficos específicos, como renda.

Veja o que fazer depois.

Role para baixo para o passo de “Direcionamento Detalhado” e comece a restringir por renda:

pasted image 0 339

Mantendo o mesmo exemplo de vendas de relógios masculinos, vamos dizer que o seu cliente típico tem uma renda bastante alta, geralmente em torno de $150-250 mil por ano.

Agora, nós podemos aperfeiçoar nossa lista de remarketing por essa faixa típica de renda:

pasted image 0 368

Mas nós ainda não terminamos!

Você já foi capaz de cortar dúzias de visitantes não qualificados que poderiam gastar seu tempo e dinheiro.

Entretanto, o próximo passo é excluir ou restringir o seu público-alvo baseado nos seus interesses, comportamentos, profissões e outros fatores.

Por exemplo, se você vende um produto SaaS e sua base de clientes é quase que exclusivamente pequenos negócios, você pode segmentar por esse interesse:

pasted image 0 353

E, se você sabe que startups não compram o seu produto, exclua elas:

pasted image 0 355

Agora, você mesmo construiu uma lista de super remarketing.

Ao invés de ir pelo caminho mais fácil e segmentando os visitantes do site dos últimos 30 dias, você aperfeiçoou essa lista para combinar com o seu cliente comum, dando a si mesmo uma chance um pouco melhor de converter visitantes.

Conclusão

Campanhas de remarketing são eficazes e fáceis de construir. Elas podem gerar um ROI alto.

Elas oferecem uma segunda chance para converter aqueles “que poderiam ter sido” clientes.

Se você descobriu que as pessoas interagiram com a sua página do blog ou do Facebook mas acabaram não comprando seus produtos, pode conseguir fazer com que elas voltem ao seu site para comprar.

Remarketing também ajuda você a estabelecer um reconhecimento de marca por uma fração do custo que você pagaria em outros canais de anúncios.

Mas começar nem sempre é fácil.

Tente anunciar na Rede de Display do Google para gerar uma lista base.

Depois, aperfeiçoe essa lista com anúncios baseados em emoções e métodos comprovados de atração de visitantes de volta para o seu site.

Por último, elabore sua lista de super remarketing para alcançar seu objetivo.

Com quais táticas e campanhas de remarketing você encontrou sucesso?

O Futuro do Facebook Ads: 10 Tendências e Estatísticas Para Guiar Sua Estratégia em 2020

Compartilhe