5 Truques Indispensáveis do Google Ads que Você Precisa Saber

O Google AdWords pode ser uma das plataformas mais complicadas de PPC que existe.

Existem centenas de abas e seções diferentes para prestar atenção e mais mil métricas para se preocupar.

Além disso, as configurações e as opções de lance podem fazê-lo perder horas.

Você pode gastar horas no AdWords todos os dias e ainda assim mal fazer progresso na otimização ou criação de uma campanha.

Mas você não pode desistir. O Google AdWords é o rei quando se trata de publicidade em rede de pesquisa.

Na verdade, as empresas ganham em média $2 para cada $1 gasto!

É uma das formas mais rápidas de gerar vendas para o seu site.

A rede de pesquisa tem alta intenção quando falamos de compra.

O que significa que se você está conseguindo cliques, então provavelmente está conseguindo milhares de vendas também.

É um jeito barato e eficiente de aumentar a receita e as vendas.

Mas a dificuldade da plataforma tende a afastar os profissionais de marketing rapidamente. Passar horas em uma plataforma todo dia para fazer o seu negócio crescer não é uma opção.

Felizmente existem alguns truques indispensáveis de AdWords que você pode implementar para economizar o seu tempo.

Aqui estão 5 dicas do Google AdWords que você precisa conhecer e começar a usar agora mesmo.

1. Use parâmetros UTM para conseguir melhores dados

Vamos começar falando de parâmetros UTM e rastreamento. Eles podem ser verdadeiros salva-vidas para a sua campanha e subsequente análise.

São a forma mais fácil de garantir que você está rastreando tudo que importa.

Primeiro, considere as próximas três questões para descobrir se você precisa começar a usar os parâmetros UTM hoje:

Qual campanha está direcionando mais tráfego para o seu site?

Qual campanha tem o tempo médio de permanência mais longo no seu site?

Qual campanha tem a taxa de rejeição mais alta?

Se você não sabe a resposta para estas perguntas, então é hora de começar a usar os parâmetros UTM.

Então, o que é um parâmetro UTM?

Aqui está um exemplo:

pasted image 0 1916

Basicamente, parâmetros UTM são usados para rastrear cliques na sua URL ou página de destino para que essa informação não apareça apenas como pesquisa paga no Analytics.

Ao invés disso, você pode rastrear tudo, desde palavras-chave até campanhas.

Aqui está a definição, de acordo com o Google:

pasted image 0 1905

Bem auto-explicativo, certo?

E o Google é tão prestativo que até mostra os parâmetros UTM. Aqui está o modo como os parâmetros UTM aparecerão no seu painel Analytics depois que você configurá-los:

pasted image 0 1871

Essa é a forma mais fácil de rastrear campanhas específicas para ver como elas estão direcionando tráfego e como o visitante se comporta no site.

Isso pode te ajudar a entender qual campanha é mais receptiva ao seu conteúdo, quais públicos-alvo funcionam e quais não funcionam.

Os dados que você consegue com esses rastreadores são de importância vital para o sucesso de suas campanhas de AdWords.

Se você está segmentando uma palavra-chave que está trazendo toneladas de cliques, pode ver qual é o comportamento dos visitantes no site e como eles estão ou não se transformando em conversões.

Você também pode ver se o tráfego permanece no site e lê a página de destino inteira ou sai rapidamente.

Se você estiver pronto para começar a rastrear os parâmetros UTM hoje, é incrivelmente fácil.

Nós podemos começar usando a ferramenta do Google Analytics UTM Developer Tool:

pasted image 0 1900

Aqui você vai querer ter certeza de que cobriu os quatro pontos principais:

  1. Página de Destino
  2. Fonte
  3. Nome da Campanha
  4. Palavras-chave

Na primeira caixa, cole apenas a URL da página de destino.

A seguir, marque a fonte da campanha como “AdWords.”

Coloque o nome da campanha como campanha de Adwords ou grupo de anúncios e então adicione uma das suas palavras-chave.

O próximo passo é repetir o processo para todas as suas palavras-chave e campanhas.

Se você quiser adicionar mais parâmetros, o site lhe dá mais informações sobre quais adicionar:

pasted image 0 1909

Depois de criar um novo lote de links com parâmetros UTM, é hora de adicioná-los ao Google AdWords.

Existem algumas formas de fazer isso.

O primeiro jeito é simplesmente adicionar cada URL como sua “URL Final” em cada anúncio do AdWords.

Para começar, clique em um anúncio já existente e que esteja ativo e cole seu novo código como “URL Final”:

pasted image 0 1879

Se quiser economizar tempo, você pode adicionar os parâmetros UTM a uma campanha ou conta inteira.

Eis como você deve fazer:

Primeiro, vá até “Biblioteca Compartilhada”:

pasted image 0 1902

Depois, vá até a aba “Opções de URL” e clique em “Visualizar”:

pasted image 0 1883

Agora, habilite “Auto-marcação”. A partir daqui você vai querer configurar o “Modelo de Rastreamento” que será aplicado às suas campanhas:

pasted image 0 1899

Com essa ferramenta de auto-marcação você pode configurar modelos de rastreamento para quase tudo.

Por exemplo, um modelo de rastreamento simples de palavra-chave vai parecer com isso:

pasted image 0 1897

Você pode rastrear o dispositivo também:

pasted image 0 1877

As opções são quase ilimitadas e você pode adicionar várias tags no mesmo modelo.

Ao configurar os parâmetros UTM você vai ter uma imagem mais nítida do direcionamento do seu tráfego e de como os visitantes estão interagindo com o site.

Isso vai te poupar inúmeras horas de análise de dados e te dar uma imagem muito melhor de como está a performance de suas diferentes campanhas.

2. Feche todas as lacunas com o rastreamento de chamadas offline

Com scripts fáceis de configurar, o Google AdWords é ótimo para rastreamento de conversões.

Como quando alguém chega a sua página de destino e converte.

Eles são direcionados para uma página de agradecimento e isso fica registrado no Google AdWords para que você possa ver.

Mas o que acontece quando você direciona milhares de conversões em chamadas telefônicas?

Como você rastreia quando as conversões ocorrem offline?

Veja, por exemplo, quando trabalhei com milhares de profissionais de marketing que dominam o AdWords com conversões de chamadas telefônicas:

imagead

Mas como saber se alguma dessas 338 ligações de conversão realmente foi convertida?

De onde é que elas vieram?

Qual campanha direcionou as chamadas telefônicas? Qual página de destino?

Exatamente como os parâmetros UTM, você quer rastrear tudo.

Se você não sabe qual foi o catalisador que direcionou a chamada telefônica, é mais ou menos como um jogo de adivinhação.

E o Google AdWords oferece alguns dos piores dados de chamadas:

imagecalls

Para ver os dados de suas chamadas, vá até a página “Dimensões” no menu “Detalhes de Chamada”.

E tudo que você conseguirá ver é a hora de início e fim da chamada, o tempo de duração, o código de área e o tipo de chamada.

Essas não são exatamente métricas com as quais você possa trabalhar para realizar conversões.

Então o que você faz quando tem milhares de chamadas e nenhuma ideia de onde elas vieram?

Você pode usar aplicativos rastreadores de chamadas como o CallRail.

pasted image 0 1919

O CallRail é um dos melhores aplicativos para rastrear todas as informações sobre as suas chamadas telefônicas offline.

É o elo que faltava entre o Google AdWords e as chamadas. Agora você pode rastrear o que impulsionou as conversões baseadas em chamadas.

O CallRail vai rastrear tudo, igual os parâmetros UTM.

O seu painel ficará parecido com isso:

imageresize

Você pode dizer quais palavras-chave estão impulsionando a maior parte das chamadas.

Você pode ver quais são as melhores campanhas em funcionamento e quais são as páginas de destino que elas estão convertendo.

É o melhor jeito para rastrear rapidamente as suas conversões offline.

3. Configure públicos-alvo personalizados para remarketing

Inúmeros profissionais de marketing com quem trabalho tendem a escolher a rede de pesquisa quando se trata de AdWords.

Por que? Porque a rede de pesquisa tem alta intenção de compra.

Quando as pessoas estão ativamente procurando por palavras-chave como “tênis de basquete vermelho”, elas têm a intenção de comprá-los.

Elas estão vindo prontas para comprar e estão simplesmente decidindo o melhor lugar para fazer isso.

pasted image 0 1866

Compare isso aos anúncios exibidos para alguém que não está efetivamente procurando por aquele produto.

Eles dificilmente vão clicar, certo?

Sim e não.

Sim, porque eles não estão procurando pelo seu produto, mas não porque a segmentação de público-alvo está desligada.

O Google AdWords permite que você rode diversas campanhas baseadas em público-alvo, ainda assim a maior parte das pessoas não aproveita esse recurso.

Muitos profissionais de marketing pensam que só o Facebook permite segmentar e direcionar sua campanha para vários públicos.

Mas o AdWords tem ótimas opções de remarketing também!

Para começar, volte para sua Biblioteca Compartilhada:

pasted image 0 1874

Depois, navegue até o menu “Audiências”:

pasted image 0 1907

Você pode configurar milhares de públicos-alvo diferentes para colocar seu remarketing em modo automático.

Para começar, clique no botão “+Remarketing Lista” para criar novos públicos-alvo baseados nas suas visitas do site, em aplicativos para dispositivos móvel, listas de e-mail ou usuários do YouTube:

pasted image 0 1917

Por exemplo, vamos criar uma lista de remarketing baseada nos visitantes do seu site.

Aqui você tem milhares de diferentes opções para especificar o seu público-alvo:

pasted image 0 1885

Você pode criar diversos públicos-alvo baseados em ações super específicas como data, páginas específicas visitadas, entre outras.

Um dos meus tipos favoritos de público-alvo envolve a segmentação de visitantes que clicaram em diversos pontos do meu site:

pasted image 0 1894

Aqui eu estou segmentando pessoas que inicialmente visitaram minha página de destino e então visitaram minha página de preços depois.

Isso me diz que eles estão prontos e preparados para a conversão.

Eles gostaram da minha página de destino o suficiente para voltar de novo e visitar minha página de preço.

O que quer dizer claramente que eles estão demonstrando um grande nível de interesse!

Segmentar esse público-alvo vai te ajudar a converter rapidamente as visitas que não converteram da primeira ou segunda vez.

Remarketing deve ser uma das ferramentas mais usadas na sua barra de ferramentas “ToolBox”

E criar públicos-alvo para o Google AdWords deve ser a melhor forma de impulsionar suas conversões e gerar grandes vendas por custos mais baixos do que a rede de pesquisa oferece.

É um dos meus truques de Google AdWords favorito para aumentar as vendas.

4. Configure grupos de anúncio com uma única palavra-chave

Existem muitas partes móveis do AdWords, o que o torna em uma ferramenta complexa.

Mesmo seguindo as instruções passo a passo, o processo inicial é confuso para o usuário que está usando o Google AdWords pela primeira vez.

E infelizmente o Google te induz a falhar quando você está criando suas primeiras campanhas.

Eles te direcionam para o caminho errado no momento que você começa.

Deixe-me dar um pequeno exemplo para te mostrar sobre o que estou falando.

Quando você começa uma configuração de campanha ou anúncio no AdWords, o Google te faz preencher uma seleção com várias palavras-chave para o seu anúncio:

pasted image 0 1903

Ao fazer isso, seu anúncio será mostrado para cada palavra-chave nesse grupo.

Mas isso também significa que o seu anúncio não será relevante para metade das palavras.

Por exemplo, não há maneira de direcionar um anúncio para marketing de conteúdo e para agência de marketing de conteúdo ao mesmo tempo.

Você arrisca baixar seu score de qualidade fazendo isso.

E isso significa um alto CPC:

pasted image 0 1868

Deixe-me dar um outro exemplo.

Os seus grupos de anúncios ativos no AdWords no momento se parecem com isso?

pasted image 0 1896

Eles estão cheios de milhares de palavras-chave que não são exatamente relacionadas?

Por exemplo, alguém que procura por “exterminador de ratos” está buscando um serviço bem diferente do que alguém que procura por “controle de cupins”.

Então quando você cria um anúncio, você não pode oferecer uma boa proposição de valor para ambas que seja específica o suficiente para gerar conversões.

Dê uma olhada nesse anúncio. Como supostamente ele vai segmentar todas essas palavras-chave?

pasted image 0 1887

Não é específico o suficiente.

As pessoas não vão clicar nele quando o próximo anúncio diz claramente “exterminador de ratos”.

As pessoas que fazem buscas no AdWords querem resultados específicos. Eles querem saber exatamente o que eles irão encontrar quando visitarem a página de destino.

Você não pode correr o risco de ter anúncios genéricos com inúmeras palavras-chave.

Ao invés disso, você precisa começar a produzir grupos de anúncios com uma única palavra-chave.

Aqui está como os seus grupos ficarão com apenas uma palavra-chave:

pasted image 0 1911

É isso. Essas são as únicas palavras que você deve ter em qualquer grupo de anúncio.

Mas essas não são as mesmas palavras-chave? Não exatamente.

Elas são variações de palavras-chave com diferentes combinações:

Amplamente modificada = +palavra-chave

Combinação de frases = “palavra-chave”

Combinação exata = [palavra-chave]

Aqui está um ótimo exemplo de tabela que explica perfeitamente em quais tipos de busca essas palavras-chave aparecerão:

pasted image 0 1881

As únicas 3 palavras-chave que você deve focar nesse tipo de estrutura de conta são modificador de correspondência ampla, combinação de frases e correspondência exata.

Esse é um dos melhores jeitos de aumentar vendas de forma barata no seu Google AdWords ao direcionar os cliques de pesquisas mais relevantes.

5. Otimize para o tráfego por dispositivos móveis

Na saturada cultura de smartphones de hoje, não é de se admirar que o tráfego por dispositivos móveis esteja aumentando.

Na verdade, desde 2016, o tráfego móvel realmente superou o tráfego por desktop:

pasted image 0 1869

Então se você não está otimizando suas campanhas de Google AdWords para dispositivos móveis, corre o risco de perder milhares de visitas de alta qualidade.

Já que o tráfego móvel está crescendo continuamente, focar somente no tráfego para desktop é altamente arriscado para sua empresa.

Para combater essa mudança, você precisa otimizar seus anúncios para dispositivos móveis.

Uma das minhas técnicas de otimização favoritas é adicionar extensões de sitelink para os anúncios baseados em dispositivos móveis.

Como exemplo, veja este maravilhoso anúncio da Branders.

pasted image 0 1893

Reparou como eles tem diversas extensões de sitelink que podem ajudar a aumentar a CTR?

Quando as pessoas estão navegando em dispositivos móveis, não tem tempo para parar o que estão fazendo e procurar em seu site.

Elas precisam da informação imediatamente.

Se você não for rápido o suficiente, as pessoas não vão clicar.

O tráfego móvel é instantâneo.

Vamos dizer que você está caminhando pela rua quando vê alguém com uma jaqueta incrível.

Você pergunta para a pessoa onde ela comprou, faz uma rápida pesquisa no Google e verifica imediatamente a peça.

Se você é o anunciante, precisa entregar a informação o mais rápido possível!

Suas extensões sitelink devem ser uma de suas estratégias de acesso quando estiver tentando converter mais buscas móveis.

Para começar, vá até a sua conta do Google Adwords, navegue até “Extensões de Anúncio” e clique em “Extensões Sitelink”:

pasted image 0 1891

A seguir, adicione uma extensão:

pasted image 0 1914

Aqui você pode começar adicionando o seu URL e um texto específico para o link.

Por exemplo, “e-book SEO” poderia ser o texto do seu link e você poderia gerar vendas para ele com um URL direto e final:

pasted image 0 1875

Quando estiver otimizando para dispositivos móveis, tenha certeza de selecionar os dispositivos móveis como seus “Dispositivos de Preferência”.

Dessa forma, a extensão de sitelink aparecerá principalmente para tráfego móvel.

Extensões de sitelink são a maneira mais fácil de otimizar os cliques para dispositivos móveis.

Além de simplesmente focar em usuários de dispositivos móveis, você precisa de outras formas para otimizar as vendas.

Apenas o foco no público-alvo móvel não vai aumentar suas vendas.

Mas dar esse passo extra vai te ajudar a converter o público móvel interessado.

Conclusão

Google AdWords é uma das melhores, embora mais complexa, plataformas de PPC que existe.

Se você quer customizar e construir uma campanha, o AdWords oferece opções ilimitadas.

E te dá milhares de métricas para avaliar.

Todas essas opções significam que você pode passar horas configurando novas campanhas e ajustando campanhas antigas.

Você tem essa quantidade de tempo? Não. Mas o Google AdWords funciona? Com certeza.

Você precisa dele. É ótimo para dirigir um tráfego rápido e de alta conversão para o seu site.

O AdWords tem um excelente ROI para qualquer negócio que está pensando em aumentar as vendas.

Então, não se sinta desencorajado pela plataforma e nem fique viciado em apostar tanto dinheiro ali.

Sim, otimização é difícil e leva anos para dominá-la.

Por sorte eu colecionei alguns truques durante os anos através de tentativa e erro. Anote esses truques e coloque-os em prática.

Comece colocando parâmetros UTM em suas campanhas. É a melhor forma de rastrear todas as informações de tráfego.

Em seguida, feche todas as lacunas nas suas conversões de AdWords com o rastreamento de chamadas. Você precisa saber de onde essas chamadas offline vieram para entender quais são as campanhas que estão funcionando.

Configure públicos-alvo personalizados para remarketing para conseguir conversões baratas que você havia perdido.

Crie grupos de anúncio de uma palavra-chave para melhorar seus resultados de qualidade.

Por último, otimize para tráfego por dispositivos móveis.

Usar essas dicas deve lhe poupar horas e permitir que você colha as recompensas do Google AdWords.

Quais são os truques indispensáveis de Google AdWords que funcionaram para você?

Compartilhe