Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Usar a Análise Competitiva para Identificar Seus Concorrentes e Superá-los

competition

Você quer se destacar, ser notado e ter sucesso nos negócios? Certo, mas nós precisamos encarar o fato de que o mundo está repleto de concorrência, seja qual for o segmento.

Entretanto, toda essa competitividade pode ser vantajosa para você, basta um pouco de pesquisa.

Estou falando de análise competitiva, que é uma das melhores maneiras de expandir seus negócios. Foi assim que a Starbucks teve um crescimento estrondoso na China e isso pode funcionar para você também.

Não importa se você é um blogueiro, profissional de marketing digital, palestrante ou empreendedor online, saber quem são seus concorrentes e o que eles estão oferecendo, te dará uma vantagem competitiva.

Isso ajudará você a atingir os mercados certos e atrair clientes qualificados para seus produtos e serviços. Assim como a Starbucks, você pode descobrir com quem está competindo e como blindar o seu negócio online.

Neste post, eu vou te mostrar o que é a análise competitiva, como você pode se beneficiar dela e quais são as quatro etapas principais para fazer uma pesquisa bem-sucedida:

  • Etapa 1: entendendo sua concorrência
  • Etapa 2: usando ferramentas para a sua análise competitiva
  • Etapa 3: obtendo estratégias práticas com base em sua pesquisa
  • Etapa 4: descobrindo as melhores palavras-chave de seus concorrentes

Vamos começar!

O que é uma Análise Competitiva?

A análise competitiva te ajuda a descobrir onde estão seus concorrentes e o que os torna mais visíveis na internet. O objetivo, é entender o que está funcionando para outras pessoas em seu setor, para que você também possa fazer essas estratégias funcionarem para você, para, assim, obter uma vantagem competitiva.

Você pode descobrir o tamanho da influência que seus concorrentes têm nas principais redes sociais, por exemplo.

O SimplyMeasured comparou vários sites de reservas de hotéis e descobriu que o engajamento do @HiltonWordwide deixa as outras redes no chinelo (pelo menos no Twitter).

image47

Coletar os dados corretos de seus concorrentes e compará-los com suas próprias métricas, te ajudará a tomar melhores decisões e irá te colocar em vantagem, mas também há outros benefícios.

Benefícios da Análise Competitiva

A análise competitiva pode te ajudar a aprender novas táticas de marketing e técnicas de persuasão, além de descobrir ótimas maneiras de posicionar sua marca. Mas há três benefícios principais em que quero focar hoje. Um bom relatório de análise competitiva pode ajudar você a:

1. Descobrir novos canais de marketing: alguns anos atrás, eu nem sequer imaginava o quão importante é o retargeting. Porém, a análise competitiva me mostrou, o quanto uma boa estratégia de retargeting pode trazer os clientes perdidos de volta ao site. A imagem abaixo mostra algumas das estatísticas:

image15

2. Identificar o que os clientes realmente querem: dê a seus clientes exatamente o que eles querem e você vai desbancar a concorrência. A análise competitiva te ajuda a descobrir isso.

Marcus Sheridan, do The Sales Lion, penava para expandir sua empresa de piscinas, até que um belo dia, através da análise de concorrência, ele percebeu que a maioria das empresas de piscinas não dava aos clientes o que eles queriam. Ele descobriu que os clientes em potencial não queriam apenas uma piscina, mas também buscavam instruções sobre como utilizá-la e mantê-la com o mínimo de custo possível. Ele fez questão de fornecer informações de alta qualidade ao seu público-alvo, e sua empresa se tornou um grande sucesso, assim como ele, que hoje é uma autoridade no setor de marketing de conteúdo.

image26

3. Desenvolver uma PUV melhor: sua empresa precisa de uma proposta única de valor (PUV). Esta é a sua moeda no marketing digital, pois evidencia seus produtos e serviços e te ajuda a conquistar uma fatia maior do mercado. Pense o seguinte, como tudo é online, seus potenciais clientes não te conhecem e podem não confiar em tudo o que o seu site diz. Uma boa PUV ajuda a melhorar a imagem da marca e passar confiança.

Aqui estão alguns exemplos – A Empire Flippers promete facilitar a compra e venda de sites:

image05

Outro exemplo é a PUV do Help Scout. Bom, se eu estivesse procurando um serviço de help desk, gostaria de uma solução que prometesse aos meus clientes uma experiência agradável, não é?

image36

Sua PUV pode até mesmo ser os recursos que seus clientes e potenciais clientes não encontram facilmente em outros lugares, como é o caso da PUV da Social Triggers:

image24

Um processo de análise competitiva pode te ajudar a identificar a PUV de seus concorrentes e usar essas informações para melhorar sua posição em relação a eles.

Agora, vamos mergulhar nas quatro etapas para conduzir um processo de análise competitiva e alavancar seu negócio.

Etapa 1: Entendendo sua concorrência

O primeiro passo na análise competitiva, é entender com quem você está competindo nos mecanismos de busca e redes sociais. Esses são os dois canais fundamentais que você deve usar como base para as suas descobertas.

Qual é o seu mercado-alvo? Muita gente não consegue identificar seu mercado-alvo. A pesquisa de concorrência é uma etapa fundamental no processo de análise. Você precisa saber quem é o seu público-alvo, quais problemas você resolverá para ele e como fará isso.

Um bom ponto de partida é identificar a demografia para o seu mercado. Vamos utilizar a Alexa para fazer isso, usando o Problogger.net como um estudo de caso:

image42

Depois de clicar em “Ir”, role para baixo e você verá a opção “Quem visita o site problemogger.net?” Isso fornece os dados demográficos do público-alvo.

image19

Bem, podemos ver que o Problogger.net tem um público predominantemente feminino, que possui ensino superior e que navega principalmente de casa.

Conclua a análise inicial identificando o market share no site escolhido, usando o Open Link Profiler:

image35

Em seguida, clique no botão “Analisar backlinks” e você verá instantaneamente o setor segmentado pelo site.

image02

Você pode usar essa análise para o controle interno do seu próprio site e também, para a pesquisa de concorrência, o que te dará uma vantagem competitiva por meio da auditoria externa. Mas você terá que encontrar seus concorrentes primeiro – e aqui está como você pode fazer isso.

Onde encontrar os concorrentes: para que suas campanhas de marketing nas redes sociais, mecanismos de busca e blogs sejam bem-sucedidas, você precisa saber quem são seus concorrentes e onde encontrá-los.

Você provavelmente já conhece os sites de seus principais concorrentes, mas há uma maneira melhor de identificar os sites no mesmo nicho – principalmente aqueles que você ainda não conhece. Isso te ajudará a entender o market share em seu relatório de auditoria interna. Nós vamos usar o Similar Sites para encontrar sites semelhantes ao Quicksprout.

Passo 1: abra o Similar Sites, cole o URL do site e clique no ícone de pesquisa.

image27

Passo 2: role a página para baixo. Estes são os blogs e sites que costumam escrever os mesmos tipos de conteúdo que o Quicksprout.

image21

Se você rolar mais para baixo, verá outros blogs que meus leitores visitam, antes ou depois de ler o meu conteúdo. Estes também são alguns dos meus concorrentes.

image41

Outra parte da análise competitiva é identificar concorrentes com rankings mais altos nos buscadores para suas palavras-chave principais. Esse controle estratégico vai te ajudar a entender sua posição competitiva. Veja como você pode encontrá-los:

Passo 1: baixe o Moz SEO toolbar (MozBar). Ele vai te dar acesso rápido a muitos fatores de SEO on-page. Dessa forma, você pode descobrir a autoridade de página e a autoridade de domínio dos sites de seus concorrentes. (Se quiser saber mais sobre como isso funciona, dê uma olhadinha no Powered By Search).

image31

Passo 2: busque sua palavra-chave principal. Vamos supor que seja “estratégias de link building”.

image20

Quando você obtém os resultados, o MozBar mostra os principais dados de SEO para cada resultado. Anote a PA (autoridade de página) e a DA (autoridade de domínio) de seus concorrentes. Isso identificará os sites mais confiáveis ​​no seu nicho.

image17

Pesquisa de produtos semelhantes: procure sites que oferecem produtos semelhantes aos seus. Digamos que você desenvolva e venda um software para gestão de contas no Twitter, por exemplo. Você pode buscar no Google “as melhores ferramentas de marketing no Twitter”.

image38

Se você é um autor, pode encontrar outros autores que vendem livros semelhantes. Abra o site da Amazon e procure seu “tema + livro”.

image06

Localizando seus concorrentes atuais: as estratégias acima te ajudam a identificar seus concorrentes de forma geral e fazer a análise dos mesmos, mas você pode obter informações ainda mais específicas sobre quem são seus principais concorrentes hoje e a diferenciação de produtos, usando o SEMrush.

Na página inicial, insira a URL do seu blog e clique em “pesquisar”.

image32


O SEMrush te mostra uma atualização em tempo real com base em palavras-chave orgânicas, tráfego interno e externo dos mecanismos de busca, concorrentes na busca orgânica e muito mais.

image45

Anote quem são seus principais concorrentes. Você precisará dessa lista na próxima etapa – que se baseia em investigá-los para descobrir seus pontos fortes e fracos.

Etapa 2: Usando ferramentas para a sua análise competitiva

Se você deseja encontrar um potencial inexplorado para melhorar seus rankings e seu tráfego, precisa ir mais a fundo e descobrir mais sobre seus concorrentes.

Lembra dos concorrentes em tempo real que descobrimos agora há pouco? Vamos analisá-los rapidamente:

Vamos descobrir qual desses concorrentes é o mais forte, avaliando qual tem a melhor otimização de presença online.

Vá para o auditor independente Quick Sprout e cole a primeira URL.

image01

Em seguida, adicione mais 3 das 5 URLS encontradas.

image07

Em alguns minutos, a ferramenta de auditoria competitiva irá analisar as quatro URLs e fornecerá um relatório mostrando a vencedora, além de uma análise de concorrência das outras URLs. Nesse caso, quem vence é a Hubspot, porque possui as maiores pontuações em SEO, tráfego estimado e compartilhamentos sociais.

image40

Mas você percebeu que a pontuação de velocidade do site da Hubspot é menor que a dos outros? Se o seu site for mais rápido que o do seu concorrente, isso poderá te ajudar a obter vantagem competitiva e conquistar market share. Vamos dar uma olhada em como descobrir isso no processo de auditoria interna.

Abra o site Which Loads Faster e clique em “Try my own matchup”.

image04

Cole a URL do seu blog na primeira barra de pesquisa e a URL do seu concorrente na outra. Em seguida, clique em “Go”.

image18

Vamos ver o resultado.

image39

O HubSpot é 6% mais rápido que o Copyblogger. Você pode usar essa ferramenta de análise de concorrência para comparar dois sites. Se você encontrar um site semelhante que carrega mais rápido que o seu, considere isso como um alerta para você acelerar seu site por meio de controle interno.

Quando falamos de marketing na internet, o melhor tempo de carregamento é inferior a 1 segundo. Leve em conta que a maioria dos sites não consegue isso. Segundo o Moz, “se o seu site carregar em 0,8 segundos, será mais rápido que 94% daquilo que está na internet“.

Otimizar seu conteúdo e imagens, organizar sua barra lateral e investir em uma rede de distribuição de conteúdo (CDN, na sigla em inglês) pode te ajudar a superar seus concorrentes, colocando-os em desvantagem.

Ferramentas de análise competitiva: eu sei que já mencionei algumas das ferramentas de relatório de análise competitiva disponíveis, mas tem outras que eu gostaria de apresentar. Aqui está minha lista de ferramentas para usar em seu processo de auditoria interna (incluindo algumas que eu já citei):

  • SEMrush: esta ferramenta fornece dados confiáveis ​​sobre palavras-chave orgânicas, URLs dos concorrentes e tráfego, tudo em tempo real.
  • Ubersuggest: é a minha ferramenta essencial para a análise de concorrentes e pesquisa de palavras-chave.
  • Quick Sprout: esta é minha própria ferramenta de SEO, que analisa até três sites de concorrentes e revela quais fatores internos você deve melhorar para obter mais tráfego e rankings orgânicos.
  • Ahrefs: uma ferramenta de pesquisa de backlinks muito simples e precisa. Ela faz uma varredura na internet, coletando seus backlinks e o texto âncora exato usado. Você pode usá-la para descobrir onde seus concorrentes obtêm links de entrada e melhorar sua governança corporativa.
  • Alexa: se você deseja entender melhor seu mercado e público-alvo, esta ferramenta de inteligência competitiva é uma ótima pedida, pois revela os dados demográficos do público e o ranking do site em países específicos.
  • Open Site Explorer: esta ferramenta mostra a autoridade de domínio e a autoridade de página de um nome de domínio específico. Isso é excelente para pesquisas e análises de backlinks.
  • Open Link Profiler: Quer conhecer o mercado e a influência de um determinado concorrente, bem como o seu número exato de backlinks ativos? Use esta ferramenta.
  • Majestic: use este recurso para verificar a origem dos backlinks e os nomes de domínio referentes a uma determinada URL do site.
  • Buzzsumo: verifique a popularidade de uma certa palavra-chave ou URL na internet. Quer saber quantas pessoas compartilharam seus posts? Descubra com esta ferramenta.

Pontos fortes e fracos dos concorrentes: Com as ferramentas listadas acima, você pode começar a detectar os pontos fortes e fracos dos seus concorrentes e, identificar oportunidades para se aperfeiçoar e obter uma boa vantagem competitiva.

Você pode, por exemplo, analisar o engajamento e compartilhamento social, que são metas fundamentais para qualquer empresa.

image34

Ainda usando a HubSpot como um estudo de caso, vamos ver quantos de seus fãs nas redes sociais compartilham suas postagens.

Abra o Buzzsumo e cole a URL do site.

image33

Você receberá uma lista das principais publicações e compartilhamentos sociais por plataforma.

image25

Observando os resultados, podemos ver que 93% das postagens são compartilhadas pelos fãs do Facebook, mas no Google+, Pinterest e LinkedIn, a influência deles não é tão forte.

Em outras palavras, a fraqueza da Hubspot em termos de mídias sociais é sua incapacidade de convencer os leitores a compartilhar seus posts nessas outras redes sociais.

Agora, vamos ver como você pode usar um processo de análise competitiva para criar estratégias aplicáveis.

Etapa 3: Como obter estratégias práticas ​​com base em sua pesquisa

Você não faz toda uma pesquisa de seus concorrentes por mera diversão, certo? A análise competitiva é uma maneira de criar novas ideias e obter dados que você pode aplicar em seu negócio online. Caso contrário, qual é o sentido de usar todas essas ferramentas de pesquisa competitiva?

A Cicada Online é uma ferramenta de análise de concorrência que mostra os fatores de SEO on-page que definem o sucesso de seus concorrentes.

image30

Se você conseguir receber links e compartilhamentos sociais, poderá construir sua autoridade para obter mais tráfego orgânico, adquirir mais clientes e, claro, aumentar suas vendas. Praticar essa atividade de auditoria interna, vai impactar no seu demonstrativo financeiro. O software da Hubspot, fornece uma análise competitiva bastante eficiente. Ao utilizá-lo, a marca TUI Travel experimentou um aumento de 20% a 50% em seu tráfego.

image22

Backlinks: vamos analisar os perfis de backlink de seus concorrentes.

Vá para a Ahrefs e cole a URL do seu concorrente. Vamos usar o site da Duct Tape Marketing como exemplo.

image14

A primeira coisa que você notará, é a tendência no gráfico de páginas de referência.

image28

Em seguida, você deve analisar o texto âncora. Seu concorrente está usando mais o nome da marca como texto âncora, ou palavras-chave de correspondência exata?

image10

Como você pode ver, o texto âncora da Duct Tape Marketing inclui uma combinação de nome da marca, palavras-chave específicas e palavras-chave genéricas.

Isso informa ao seu auditor interno que, se você estivesse competindo com esse site, poderia usar a URL com o nome da sua marca e as palavras-chave específicas. Muito provavelmente, isso pareceria natural para o Google e melhoraria sua classificação.

Além disso, o Powered by Search possui uma lista de 7 tipos de texto âncora que você pode usar para evitar receber uma penalização do Google. Os dados mostram que, no caso dos sites que possuem melhores rankings, 26% dos textos âncora são URLs e menos de 13%, são palavras-chave de correspondência exata.

image03

Headlines: o estilo de headline que funciona para uma determinada marca ou blog pode não funcionar para você, dependendo de qual é o seu público. A Upworthy, por exemplo, usa a curiosidade para atrair o leitor.

image00

E por quê? Porque as headlines estão ligadas à missão da Upworthy de fazer histórias significativas conquistarem a atenção do leitor.

image11

A verdade é que a maioria dos leitores de blogs não está em busca de uma ideia ou história bonita, como o público da Upworthy.

Por exemplo, meus leitores e assinantes de email, desejam receber fluxos constantes de visitantes de seus sites. Eles também querem melhorar seus rankings de busca e converter leads frios em clientes, para, dessa forma, chegar em um melhor relatório financeiro.

Se eu usasse a curiosidade em minhas headlines, isso talvez não atraísse tanto o meu público. É por isso que muitos blogueiros usam headlines focadas em benefícios, para transmitir sua mensagem – como aquelas usadas em estudos de caso.

image09

Evite copiar estratégias fora do contexto: qualquer que seja a estratégia que seu concorrente esteja usando para estar à frente nos buscadores ou redes sociais, aprenda com ela, mas não a copie completamente.

Aqui está um exemplo típico: eu publico infográficos importantes no Quick Sprout toda sexta-feira. Cada infográfico, geralmente, gera até 41.000 visitantes e mais de 400 backlinks. Recentemente, trinta e oito nomes de domínio linkaram para os meus infográficos.

image37

Publicar infográficos às sextas-feiras é minha estratégia de controle interno, mas pode não funcionar bem para sua marca ou seus assinantes de email. É por isso que você não deve copiar minha estratégia exata como regra – porque ela não é.

Etapa 4: descobrindo as melhores palavras-chave de seus concorrentes

Se você deseja ter uma imagem clara da estratégia online de seus concorrentes, é essencial fazer uma pesquisa de palavras-chave. Você pode usar os dados que encontrar para descobrir os rankings de busca, a estratégia de conteúdo, a otimização para a intenção do usuário, através de palavras-chave de cauda longa e muito mais.

image46

Mas afinal, como você pode descobrir as principais palavras-chave de cauda longa que seus concorrentes usam e, assim, obter mais tráfego, aumentar seu market share e melhorar o reconhecimento da sua marca?

Passo 1: Abra o Ubersuggest. Em seguida, insira a URL do seu concorrente e clique em “buscar”.

Passo 2: clique em “palavras-chave”, na barra lateral, e você verá as melhores palavras-chave do seu concorrente.

Passo 3: procure palavras-chave de cauda longa. Vale a pena segmentar somente algumas por enquanto.

Então, ao rolar a lista, você encontrará palavras-chave de cauda longa:

Agora, escolha uma das palavras-chave acima e explore-a mais a fundo.

Neste exemplo, vamos nos aprofundar no “modelo de email de follow-up”.

Essa palavra-chave, possui um volume mensal de 1.900 buscas e um nível de search difficulty (ou dificuldade de busca) de apenas sete. É a escolha perfeita.

Clique na palavra-chave para mais informações. Você verá o seguinte:

Agora, você tem uma lista das 100 principais URLs ao pesquisar a palavra-chave no Google. Além disso, você pode ver:

  • O número estimado de visitantes que o site recebe
  • O número de backlinks para a URL
  • O domain score da URL
  • O número de vezes que a URL foi compartilhada nas redes sociais

A pesquisa de palavras-chave, também mostra como seus concorrentes estão direcionando tráfego para os sites deles – e isso é algo em que você pode se basear em sua auditoria, segmentando algumas das mesmas palavras-chave.

Conclusão

A análise competitiva funciona. Eu mesmo uso ela o tempo todo. Na verdade, é uma das estratégias que me permitiu aumentar o tráfego da Gawker em 5 milhões de visitantes, em apenas 3 meses.

Usando minha pesquisa, eu implementei uma estratégia para aumentar o page authority, criando links de entrada e maximizando o marketing para mídias sociais. Se você adicionar essas táticas ao seu marketing de conteúdo, vai ser fácil aumentar seu tráfego.

Eu não conseguiria alcançar esse sucesso, sem entender com quem o Gawker estava competindo, e sem usar as melhores práticas de SEO para melhorar seus rankings e seu tráfego.

Mas tenha em mente que seus concorrentes não são seus inimigos. Não importa o quão competitivo seja o seu mercado, não olhe para o lado negativo. Veja os outros blogs e sites de autoridade como um ativo ENORME para ajudar você a aperfeiçoar sua criação de conteúdo, bem como seu link building, otimização da taxa de conversão, networking e muito mais.

Qual estratégia você usa para pesquisar seus concorrentes?

Compartilhe