Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O Que é WordPress: Entenda Como Usar e Como Otimizar

mesa de escritorio com teclado de computador, xicara de cafe e caneta com a palavra wordpress ao lado

Aprender o que é WordPress é um passo importante para quem busca estar em sintonia com as ferramentas de marketing digital mais usadas hoje.

Nada menos que 61,3% do mercado global de CMS (sistemas de gerenciamento de conteúdo) trabalha com ele, segundo dados do W3Techs.

Esse é um número que explica por que é o sistema mais lembrado quando o assunto é criação de blogs, lojas virtuais e sites.

Então, só pelo fato de você querer entender o que é WordPress e o que ele pode pode fazer pela sua estratégia, já dou meus parabéns.

Sei que a sua intenção ao ler este post é aprender como usar o WordPress e aprender como funciona essa poderosa plataforma de hospedagem e gerenciamento de conteúdo.

Por isso, preparei um guia completo com tudo o que precisa saber sobre ele.

Você vai descobrir desde o que é WordPress até como fazer SEO (otimização para mecanismos de busca) nesse sistema de gerenciamento de conteúdo gratuito.

Vamos lá?

O que é WordPress?

homem teclando em laptop com logo da plataforma wordpress em tela

Que o WordPress é o CMS (em inglês, Content Management System) mais popular do mundo, você já sabe. Mas se está em dúvida sobre o que é CMS, explico: é um sistema que facilita o gerenciamento de sites sem a necessidade de conhecimentos em programação.

A proposta do CMS, inclusive, é exatamente essa: simplificar e tornar mais prática a criação e edição de conteúdo. É fácil de usar e intuitivo.

Entre várias opções de CMS disponíveis no mercado, como Joomla e Wix, o WordPress se destaca com folga dos concorrentes. Ainda neste post, você vai entender o porquê – mais à frente, vou falar sobre as vantagens de trabalhar com ele.

Suportado por todos os principais serviços de hospedagem, o WordPress oferece o que todo site precisa para “rodar bem”: alto desempenho, confiança, velocidade e plugins de SEO.

Suas principais funcionalidades? Criação de textos, elaboração de formulários, personalização do layout do site e publicação de imagens e vídeos. Tudo isso em uma interface intuitiva e amigável ao usuário.

Consegue entender porque ele traz tanto brilho aos olhos de produtores de conteúdo de todas as partes do mundo?

Porque é uma plataforma para lá de democrática e facilitadora.

Para que serve o WordPress?

homem em mesa de escritorio teclando em laptop

Já dei a pista no tópico anterior, mas não custa repetir.

Bastante flexível, o WordPress pode ser usado para a criação e edição de conteúdos em sites, blogs, lojas virtuais, portais de notícia e outras páginas.

O grande diferencial desse sistema de gerenciamento de conteúdo é a facilidade para administrar sites, o que inclui recursos avançados.

Qualquer profissional pode aprender rapidamente a usá-lo (e a fazer milagres com ele). E nada é para menos: é uma plataforma cheia de vantagens!

12 vantagens de usar o WordPress no seu negócio

lupa ampliando palavra wordpress em tela de laptop

Você entendeu o que é WordPress, mas ainda não ficou claro todos os motivos que fazem dele o sistema de gerenciamento de conteúdo mais usado no mundo?

Tudo bem!

Agora, eu preparei uma lista com 12 vantagens de usar o WordPress no seu negócio.

Vamos a ela!

1. A plataforma é gratuita

Quem nunca ouviu aquela célebre expressão popular “De graça, até injeção na testa”?

Se pararmos para imaginar como seria essa cena na vida real, a única desvantagem é a dor, o que é bem pouco se comparado com o preço que seria pago por uma injeção, certo?

Se adaptarmos essa frase para o caso do WordPress, a dor na testa seria o preço da hospedagem – um dos únicos custos envolvidos.

Isso porque o software e a maioria dos plugins e temas oferecidos nele são gratuitos.

2. É também super simples de usar!

O WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo que quebra o estigma de que, para criar site, é preciso ter conhecimentos avançados em programação.

Ele é intuitivo e bastante simples de usar, com funcionalidades acessíveis a poucos cliques.

Com essa plataforma, fica muito fácil adicionar menus, escrever, editar posts, fazer formulários, gerenciar usuários, publicar imagens e instalar temas e plugins.

Em outras palavras, dificilmente, o WordPress vai exigir aquele estresse de ter que lidar com códigos ou linguagem de programação.

Então, a curva de aprendizagem é bem menor se comparada com os softwares concorrentes.

3. Tem instalação rápida

Ao contrário de outros CMS, o WordPress é fácil e rápido para instalar, além de não precisar de configuração.

Qualquer atualização pode ser feita automaticamente ou em apenas um clique. Isso representa uma economia de tempo gigante.

Só para você ter uma ideia, a instalação dura de 5 a 10 minutos e faz desse outro diferencial da plataforma em relação aos concorrentes.

4. Facilita a criação de vários tipos de sites

mulher escrevendo em bloco de notas com xicara de cafe e laptop ao lado

Outro motivo para descobrir na prática o que é WordPress e o que pode fazer pelo seu negócio? A flexibilidade e a escalabilidade para a criação de diferentes tipos de sites.

Confira quais tipos de site você pode criar no WordPress:

5. Oferece extensões e plugins para melhorar a experiência do usuário

Com funcionalidades personalizáveis, a plataforma oferece o download de extensões e plugins para aumentar ainda mais suas funcionalidades.

É algo que ajuda a melhorar a experiência não só do administrador do site, mas também de seus visitantes.

Posso dizer que existe um plugin para cada tarefa que estiver buscando, desde SEO até organização de galerias de fotos e eventos.

São mais de 50 mil opções disponíveis para instalação e boa parte delas gratuitas.

6. O design do site em WordPress é personalizável

A oferta de temas WordPress prontos é outra vantagem desse poderoso CMS.

Mas, claro, se quiser criar o seu do zero, também existe essa possibilidade.

7. Alterações de templates podem ser feitas a qualquer hora, sem prejudicar o conteúdo

Se cansar do visual do seu site, você pode mudá-lo sem se preocupar com alterações em conteúdos já publicados.

Nenhuma publicação será perdida, ok?

Com a troca de templates, a única coisa que muda é a apresentação visual desses conteúdos.

E se não gostar, pode alterar de novo até que fique exatamente do jeito que lhe agrada.

8. Pode ser acessado em dispositivos móveis

opçao instalar aplicativo wordpress em tela de smartphone

Através do download do app do WordPress na Apple Store ou Google Play é possível gerenciar o site que acaba de criar a partir do seu próprio smartphone.

9. É open source

Como o código fonte do WordPress é aberto (open source), qualquer administrador pode editar ou personalizar seu conteúdo. O que inclui a criação de plugins, temas e versões.

Essas modificações exigem conhecimento em programação ou a ajuda de um profissional de desenvolvimento. Mas não são grandes impeditivos diante de tantas vantagens oferecidas pelo sistema de gerenciamento de conteúdo.

Livre de restrições comerciais e de limitações, qualquer pessoa pode publicar na comunidade de desenvolvedores do software.

10. Tem atualizações constantes para melhorar ainda mais sua usabilidade e segurança

Um outro diferencial do WordPress é que ele conta com uma comunidade de desenvolvedores voluntários, que cria boa parte de seus recursos.

É também por isso que a quantidade de atualizações é constante. Então, a plataforma está sempre evoluindo.

A cada atualização realizada, o software WordPress melhora cada vez mais sua usabilidade e segurança.

As melhorias são constantes. Coisas novas são criadas a todo momento!

11. A escolha da hospedagem é sua

Quer migrar o site WordPress para outro provedor de hospedagem? Isso pode ser feito em facilmente através desse CMS.

12. Você economiza tempo para publicar e editar conteúdos online

Para agilizar ainda mais o trabalho de produtores de conteúdo, é possível criar publicações e mantê-las em rascunho até que estejam prontas para irem ao ar.

Da mesma forma, o sistema também permite que você edite rapidamente o que já está publicado e faça suas próprias atualizações.

Breve história do WordPress

homem usando plataforma wordpress em laptop

Para entender ainda melhor o que é WordPress, vale conhecer um pouco da história dessa plataforma. Uma forma de entender por que se tornou a mais usada do mundo.

Tudo começou em 2003, quando os desenvolvedores Matt Mullenweg e Mike Little decidiram interromper um projeto chamado B2 Cafelog.

A iniciativa se tratava de uma plataforma para desenvolvimento de blogs que foi, então, substituída pelo WordPress em versão 0.7.

No ano seguinte, chegou à versão 1.0, ganhando recursos úteis até hoje, como o simples processo de instalação, criação de URLs amigáveis, editor de conteúdos e moderação de comentários.

Poucos meses depois, foi a vez da atualização 1.0 dar vida aos plugins.

Já em 2005, Mullenweg deu início a uma parceria comercial e criou a Automattic.

Dela, surgiu o WordPress.com, uma empresa de suporte e hospedagem para sites criados no CMS.

Nos anos seguintes, o WordPress foi passando por várias melhorias e, assim, foi incrementando suas funcionalidades até a versão mais atual.

Atualmente, é mantido por uma comunidade de desenvolvedores, em grande parte voluntários, composta por membros de todo o mundo.

Mas, provavelmente, muito em breve ganhará novidades.

Afinal, em média, surge uma nova versão a cada três meses. Portanto, é o tipo de ferramenta que está sempre mudando para melhor.

Como funciona o WordPress

pagina inicial de plataforma wordpress em tela de computador

Para entrar na onda das facilidades proporcionadas pela plataforma, vou explicar em tópicos como funciona o WordPress.

Acompanhe!

WordPress.org vs. WordPress.com

O primeiro ponto para entender como usar o WordPress é que existem duas formas de utilização do sistema: WordPress.org e WordPress.com.

Com interfaces muito parecidas, são soluções diferentes, que contêm um mesmo sistema e objetivo: facilitar o gerenciamento de sites.

A primeira tem código aberto, pode ser baixada gratuitamente através de um site e deve ser instalada no servidor de sua preferência.

Já a segunda oferece hospedagem gratuita para sites criados no WordPress.

A grande diferença entre elas diz respeito à limitação de idiomas, personalização de links, monetização, plugins, temas e outros recursos.

No WordPress.org, isso é possível. No WordPress.com, não é.

Então, se você tem um projeto mais robusto, não hesite em escolher o WordPress.org para ter mais possibilidades em personalização e uso livre do código fonte.

Mas se tem um projeto pessoal em vista e não pretende monetizá-lo por enquanto, o WordPress.com é a melhor opção de CMS.

Isso porque oferece um site mais básico e não requer a compra de um domínio personalizado para começar.

Hospedagem

Como você acabou de ver, para criar seu site no WordPress.org, é preciso ter um domínio e uma hospedagem.

Então, para aproveitar todo o potencial da ferramenta, é essencial ter um servidor de qualidade.

Só para relembrar, domínio é o nome de registro do seu site: o endereço dele na internet. É através dele que seu site pode ser acessado.

Já hospedagem, o serviço que vai armazenar os arquivos para manter seu site no ar – e uma das opções mais conhecidas é a hospedagem WordPress.

Está se perguntando o que é hospedagem WordPress?

Trocando em miúdos, é uma das principais opções de hospedagem do mercado e também uma das mais simples.

Direta e customizada, conta com as ações básicas do sistema CMS, além do backup automático do site e do sistema e o CDN (Rede de Distribuição de Conteúdo) que agiliza o carregamento de páginas.

É a solução ideal de hospedagem caso busque praticidade, simplicidade e já conheça o sistema.

Tema

Temas WordPress são templates que permitem total controle sobre o visual do seu site, tanto no quesito apresentação quanto no conteúdo.

Também chamados de templates WordPress ou WordPress themes, eles podem ser encontrados em versões gratuitas (free) ou pagas (premium).

Funcionam como modelos de sites que podem ser “editados por cima”. Então, dispensam a contratação de um web designer tornando o processo mais barato, fácil e rápido.

Para escolher o seu, basta considerar o tipo de site que quer criar e a personalização que deseja.

Alguns temas gratuitos dispõem de várias opções de customização, mas são os pagos que oferecem temas mais completos.

A grana está curta? Não se preocupe, pois é possível encontrar opções com ótimo custo-benefício.

Para instalar um tema WordPress que já se encontra na galeria do próprio CMS, é só baixar e ativar.

Prefere comprar um template premium e salvar o arquivo em seu computador? Então, é só carregar a pasta compactada, instalar e ativar.

Feito isso, é partir para uma das fases mais empolgantes do WordPress: fazer ajustes de layout e deixar o tema com a cara do seu negócio!

Plugins

Lembra que comentei neste post que existem mais de 50 mil opções de plugins WordPress disponíveis para melhorar a experiência do seu site?

Se ficou com dúvida sobre o que é um plugin WordPress, aqui vai a explicação: são extensões que ajudam a incrementar o uso da plataforma.

Trazem benefícios tanto para os administradores que têm acesso a novas funcionalidades quanto para os visitantes.

Como entendo que escolher entre mais de 50 mil opções de plugins pode ser difícil, preparei uma pequena lista para ajudar você a baixar aqueles que são essenciais:

6 plugins essenciais para todo site em WordPress

lupa em pagina inicial de plataforma google analytics em tela de computador

1. Contact Form 7

O Contact Form 7 é um plugin WordPress que permite a criação simplificada de formulários de contato.

Para tirar bom proveito dele, tudo o que você precisa é de conhecimento básico de HTML.

2. Flare

Com o objetivo de aumentar as chances de compartilhamento do seu site nas redes sociais, o Flare permite que coloque botões de compartilhamento em posts.

Um meio de aumentar o engajamento das pessoas que já visitam o seu site e de conquistar novos visitantes.

3. Google Analyticator

Como o nome diz, o Google Analyticator traz todas as análises e métricas do Google Analytics para o dashboard do WordPress.

É uma mão na roda, pois permite visualizar mais facilmente o número de visitas, taxa de rejeição, entre outros indicadores de desempenho online.

Para aproveitá-lo, basta integrar o seu site com a ferramenta analítica.

4. Really Simple SSL

Com a proposta de facilitar a configuração do site para ser executado em HTTPS, entra em cena o Really Simple SSL.

Para que funcione basta ter um certificado SSL. O plugin vai detectá-lo e possibilitar sua ativação de um jeito bem simples.

5. WooCommerce

Vai criar uma loja virtual? Então, instale o plugin WooCommerce.

Ele oferece a inserção de funcionalidades como: carrinho de compra, gerenciamento de pedidos e páginas de checkout.

6. Yoast SEO

É um plugin de SEO, ou seja, para otimizar páginas e textos para motores de busca.

Inclui a edição de títulos, meta descrição, palavras-chave, sitemaps e recomendações para aumentar a escaneabilidade de conteúdos a serem publicados.

Atenção: evite instalar plugins em excesso para não causar um efeito colateral no tempo de carregamento de suas páginas.

Como vou explicar mais adiante, esse é um fator de ranqueamento da performance de um site.

4 exemplos de sites que usam WordPress para você se inspirar

computador, laptop e dispositivos moveis com sites feitos com wordpress em tela

Usar WordPress pode parecer coisa de blogueiro ou influenciador digital, mas existem pequenos negócios e até mesmo gigantes do mercado mundial usando a plataforma.

Veja alguns deles:

1. Beyoncé

A reconhecida cantora norte-americana conseguiu aumentar ainda mais a interatividade com os fãs através do WordPress.

plataforma website beyonce feita por wordpress

2. Casa Branca

Até mesmo a Casa Branca, que tem um domínio governamental (.gov), se rendeu aos encantos do maior sistema de gerenciamento de conteúdo do mundo.

plataforma website casa branca feita por wordpress

3. Forbes

Uma das principais revistas de economia e negócios também utiliza a plataforma para a publicação de notícias.

plataforma website forbes feita por wordpress

4. Sony Music

Já na área musical, o site da Sony Music é outro exemplo de site que usa WordPress para você se inspirar.

plataforma website sony music feita por wordpress

WordPress x SEO: 7 dicas de como otimizar

otimizaçao wordpress x seo

Matt Cutts, engenheiro de software do Google, declarou uma vez que o WordPress cuida de 80 a 90% do SEO.

Mas como não desistimos nunca no game do SEO e sabemos que as regras sempre mudam, existem formas de melhorar ainda mais.

Fique por dentro de alguns truques para otimizar seu site com boas práticas de SEO WordPress:

1. Instale um plugin para SEO no WordPress

Para levar a otimização de SEO WordPress a um nível mais alto, a dica é instalar um plugin como o Yoast SEO.

Com ele, será possível otimizar cada página do seu site e facilitar a realização dos truques que veremos a seguir.

2. Dê um nome para o seu site e faça uma meta descrição

Pode parecer óbvio, mas dar um nome e fazer a meta descrição do seu site também é importante para aumentar a taxa de cliques e melhorar o SEO.

Tem dúvida sobre o que é meta descrição no WordPress?

Te ajudo: é aquele pequeno texto que aparece abaixo do título e link de um resultado na pesquisa no Google.

Um fragmento do código HTML que resume o que cada página trata.

Ao utilizar um plugin, fica bem fácil fazer essa edição.

3. Escolha uma URL amigável

Tornar a URL amigável é uma técnica de SEO que facilita a leitura dos robôs do Google.

Um processo que consiste em tornar a URL mais limpa e objetiva, incluindo o slug.

Ainda não sabe o que é slug? Trata-se do texto que aparece após o domínio do seu site, como parte do link permanente para o seu conteúdo.

Para otimizá-lo, basta usar a palavra-chave principal relacionada ao seu conteúdo.

4. Não menospreze a arquitetura da informação

Organizar a estrutura do seu site, incluindo home, página da categoria, subcategoria e produtos também reduz o trabalho de leitura dos robôs do Google.

O que melhora até a experiência do usuário ao navegar por suas páginas.

5. Crie um breadcrumb

Breadcrumbs são trilhas de navegação que simplificam a navegação pelo seu site.

Para adicioná-lo ao seu site WordPress, você pode usar o próprio plugin Yoast SEO ou o Breadcrumb NavXT Plugin.

6.Também atualize seu sitemap

Sitemap é o mapa do seu site, um arquivo em XML que mostra toda a sua estrutura.

Ele reduz as chances de que algumas de suas páginas não sejam lidas pelos robôs dos mecanismos de busca.

Para gerar o seu, opte pelo Yoast SEO ou Google XML Sitemaps.

Conclusão

Depois de aprender o que é WordPress e como usar esse poderoso CMS, você tem tudo para transformar o seu site em uma máquina de resultados.

Como você pôde ver, pode parecer difícil lidar com a plataforma.

Mas basta explorar suas funcionalidades mais a fundo e você vai perceber o quanto são fáceis de usar e intuitivas.

Gostou do artigo? Então, compartilhe o link com os colegas e parceiros de trabalho para que todos saibam o que é WordPress e conhecem todo potencial do sistema!

Se surgir qualquer dúvida pelo caminho não hesite em deixar um comentário logo abaixo.

E não vá embora sem contar para a gente: o que você espera ao usar o WordPress na sua estratégia?

Compartilhe