Como Escrever Meta Descriptions Que Aumentarão Seus Rankings

meta-descriptions

SEO é um assunto complicado.

Em um momento você acha que o entende perfeitamente e no outro tudo mudou.

E quando você considera o fato de que o Google diz que muda seu algoritmo de 500 a 600 vezes por ano, começa a ver o problema.

A única constante no SEO é a mudança.

Isso cria uma busca interminável pelo primeiro lugar no ranking.

Mas felizmente, existem elementos que são improváveis de se tornar completamente irrelevantes, o que significa que você pode focar em fazê-los direito a longo prazo.

Tal área é a meta description.

Desde o começo, as meta descriptions têm sido uma parte essencial da página de resultados dos mecanismos de busca e é improvável que isso mude.

Então, para ajudar você a capitalizar nesse importante aspecto do seu SEO, quero ensinar como escrever meta description que seja convincente e que te ajude a aumentar seu ranking.

Mas antes de começarmos, vamos falar um pouco mais sobre o quão poderosas essas meta descriptions realmente são.

O poder de uma meta description

No geral, meta descriptions possuem uma função muito importante em um mecanismo de busca.

O que quero dizer é que elas fornecem uma descrição sucinta do conteúdo da sua webpage juntamente com o resto dos metadados no código HTML do seu site.

E mesmo se você não fizer uma por si mesmo, a maioria dos sistemas de compartilhamento de conteúdo irão automaticamente gerar uma meta description para você.

Mas isso definitivamente não é o que você quer, porque quase certamente não será tão boa quando a que você pode criar.

Entretanto, antes de seguirmos em frente, se você ainda não tem certeza de como é e como escrever uma meta description, essa é a que está no meu site para ajudar a evitar qualquer confusão:

meta

Como você pode ver, é apenas uma prévia curta e simples do conteúdo que ofereço aos visitantes do meu site.

E se você ir além e olhar o HTML em meu site, irá notar que ela está lá com todos os outros metadados para ajudar a mostrar ao Google sobre o que o site fala.

meta description

Cada página de cada site possui a habilidade de conter e compartilhar metadados, incluindo título, URL e descrições.

Se elas são otimizadas corretamente, podem ser usadas para ajudar o Google a ranquear páginas.

E enquanto isso é só um elemento para enfatizar junto com seu SEO, é importante entender por quê sua meta description, em particular, faz diferença.

Isso significa saber como ela afeta seu SEO e quais elementos são os mais importantes a se considerar.

Para ajudar a responder essa pergunta, você deve começar sabendo que nem todos os elementos dos seus metadados afetam de verdade o SEO.

Claro, o Google já diz há tempo que a tag de palavras-chave meta não é um fator nos SERPs.

Essas tags são embutidas no HTML do seu site como todo o resto, e uma vez costumavam contar bastante para SEO.

meta keywords example

Mas a prática do keyword stuffing de décadas passadas acabou com essa tendência há muito tempo.

Mas todo o resto, incluindo a URL, título e especialmente a descrição podem afetar o SEO on-page do seu site.

E surpreendentemente, a razão para isso não é incrivelmente técnica.

Porque enquanto o Google realmente considera o jeito com o qual você exibe as páginas do seu site, o marcador pelo qual ele busca de verdade é o comportamento do usuário.

Ele não quer apenas saber o que há no seu site.

Quer saber se as pessoas realmente estão utilizando ele.

E já que o comportamento do usuário é afetado pela experiência do usuário, você começa a ver porquê meta descriptions realmente importam para o SEO.

Porque entre todos os elementos dos seus metadados e da página de resultados do mecanismo de busca, a meta description é a parte com maior potencial que você pode utilizar para começar a otimizar a experiência do usuário enquanto eles ainda não entraram em seu site.

E com o Google passando para o modo de prioridade móvel, otimizar a experiência de usuário é mais importante do que nunca.

google mobile ranking factors

Ele quer que você seja capaz de fornecer momentos definitivos que suprem as necessidades de educação, instrução ou exibir o que você sabe fazer.

E mesmo que seja fácil de passar despercebida, suas meta descriptions são a linha de frente deste esforço para a busca orgânica.

É uma parte pequena do seu site que age como primeira impressão, e isso significa tudo quando se fala de SEO.

Forge and Smith prova isso com alguns resultados impressionantes em um estado de caso sobre SEO sobre seu cliente Sweet Georgia Yarns.

UX seo

Ao ajudar a criar diferentes elementos do SEO deles como meta descriptions, eles forneceram um aumento de valor de 215% ano aós ano.

Tudo com apenas algumas palavras dentro de uma linha de código.

Pense no que isso poderia significar para o seu site, também.

E de acordo com o Google, essa tendência de meta descriptions é bastante lógica:

A suposição geral sob tal abordagem é que os usuários que fazem buscas são frequentemente os melhores juízes de relevância, de modo que, se eles selecionam um determinado resultado de pesquisa, é provável que seja relevante, ou pelo menos mais relevante do que as alternativas apresentadas.

O Google realmente quer saber quais ações as pessoas estão tomando e por quê.

Pois ele acredita que os usuários são a melhor medida para encontrar conteúdo que é realmente útil e relevante.

E parece que ele encontrou sua resposta com as meta descriptions.

Então você pode aceitar o apoio de qualquer publicação de conteúdo que esteja usando para gerá-lo, mas isso só vai criar besteira.

Este é um exemplo que um profissional de marketing encontrou de uma iteração da homepage da Pepsi UK:

Screen Shot 2016 04 21 at 23.11.03

Como eu disse, essa era uma iteração bem do início do site, e foi corrigida desde então:

pepsi gb

Mas o quão mais interessado e informado você fica pelo segundo em vez do primeiro?

A segunda descrição fornece uma clareza sobre o que a página contém até links úteis para páginas populares no site.

E se a Pepsi pode voltar atrás e mudar sua meta description, você também pode.

Também pode começar a escrever algumas boas enquanto faz isso, o que só irá melhorar o seu site.

Desde que o seu foco seja tornar sua meta description atraente para que os usuários queiram clicar, não haverá erro.

Seu objetivo deve ser dominar essa arte para que possa fazê-la rapidamente.

É por isso que criei uma checklist bem curta para você com apenas quatro passos.

Acredito que se você seguir essas regras, pode começar a criar o tipo de meta descriptions que irão ajudar a aumentar seus rankings a longo prazo.

E para começar, quero falar sobre o quão longa sua description realmente deve ser.

Passo #1: Pare de focar tanto na contagem de caracteres

O Google recentemente atualizou seus limites de caracteres.

E se você não soubesse melhor, iria pensar que eles viraram o mundo do avesso.

Artigo após artigo tem sido publicado desde então para analisar e detalhar o que essas mudanças significam para SEOs e empresas.

Mas na minha opinião, focar completamente apenas na contagem de caracteres acaba com o objetivo do SEO.

Novamente, isso é sobre comportamento humano, não apenas uma contagem de palavras autoritária.

Então se você focar apenas em criar uma contagem de caracteres apropriada, talvez veja bons resultados.

Mas acredito que seja melhor para você focar no conteúdo em si, e existe evidência recente para provar esse ponto.

O SEMRush conduziu um experimento para testar esse princípio e descobriu que a variação da meta tag que eles utilizaram que excedeu a contagem de caracteres de 320 teve uma performance maior e ranking mais alto.

meta description dynamic brodie clark

Como você pode ver, a iteração da descrição que teve melhor performance parou na metade da frase.

Isso vai contra a sabedoria convencional de que você deve se manter dentro dos limites da sua contagem de caracteres para uma melhor performance.

E enquanto a psicologia por trás disso não é necessariamente clara no momento, ela indica algumas ideias interessantes que SEOs precisam começar a considerar.

Mais importante ainda, ela enfatiza novamente a visão do Google de que a experiência do usuário em qualquer modo é o benchmark que precisamos considerar primeiro.

As estatísticas que o SEMRush compartilhou também reforçam essa ideia.

screen shot 2018 02 13 at 25859 pm

A descrição mais longa que continuou acima do limite de caracteres viu uma melhoria impressionante de 36% na taxa geral de clique quando comparada à sua concorrente mais curta.

Então os resultados não são exatamente uma diferença pequena aqui.

E a implicação é incrivelmente clara.

Foco na experiência primeiro.

E se você precisa mesmo focar na contagem de caracteres, opte por utilizar entre 300-350, uma vez que é por aí que a maioria dos posts de alta performance se encaixam.

meta desc 2017 8 4609

Mas como você também pode ver, algumas dessas páginas ranquearam com caracteres tão baixos quanto 150.

E enquanto o gráfico só vai até 375, tenho certeza de que você poderia encontrar uma meta description com mais caracteres com apenas algumas pesquisas no Google.

A moral da história aqui é que a contagem de palavras não é necessariamente o melhor parâmetro a se considerar quando for criar a meta description perfeita.

Algumas páginas naturalmente vão acabar mais curtas ou mais longas do que outras, e não tem problema.

Desde que você esteja apresentando de modo verdadeiro o conteúdo da sua página, estará no caminho certo.

E por mais que o Google provavelmente vá mudar as coisas novamente, acho que o conselho de focar na experiência do usuário é o único caminho que irá perdurar com o passar do tempo.

Agora que conseguimos desviar você das aflições que a contagem de palavras causa, vamos falar sobre o segundo jeito simples com o qual você pode começar a expandir o SEO da sua description.

Passo #2: Seja único e interessante

Se as suas descrições são mais ou menos, elas não irão ajudar você a conseguir cliques ou subir nos rankings.

E com a experiência do usuário ainda agindo como nosso teste decisivo de qualidade, não conseguir cliques é exatamente o que você não quer.

Então como você inova e encontra modos de fazer as pessoas clicarem?

Bom, a última aplicação depende de você.

Mas existem certas práticas que você pode implementar em sua escrita que irão te ajudar a ser mais convincente e gerar mais cliques.

Vamos dar uma olhada em algumas delas.

Antes de tudo, existe um consenso de que você deve fazer todo o possível para não ser entediante.

Isso pode parecer pouco importante, mas te garanto que não é.

E em termos da sua escrita, o melhor jeito de não ser um tédio é usar a voz ativa.

active voice

Como você pode ver no exemplo acima, ele possui uma voz bastante ativa que fornece um empurrãozinho momentâneo ao leitor.

Ele te diz o que você pode esperar mas sem detalhes desnecessários que possam entediar o leitor ou desviá-lo completamente.

Se você está buscando um modo simples de ajudar seu SEO, muito provavelmente você clicaria nesse link depois que o lesse.

Você também pode notar que o exemplo acima é bastante específico e não contém nada que seja desnecessário.

Isso é especialmente importante se quiser ranquear alto nos SERPs.

E mais importante, deve ter certeza de que a descrição realmente se conecta com o conteúdo da página.

Por exemplo, essa meta description promete que eu posso encontrar diversas maneiras de organizar minha casa ou espaço de trabalho:

specific

O que encontro após clicar?

Inúmeras opções que prometem uma vida mais organizada.

organize

Esse é um dos motivos pelos quais essa página possui um ranking tão alto pela busca simples e de uma palavra “organizador”.

Ela combina bem com minhas necessidades aparentes e confirma a promessa feita na meta description.

Vê como isso ainda remete à qualidade da experiência de usuário do seu site?

Outro modo com o qual você pode utilizar essa abordagem é estender sua promessa com um call to action convincente.

Você pode alcançar isso simplesmente sendo direto com seu leitor:

CTA

Ou também pode ainda fornecer uma descrição mais completa com um call to action no final para convidar seu leitor a ler mais:

end cta

Contanto que você converse com sua audiência e não fique só falando de si mesmo, estará num bom lugar quando se fala de meta descriptions.

Por exemplo, gosto de dar prévias do conteúdo verdadeiro da página que acho que irá despertar o interesse de um leitor mais casual.

preview

Perceba que essa description não tem nada a ver comigo, minha marca ou com o que vendo.

É apenas uma passagem convincente de um artigo de blog.

Meu objetivo final é mostrar valor e te interessar mais, não necessariamente te fazer comprar algo.

Então seja o que for que fizer, encontre uma maneira de ser único e engajador para sua audiência.

Se você simplesmente fornecer detalhes técnicos ou ir direto à venda, provavelmente não será muito interessante.

E se você não é interessante, não irá subir nos rankings.

Passo #3: Por favor utilize suas palavras-chave

Você gasta bastante tempo gerando palavras-chave para suas campanhas digitais.

Você as coloca em seus blog posts, landing pages e até em suas páginas de produto.

Então por qual motivo não iria incluir elas em sua meta description?

Porque seus metadados são a primeira indicação ao Google do conteúdo da sua página.

Não incluir uma palavra-chave na meta description pode ser um erro fatal.

Dê uma olhada em como é incluir uma boa palavra-chave:

yoast meta

Essa é uma busca de topo de ranking por meta descriptions que encontrei enquanto pesquisava para este post.

Como você pode ver, o Google destacou todas as vezes em que as palavras “meta description” aparecem na descrição.

Já que elas foram parte do meu termo de busca, isso fornece um sinal adiantado de que a página pode ser útil em minha busca.

A palavra-chave é usada naturalmente e de modo que educa o leitor sobre o conteúdo da página.

O resultado é bastante claro uma vez que isso estava na primeira página de resultados.

Você ainda pode usar palavras-chave para enfatizar ao Google sobre o fala o seu post.

Um dos jeitos melhores e mais fáceis de fazer isso a partir do seu próprio site é com o Plugin Yoast SEO para WordPress.

focus keyword

Ao permitir que você defina uma palavra-chave principal para cada página e blog post, essa ferramenta torna o processo de implementação de palavra-chave simples.

O único outro passo que você precisa dar é garantir que você também utilize a palavra-chave naturalmente em sua copy e alt tags da sua página.

Isso ajuda a criar continuidade através do crawling do Google e ranking subsequente da página.

E como o Plugin Yoast, você também verá um lembrete caso esqueça de estabelecer uma palavra-chave principal na copy ou meta description:

analysis

Com um sistema de checagem como esse, você nunca irá negligenciar outra palavra-chave em sua meta description novamente.

Contanto que você conduza pesquisas de palavra-chave robustas e tente ranquear com palavras-chave que sejam apropriadas para sua marca, adicioná-las em suas meta descriptions simplesmente é o próximo passo lógico.

Se fizer isso apropriadamente, você pode estar um passo à frente de sua concorrência e uma passo mais perto da primeira página.

Passo #4: Use mais do que apenas sua copy

Para os iniciantes de metadados, pode ser fácil para você pensar que o seu Título, URL e description começam e terminam com a listagem padrão do Google.

Mas não poderia estar mais longe da verdade.

O Google também permite que você implemente dados estruturados que te deixam “embelezar” sua description na página de resultados do mecanismo de busca.

Para te dar um exemplo, quero mostrar uma versão diferente da página de alto ranking do Yoast do tópico anterior:

yoast meta 2

Quando eu fiz uma pesquisa mais relevante por essa página, ela era diferente.

Os dados ainda são os mesmos mas agora uma imagem foi incluída na descrição acima do título e URL.

O que mudou? Os dados estruturados.

Qualquer página de alto ranking pode tirar vantagem dessa função única.

Mas a pegadinha é que você precisa começar a usar essa abordagem antes de chegar até a primeira página.

Felizmente, existem diversas maneiras com as quais você pode começar a implementar dados estruturados.

Um dos modos mais populares que você pode ter visto é quando os sites implementam avaliações em suas meta description:

reviews

Isso fornece um sinal imediato ao seu leitor de que ele pode encontrar algo de valor no site.

Já que prova social é um modo tão poderoso de vender e fazer sua marca crescer, esse é um hack razoavelmente simples que permite que você comece a capitalizar com comportamento de usuário facilmente.

Outra ideia boa é utilizar dados estruturados em seu site de marca como um todo com seu logo e informações da empresa:

structured data

Isso aumenta a chance de que alguém buscando por sua marca realmente irá te encontrar e receber informações úteis sem precisar clicar nas páginas dos primeiros resultados.

Já que isso aparece na barra lateral da página de resultados, você também consegue um acordo de “dois por um” com esse tipo de dados estruturados.

Um usuário pode encontrar sua marca, ver qual é sua URL e então filtrar seus resultados para que veja apenas as páginas que você tem a oferecer.

Isso ajuda seu SEO, uma vez que o Google vê essas ações como um sinal positivo com relação à sua marca a longo prazo.

E se você acha que será difícil de ranquear com essa tática, vai ficar surpreso de saber que 57% das empresas grandes não possuem dados estruturados em seus sites.

O que significa que você tem a oportunidade de sair na frente da sua concorrência e incrementar seu SEO mais ainda.

O modo mais fácil de começar é usando plugins como o Schema para aprender o básico.

screenshot 4

Isso vai permitir que você edite, teste e melhore os dados estruturados em seu site sem se preocupar em mexer no seu código.

Com um pouco de otimização simples, você pode estar no caminho para chegar até a primeira página em sua indústria conforme sua marca cresce.

Conclusão

As meta descriptions não irão embora no futuro próximo.

Quanto mais cedo você aprender a criar uma boa descrição, mais cedo pode começar a subir seus rankings e ajudar seus esforços gerais de SEO.

Já que as meta descriptions são uma parte da experiência do usuário geral do seu site, o Google as leva muito a sério quando se fala do seu SEO.

E surpreendentemente, um dos melhores modos com o qual você pode começar a melhorar sua abordagem é simplesmente esquecer de elementos como contagem de caracteres.

Em vez disso, tente ser único e interessante.

Engaje-se com seu visitante em potencial e mostre a ele o que você tem a oferecer.

Se você criar a abordagem certa e implementar palavras-chave sólidas, vai começar a ver mais tráfego orgânico com o tempo.

E se você utilizar elementos de dados estruturados para posicionar estrategicamente sua marca, irá se destacar ainda mais tanto para o Google quanto para os seus usuários.

Com tempo, diligência e muita paciência, vai começar a ver os resultados que realmente quer.

Quais táticas você já utilizou para melhorar sua meta description através dos anos?

Compartilhe