Meta Description: O Que É, Como Criar e Qual Sua Importância

tudo sobre meta description

Se você quer se destacar no Google, precisa se preocupar com a meta description em sua estratégia de conteúdo.

Chegar ao topo do buscador e ser bem-sucedido em seus esforços de SEO pode parecer um assunto complicado.

Por um momento, você acha que o entende perfeitamente e, no outro, tudo mudou.

E quando você considera o fato de que o Google diz que muda seu algoritmo de 500 a 600 vezes por ano, começa a ver o problema.

A única constante no SEO é a mudança.

Isso cria uma busca interminável pelo primeiro lugar no ranking.

Mas felizmente, existem elementos que são improváveis de se tornar completamente irrelevantes, o que significa que você pode focar em fazê-los direito a longo prazo.

Um belo exemplo é a meta description, tema deste artigo.

Desde o começo, as meta descriptions têm sido uma parte essencial da página de resultados dos mecanismos de busca e é improvável que isso mude.

Então, para ajudar você a capitalizar nesse importante aspecto do seu SEO, quero ensinar como escrever meta description que seja convincente e que te ajude a melhorar sua posição no Google.

Mas, antes de começarmos, vamos falar um pouco mais sobre o quão poderosas essas meta descriptions realmente são.

Uma forma eficiente de gerar tráfego para seu site a longo prazo é usando SEO. Se você quer aumentar o tráfego do seu site e atrair mais usuários qualificados e clientes, clique aqui e receba o Guia Completo de SEO.

Guia Completo de SEO

O que é Meta Description?

letras montando a palavra sobre meta description

Meta description é uma rápida descrição sobre o conteúdo das páginas que aparecem nos resultados de busca ou nas redes sociais.

No Google, são aqueles pequenos textos com um resumo do que vamos encontrar se clicarmos no título em azul, localizado logo acima.

desrições de resultados de pesquisas no google

Tecnicamente falando, é uma tag do código HTML de uma página.

Esse recurso, embora não seja um fator de ranqueamento do Google, é disponibilizado pelo buscador para ajudar o leitor a entender mais rapidamente do que se trata aquela página.

Essas descrições podem ser feitas por nós mesmos, quando as cadastramos no site, ou pelo próprio mecanismo de busca, de forma automática – ao optar por selecionar um trecho do seu texto e transformá-lo na sua meta description.

A importância da Meta Description

importancia das meta descriptions

Você deve estar se perguntando: se a meta description não é considerada pelo Google como um critério de ranqueamento para minha página, por que eu deveria me preocupar com ela?

A resposta é simples: a meta description é importante porque você precisa convencer o leitor a entrar na sua página.

Até porque de que adiantaria estar na primeira página do Google se o usuário não se sente convencido a clicar no resultado e visitar seu site?

Se você escreve um bom resumo, como uma espécie de teaser sobre o que o usuário tem a ganhar acessando o seu conteúdo, você está automaticamente influenciando na decisão dele de clicar ali.

Consequentemente, ajudando a atrair mais visitantes para o seu site.

Afinal, a primeira impressão é a que fica.

E você não quer fazer a apresentação do seu conteúdo de qualquer jeito, não é mesmo?

Além disso, quem não dá a devida atenção à meta description corre o risco de atrair um público que não quer nada com o seu site.

Isso, no mínimo, acaba contribuindo para elevar as taxas de rejeição da página – o que, para o Google, é péssimo!

Meta Description no Google

No Google, a meta description vai aparecer em forma de resumo, logo abaixo do título da página.

Caso o seu site esteja disputando os primeiros lugares do buscador, saiba que uma descrição criativa, bem escrita e atrativa pode fazer toda a diferença na hora de destacar sua página das demais.

Mas se, por acaso, o autor da página passar batido pela criação da meta description – o que não é raro – o próprio Google vai selecionar um trecho dentro do seu texto para exibir na área da meta description.

Meta Description no WordPress

Se a ideia é construir a meta description no WordPress, essa opção vai aparecer para que você escreva entre esses caracteres: <>

Veja a estrutura: <meta name=”description” content=”Conteúdo da meta-descrição” />

No caso do exemplo acima, o texto utilizado para a meta description ocuparia o lugar de “Conteúdo da meta-descrição”, destacado em negrito.

Se programação não é exatamente a sua praia, não tem problema.

Atualmente, existem vários plugins que podem te ajudar a adicionar meta descriptions no WordPress da maneira correta.

O Yoast é um deles!

Aproveite e veja meu artigo sobte o tema:

Meta Description nas mídias sociais

Também as redes sociais exibem uma meta description quando compartilham o conteúdo de um site.

No Facebook, por exemplo, a estrutura aparece com uma foto, um título e a breve descrição sobre o assunto abordado logo abaixo.

No caso, a rede social pega a mesma descrição utilizada pelo Google e reproduz.

Da mesma forma como no Google, a meta description nas mídias sociais é o cartão de visitas que vai atrair os internautas para aquele conteúdo.

E justamente por aparecer para o leitor que não necessariamente estava procurando aquele conteúdo, essa pequena descrição se torna ainda mais importante nas redes sociais.

Como redigir uma boa Meta Description?

como escrever uma boa meta description

Como vimos até aqui, criar uma meta description não é nenhum bicho de sete cabeças, concorda?

Talvez o grande desafio seja pensar em um resumo que abranja, ao mesmo tempo, criatividade, objetividade e atratividade em apenas duas linhas.

A boa notícia é que eu posso te ajudar com isso.

Continue lendo para ficar dentro das dicas que preparei para você dar aquele upgrade em suas meta descriptions.

1. Seja único e interessante

Se as suas descrições são mais ou menos, elas não irão ajudar você a conseguir cliques ou subir nos rankings.

E com a experiência do usuário ainda agindo como nosso teste decisivo de qualidade, não conseguir cliques é exatamente o que você não quer.

Então, como você inova e encontra modos de fazer as pessoas clicarem?

Existem certas práticas que você pode implementar em sua escrita que irão te ajudar a ser mais convincente e gerar mais cliques.

Vamos dar uma olhada em algumas delas.

Antes de tudo, existe um consenso de que você deve fazer todo o possível para não ser entediante.

Isso pode parecer pouco importante, mas te garanto que não é.

E em termos da sua escrita, o melhor jeito de não ser um tédio é usar a voz ativa.

uso de voz ativa nas meta description

Como você pode ver no exemplo acima, ele possui uma voz bastante ativa que fornece um empurrãozinho momentâneo ao leitor.

Ele te diz o que você pode esperar, mas sem detalhes desnecessários que possam entediar o leitor ou desviá-lo completamente.

Você também pode notar que o exemplo acima é bastante específico e não contém nada que seja desnecessário.

Isso é especialmente importante se quiser ranquear alto nas SERP.

E, mais importante, deve ter certeza de que a descrição realmente se conecta com o conteúdo da página.

Por exemplo, essa meta description promete que eu posso encontrar diversas maneiras de organizar minha casa ou espaço de trabalho:

resumo do conteudo nas meta description

O que encontro após clicar?

Inúmeras opções que prometem uma vida mais organizada.

site de artigo de dicas de organização

Esse é um dos motivos pelos quais aparece na primeira página do Google para “como organizar minha casa”.

Ela combina bem com minhas necessidades aparentes e confirma a promessa feita na meta description.

Vê como isso ainda remete à qualidade da experiência de usuário do seu site?

Outro modo com o qual você pode utilizar essa abordagem é estender sua promessa com um call to action convincente.

Você pode alcançar isso simplesmente sendo direto com seu leitor.

Ou também pode ainda fornecer uma descrição mais completa, com um call to action no final para convidar seu leitor a ler mais.

Contanto que você converse com sua audiência e não fique só falando de si mesmo, estará seguindo o caminho certo.

Eu gosto de dar prévias do conteúdo verdadeiro da página que acho que irá despertar o interesse de um leitor mais casual.

p´revias do contepudo na meta description

Perceba que essa description não tem nada a ver comigo, minha marca ou com o que vendo.

É apenas uma passagem convincente de um artigo de blog.

Meu objetivo final é mostrar valor e te interessar mais, não necessariamente te fazer comprar algo.

Então, encontre uma maneira de ser único e engajador para sua audiência.

Se você simplesmente fornecer detalhes técnicos ou ir direto à venda, provavelmente, não será muito interessante.

E se você não é interessante, não irá subir nos rankings.

2. Por favor, utilize suas palavras-chave

Você gasta bastante tempo gerando palavras-chave para suas campanhas digitais.

Você as coloca em seus blog posts, landing pages e até em suas páginas de produto.

Então, por qual motivo não iria incluir elas em sua meta description?

Porque seus metadados são a primeira indicação ao Google do conteúdo da sua página.

Não incluir uma palavra-chave na meta description pode ser um erro fatal.

Dê uma olhada em como é incluir uma boa palavra-chave:

yoast meta

Essa é uma busca de topo de ranking por meta description que encontrei enquanto pesquisava para este post.

Como você pode ver, o Google destacou todas as vezes em que as palavras “meta description” aparecem na descrição.

Já que elas foram parte do meu termo de busca, isso fornece um sinal adiantado de que a página pode ser útil em minha busca.

A palavra-chave é usada naturalmente e de modo que educa o leitor sobre o conteúdo da página.

O resultado é bastante claro uma vez que isso estava na primeira página de resultados.

Você ainda pode usar palavras-chave para enfatizar ao Google sobre o fala o seu post.

Um dos jeitos melhores e mais fáceis de fazer isso a partir do seu próprio site é com o Plugin Yoast SEO para WordPress.

plugin yoast SEO

Ao permitir que você defina uma palavra-chave principal para cada página e blog post, essa ferramenta torna o processo de implementação de palavra-chave simples.

O único outro passo que você precisa dar é garantir que você também utilize a palavra-chave naturalmente em sua copy e alt tags da sua página.

Isso ajuda a criar continuidade através do crawling do Google e ranking subsequente da página.

Contanto que você conduza pesquisas de palavra-chave robustas e tente ranquear com palavras-chave que sejam apropriadas para sua marca, adicioná-las em suas meta descriptions simplesmente é o próximo passo lógico.

Se fizer isso apropriadamente, você pode estar um passo à frente de sua concorrência e uma passo mais perto da primeira página.

3. Use mais do que apenas sua copy

Para os iniciantes em metadados, pode ser fácil pensar que o seu título, URL e meta description começam e terminam com a listagem padrão do Google.

Mas não poderia estar mais longe da verdade.

O Google também permite que você implemente dados estruturados que te deixam “embelezar” a sua description na página de resultados do mecanismo de busca.

Para te dar um exemplo, quero mostrar uma versão diferente da página de alto ranking do Yoast do tópico anterior:

yoast meta 2

Quando eu fiz uma pesquisa mais relevante por essa página, ela era diferente.

Os dados ainda são os mesmos, mas agora uma imagem foi incluída na descrição acima do título e URL.

O que mudou? Os dados estruturados.

Qualquer página de alto ranking pode tirar vantagem dessa função única.

Mas a pegadinha é que você precisa começar a usar essa abordagem antes de chegar até a primeira página.

Felizmente, existem diversas maneiras com as quais você pode começar a implementar dados estruturados.

Um dos modos mais populares que você pode ter visto é quando os sites implementam avaliações em suas meta description.

São as famosas estrelinhas, que indicam uma espécie de nota ao conteúdo.

classificação de pesquisa no google

Isso fornece um sinal imediato ao seu leitor de que ele pode encontrar algo de valor no site.

Já que prova social é um modo tão poderoso de vender e fazer sua marca crescer.

Esse é um hack razoavelmente simples, que permite que você comece a capitalizar com comportamento de usuário facilmente.

Outra ideia boa é utilizar dados estruturados em seu site de marca como um todo, fazendo uso do seu logo e de informações da empresa:

informações da empresanas meta description

Isso aumenta a chance de que alguém buscando por sua marca realmente irá te encontrar e receber informações úteis sem precisar clicar nas páginas dos primeiros resultados.

Já que isso aparece na barra lateral da página de resultados, você também consegue um acordo de “dois por um” com esse tipo de dados estruturados.

Um usuário pode encontrar sua marca, ver qual é sua URL e, então, filtrar seus resultados para que veja apenas as páginas que você tem a oferecer.

Isso ajuda seu SEO, uma vez que o Google vê essas ações como um sinal positivo com relação à sua marca a longo prazo.

E se você acha que será difícil de ranquear com essa tática, vai ficar surpreso de saber que 57% das empresas grandes não possuem dados estruturados em seus sites.

O que significa que você tem a oportunidade de sair na frente da sua concorrência e incrementar seu SEO mais ainda.

O modo mais fácil de começar é usando plugins como o Schema para aprender o básico.

schema apps

Isso vai permitir que você edite, teste e melhore os dados estruturados em seu site sem se preocupar em mexer no seu código.

Com um pouco de otimização simples, você pode estar no caminho para chegar até a primeira página em sua indústria conforme sua marca cresce.

4. Atenção ao limite de 153 caracteres

Você pode escrever o quanto quiser na sua meta description.

Mas na hora de exibir o conteúdo no buscador, o Google provavelmente vai cortar sua descrição antes mesmo que você chegue nos 160 caracteres.

Por isso, para garantir que o seu texto não vai partir no meio e prejudicar a compreensão do usuário, o ideal é que o resumo tenha até 153 caracteres.

5. Insira a palavras-chave

Tudo bem, você já entendeu que as meta description não vão influenciar no ranqueamento da sua página – pelo menos, não diretamente.

Mas não é exatamente por isso que você deve usar as palavras-chave no seu resumo.

Primeiro, você deve usá-las porque elas aparecerão em negrito na sua meta description, dando ênfase à parte mais importante do seu conteúdo.

Na imagem abaixo, a busca foi por “ferramentas de gestão”:

resultados para a pesquisa ferramentas de gestão no google

Assim, o usuário pode entender logo de cara que sua página tem tudo a ver com o que ele está procurando.

Segundo, porque ajudam o próprio Google a entender a relação da descrição com o conteúdo da sua página, podendo priorizar a sua meta description ao invés de selecionar um trecho aleatório por conta própria.

6. Use calls to action

Dependendo do objetivo do seu post, um call to action pode ajudar a dar aquele empurrãozinho final na hora de convencer o leitor a acessar a página.

Chamadas como “clique para saber mais”, “aprenda mais aqui”, “compre agora” ou “somente hoje” são comuns e costumam ser bastante efetivas para orientar o usuário a fazer uma ação.

7. Teste

Depois de fazer sua meta description, procure não se acomodar. Teste outras variações do texto e veja qual deles atraem mais cliques.

Recursos como os snippets podem ainda ajudar a complementar sua descrição, acrescentando avaliações, preços, entre outras possibilidades.

Para descobrir quais versões fizeram mais sucesso entre os usuários, conte com o Google Search Console, uma das ferramentas do buscador para otimização de sites.

Conclusão

As meta descriptions não irão embora em um futuro próximo.

Quanto mais cedo você aprender a criar uma boa descrição, mais cedo pode começar a subir seus rankings e ajudar seus esforços gerais de SEO.

Já que as meta descriptions são uma parte da experiência do usuário geral do seu site, o Google as leva muito a sério quando se fala do seu SEO.

E, surpreendentemente, um dos melhores modos com o qual você pode começar a qualificar a sua abordagem é simplesmente esquecer de elementos como contagem de caracteres.

Em vez disso, tente ser único e interessante.

Engaje-se com seu visitante em potencial e mostre a ele o que você tem a oferecer.

Se você criar a abordagem certa e implementar palavras-chave sólidas, vai começar a ver mais tráfego orgânico com o tempo.

E se você utilizar elementos de dados estruturados para posicionar estrategicamente sua marca, irá se destacar ainda mais tanto para o Google quanto para os seus usuários.

Com tempo, diligência e muita paciência, vai começar a ver os resultados que realmente quer.

Então, aproveite para me contar: quais táticas você já utilizou para melhorar sua meta description através dos anos?

Guia Completo de SEO

Compartilhe