Como Criar Um Site Profissional Em 2019: 9 Passos Essenciais

homem concentrado ao trabalhar no computador

Anda se perguntando sobre como criar um site sem gastar muito?

Então, vale a pena saber que já se foi o tempo em que dominar essa tarefa era coisa de programador.

Com o avanço da tecnologia, hoje é possível criar um site sozinho, sem que seja preciso contratar um desenvolvedor.

Você só precisa ter noções básicas de informática e, claro, muita vontade de aprender.

Bem mais econômico, não é mesmo?

Neste artigo, vou explicar como criar um site em apenas 1 dia.

Também vou dar algumas dicas extras para dar aquele upgrade na sua sua presença online e mostrar a importância de se ter um site, com base no que dizem as pesquisas.

Vamos começar?

Antes de tudo, por que é importante ter um site?

página web em diversos dispositivos em cima de mesa de escritório

Neste exato momento, existem:

  • Mais de 1,6 bilhões de websites criados em todo o mundo
  • Mais de 4,2 bilhões usuários na internet
  • E mais de 74.374 buscas no Google em apenas um segundo.

Os dados do Internet Live Stats, mostram que estar na rede não é mais questão de escolha, mas uma real necessidade para toda e qualquer marca.

Só no Brasil, 64,7% da população está online, segundo o IBGE.

Isso representa um total de 116 milhões de pessoas com perfis, sonhos e necessidades diferentes.

E, claro, buscando soluções, produtos e serviços para resolver os seus problemas.

Percebendo esse cenário, mais da metade das empresas brasileiras (55%) possuem website.

É o que mostra a mais recente pesquisa do Cetic, órgão responsável pelo estudo de indicadores do uso da internet no Brasil.

Mas muito se engana quem pensa que apenas elas se favorecem da estratégia.

Profissionais autônomos, liberais e freelancers também podem ter no site uma forma de atrair clientes, serem encontrados pelo público e construírem uma reputação positiva.

Então, você se considera pronto para desbravar o mar de oportunidades escondidas dentro dos números que apresentei?

Ter um site hoje é o primeiro passo para conquistar a sua própria audiência.

Isso sem falar que colocar uma marca na internet ajuda a torná-la mais facilmente encontrada por possíveis clientes.

É o primeiro passo para influenciar o comportamento deles.

De acordo com pesquisa do Instituto QualiBest, sites são a quarta fonte de informações para a tomada de decisão na compra de um produto.

Em primeiro, estão amigos e parentes. Em segundo, influenciadores. Depois, em terceiro, já aparecem os sites de reviews e os blogs.

O 9 passos para criar um site em 1 dia

página web em computador tablet e smartphones

Agora, sem mais delongas, vamos para a parte prática e aprender como criar um site.

Aqui está o passo a passo para fazer isso do zero e em apenas 1 dia, sem que você precise ser um especialista ou recorrer a um.

Mãos à obra!

1. Defina o objetivo do seu site

mão masculina com projeções de páginas web

Para começar, você precisa ter em mente qual será a ideia do seu site.

Ou seja, por que você pensa em criar um site?

Tem vontade abrir um negócio virtual e ganhar dinheiro na internet?

O espaço integra as ações de um plano de marketing pessoal?

Ou você já tem uma empresa, mas ainda sem presença na internet?

Entenda que o primeiro passo é definir qual será o propósito do site e o que motiva esse seu projeto.

Veja só alguns tipos de sites que você pode escolher trabalhar:

Loja virtual

mini cesta de compras acima de tablet e laptop

Também conhecida como e-commerce, são os sites mais visitados hoje em dia atrás apenas das redes sociais.

A principal vantagem da loja virtual é que você não precisa ter um espaço físico. Com isso, os custos são bem menores.

E, com a possibilidade de dropshipping, não é preciso nem enviar os produtos para o estoque do revendedor. Eles podem ser comercializados diretamente do estoque do fornecedor.

Blog

mulher sorridente mexendo em laptop sentada em puff

Blogs são páginas online de conteúdo, atualizadas com frequência e que oferecem diversas possibilidades.

Podem se adaptar a qualquer necessidade e, inclusive, ser adicionadas a um site institucional, loja virtual ou portal.

De modo geral, blogs são destinados a um público-alvo específico e se tornam poderosas ferramentas de marketing digital.

Eles atraem potenciais clientes pelo conteúdo e não pelo anúncio.

Exatamente por isso, pode abordar diversos temas.

Alguns exemplos são blogs de viagem, de receitas e de marcas.

Institucional

página mobile do site Gatech

Mais usado pelas empresas, o site institucional tem, basicamente, páginas com informações sobre o negócio, produtos, serviços e formulário de contato.

Funciona como um cartão de visitas online.

É ideal para quem quer marcar presença na internet, ser visto e lembrado, mesmo que não tenha muito o que falar.

Portal

mão acessando site de notícias em tablet

O portal cumpre função de agregar conteúdo e se mostra muito mais abrangente e também heterogêneo.

É focado no interesse do público para que voltem a visitá-lo mais vezes.

Pode oferecer, ainda, diretórios para outros sites, notícias e previsão do tempo, por exemplo.

É indicado para quem quer vender informação.

Um bom exemplo é o site G1, que nada mais é do que um portal de notícias.

2. Escolha um nome de domínio

ilustração em tela de computador sobre templete de site

Escolher o nome de domínio é como definir o nome de uma empresa. Ou seja, requer atenção e não pode ser feito de qualquer forma.

Pense em ideias atraentes, fáceis de entender, curtos e marcantes. Afinal, estamos falando sobre a sua identidade na internet.

Para escolher a melhor opção, tente fazer o exercício de se colocar no lugar do seu cliente em potencial.

Precisa ser fácil para que ele leia e compreenda sobre o que se trata. Então, evite hífens e números.

Outra boa dica é pensar em uma palavra-chave relacionada ao seu negócio e área de atuação.

Afinal, quando o público pesquisar por ela no Google, a presença do termo no domínio qualifica o site a aparecer nas primeiras posições.

3. Verifique a disponibilidade do domínio

homem executivo acessando barra de navegador com http

Junto à escolha do melhor nome, é preciso pesquisar os domínios disponíveis para só então finalizar a compra do seu registro.

Esse é um passo importante, pois você pode se frustrar ao perceber que aquela ideia atraente de domínio já está registrada.

Recomendo que faça a busca nos dois sites a seguir, porque são fáceis de usar, rápidos e seguros:

Registro.br

página inicial do site Registro.br

É o órgão responsável por gerenciar os domínios brasileiros.

Ao acessá-lo, digite o nome do domínio desejado sem dar espaço e clique em “Pesquisar”.

Conforme o resultado, você vai ter certeza que não está sendo usado por outra pessoa.

Em seguida, é só clicar em “Registrar”, preencher as informações solicitadas e seguir com a compra do domínio.

Namecheap

cabeçalho da página inicial do site Namecheap

Diferente do Registro.br, o Namecheap é todo em inglês. Então, o pagamento também é em moeda estrangeira – no caso, o dólar.

Para pesquisar se o nome de domínio que escolheu ainda está disponível, insira ele no campo de busca e clique na lupa. Depois, é só se registrar e fazer o pagamento.

Apesar de ser gringo, a vantagem desse site é que tem planos baratos e oferece preços promocionais para que configure também seu WordPress.

4. Contrate um serviço de hospedagem

ilustração de computador redes de conexão e engrenagens

Agora que você já registrou e garantiu o seu domínio para que ninguém mais o use, é hora de contratar a hospedagem.

Esse é um serviço responsável por colocar seu site no ar e manter ele funcionando.

É nele que ficam todas os arquivos, imagens e páginas do seu site para que as pessoas possam acessá-lo.

Como existem diferentes tipos de hospedagem de sites na internet, a melhor escolha vai depender do tamanho do seu site.

Mas, em geral, existem três alternativas para isso.

Vamos a elas:

Hospedagem compartilhada

ilustração de nuvem e compartilhamento de arquivos por dispositivos

Tem um preço mais acessível, mas a desvantagem é que o desempenho é reduzido.

Isso acontece porque, ao contratar esse serviço, você vai dividir o espaço disponível do servidor com outros sites.

Hospedagem cloud

ilustrações e símbolos de nuvem e web acima de tablet

Usando o conceito de conexão em nuvem, com a hospedagem cloud, o seu site não precisa ficar em uma máquina física.

Ele vai estar hospedado em uma rede de máquinas que compartilham recursos entre si, mas de modo isolado e dedicado para ele.

As principais vantagens é que o site fica livre de falhas de hardware e, para contratar recursos adicionais, é bem mais simples.

Hospedagem VPS

teclado de computador com telca VPS

VPS significa Virtual Private Server, ou Servidor Virtual Privado.

Funciona com o compartilhamento de um servidor entre vários sites.

Mas cada servidor privado fica separado, evitando problemas de desempenho.

5. Escolha um bom construtor de sites

homem deitado em cama acessando no laptop site wordpress

O próximo passo, agora, é colocar as mãos na massa e começar a construir seu site.

É nessa hora que o trabalho começa a ganhar forma de verdade.

Para escolher o melhor construtor de sites, prefira opções mais intuitivas e que dispensem conhecimentos de HTML.

Como você está dando os primeiros passos sobre como construir um site, recomendo dois deles: Wix ou WordPress.

Mas qual escolher?

Wix ou WordPress

templates padrão de sites

As duas plataformas são, na verdade, sistemas de gerenciamento de conteúdo.

Muito indicados para blogs e sites que publicam artigos, são bem diferentes entre si.

Enquanto Wix é um dos criadores de site mais fáceis do mundo, o WordPress é conhecido por suas extensões e plugins.

Posso dizer que o primeiro é mais indicado para iniciantes, que não possuem conhecimento técnico.

Já o segundo, por ser um software completo, é um pouco mais complexo – e também completo.

Você prefere uma plataforma que permita a criação de designs personalizados? Então, a Wix é a melhor escolha.

Já se está disposto a encarar breves edições no código HTML e CSS, o WordPress é a solução ideal.

6. Defina o template para usar

páginas web

Antes de avançar para a escolha do template do seu site, posso ser sincero com você?

Templates estáticos não estão com nada.

O ideal é que escolha um template responsivo: aquele que se adapta à tela do navegador.

Já experimentou abrir algum site no celular e ele ficou difícil de ler ou com problemas de configuração? Então, esse é o motivo para evitar template estático.

O template responsivo se adapta à tela maior ou menor, seja qual for. Prefira ele e você sai ganhando.

Agora, voltando ao WordPress e Wix, outra vantagem de trabalhar com um deles é que já vem com templates.

Basta escolher aquele que melhor atende ao que busca.

Templates para WordPress

O WordPress oferece milhares de opções de templates, entre pagos ou gratuitos.

Tudo depende das suas necessidades e preferências em relação à aparência do site.

Clique e confira o diretório de templates disponíveis na plataforma.

Templates para Wix

lupa em logo do site Wix em página inicial para desktop

Também com uma grande variedade de templates disponíveis, a Wix permite a criação de um site com bastante flexibilidade.

Cada template pode ser editado para ganhar a cara da sua marca.

O único ponto contra é que eles não são 100% responsivos.

7. Adicione as artes

ilustrações coloridas sobre artes

Para complementar o template escolhido, é a vez de encontrar imagens e vídeos para o seu site. Em seguida, começar a publicar textos.

Imagens e vídeos

As imagens precisam ser de qualidade e condizentes com o estilo do seu site.

É importante adotar um estilo único para que o site seja padronizado visualmente, fazendo uso da mesma paleta de cores.

Não tem dinheiro para comprar imagens realmente boas?

Não se preocupe: existem bancos de imagens gratuitos e que não perdem em nada para os pagos.

Aqui vão algumas opções para você conhecer e escolher;

Textos

mulher assinalando algo na tela do computador com uma caneta

Para começar a escrever, crie primeiro as páginas que o seu site precisa ter.

Agora, se quiser começar a criar conteúdos de qualidade para o seu blog, aqui vão algumas dicas:

  • Defina uma palavra-chave relevante para qualificar a sua estratégia de SEO (Search Engine Optimization), voltada à otimização para mecanismos de busca
  • Explore um título atraente
  • Escreva frases sem se prolongar muito e faça parágrafos curtos para melhorar a experiência do leitor
  • Use tópicos e listas para ressaltar pontos importantes e tornar a leitura mais agradável
  • Revise o seu conteúdo e, só depois, publique.

8. Adicione os plugins essenciais

ilustrações de homens com plug ins

Agora que você já sabe como criar um site, só falta descobrir os plugins que podem ajudar a tornar suas páginas ainda melhores.

Entre uma grande variedade de plugins disponíveis no mercado, considero o uso de dois deles como essencial:

Google Analytics

laptops em escritório com análises de gráficos

De nada adianta se dedicar para criar um site incrível visualmente se você não sabe quais resultados gera com ele.

Então, ao usar o Google Analytics, você sabe se está recebendo tráfego, como as pessoas chegam até seu site, quantas e quais páginas são visitadas e como o usuário se comporta em cada uma delas, entre outros dados.

Todas essas informações são exibidas em um painel de controle, com tabelas e gráficos, de forma bastante fácil intuitiva.

Assim, você pode melhorar ainda mais o que já tem em mãos e até encontrar oportunidades para gerar negócios.

Facebook Pixel

Assim como o Google Analytics funciona para mensurar o desempenho de blogs e sites, o Facebook Pixel atua na mais famosa rede social.

É uma ferramenta analítica para que possa medir o sucesso de uma campanha patrocinada.

Para isso, basta inserir um código em cada página de seu site.

9. Lance o seu site

ilustração de laptop e ícones relacionados à web

Para lançar o seu site, só falta uma auditoria de SEO e usabilidade.

Feito isso, é hora de decolar!

Para garantir que tudo funcione corretamente, faça todos os testes necessários em diferentes dispositivos e navegadores.

Assim, pode corrigir possíveis falhas antes mesmo que sejam percebidas.

Eu tenho uma ferramenta de SEO gratuita que pode ajudar você nessa missão.

Depois, para atrair tráfego qualificado, a dica é iniciar uma estratégia de marketing de conteúdo.

Assim, você consegue entregar valor aos visitantes sem parecer tão comercial.

De quebra, pavimenta o caminho para criar relacionamento, construir autoridade e aumentar a sua visibilidade.

Dicas de SEO para criar um site

letras coloridas formando SEO com flechas e lupa azul

Sabia que 75% dos usuários nunca clicam em resultados que aparecem após a primeira página de resultados de pesquisa? É o que diz uma pesquisa da imFORZA.

Então, é prudente trabalhar para garantir que o seu site seja bem posicionado no buscador e se mantenha entre as primeiras páginas do Google.

Aqui vão as recomendações de boas práticas para isso:

Mobile friendly desde o início

grupo de amigos sorridentes em café acompanhando algo em tela de smartphone

De acordo com uma pesquisa da Tyton Media, 40% dos visitantes de um site vão para outro se o primeiro não for mobile friendly.

Isso quer dizer amigável para dispositivos móveis.

Ou seja, aquele site que se adapta a qualquer tela sem perder a qualidade.

Otimizar o tamanho dos arquivos de imagem

ilustração de smartphone e computador com símbolo de dimensão

Como a velocidade de carregamento influencia na experiência do usuário e pode prejudicar a classificação em sites de busca, é preciso otimizar o tamanho dos arquivos.

Isso porque o usuário sempre vai preferir o mais rápido.

Dica: procure usar imagens em formato PNG, que suporta transparência, tem compressão sem perdas e pesa pouco para o carregamento.

Google Search Console é fundamental

tela de instalação do aplicativo mobile Google Go

Quer conseguir mais tráfego para o seu site?

Use uma ferramenta gratuita chamada Google Search Console, que é praticamente um dos mais preciosos tesouros do Google.

Funciona como uma central sobre tudo o que se relaciona com seu site, permitindo ajustar dados estruturados e até problemas com spam.

Sempre use um Protocolo HTTPS

ilustração de protocolo HTTPS

Ter um protocolo HTTPS traz mais segurança para o seu site.

A sigla significa Hyper Text Transfer Protocol Secure.

Serve para criptografar sessões com certificado digital.

Em outras palavras, protege a navegação na internet ao trocar informações com o servidor.

Se não há um protocolo HTTPS indicando segurança, o site perde em ranqueamento no Google e também dá um motivo a mais para o usuário rejeitá-lo.

Conclusão

Viu como criar um site não é tão difícil quanto parece ou dizem por aí?

Então, agora, não existem mais motivos para você deixar de marcar presença no meio digital.

Espero que as dicas compartilhadas ao longo deste artigo tenham sido úteis para você.

Mesmo que montar um site sozinho não dê aquele aspecto profissional que deseja, essa é uma boa forma de começar a tirar proveito de todas as oportunidades da internet.

Com o tempo, você pode fazer outros ajustes para personalizá-lo. E os resultados certamente virão.

Então, diga aí: com qual objetivo você pretende criar um site? Deixe um comentário!

Compartilhe