Psicologia das Cores: Estudo e Significado das Cores no Marketing

cores

 Você quer aumentar sua taxa de conversão utilizando uma técnica psicológica poderosa e que as marcas de sucesso do mercado utilizam?

A Psicologia das Cores é um estudo que aponta a maneira como nosso cérebro se comporta diante de informações captadas visualmente. Pode parecer algo simples de se conhecer, mas a verdade é que a técnica é bem mais complexa do que o conceito sugere.

As cores utilizadas nos anúncios geram emoções, impactando a pessoa que as recebe de maneira positiva ou negativa.

A maneira como tais informações são recebidas e compreendidas pelo cérebro pode variar de pessoa para pessoa e, desta maneira, a Psicologia das Cores não pode ser definida como uma técnica exata e precisa para o marketing.

Porém, as grandes marcas do mercado têm mostrado que essa pode ser sim uma técnica importante, afinal, cada detalhe implícito no anúncio vai ser percebido pelo cérebro de cada pessoa que o visualiza, não é verdade?!

E se é possível interferir positivamente no poder de decisão do consumidor com informações visuais e frases contidas no anúncio, por que não utilizar as cores também?

Hoje você vai compreender como as cores podem influenciar o consumidor e de que maneira você deverá usá-las em suas campanhas para obter sucesso, gerando, inclusive, bem-estar para quem se deparar com seus anúncios.

Boa leitura!

O que significa Psicologia das Cores

Psicologia das cores conceito

Se uma boa cor vende, a cor certa vende melhor“.

Este é um conceito do neuromarketing. Empresas, empresários e marcas famosas estão sempre buscando melhorar seu conhecimento sobre as cores para um aumento no número de leads e conversões.

O fato é que o marketing precisa ser persuasivo. E, quando se pensa em persuasão, trabalhar a emoção pode trazer resultados significativos. E nada, nem mesmo palavras-chave ou imagens, mexe mais com as emoções do que as cores.

Sim, eu sei que cada pessoa tem um gosto próprio para as cores. Até mesmo irmãos gêmeos xifópagos podem ter opiniões que divergem quando precisam escolher as cores da camiseta que vão usar no final de semana.

O que quero dizer é que as cores influenciam a todos. Sejam desenvolvedores de software, sejam designers desenvolvendo a capa de um livro ou até mesmo trabalhando o novo logotipo da marca: cores podem alterar o humor e influenciar decisões. E eu te afirmo isso, com toda a certeza.

Vamos continuar a leitura e entender de onde vem toda essa minha certeza.

Psicologia das cores significados

O que eu vejo é um número considerável de pessoas que não compreendem exatamente a importância das cores no seu negócio e o quanto elas podem impactar os resultados de maneira positiva ou negativa.

Pensando nisso, resolvi fazer este artigo para explicar, com bastante detalhes e informações, para que você saia daqui sabendo exatamente do que se trata esse assunto. Vale lembrar que a intenção aqui não é a de utilizar a técnica para enganar ou manipular os clientes.

Quero que você entenda que apostar nas cores certas pode lhe dar uma boa vantagem sobre os concorrentes, fazendo com que sua ideia seja transmitida de forma eficaz, atendendo às necessidades do seu público e fazendo  crescer sua marca.

Entender a Psicologia das Cores é importante para que sua marca consiga aumentar o número de conversões.

Psicologia das Cores vai te permitir prever como seus clientes respondem as suas mensagens de marketing com base na cor da sua mensagem e de seus botões de conversão – bem como os links.

Entender a psicologia dos clientes é fundamental para o sucesso dos negócios.

Psicologia das cores e comportamento

Veja bem.

As cores sempre fizeram parte de nossas vidas. Pense na época em que você estava na pré-escola. Todo o trabalho da professora, nos primeiros passos da vida acadêmica, gira em torno das cores.

Até mesmo na pré-história, mensagens eram transmitidas nas paredes e as poucas cores, porém específicas, podiam designar a ação retratada.

Na Bíblia existe uma passagem que conta que Noé, após sair da arca, fez uma oferenda a Deus como agradecimento pela sobrevivência de todos que estavam na arca. Deus, como resposta, prometeu nunca mais causar um dilúvio.

Para garantir que manteria sua palavra, toda vez que uma chuva se fizesse necessária, em seguida ele enviaria o sol para secar as águas e a visão seria a de muitas cores: um arco-íris.

O arco-íris resulta da reflexão, refração e dispersão da luz nas gotas d’água, tornando possível um espectro de luzes coloridas no céu.

 

A psicologia, por sua vez, estuda a mente humana.

Mesmo no marketing digital, a psicologia nos ajuda a prever como o anúncio será recebido, visto que existem análises sobre o comportamento das pessoas diante destes anúncios.

Independente do produto que esteja oferecendo para o seu público, é fundamental entender de que maneira ele está recebendo os anúncios que você está disponibilizando.

Um exemplo, que eu poderia te dar aqui, é o de que a psicologia nos mostra que anúncios que contam com imagens de pessoas (cujo humor corresponde à ideia que a mensagem está transmitindo. Exemplo: sorrindo), fazem mais sucesso do que anúncios que não contam com este detalhe.

Olha esse anúncio da Clínica Vamos Sorrir.

Psicologia das cores sorriso

São mulheres bonitas e jovens em uma praia, e estão sorrindo.

O anúncio passa exatamente o que a empresa oferece: um tratamento dentário que vai proporcionar maior autoconfiança, gerando momentos de maior alegria e, consequentemente, mais sorrisos.

Esse é conceito das cores. Colocar cores que influenciem positivamente o público, ativando setores do cérebro que façam com que ele entenda a mensagem que está sendo transmitida e, assim, decida pela aquisição do produto para resolver sua necessidade.

Olha este exemplo. É o site do Meu Educador Financeiro que oferece suporte para a Educação Financeira.

Psicologia das cores exemplo

O site não foi projetado dessa maneira por acaso. Certamente, existe toda uma psicologia de cores trabalhada pelos profissionais por trás da construção da página, misturando as cores perfeitas para mostrar seus produtos.

Vamos imaginar uma vendedora de maquiagem. A Landing Page precisa informar ao usuário que a marca oferece a solução para aquilo que ele busca.

Seguramente, as clientes não querem ver pessoas descabeladas e mal arrumadas estampando a campanha. Elas buscam pessoas vibrantes, felizes e saudáveis. Elas querem se ver dessa forma nas campanhas.

A marca precisa transmitir a sensação de que o produto proporcionou isso tudo.

Olha a página da Mary Kay do Brasil, por exemplo:

Psicologia das cores MK

Esta é uma marca conhecida por trabalhar sempre com a cor rosa, que é uma cor que transmite o amor próprio e o amor pelas outras pessoas – justamente o que a marca quer passar para seu público.

A cor rosa também transmite o entusiasmo, amizade, harmonia, carinho e paz interior – tudo o que a marca anuncia para recrutar suas profissionais.

Por fim, é claro, as mulheres reagem muito bem ao rosa.

Equívocos sobre a psicologia das cores

Infelizmente alguns mitos começaram a surgir sobre o impacto da Psicologia das Cores no branding e no marketing.

Existem artigos que você pode encontrar na internet que afirmam que determinada cor pode trazer um número muito maior de conversões do que outra. Isso não é verdade.

As cores impactam as pessoas de forma diferente e, no caso do marketing, elas precisam ser testadas para saber qual delas trouxe uma resposta mais positiva e uma elevação da taxa de conversão.

Vou te dar dois exemplos para que você possa tirar suas próprias conclusões. A primeira imagem é do site FoodTruckr.com, fundado por Pat Flynn, voltado a ensinar as pessoas como começar o próprio negócio com os queridinhos da atualidade, os Food Trucks. O site possui uma grande mistura de cores.

Psicologia das cores ft

As cores que chamam a atenção na página, não por coincidência do destino, são o verde, do alface, e o vermelho, do tomate. Isso sem mencionar as cores da cebola.

O botão de ação (CTA ou ” Call-to-Action“) tem um fundo verde e letras brancas. Será que isso significa que esta é a melhor cor para a página de destino? Claro que não. Antes de afirmar qualquer coisa é preciso fazer testes, integrar com outras cores, por exemplo, para então saber como foi a reação das pessoas diante destas cores.

Ação essa que será observada no aumento ou na diminuição da taxa de conversão.

Para contrastar com essa ideia, vou te mostrar a página do site da Foodtruckempire.com. Outro site tão popular quanto o primeiro, pertencente ao mesmo nicho, mas que não trabalha em sua paleta de cores os alimentos, e nem tem uma imagem sólida de fundo, como o primeiro exemplo.

Psicologia das cores ft2

E então, qual delas você achou que chama mais a atenção?

Três detalhes bem conhecidos no marketing são:

1 – Cores no anúncio chamam muito mais atenção.

2 – Utilizar gráficos aumenta o número de visualizações.

3 – Escolher uma cor diferente de todo o site para o CTA chama a atenção para a ação, aumentando as chances de conversão.

Existe cor certa para o meu site ou blog?

A cor do seu site ou blog vai depender muito da ideia que sua marca quer passar e qual o produto que ela está oferecendo ao público.

A melhor coisa a se fazer é descobrir o significado de cada cor para “casar” a informação com o que você está querendo transmitir para o seu público, sempre, claro, mantendo o bom senso para as escolhas e a coerência com o serviço anunciado.

A paleta de cores utilizada em seu site ou blog vai dizer muito sobre sua marca, então continua aqui no artigo que logo mais vou te dizer qual o significado de cada cor.

O que é branding?

Psicologia das cores branding

Branding é o nome que se dá à prática de criar um nome original, exclusivo, dando à marca uma identidade, uma imagem, ou seja, é quando a marca consegue fazer com que o cliente entenda a mensagem de marketing como o próprio negócio.

Claro que influenciar a decisão do cliente depende de diversos detalhes, mas as cores são um dos principais componentes da sua marca pessoal.

De acordo com um estudo realizado por Satyendra Singh, com a Universidade de Winnepeg, 90% das decisões instantâneas relacionadas às compras são tomadas por influência das cores. Então, está mais do que na hora de levar a sério a Psicologia das Cores, não acha?!

Sua marca pessoal não vai depender exclusivamente das cores e imagens presentes nela, mas também da sua visão, valores e missão. As cores são um complemento muito importante, mas não a ideia central da sua mensagem. Elas devem apenas alinhar visual e valores.

Um exemplo de empresa que trabalha com esse conceito é a Zappo’s, um e-commerce de fama mundial e que se apresenta como uma família aos seus consumidores. A ideia certamente deu muito certo, visto o quanto a marca conseguiu atingir.

Psicologia das cores zappos

Mas é bem verdade que as cores influenciam muito a decisão final do consumidor e, por esse motivo, as marcas trabalham dia e noite, testando a melhor forma de transmitir sua mensagem ao público, com as cores certas para a divulgação da ideia.

Psicologia das cores marcas

 

A importância da Psicologia das Cores no Branding

A cor pode ser usada para passar diversas ideias da marca e valores, bem como para vender o produto. Afinal, o objetivo é justamente este.

A Coca-Cola, por exemplo, quando completou seus 125 anos, utilizou seu vermelho tradicional para estampar a campanha.

Psicologia das cores coca cola

Certamente qualquer pessoa que olhou para a campanha de comemoração não teve dúvida alguma de qual marca era a anunciante, mesmo que o anúncio não estampasse o nome da empresa.

Nesta seção, vamos explorar alguns dos benefício das cores na construção do branding.

Agora que já ficou claro que o branding fala dos valores e das ideias da marca, é hora de saber como as cores podem impactar o branding do seu negócio.

Assim como os valores, a personalidade da marca é de extrema importância. Manter um esquema de cores que transmitam sua mensagem será perfeitamente possível quando você entender como as cores interferem no estado emocional de cada um.

Psicologia das cores personalidade

Trabalhar cuidadosamente com a Psicologia das Cores gera alguns benefícios, tais como:

Clareza de propósito

Você precisa ter claro em sua mente o que é o branding e, assim, a voz da sua marca será mais forte, ainda mais se prestar a devida atenção às cores.

Por mais que seu produto seja excelente – e até melhor que muitos que existem no mercado -, sua marca vai ficar perdida em meio aos concorrentes se você não encontrar a forma certa de falar, ou seja, se você não despertar a atenção do seu público. Entendê-lo é fundamental para o sucesso da sua marca.

Um exemplo de marca que as cores falam por si só, temos o McDonald’s. Seus arcos dourados no fundo vermelho são reconhecidos no mundo todo. Na imagem, você vai notar que as cores trabalhadas pelo site fogem do vermelho e dourado, para dar destaque ao logotipo na página.

Outro detalhe, são os lanches em um fundo branco, com cores bem chamativas. Não tem como entrar na página deles e não prestar atenção nos lanches.

Psicologia das cores mcdonalds

Primeiras impressões

Você vai ter apenas uma chance para transmitir a  primeira impressão.

A maneira como você vai trabalhar as cores em seu site ou blog pode fazer com que a pessoa que o visita pela primeira vez se sinta atraída e, consequentemente, se tornem clientes fiéis.

As primeiras impressões que a pessoa têm da sua marca contam muito, e raramente são esquecidas.

Psicologia das cores primeiras impressões

Um exemplo de um blogueiro influente e que cria uma excelente primeira impressão é o Michael Hyatt. Seu logotipo e seu Call-to-action são da mesma cor, azul ciano, e o formulário neutro na cor branca.

Psicologia das cores MH

Cerca de 38% das pessoas saem de uma página se não acharem o layout atrativo. Dessa maneira, utilizando uma paleta de cores que chame a atenção de forma positiva, você poderá aumentar o número de cadastros de e-mails, inspirar os clientes e ainda conseguir uma propaganda boca a boca.

Em seu livro “A Psicologia das Cores”, Eva Heller fala das inúmeras maneiras que as cores nos afetam. Ela afirma que:

“Cores e sentimentos não se combinam ao acaso, nem são uma questão de gosto individual – são vivências comuns que, desde a infância, foram ficando profundamente enraizadas em nossa linguagem e em nosso pensamento.”

Psicologia das cores emoções

Ainda assim, não existe maneira de afirmar que determinada cor gera um aumento nas taxas de conversões. Elas podem levar as pessoas a responderem positivamente ou simplesmente ignorar sua marca. Tudo depende da maneira como você vai trabalhar com elas.

Agora, o que eu posso afirmar para você, é que as cores tem o poder de te dar mais energia durante o dia, fazendo com que a sua produtividade aumente. Dessa maneira, use cores convidativas para decorar seu escritório ou local de trabalho.

Isso não só vai melhorar sua produtividade, bem como também vai te proporcionar chegar ao final do expediente com mais energia e disposição.

Psicologia das cores escritório

Quanto às cores do site ou blog, é bem difícil conseguir um feedback seguro, pois as pessoas não prestam atenção às combinações, às cores da marca e quaisquer outros elementos do site que possam estar influenciando sua navegação.

Entretanto, algumas conclusões gerais podem ser tiradas da Psicologia das Cores.

Na maioria dos casos, verde sugere riqueza, enquanto o azul estimula a confiança. E é exatamente por isso que você vê tantos cabeçalhos e CTA’s azuis nos sites de profissionais que necessitem da confiança de seu cliente (advogados, por exemplo).

Significado-das-cores

O segredo aqui é a persuasão, que é a arte de influenciar na atitude das pessoas, levando as mesmas a consumir seu produto.

Vale lembrar aqui que persuasão é diferente de manipulação. Uma coisa é você influenciar o cliente a olhar pra sua marca, outra, totalmente diferente, é usar de má fé para um objetivo final, agindo de maneira agressiva e enganosa.

Vale o bom senso na hora de equilibrar a sua abordagem. No primeiro passo, gere valor para então incentivar seu público-alvo a tomar algumas decisões.

Resumindo, para obter um aumento na sua taxa de conversão, você pode utilizar a Psicologia das Cores e equilibrar com outros elementos, como o texto, design, velocidade, navegação, oferta, call-to-action e alguns outros detalhes que podem otimizar a experiência dos usuários em sua Landing Page.

Agora vamos saber um pouco mais sobre como cada setor é impactado pelas cores.

As cores no marketing

Mesmo com todos estes estudos mostrando a importância de pensar na Psicologia das Cores, muitas empresas acabam deixando-a na lista de prioridades menores, junto com o design.

Esta é uma falta grave, pois como venho te mostrando neste artigo, a cor é responsável por 85% da razão pela qual você decidiu consumir uma marca.

Então, se não quer correr o risco de apostar em uma cor qualquer por achar que isso não merece atenção, perdendo um número considerável de possíveis clientes, comece hoje mesmo a trabalhar a Psicologia das Cores no seu negócio.

O pessoal da vitrinedesigns.com.br utilizou este gráfico, baseado na Roda das Emoções do Robert Plutchik, para mostrar como se dividem as emoções de acordo com cada cor, dá uma olhada que interessante.

Roda das Emoções de Plutchik

O autor considera que existem oito reações primárias: medo, confiança, alegria, curiosidade, raiva, nojo, tristeza e surpresa. Você pode observar que existem pontos positivos e negativos de acordo com a variação dos tons.

Para entender ainda mais do assunto, te convido a continuar aqui comigo, pois agora vou te mostrar como que as empresas realizam trabalhos mesclando estas emoções para definir as cores de seus produtos. Vamos lá?!

As cores nas imagens

Existem plataformas que já trazem a sugestão de combinações para o seu site ou blog, podendo, entretanto, mexer nas configurações mais avançadas para trocar algo que não esteja de acordo com o que está planejando ou que não esteja transmitindo seu conceito de forma fiel.

Dica profissional: procure sempre optar por cores que se complementam, até mesmo quando for uma cor diferente para o CTA, como falamos acima. Olha o meu blog, por exemplo.

Psicologia das cores blog NP

Você pode ver que utilizei um fundo neutro e chamei a atenção para os CTA’s e, mesmo assim, eles se harmonizam entre si.

Agora, vamos dar uma olhada nos grupos de cores que o pessoal da  Revista Exame elaborou.

Psicologia das cores grupos

Através deles é possível ter uma boa noção sobre cores complementares.

As cores nos vídeos

Se a sua campanha envolve o audiovisual, o tema se torna ainda mais interessante. A sétima arte trabalha com as cores a todo momento para impactar os telespectadores, fazendo com que sintam o tipo de emoção que o filme quer transmitir. Olhe esse vídeo. Ele demonstra exatamente a maneira como algumas grandes obras trabalharam.

Poderia até mesmo não ter a emoção escrita nas cenas, que certamente cada um saberia exatamente o que e como sentir. As emoções geradas, de forma positiva ou negativa, contribuem para a sensação que o diretor quis passar para o público.

Compreendendo o cérebro do cliente

O cérebro tem a capacidade de processar as informações visuais em uma velocidade  60.000 vezes maior do que informações contidas em textos simples.

Resumindo: uma pessoa será capaz de guardar muito mais informações da Landing Page do YP.com, do que do Wikipedia. E por quê? Porque o primeiro é cheio de cores, imagens e informações visuais, enquanto o segundo são apenas textos simples.

Psicologia das cores YP

E já que falei das Páginas Amarelas, a cor amarela está associada com felicidade, e pode aumentar a vontade de uma pessoa compartilhar o conteúdo que está acompanhando.

Não posso deixar de lembrar que 8,5% da população masculina e 0,5% da população feminina mundial é daltônica. Para estes, é natural confundir a cor vermelha com a cor verde, por exemplo. Porém, é possível trabalhar outras cores e conseguir conquistar sua identidade, como a Adidas com seu logotipo preto e branco ou a Apple com seu logotipo cinza.

Com o Facebook também não é muito diferente. A cor azul foi escolhida pelo seu criador, Mark Zuckerberg, por causa do daltonismo, conforme entrevista ao The New Yorker. Como ele mesmo disse:

Azul é a cor mais rica para mim – eu posso ver todo o azul“.

Psicologia das cores facebook

Donald Winnicott, médico e psicanalista, em um de seus estudos, constatou que a primeira fase do desenvolvimento emocional da criança é quando corresponde ao sorriso da mãe.

Sendo o riso e a alegria contagiantes, muitas vezes nos conectamos ao estado emocional expressado por cada pessoa.

Já quando as pessoas se deparam com propagandas enganosas ou duvidosas, outras áreas do cérebro são acionadas.

Psicologia das cores você sabia

Gemma Calvert, diretora do grupo de pesquisa multi sensorial da Universidade Britânica de Bath, afirma que as varreduras feitas pelo cérebro podem revelar a diferença entre o que expressamos e o que sentimos.

Roger Sperry realizou uma pesquisa para examinar como os hemisférios do cérebro humano funcionam. Ele constatou que o hemisfério direito e esquerdo trabalham isoladamente e em conjunto. O site  Desenhos Realistas publicou essa imagem dos dois hemisférios do cérebro vistos de cima:

Psicologia das cores cérebro

Ainda que muita gente acredite e até difunda a ideia de que os hemisférios trabalham paralelamente, isso é um mito, como disse a pesquisa do Sperry. Ambos os lados compartilham informações entre si.

Dessa maneira, conseguimos avaliar as situações como um todo, com coesão, tanto que os sons, as cores e as palavras são recebidos pelo cérebro, permitindo que tiremos nossas próprias conclusões.

E te contei isso tudo pra que entenda que cores influenciam nas decisões sim. Até mesmo uma embalagem de um produto pode impactar positiva ou negativamente o consumidor.

Embora cada pessoa tenha um gosto diferente para as cores, cientistas descobriram que algumas cores influenciam da mesma forma e de maneira geral. Eu posso te dar um exemplo quanto a isso. Vamos supor que você seja uma pessoa que tenha dificuldade para prestar atenção em uma tarefa que está sendo desenvolvida. Cores, como amarelo, laranja e vermelho podem ser de grande ajuda para melhorar o foco.

Preferência de cor por gênero

Acho que todos cresceram ouvindo a mesma coisa: meninos gostam de azul e meninas gostam de rosa. O sociólogo Phillip Cohen, da Universidade de Maryland, fez uma pergunta simples para cerca de dois mil homens e mulheres: “Qual a sua cor favorita?” e a resposta não foi bem essa que crescemos ouvindo.

Psicologia das cores gênero

Ambos os sexos preferem a cor azul, sendo que, para os homens, isso representa quase 50% dos entrevistados. O verde ficou em segundo lugar para os homens e o roxo para as mulheres, mostrando que a Psicologia das Cores segue um padrão.

Embora ela afete consumidores dos dois gêneros, as opiniões (algumas vezes) podem diferir bastante.

Independente de como a cor afeta homens e mulheres, elas seguem um padrão quanto às ideias que transmitem. A cor vermelha, por exemplo, aumenta a frequência cardíaca e transmite a sensação de urgência.

Então é natural que essa seja a cor da mais recente Ferrari 488 GTB. A ideia é justamente aumentar seus batimentos cardíacos e te estimular para a ação – supondo que você pode pagar por ela, é claro.

Psicologia das cores ferrari

Já a cor preta é mundialmente utilizada quando a ideia é trabalhar o luxo ou um produto com um ticket alto.

A tradicional marca de relógios Rolex, por exemplo, segue esse padrão. O mesmo acontece com diversas outras empresas que trabalham com produtos de valor alto e desejam transmitir a ideia do luxo.

Psicologia das cores rolex

Agora que já te expliquei como funcionam as cores vermelha e preta, vamos ver como as cores funcionam para homens e mulheres.

Tudo isso pode ser bem divertido, mas o que realmente podemos aplicar, por exemplo, em nosso site ou até mesmo em um aplicativo?

Se você está criando um aplicativo que visa o público feminino, por que não utilizar as cores elas mais gostam, como o azul, roxo e o verde?

Por outro lado, evite utilizar as cores que elas mais odeiam ou menos optam, como laranja ou amarelo.

Quase metade dos homens entrevistados pelo Phillip Cohen (apenas uma representatividade do geral), como já mencionamos, preferem o azul.

A Rauph Lauren, se baseando nisso, usa a cor azul em seu site para transmitir aos homens um sentimento de confiança e segurança, e este público reage positivamente.

Psicologia das cores público masculino

Exemplos de psicologia das cores na persuasão

As marcas também trabalham entre as cores quentes e cores frias para influenciar o público.

Psicologia das cores quentes e frias

Outro detalhe que merece a atenção são as paletas de cores sazonais, ou seja, cores que você pode trabalhar em épocas específicas. Por exemplo: Você não tem que usar o vermelho e o verde no natal, mas quem trabalha com estas cores leva vantagem, visto que o público vai associar imediatamente as cores do seu anúncio com a época natalina.

Psicologia das cores sazonais

A Apple fez a revolução no mercado de computadores, lançando a linha do  iMac colorido, em 1998. Originalidade que combinava cores, inovação, conveniência e prestígio e fez com que os consumidores da marca caíssem de amores pelo primeiro computador de sua categoria com tantos diferenciais.

Psicologia das cores iMac

Outro produto que teve um sucesso fenomenal foi o Green Catchup da Heinz, com 10 milhões de garrafas vendidas em apenas sete meses. Suas fábricas tiveram que trabalhar por 24 horas, os sete dias da semana, para acompanhar a demanda – o que valeu a pena, pois o rendimento foi de U$23 milhões em vendas.

Psicologia das cores heinz

No entanto, estas vendas caíram, o que prova que a cor é sim muito importante para as vendas, mas não é o único fator a ser levado em consideração.

Psicologia das cores – Vermelho

O vermelho é uma cor emocionalmente intensa. Ela aumenta o metabolismo, a pressão arterial e estimula a impulsividade. Por conta de características como essas, é comum encontrarmos a cor sendo utilizada em promoções.

As campanhas que utilizam essa cor visam chamar seu público à ação, como nos exemplos que citei aqui no artigo: Coca-Cola e Ferrari.

Vermelho também é uma cor que facilmente avistamos. Por esse motivo, sinais de trânsito e placas utilizam o vermelho. É também a cor das sirenes e a cor do Corpo de Bombeiros à nível global.

Da mesma maneira, as empresas que trabalham com audiovisual dão destaque à cor em diversas campanhas publicitárias.

No cinema, temos belos exemplos da cor vermelha em destaque, como nos filmes do diretor Steven Spilberg “A Lista de Schindler” e em alguns filmes do diretor M. Night Shyamalan, como “O Sexto Sentido” ou “A Vila”.

As rosas vermelhas simbolizam a paixão e as unhas vermelhas das mulheres remetem à sensualidade.

O fato é que o vermelho causa um forte impacto em todas as pessoas que se deparam com ele e, consequentemente, o corpo reage.

Significado das cores

Muitos profissionais estudam as cores para saber a melhor maneira de aplicá-las em suas marcas e anúncios. Um designer, por exemplo, sempre vai buscar a essência da marca, a identidade, para saber exatamente com que tipo de paleta de cores vai trabalhar.

Neste guia emocional, você vai ter uma ampla ideia de como as marcas fazem suas escolhas quanto a cor a ser utilizada.

Psicologia das cores guia

Muitas pessoas avistam a cor e já conectam a ideia ao conceito da marca. As grandes marcas do mercado conseguem trabalhar a Psicologia das Cores dessa forma.

No marketing não é diferente. É fundamental compreender qual a ideia que cada cor passa e de que maneira vai impactar o público. Infelizmente, nem todos os profissionais conseguem encontrar a cor ideal, por isso a importância dos testes.

Também vejo acontecer de alguns profissionais não levarem tão a sério a ideia de empregar tempo na decisão das cores trabalhadas na marca. Para estes últimos, e para todos os outros profissionais que tenham interesse em conhecer um pouco mais, estendo o convite para que continuem aqui no artigo, afinal, conhecimento nunca é demais, não é verdade?!

Vamos entender um pouco mais sobre o significado de cada uma delas.

Significado da cor Vermelha

Trata-se de uma cor apelativa, que faz com que quem a visualize queira imediatamente resolver aquilo que incomoda. Grandes redes de alimentos, por exemplo, utilizam a cor porque ela faz com que a pessoa que vê a cor em seu logotipo queira saciar a fome imediatamente.

Por transmitir a ideia da urgência, também é muito utilizada nas campanhas que estão oferecendo promoções e descontos, pois faz com que o público queira imediatamente comprar aquele produto.

Sua intensidade pode transmitir sensações como energia, velocidade, paixão, impulso, fúria, amor, guerra, violência, entre tantas outras que eu poderia citar.

Significado da cor Laranja

O laranja é uma cor derivada do vermelho. Assim, campanhas e marcas que desejam estimular a energia podem utilizá-la com tranquilidade. Ela transmite a sensação de ânimo, estimula a criatividade e aumenta o número de clientes que buscam por produtos com tais características.

Por ser mais agradável aos olhos do que o vermelho (no sentido de intensidade), acaba sendo a opção de muitas marcas que poderiam trabalhar com o vermelho (pela energia que querem passar), mas desejam manter uma certa suavidade no apelo.

O laranja remete à juventude e entre as principais emoções que transmite estão o calor, entusiasmo, vibração, humor e extravagância.

Significado da cor Amarela

O amarelo também é uma cor bastante utilizada nas grandes marcas de alimentos (junto com o vermelho), para dizer ao cliente: “Venha comer aqui e sinta-se satisfeito”. Exemplos disso são a já citada aqui McDonald’s e o Burger King.

Porém, se a ideia é usar a cor sem que esteja “casada” com o vermelho, é importante saber que ela remete à atenção, aos cuidados e ao otimismo. Também está ligada ao intelecto e ao estímulo da criatividade.

Locais de trabalho que a utilizam em sua decoração ou paredes, emanam aos seus funcionários o desejo de produzir, de conhecer e agir.

Por também estimular a concentração, muitos CTA’s são desta cor. O usuário presta mais atenção à chamada quando esta é amarela e consegue captar mais rapidamente a ideia que a marca está tentando passar.

Suas características giram em torno das sensações de sabedoria, conhecimento, confiança, riqueza, relaxamento e otimismo. Entre seus aspectos negativos estão a inveja, cobiça, doença e perigo.

Significado da cor Verde

Quando pensamos na cor verde, imediatamente ligamos à natureza. Isso é comum, principalmente em países como o Brasil, onde a natureza é bem vasta.

Mas, para além dessa primeira imagem, o verde é capaz de fazer com que quem o visualize sinta harmonia, equilíbrio, saúde e frescor. Não é à toa que hospitais, clínicas e laboratórios fazem uso dessa cor em seus logotipos. O mesmo vale para produtos que queiram passar a sensação do frescor, como pastas de dentes e aromatizadores de ar.

A propaganda da Sprite de 1996 mostrava uma garrafa com um líquido verde, pedras de gelo e uma música suave, que acionava os sentidos quando a víamos e logo ficávamos com sede. Passado determinado tempo, a propaganda mostrava que tratava-se de óleo de fígado de bacalhau.

Essa é uma ideia muito interessante, pois a sensação de desgosto que vinha em seguida (ao notar que todo aquele frescor se tratava de óleo de peixe) mostra exatamente o poder das cores no marketing, e a forma como a cor trabalhada pode dizer tudo.

Já no mundo corporativo, o verde transmite segurança, solidez e coerência.

Ele também pode gerar sensações como calma, tranquilidade, perseverança, esperança, juventude e renovação.

Significado da cor Azul

O azul, quando trabalhado em suas nuances mais claras passam, como o verde, a sensação de frescor e pureza. Estimula a confiança e remete ao sucesso e à liderança.

Quando trabalhada em suas nuances mais escuras, a sensação é de poder, glória e segurança. Se trata de uma cor sóbria e acolhedora, sendo capaz até mesmo de conectar a pessoa ao lado espiritual.

O azul está ligado a sentimentos como a fé, espiritualidade, estabilidade, equilíbrio, paz, tranquilidade, aconchego, verdade, limpeza e frio.

Significado da cor Roxa ou Violeta

O roxo e seus derivados remetem ao mistério, sensualidade, sabedoria e à realeza.

O violeta, como o laranja, estimula a criatividade e a vivacidade. São cores muito agradáveis aos olhos e os pensamentos conectados ao abstrato surgem naturalmente, enquanto se observa um quadro ou paisagem que tenha essas cores.

O roxo está ligado à espiritualidade, paz, concentração e respeito. Desta maneira, é bastante comum encontrarmos a cor em produtos e campanhas de estética, como maquiagens e cremes hidratantes, assim como em locais que queiram transmitir o bem-estar, como SPA’s e clínicas.

Entre os sentimentos que essas cores geram, estão o erotismo, a sabedoria, transformação, conhecimento, intimidade e poder.

Significado da cor Marrom

Quando se fala em seriedade e sofisticação, a cor marrom é a melhor representante para essas características. É uma cor sóbria que consegue transmitir confiança e remete a ambientes naturais, como casas de campo e seus decks.

Produtos orgânicos e naturais também combinam com essa cor, onde é comum vê-la em seus anúncios e logotipos. A sensação do natural e rústico trazem uma espécie de aconchego e segurança.

Exatamente por transmitir essas sensações, a cor é utilizada em móveis, pisos e todo o tipo de design de interiores, em indústrias de alimentos gourmet e empresas que trabalham com paisagismo.

Já no meio corporativo, ela transmite sobriedade, seriedade, organização e comprometimento.

O marrom está ligado ao materialismo, ar livre, campo, terra, conforto, resistência, aconchego, durabilidade e simplicidade.

Significado da cor Rosa

A cor rosa remete à infância, inocência e pureza. É uma cor ligada ao feminino, embora a cor preferida das mulheres, como já te mostrei, seja o azul.

Isso acontece pelo fato de ser uma cor delicada, doce e que transmite sensação de maiores cuidados, características encontradas com maior frequência no universo feminino.

Assim como acontece com a cor azul, que socialmente é ligada ao universo masculino, o rosa transita entre nuances claríssimas (até os tons mais pesados), e o que as pessoas sentem em relação a estes tons acompanham exatamente essa variação.

Quando o rosa é trabalhado em tons mais escuros, ele é ligado à sensualidade, à feminilidade, ao amor e ao romantismo. Os mesmos tons também são usados nas marcas que querem transmitir a imagem do futuro, do novo e original.

Essa cor também é bastante encontrada em estabelecimentos e marcas que trabalham com alimentos e bebidas doces.

Sem dúvida, é uma cor que chama a atenção de todos que se deparam com ela e, entre as sensações que gera, estão o amor, inocência, satisfação, charme, delicadeza, leveza, romantismo e feminilidade.

Significado da cor Branca

A representação que a cor branca tem no cotidiano e no marketing mereceria até mesmo um artigo próprio.

O branco transmite a paz, sabedoria, futuro e pureza, afinal ele contém características únicas: noivas usam branco, religiões usam branco e nós usamos branco quando um novo ano vai começar.

O branco representa o novo, como uma tela que vamos começar a esboçar aquilo que temos em mente. Por essa característica do começo de tudo, ela está tão ligada às novas promessas e aos momentos de paz e iluminação que as pessoas buscam em suas religiões.

Ela também transmite limpeza (e nem teria como ser de outra forma) e, por isso, os médicos, enfermeiros, dentistas e diversas outras profissões que tenham como foco a higiene, utilizam a cor branca em seus uniformes.

No mundo do marketing, o branco é a cor que impera na escolha das cores de fundo de sites e blogs. Isso porque ele remete à neutralidade e, normalmente, pessoas que trabalham com o marketing não querem expressar suas opiniões pessoais para influenciar o cliente.

Essa neutralidade permite que botões de CTA e logotipo ganhem mais destaque.

Os sentimentos que ela traz estão ligados à proteção, paz, pureza, limpeza, cuidados, precisão, nascimento e planos futuros.

Significado da cor Preta

A cor preta tem essas características de imponência, seriedade e poder. Ela é elegante, forte e não existe nenhuma outra cor que não fique bem ao lado dela. E essa é uma característica muito interessante da cor. Ao mesmo tempo que é neutra, ela chama a atenção.

Ela remete ao medo, curiosidade, incerteza e mistério. Também é fria e impessoal, tornando-a a cor mais ligada ao luto e à tristeza.

No marketing, toda empresa que tem o luxo como destaque de seus produtos, utiliza a cor preta.

É uma cor ligada à legibilidade e, muitas vezes, utilizada como fundo para qualquer outra cor que precise se destacar.

Poder, sofisticação, luxo, sensualidade, sexualidade, elegância, mistério, anonimato, profundidade e formalidade são sensações transmitidas por ela. No seu campo negativo, ela está ligada ao medo, luto, tristeza, depressão e remorso.

Significado da cor Cinza

A união de duas cores neutras – preto e branco – trazem à infinita paleta de cores, a cor cinza. Não diferente de suas matrizes, o cinza abre espaço para outras cores, permitindo que elas se destaquem perante ele.

O cinza é sério, sóbrio, resiliente e se adapta às diversas situações em que é colocado.

Também está ligado ao futuro, à nova era, às expectativas e ao distante. Transmite conhecimento, responsabilidade e profissionalismo.

No mundo corporativo, é associado às empresas de tecnologia e inovação, transmitindo a ideia de que o futuro será confiável e responsável.

Características como seriedade, sobriedade, inteligência, soberania, igualdade e responsabilidade são ligadas ao cinza.

Estudo das Cores – Roda das Cores

Psicologia das cores roda das cores

As cores da sua marca dizem muito sobre a identidade e o conceito trabalhados

Não existe uma maneira exata para abordar o tema “Psicologia das Cores”. Diferente da matemática, as respostas possíveis a cada cor são infinitas e cabe a cada marca testar a maneira correta de influenciar seu público.

A Roda das Cores mostra cores que, quando combinadas, ficam agradáveis aos olhos. Se for para separá-las em grupos, para tornar mais fácil a explicação (já que se for explicar uma a uma, o artigo correria o risco de não ter fim), ficaria assim:

Cores quentes x Cores frias

As cores quentes e cores frias precisam ser alinhadas à ideia principal do produto, marca ou campanha.

Psicologia das cores quentes e cores frias

As cores quentes devem estar ligadas às marcas e campanhas que queiram entusiasmar seu público, passando a ideia do imediatismo.

Elas devem estar ligadas às campanhas que trabalham com a urgência, impulsividade e decisões rápidas. Redes de alimentação, estabelecimentos que trabalhem com promoções relâmpago e anúncios que utilizem gatilhos mentais como “restam apenas algumas unidades” podem (e devem) investir nelas.

Também estão associadas à sensualidade, intimidade e mistério. Por estas características, é comum encontrar campanhas que trabalham com a beleza e o feminino utilizarem esse tipo de paleta de cores.

Já as cores frias devem ser associadas àquelas campanhas que queiram passar o sentimento de calmaria, paz, compromisso, comprometimento e desejam conquistar a confiança de seus clientes.

Apostar em uma paleta de cores frias é apostar no bom gosto e em cores muito agradáveis aos olhos.

 Cores primárias

Psicologia das cores primárias

Cores primárias levam esse nome porque nenhuma mistura de outras cores quaisquer poderia resultar nelas. Desta maneira, existe uma parcela do marketing que trabalha com essa ideia: “Temos um produto único” e, dessa forma, apostam nas cores primárias para transmitir essa ideia de seus produtos.

Sir Issac Newton foi quem fez a primeira roda de cores, chamada de Disco de Newton. Através dela, Newton pôde demonstrar que a luz branca do sol é composta por diversas outras cores, as quais hoje sabemos que formam o arco-íris: Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Anil e Violeta.

Quando em movimento, o Disco de Newton se sobrepõe à retina e nos faz ter a ilusão de ótica de estarmos observando apenas uma cor, que pode ser classificada entre o cinza e o branco.

As cores primárias também podem ser combinadas com cores de outros esquemas para desconstruir algumas ideias, como é o caso do Google:

Psicologia das cores google

Um de seus fundadores, Larry Page, pediu à sua professora de desenho gráfico da Universidade de Stanford – a brasileira Ruth Kedar – que desenhasse um logotipo para a empresa que ele e alguns amigos estavam criando.

A brasileira disse que pensou exatamente nas cores primárias para a criação do logotipo, mas quis fazer uma brincadeira, inserindo a cor verde quando menos se espera (seguindo o padrão, a cor verde deveria ser vermelha) para que o público entendesse que a empresa não segue padrões.

Cores secundárias

As cores secundárias surgem após a mistura das cores primárias, sendo elas o verde, o roxo e o laranja.

Psicologia das cores secundárias

São duas cores frias e uma cor quente. A utilização delas na marca vai depender exclusivamente da ideia que o gestor quer passar ou do conceito que rege a campanha.

Cores terciárias

As cores terciárias derivam da mistura de uma cor primária com uma cor secundária.

Psicologia das cores terciárias

Elas podem dar uma ampla gama de opções para os desenvolvedores, possibilitando um trabalho personalizado da marca, logotipo, campanha, anúncio e  qualquer outra forma encontrada para atingir o público.

Cores complementares

As cores complementares são cores que, como o próprio nome sugere, se complementam. Elas se contrastam entre si, mas geram um resultado vibrante e positivo.

Psicologia das cores análogas

O esquema de cores complementares é um dos mais utilizados no marketing por causa da possibilidade de combinações divertidas e que expressam de maneira alegre a ideia da campanha.

Cores análogas

Cores análogas são as cores “vizinhas”, ou seja, são três cores que estão uma ao lado da outra, sempre com a predominância de uma delas.

Você pode dar uma olhadinha nesse esquema ali mesmo na imagem acima.

Existem combinações que podem ser desagradáveis ao olhar, e as cores análogas trabalham justamente o oposto.

Cores triádicas

As cores triádicas são três cores que se combinam e estão igualmente espaçadas por um ângulo de 120º uma da outra.

Psicologia das cores triádicas

Muitas pessoas dizem que este é o melhor dos esquemas de cores, pois permite uma combinação de bastante contraste.

Cores Complementares divididas

Esta é uma variação das combinações das cores complementares que já vimos. Ela conta com duas cores adjacentes à complementar.

Psicologia das cores complementares divididas

Ela permite o contraste no esquema – mas não tanto quanto no esquema das cores complementares.

Cores tetraédricas

Este esquema utiliza dois pares de cores complementares, o que permite um grande número de combinações.

Psicologia das cores tetraédricas

Se optar por utilizar esse esquema de cores, lembre-se sempre de escolher uma cor dominante para harmonizar corretamente. A utilização das quatro na mesma quantidade pode tornar a imagem pouco harmoniosa e causar um pouco de confusão.

Cores em quadrado

Tem a mesma ideia das cores tetraédricas, porém, o espaçamento entre elas é o mesmo. Este esquema oferece o maior número de combinações possíveis, o que pode se tornar um problema se não souber harmonizar.

Psicologia das cores em quadrado

Mantenha a regrinha de sempre escolher uma dominante para não correr o risco de deixar sua marca cansativa e não transmitir exatamente o conceito.

Aplicações práticas para as Cores

Psicologia das cores aplicações

Por possuir uma comprovada influência na tomada de decisões, as cores selecionadas para sua marca precisam ser muito bem pensadas.

Qual a ideia central da sua marca? Quais valores quer passar? Qual a necessidade que seu produto atende?

Respondendo estas perguntas, você já vai conseguir ter uma boa noção de que cores colocar na sua marca.

Meu conselho profissional é o de que sempre trabalhe de forma honesta e clara quando for escolher sua paleta de cores. Optar por cores que fogem ao conceito, porque você quer que as pessoas tenham determinadas sensações quando observarem sua marca (sendo que seu produto não oferece o que transmite), poderá ser um tiro no pé.

Aplicação da cor vermelha

Por se tratar de uma cor que sugere a urgência, ela é bastante utilizada por estabelecimentos que trabalham com ofertas. Ela diz ao cliente:”Venha! Compre de uma vez antes que acabe“. Ela funciona principalmente com pessoas impulsivas.

Também usada em restaurantes e empresas que trabalham no ramo alimentício, pois sugere a fome.

Sempre que uma empresa sentir a necessidade de que seus clientes tomem decisões rápidas, o vermelho deve ser usado.

Aplicação da cor laranja

Esta cor desperta os sentidos, conseguindo atrair a atenção de quem a vê.

Ela é alegre, confiante e amigável. É ótima para transmitir estes sentimentos para as pessoas e tem forte apelo para os impulsivos.

É uma ótima cor para usar em Call-to-action e em botões que chamem o público para realizar o que está sendo sugerido.

Aplicação da cor amarela

A cor amarela sugere cautela, parada e atenção. Por estes motivos, encontra sua maior utilização em vitrines de lojas e botões de ação nos sites.

Transmite clareza de ideias, positividade e produtividade.

Trata-se de uma cor que sempre vai fazer com que a pessoa pare o que está fazendo (ou pensando) e preste atenção ao que ela está sugerindo.

Aplicação da cor verde

O verde é uma cor que convida as pessoas para relaxar. Ao contrário do alarmante vermelho, ela é tranquilizante.

Normalmente está associada ao dinheiro e às campanhas voltadas para o meio ambiente. Desta maneira, é natural ser encontrada em clínicas, hospitais, empresas que trabalhem o conceito da consciência ambiental e financeira.

Aplicação da cor azul

Esta é uma cor que tem a característica de não ser invasiva, então é normal encontrá-la em empresas que queiram passar a ideia de que elas tem o produto a oferecer, porém a decisão do consumo é sua. Por exemplo: Negócios corporativos.

Também está ligada à água, sendo bastante encontrada em empresas de saneamento básico e revendedoras de galões para abastecer filtros.

Trata-se de uma cor que gera confiança e segurança. Traz a ideia da produtividade e transmite seriedade na gestão.

Aplicação da cor roxa ou violeta

O roxo ou violeta estão sempre ligados às marcas criativas, imaginativas e inteligentes.

Devido à sua forte ligação com a beleza, realeza e mistério, também as encontramos em produtos de beleza.

Pelas mesmas características, é comum encontrá-las em anúncios de festas noturnas e letreiros de clubes.

Em seus tons mais claros, transmitem delicadeza e cuidados, comum aos SPA’s ou às Agências de Cuidadores.

Aplicação da cor marrom

Normalmente, as mulheres acham o marrom uma cor chata e que remete à sujeira, logo, é sábio evitar esta cor se a sua marca tem como público-alvo o público feminino.

Como todas as outras cores, ela tem seu lado positivo e, entre suas características mais marcantes, estão a ideia de maturidade, elegância, conforto e força.

Por ser a cor do café e do chocolate, é comum encontrarmos o marrom na paleta de cores de logotipos que trabalhem com doces e nas cafeterias.

Também está associada aos produtos naturais e gourmet, sendo encontrada em grande quantidade nestes segmentos.

Aplicação da cor rosa

Todos aqueles sentimentos que a cor vermelha transmite são suavizados com o rosa. O rosa está associado à doçura, pureza e feminilidade.

É comum encontrar a cor em produtos voltados ao público infantil feminino e também ao público adulto feminino.

Marcas que trabalhem conceitos como a feminilidade, o amor e a doçura, podem colocar o rosa no esquema de cores como cor dominante.

Quando combinada com cores mais fortes, como o preto, ela trabalha a ideia do empoderamento feminino, que é um conceito que muitas marcas estão buscando hoje.

Aplicação da cor branca

As marcas que têm como ideia central a higiene, os cuidados ou o futuro podem trabalhar com a cor branca.

Ela transmite pureza, paz, limpeza, tecnologia, renovação e positividade.

O branco trabalha com a calma e a tranquilidade, e é justamente assim que nos sentimos quando nos deparamos com um ambiente ou com um logotipo branco.

Se combinada com tons de cinza, as ideias da tecnologia e do futuro ficam bastante implícitas.

Aplicações da cor preta

O preto sugere imponência, mistério, luxo, riqueza e ganância.

Empresas que trabalham com produtos que tenham um ticket alto, como jóias, jatinhos ou grifes de alto padrão, costumam usar a cor em seus anúncios, sites e logotipos.

Ela sugere elegância, refinamento e poder.

Quando utilizada como a cor de fundo de um site, os botões com cores claras e fortes ganham bastante destaque.

Aplicação da cor cinza

O cinza sempre está ligado à tecnologia e ao futuro. É comum encontrar empresas destes segmentos que utilizem a cor em seus mais variados canais.

Ela remete ao novo, ao amanhã e às novidades. Também é uma cor séria e sóbria, e transmite isso a todos que se deparam com ela.

Pode parecer que por ser uma cor neutra não vai chamar a atenção do público, mas dependendo da maneira que é trabalhada e das combinações que são feitas, ela pode chamar bastante atenção e dar um toque de muito bom gosto para sua marca.

Cores e grandes marcas

Psicologia das cores grandes marcas

Escolher a cor ideal para a sua marcaserá um bom salto em direção ao sucesso.

É fundamental que o conceito seja transmitido de forma clara e não deixe dúvidas. É bom não dar margem às conclusões precipitadas.

As grandes marcas já sabem disso. Dessa forma, trabalham com as paletas de cores que melhor expressam suas ideias e tornam seus produtos mais atrativos.

Vamos dar uma olhada em algumas destas gigantes do mercado.

Coca-Cola

Psicologia das cores coca logo

Não teria como nomearmos essa cor como “Coca-Cola”, pois sabemos que o nome dela é vermelho. Mas é incrível o que a marca conseguiu fazer trabalhando essa cor. Qualquer pessoa que veja o disco vermelho em frente a uma lanchonete, por exemplo, imediatamente vai associar à marca.

A ideia original do contador e sócio do inventor  John Pemberton, Frank Robinson, contava com a escrita spenceriana (muito utilizada na época) que se tornou única no marketing mundial.

Robinson gostava muito de constrastes, então pensou na frase “Coca-Cola Delicious and Refreshing” (em português, “Coca-Cola Deliciosa e Refrescante”) escrita em vermelha em um fundo branco, dando destaque às letras.

Para existir uma distinção entre os barris de xarope utilizados na fabricação do produto de outros barris com bebidas alcoólicas, os primeiros eram pintados de vermelho.

A primeira revista corporativa da marca se chamou “The Red Barrel” (O Barril Vermelho) e foi lançada em 1924. A partir de então, o vermelho foi adotado como a cor dominante da marca, o que deu muito certo.

Com a frase-promessa e com a cor vermelha, a marca conseguiu se solidificar no mercado. Seu slogan se tornou uma promessa da marca e a cor enfatizou a ideia de beber imediatamente uma deliciosa e refrescante Coca-Cola.

O logotipo da marca é chamada de “segunda grande fórmula“.

McDonald’s

Você tem que concordar comigo que é quase impossível uma pessoa não reconhecer os arcos dourados da marca.

A ideia dos arcos dourados surgiu em 1953 como uma maneira de chamar um pouco mais a atenção do público para a pequena lanchonete de Phoenix, no Arizona. A lanchonete tinha telhas vermelhas e brancas e foi inaugurada pelos irmãos Richard James “Dick” McDonald e Maurice James “Mac” McDonald.

Os arcos foram uma apelo visual, idealizado por Dick McDonald, que fez um esboço de arcos dourados para instalar no telhado do estabelecimento. Sua ideia foi rejeitada pelo arquiteto que projetou toda a lanchonete, Stanley Meston.

Psicologia das cores mcdonalds antigo

O comentário era de que, em alguns ângulos, os dois arcos pareciam formar a letra “M”.

E foi em 1962 que Jim Schindler estendeu a ideia de Fred Turner – uma letra “V” – transformando-a em uma letra “M”.

A cor vermelha passa exatamente a ideia fast-food (“Está com fome? Entre e pegue seu lanche rapidamente”), enquanto a cor amarela transmite otimismo e confiança, que é tudo que uma empresa que trabalha com alimentos quer que seu público sinta.

A combinação das cores primárias é uma das mais agradáveis que existem aos olhos, e conseguem passar a mensagem positiva que gerou o tão famoso slogan “Amo muito tudo isso”.

A marca também conta, desde o início da década de 1960, com um palhaço simpático que utiliza as mesmas cores da marca em toda sua roupa, o Ronald McDonald’s. Uma das maiores jogadas de marketing da história, culminando na poderosa rede.

Psicologia das cores mcdonalds logotipo

Samsung

A empresa sul-coreana de Byung-Chull Lee surgiu em 1938 com o nome de Samsung Trading Company, na cidade de Daegu. Ela oferecia um serviço de importação e exportação de mantimentos, visto que estava instalada em uma cidade pequena.

A palavra Samsung encontra seu significado no idioma coreano, e significa “três estrelas”. Desta maneira, a marca utilizava um logotipo que continha tais características. Psicologia das cores samsung primeiroEm 1969, a empresa que já estava introduzida no mercado dos eletrônicos, lançou seu segundo logotipo, mantendo as três estrelas, mas apostando em um estilo mais arrojado e que tinha mais a ver com o ramo que acabava de ingressar.

Ainda manteve a linha dos tons sérios, mas já incorporou o vermelho como um apelo para os novos produtos que tinha para oferecer. Alguns profissionais dizem que esse logotipo fez com que a marca desse seus primeiros passos na incrível trajetória mundial.

Psicologia das cores samsung segundo

Em 1993 a empresa lançou o logotipo que segue até hoje, ao qual estamos bastante familiarizados. Ele foi projetado em formato oval exatamente para representar o quanto a Samsung é uma empresa flexível. E isso é uma ideia incrível, pois uma empresa que começou importando peixes e hoje é uma das maiores em seu segmento, só poderia ter esta característica.

A cor azul traz sua essência: Uma empresa que conquistou a estabilidade mundial, a confiança de seus clientes e o respeito no mundo corporativo.

O azul (de fundo) associado com a cor branca (que compõe as letras) transmite a sensação de uma empresa vitoriosa e que sempre trabalhou de forma transparente.

Psicologia das cores samsung terceiro

Ferramentas Essenciais para Trabalhar com as cores

Existem ferramentas que vão te dar um grande auxílio na escolha da sua paleta de cores

Existem ferramentas que vão te dar um grande auxílio na escolha da sua paleta de cores

É notável que, quanto mais o tempo passa, maior é o número de banners, pop-ups, propagandas e todas as outras formas que as empresas encontram para fazer com que seus anúncios cheguem até os seus clientes.

Acompanhando esse número sempre crescente, vêm as competições e a briga pelo espaço. Conseguir atrair a atenção dos consumidores mais do que o concorrente, te coloca bons passos à frente das disputas.

Cada elemento da página deve ser pensado com a devida atenção e, quando o assunto é paleta de cores, a atitude não deve ser diferente.

Falo sempre isso pois vejo um grande número de empresários que simplesmente acreditam que as cores não fazem tanta diferença assim no resultado final. Mas eu posso te garantir que fazem sim!

De nada adianta ter um excelente produto se a sua marca não for notada, não se destacar no meio dos concorrentes e empresas que trabalham no mesmo nicho e que certamente estão brigando para conseguir um espaço maior.

Logo, é necessário dar atenção às cores que serão trabalhadas e também escolher ferramentas que facilitem este trabalho.

Chegamos no ponto onde eu queria neste tópico: as ferramentas.

Se você fizer uma busca sobre ferramentas para auxiliar na escolha das cores que deverão estampar seu anúncio, certamente vai ficar perdido, pois as opções são inúmeras e cada profissional se adapta àquela que melhor atenda suas necessidades.

Porém, eu separei aqui para você algumas opções para começar a definir sua paleta de cores de forma fácil e rápida. Depois, com o tempo, se sentir a necessidade de trocar de ferramenta, fique à vontade para utilizar outras opções.

O importante mesmo é que você faça suas escolhas com a certeza de que está utilizando a melhor ferramenta para isso.

Adobe Kuler

Neste site da Adobe você vai encontrar diversas opções de paletas prontas. É uma ferramenta completa que te permite criar variações de até cinco cores por vez.

Entre as opções que o site oferece, você vai encontrar composições Análogas, Monocromáticas, Tríades, Complementares, Compostas, Variações Tonais ou Personalizadas.

Psicologia das cores adobe kuler

Material Design Colors

Você certamente já ouviu falar do Flat Design. Não ouviu?! Não se preocupe, eu te explico rapidamente.

Essa é uma estética visual minimalista que tem como objetivo a melhor navegação/experiência do visitante em sua página. Neste tipo de visual que vem sendo cada vez mais adotado pelas empresas virtuais, a expressão “menos é mais” é a mais acertada para a definição.

Ao invés de se preocupar apenas com um site bonito e atrativo, as empresas têm buscado deixar suas páginas mais funcionais, contendo apenas as informações relevantes sobre os produtos que está oferecendo.

Com esta ferramenta que intitula o tópico, você vai poder fazer combinações de tons que vão dar um ar mais clean ao seu layout, deixando-o com um aspecto contemporâneo que certamente vai ficar muito agradável aos olhos.

Para os projetos web, esta ferramenta vai te preparar todo o código CSS por trás das cores.

Psicologia das cores material design colors

ColourCode

Toda a maneira de trabalhar do ColourCode é muito interessante.

Ele vai possibilitar a escolha de cores aleatórias e ainda vai te passar o código RGB de cada uma delas no mesmo instante em que as visualiza. Vale muito a pena dar uma conferida.

Psicologia das cores colourcode

 

ColorZilla

Aposto que você já entrou em um site e uma cor do anúncio te chamou muita atenção.

Você decidiu que quer essa mesma cor para trabalhar nos seus anúncios, mas, para que isso seja possível, é necessário tirar um print da tela e trabalhar com uma ferramenta conta-gotas para conseguir chegar à cor que te despertou os sentidos.

Com esse plugin você não vai mais ter que se preocupar com todo este processo, pois ele te permite capturar a cor diretamente do site que está aberto em seu navegador. Ele pode ser adicionado nos navegadores Google Chrome e Mozilla Firefox.

Psicologia das cores colorzilla

Color Scheme Designer e Colour Lovers

Estes sites permitem que você encontre paletas já prontas ou também possibilitam que você monte as suas com base em composições do disco cromático.

Psicologia das cores duas ferramentas

Otimização da Taxa de Conversão

CRO é fundamental para a construção de um site bem sucedido. A marca deve conquistar o melhor ROI possível, independente das concorrentes e da força que elas possam ter.

Psicologia das cores otimização tc

De acordo com o notável  Bryan Eisenberg, as empresas podem chegar a gastar U$92 para aumentar o número de pessoas que visitam o site, mas apenas U$1 para converter estes visitantes em clientes.

John Wanamaker, um incrível profissional do marketing, disse:

Eu sei que metade dos meus dólares em anúncios são desperdiçados, eu só não sei qual metade”.

Se você não tem o costume de fazer testes, certamente está desperdiçando seu dinheiro.

Quando as pessoas visitam seu site, sua loja, seu e-commerce ou Landing Page, o que estão encontrando além do óbvio? Você precisa definir uma meta. E se essa meta não for cumprida, você precisa saber o que deve mudar para encontrar novos caminhos.

Se não for dessa maneira – fazendo testes – como vai saber onde deve acontecer uma alteração para melhorar os resultados?

Psicologia das cores taxa de conversão

Vou te dar um exemplo para ficar mais fácil a compreensão:

Vamos supor que 10.000 pessoas visitaram seu site. Deste total, 100 pessoas realizaram algum tipo de compra ou se cadastraram na sua lista. O que isso significa? Significa que sua Taxa de Conversão é de 1%.

Quando uma pessoa fala em otimizar o site, ela está querendo dizer que vai melhorar cada elemento da sua página, buscando um aumento no número de visitas e, consequentemente, em um aumento no número de conversões também.

Psicologia das cores 1%

Neste momento, vou reforçar o convite para continuar aqui comigo, acompanhando o artigo.

Nessa seção, eu vou te explicar detalhadamente qual é o papel das cores e como isso pode otimizar a sua Taxa de Conversão.

Se você está procurando informações para saber exatamente qual a cor que deve usar na embalagem do seu produto, no seu site ou em sua página inicial, tenha em mente que toda escolha deverá ser testada. Os testes vão te permitir entender como o público está recebendo as informações.

Na verdade, tudo se resume aos testes. Como falei aqui no artigo, não é correto eu te dizer qual a cor ideal, pois cada segmento, empresa ou produto possui características próprias que serão responsáveis por definir a paleta de cores.

Segundo o relatório de otimização da conversão de 2012 da Unbounce ( 2012 Conversion Rate Optimization Report), 46% dos profissionais do marketing encontram nos testes A/B a melhor maneira para aumentar sua Taxa de Conversão.

Psicologia das cores testes ab

A grande vantagem dos testes A/B é que eles podem trazer resultados significativos e de maneira rápida.

Psicologia das cores teste ab

Um estudo recente, feito pela Marketing Sherpa, mostrou que 75% das empresas digitais acham que obter a experiência certa com projetos de otimização das suas páginas de destino (Landing Page) é um grande desafio.

Quando você se sentir mais familiarizado com o teste A/B, você vai perceber que, muitas vezes, uma pequena alteração na página pode fazer toda a diferença no número de pessoas que visitam diariamente seu site.

Olha este exemplo da Walmart.ca. Este é um exemplo de como CRO pode fazer toda a diferença. A alteração foi para que o site se tornasse mais responsivo, e isso gerou um aumento na Taxa de Conversão de 20%.

Psicologia das cores walmart

Outro exemplo que posso te dar sobre CRO que deu certo, é o da americana  TheTruckersReport.com, que é uma empresa que oferece suporte e auxílio para motoristas profissionais encontrarem emprego.

O site estava gerando, mensalmente, algo em torno de 1.000.000 de visitantes e 4.000.000 de visualizações na página.

Psicologia das cores truckers

A página de destino da empresa sofreu modificações e foi melhorada, ganhando um título mais forte e mais claro.

A página destinada aos usuários móveis também foi otimizada e ganhou novas imagens. Com essas alterações, o site contou com um aumento em sua Taxa de Conversão de 79,3%.

Existem diversas maneiras de você realizar testes A/B para melhorar sua Taxa de Conversão. Os testes, na verdade, contam com infinitas maneiras de serem realizados. Procure focar nas maneiras que podem trazer os melhores resultados.

Psicologia das cores testes

Qual é a cor certa para vendas online?

Se estiver se perguntando: “Será que as cores têm esse poder de influenciar as decisões de compras dos clientes até mesmo nas lojas virtuais e impactar em suas taxas de conversão?” saiba que não é o único. Muitas pessoas ainda não dão a devida importância ao assunto e, desta maneira, pouco se fala a respeito.

Posso te dizer com certeza que sim! Eu recolhi diversos dados para o meu site Quicksprout e montei um infográfico. Alguns destes dados eu posso te passar aqui enquanto lê este artigo, mas não deixa de olhar o gráfico lá no meu site. Tem números bem interessantes que certamente você deve conhecer.

  • 26% dos consumidores estão mais familiarizados e, dessa forma, reconhecem mais rapidamente os anúncios que utilizam uma ou mais cores em seu esquema do que aqueles que são criados em preto e branco.
  • 80% das pessoas declararam que a cor ajuda na hora do reconhecimento do anunciante, ou seja, a cor é um fator importantíssimo para a criação da identidade da marca.
  • Como já foi falado aqui no artigo, mas sempre vale reforçar, o público feminino prefere as cores azul, roxo e verde, enquanto o público masculino prefere o azul, verde e preto.
  • Entre as cores que os públicos mais detestam, as mulheres citaram o laranja, marrom e cinza e os homens citaram laranja, marrom e roxo.

Outro dado bastante interessante, é o público se mostrar bastante influenciado pelas cores quanto à percepção dos preços. O roxo, por exemplo, é ligado à realeza, ao elegante, enquanto o preto transmite o luxo, o fino, e o amarelo aos preços justos de quem anuncia.

Existe, também, o impacto negativo, como o cinza que pode ser associado aos dias nublados e tristes ou o marrom, que pode remeter ao aborrecimento.

Mas para te dizer a verdade, todas as cores contam com o lado positivo e o lado negativo. O que vai fazer realmente a diferença é a maneira como você e sua marca vão trabalhar com elas. Uma empresa de chocolates que trabalhe com a cor marrom, por exemplo, certamente vai chamar bastante atenção se utilizar o marrom em seus anúncios.

Psicologia das cores kopenhagen

Entendeu o que eu quis dizer?

Tomar como verdade absoluta o que cada cor tem a dizer pode prejudicar seus negócios, então esteja aberto às tentativas e sempre realize testes para saber como seu público está reagindo diante dos anúncios da sua marca.

Cores certas para elementos da página inicial do seu blog

Ao longo dos anos, muitos especialistas discordam sobre a relevância da página inicial.

Muitos profissionais do marketing acreditam que a página inicial não é tão importante assim. Particularmente, eu acho que eles estão deixando passar alguma coisa. A realidade é que sua página inicial será a primeira impressão da pessoa que te visita pela primeira vez. Ela precisa ser atraente.

Abaixo, vou colocar a página incial do blog do Chris Tucker. Observe como ele usa as cores no seu logotipo e como orienta as pessoas que visitam seu blog pela primeira vez utilizando cores correspondentes.

Psicologia das cores tucker

A cor escura escolhida para o fundo permite que seu título se destaque. O CTA tem uma cor brilhante, também.

É fundamental alinhar todas as cores da página inicial do seu site, como os títulos, botões de ação (CTA), propostas e posicionamento com o seu objetivo de marketing.

Se a sua página inicial é  mobile-friendly (compatível com aparelhos móveis), a taxa de conversão pode aumentar em até 67%. Isso sem contar o fato de que sites responsivos agradam muito o Google.

Psicologia das cores mobile

Se você olhar para o seu  Google Analytics, você vai observar que a página inicial recebe um tráfego maior do que quase todas as outras páginas.

Psicologia das cores analytics

Cores do seu botão de ação

  70% dos sites de empresas B2B não têm chamadas claras para a ação. Ter um botão que chame atenção, como ter uma cor clara e atraente, pode fazer muita diferença na sua Taxa de Conversão.

Psicologia das cores b2b

Um estudo realizado pela  Go Globe revelou que 47% dos sites com  botões de ação bem definidos permitem que o visitante os encontre e complete a ação determinada pelo site em menos de 3 segundos.

Com estes estudos, é possível chegar à conclusão de que, além do CTA contar com uma cor que atraia o olhar, é preciso também que ele esteja bem posicionado.

Por exemplo, olhe para  a homepage abaixo com o botão CTA à direita e a imagem de uma mulher sorrindo à esquerda:

Psicologia das cores exemplo cta

Search Engine Journal descobriu que a cor vermelha tem a capacidade de provocar emoções fortes e uma sensação de expectativa no usuário. E nós já vimos como o vermelho é utilizado para transmitir paixão e intensidade.

Agora que já entendeu os motivos que levam uma empresa a utilizar a cor vermelha, dá uma olhada no vermelho utilizado pela  Verizon Wireless em seu botão call-to-action. Ele está perfeitamente alinhado ao menu, ao logotipo e à cor do link.

Psicologia das cores verizon

As empresas querem que os visitantes cliquem em seus botões CTA porque assim elas terão maiores chances de uma conversão acontecer. Elas já trabalharam com a curiosidade, dizendo ao visitante que, para saber mais, ele precisa clicar no botão vermelho.

O visitante fica na expectativa, querendo saber o que irá encontrar quando clicar naquele botão.

Se, por um acaso, é essa a sensação que você quer causar em seus visitantes, a cor vermelha pode ser a ideal para o seu CTA.

Agora, se o vermelho não é a cor ideal para sua página, mas você quer chamar a atenção do seu visitante da mesma maneira, a cor amarela pode ser uma excelente opção, pois ela atrai toda a atenção. Veja um exemplo:

Psicologia das cores vestidos

Para te dar um exemplo pessoal, o meu botão CTA amarelo que utilizo na página do QuickSprout.com tem feito bastante sucesso. Não existem elementos sobrepostos e isso ajuda muito no destque que o botão precisa. Além, é claro, de ser atraente e convidativo.

Psicologia das cores quicksprout

Observação: É muito errado afirmar que a cor vermelha é a melhor opção para CTA’s. As cores impactam as pessoas de forma diferente, então sempre terá que levar em consideração o público-alvo e a ideia que deseja que sua empresa transmita.

O mesmo vale para cada cor, como, por exemplo, dizer que a cor verde simboliza riqueza e prosperidade e que você deve utilizá-la obrigatoriamente em sua página. Não existem regras para as cores que devem ou não serem usadas. A única maneira de concluir alguma coisa é testando.

Para você entender melhor como cores diferentes podem melhorar os resultados, vou te dar dois exemplos. O primeiro, é o de uma grande  loja de comércio eletrônico Europeia, que aumentou o CTR e vendas em 35,81%, apenas alterando a cor do botão de azul para verde.

Psicologia das cores cta verde

A princípio, o botão azul que eles utilizavam tinha bordas quadradas. Quando decidiram trocar a cor azul pela cor verde, aproveitaram para arredondar as bordas do botão. Isso gerou um aumento significativo na taxa dos acessos através dos cliques no botão CTA alterado.

Por outro lado, a Unbounce, ousadamente, declarou, após uma série de testes, que o futuro dos botões call-to-action é o  botão alaranjado e grande.

O segundo exemplo que vou te dar é o da Dmix, que também realizou testes, com diferentes cores e com 500 pessoas. Mais especificamente, eles testaram as cores vermelho e verde, onde chegaram no resultado de que o vermelho converteu 34% mais que o botão verde.

Psicologia das cores cta vermelho

Ao invés de ser criativo e apostar em um visual mais moderno, o Bing decidiu apostar na cor azul tradicional dos links. Curiosamente, eles  aumentaram a receita em $ 80.000.000.

Um dos motivos para esse aumento na receita, é o fato de milhões de pessoas de todas as partes do mundo estarem familiarizadas com os links azuis tradicionais.

Se voltarmos lá nos primeiros passos da internet, quando os sites eram todos HTML básico, o azul era a cor padrão dos links. Aquele azul sublinhado tornou-se uma pista de compra para links.

Psicologia das cores microsoft

Padrão em forma de F (F-shaped pattern)

Se você quer que as cores causem impacto nos visitantes do seu site, você precisa entender o padrão em forma de F.

Depois de entender como os visitantes provavelmente irão escanear e ler sua página, você vai escolher as cores e colocá-las em seu site de forma mais atraente.

Guillermo Franco explica bem o padrão em forma de F em seu livro “Como escrever para a Web”:

Psicologia das cores padrão F

E este é o mapa de calor para o padrão em forma de F:

Psicologia das cores mapa padrão F

Olhando essa imagem, você pode notar que quando os visitantes navegam por determinados sites, eles vão primeiro analisar e fazer a leitura da esquerda para a direita.

Como um profissional de marketing esperto, você pode aumentar sua taxa de conversão se baseando no padrão em forma de F.

Psicologia das cores mapa padrão F 2

O posicionamento dos elementos também é importante para decidir as cores que serão utilizadas eu sua página. Por exemplo, a maioria das pessoas acreditam que se colocar o  call-to-action acima da dobra, os resultados serão melhores, como a Unbounce fez aqui:

Psicologia das cores unbounce

Mas como eu disse antes, não existe um padrão, uma maneira exata de se trabalhar os elementos e cores no site para conseguir uma melhor taxa de conversão. Por exemplo, Michael Lykke Aagaard  aumentou a sua taxa de conversão em 304%, quando mudou o CTA muito abaixo da dobra.

Psicologia das cores michael lykke aagaard

BabyAge.com mudou seu call-to-action para o lado esquerdo, ao invés de seguir o conselho de que “o lado direito é melhor” e reforçou a sua  taxa de conversão de vendas em 16%.

Psicologia das cores baby ages

Se você conseguir compreender a Psicologia das Cores, vai poder melhorar significativamente a sua taxa de conversão.

Sempre faça testes!

Eu sei, você está cansado de me ouvir dizer isso, mas é exatamente por saber da importância dos testes que eu fico repetindo isso exaustivamente para você.

Os testes vão te permitir compreender a maneira como seu público se comporta diante das cores que está utilizando em seus anúncios e também à maneira que dispõe seus botões na página principal.

Quando se tratar de testes, o meu conselho profissional é o de que você sempre realize, pelo menos, dois tipos de testes, que você certamente já leu por aqui, chamados de Teste A/B. Eles vão te permitir uma maior exatidão dos padrões seguidos pelos seus consumidores e certamente vão te dar uma grande ajuda na hora de tomar as decisões certas para aumentar sua taxa de conversão.

Com a experiência adquirida, eu percebi (e certamente sua experiência vai te permitir o mesmo) que as cores impactam as pessoas e podem causar reações diferentes, mesmo que estas estejam diante do mesmo anúncio.

Você vai poder fazer testes, por exemplo, para descobrir qual cor para o seu Call-to-action converte mais, ou se um fundo claro ou escuro traz uma mudança significativa no comportamento do seu público-alvo.

Com as duas versões do seu anúncio rodando, você vai poder avaliar qual delas está gerando os melhores resultados, otimizando o tempo dos seus testes e, consequentemente, o tempo de respostas para cada um deles.

Conclusão

Eu resolvi fazer esse artigo bem detalhado para que você conheça diversas oportunidades que as cores podem trazer para o seu site e como elas podem ser eficazes no aumento da taxa de conversão.

Isso requer ao menos algum conhecimento sobre a Psicologia das Cores e sobre o seu respectivo público. Afinal, seu visitantes são seres humanos, e não robôs.

Psicologia das cores conclusão

Claro que são pessoas com diferentes gostos e que reagem de maneira diferente ao estímulos que as cores causam. Mas, como grupo, as pessoas tendem a seguir certos padrões na hora de fazerem suas compras.

Preços, promoções e  excelentes serviços ao cliente não são os únicos elementos que podem afetar as conversões.

Existe um motivo para chamarmos de  otimização de taxa de conversão. Assim como o SEO, esse é um processo contínuo, onde você estará sempre trabalhando para melhorar seus resultados.

Cores acrescentam beleza, significado, calor e ações para o seu site. Não basta usar qualquer cor e assumir que você fez um golaço — certifique-se de testar as cores do seu site.

Agora me conte, como a psicologia das cores já afetou a sua taxa de conversão?

Compartilhe