Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Pesquisa por voz: como funciona e como usar na sua estratégia de SEO

Pesquisa por voz

A pesquisa por voz nada mais é do que uma funcionalidade que permite que pessoas façam buscas na internet usando sua voz, em vez de digitar as palavras-chave em uma barra de pesquisa.

Me diga, você com certeza já usou a funcionalidade de voice search em seu dispositivo alguma vez, certo? Interações como essas são bem normais hoje em dia:

Ok Google, me diga onde posso almoçar hoje”.

E apenas para que eu não ofenda os fãs da Apple:

Ei Siri, vai chover hoje?

O que essas frases têm em comum?

Elas são exemplos clássicos da popularização da pesquisa por voz e indicam uma mudança no cenário do SEO que você não pode ignorar.

E se tirar um momento para analisar, verá que as vozes te dizendo como otimizar para pesquisa por voz são muitas e variadas — uma delas sou eu!

Mas o que realmente funciona? Será que realmente há uma maneira pela qual você pode dar passos na direção certa para ajudar a otimizar aqueles que dependem de buscas por voz?

Acredito que tenha, e quero compartilhar com você.

Entretanto, antes de começarmos a melhorar seu SEO, quero te mostrar algumas evidências impressionantes de como a pesquisa por voz está dominando.

O que é a pesquisa por voz?

A pesquisa por voz permite que uma pessoa faça buscas na internet apenas falando com seu dispositivo, sem a necessidade de digitar nada.

Esse tipo de busca está se tornando cada vez mais popular, pois permite pesquisas mais rápidas e naturais.

Ela alia a conveniência da fala com o alto poder de processamento de dispositivos atuais.

E vale dizer: esse recurso está disponível não apenas no Google, mas também em dispositivos Apple, Amazon Alexa e outras plataformas.

As aplicações práticas da pesquisa por voz ainda são relativamente novas, mas o recurso em si vem dominando o mundo.

Atualmente, tudo o que você precisa fazer é dizer ao seu dispositivo pelo que está buscando e ele irá fazer a pesquisa por você.

Qualquer um com um smartphone ou dispositivo smart para casa não tem mais a Internet na palma da mão. Tem na ponta da língua.

E vamos ser honestos, isso é super legal.

Por que a pesquisa por voz é importante? 

Agora, me diga, muita gente fala sobre o voice search como se fosse a nova revolução do SEO.

Você acredita nisso?

Se a resposta é negativa, dá uma olhadinha nesses dados de um estudo da Gartner que eu vi esses dias:

Em 2023, estima-se que 30% de todas as buscas na internet sejam feitas sem o auxílio de uma tela — utilizando apenas comandos de voz.

Além disso, projeta-se que até 2023, 55% das residências terão um speaker inteligente, aumentando ainda mais o uso da pesquisa por voz.

Mas indo mais ao ponto, em um estudo bastante esclarecedor, a Universidade de Stanford descobriu recentemente que tecnologias de reconhecimento de fala são agora três vezes mais rápidas do que digitar.

Então para os negócios, é questão de experiência do usuário e fornecer conveniência aos seus clientes de um jeito bastante inovador.

E isso já está causando impacto no mundo do SEO.

Isso é parcialmente porque essas tecnologias continuam ficando cada vez melhores com o tempo.

Relatórios recentes da Microsoft indicam que o reconhecimento de fala deles possui uma taxa de erro de apenas 5.1% e funciona com diversas línguas diferentes.

Pesquisa por voz da Microsoft

Se você usa o software Cortana da Microsoft, isso é uma boa notícia.

Mas eles não são os únicos tendo sucesso.

O Google está lado a lado com a Microsoft, se não até um pouco à frente:

Pesquisa por voz e machine learning

Isso significa que a pesquisa por voz não apenas é útil, como também é competitiva.

E quando o Google, Microsoft e outras grandes empresas de tecnologia começam a competir, é garantido que você irá ver algumas mudanças incríveis nos próximos anos.

O funcionamento interno da pesquisa por voz é tanto surpreendentemente humano quanto técnico ao mesmo tempo.

Pela primeira vez, os computadores podem ouvir nossas vozes e adivinhar nossas verdadeiras intenções com uma quantidade incrível de precisão.

Algoritmos como o RankBrain — que eu escrevi sobre em um artigo para meu blog em inglês — que foi confirmado em 2015, já estão superando muito nossas expectativas com sua habilidade de prever intenções.

Mas reconhecimento de fala não é o único aspecto que tem melhorado.

Sistemas de pesquisa por voz agora são capazes de fazer muito mais do que apenas fornecer a resposta mais utilizada. A evolução do reconhecimento de fala é apenas um aspecto a se considerar.

Os dispositivos Echo da Amazon podem se utilizar de milhares de habilidades diferentes, o que significa que estão se tornando uma parte muito mais integral de como utilizamos a internet.

A pesquisa por voz está em nossas casas, celulares e até em nossos navegadores.

E isso significa que as pessoas devem estar usando esses recursos regularmente tanto para trabalho quanto lazer.

Mas também significa que se você não está no topo dos rankings de um mecanismo de busca, provavelmente nunca verá resultados de pesquisa por voz.

Na verdade, nem mais estar na primeira página pode ser bom o suficiente.

Verdadeiramente, isso significa que o primeiro lugar no Google, Bing e em qualquer outro mecanismo de busca agora é mais importante do que nunca.

O crescimento da pesquisa por voz no mundo

Pesquisa por voz no mundo

Bom, mas o que esperar da pesquisa por voz em todo o mundo? Posso te afirmar que o futuro é animador!

De acordo com um dado da Forbes, o voice search tende a ser mais relacionado à ações do que pesquisas por texto.

O que isso quer dizer?

Quando um usuário procura algo usando sua voz, ele normalmente vai agir logo em seguida.

Seja uma pesquisa tão simples quanto “Ei, Siri, qual o melhor produto para tirar manchas de tecido branco?” até “Ok, Google, qual a melhor câmera de segurança para instalar em minha casa?“.

A pergunta normalmente é seguida de uma ação — ao contrário da pesquisa por texto, que normalmente não possui a intenção de agir. 

Outro dado bacana e mais contextualizado na realidade brasileira eu vi no estudo State of Search Brasil de 2021, que constatou que 42% dos usuários mobile já mesclam a pesquisa por texto e voz — e 5% apenas por voz.

Essa tendência está sendo impulsionada pela crescente popularidade e acessibilidade de speakers inteligentes e assistentes virtuais, como o Alexa da Amazon e o Google Home.

Esses dispositivos tornam incrivelmente fácil para os usuários realizar pesquisas por voz e, à medida que se tornam mais integrados em nossas vidas diárias, o uso da pesquisa por voz só vai continuar a aumentar.

Além disso, vale ressaltar o impacto do voice search no comércio regional (estrategistas de SEO local, atenção aqui!).

Um estudo da BrightLocal descobriu que 58% dos consumidores usaram a pesquisa por voz para encontrar informações sobre empresas locais nos últimos 12 meses. 

Aqui nos Estados Unidos, 51% dessas buscas referiam-se a restaurantes e cafés — ou seja, uma excelente oportunidade para quem está por trás de negócios do tipo afiar sua estratégia!

Como utilizar a pesquisa por voz na sua estratégia de SEO?

Agora, eu entendo: sua estratégia de SEO já é bem complexa por si só. Como adicionar outra perspectiva — da pesquisa por voz — e de forma bem-sucedida?

O ideal aqui é ter paciência e encarar o voice search como um complemento às suas principais ações de SEO.

Ou seja, tudo que você faz e que tem como objetivo fortalecer um canal principal (como seu blog, por exemplo) vai também impactar nos resultados de busca por voz.

No entanto, existem algumas boas práticas que você pode seguir.

Separei algumas dicas interessantes, que tal dar uma lida?

Comece com um SEO sólido

Pode ser uma surpresa para você eu começar com os básicos, mas honestamente, não deveria.

A verdade dura e honesta sobre o SEO é que ele demora muito para fazer efeito.

Eu levei anos para começar a ver grandes quantidades de tráfego orgânico para minha marca, e sou apenas um exemplo.

Muitas empresas inexperientes que estão na liderança da inovação em suas indústrias estão batalhando contra as corporações gigantes e estabelecidas cujo orçamento é muito maior que o delas.

E por serem novatas no campo de batalha, precisam jogar de verdade se quiserem ganhar.

Isso é especialmente verdade em termos de pesquisa por voz porque a subida ficou ainda mais íngreme.

Em um estudo esclarecedor, a Backlinko fez alguns testes extensos nos resultados de busca do Google Home.

O que ela descobriu não vai surpreender nenhum entusiasta de SEO, mas prova a necessidade dos básicos de otimização para buscadores de pesquisa com bastante ênfase.

Por exemplo, uma das descobertas dela foi que o tempo de carregamento afetou significativamente a performance:

Pesquisa por voz e o tempo de carregamento das páginas

Os resultados principais de seus experimentos de pesquisa por voz tiveram um tempo de carregamento médio de quase metade do site do topo do ranking de uma busca tradicional.

E isso significa que o já importante aspecto dos tempos de carregamento acaba dificultando ainda mais para os donos de site.

Agora, você não apenas está tentando manter a atenção do seu visitante.

Também está tentando chamar a atenção de um cobiçado algoritmo de pesquisa por voz.

Mas isso não é tudo.

Assim como em buscas de mecanismos tradicionais, os resultados de pesquisa por voz preferem, de longe, conteúdo de longo formato.

Resultados da pesquisa por voz

Esse é um dado que tenho curiosidade em voltar a estudar daqui alguns meses.

Afinal, uma das minhas principais mensagens ao longo dos últimos anos foi: “quanto mais longo e completo for o seu conteúdo, maior a probabilidade de você começar a ranquear mais alto.”

Mas agora, com as novas diretrizes EEAT (Experiência, Especialidade, Autoridade e Confiança), esse “dogma” pode ser quebrado, pois outros aspectos além do número de palavras vão contar para que um conteúdo ranqueie alto.

Além disso, também foi visto que, o quão bem seu conteúdo performa na mídia social, realmente importa para o seu ranking na pesquisa por voz.

Performance de conteúdo e pesquisa por voz

A média para resultados de pesquisa por voz pode parecer bem alta, mas se você está criando e compartilhando o melhor conteúdo, é apenas uma questão de tempo até ver números como esse.

E quanto mais consistentes os seus esforços, mais cedo eles podem começar a dar resultado.

Então, já vimos que esses três elementos básicos de SEO realmente afetam sua habilidade de ranquear para pesquisa por voz.

Esses são apenas três exemplos.

O estudo da Backlinko que citei ainda mostra mais uma dúzia de maneiras com que os recursos básicos de SEO afetam suas chances de se tornar um resultado na pesquisa por voz.

E talvez ainda mais importante, diversas fontes mostraram que o seu ranking geral de página parece ser o fator principal que afeta suas chances de alcançar essa colocação tão desejada.

Ranking geral de pesquisa por voz

Impressionantes porém assustadores 99.58% dos resultados de pesquisa por voz são das primeiras dez páginas em uma busca comum.

É um movimento comum destes recursos de busca onde a ação de pesquisa não requer que o usuário entre no buscador em si (como na home do Google) e pesquisa.

Um exemplo é o Google Lens, que também costuma destacar os primeiros resultados nas buscas feitas pelo app.

Na prática, isso significa que não ranquear entre as primeiras dez páginas dá à sua página uma mera chance de 0.42% entre outros milhões de resultados de busca.

Se você conseguir vencer com essa probabilidade, provavelmente poderia apenas comprar um bilhete de loteria e se aposentar em vez de brigar por rankings de SEO.

Você entende o que quero dizer.

As práticas básicas de SEO são onde você deve começar, simplesmente porque sem elas você terá uma chance minúscula de ser o primeiro resultado de pesquisa por voz.

Então o primeiro e mais importante passo para qualquer um interessado em desvendar o código da pesquisa por voz é aprender e implementar os básicos do SEO.

Começando por aqui, você terá uma base sólida onde sua marca poderá crescer.

E uma vez que começar a ver resultados, pode implementar algumas das práticas mais específicas em termos de otimizar para pesquisa por voz.

Foque em palavras-chave que conversam

Uma vez que tenha se estabelecido com seu SEO básico, deve analisar com mais cuidado suas palavras-chave para garantir que uma pesquisa por voz é capaz de encontrá-las.

Isso é porque mecanismos de busca como o Google iniciaram a prática de buscar por linguagem natural ao fornecer os principais resultados.

Se você conseguir manter seu conteúdo fácil de abordar e ler, o Google irá prestar mais atenção em você.

Encontrar um jeito de ser conversativo, mesmo para as marcas mais sérias, é um desafio único à pesquisa por voz.

E essa tendência só está aumentando porque desde 2017, a maioria das frases utilizadas na pesquisa por voz foram consideradas “natural ou conversativa”.

Pesquisa por voz conversativa

Sete em cada dez pesquisas por voz são feitas com o tipo de linguagem que utilizamos hoje.

Isso inclui contrações, gírias e coloquialismo que podem não surgir naturalmente em seu estilo de escrita.

Mas se elas forem colocadas em um mecanismo de busca, significa que possuem potencial para ser uma palavra-chave.

Crie conteúdo otimizado para featured snippets

Uma vez que tiver dominado os básicos de SEO e refinado suas palavras-chave, é hora de prestar atenção ao último grande elemento da otimização para pesquisa por voz:

Além de um domínio e conteúdo fortes, você precisa criar um modo para os mecanismos de busca digerirem e colocarem para fora seu conteúdo com facilidade.

Essa meta é alcançada otimizando seu conteúdo para os featured snippets que frequentemente aparecem na posição “ranking zero” acima dos resultados normais de busca.

Esse é um elemento que não seria sábio ignorar porque o Google disse explicitamente que featured snippets ajudam com rankings de pesquisa por voz e móveis.

Na prática, esses featured snippets são frequentemente utilizados para ajudar os usuários e encontrar respostas rápidas para perguntas, como neste exemplo:

Pesquisa por voz e os featured snippets

Em uma busca comum, esse resultado permite que você busque rapidamente por sua resposta e pronto.

Com uma pesquisa por voz, entretanto, o mecanismo de busca precisará dar uma resposta audível à pesquisa.

O que significa que esses snippets são frequentemente lidos em voz alta ao usuário.

Se o seu conteúdo não é feito para facilmente se encaixar em um featured snippet, então até uma página de alto ranking pode ser ignorada pelo próximo resultado.

Também vale a pena notar que esses featured snippets começaram a mostrar vídeos também, o que significa que seu conteúdo escrito não é a única opção.

Pesquisa por voz e vídeos no featured snippet

Falando de modo simples, seu objetivo deve ser fornecer informação facilmente digerível e otimizada que pode ser avaliada e compartilhada rapidamente.

Isso perdura mesmo sob o microscópio de diversos experimentos de marketing.

Vários blogs de SEO começaram a recomendar que criadores de conteúdo comecem a considerar o comprimento com mais afinco em termos de otimizar para esses featured snippets.

Se você está acostumado a escrever parágrafos de três a quatro frases, é recomendado que você mude essa prática imediatamente.

Até as listas estão sofrendo os efeitos, com um máximo de apenas oito itens e potencialmente apenas 64 palavras.

Se você está acostumado a criar guias passo a passo em formato de lista, vai precisar mudar sua abordagem para pesquisas por voz.

Além disso, o Guia de Discurso que foi publicado por mecanismos como o Google parece indicar que menos de 30 palavras é o melhor para qualquer conteúdo que você ache que possa ser um snippet.

Tamanho da resposta no featured snippet por pesquisa de voz

Contei 44 palavras nesse snippet, e o Google diz que é muito longo.

Já neste exemplo, o Google prefere o snippet mais curto mesmo que a resposta esteja incorreta:

Tamanho curto de resposta para featured snippet de pesquisa por voz

Esse resultado possui apenas dez palavras, então, é claro o porquê ele seria otimizado.

É mais curto, mais direto e, assim, tido como uma resposta melhor segundo os algoritmos do mecanismo de busca.

E enquanto outros fatores como autoridade irão pesar para a resposta final dada pelo Google, isso claramente ilustra o ponto de que ser sucinto é sempre melhor.

Essa tendência de respostas mais curtas pode parecer estranha para algumas pessoas.

Afinal de contas, as respostas estão sendo lidas em voz alta.

Por que elas não podem ser mais longas?

Você precisa lembrar que o uso da pesquisa por voz já é bastante variado.

A maioria das pesquisas feitas por usuários são em público ou com outros presentes, o que significa que um resultado curto e agradável irá fornecer a menor quantidade de interrupção.

É aqui onde as marcas que possuem vozes mais rígidas e profissionais começam a ter problemas.

Se você não é capaz de abordar uma preocupação ou responder uma pergunta rápido e tranquilamente, terá mais dificuldade para ranquear em uma pesquisa por voz.

Isso pode significar que você precisa reavaliar alguns dos elementos mais fundamentais da sua voz no futuro.

Ah, e antes que eu me esqueça, que tal dar uma atualizada no FAQ do seu site?

Você pode não ter ouvido muitos conselhos sobre seu FAQ recentemente, mas a importância desse conteúdo está voltando.

Já que elas são feitas para serem frases customizadas, com intuito de responder perguntas comuns sobre seus produtos, indústria ou marca, é natural que elas fiquem em evidência quando se fala de featured snippets.

É o melhor lugar para o seu visitante ou mecanismo de busca encontrar respostas, o que significa que você precisa ter modos de antecipar quais perguntas eles irão fazer.

Um modo de conseguir isso é usando um serviço como o Answer the Public.

Pesquisa por voz e o Answer The Public

Tudo o que você precisa fazer é inserir sua palavra-chave e então o sistema irá te dar as perguntas mais pesquisadas em volta dessa palavra.

Enquanto a ferramenta é feita para empresas de RP, ela também possui uma ótima aplicação para profissionais de marketing em termos de esforços de SEO de pesquisa por voz.

Se você otimizar seu conteúdo e FAQs de acordo com essas perguntas, é mais provável que consiga um featured snippet mais para frente.

E isso significa que seu SEO será muito melhor para pesquisa por voz.

Responda às perguntas dos usuários

Essa dica vai na mesma direção do que já escrevi acima.

Lembra quando mencionei que a maior parte das interações em voice search possui intenção de agir?

Ou seja, tratam-se de perguntas que precisam de respostas rápidas, otimizadas e eficientes.

Por isso, minha dica é analisar seus dados (recomendo uma boa olhada no Google Search Console ou em outras ferramentas, como o Ubersuggest).

Então, analise o uso de algumas palavras-chave e tendências de pesquisa por voz.

Por exemplo, a MOZ viu que a maioria das pesquisas por voz na verdade são feitas como perguntas.

Pesquisas por voz com perguntas

As pessoas usando a pesquisa por voz estão pedindo aos mecanismos de busca por conselhos sobre diferentes elementos de suas vidas.

Por exemplo, se o seu site ensina às pessoas como vender com o marketing de conteúdo, você pode usar o Ubersuggest para descobrir quais são as perguntas comuns. Desta forma:

Etapa 1: Insira sua palavra-chave e clique em “buscar”.

Pesquisa de palavras-chave no Ubersuggest

Etapa 2: Clique em “Ideias de palavras-chave” na barra lateral esquerda.

Ubersuggest e palavras-chave

Etapa 3: Clique na guia “Perguntas”, que fica acima dos resultados.

Exemplos de perguntas no Ubersuggest

Como você pode ver, existem 62 perguntas que os pesquisadores interessados ​​em marketing de conteúdo costumam fazer.

Você percebe como tudo isso pode ser buscado através de uma pesquisa por voz?

Basta alguém dizer “Ok Google, por que o marketing de conteúdo é importante” e você terá um sucesso em potencial.

Embora muitas dessas sugestões ainda sejam recentes, elas são um ótimo lugar para se começar ao considerar o uso de palavras-chave.

E, à medida que a pesquisa por voz continua a evoluir, suas palavras-chave também devem evoluir junto.

O SEO é um processo que nunca termina e você deve tratá-lo como tal.

Se você concentrar seus esforços em otimizar continuamente para palavras-chave de conversação, isso aumentará suas chances de aparecer em um resultado de pesquisa por voz.

Invista no tom de voz conversacional

Além de utilizar palavras-chaves mais conversionais, é importante que o tom do texto siga a mesma orientação.

Que tal um exemplo? Digamos que você pergunte:

Ok, Google, qual o melhor vinho para harmonizar com salmão grelhado?“.

Evidente que uma resposta como “Pinot Noir ou Rosé“, pura e simplesmente, pode ser seca demais. É informativa, mas veja bem: não é assim que os humanos conversam!

Agora, veja qual a resposta principal que o meu buscador deu quando fiz a pesquisa:

Exemplo de pergunta no Google

Bem melhor, certo?

Crie uma seção de FAQ

Sempre disse e vou continuar repetindo: todo site deve ter uma seção de FAQ (perguntas frequentes).

Essa página oferece muitos benefícios práticos de SEO.

As FAQs são essencialmente uma maneira poderosa de fornecer informações aos visitantes do seu site, de modo a envolvê-los, informá-los e educá-los.

Ao ter um conjunto abrangente de FAQs, você pode antecipar as possíveis perguntas feitas pelos usuários e satisfazer essas necessidades diretamente no seu site.

Além disso, ter uma lista atualizada de FAQs permite que você cubra mais tópicos relacionados ao seu site ou serviços sem precisar de conteúdo adicional enquanto melhora a experiência do usuário ao apresentar a resposta de uma maneira fácil e eficiente.

Além disso, os mecanismos de busca preferem conteúdo com qualidade e estrutura , portanto, isso certamente impactará seu SEO.

E claro, respostas curtas, concisas e objetivas são excelentes para caírem no filtro dos mecanismos de busca por voz e podem alavancar as chances do seu site aparecer!

Cadastre sua empresa no Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio permite que você registre e gerencie suas informações comerciais no Google Maps, assim como outros serviços como mecanismo de busca, análises e anúncios.

Isso aumentará as chances de aparecer nas buscas por voz de empresas locais, já que muitos usuários usam esse recurso para encontrar soluções, produtos ou serviços próximos de sua localidade — assim como mencionei antes.

Melhore a experiência mobile

Por fim, lembre-se: o recurso de busca por voz é muito mais utilizado em dispositivos móveis, como smartphones ou tablets.

Nesse sentido, é importante que seu site seja bem pensado quando o assunto é UI e UX design.

Ou seja, desenvolvido levando em conta uma melhor experiência para o usuário, com conteúdos responsivos e uma navegação simples no dispositivo móvel.

Conclusão

A pesquisa por voz tem enorme potencial e já vem transformando o SEO de maneiras pouco vistas.

Se esse não é um ponto de destaque em seu planejamento de marketing, sugiro que reveja seus planos, pois o voice search é um recurso que pode trazer grandes resultados.

E você, ficou com alguma dúvida? É só deixar um comentário abaixo que vou responder o quanto antes.

Até a próxima!

Perguntas frequentes sobre a pesquisa por voz

O que é a pesquisa por voz?

A pesquisa por voz nada mais é do que uma funcionalidade que permite que pessoas façam buscas na internet usando sua voz, em vez de digitar as palavras-chave em uma barra de pesquisa.

Como ativar a pesquisa por voz do Google?

Para ativar, basta acessar o Google e clicar no ícone do microfone, logo na barra de pesquisa do site ou no aplicativo.

Como utilizar a pesquisa por voz na sua estratégia de SEO?

Existem várias formas de incorporar a pesquisa por voz em sua estratégia de SEO. O ideal é começar com um SEO sólido, focar em palavras-chaves que conversem, criar conteúdo otimizado por featured snippets, investir em um tom de voz conversional, entre outras práticas.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Ubersuggest

Desbloqueie milhares de palavras-chave com Ubersuggest

Quer superar a concorrência?

  • Encontre palavras-chave de cauda longa com alto ROI
  • Encontre centenas de palavras-chave
  • Transforme buscas em visitas e conversões

Ferramenta gratuita

Compartilhe