Marketing Turístico: O Que é e 8 Ideias Para Aplicar na Sua Estratégia

garota turista segurando mapa

O marketing turístico tem tudo a ver com o Brasil.

E não poderia ser diferente, porque o país tem no turismo um dos pontos altos de sua economia.

Relatório de 2019 do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, em inglês), estima que o setor responde, sozinho, por 8,1% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Na prática, é muito dinheiro circulando no mercado, o que favorece as empresas que investem em turismo.

Ou, melhor dizendo, ao menos aquelas que elaboram um planejamento e estratégia adequados.

É justamente esse o foco deste artigo.

Você precisa aumentar as vendas de produtos e serviços turísticos, mas não consegue pensar em boas ideias para alcançar suas metas?

Acontece com os melhores profissionais e empresas que trabalham com turismo.

Mas, ao contrário do muitos imaginam, lidar com as necessidades e desejos dos turistas não é das tarefas mais fáceis.

A área de turismo é recheada por desafios, principalmente relacionados à atuação, diferenciação, experiência e precificação.

Em questão de segundos, uma marca pode ter sua reputação destruída bastando apenas uma reclamação de um consumidor, por exemplo.

Ou, então, ter suas demandas comprometidas devido à oscilação de moedas estrangeiras, como o dólar e o euro.

Com tantas empresas competindo em um mercado que está sempre aquecido, como o brasileiro, conseguir se destacar pode ser um desafio e tanto.

Porém, como sempre costumo dizer aqui no blog, não é algo impossível. Bem pelo contrário.

Quero mostrar a você, a partir de agora, quais são os caminhos do sucesso no marketing turístico.

Muito além da propaganda de viagens, essa é uma estratégia que envolve processos e técnicas que permitem conhecer melhor os clientes e pensar nos produtos ou serviços mais adequados para eles.

Reservei este artigo para ajudar você a entender os fundamentos do marketing turístico e para que serve.

Nele, também vou compartilhar algumas ideias de ações de marketing aplicado ao turismo para empoderar ainda mais sua estratégia empresarial.

Fique por dentro!

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

O que é marketing turístico?

casal em local turístico de inverno

Marketing turístico é uma estratégia que compreende a junção de dois conceitos: marketing e turismo. Ou seja, um tipo de marketing direcionado a conhecer os desejos, os interesses e as necessidades do turista para atendê-lo com ofertas e soluções nessa área.

Embora existam várias definições existentes, em resumo, é isso mesmo.

Uma forma de oferecer a melhor experiência possível para o viajante, de satisfazer seus desejos e, assim, construir uma relação de trocas.

Para que serve o marketing turístico?

fotografia no marketing turístico

O marketing turístico serve para ajudar uma empresa de turismo a ser vista por potenciais clientes, sem que se pareça apenas mais uma em meio à multidão de concorrentes.

Gera resultado econômico em troca da satisfação da necessidade que os produtos oferecem aos consumidores.

Cria caminhos para que se destaque da concorrência e melhore as suas vendas.

Também permite conhecer e influenciar as necessidades dos consumidores para lançar novos produtos ou personalizar aqueles que já existem.

A demanda turística

garota turista sorridente

Os consumidores impactados por produtos ou serviços turísticos que decidem viajar de sua moradia habitual para outras regiões configuram a demanda turística.

São pessoas que saem de onde moram para atender necessidades como cultura, descanso, diversão, entre outros.

Assim, a demanda turística de um produto ou serviço turístico é a quantidade que um grupo deseja e pode comprar.

O que, no turismo de negócio, por exemplo, é um número mais alto, já que demanda um maior volume total de negócios turísticos.

E cabe dizer ainda que, em se tratando de demanda turística, o Brasil está muito bem servido.

Suas dimensões continentais possibilitam descobrir um novo país a cada embarque doméstico.

E para quem vem de fora, então, fica até difícil decidir o que conhecer primeiro.

Nordeste, Pantanal, Amazônia, Cerrado, Serra Gaúcha, Sudeste e sua pujança… Em cada um desses destinos, há também pessoas interessadas em visitar outras regiões, o que só eleva a demanda turística no país.

Tipos de serviços oferecidos no turismo

marketing e turismo internacional

Existem vários tipos de serviços turísticos existentes no mercado.

Para facilitar o entendimento, vale apontar alguns exemplos.

São eles: agenciamento turístico, alimentação, câmbio, consultoria de viagem, hospedagem, informações turísticas, passeios, tradução, entre outros.

Uma empresa que atua na área pode oferecer um único serviço ou um conjunto deles.

E o marketing turístico se propõe a divulgar essa oferta, permitindo que o consumidor a encontre e a escolha entre todas as opções existentes.

De maneira geral, é possível definir a formação do mercado turístico contemporâneo em três áreas principais.

São elas:

  • Atrativos turísticos: são todos os lugares ou acontecimentos que despertam o interesse de turistas para que se desloquem até eles
  • Equipamentos e serviços turísticos: edificações, instalações e serviços que fazem parte da atividade turística, como agenciamento, alimentação, entretenimento e hospedagem
  • Infraestrutura de apoio turístico: é o conjunto de obras e instalações físicas que proporcionam o deslocamento dos turistas, como transportes e serviços urbanos.

O comportamento do consumidor de turismo

marketing turístico em presentes de viagens

É no comportamento do consumidor de turismo que deve se atentar todo e qualquer projeto de marketing turístico.

É comum que todo consumidor de turismo tenha um perfil curioso e explorador, mas é preciso considerar que turistas nem sempre são totalmente parecidos.

Grande parte deles faz parte da chamada geração dos Millennials (ou Geração Y), nascidos entre os anos 1980 e meados da década de 1990.

São pessoas que gostam de conhecer lugares novos e que usam a tecnologia para dar sua opinião.

Dinâmicos e flexíveis, apreciam a ideia de compartilhar fotos, vídeos, histórias e opiniões sobre as viagens nas suas redes sociais.

Curiosidade à parte, é a mesma geração que vem criando disrupções, como a economia colaborativa do Uber e acomodações alternativas do Airbnb.

Assim sendo, há um perfil muito claro ao qual o marketing turístico se direciona.

E é preciso conhecer suas necessidades e preferências para poder oferecer uma abordagem de conteúdo e estratégia mais direcionada.

O que eles querem é ser ouvidos.

Sua empresa está preparada para atendê-los?

8 estratégias para sua propaganda de viagens e turismo

propagandas de turismo e viagens

Com o aumento da concorrência no setor de viagens e turismo, o desafio das empresas se torna diferenciar a oferta para atrair público qualificado.

O que nem todas sabem é que existem estratégias capazes de aumentar as conversões e as vendas.

Quer aprimorar suas estratégias de marketing turístico, mas está por fora dos principais destaques do mercado?

Deixa que eu te explico. Aqui vão as oito principais:

1. Focar na oferta de experiências inesquecíveis

O que o turista quer hoje não é um quarto ou um frigobar abastecido, mas experiências personalizadas de acordo com os seus interesses turísticos.

Ele quer fazer coisas diferentes para enriquecer sua bagagem cultural e viver novas histórias para contar para os amigos e familiares.

Então, quanto melhor a sua empresa de turismo puder atender a essas necessidades, maiores são as chances de sair na frente dos demais competidores.

Por isso mesmo que continuo a bater na seguinte tecla: entenda quem é o seu potencial cliente e ofereça a melhor experiência a ele!

Se mudar o mindset de vender pacotes turísticos para oferecer experiências inesquecíveis, meio caminho já estará andado.

2. Mesclar vídeos comerciais com storytelling

Com forte apelo entre praticamente todos os públicos, conteúdos comerciais em vídeo, quando bem feitos, são capazes de vender por si só.

Isso sem falar que o vídeo é um formato que está super em alta.

Até mesmo as redes sociais mais badaladas estão priorizando a sua entrega.

No Facebook e no Instagram, por exemplo, postar vídeo pode significar dobrar o engajamento e alcançar o viajante que ainda está em dúvida sobre qual destino visitar e qual passeio realizar na oportunidade.

E, no mercado de turismo, vídeos funcionam como espécies de “test drive” dos destinos.

Com um simples, mas bem elaborado call to action ao lado da oferta, você pode impulsionar as vendas e alavancar oportunidades.

3. Criar um aplicativo mobile (e tornar seu site responsivo caso ainda não seja)

aplicativo mobile sobre viagens

A cada segundo, acontecem mais e mais pesquisas na internet através de dispositivos móveis.

Muitas delas incluem a busca por viagens, voos e hotéis.

Somando a isso, o fato de que já faz tempo que o celular se tornou o principal meio de acesso à internet, é preciso aproveitar as oportunidades do mobile.

Pense comigo: se a pesquisa do turista começa pelo celular, nada mais justo e inteligente do que oferecer ajuda para ele logo ali.

Para fazer isso, algumas boas dicas são criar um aplicativo mobile para facilitar a experiência dele com a sua empresa de turismo.

E, claro, tornar seu site responsivo, caso ainda não seja.

Significa que o conteúdo que você oferece vai se moldar à tela do usuário, esteja ele visitando suas páginas a partir de um smartphone, tablet ou notebook, por exemplo.

4. Usar QR Code

Já percebeu que o QR Code vem se destacando como uma forma de facilitar o embarque de passageiros nos aeroportos?

Não é à toa que isso acontece.

Afinal, além de agilizar a entrada dos viajantes na aeronave, a tecnologia também representa um avanço na redução de uso de recursos naturais.

Simples de criar, o QR Code é feito de um código de barras em 2D, que pode ser escaneado pela maioria dos celulares que têm câmera fotográfica.

Quando o turista vira a câmera do smartphone dele para o código, é automaticamente redirecionado para uma página de internet.

Muitas empresas usam isso para aumentar o acesso a site, blog ou e-commerce.

Mas nada impede que os utilize em cupons ou folhetos de divulgação de serviços.

5. Trabalhar com influenciadores digitais

Tem um dinheirinho a mais no seu orçamento de marketing digital?

Que tal considerar a ideia de fazer parcerias com influenciadores digitais para poder alavancar ainda mais seus conteúdos de marketing turístico?

Já conhecidos pelo público, eles têm alto poder de influência – como o próprio nome diz – e ajudam a aproximar potenciais clientes da decisão de compra.

Não é à toa que representam uma estratégia de propaganda que está super em alta.

Se não tiver com uma grande verba disponível para isso, tente avaliar a possibilidade de trabalhar com os chamados microinfluenciadores.

Eles têm menos seguidores, é verdade, mas são extremamente nichados.

Significa que oferecem maior chance de conversão.

O que pode ser uma boa oportunidade dependendo da área de atuação do seu negócio de turismo.

6. Contar histórias envolventes

trio de amigos em planejamento de viagem

Agora, não adianta também ficar apenas forçando a barra e tentando vender serviços turísticos sem parar.

É preciso aproveitar outras táticas de marketing turístico, como o storytelling: a arte de contar histórias envolventes que causam conexão entre marca e consumidor.

Algum ponto turístico que está dentro dos seus serviços turísticos têm algum acontecimento marcante?

Ou algum cliente compartilhou com você a experiência inesquecível que teve ao adquirir seu produto?

Procure compartilhar isso com outras pessoas.

Consumidores não são movidos apenas pela intenção de comprar, mas, sobretudo, pelas emoções as quais as marcas conseguem despertar neles.

7. Use as boas práticas de SEO para estar presente nas buscas dos usuários

Agora, quero apresentar para você um dado impressionante.

Você sabia que 95% dos usuários que fazem uma pesquisa no Google não passam da primeira página de resultados?

Então, outro ganho em competitividade é conseguir posicionar sua empresa de turismo com relevância na busca orgânica.

Mas como chegar lá?

Ao adotar as boas práticas de SEO (Search Engine Optimization) e otimizar o seu site para motores de busca, o tráfego orgânico tende a aumentar.

Com o tempo, o resultado do seu esforço aparece e você se posiciona no alto do buscador por relevância, sem custos.

Se não tiver paciência para isso e quiser seguir por outro caminho, é só fazer anúncios do tipo link patrocinado no Google Ads – plataforma de publicidade do Google.

Com a escolha das palavras-chave mais relevantes para o seu público, você pode aparecer para os usuários enquanto tiver verba disponível para isso.

8. Incluir avaliações e comentários de clientes aos meios de divulgação da empresa de turismo

Como falei lá no início, um comentário negativo de um cliente pode acabar com todo o esforço dedicado à estratégia de marketing turístico.

Para preservar a reputação da sua empresa, procure valorizar cada comentário ou avaliação positiva recebida.

Só não se esqueça de selecionar os melhores deles para usar em seus materiais de divulgação para que atuem como um gatilho de prova social.

Quando um usuário que nunca viu sua marca se depara com uma avaliação positiva sobre os seus serviços, ele sentirá muito mais confiança em saber mais a respeito. Faz todo sentido, não é?

Como criar seu plano de marketing turístico

plano de marketing para turismo

Para criar seu plano de marketing turístico, busque conhecer profundamente quem é o seu cliente.

Só assim será possível atendê-lo e servi-lo da melhor forma.

Quanto mais você souber sobre ele, melhor poderá ajustar suas estratégias de marketing.

Ao conhecer bem o seu mercado de atuação, você tem quase tudo o que precisa.

Só precisa definir, então, as ações de marketing que a sua empresa de turismo pretende alcançar e qual objetivo deseja cumprir.

Esse tipo de planejamento pode ser direcionado para a sua própria marca ou, então, para algum produto ou serviço que deseja impulsionar.

Como uma bússola, deve servir como um norte para guiar todas as ações estratégicas a serem realizadas em seguida.

Conclusão

Estratégias de marketing turístico acompanham os movimentos e as tendências de um mercado em constante expansão.

Mas como todas essas que acabamos de ver estão em alta, você pode escolher aquela que melhor se encaixa às necessidades atuais do seu negócio. E, assim, ver seus resultados crescerem.

Só o que não pode esquecer é de estudar profundamente quem é o público da sua empresa de turismo e quais desejos e necessidades eles têm.

Esse é ainda o meio mais eficiente para criar produtos e serviços relevantes e “inesquecíveis”, do jeitinho que eles (os turistas) esperam.

Quer uma dica bônus?

É bom sempre exercitar também a empatia de se colocar no lugar do consumidor e entender até que ponto sua empresa vai ajudar ele.

Não basta apenas empurrar um serviço de turismo para cima dele, mas mostrar o que ele vai ganhar com isso.

O que mais vale mesmo é encantar. Afinal, viagens demandam investimento e são a base do turismo. Pense nisso.

E aí, qual estratégia de marketing turístico você pretende colocar em prática primeiro na sua empresa?

Já trabalhou com alguma delas e tem algum relato interessante para compartilhar com a comunidade de leitores aqui do blog?

Conte aqui nos comentários. Sua opinião é muito importante!

guia completo de marketing digital

Compartilhe