Endomarketing: O que é, Por Que Fazer e Como fazer Endomarketing

Você gostaria de ter funcionários satisfeitos e apaixonados pela sua empresa?

Endomarketing é a estratégia capaz de conquistar o coração e a mente dos profissionais que trabalham na sua empresa por meio de ações, atitudes e ideias incríveis.

Com ele, você reduz a alta rotatividade de funcionários (turnover) e atrai profissionais altamente qualificados.

Pesquisas como “As Melhores Empresas para se Trabalhar” estão sendo cada vez mais relevantes na hora de um profissional se inscrever em uma vaga. A prospecção de colaboradores pode ser tão (ou mais) desafiadora do que a de clientes.

Desta forma, um bom trabalho de endomarketing é importante para atrair candidatos excelentes e, consequentemente, aumentar suas vendas.

Como o marketing começa dentro de casa, fiz este guia completo com tudo que você precisa saber para começar seu planejamento de endomarketing.

E lembre-se: se ficar com dúvidas ou tiver algum conselho para compartilhar, deixe um comentário no final.

Boa leitura!

O Que é Endomarketing?

Endomarketing é o conjunto de ações de marketing voltadas aos funcionários de uma empresa.

Essa estratégia tem como objetivo melhorar o clima e conquistar os clientes internos, transformando cada profissional em embaixador da marca. Ela também pode reduzir o turnover.

O endomarketing é também conhecido como marketing interno. Isto porque ele lida com a percepção que o funcionário tem em relação à marca da empresa na qual trabalha.

Não é novidade nenhuma que um trabalho de marketing excelente é incompleto se a experiência do cliente for ruim.

Sua empresa pode ter um posicionamento de marca incrível, mas um funcionário infeliz pode pôr tudo a perder.

O sucesso da estratégia de endomarketing está diretamente ligado ao relacionamento da empresa com os seus funcionários.

Quando uma pessoa adora a empresa na qual trabalha, executa suas tarefas com mais qualidade, fica mais satisfeita e se sente valorizada.

A partir disso, ela própria irá disseminar a mensagem e o posicionamento de marca para colegas, familiares, amigos e comunidade.

E, como as pessoas confiam mais na opinião de outras pessoas do que no discurso de uma empresa, é tiro certeiro no coração de diversos potenciais consumidores.

Significado de Endomarketing

O significado é simples: o prefixo endo vem do grego endus, e significa para dentro. Marketing, como sabemos, é o estudo do mercado, das necessidades e desejos.

Endomarketing é, portanto, o estudo das necessidades e desejos do cliente interno, ou seja, do funcionário.

Surgimento do Endomarketing

Philip Kotler, o pai do marketing, já falava sobre este assunto, chamando de Marketing Interno das Organizações. Mas foi o brasileiro Saul Bekin, especialista e professor de marketing, quem criou e difundiu o termo endomarketing.

Autor do livro Endomarketing – como praticá-lo com sucesso, considerado uma das mais importantes obras sobre o assunto, Bekin leva o conceito de endomarketing a outro patamar.

Para ele, o objetivo de qualquer empresa é desenvolver um produto ou serviço que esteja de acordo com a necessidade do consumidor e que atenda suas expectativas.

Para isso ser alcançado, é fundamental, claro, que todas as pessoas estejam alinhadas e integradas.

O endomarketing, segundo o autor, vem para ser o elo de comunicação entre os funcionários de uma empresa, visando um único e igual objetivo.

Por isso é tão importante a integração entre marketing e endomarketing: enquanto um atrai clientes, o outro se preocupa em atrair e reter colaboradores engajados e multiplicadores da marca.

Endomarketing nas Empresas

O endomarketing hoje é um elemento essencial para a saúde de uma empresa.

Se você busca se diferenciar, deve investir na construção de um relacionamento forte e duradouro com o seu público interno (exatamente o que fazemos no Inbound Marketing, não é mesmo?).

Quando o funcionário tem um claro entendimento sobre a importância da empresa no qual trabalha, e sua própria importância dentro dela, cria-se um ambiente mais saudável.

Com isso, os profissionais ficam mais motivados e geram melhores resultados.

Mas quem é o responsável pelo endomarketing em uma empresa? A que departamento você deve atribuir essa função?

Comunicação interna é a mesma coisa que endomarketing?

É sobre isso que vou falar agora.

Esclarecendo esses pontos principais e mostrando o endomarketing como forma de gestão, você vai conseguir entender todo o potencial dessa estratégia.

Tenho certeza que depois disso você vai querer começar o seu planejamento o quanto antes!

Qual o papel do RH no endomarketing?

Tem muita briga e desentendimento rolando solto nas empresas. Endomarketing é assunto de quem? Recursos Humanos ou Marketing?

Bem, caro leitor, se você esperava que eu dissesse ou um, ou outro, vou decepcioná-lo agora.

O endomarketing não pode – e jamais deve – ser trabalhado de forma isolada, nem pelo marketing, e nem pelo RH.

Isso porque o conjunto dos dois departamentos são essenciais para um planejamento assertivo.

Explico: o marketing é capaz de criar e direcionar as campanhas internas, linguagem de comunicação e ações de forma a corresponder com o posicionamento da marca, mas é o que RH que tem o contato diário com os funcionários e a preocupação em vê-los motivados e felizes, sendo ele o responsável direto por identificar as necessidades e desejos desse público.

Percebe como um não consegue fazer o seu trabalho sem o outro?

Quanto maior for a integração desses departamentos, melhores serão os seus resultados com endomarketing.

Comunicação Interna e Endomarketing

Aparentemente, comunicação interna e endomarketing poderiam ser a mesma coisa, afinal, trabalham com o mesmo público: os funcionários.

Porém, são estratégias diferentes, embora complementares.

O endomarketing trabalha o relacionamento, a integração e o incentivo aos colaboradores, o que gera melhorias no ambiente do trabalho, motivação e aumento de desempenho.

a comunicação interna envolve os processos de informação, sendo ela parte da estratégia de endomarketing, já que uma comunicação clara é essencial para o sentimento de pertencimento do funcionário.

A comunicação interna tem como objetivo informar os colaboradores sobre as ações da empresa, como lançamentos de produtos, participação em eventos, comunicados oficiais, além de transmitir as diretrizes estratégicas, como missão, visão e valores.

Quando a comunicação é fluída, clara e incentiva o diálogo, evitam-se problemas como boatos e ruídos, o que acaba impactando diretamente no ambiente de trabalho e na qualidade das atividades dos profissionais.

Por isso, ela é peça fundamental em qualquer estratégia de endomarketing, e deve ser muito bem planejada.

É preciso escolher os melhores canais para divulgação das informações, de forma a atingir todos os funcionários da empresa.

Também é preciso ter cuidado com a linguagem escolhida, reforçando conceitos como valorização e respeito.

E, o mais importante: os gestores precisam estar preparados para dialogar com sua equipe, aceitar as opiniões e evitar a comunicação vertical.

Ao abrir espaço para colaboração dos funcionários, de forma que se sintam seguros a emitir suas opiniões, necessidades e desejos, qualquer objetivo corporativo poderá ser alcançado.

A comunicação interna é o primeiro elo do vínculo que irá culminar na motivação dos profissionais, aumento de produtividade e, consequentemente, lucro da empresa.

Endomarketing Como Estratégia de Gestão

O endomarketing é uma importante ferramenta para gestão empresarial. Ele tem como premissa básica o alinhamento de todos os funcionários em prol do objetivo da empresa.

A visão compartilhada e o fortalecimento das relações permitem que todo o grupo caminhe na mesma direção, atingindo resultados muito melhores.

São inúmeros os benefícios de se trabalhar o endomarketing como estratégia de gestão, e eu vou falar deles em seguida.

Se você quiser complementar os seus estudos, a Analisa de Medeiros Brum, referência em Endomarketing no Brasil, tem diversos livros publicados sobre o assunto.

Eu recomendo o último, lançado neste ano de 2017, o Endomarketing de A a Z, que ensina o que você deve fazer para alinhar os pensamentos dos funcionários à estratégia da corporação.

Por Que Trabalhar o Endomarketing?

por que endomarketing

O endomarketing pode ser uma mina de ouro para as empresas. Isso porque tem forte potencial para aumentar os resultados, a visibilidade e o reconhecimento de marca, e reduzir os custos com a rotatividade de pessoas.

O funcionário ganha e a empresa ganha. Simples assim!

Por isso, a pergunta que você deveria estar se fazendo agora é: Por que eu ainda não trabalho o endomarketing?

Para ser ainda mais convincente, vou enumerar aqui os principais benefícios do endomarketing (e olha que não são poucos!).

1. Motivação

O trabalhador se sente valorizado, reconhecido e agradecido e, por conta disso, trabalha melhor, com mais qualidade e dedicação. Ele não está na sua empresa só para “bater o ponto”, mas sim para fazer a diferença.

Funcionários motivados gostam de elogiar a empresa, espalham seus atributos e divulgam a marca e seus produtos em todos os ambientes.

Eles são os verdadeiros embaixadores da marca, e têm um enorme potencial para a construção de uma imagem verdadeira e positiva de sua empresa.

2. Produtividade

Funcionários motivados rendem mais, sabia? Isso porque ele faz questão de fazer seu trabalho bem feito, no prazo, e de forma a otimizar os processos – daí surgem, inclusive, diversas ideias de melhorias e redução de despesas para sua empresa.

3. Retenção de talentos

Sabe o “efeito Google”? Aquele sonho que todo jovem (tá, nem precisa ser tão jovem assim) tem de trabalhar no Google, porque é muito legal?

O trabalho de endomarketing permite que a sua empresa seja, também, uma empresa dos sonhos. Por isso, é aquela máxima: quem está fora quem entrar, e quem está dentro não quer sair.

4. Engajamento

Funcionários motivados são mais engajados às causas da empresa e serão capazes de contribuir com ideias de melhorias, além de divulgar a marca nos meios em que estão presentes.

Sabe funcionário que curte, compartilha e comenta as postagens da empresa? Que sente orgulho em divulgar o seu trabalho e a marca que representa para sua família e amigos?

Esse é um funcionário engajado, participativo, que contribui efetivamente para o crescimento e desenvolvimento da empresa. Por essas e outras, ele precisa ser ouvido com atenção!

5. Clima organizacional

O ambiente de trabalho influencia diretamente na motivação e na produtividade dos funcionários, o que acaba interferindo diretamente na qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

O endomarketing auxilia, também, nesse quesito, sendo capaz de melhorar o clima organizacional da empresa, permitindo que ela obtenha os melhores resultados.

6. Alinha Objetivos

Imagine que você trabalha no departamento de marketing de uma empresa, e que vocês têm objetivos muito claros para o próximo ano.

Agora imagine o seu colega que trabalha no departamento de Pintura dessa mesma empresa. Quais seriam os objetivos dele, ou de todo o seu departamento para o próximo ano?

Será que os objetivos de todos os departamentos estão alinhados e orientados para um único foco?

O endomarketing permite, também, que isso aconteça. Todos os funcionários, de todo e qualquer departamento, por meio do endomarketing, conhecem os objetivos estratégicos da empresa e podem construir suas metas e planos, tendo em vista esse mesmo objetivo.

Sabe aquela história de que sozinho você vai mais rápido, mas em grupo você vai mais longe? Então…

7. Estimula a criação de uma cultura de inovação

Falei isso no item 2 e 3, mas irei reforçá-lo aqui.

A partir do momento que um funcionário se sente reconhecido, que percebe que o seu papel faz a diferença no todo, ele se sente mais disposto a ajudar a crescer ainda mais a empresa e, com isso, surgem novas ideias de melhorias, otimização e inovação, seja em processos, em produtos, ou sistemas e tecnologias.

Quando você ouve as ideias e sugestões de quem está lá, na linha de frente da operação, você se surpreende!

8. Aumenta as vendas e as oportunidades de negócio

Funcionário feliz, cliente feliz. O desempenho externo depende do desempenho interno, e isso é inegável.

Você pode até vender a ideia de ser uma empresa incrível, com atendimento excelente e totalmente focado nas necessidades do consumidor.

Se o seu vendedor, a pessoa que está lá no balcão, tiver com uma cara feia e tratar seu cliente mal, é a sua marca que sai prejudicada.

Olhe para o case da Disney, em que cada funcionário, desde o responsável pelo estacionamento até as princesas, é feliz e motivado. Todos sorriem com paixão pelo que fazem. É isso que torna a Disney única. São essas pessoas que atraem, ano após ano, crianças e adultos apaixonados.

Com uma equipe engajada, você contará com os melhores disseminadores de marca que você poderia querer, e isso gera negócios, que, por sua vez, gera lucro.

Vai por mim! Você não quer perder essa oportunidade…

9. Pode ser combinado com qualquer outra estratégia

O endomarketing combina com qualquer outra estratégia adotada pela empresa, mesmo aquelas para uso externo, como o Inbound Marketing.

Sua equipe de marketing pode aproveitar os conteúdos gerados para o planejamento de Inbound como forma de capacitação do público interno, ajudando na rotina do dia a dia e até melhorando a execução de suas tarefas.

10. Cria um diferencial competitivo

Uma empresa respeitada por seus funcionários fortalece sua imagem no mercado. Isso cria um diferencial competitivo, pois o potencial cliente tende a simpatizar ou preferir uma empresa que tem um posicionamento positivo.

Além disso, os próprios funcionários motivados vão desempenhar melhor o seu papel, oferecendo um serviço de maior qualidade.

11. Qualidade de trabalho e bem-estar

É difícil separar o pessoal do profissional, eu sei. Por isso, um ambiente de trabalho estressante afeta, também, a qualidade de vida e o bem-estar do seu funcionário.

Quando uma empresa se preocupa com o seu funcionário, o ambiente fica mais leve e nota-se uma melhora na saúde mental de toda a equipe, reduzindo o stress e problemas de saúde, oriundos deste (sim, isso reduz também o absenteísmo).

Passo a Passo Para Aplicar as Técnicas de Endomarketing

como fazer endomarketing

Pronto, já vimos o que é endomarketing e tudo que você pode conseguir de benefícios com ele.

Mas, só de teorias não se criam resultados. Então, como começar?

Não é fácil, mas também não é difícil. Basta ter boa vontade e um planejamento muito sólido para que seus recursos sejam alocados e bem aproveitados.

Vou listar aqui 17 estratégias para ajudá-lo a dar o primeiro passo.

Vamos lá?

Defina objetivos e estabeleça um planejamento

Se você acompanha o meu blog (e eu espero que sim!), já deve ter percebido que eu bato muito na mesma tecla: objetivos.

Não existe planejamento sem a definição de um objetivo claro.

Planejamento estratégico, pessoal, de marketing, de vendas, de comunicação: seja o que for, para planejar, você precisa saber onde quer chegar.

E, por isso, esse vai ser sempre o meu item número 1 em qualquer lista, de qualquer guia, sobre qualquer assunto.

Defina objetivos claros e, então, trace seu planejamento.

Quais estratégias podem lhe auxiliar a atingir os seus objetivos?

Como isso será medido/monitorado?

Quais são os seus recursos financeiros e humanos?

Qual o prazo ideal?

Você deve ter tudo isso definido, documentado e compartilhado com toda a equipe. Este documento deve ser revisto, modificado e complementado sempre que preciso.

Ah, sim! Para poder atualizar as estratégias, recursos ou prazos, não se esqueça de sempre estar de olho nos seus indicadores.

A análise dos dados é tão importante aqui quanto no marketing, pois é a partir dela que você vai entender se os objetivos estão sendo atingidos, quais as estratégias que mais geram resultados e quais que não estão tendo bom retorno.

Estabeleça canais de comunicação interna

Uma sólida comunicação interna é a base essencial para um bom endomarketing.

Não é uma estratégia para ser trabalhada sozinha, como já vimos, mas a clareza das informações é parte importante para gerar um sentimento positivo e aumentar a satisfação.

Ninguém gosta de trabalhar às escuras, então, implemente canais efetivos de comunicação.

Não precisa de muitos, contanto que sejam funcionais e atinjam todo o seu público interno.

Para definir os melhores meios, avalie o perfil de seus funcionários e seu potencial de investimento. Muitas vezes, um bom mural já resolve.

Outro ponto importante para a comunicação é acabar com a verticalização.

Sabe aquela coisa de que toda informação vem sempre de cima para baixo, e nunca o contrário?

Os seus funcionários têm muito a contribuir, e sua empresa só vai ganhar se tiver um canal de comunicação 360, que permita a liberdade de expressão e a participação ativa, independente do cargo ou função.

Institua políticas de benefícios

Reconhecer o seu funcionário é importante, e uma forma de fazer isso é através de uma boa política de benefícios.

Não me refiro aos obrigatórios, previstos em lei. Isso é padrão e não é visto como benefício, de fato.

Falo de benefícios adicionais, que sejam como presentes, realmente, como bolsas de estudo, auxílio educação aos filhos, rede de lojas parceiras que oferecem descontos ou facilidades, incentivos para a prática de esportes, são algumas sugestões.

A Vale do Rio Doce, por exemplo, oferece o “vale-cultura”, que incentiva seus funcionários a participar de eventos culturais e artísticos, e estimula a compra de livros.

Elabore uma política de reconhecimento

Quem não gosta de ser reconhecido, não é mesmo? Entretanto, nos dias atuais, um tapinha nas costas e um “parabéns” não são mais suficientes.

Se o seu funcionário tem um desempenho excelente, que está ajudando no crescimento da sua empresa, não tem porque não recompensá-lo por isso.

E não me venha com “ele já ganha o salário para isso”, porque se você está lendo sobre endomarketing, certamente já sabe que este é um pensamento antigo e que não agrega em nada os seus resultados.

Estabelecer uma política de reconhecimento baseada em desempenho estimula o senso de meritocracia, e incentiva uma competição sadia no ambiente de trabalho.

Isso gera um forte interesse no profissional em se dedicar mais e melhor, para ser recompensado.

As bonificações podem vir em forma de dinheiro, folgas, prêmios, viagens, enfim, o que fizer mais sentido para a sua empresa.

Ofereça Cursos e Treinamentos

Sim, os funcionários gostam de expandir seus conhecimentos e capacitações, mantendo-se atualizados.

E, veja bem, sua empresa também ganha – e muito! – com profissionais cada vez mais qualificados.

Você pode fazer uma parceria com alguma instituição, oferecendo cursos In Company, por exemplo; ou investir em uma plataforma própria de ensino, com treinamentos em vídeos e materiais de apoio.

Crie espaços e eventos colaborativos

O ambiente de trabalho é o local em que um adulto passa a maior parte do seu tempo.

Com isso, os colegas acabam virando amigos, e proporcionar momentos e locais para essa integração pode auxiliar na qualidade de vida de cada profissional.

Criar um espaço de descanso ou lazer, para os momentos de intervalo, por exemplo, favorece a criação de laços entre os colaboradores e melhora o clima da empresa.

Outra maneira de integrar é oferecer workshops, palestras e eventos, com assuntos interessantes e que podem ser, inclusive, ministrados pelos próprios profissionais.

É uma forma de estimular que o funcionário fale sobre um tema que domina e que seja útil para os outros, valorizando o seu conhecimento.

Faça pesquisas de clima organizacional

A pesquisa de clima é uma excelente forma de avaliar se as suas estratégias de endomarketing estão surtindo efeito, e/ou quais os pontos que precisam ser melhorados.

Se houver ruídos na comunicação, insatisfação ou atitudes negativas, isso aparecerá na sua pesquisa de clima, podendo orientá-lo a tomar as melhores medidas.

As pesquisas podem ser realizadas na periodicidade que você achar melhor – mas é conveniente que aconteça pelo menos uma vez ao ano.

Não esqueça de divulgar os resultados, seguidos do plano de ação.

Os funcionários, ao responderem a pesquisa e apontarem suas principais dores, esperam que providências sejam tomadas para a resolução dos problemas, e a pior coisa que você pode fazer é não fazer nada a respeito deles.

Crie um plano de carreira

Da mesma forma que a política de reconhecimento estimula a meritocracia e a competição saudável, o plano de carreira dá visibilidade ao profissional sobre o seu potencial de crescimento na empresa.

Com isso, ele se preocupa mais em preencher os requisitos para alcançar novos patamares do que em procurar novas oportunidades fora dali.

É uma excelente maneira de atrair e reter seus talentos, valorizando e reconhecendo o trabalho de cada um.

Comece abrindo vagas para seleção interna de profissionais.

Muitas empresas somente abrem vagas externas quando não conseguem preencher internamente. Essa atitude é vista como algo muito positivo pelos colaboradores, que se sentem respeitados.

Mas, para isso acontecer da forma que deve, os supervisores, gerentes e diretores precisam entender e incentivar seus funcionários a participarem das seleções.

Nada de boicotar o crescimento do coleguinha, viu?

Exponha os bons exemplos

Já ouviu aquele ditado “critique em particular, elogie em público”?

É sobre isso que essa dica se refere.

Todo funcionário gosta de receber elogios, e uma excelente maneira de reconhecimento é fazer isso publicamente, para toda a empresa.

Escolha aqueles com desempenho muito acima da média, e divulgue para que sirva de inspiração para os outros.

Saber que existe a chance de também aparecer como destaque é um bom fator de motivação entre os colaboradores.

A divulgação pode ser feita de forma simples – mas que gera incríveis resultados –, como um cartaz num mural ou um e-mail enviado a todos.

Pesquise as Estratégias Utilizadas Pelo Seus Concorrentes

Pior do que perder um funcionário, é perder um funcionário para um concorrente.

Fique de olho nas estratégias utilizadas por eles para atração e retenção de profissionais. Se inspire no que valer a pena e procure brechas para trabalhar melhor algum ponto que eles ignoram.

O acompanhamento constante permite que sua empresa fique sempre à frente, e se torne um chamariz para os profissionais mais qualificados do mercado.

Vídeos institucionais

Conforme um relatório divulgado pela Cisco, o tráfego para consumo de vídeos vai chegar a 80% em 2019.

Não é à toa que o marketing vem evoluindo cada vez mais na produção de conteúdo em vídeos, e que empresas como Facebook e Instagram estejam investindo em melhorias em suas plataformas para aproveitar o potencial deste formato.

Para o endomarketing, esta também é uma estratégia efetiva.

Os vídeos são uma forma fácil de contar histórias, atrair a atenção do público, transmitir a mensagem e valores da empresa de forma clara e engajar sua equipe.

Convide os profissionais para participar dos vídeos, seja com atuação, seja com ideias. Grave depoimentos, crie campanhas e abuse desse formato que permite muita liberdade.

Você pode, inclusive, disponibilizar televisões nos ambientes de integração, como o restaurante da empresa, para divulgar campanhas externas, lançamentos ou até mesmo transmitir comunicados importantes.

Palestras e eventos motivacionais

Assim como os cursos e treinamentos, as palestras e eventos podem ser uma excelente fonte de conhecimento e capacitação.

Os profissionais se sentem valorizados quando percebem o incentivo da empresa para que participem de momentos assim.

Além de ser uma ótima forma de se manter atualizando, ainda auxilia a ampliar a rede de relacionamentos, e a troca de experiências permite que o funcionário traga novos insights para o crescimento da empresa.

Iniciativas de integração

Aproximar os funcionários da empresa é essencial para que eles se sintam parte daquele negócio, fortalece os laços e aumenta o sentimento positivo em relação à marca.

Seja em momentos de descontração, como happy hour e festas de fim de ano, ou eventos de reconhecimento, como premiações por tempo de trabalho, é importante que a empresa se esmere em aproximar os seus colaboradores e incentivar a amizade e parceria entre eles.

Outras formas de trabalhar a integração, agregando iniciativas de política de benefícios, por exemplo, é a criação de grupos para estudo ou atividades físicas, como corrida.

Você também pode propor ou planejar ações sociais, que engajem seu público interno e contribuam para o desenvolvimento de toda a comunidade.

Além de ser uma ótima estratégia de integração, é excelente para o trabalho de branding, se fizer sentido com o seu posicionamento.

Ações como essas aumentam a satisfação pessoal do colaborador, não somente na empresa, mas na sociedade que está inserido.

Elogie e agradeça seus colaboradores

Este item está diretamente ligado ao que já mencionei antes, sobre expor os bons exemplos.

Ainda que nem todos os funcionários tenham seu desempenho muito acima da média e merecendo um destaque, construir uma relação de respeito é muito importante para que todos se sintam valorizados.

Crie o hábito de dar feedbacks positivos, informalmente, elogiando os resultados e agradecendo por seu empenho.

Trabalhe esta ideia com os gestores, para que todos façam o mesmo com seus funcionários, e sua empresa será reconhecida pelo respeito com os seus profissionais.

Como resultado, você terá uma equipe mais satisfeita e motivada a vestir a camisa da sua empresa.

Solicite referências aos colaboradores

A captação de novos talentos para as oportunidades que surgem na empresa é sempre um desafio.

Você pode unir o útil ao agradável ao estabelecer uma rotina de indicações.

Ao abrir uma nova vaga, peça referência aos seus profissionais, detalhando o perfil que a empresa busca.

Eles poderão encurtar este caminho, indicando conhecidos qualificados para o cargo, e ainda se sentirão valorizados, pois você depositou confiança neles. Este sentimento resulta em mais satisfação e motivação.

Cultura inovadora

O mundo está em constante mudança, assim como as pessoas.

Cada geração tem suas particularidades. Sua empresa precisa estar sempre atualizada, para atrair e reter esses perfis tão diferentes.

Transmitir uma imagem inovadora, de uma empresa preocupada em evoluir, seja em conceitos, em processos ou em posicionamento, ajuda na retenção e engajamento de talentos.

Estimular as iniciativas individuais para mudanças de processos, uso de novas ferramentas ou tecnologias, insights para novos produtos, compartilhamento de conhecimento ou adoção de novas estratégias de posicionamento, por exemplo, auxiliam a fortalecer a cultura inovadora da empresa.

O importante é não ficar parado no tempo!

Ambiente inspirador

O ambiente físico tem tudo a ver com a forma que nos sentimos e nos comportamos.

Se estamos em um local mais planejado, improvisado e pouco acolhedor, dificilmente conseguiremos nos sentir motivados o suficiente a dar o nosso melhor.

Prepare sua empresa para que ela seja agradável e inspiradora aos seus funcionários. Pense com carinho nos espaços, na sinalização, na decoração e em todos os itens de segurança.

Planeje ambientes para convívio, como jardins, cantina, salas de jogos e de descanso.

E, claro, trabalhe uma boa identificação da marca e seus valores, para que os funcionários absorvam e reconheçam os elementos que compõem o trabalho de branding.

Ações de Endomarketing Criativas

Criatividade no endomarketing é fundamental. Ações precisam sempre impactar e surpreender. Para isso, reinventar-se é essencial.

Claro que você precisa adaptar suas ideias à realidade da sua empresa, perfil dos seus funcionários e o orçamento disponível.

Materiais de divulgação interna

Divulgar informações importantes para a equipe não deve ser chato, e não precisa ser tão tradicional quanto às atas de reuniões.

Vale apostar em soluções criativas de comunicados. Você pode usar, por exemplo, um blog, uma TV corporativa ou criar peças diferenciadas, com formatos fora do comum.

Este tipo de iniciativa vai chamar a atenção dos colaboradores, conseguindo maior engajamento e melhores resultados.

Inovação no canal de comunicação interna

A reclamação nas empresas é meio padrão: problema de comunicação interna.

Já notou? É coisa simples, mas que acaba sendo altamente crítica, afinal, impacta diretamente na satisfação dos funcionários e na qualidade do ambiente de trabalho.

Uma empresa que não ouve seus colaboradores, tem uma comunicação altamente verticalizada, sempre de cima para baixo, e totalmente formal, é garantia de insatisfação.

Os funcionários, para se sentirem realizados, precisam ser ouvidos, e a empresa tem absolutamente tudo a ganhar com isso!
Antes de qualquer coisa, portanto, mude a cultura organizacional para que a comunicação seja horizontal.

Crie espaços e momentos para que todos os seus colaboradores possam ter voz. Eduque seus gestores a aceitarem feedbacks e ideias de seus funcionários.

Por fim, pense em ferramentas criativas para promover uma comunicação eficaz.

Aplicativos, comunicadores instantâneos e uma rede social corporativa são alguns exemplos de estratégias modernas que já dão certo em muitas empresas.

Treinamento focado no relacionamento com a empresa

Pessoas treinadas e capacitadas são essenciais para o bom desenvolvimento das atividades. Além disso, o desenvolvimento em relação à cultura, posicionamento e processos da empresa são igualmente importantes.

Cada novo colaborador precisa conhecer os valores e propósitos da empresa que o contratou. Ele precisará entender o processo de ponta a ponta, e ser capaz de identificar pontos de oportunidade de melhoria.

Por isso, é recomendável que a empresa tenha uma rotina de treinamento de integração, com os grupos dos novos funcionários. Eu sugiro, inclusive, que essa integração vá muito além da vaga para a qual ele foi contratado, ou da apresentação padrão dos benefícios oferecidos.

Faça com que cada um passe por todos os setores, entenda cada processo, perceba qual será o seu papel nesse ecossistema. Isso fará com que ele entenda que toda ação que tomar, terá uma reação em outro lugar, e que o seu trabalho não é isolado ou menos importante.

Programas de integração entre funcionários

A empresa é o lugar em que um adulto passa a maior parte do seu tempo.

É natural, portanto, que seus laços de amizade sejam criados nesse ambiente profissional.

A empresa, por sua vez, pode oportunizar momentos de integração e vínculo entre seus colaboradores.

Quanto melhor for este relacionamento, mais leve e alegre será o ambiente de trabalho. Já sabemos que isso tudo resulta em melhor qualidade e desempenho.

Algumas ideias para promover a integração é escutando sua equipe e percebendo os interesses em comum.

Têm muitos profissionais que gostam de correr? Crie um grupo de corrida. Muitos homens gostam de futebol? Crie um time e participe de campeonatos na sua cidade. Você identifica um grupo que gostaria de fazer trabalhos sociais? Monte um grupo de voluntários para desenvolver programas sociais, ajudando a comunidade na qual sua empresa está inserida.

Fora isso, planeje ambientes de integração na sua empresa, como salas de descanso, com mesas de jogos, ou ambientes para que o pessoal da fábrica possa ficar atualizado aos canais digitais da empresa, como salas de informática.

Endomarketing Digital

As estratégias de marketing vêm sendo atualizadas e adaptadas ao novo comportamento do consumidor, baseado no aumento do uso das tecnologias. Com o endomarketing não é diferente.

É nesse contexto que surge o endomarketing digital.

Para buscar engajar e fidelizar os clientes internos – estes cada vez mais conectados –, a empresa precisa entender como adaptar suas ações tradicionais a esta nova realidade.

O que é Endomarketing Digital

endomarketing digital

Endomarketing digital nada mais do que as estratégias convencionais empregadas em ambientes digitais ou online.

O princípio aqui é o mesmo do marketing digital.

Uma evolução foi necessária no conceito e aplicação de marketing digital, em função do aumento progressivo do uso da internet para a busca de conhecimento, opções e compra efetiva.

O endomarketing embarca nessa onda e a atualização do seu modus operandi visa atrair e fidelizar as novas gerações de colaboradores.

Enquanto antigamente bastava um plano de carreira e alguns benefícios para que os funcionários ficassem 20 ou 30 anos na mesma organização, hoje em dia isso está longe de ser o suficiente.

As expectativas e exigências dos funcionários são cada vez mais altas. Muitas empresas fazem de tudo para serem o sonho de muitos profissionais. Os colaboradores têm, hoje, outras prioridades e sonhos, buscando nas empresas uma forma de torná-los possíveis. A busca por profissionais qualificados está sendo mais competitiva.

Por isso é tão importante para uma empresa aplicar estratégias de endomarketing que auxiliam na retenção de talentos.

Se um profissional está realizado pessoal e profissionalmente, ele tende a ficar mais tempo na mesma organização, além de, claro, realizar o seu trabalho com mais motivação, o que resulta em mais qualidade.

Endomarketing Digital e a Cultura Organizacional

O trabalho de branding envolve, também, a cultura organizacional.

O posicionamento da empresa, seus valores, linguagem e ações, formam a identidade corporativa, que impacta na cultura interna. É preciso que tudo seja bem alinhado e compartilhado para ter credibilidade.

Afinal, a forma que a empresa deseja ser vista deve ser exatamente igual com a forma que ela, de fato, é. Clientes e funcionários precisam ter a mesma percepção de marca.

A cultura organizacional é ponto essencial para a retenção de funcionários, pois aqueles não concordam ou não se identificam com ela, acabam saindo.

Muitas pessoas são resistentes às mudanças.

Antes de começar um processo de endomarketing digital, os gestores precisam avaliar a cultura organizacional. Os colaboradores estão preparados para a inovação?

Qual será o impacto dessa mudança no formato de gestão?

Lidar com pessoas não é tarefa fácil, e exige paciência. Respeitar os seus funcionários é o primeiro passo para qualquer mudança.

Benefícios do Endomarketing Digital

Você já conhece todas as inúmeras vantagens do endomarketing.

Os benefícios do endomarketing digital são os mesmos, mas com um viés um pouco diferente.

Por isso, vou destacar os quatro principais benefícios de usar a tecnologia e a internet para se relacionar com os seus funcionários.

Motivação do colaborador

Que um dos principais benefícios do endomarketing é a motivação, você já sabe.

Com a evolução do comportamento das pessoas – cada vez mais conectado –, algumas ações convencionais não geram mais os mesmos resultados.

Imagine receber um memorando parabenizando-o pelo seu aniversário. Embora seja uma atitude simpática, é um pouco tedioso, não é mesmo?

Considerando a crescente chegada das gerações Y e Z no mercado de trabalho. As ferramentas online para a prática do endomarketing acabam tendo resultados melhores. Eles estão acostumados com essa forma de interação, por isso acabam participando e gostando mais.

Internalização de campanhas e de comunicados

Quando a empresa usa ferramentas online para divulgar informações e comunicados, a abrangência e interação é maior. A dinâmica entre envio e recebimento, além de ágil, consegue uma melhor adesão dos funcionários.

Além disso, eles têm condições de receber a mensagem no seu melhor momento, compreendendo e internalizando melhor o seu conteúdo.

Imagine transmitir uma mensagem importante através de um cartaz em um mural. A leitura será rápida, sem muita atenção, e eu aposto com você que a maioria das pessoas nem sequer vai ler.

Agora imagine essa mesma mensagem sendo enviada por e-mail ou através de uma ferramenta de comunicação instantânea, por exemplo. Parece muito mais eficaz, não é mesmo?

Economia

Se você já leu outros artigos meus, sabe que eu sempre reforço o baixo custo como uma vantagem enorme do marketing digital.

O uso da tecnologia permite resultados incríveis a um custo baixíssimo, principalmente se comparado aos meios tradicionais de publicidade, como televisão, por exemplo.

No endomarketing, a lógica é a mesma. Claro que você tem um investimento inicial no desenvolvimento de um sistema, ou na compra de alguma ferramenta.

Mas é um custo inicial que se paga em pouco tempo, e que gera economia a longo prazo.

Promoção da Integração

Os ambientes digitais permitem que as pessoas se comuniquem de forma mais rápida e efetiva.

O uso de ferramentas de comunicação instantânea, por exemplo, auxilia na comunicação interna e incentivam os colaboradores a interagirem entre si, aumentando a integração entre todas as equipes.

Ferramentas para promover o Endomarketing Digital

Existem, hoje, inúmeras ferramentas e estratégias que podem ser utilizadas no endomarketing digital. Você deve escolher aquelas que melhor se adequam à necessidade da empresa, ao perfil dos colaboradores, ao orçamento disponível e, claro, ao objetivo.

Vou citar algumas que já estão sendo muito utilizadas para que você se inspire com as ideias.

Vamos lá:

Blogs

Blogs são, de longe, a ferramenta que gera melhores resultados no marketing de conteúdo. Para o público interno, a lógica é a mesma.

Blogs têm um enorme potencial para divulgação de informações, notícias, eventos realizados, etc. Você pode, inclusive, convidar os profissionais a participarem da pauta, como autores.

Isso poderá aumentar o engajamento e a satisfação dos colaboradores, que se sentirão valorizados e reconhecidos com o convite.

Cuidado, porém, com as informações confidenciais. Vale fazer um blog seguro, com login e autenticação em rede, para evitar acessos fora da empresa, se for o caso.

Vídeos

Já falei sobre vídeos antes, e vale reforçar: o consumo de vídeo tende a aumentar (e muito!) nos próximos anos. Criar um canal corporativo, com uma televisão disponível em ambientes de convívio é uma ótima forma de gerar e distribuir conteúdos relevantes.

E-mail Marketing

O e-mail marketing já tem um enorme potencial no marketing digital. No endomarketing, os resultados são ainda melhores.

Os profissionais já têm, por hábito, checar sua caixa de e-mail várias vezes por dia. Muitas vezes, inclusive, ela fica aberta 100% do tempo.

Você pode segmentar os seus e-mails de acordo com o conteúdo da mensagem, seja por cargo, departamento ou outros interesses. Enviar e-mails pessoais, personalizando com o nome, por exemplo, também é uma ótima maneira para chamar atenção e melhorar o vínculo com os colaboradores.

Aplicativos

Não tem jeito: os smartphones parecem parte do nosso corpo, de tanto que ficam colados às nossas mãos. Se você não pode contra eles, junte-se a eles, certo?

Por isso, um aplicativo pode ser uma excelente ferramenta de endomarketing digital.

Você pode desenvolver um aplicativo para a comunicação interna, para treinamentos online, ou o que mais fizer sentido na sua estratégia.

Rede Social Corporativa

Redes sociais corporativas são a nova intranet. É uma rede, como o Facebook, por exemplo, mas exclusiva para os colaboradores da empresa.

Você pode desenvolver funcionalidades específicas, como mural de novos colaboradores, por exemplo, para que todos conheçam os novos colegas.

Pode ser muito útil para integração de pessoas em empresas que possuem mais de uma unidade, como lojas ou filiais espalhadas pelo país. Geralmente, nesses casos, o relacionamento acaba restrito à loja ou unidade na qual a pessoa pertence.

A rede social é uma oportunidade fonte para criar laços de amizade entre todas as equipes e filiais, divulgar ações dos departamentos e dos profissionais individualmente, aproximando cada vez mais os seus funcionários.

Exemplos de Endomarketing Aplicado a Grandes Empresas

Grandes empresas já aplicam as técnicas de endomarketing e vêm tendo resultados incríveis há um bom tempo.

Sempre recomendo que você busque conhecer as estratégias utilizadas que deram retornos positivos para aprender e servir como inspiração para o seu próprio planejamento.

É o famoso benchmarking. Um jeito ótimo para você começar partindo de um nível acima de conhecimento, tendo uma curva de aprendizagem menor.

Liste empresas que se destacam – seja no seu segmento ou não –, faça visitas, se possível, e descubra tudo o que deu certo e tudo o que não deu, para então traçar os seus próprios objetivos e metas.

Toyota

endomarketing na Toyota

A Toyota é uma empresa que serve como exemplo para diversos âmbitos da gestão empresarial, e com o endomarketing não é diferente.

Eles apostaram na criatividade, integração e trabalho em equipe.

Por conseguirem trabalhar o relacionamento com seus colaboradores de uma forma muito próxima e positiva, se tornaram referência mundial no assunto.

Eles investem muito tempo e se dedicam verdadeiramente a ouvir seus funcionários.

Os profissionais, de qualquer departamento e função, podem sugerir melhorias e ideias, que são selecionadas e colocadas em prática anualmente.

Para garantir a integração do funcionário com a cultura e os processos da empresa, cada novo colaborador passa por 5 meses de treinamento.

Neste período, ele aprende os valores e posicionamento da marca, acompanha todo o processo de produção dos carros e conhece as necessidades dos clientes lá na ponta, ou seja, na concessionária.

Ao final do treinamento, o profissional tem conhecimento suficiente para propor inovações e mudanças que estejam adequadas ao perfil da empresa e dos seus clientes.

E como você acha que eles se sentem com isso?

Altamente valorizados e reconhecidos, é claro!

Sentir-se útil e importante é fator primordial para a motivação e sensação de pertencimento de um ser humano.

Gera realização e satisfação pessoal e profissional, o que impacta diretamente no seu desempenho e na qualidade de seu trabalho.

Além disso, a Toyota ainda investe constantemente em palestras, cursos e treinamentos para os seus profissionais, mantendo-os atualizados e capacitando-os cada vez mais.

Dá até vontade de trabalhar lá, né? Mas calma, que tem mais…

Golden Cross

endomarketing na Golden Cross

Essa é uma empresa brasileira que trabalha com planos de saúde.

Em uma estratégia para aumento das vendas e melhora dos resultados, sabe onde eles investiram?

Televisão? Anúncios em revistas? Redes sociais e Google Adwords?

Nada disso!

Você nem deveria ficar surpreso com o que vou dizer, considerando tudo o que já leu até aqui. A Golden Cross investiu R$ 750 mil em incentivos de marketing interno.

Isso mesmo! Endomarketing como estratégia de aumento das vendas.

Eles fizeram isso porque entenderam o potencial que ele tem. Perceberam que, ao investir em seus colaboradores, aumentavam sua motivação e satisfação com o trabalho.

Com isso, reduziam a procrastinação, otimizando o trabalho e aumentando o desempenho. Isso tudo impactava diretamente nos resultados financeiros da empresa.

O valor que mencionei foi usado em diferentes frentes, como premiações – desde valores para compra ou reforma da casa do profissional, até presentes como eletrodomésticos.

Além disso, os vendedores foram remunerados com um bônus conforme seu desempenho, mostrando que a Golden Cross reconhece os esforços de cada um em prol do crescimento e saúde financeira da empresa.

Fiat

endomarketing da Fiat

Eu sempre defendi muito a integração entre todos os departamentos na hora de qualquer lançamento ou campanha.

O marketing não trabalha sozinho e toda a empresa precisa estar alinhada aos objetivos e estratégias.

O mesmo serve para o lançamento de produtos.

Não se lança produto ao mercado sem antes apresentá-lo para seu público interno. Isso é uma premissa básica que visa garantir o correto atendimento aos clientes.

A Fiat, no entanto, vai muito além.

Eles acreditam que os seus profissionais devam ser tratados com o mesmo respeito e atenção que seus clientes.

Para valorizá-los, são os funcionários quem fazem os testes-drive de cada novo automóvel lançado.

Imagina que honra poder dirigir um veículo que ainda nem está no mercado?

Este tipo de estratégia é bastante utilizado pelo marketing, e faz todo o sentido para o endomarketing também.

A comunicação interna da empresa também é muito bem estruturada. Cada profissional tem conhecimento das vagas abertas, podendo se candidatar a elas, incluindo casos de promoção.

O canal com os superiores é facilitado, tanto para os supervisores diretos, quanto à Diretoria. Sem grandes protocolos e melindres, todos são tratados em pé de igualdade e têm importância, independente do cargo que ocupa.

Cada colaborador, neste cenário, tem um papel fundamental e intransferível na estrutura e nos resultados de uma empresa.

Fora isso tudo (como se precisasse de mais…), a Fiat aproxima a família de seus profissionais.

Afinal, é no trabalho que passamos a maior parte do nosso tempo, e ter os familiares como “aliados” é uma ótima forma de garantir qualidade de vida.

Para isso, a empresa promove festas para as famílias, como Festas de 15 anos, Bodas de Casamento, Aniversários e outros eventos.

Endomarketing: Cases de Sucesso de Grandes Empresas Que Utilizaram a Estratégia

Além das empresas acima, vou listar outras seis marcas que conquistaram excelentes resultados com a prática do Endomarketing. Muitas delas têm materiais sobre o assunto na internet, como projetos e premiações recebidas. Vale tentar fazer uma visita.

Essa troca de conhecimento e experiências é enriquecedora para ambos os lados!

Best Buy

A Best Buy, loja online de produtos eletrônicos, tinha uma taxa de rotatividade de funcionários beirando os 60%. Imagine ter um turnover tão alto! Você gasta a maior do tempo treinando novos funcionários – que nunca param em sua empresa.

Além de reduzir a produtividade, é um prejuízo e tanto!

Para tentar minimizar o problema, a empresa resolveu fazer uma pesquisa entre seus funcionários. A partir dos resultados obtidos, decidiram criar uma rede social corporativa, que foi chamada de Blue Shirt Nation.

Nela, os funcionários podiam dar dicas, trocar experiências e informações. Sem hierarquia, numa comunicação totalmente horizontal. Somente com essa iniciativa, a empresa reduziu o turnover para 12%!

Olha que maravilha de ROI!

Uma vez estabelecida a estratégia de endomarketing, a Best Buy é, hoje, uma das melhores empresas para se trabalhar.

Brandili

A Brandili é uma empresa brasileira de roupas infantis. O departamento de Endomarketing criou e implementou o programa Valeu!, que estimula a troca de elogios por boas ações.

O projeto melhorou o clima organizacional da empresa, um dos benefícios mais facilmente notáveis do Endomarketing. Além disso, reduziu o número de demissões em 20%.

Além deste programa, a Brandili tem uma política de reconhecimento muito forte. Eles promovem votações entre todos para a indicação dos melhores funcionários. Os escolhidos recebiam um reconhecimento da Diretoria da empresa, e ganhavam um uniforme diferenciado, de “gente que faz a diferença”.

Citibank

A empresa, que tem atuação global, realizou uma campanha chamada Sou mais Citi. A campanha visava aumentar a motivação dos colaboradores, e seria implementada somente no Brasil.

O sucesso foi tanto que as unidades da América Latina também aderiram!

A empresa fotografou seus funcionários com a mão no peito, sem dizer-lhes o porquê. Então, usou as imagens nas campanhas internas e externas.

A iniciativa alegrou os colaboradores, que se sentiram valorizados.

É sempre uma boa ideia utilizar seus próprios funcionários para falar de sua empresa!

 Magazine Luiza

A Magazine Luiza, muito conhecida e valorizada no Brasil, apostou na descentralização do poder, buscando uma administração mais participativa.

A empresa tem uma série de programas de incentivo, reconhecimento, motivação e treinamentos, além de sempre buscar aproximar as famílias.

Não é à toa que é uma das marcas mais queridas pelos brasileiros, e uma das melhores empresas para se trabalhar.

Portobello

A empresa de cerâmicas, de Santa Catarina, tinha como objetivo aumentar o engajamento dos seus funcionários.

Como estratégia, apostaram num plano de carreira e uma comunicação bastante divertida e didática. O Programa de Desenvolvimento e Crescimento foi divulgado com uma história em quadrinhos e um jogo de tabuleiro.

As peças ilustravam o caminho que o funcionário deveria percorrer para crescer profissionalmente na empresa.

Wise Up

A Wise Up é uma rede de escolas de idiomas. Eles usaram a estratégia do gamification para motivar e reconhecer seus profissionais.

Com o jogo Hunting Winners, a empresa incentivava seus funcionários a buscarem novos alunos. Os melhores eram reconhecidos em evento nacional, que era transmitido para toda a empresa.

Viravam verdadeiras celebridades!

Conclusão

Vimos que o endomarketing é o conjunto de ações orientadas ao público interno, melhorando o engajamento, a satisfação e a motivação dos seus colaboradores.

Essa estratégia tem inúmeros benefícios, como atração e retenção de talentos, redução do turnover, aumento do desempenho individual, menor taxa de absenteísmo e melhora no ambiente de trabalho.

E tudo isso acaba gerando mais resultados!

Sim, sua empresa pode conquistar resultados melhores – seja de branding, de vendas e/ou de captação de novas oportunidades –, com um bom trabalho de endomarketing.

É por isso que ele é tão relevante, especialmente nos dias atuais, em que os profissionais esperam ser tão reconhecidos e valorizados, quanto os clientes.

Funcionários engajados e apaixonados pela empresa são embaixadores da marca. E, posso garantir, este é um canal de divulgação com alto potencial de conversão.

Isso porque as pessoas acreditam mais na opinião pessoal de alguém que já teve alguma experiência com a empresa, do que na comunicação da própria empresa (o que, eu sei, é bastante óbvio).

Investir em endomarketing pode ser fator decisivo para a sustentabilidade do seu negócio.

As mudanças do mundo são constantes, assim como as pessoas. Nesse ritmo, sua empresa precisa estar preparada para oferecer um ambiente e uma metodologia de gestão propícia para atender às expectativas dos seus profissionais.

Lembre-se que um funcionário feliz gera um cliente feliz.

Valorize aqueles que fazem o seu negócio acontecer, e veja os seus resultados melhorarem cada vez mais!

Agora que você leu todo este material, me conta:

Você já aplica alguma estratégia de endomarketing na sua empresa?

Qual foi a sugestão que você mais gostou?

O que você pretende mudar no seu planejamento, agora que conhece todas as vantagens e potenciais do endomarketing?

Deixe um comentário com a sua contribuição!

Compartilhe