Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O que é Black Hat SEO e como saber se caiu nessa prática

Black hat SEO

Quais cuidados você adota para fugir do black hat SEO?

Falo de práticas perigosas, mas que ainda são utilizadas para gerar resultados rápidos a um site junto a mecanismos de buscas.

É o clássico caso do “barato que sai caro”.

O que as empresas que contratam agências que ainda trabalham assim não sabem é que essa estratégia gera consequências que podem ser desastrosas em médio prazo.

Afinal, para toda ação, existe uma reação.

No caso do black hat em SEO, essa reação costuma vir na forma de penalidades, perda de credibilidade e, claro, de leads e clientes.

Minha intenção com este conteúdo é alertar você para os riscos dessa prática, que inclusive fere a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD.

Continue lendo, veja como descobrir se caiu nessa armadilha e confira dicas para se proteger.

O que são técnicas de black hat?

Técnicas de black hat são artifícios que podem ser usados em um site ou conteúdo específico, visando obter destaque na busca do Google, burlando as regras dos algoritmos. 

A propósito, eu já falei aqui no blog sobre os danos que o black hat pode causar.

“Como assim, Neil? Você já fez black hat? O que pode ter de tão ruim nisso?”

É verdade: naquele texto, eu admito que já cometi esse erro.

Apesar dos ótimos resultados iniciais, com o tempo, eu aprendi que essas práticas não compensam – embora não sejam propriamente um crime.

Como destaquei logo no começo, é o “barato que sai caro”, e isso não é apenas força de expressão.

Digo isso baseado em uma das mais conhecidas práticas de black hat SEO, a compra de links, que consiste em pagar para ter um link em um site externo.

Um artigo da Ahrefs (em inglês) mostra que um link pago custa, em média, US$ 352,92.

O pior é que o Google tem mecanismos para descobrir se um link foi inserido de forma natural em um site ou não.

Cedo ou tarde, ele vai descobrir.

Quando isso acontece, além do dinheiro gasto em cada link pago, o dono do site terá que amargar penalidades como perdas de posições ou mesmo a exclusão da SERP, que é a página de resultados das buscas.

Não vale a pena correr esse risco, certo?

Como saber se a empresa de SEO está fazendo black hat

Assim como os infratores da lei apresentam certos comportamentos característicos, agências que fazem black hat SEO também costumam agir de forma parecida.

Veja a seguir quais são as práticas mais comuns e o que fazer para detectá-las.

1. Eles não têm nada para mostrar

Ainda que SEO demande alguns meses para gerar resultados, isso não significa que uma agência não possa mostrar serviço nas primeiras semanas de trabalho.

Na minha agência, por exemplo, uma das primeiras iniciativas que levamos adiante é uma auditoria SEO.

Sem ela, eu não teria como obter certas informações necessárias para elaborar a estratégia de otimização que vai pautar a produção de conteúdo.

Então, essa é uma das primeiras entregas que você pode cobrar da agência que presta serviço para a sua empresa.

Outras possibilidades de curto prazo são:

2. Eles não pedem nada

Um comportamento característico das agências que fazem black hat SEO é agir como se tudo fosse um grande mistério.

Afinal, se as práticas que elas adotam não são recomendadas, é compreensível por que não trabalham com transparência.

Empresas sérias jamais deixam de pedir acesso à conta do Google Analytics e Search Console, por exemplo.

Quem faz black hat não se preocupa com isso, já que o trabalho deles é, basicamente, infestar a rede com backlinks em sites “forjados” ou comprados, todos de má reputação.

Então, se a agência trabalha “no mudo”, é possível que esteja agindo contra as boas práticas de marketing digital.

3. Não têm sugestões de melhorias

Agências sérias tratam seus clientes como parceiros.

Já as que praticam black hat SEO os veem apenas como uma conta bancária a ser explorada, de onde devem extrair o máximo de dinheiro possível.

Por isso, elas fazem uso de artifícios mirabolantes, como lançar uma grande quantidade de backlinks em sites externos para causar impacto, sem fornecer qualquer feedback.

Como não estão interessados no sucesso do cliente, fazem as coisas sem nenhuma tentativa de explicar o que está acontecendo.

Dessa forma, jamais vão observar o seu site com atenção, buscando fazer ajustes ou melhorias.

4. Não podem explicar suas técnicas

Boas empresas de SEO, não importa em que segmento atuem, não se negam a prestar esclarecimentos aos seus clientes sobre aquilo que fazem.

É natural e desejável que um cliente se interesse em saber quais técnicas, ferramentas e recursos um parceiro de negócios use, ainda mais quando seu nome e reputação estão em jogo.

Por essa razão, se, ao questionar uma agência de SEO sobre o que ela faz você receber qualquer uma das respostas abaixo, minha sugestão é: rescinda o contrato o mais rápido possível (ou nem o assine, é claro).

  • “Nossos esforços em seu nome devem permanecer confidenciais, já que somos uma agência de SEO”
  • “Não temos permissão para divulgar nossas práticas, que são sigilosas”
  • “Fazemos diversas coisas. No seu caso, envolve basicamente otimizar seu site para os mecanismos de pesquisa”
  • “Ah, toneladas de coisas. Levaria muito tempo para explicar”
  • “Eu não tenho certeza exatamente, mas quando souber retornamos com uma resposta”.

5. Você recebe uma penalidade manual

Quando um site desrespeita as boas práticas de SEO determinadas pelo Google, pode receber a chamada “penalidade manual”.

Como o nome indica, trata-se de uma sanção não automática, gerada pelo time do Google.

Ela pode ser visualizada como uma notificação via Search Console, na qual o dono do site é informado sobre o motivo da penalidade e quais correções e ajustes precisará fazer.

Se isso acontecer com o seu site logo depois que sua empresa contratar uma agência de SEO, então, é bem provável que eles estejam agindo de forma não recomendada.

De qualquer forma, cabe sempre uma investigação cuidadosa, já que há uma série de motivos que podem levar um site a receber uma penalização.

6. Suas classificações caem

Perdas de posições na SERP podem acontecer pelas mais variadas razões.

A última atualização Core Web Vitals, por exemplo, derrubou boa parte dos sites que não estavam preparados.

Outro motivo para isso é a prática de black hat SEO.

“Mas Neil, como saber se meu site perdeu essas posições?”

Para isso, basta consultar o Google Search Console, clicar no painel “Desempenho” e conferir a Posição Média, como na imagem abaixo:

Consultar o Google Search Console

Outro indício de perdas de posição é a redução drástica e repentina de tráfego, a qual pode ser analisada pelo Google Analytics.

Então, caso você tenha detectado uma queda brusca e perdas de posicionamento, investigue sua agência de SEO, pois ela pode estar por trás disso.

7. Seu tráfego diminui

Quedas no tráfego acontecem por inúmeros motivos, e sua agência pode não ser a responsável.

Sendo assim, recomendo adotar as seguintes medidas:

  • Descubra se houve alguma alteração no algoritmo que coincidiu com o declínio do tráfego
  • Determine exatamente quais alterações foram feitas em seu site nos dias e semanas que antecederam o declínio
  • Saiba exatamente quais ações externas foram realizadas pela sua agência de SEO, de preferência por relatórios assinados.

8. Você começa a classificar as palavras-chave erradas

Se tenho uma pet shop, não vou esperar que meu site receba tráfego de pessoas que pesquisam por dieta para emagrecimento.

Trata-se de um caso típico que pode sinalizar para práticas de black hat SEO e que, como vimos, levam a advertências e penalidades.

Essa é mais uma razão pela qual insisto com os meus clientes para monitorarem pelo menos uma vez por semana seus relatórios do Google Analytics e Search Console.

9. Você vê um aumento em links suspeitos para seu site

Dê uma olhada na imagem abaixo, que indica os links recebidos por um site.

O link destacado, no caso, não tem nada a ver com o tipo de atividade da empresa.

Links suspeitos para seu site

Nesse caso, procure saber com a sua agência de SEO se ela tem conhecimento de onde esse link veio.

Mesmo se não souberem dizer, você já tem um bom motivo para suspeita, afinal, desconhecer a fonte dos links externos é um problema por si só.

10. Você vê o texto âncora excessivamente otimizado dos links de retorno

Desde a atualização Penguin, promovida pelo Google em 2012, é preciso dar ainda mais atenção ao texto âncora, que é aquele sobre o qual um link é inserido.

É importante que o texto âncora cumpra a sua função, guiando o usuário para outros conteúdos ou sites de forma clara, sem exageros.

Pois ainda há agências que vão pelo caminho errado, otimizando o texto âncora de forma excessiva.

E quando é importante ligar o sinal de alerta?

Eu recomendo a você ter atenção quando um grande número de sites apontarem para o seu com o uso do mesmo texto âncora.

Imagine que você tenha uma loja de tecnologia e que uma palavra-chave importante seja “melhor celular barato”.

De repente, chovem links de outros sites, sempre para a mesma página de destino e sempre usando essa expressão exata como texto âncora.

Se perceber esse tipo de comportamento no Google Analytics, é black hat.

Como garantir o SEO de qualidade

O black hat SEO é o oposto da otimização que realmente funciona.

Quem faz uso dessa prática, em geral, lança mão de expedientes desonestos que não são passíveis de análises sérias.

Sendo você o maior interessado no sucesso do seu site, recomendo que esteja sempre de olho na sua performance para detectar o mais rápido possível qualquer irregularidade.

Veja na sequência como fazer isso.

Acompanhe desempenhos

Como já vimos, o acompanhamento da performance via ferramentas de analytics é fundamental, porque só por meio delas você saberá como seu site está gerando tráfego.

Você pode fazer isso utilizando as ferramentas Google ou, se preferir, soluções como Ubersuggest, SEMRush, Moz e Ahrefs, entre outras.

Todas fornecem relatórios de desempenho detalhados, informando não só a quantidade, como a qualidade de seus conteúdos e backlinks.

Verifique as informações fornecidas pela agência

Digamos que, antes de contratar uma agência, você receba um extenso portfólio, com casos espetaculares de clientes que obtiveram resultados fantásticos.

Isso por si só não é um problema, mas, dependendo do tamanho do feito, pode bem ser uma informação falsa, só para impressionar.

Então, caso você desconfie de que a agência está exagerando ou faltando com a verdade, pode ser uma boa conferir a veracidade direto com os clientes que ela disse ter atendido.

Veja se seus números cresceram

Black hat SEO crescimento dos números

Quando contratamos uma agência de SEO, esperamos, primeiramente, aumentar o tráfego em um site.

OK, até aí tudo bem, mas esse crescimento não pode acontecer a qualquer custo.

Um aumento repentino no número de acessos pode ser bom, mas normalmente isso sinaliza alguma “artimanha”.

Claro que, se seu tráfego aumenta de forma gradual e consistente, não há tanto motivo para desconfiança.

O problema é quando esse tráfego surge do nada e, o que é pior, de fontes suspeitas.

Faça testes

As boas ferramentas de SEO contam com analisadores de links e auditorias online que varrem sites em busca de problemas.

Algumas delas são:

Tenha certeza que, se um backlink vier de uma fonte suspeita ou as keywords usadas não forem adequadas, isso será informado por essas ferramentas.

Utilize-as para complementar a análise dos seus relatórios de analytics, de maneira a ter um raio-X ainda mais completo da situação do seu site.

Considere o volume das keywords

Ao utilizar palavras chave com objetivo de ganhar posições na SERP, procure sempre avaliar o volume de busca.

Quem faz black hat SEO, em geral, opta simplesmente por escolher termos com volumes elevados.

O que seria bom, se isso não fosse associado à alta concorrência e ao risco de atrair tráfego pouco qualificado.

Conclusão

Black hat SEO é uma prática condenável mas, pelo que vimos neste conteúdo, não é tão difícil de ser detectada.

O mais importante é que você esteja sempre prestando atenção aos resultados e, principalmente, à postura da agência em seu relacionamento.

Quem usa de práticas desonestas um dia acaba sendo descoberto.

Evite esse tipo de parceria, já que pode prejudicar sua performance comercial e também manchar a reputação da marca.

Agora eu quero saber da sua experiência.

Já identificou alguma ameaça de black hat SEO na sua estratégia?

O que são Tecnicas black hat

Técnicas de black hat são artifícios visando obter destaque na busca do Google, burlando as regras dos algoritmos. 

Como garantir o SEO de qualidade

Monitore seu site, faça testes, verifique informações.

Compartilhe