Aqui Está O Que Você Deve Fazer Se os Seus Rankings de Pesquisa Despencarem

rankings drop

Se você já fez SEO, sabe como é bom ver seus rankings subindo.

Você se esforça tanto para subir nas SERPs e finalmente vê resultado.

Mas, então, o inesperado acontece. Seus rankings caem.

Poucas coisas no SEO são mais desencorajantes do que uma queda nos rankings. Isso faz você sentir que tudo o que fez foi inútil.

Você se pergunta o que deu errado ou se cometeu algum erro e se martiriza por não ter feito certo.

Você voltou à estaca zero e precisa começar tudo novamente.

Precisa mesmo?

Na minha experiência, nem sempre é esse o caso.

Meus rankings caíram mais vezes do que consigo contar. No começo, eu entrava em pânico.

À medida que aprendi mais, descobri que não é o fim do mundo se você descer uma ou duas posições. Obviamente não é o ideal, mas você pode fazer várias coisas para resolver isso.

É o que eu vou te mostrar hoje. Mesmo que seus rankings estejam onde você quer, você precisa saber como trazê-los de volta ao topo se (ou quando) eles caírem.

Aprenda os passos exatos que eu usei para aumentar meus rankings do mecanismo de pesquisa e gerar mais de 190,000 visitantes por mês do Google.

Analise a queda

Antes de agir para aumentar seus rankings, você precisa ter dados sobre a sua queda.

Primeiro, é preciso descobrir o quanto você caiu. (E se você não checa seus rankings regularmente, precisa começar a fazer isso.)

Vou usar um dos meus artigos como exemplo. (Este artigo não perdeu ranking, mas vamos fingir que sim, só para exemplificar.)

A palavra-chave que vamos olhar é “conteúdo de formato longo”.

No momento, uma pesquisa no Google mostra que meu artigo aparentemente está na posição 5.

Preciso me concentrar nas quatro primeiras:

O objetivo é descobrir por que minha página está ranqueando mais baixo do que essas.

Mas você não pode confiar cegamente em uma pesquisa do Google. Em vez disso, use uma ferramenta como o Ubersuggest para conseguir dados empíricos sobre seu ranking atual.

Vá ao Ubersuggest, insira a sua palavra-chave e clique em “Pesquisar.”

Agora, clique em “Ideias de Palavras-chave”, na barra lateral esquerda, para ver mais informações sobre essa e outras palavras-chave.

Isso te oferece dados sobre a palavra-chave em si, mas não diz nada sobre seu ranking no mecanismo de pesquisa. Para conseguir isso, clique na palavra-chave.

Agora, você verá o ranqueamento do seu site em relação aos seus concorrentes. Essa página de resultados também mostra o número de visitas estimadas por mês, número de backlinks, pontuação de domínio e número de compartilhamentos sociais.

Você também pode escolher verificar rankings para desktop ou mobile. Isso é importante, já que os resultados do mobile podem parecer diferentes dos resultados desktop.

Compare isso ao seu último ranking e certifique-se de que o novo ranking é mais baixo do que o anterior.

Isso mostra que meu ranking atual, na verdade, é a posição 2, não a 5. Isso significa que a pesquisa do Google estava errada.

Então, agora eu sei que só preciso me preocupar com o primeiro resultado.

Você também deve conferir quanto tráfego chegou ao seu site nos últimos dias. Se você ver uma queda, então é provável que você tenha perdido algum ranking.

Se você tem certeza de que sofreu uma queda, volte e faça uma pesquisa rápida no Google pela sua palavra-chave. Veja quais sites estão acima do seu.

Pode haver várias razões para isso, e vou falar sobre cada uma delas separadamente.

Você foi penalizado?

Na maioria dos casos, uma penalidade pode ser a razão por trás de uma queda no ranking.

A maioria dos webmasters não acredita que seus sites têm qualquer defeito digno de penalidade. Mas na realidade, há várias razões pelas quais seu site pode merecer uma.

Leia esta lista e pergunte a si mesmo se seu site é culpado de algum desses pecados de SEO.

Se sim, identifique os problemas e tome medidas para corrigi-los.

Mesmo que você não tenha feito nada dessa lista, ainda assim, pode ter recebido uma penalidade.

Os algoritmos do Google são atualizados frequentemente e são incrivelmente complexos. Eles levam em conta centenas de fatores ao considerar o ranking.

Um dia, seu site pode não merecer uma penalidade, e no próximo, talvez mereça.

É importante entender os tipos de penalidades: manual e algorítmica.

Fonte: Slideshare.net

As penalidades manuais são dadas pela equipe de webspam do Google, quando são alertadas de atividade suspeita.

Isso pode ser o resultado de se ter links não naturais, ou alguém pode ter feito uma denúncia de spam contra você.

Se você recebeu uma penalidade manual, deve ter recebido uma notificação no Ferramentas do Google para Webmaster.

Aqui está um exemplo de uma mensagem sobre links não naturais:

O outro tipo de penalidade é a algorítmica.

Essas penalidades são mais difíceis de rastrear, pois não há uma maneira definitiva de saber que você recebeu uma.

Para determinar se você recebeu uma penalidade algorítmica precisa entender como o algoritmo do Google funciona.

Aqui está uma lista de alguns dos algoritmos mais importantes do Google, com as explicações do que eles fazem.

Se você descobrir que está fazendo algo que um algoritmo não gosta, há uma boa chance de você ter recebido uma penalidade.

Mas você também precisa pensar em novas penalidades. Se os seus rankings caíram aleatoriamente, verifique o diretório prático da Moz das atualizações de algoritmo do Google para ver se há uma nova em funcionamento.

Um novo algoritmo pode ser a razão pela qual você está vendo rankings mais baixos. Se isso acontecer, pesquise o algoritmo e descubra o que está penalizando.

Um jeito legal de acompanhar novas penalidades (e várias outras coisas relacionadas ao Google) é seguir o Gary Illyes, John Mueller, e os Webmasters do Google, no Twitter.

O Gary e o John, especialmente, dão vários conselhos incríveis e frequentemente você os vê conversando com outros usuários do Twitter.

Você pode até perguntar algo para eles diretamente e receber uma resposta.

Aposto que você está se perguntando algo esse tempo todo: “Se tenho uma penalidade, o que eu faço?”

É simples. Você só precisa remover ou corrigir o que quer que esteja fazendo você receber a penalidade. Consulte este artigo do Kissmetrics sobre soluções para penalidades comuns.

Dito isso, a razão pela qual você recebeu uma penalidade pode, na verdade, ser um dos problemas sobre os quais vou falar neste artigo.

Então, continue lendo e veja se o seu site sofre de algum desses problemas.

Você tem problemas de link?

Esse é um dos grandes.

Pense nos links como a moeda do SEO. É basicamente como você “compra” autoridade.

Então, não é surpresa que um perfil de link forte esteja correlacionado com rankings altos. Por outro lado, um perfil de link fraco está correlacionado com rankings baixos.

Eu passo muito tempo trabalhando com clientes em SEO e, já vi muitos sites que têm vários problemas de link.

Normalmente, a empresa não sabe. Isso acontece porque links fracos são os assassinos silenciosos do SEO.

É por isso que você deve garantir que seu perfil de link seja robusto.

Fonte: Linksmanagement.com

Primeiro, realize uma auditoria de link no seu site. Aqui está um guia passo a passo de como fazer isso.

Para a versão curta, use uma ferramenta de análise de backlink, como o Verificador de Backlink do SEMrush, para ver onde estão seus links ruins.

Quando você encontrar links ruins, contate esses sites e peça gentilmente que o removam.

Se isso não funcionar, use a ferramenta Disavow do Google como último recurso.

No entanto, descobri que cerca de 90% das vezes, realizar uma auditoria de backlink ajudará a encontrar links ruins.

Mas há um problema aqui.

Muitas vezes, as razões por trás dos problemas de link não são tão óbvias. Se o seu perfil de link parecer bom depois de uma auditoria, ainda pode haver problemas.

Aqui estão alguns dos problemas que o seu perfil de link pode estar enfrentando:

Perdendo links

Você sabia que pode perder tanto links internos quanto externos?

Perder links externos faz sentido, mas e os internos?

Sim, você pode perder links internos mesmo que seja para conteúdo que você já possui. Vamos falar destes primeiro.

Se você relança, muda a marca ou reprojeta seu site frequentemente, pode perder alguns links pelo caminho.

Por que isso acontece? Tem a ver com redirecionamentos e com a transição suave do site.

Vamos falar primeiro das transições do site.

Se você deletou um post de blog antigo, então os links para esse post não irão funcionar.

No entanto, isso vai enfraquecer a estrutura de links internos do seu site e comprometer seu SEO.

Você terá um link a menos, o que removerá uma parte da sua rede de links internos.

Isso não é o ideal, porque significa duas coisas: A) Você terá que corrigir o link e B) Você terá menos conteúdo no seu site para os quais pode fazer links.

É por isso que eu recomendo não deletar conteúdo, a não ser que seja absolutamente necessário. Você pode sempre atualizá-lo.

Esse é apenas um exemplo de um link perdido.

Outra razão pela qual você pode perder um link interno é um redirecionamento falho.

Isso normalmente acontece com redirecionamentos 301.

Eu já falei sobre 301s antes, mas há um problema específico para o qual se atentar.

Como o 301 é chamado de um redirecionamento permanente, muitas pessoas assumem que o redirecionamento sempre vai funcionar.

Mas nem sempre funciona.

Veja como um redirecionamento 301 funciona:

Se você fez um novo site, pode fazer 301 do antigo domínio para o novo sem problemas.

O problema é quando você renova seu site mais de uma vez.

Isso por que redirecionamentos de antigas versões de um site raramente são passados para as mais novas.

Além disso, se você pegar um novo domínio e um antigo expirar, isso pode causar uma perda significativa no tráfego, porque os 301 não funcionarão mais.

É uma bagunça.

Se você encontrou um 301 ruim dando problemas, precisa corrigir isso.

Primeiro, você precisa encontrar os links para os quais seus 301 estão tentando ir.

Se esses links estiverem mortos, é provável que você precise removê-los.

Você também pode trazer o conteúdo antigo de volta ou criar um novo conteúdo para manter o link na sua página. Essa é uma boa ideia se a página em questão recebe bastante tráfego.

Você precisa fazer o que é melhor para seus visitantes. Se eles vão perder um conteúdo completo e ótimo, é bom garantir que esse conteúdo ainda esteja no seu site.

Você também deve verificar se há links quebrados. Use uma ferramenta como o deadlinkchecker.com para isso:

É claro que você não quer ver erros…

Mas se houver, você poderá ver as URLs que não estão se comportando corretamente:

Mas e os links externos?

Se você encontrar um link externo que não funciona mais, basta removê-lo e substituí-lo fazendo link para outro site de autoridade.

Finalmente, vamos falar sobre backlinks que você recebeu de outros sites.

Se a sua auditoria de links descobrir que você perdeu alguns links, encontre os sites que os eliminaram. Entre em contato e pergunte se eles podem fazer link ao seu site novamente.

É bom fornecer o link específico que eles eliminaram. Aqui está um exemplo que você pode como modelo:

Olá [Nome do proprietário do site],

Espero que esteja bem! Você fez link para o meu site há algum tempo e eu gostaria de agradecer.

No entanto, parece que o link sumiu. O link aparecia no seu [conteúdo/página aqui], mas parece que não está mais lá,

Aqui está a página do meu site para a qual você fez link: [link da URL aqui]

Se você puder fazer o link novamente, eu agradeceria muito. Sou um grande fã do seu site e seria um prazer retornar o favor, se possível.

Atenciosamente,

[Seu nome]

Normalmente, você vai conseguir o link de volta.

Se não conseguir, então, infelizmente, vai ter que considerá-lo como perdido. A boa notícia é que isso não acontece com frequência.

Quando acontece, você pode se concentrar na sua estratégia de backlink e criar mais links para o seu site, para compensar os perdidos.

Dê um trato no seu site

Se todo o resto der errado, você talvez precise passar um tempo melhorando seu site.

Estou falando sobre design, experiência do usuário e velocidade.

Cada um desses itens, é essencial para um site com um bom desempenho e ranking.

Vamos ver cada categoria brevemente:

Design – O design otimizado para dispositivos mobile é, de longe, a parte mais importante do design de sites, de 2017 adiante.

Se você não está considerando os usuários mobile primeiro, precisa começar a fazer isso.

Ter um site otimizado para mobile não é tão simples quanto garantir que seu site seja responsivo. Isso definitivamente é importante, e você deve fazer isso, mas não é suficiente por si só.

Pense em tornar todo o seu conteúdo mobile.

Há uma grande razão para você se concentrar nisso.

O Google penaliza sites que não considera otimizados para dispositivos mobile.

Fonte: Slideshare.net

Só isso deveria ser mais do que suficiente para convencê-lo a se concentrar no design otimizado para mobile.

Você talvez queira ler meu artigo sobre usabilidade mobile para mais informações sobre isso.

Experiência do usuário (UX) – Essa é outra razão pela qual o design responsivo é tão importante.

Seus usuários mobile devem ter uma ótima experiência projetada para os dispositivos móveis. Da mesma forma, seus usuários de desktop devem ter uma ótima experiência projetada para eles.

Se a sua UX é ruim de qualquer jeito, você vai perder visitantes.

Ao dar uma olhada nos sites mais populares do seu nicho, você irá perceber que 9 entre 10 vezes, eles terão uma ótima UX.

Digamos que você está no SaaS. Sem dúvida, a Salesforce é uma das maiores inovadoras de SaaS no nicho.

E, com certeza, a UX desktop e mobile são fantásticas.

Desktop:

Mobile:

É para isso que você deve se esforçar para aperfeiçoar seu próprio site.

Velocidade – Os mecanismos de pesquisa (e as pessoas) adoram páginas de carregamento rápido.

De fato, 47% dos usuários esperam que uma página carregue em 2 segundos ou menos.

Então, se a velocidade do seu site é maior que 2 segundos, você pode perder tráfego.

Eca!

Tornar seu site mais rápido é uma estratégia de longo prazo. Você precisa monitorar seu site e garantir que nada o atrase.

Comece adicionando compressão.

Depois, certifique-se de que seu servidor tenha uma velocidade adequada. Ela não deve ser maior do que  200 milissegundos.

Você pode testar a velocidade do seu site usando o recurs “Auditoria do Site”, do Ubersuggest.

Insira seu URL e clique em “Pesquisar”.

Depois, clique em “Auditoria do Site”, na barra lateral esquerda e role até “Velocidade do Site”. Você verá isso:

Existem vários fatores que podem causar uma velocidade lenta no site, então, a melhor maneira de prevenir a lentidão é manter seu site o mais leve possível. É aqui que entra o “colapso avançado”. Ele testa seis áreas principais do seu site, registrando se ele passa ou não.

De maneira geral, se você tem qualquer coisa desnecessária no seu site, remova para que a sua velocidade seja a melhor possível.

Conclusão

Cair uma ou duas posições na SERP acontece com os melhores de nós.

Já aconteceu comigo.

Se isso acontecer com você, não entre em pânico.

Quase todos os meus clientes que experimentaram uma perda de ranking ficaram bem assustados quando aconteceu.

Você provavelmente também se sentiu assim. Mas não se preocupe.

É possível se recuperar facilmente de uma queda no ranking.

Não acredita em mim? Experimente essas estratégias.

Essas não são apenas pequenas dicas. São métodos testados e aprovados que o ajudarão a recuperar seu lugar nas SERPs.

Ninguém merece perder ranking. Além disso, é algo fácil de corrigir. Não deixe o choque inicial impedi-lo de recuperar seu ranking.

Qual é sua estratégia favorita para se recuperar de uma queda nos rankings?

Compartilhe