Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Escrever Conteúdo Longo é Melhor? Como um Conteúdo Pode Ranquear Melhor

typewriter

Para ler este artigo inteiro, você levará 10 minutos e 13 segundos.

Mas adivinhem. Demorei 21 vezes mais do que isso para escrevê-lo.

Quando você para e pensa, um conteúdo longo excelente leva muito tempo para ser produzido.

Não há muita gente que consiga sentar em sua cadeira, escrever um artigo de 2.000 palavras em uma hora e continuar com o seu dia.

Para a maioria de nós, é preciso pelo menos duas ou três horas para criar um bom conteúdo que atinge a marca de 2.000 palavras.

Então, deixe-me fazer uma pergunta. Vale a pena?

Estou sendo totalmente sério aqui, porque você pode estar perdendo seu tempo. Já pensou nisso?

Será que seus artigos de 2.000 palavras não valem o tempo e o esforço que você investiu neles?

Esse é um pensamento meio depressivo, eu sei. E eu responderei a essa e outras perguntas de maneira direta, sem restrição, sem hesitação.

Longo é realmente melhor? Vale a pena? Você está desperdiçando seu tempo?

Eu também lhe darei uma fórmula infalível para não desperdiçar o seu tempo ao escrever artigos – um método poderoso que fará com que atinja o topo do ranking.

Esse artigo não é para os fracos de coração. Não foi fácil escrever e talvez não seja fácil de ler.

Mas se você está pronto para deixar de perder tempo, começar a se classificar em posições altas e levar o seu marketing de conteúdo para o próximo nível, continue a ler.

Saiba como consegui 195.013 visitantes por mês escrevendo conteúdo detalhado e abrangente.

Quanto tempo leva para escrever um artigo longo?

Vamos fazer alguns cálculos.

Vamos dizer que você escreveu um artigo que possui 2.300 palavras. Essa é a quantidade média dos meus artigos.

A velocidade média de digitação é de 40 palavras por minuto.

image04

Se digitar sem parar, você terminará o artigo em pouco menos de uma hora – 57,5 minutos para ser exato.

Mas, obviamente, não funciona assim.

Você não está escrevendo um monte de palavras! Você está escrevendo um artigo bem pesquisado!

De acordo com Wordstopages.com, 2.300 palavras cabem em cerca de 5 páginas.

image05

Um artigo de cinco páginas bem pesquisado exige um tempo exponencialmente mais longo.

De acordo com a pesquisa de Estipaper, levaria quase sete horas para escrever um artigo nesse comprimento!

image32

E como o trabalhador médio só é produtivo durante três horas por dia, fazer um artigo como esse poderia levar toda a segunda-feira, terça-feira e parte da quarta-feira!

Na minha experiência, existem alguns grandes escritores por aí que podem produzir conteúdo em bem menos tempo.

O “segredo” é utilizar uma combinação de talento bruto, foco intenso e familiaridade com o assunto.

Há um tópico útil no Inbound.org sobre isso.

Aqui está uma pergunta feita: quanto tempo você leva para escrever um artigo detalhado (com mais de 1.500 palavras)?

image10

As pessoas que responderam a esse tópico provavelmente têm um pouco de experiência com a escrita e com marketing.

Eu olhei as respostas e analisei apenas os números, resumidos abaixo.

Tenha em mente que sem toda a discussão e contexto dentro das respostas das pessoas, esses números podem facilmente ser mal-entendidos.

Há tantas variáveis (linguagem nativa, distrações, assunto, nível de pesquisa, nível de conhecimento, etc) que olhar para os números crus pode passar uma falsa impressão.

No entanto, isso ajuda a analisar amplamente quanto tempo as pessoas levam para criar um conteúdo longo (1.500 palavras) – quando alguém respondeu “dias”, eu calculei um dia como 8 horas.

Aqui estão vinte e nove respostas individuais à pergunta: “Quanto tempo você leva para escrever 1.500 palavras?”.

  • 4-8 horas
  • 2-3 horas
  • 7-9 horas
  • 11-12 horas
  • 1,5-47,5 horas
  • 16 horas
  • 2-3 horas
  • 2 horas
  • 4 horas
  • 3 horas
  • 2 horas
  • 2 horas
  • 4-40 horas
  • 7-8 horas
  • 28-56 horas
  • 6-12 horas
  • 20 horas
  • 8 horas
  • 2 horas
  • 2 horas
  • 12 horas
  • 3-5 horas
  • 4-5 horas
  • 2-8 horas
  • 2-3 horas
  • 3 horas
  • 6-8 horas
  • 8-12 horas
  • 2 horas

Tenha em mente que a maioria desses números inclui todo o processo – pesquisa, escrita, edição, publicação, etc.

Para alguns, a fase de pesquisa é a mais demorada. Para escrever um excelente artigo sobre um tema profundo, você tem que realmente dominar esse tópico.

Fazer isso requer muita pesquisa. Para alguns dos escritores nessa discussão, essa fase leva dias.

  • O tempo médio de escrita (calculado pelo tempo máximo) é de 10 horas.
  • O tempo médio de escrita (calculado pelo tempo mínimo) 7,6 horas.

Algumas pessoas são muito mais rápidas, obviamente. Mas algumas – incluindo alguns dos profissionais mais respeitados da área – são mais lentas.

Há um resumo interessante de respostas em AuthorityMarketing.com.

Kevan Lee, do Buffer, pode criar um artigo longo em 2 horas e 58 minutos. Aqui estão alguns dos seus tempos:

image15

Um blogueiro como Jon Morrow demora duas horas apenas para escrever o seu título! Um dos seus melhores artigos levou mais de 50 horas para ser escrito!

Brian Dean gasta 20 horas em um post. Ele diz que você não deve tentar gastar menos tempo escrevendo seus artigos e sim, mais.

Seth Godin, deus de marketing que ele é, escreve seus artigos em 15 minutos (eles são bem curtos). Mas a pesquisa? Ela leva 16 horas!

Então, como saber se você está desperdiçando seu tempo? Talvez, você leve 10 horas para escrever um artigo de 1.500 palavras. Talvez, demore 2 horas. Talvez demore 100 horas.

A questão mais importante não é quanto tempo leva?

A verdadeira questão é, você está gastando seu tempo sabiamente?

Se escrever artigos muito longos, você está desperdiçando seu tempo?

Resposta: Você pode estar.

Vou explicar o por quê em um minuto.

Mas, obviamente, isso depende.

  • Não existem dois artigos iguais.
  • Não existem dois escritores iguais.

Para descobrir se está desperdiçando seu tempo ou não, você precisa entender o objetivo do seu artigo.

Qual é o objetivo?

  • Em um nível mais amplo, você quer ganhar dinheiro.
  • Em um nível mais realista, provavelmente, você quer ter o tipo certo de tráfego.
  • Em um nível ainda mais detalhado, você quer rankings elevados para palavras-chave relevantes.

Perguntar quanto tempo leva para escrever um artigo é algo bom, é claro, mas também temos que compreender o objetivo.

Se você está colocando para fora 2.000 palavras sem ter um foco direito, você está desperdiçando seu tempo!

Provavelmente, você já ouviu pessoas, como eu, explicarem como é importante escrever conteúdos longos.

E como resposta, você pode escrever artigos muito longos, esperando que isso é o que precisa para conseguir classificações altas.

Mas não funciona dessa maneira.

Deixe-me explicar.

O Google não se importa com a contagem de palavras. Ele se preocupa com três outras coisas.

Vou revelar uma verdade surpreendente sobre o algoritmo do Google, resultados de pesquisa e comprimento do conteúdo.

Os dados não provam que um grande número de palavras leva a classificações mais elevadas.

Em vez disso, podemos mostrar que uma grande contagem de palavras está correlacionada com classificações mais elevadas.

É por isso que eu escrevo, ensino, explico e defendo conteúdos longos.

Provavelmente, você já viu esses dados antes, certo?

Conteúdo mais longo tem mais backlinks.

image00

Conteúdo mais longo tem mais compartilhamentos sociais.

image11

Conteúdo mais longo tem mais tráfego orgânico.

image31

Conteúdo mais longo tem um engajamento social mais elevado (o gráfico abaixo mostra métricas de engajamento):

image21

E – este é o principal – o conteúdo mais longo normalmente tem maior SERP ranking:

image24

A maioria dos SEOs vê essa informação e pensa, “preciso escrever mais!“.

Assim, como na discussão acima, eles trabalham duro (e por muito tempo) para escrever mais conteúdo.

Aqui é o lugar onde eu faço uma advertência sobre desperdiçar seu tempo.

Você não pode esperar simplesmente escrever mais palavras e conseguir todas as coisas boas – ranking mais elevado, mais backlinks, aumento de compartilhamento social e um maior engajamento social.

Em vez disso, você precisa escrever um conteúdo melhor.

Um conteúdo “melhor” normalmente é mais longo, sim.

Porém é mais do que apenas o tamanho. Na verdade, a razão para um conteúdo ter uma classificação alta não está relacionada com o seu comprimento.

Por exemplo, vamos ver os resultados orgânicos melhores classificados para “content marketing” (marketing de conteúdo).

Quando escrevi esse artigo, o primeiro colocado foi o artigo intitulado “What is Content Marketing?” (O que é marketing de conteúdo?, em tradução livre) do blog do Content Marketing Institute.

image08

A página inteira, incluindo cada texto de rodapé e item no menu, tem apenas 1.120 palavras.

O próprio artigo tem apenas 647 palavras!

image26

O segundo resultado orgânico foi o Twitter.

O terceiro resultado orgânico foi a página principal do Content Marketing Institute. Ela tem menos de 500 palavras de conteúdo e a maioria é de links para artigos.

Esse é um exemplo único para um importante termo de pesquisa. De acordo com Ahrefs, “content marketing” tem um nível de dificuldade de palavra-chave de 83.

Isso significa que você precisa de pelo menos 427 backlinks fortes para ter uma chance de classificação na primeira página do Google.

image18

Há uma enorme quantidade de volume e engajamento para esse termo de pesquisa.

image17

E os primeiros resultados têm um número de palavras menor do que 1.500!

E quanto a uma palavra-chave de cauda longa, como “B2B content marketing strategy” (estratégia de marketing de conteúdo B2B).

Como são os resultados? Aqui estão os dados de Ahrefs:

image12

Para uma consulta informativa de palavras-chave de cauda longa como “B2B content marketing strategy”, esperamos obter artigos ricos em informações, em detalhes.

E como não poderia deixar de ser, o Google fornece esse tipo de resultado.

Aqui está o primeiro resultado orgânico:

image14

O artigo possui 1.262 palavras.

image16

Possui 200 palavras a menos do ponto de referência de 1.500 e menos de 1.000 palavras do que as mais de 2.000 que eu geralmente recomendo.

Qual é o segundo resultado orgânico?

É uma oferta para fazer o download de um PDF de Velocity Partners.

image22

E… olha só… esse “artigo” (se é que se pode chamá-lo assim) tem somente 292 palavras!

Isso não é muito conteúdo!

Então, o que está acontecendo? Será que estou simplesmente escolhendo os exemplos para falar do que eu quero?

Não. Na verdade, eu selecionei “content marketing” como palavras-chave, a fim de ver os resultados da comunidade de marketing de conteúdo – escritores e criadores de conteúdo que acreditam que os longos são melhores.

Mas, aparentemente, o Google está mostrando como melhores resultados aqueles não têm artigos superlongos.

Agora, para cada artigo curto que encontro no topo dos resultados, provavelmente, eu também posso encontrar um artigo longo.

O ponto é este: só porque você escreve o artigo longo não significa que você terá uma classificação mais alta.

Vou reafirmar o meu ponto – a verdadeira razão para que um conteúdo se classifique no topo tem pouco a ver com o seu tamanho.

Ok, se não é o comprimento, então o que é?

Cada conteúdo que você escrever tem que ter essas três características.

O comprimento do conteúdo não é o fator decisivo.

Por mais importante que seja, existem outros fatores intrínsecos ao conteúdo que têm mais relevância.

Quais tipos de fatores influenciam o conteúdo para conseguir uma posição alta no ranking?

Obviamente, essa é a pergunta que o SEO e o marketing de conteúdo estão tentando responder.

E há três respostas claras baseadas em dados.

1. O conteúdo deve ser aprofundado.

Primeiro, o conteúdo precisa ser aprofundado.

O que quero dizer com “aprofundado”?

Explicarei isso, mas primeiro mostrarei a razão da importância do aprofundamento, porque isso nos ajudará a entender o quão “aprofundado” deve ser em um exemplo do mundo real.

Ao encarar essa questão, eu fiz algumas análises em profundidade usando MarketMuse.

Como um exemplo da análise que fiz, vou lhe mostrar a minha investigação do artigo melhor classificado do CMI (Content Marketing Institute).

Para lembrar, esse é o artigo que ocupa organicamente a posição de número um para “B2B content marketing strategy”.

image14

Não é superlongo. Ele possui cerca de 1.200 palavras.

Minha pergunta é por que ele está tão bem classificado?!

Primeiro, eu abri o MarketMuse.

Então, inseri o URL do artigo.

image01

Depois, adicionei a palavra-chave como “focus topic” (tópico principal, em tradução livre).

image09

Cliquei em “Fetch” (buscar) – o primeiro botão – para puxar o conteúdo do artigo.

image27

Em seguida, cliquei em “analisar”.

image03

O MarketMuse analisa o conteúdo de acordo com três categorias:

  • Pontuação de Aprofundamento do Conteúdo
  • Meta de Pontuação Média do Conteúdo
  • Melhor Meta de Pontuação do Conteúdo

As pontuações são comparativas, o que significa que o MarketMuse também processa dados agregados dos vinte melhores resultados de pesquisa orgânica para o tópico principal selecionado.

image06

O que é interessante sobre esses dados é que os vinte melhores resultados orgânicos têm conteúdos de todos os tamanhos.

Como a imagem acima é pequena, aqui está a contagem de palavras para os vinte melhores resultados para “B2B content marketing strategy”.

  • 1290
  • 401
  • 1305
  • 1507
  • 1056
  • 1391
  • 1312
  • 10047
  • 882
  • 223
  • 1144
  • 679
  • 2815
  • 1216
  • 631
  • 958
  • 80
  • 1765
  • 989
  • 786

Observe que apenas dois desses resultados excedem a minha recomendação de 2.000 palavras. Um dos resultados tem apenas 80 palavras!

O artigo mais longo é gigante, com mais de 10 mil palavras, mas quase não entrou na página 1!

O que faz com que esse artigo fique tão bem classificado?

Para começar, ele tem um bom aprofundamento.

image29

Para o MarketMuse, o aprofundamento é a resposta para a pergunta “quão bem esse conteúdo cobre o tópico principal?”.

Aparentemente, ele faz isso muito bem.

O processo de pontuação envolve pegar o artigo e ver quantas vezes ele menciona outros termos relevantes.

Esses outros termos têm uma “pontuação de relevância”. A pontuação vai de acordo com a importância dos termos em relação ao tópico principal.

Como o tópico principal é “B2B content marketing strategy”, então a pontuação de relevância dessa frase é 100.

Outros termos relevantes para esse tópico principal são mídia social, público-alvo, profissionais de marketing, etc.

image25

O conteúdo no topo do ranking é aprofundado porque contém um grande número de termos relevantes.

Então, o que significa ter um conteúdo aprofundado?

Isso significa que o conteúdo abrange tantos tópicos relevantes quanto possível.

Se você escreve sobre “comida de hamster”, então você deve criar conteúdos que discutem tipos de hamsters e outros tópicos relevantes sobre esse bichinho.

image30

Em muitos casos, um conteúdo aprofundado será longo por necessidade. Para que seja possível cobrir muitos tópicos relevantes, você precisa escrever mais.

2. O conteúdo deve ter cobertura abrangente.

Segundo, um excelente conteúdo que possui uma alta classificação tem uma cobertura abrangente.

Abrangência refere-se à variedade de tópicos relacionados que o artigo discute. Por exemplo, enquanto um conteúdo aprofundado se esforça para ter diversas menções de tópicos relevantes, um conteúdo abrangente está buscando mais menções de tópicos relacionados.

Analisamos isso comparando um conteúdo que obteve uma pontuação extremamente alta na categoria “pontuação do conteúdo”.

image07

Em seguida, comparamos os dois para ver quais outros tópicos poderiam ser incluídos em uma discussão para torná-la mais abrangente.

Nesse caso, o conteúdo de maior pontuação mencionou os seguintes tópicos:

  • Inbound marketing
  • Equipe de marketing
  • Infográficos
  • Tática de marketing
  • Marketing digital
  • Consciência de marca

image19

O artigo original que analisamos não mencionou nenhum desses tópicos.

Incluir o termo “marketing tactic” (tática de marketing), como exemplo, poderia tornar o conteúdo mais abrangente, o que pode contribuir para uma classificação mais elevada.

Pense por um momento. Quanto você precisa escrever para que seu artigo seja considerado altamente abrangente?

Claro, depende do seu nicho. Mas, nesse caso, o artigo mais abrangente também foi o mais longo – com mais de 10 mil palavras!

image20

Um conteúdo não precisa ser muito longo para se classificar bem. Há tantos fatores que contribuem para o ranking e o número de palavras não é um deles.

Mas a abrangência é um desses fatores, pelo menos de acordo com a pesquisa do algoritmo Hummingbird.

E às vezes, para ser abrangente você precisa ter muitas palavras.

3. O conteúdo deve ser focado no tópico (palavra-chave) que você deseja se classificar.

Encher um artigo com palavra-chave é coisa do passado.

Mas focar em um único tópico e mencioná-lo repetidamente é uma coisa atual.

Ao analisar o primeiro resultado de uma determinada palavra-chave, você notará que a palavra-chave selecionada aparece várias vezes e de várias maneiras dentro do conteúdo.

No artigo que estamos usando como exemplo, a palavra-chave está no título.

image13

Variações da palavra-chave são distribuídas ao longo do artigo e dos comentários:

  • B2B = 3x
  • Conteúdo = 110x
  • Mercado* = 61x
  • Estratégia* = 28
  • Marketing de Conteúdo = 50
  • Negócios = 9

Quando executo uma análise de densidade de palavras-chave, aqui está o que eu vejo para a frequência de palavras-chave com uma única palavra:

image28

As três palavras principais são: 1)conteúdo 2)marketing e 3)estratégia.

Também analisei o artigo para a densidade de palavras-chave com 2 palavras:

image23

Observe novamente como “marketing de conteúdo” e “estratégia de marketing” são os dois primeiros.

Por último, veja as classificações de densidade das palavras-chave com 3 palavras desse artigo:

image02

Não é surpresa que “estratégia de marketing de conteúdo” tem a maior frequência, com nove ocorrências.

Um planejamento adequado te permite evitar keyword stuffing e, ao mesmo tempo, garante a inclusão de palavras-chave de cauda longa que podem gerar tráfego adicional para seu site.

Ubersuggest é uma das várias ferramentas que podem ajudar a identificar as melhores palavras-chave de cauda longa para o seu conteúdo. Veja o que você deve fazer:

Passo nº1: Visite o Ubersuggest, Insira Sua Palavra-chave Principal e Clique em “Pesquisar”

Passo nº2: Clique em “Ideias de Palavras-chave” na Barra Lateral Esquerda

Passo nº3: Analise as Ideias de Palavras-chave

A primeira palavra-chave na lista é a sua principal, que naturalmente tem o maior volume de pesquisa. Embora você vá usar essa palavra-chave no seu título e no seu conteúdo, o planejamento real começa ao selecionar palavras-chave de cauda longa.

Ao fazer isso, concentre-se no seguinte:

  • Volume de pesquisa mensal
  • CPC
  • Dificuldade de SEO

Como regra geral, procure palavras-chave com um alto volume de pesquisa e CPC e uma dificuldade de SEO baixa. Isso oferece a melhor oportunidade para alcançar o topo dos rankings de pesquisa. E quando isso acontecer, um volume de pesquisa alto ajuda você a receber uma boa quantidade de tráfego.

Talvez o keyword stuffing esteja ultrapassado e as proporções de densidade de palavra-chave sejam superestimadas na era atual do Hummingbird. Mas talvez haja algo a ser dito sobre o uso frequente e variado do tópico em foco!

Conclusão

Em resumo, não há nenhuma lei que diz que o seu conteúdo deve ter um certo comprimento para que possa ficar bem classificado.

Muitos profissionais de marketing de conteúdo gastam bastante tempo criando conteúdo. E isso é bom!

Mas será que o comprimento é a única coisa que deveríamos focar quando produzimos um conteúdo?

Não. Os dados sugerem que o seu conteúdo precisa ter três características:

  1. O conteúdo deve ser aprofundado.
  2. O conteúdo deve ter cobertura abrangente.
  3. O conteúdo deve ser focado no tópico (palavra-chave) que você deseja se classificar.

Quando criar um conteúdo com essas três características, você pode se encontrar escrevendo um artigo de 4.000 palavras. Ou de 1.000.

De qualquer maneira, será bom.

E é disso que o Google gosta.

Qual é a sua experiência na criação de conteúdos longos e com as suas classificações? Quanto tempo você leva para escrever um excelente conteúdo longo?

Compartilhe