Tipos de Logo: Conheça os 7 Tipos Com Exemplos de Cada Um

profissional em criação de logomarca

São tantos tipos de logo no mercado, que o assunto merece um guia exclusivo.

Com certeza, você tem vários logotipos de empresas fixados no seu imaginário.

E não à toa, pois essas representações gráficas são criadas sob medida para que você se lembre das marcas.

Diariamente, somos expostos a inúmeros logotipos e reconhecemos cada um deles com facilidade, graças à criatividade do design e estratégias do marketing.

Mas será que você sabe identificar os tipos de logo que existem?

É sobre isso que vou falar no post de hoje, para que você entenda melhor como os logotipos são construídos e escolha o tipo certo para o seu negócio.

Ficou curioso?

Siga a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre esse universo dos logotipos.

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

A diferença entre logotipo e logomarca

grifos de logos

Antes de conhecer os tipos de logo, é importante entender de uma vez por todas que logomarca não existe. Logotipo, sim, é uma palavra legítima que significa um símbolo gráfico de um conceito, que também é a essência da identidade visual das marcas.

A “logomarca” surgiu quando algum brasileiro resolveu unir o logo à marca, para não deixar dúvidas de que se referia à representação de uma empresa.

Mas, independentemente das intenções, esse neologismo é uma grande redundância e não faz sentido.

Isso porque as palavras logo e marca, em sua etimologia, são sinônimos (logos, do grego, e marka, do germânico): ambas querem dizer “conceito ou significado”.

Por isso, a palavra certa possui o sufixo tipo, que vem do grego “typos” (símbolo gráfico).

Então, não se esqueça:

  • Logotipo: representação gráfica de um conceito, marca ou produto
  • Logomarca: termo equivocado que deve ser excluído do seu vocabulário.

Agora sim, podemos falar da classificação de logotipos – ou, simplesmente, “logos”.

8 Tipos de logo para empresas (com exemplos)

caracteres de lettering a mão

Há vários tipos de logo que dão vida às empresas em representações visuais exclusivas.

Quando você reconhece um produto Apple pela maçã mordida ou se lembra da Ferrari pelo cavalo preto, por exemplo, está comprovando o poder desses elementos.

Mas será que você conhece todos os estilos de logo?

Confira a lista dos mais utilizados pelas marcas.

1. Lettermark

logo da IBM como exemplo de lettermark

O lettermark é um dos tipos de logo mais comuns, que utiliza letras iniciais e abreviações para criar uma representação da marca.

Nesse caso, o destaque está nos tipos (fontes), simplificando ao máximo o logo para facilitar sua aplicação e reconhecimento.

As empresas que utilizam o estilo lettermark costumam ter nomes grandes e complicados, ou mesmo generalistas, optando pela abreviação para otimizar sua comunicação.

Estes são alguns exemplos famosos:

  • IBM (International Business Machines)
  • CNN (Cable News Network)
  • EA (Electronic Arts Sports)
  • BBC (British Broadcasting Corporation)
  • GE (General Electric)
  • P&G (Procter & Gamble)
  • HP (Hewlett-Packard)
  • HBO (Home Box Office)
  • ESPN (Entertainment and Sports Programming Network)
  • H&M (Hennes & Mauritz).

Percebe como os logotipos são marcados pela criação e aplicação dos caracteres?

Nesse tipo de logo, não é preciso acrescentar símbolos, pois a ideia é simplificar a identidade visual para fixá-la na memória do público.

Naturalmente, as letras são os elementos de design mais fáceis de lembrar e podem ser trabalhadas de forma original para criar uma tipografia exclusiva da empresa.

2. Símbolo ou ícone

símbolo da empresa shell como exemplo de tipo de logo

Já os tipos de logo com símbolo ou ícone descartam as letras e se focam unicamente nas imagens.

Quando uma empresa consegue promover seu símbolo a ponto de ser lembrada exclusivamente por ele, temos um caso de branding muito bem-sucedido.

Por isso, os logos desse tipo são mais utilizados por empresas globais, que possuem marcas fortes e valorizadas no mundo todo.

Afinal, nem todo negócio pode se dar ao luxo de ser representado por uma simples imagem.

Veja, por exemplo, o caso da Apple e sua maçã mordida, que é reconhecida em qualquer lugar do planeta como ícone da empresa de tecnologia.

Geralmente, as primeiras versões desses logotipos ainda contêm o nome da empresa, que vai sendo descartado aos poucos, conforme o símbolo se fortalece na lembrança do consumidor.

É o caso da Nike, que foi evoluindo seu famoso “Swoosh” até eliminar completamente as letras.

O desenho lembra um sinal de “correto”, mas, na verdade, representa a asa na estátua da deusa grega da vitória (Nike).

Independentemente das intenções iniciais, o símbolo se tornou sinônimo de atitude, juntamente ao slogan global “Just do it”.

Outro exemplo marcante é o “M” do McDonald’s, amplamente reconhecido nas fachadas e materiais de comunicação da empresa.

Dependendo da estratégia de marketing e publicidade, as empresas podem utilizar somente seus símbolos ou optar por incluir o texto da marca.

A tendência é que os ícones mais fortes falem por si só, mas, às vezes, pode ser necessário acrescentar o nome da organização para determinados públicos e mercados.

Estes são alguns exemplos de empresas que confiam em seus símbolos:

  • Shell: o primeiro logo era uma concha de mexilhão, que foi substituída por uma concha de vieira vermelha e amarela, chamada de “pecten”
  • Pepsi: o logo é um globo criado na década de 1940, com as cores da bandeira dos EUA e um forte apelo patriota, que evoluiu até se tornar forte o suficiente para representar a marca sozinho
  • Rede Globo: o logo marcante da Rede Globo, criado pelo designer Hans Donner, em 1976, representa o mundo com uma tela de televisão exibindo o próprio mundo
  • WWF: o logo da ONG foi inspirado em um panda gigante chamado Chi-Chi, do zoológico de Londres, e se tornou um ícone da missão ambiental da organização
  • Mozilla Firefox: todos pensam que é uma raposa, mas, na verdade, o logo do Mozilla Firefox é um panda vermelho (espécie chinesa conhecida como raposa de fogo) envolvido em um globo azul.

Aposto que você reconheceria qualquer uma dessas empresas com uma olhada rápida no logotipo.

Por isso, os logos de símbolos são muito poderosos – e proporcionalmente difíceis de emplacar.

3. Wordmark

logo da empresa Disney como exemplo de wordmark

Entre os tipos de logo, o wordmark é o mais objetivo: é simplesmente o nome da empresa, marca ou produto usado para representá-la.

É claro que, para que essa estratégia funcione, o designer tem que estilizar o logo de modo que a essência da marca seja transmitida pela fonte.

O exemplo mais marcante é a própria Coca-Cola, com suas letras inconfundíveis reconhecidas nos quatro cantos do planeta.

É um estilo menos ousado do que o símbolo, embora também seja bastante minimalista em comparação com outras abordagens.

Mas não é qualquer empresa que pode utilizar um wordmark.

Você imagina por quê?

Se pensou no impacto da palavra, é disso mesmo que estou falando.

Quando você bate o olho em um logotipo wordmark, a leitura do texto é automática.

Por isso, a empresa precisa ter um nome marcante, que soe muito bem e seja facilmente lembrado pelo público.

Ou seja: não adianta produzir um logo incrível se o nome for grande, complexo e difícil de memorizar.

Confira alguns exemplos para entender o conceito do wordmark:

  • Google: o logo do Google é um dos principais exemplos de wordmark, com suas simples letras coloridas 2D reconhecidas globalmente, que se transformam em Doodles criativos e divertidos
  • eBay: o clássico logo usa as cores primárias e caixa baixa para universalizar o eBay, conhecido como o maior site de compra e venda online do mundo
  • Disney: o logo da Disney é um bom exemplo de wordmark que fala por meio das letras, transmitindo a magia inconfundível da marca com sua tipografia atemporal
  • Sony: o logo da Sony é a essência do wordmark, com sua tipografia simples e sóbria, que transmite uma imagem limpa, elegante e profissional
  • Prada: a marca de luxo Prada usa a sonoridade marcante ao seu favor em um wordmark irretocável, que não precisa de muito para comunicar sofisticação
  • Visa: a líder global em pagamentos se aproveitou do caráter universal do termo Visa, que pode ser lido facilmente em vários idiomas, para criar um logo simples e memorável.

Entendeu por que o wordmark deve ser muito bem pensado?

Se o nome da sua empresa soa muito bem em voz alta, talvez seja a opção ideal.

4. Combination mark

logo da empresa amazon como exemplo de combination mark

O combination mark é o mais popular dos tipos de logo, pois combina duas informações importantíssimas para o reconhecimento: texto e símbolo.

É o logotipo sem erro, que traz um ícone e o nome da marca juntos para não deixar dúvidas sobre a identidade da empresa.

A vantagem é que esse tipo de logo também é muito versátil, pois os elementos podem ser usados separadamente quando for interessante.

Por exemplo, se você tem uma marca de moda com um nome e um símbolo, pode usar um bordado discreto do ícone para uma linha de roupas diferenciada .

Da mesma forma, uma empresa de tecnologia pode gravar apenas seu símbolo em produtos mais sofisticados.

Dependendo da peça de comunicação, um ícone pode representar melhor a mensagem da marca, principalmente quando o público já conhece a empresa ou produto.

Mas, sempre haverá ocasiões em que é necessário fixar o nome da organização, até para que seja feita a associação com o símbolo.

Então, se você quer flexibilidade, o combination mark é uma ótima opção.

Além disso, esse formato facilita a diferenciação da empresa entre milhares de logotipos, pois há dois componentes gráficos exclusivos sendo utilizados.

Logo, é a melhor escolha para empresas menores, embora também seja a preferida de muitas gigantes globais.

Confira os exemplos mais interessantes de combination mark:

  • Amazon: o logo da gigante do e-commerce traz uma seta amarela que vai da letra “A” até a letra “Z”, indicando a variedade de soluções e representando um sorriso. O símbolo também é usado sozinho em vários materiais da marca, para facilitar a fixação
  • Adidas: o logo da empresa possui três listras que simbolizam velocidade, meta e competição, com um aspecto de montanha, que se combinam ao nome para identificar a proposta esportiva da marca
  • Microsoft: a Microsoft combina seu nome aos famosos quadrados coloridos, que representam a diversidade do portfólio de produtos e remetem imediatamente aos produtos da marca
  • Burger King: o logo do Burger King é um exemplo interessante de combinação entre texto e imagem, pois posiciona a marca no meio de um hambúrguer, em referência aos seus produtos.

5. Emblema

emblema da ford como exemplo de tipo de logo

O emblema se parece com o combination mark, exceto por um detalhe: o nome da empresa é inseparável do ícone gráfico.

Nesse tipo de logo, é comum que a marca esteja dentro do símbolo, integrando perfeitamente os elementos em uma única construção visual.

Em termos de design, a moldura da marca pode facilitar algumas aplicações em peças de comunicação, pois o logotipo se torna uma espécie de selo oficial da empresa.

Veja alguns exemplos notáveis:

  • Nivea: o logotipo da Nivea é um clássico emblema, baseado no produto mais tradicional da empresa (lata de creme azul), perfeitamente traduzido pelo círculo azul
  • Ford: o logotipo da Ford preserva a mesma tipografia da década de 1920, mas com o emblema azul em degradê que traz modernidade à marca
  • Lego: a Lego conseguiu criar um logotipo divertido e marcante, que já teve várias versões, mas nunca perdeu seu estilo de emblema e tipografia arredondada.

6. Mascotes e garotos-propaganda

logotipo da empresa KFC como exemplo do uso de mascotes

Os logotipos com mascotes e garotos-propaganda apostam em personagens e personalidades para representar as marcas no mercado.

É uma ótima estratégia para criar um vínculo emocional poderoso com a marca, pois as mascotes são simpáticas e representam a empresa de forma lúdica.

Estes são alguns exemplos de marcas que eternizaram esse tipo de logo:

  • KFC: a rede de fast food KFC é perfeitamente representada pelo seu próprio fundador, o Coronel Sanders, que aparece sorridente e cada vez mais moderno no logotipo da empresa
  • Ultrafarma: na mesma linha de logotipos com fundadores, a Ultrafarma traz a figura do CEO Sidney de Oliveira em sua identidade visual e em todas as ações de comunicação da empresa
  • Pringles: a famosa marca de batatas fritas da P&G é reconhecida em qualquer lugar pelo simpático boneco de bigode
  • Quaker: impossível pensar em logotipos humanizados sem lembrar do icônico senhor da Quaker, o fictício “Larry”
  • Eagles: o uso de mascotes em logos também é muito comum em equipes esportivas, como o time de futebol americano Philadelphia Eagles, representado por sua inconfundível águia.

7. Letter stacking

logo do museu de Oakland

Para fechar, o letter stacking é um tipo de logo ousado que está em alta nas tendências modernas de design.

Basicamente, é um logotipo com letras verticais “empilhadas” que desafiam a compreensão do público, reservados a marcas mais modernas e do circuito artístico.

Não à toa, o letter stacking é muito utilizado por museus, como o Oakland Museum of California e o Indianapolis Museum of Art.

Mas, obviamente, não está entre os tipos de logotipos para empresas mais populares, pois só faz sentido para marcas muito criativas e vanguardistas.

Conclusão

Agora, sim, você pode opinar sobre tipos de logo com propriedade.

Depois deste texto, você saberá qual a classificação dos logotipos assim que os vir.

Além disso, entenderá qual estratégia está por trás da criação e como a empresa planeja seu posicionamento de marca.

Você também pode aproveitar esse conhecimento para criar ou renovar o logo da sua empresa.

Então, qual tipo de logo cairia melhor para o seu negócio?

Deixe sua resposta e um link com o seu logotipo atual nos comentários.

Depois, não esqueça de compartilhar este artigo nas suas redes sociais.

guia completo de marketing digital

Compartilhe