Storyboard: Descubra O Que É, Como Criar Um e 12 Ferramentas de Criação

esboços para storyboard

Storyboard é uma construção gráfica que revela quadro a quadro o conteúdo de um conteúdo audiovisual, como um vídeo utilizado em uma estratégia de marketing.

Você já teve o prazer de fazer um storyboard?

É sempre gratificante ver suas ideias tomando forma, criando vida e aparecendo pela primeira vez.

Essa é a experiência do storyboard: contar sua história quadro a quadro, antes de transformá-la em vídeo.

Com a ascensão do YouTube marketing, essa ferramenta estará ainda mais presente em nossas vidas profissionais.

Para você ter uma ideia, os vídeos atraem 300% mais tráfego do que outros tipos de conteúdo, de acordo com o Marketing Sherpa.

Além disso, a previsão da Cisco é de que o audiovisual responda por 82% do tráfego online até 2021.

A popularidade dos vídeos também aumenta nossa responsabilidade em produzir conteúdos incríveis.

E se você quer acompanhar essa tendência, o storyboard pode ajudar a melhorar as produções e conquistar seu público.

Esqueça a ideia de que essas preocupações são para ilustradores profissionais.

Hoje, eu vou mostrar que qualquer pessoa pode criar seu storyboard com ferramentas online, sem complicação.

Preparado? Luz, câmera, ação!

O que é storyboard?

equipe de storyboard

Storyboard é um guia visual ilustrado, quadro a quadro, que mostra as principais cenas de um vídeo.

Com certeza, você já viu uma dessas sequências de desenhos, que lembram o esboço de uma história em quadrinhos.

Basicamente, é a ferramenta de planejamento por trás de qualquer produto audiovisual.

Seu propósito é oferecer a pré-visualização das cenas, enquadramentos e movimentos de um vídeo, antes de iniciar as gravações.

Assim, você consegue avaliar como a narrativa se desenrola na sequência de quadros, ajustando o que for preciso para contar melhor sua história.

Quem inventou o storyboard foi a indústria cinematográfica, e o modelo se tornou essencial na televisão, nos games e, claro, na publicidade e no marketing.

Inclusive, o Hubspot já revelou que 87% dos consumidores querem ver mais vídeos de suas marcas preferidas em 2019.

Do outro lado, 88% dos profissionais de marketing planejam aumentar seus investimentos no audiovisual.

Haja storyboard para dar conta dessa explosão de vídeos.

Por que criar um storyboard

imagem de mão esboçando a lápis

Entre um bom roteiro e uma gravação bem-sucedida, há um storyboard bem-feito.

Isso porque o storyboard oferece um mapa completo da obra audiovisual, que o texto não dá conta de representar.

Será que o vídeo vai retratar exatamente o que você pensou no roteiro?

O público vai sentir o que você planejou?

A história vai ser contada de uma forma engajante?

Essas perguntas são facilmente respondidas pelo storyboard – daí sua importância em qualquer projeto de vídeo.

Considere que mais de 5 bilhões de vídeos são assistidos na internet todos os dias, segundo a Render Forest, e que 81% das empresas já utilizam o vídeo marketing, de acordo com o Hubspot.

Já são motivos suficientes para investir em produções certeiras, não?

Benefícios do storyboard

mesa com computador e storyboard digital

Você só tem a ganhar incluindo o storyboard nos seus projetos audiovisuais.

Para começar, é nesse esboço que descobrimos se o conceito vai funcionar, se a sequência tem o ritmo certo e se os diálogos e imagens vão ter o impacto imaginado.

Também é a melhor forma de usar o budget com eficiência, evitando erros e atrasos no processo.

Quando o storyboard é bom, os profissionais envolvidos conseguem ter a mesma visão que você sobre o vídeo e sabem exatamente como aplicar a fórmula.

Além disso, o storyboard mantém todos os membros da equipe na mesma página, colaborando entre si para chegar ao melhor resultado.

De modo geral, essa ferramenta reduz todos os riscos envolvidos na produção de um vídeo, aumenta a assertividade e otimiza o conteúdo.

Para quem mergulhou na tendência audiovisual, é um atalho fundamental para o sucesso.

De acordo com a Hubspot, 83% dos profissionais de marketing concordam que o ROI dos vídeos é superior.

Já a Render Forest relata que os vídeos têm o poder de praticamente dobrar o crescimento das receitas no marketing.

Logo, vale a pena garantir o melhor conteúdo audiovisual.

Como fazer um storyboard

storyboard e claquete

Você já deve estar convencido(a) de que o storyboard é indispensável na produção de vídeos.

Então, por onde começar?

É muito mais fácil do que você imagina – basta prestar atenção a alguns detalhes.

Acompanhe meu passo a passo infalível.

Mapeie sua história

esboços de miniaturas de storyboard

Com o roteiro em mãos, você deve começar o processo de criação do storyboard pelo mapeamento da história.

Diferentemente do roteiro, que possui diversos detalhes técnicos, um novo documento deverá ser criado para orientar seu storyboard a partir da narrativa.

Veja como fazer isso em etapas simples.

Crie uma linha do tempo

esboços de quadros de storytelling

A linha do tempo é um roteiro cronológico com todos os acontecimentos da sua história.

Mesmo que o roteiro fuja da lógica linear, os eventos deverão vir na sequência de gravação.

Então, tudo o que você tem que fazer é escrever sua história na ordem em que vai aparecer no vídeo.

Não se preocupe com o formato aqui – apenas com as ideias.

Ao mapear os eventos, você já terá uma noção da sequência narrativa e de como isso vai funcionar no esquema visual.

Identifique as cenas-chaves da história

Observe sua linha do tempo e marque quais cenas representam o clímax da sua produção.

Esses serão os principais acontecimentos da sua narrativa, que devem chamar a atenção do espectador.

Capriche na escolha das cenas-chaves: elas resumem a identidade da sua criação.

Estabeleça um nível de detalhamento

Até que ponto você vai detalhar os elementos no seu storyboard?

A regra é ser o mais simples possível, mostrando algumas características das personagens, ambiente e ações.

Em resumo, você deve anotar tudo o que julgar importante em termos de imagens, pensando em um esboço fácil de entender à primeira vista.

Faça uma descrição de cada cena

Agora que você já tem a sequência e os detalhes, é só descrever cada cena conforme o roteiro estabelece.

Aqui, vale usar todas as informações necessárias para entender a sequência, como o tempo, ações das personagens, quem aparece em qual momento, objetos utilizados, etc.

Projetando o storyboard

imagem de exemplo de projeto de storyboard em branco

Nessa etapa, você já está com todo o conteúdo pronto e engatilhado.

Agora é só escolher o modelo do seu storyboard e colocar a mão na massa.

As opções são inúmeras: usar o bom e velho papel e desenhar à mão, usar softwares de edição de imagens ou mesmo aplicativos e plataformas com templates prontos.

Se você tem habilidades em ilustração e design, esse é o momento de usar o talento ao seu favor para personalizar o storyboard ao máximo.

Se desenhar não é seu forte, saiba que a ferramenta funciona até com bonecos palito.

Mas é claro que o nível de compreensão da história será proporcional à qualidade gráfica.

Basicamente, a ordem do processo é a seguinte:

Esboce as miniaturas

ilustração de esboço de miniaturas de um storyboard

Comece fazendo um rascunho do enredo, ilustrando as miniaturas com o máximo de fidelidade possível ao que imaginou para as cenas.

Procure desenhar as personagens em perspectiva para acrescentar profundidade e tente retratar os ângulos da melhor forma possível.

Nessa hora, o conhecimento sobre cinematografia faz toda a diferença para equilibrar personagens, ambientes e objetos de cena em quadros dinâmicos.

Lembre-se de tomar cuidado com a escolha dos cortes, que são responsáveis por todo o movimento do vídeo e sentimentos que ele provoca.

As cores também são importantíssimas, pois a direção de arte determina a atmosfera da obra.

Adicione outras informações relevantes

imagem de desenho em caneta e lápis colorido

Além das imagens e diálogos, você deve reservar um espaço para descrever detalhes e numerar os quadros.

Geralmente, esse espaço fica embaixo de cada cena e contém informações importantes sobre a narrativa e contexto.

Finalize

Por fim, você deve fazer uma revisão final e os últimos ajustes no seu storyboard.

Se possível, dê um tempo antes de passar o último pente fino, para descansar o olhar viciado.

Com a mente mais fresca, observe todos os detalhes do storyboard e veja o que pode ser melhorado.

Revise seu storyboard

dupla trabalhando

O mais importante aqui é observar o resultado e decidir: o storyboard cumpriu sua função?

A sequência ilustrou perfeitamente minha ideia?

Isso vai convencer todo mundo de que o vídeo é incrível?

E, claro, você não vai responder a essas perguntas sozinho(a): a revisão deve ser compartilhada com toda a equipe.

Eventualmente, o cliente também pode ser envolvido no processo de aprovação do storyboard, de acordo com a proposta.

Há quem use a ferramenta justamente para vender a ideia, desde que o resultado seja excelente.

Bônus: 12 ferramentas para criação de um storyboard

laptop com edição de vídeo e câmera

Se você não tem intimidade com a ilustração nem verba para contratar um especialista, não se preocupe.

Existem ferramentas ótimas para ajudar você a criar um storyboard de forma rápida, intuitiva e sem complicações.

Há opções de plataformas, aplicativos, softwares e plug-ins com versões gratuitas e pagas, para profissionais e amadores.

Separei algumas das melhores, olha só.

1. Pixton

página inicial do site da ferramenta de criação Pixton

O Pixton é uma ferramenta online para criação de histórias em quadrinhos, com um sistema simplificado que permite arrastar e mover personagens e objetos.

Apesar de ser desenvolvida para HQs, é uma boa opção para criar storyboards despretensiosos, além de contar com uma versão específica para empresas.

Sua biblioteca é uma das maiores disponíveis, com diversos modelos de cenários, personagens e expressões faciais.

2. Scribble Press

página inicial do site web de ferramenta de criação Scribble Press

O Scribble Press permite a criação de histórias com mais de 300 ferramentas de desenho, backgrounds, stickers e estampas criativas.

Seu diferencial é o foco em dispositivos móveis, especialmente tablets, onde todos os recursos podem ser aproveitados.

Há ainda a opção de gravar voz e áudio para enriquecer o resultado final.

3. UTellStory

Página inicial do site web da ferramenta UTellStory

A UTellStory se define como uma comunidade colaborativa de storytelling multimídia, que possibilita o compartilhamento de histórias entre usuários do mundo todo.

Para isso, a plataforma oferece recursos em fotos, vídeos, áudios e animações que personalizam as narrativas.

Na versão gratuita, há limitações de número de slides, mas também é possível testar a versão gratuita por 30 dias.

4. Canva

smartphone em página de download do app da ferramenta Canva

O Canva também apostou no recurso de arrastar-e-soltar para disponibilizar infinitas combinações de layouts em sua ferramenta de design.

O foco da plataforma está nas peças de comunicação e apresentações, mas a solução também pode ser usada para criar um storyboard do zero, sem complicações.

No site, é possível se registrar para uma versão gratuita de 30 dias.

5. Storyboard That

página inicial do site da ferramenta Storyboard That

Mais específica, a Storyboard That é uma ótima opção para contar histórias digitais com uma comunicação visual poderosa.

A ferramenta é voltada para a criação de storyboards para uso pessoal, profissional e na área da educação.

O site ainda permite que o usuário crie dois storyboards por semana gratuitamente, além de oferecer várias opções de planos pagos.

6. Boords

página inicial web do Site da ferramenta Boords

O Boords é um web-app que se destaca pela criação simplificada de storyboards, destinado a qualquer equipe criativa.

A missão da plataforma é democratizar o mundo dos storyboards, permitindo que qualquer pessoa visualize suas ideias por meio de histórias ilustradas.

Uma de suas vantagens é a variedade de opções de formatos para exportação do arquivo.

7. The Plot

imagem da página inicial da ferramenta web The Plot

A The Plot se promove como a ferramenta mais fácil da internet para criar storyboards para vídeos.

Sua proposta é viabilizar a experimentação dos vídeos antes de comprometer recursos, além de melhorar o processo de aprovação de projetos e reduzir custos.

“Depois de criar animações por sete anos, eu passei a desprezar o quão entediante era editar um template básico de storyboard”, conta o fundador, Adrian Thompson.

“Eu acredito que nós devemos ganhar o poder de organizar nossas ideias rapidamente, para que possamos concentrar nosso tempo no que é mais importante”, conclui.

8. Story Bird

imagem da página inicial da ferramenta Web StoryBird

O Story Bird é mais uma plataforma focada em contar histórias com imagens criativas, que usa o formato de livro digital.

Seu segmento é mais educativo, com uma proposta de ampliar o desenvolvimento de escrita e autoria de estudantes.

9. Toon Boom Storyboard Pro

página web da ferramenta StoryBoard Pro Toon Boom

O Toon Boom Storyboard Pro é um software profissional de storyboard que combina ferramentas de ilustração e animação aos controles de câmera.

Para quem deseja criar seu storyboard com controle artístico absoluto e atenção aos mínimos detalhes, essa é a melhor opção.

O programa é recomendado para profissionais da indústria televisiva, cinematográfica e de games.

Entre seus recursos avançados, estão as ferramentas 3D, integração com o pipeline e ferramentas de sketching.

10. Storyboard Composer

página da ferramenta web de criação Storyboard Composer Cinemek

O Storyboard Composer é o primeiro aplicativo mobile para a criação de storyboards de modo fácil e rápido.

Disponível para iOS, o app oferece recursos para tirar fotos, simular movimentos de câmera, gravar áudios e muitas outras funções que proporcionam um resultado profissional.

Em questão de minutos, é possível criar um storyboard em um formato simples e fácil de compartilhar.

11. Boardo

Página para download da ferramenta de criação Boardo

O Boardo não é uma ferramenta online para criação de storyboards, como os outros exemplos, e sim um plugin para o editor de vídeos Adobe After Effects.

Seus recursos permitem que o profissional adicione efeitos, transições e animações nas imagens já criadas, para montar um storyboard personalizado.

12. Comic Life

página web da ferramenta webComic Life

O Comic Life é um software que traz o universo dos quadrinhos para o storyboard, com artes mais profissionais.

O programa possui um amplo pacote de fontes, templates, balões de diálogos, legendas e layouts fáceis de manipular e personalizar.

Além de prático, o Comic Life é muito divertido de usar.

Exemplos de storyboard

tablet claquete e cadernos

Todos os seus filmes preferidos têm um storyboard por trás, assim como jogos, novelas, séries, animações e campanhas.

Para conhecer um pouco desse universo, vamos entender a diferença entre dois tipos clássicos de storyboard.

Storyboard para histórias em quadrinhos

modelo de storyboard usado em histórias em quadrinho

Há uma certa confusão entre o storyboard e as histórias em quadrinhos, pois olhares menos atentos podem acabar misturando os dois.

Na verdade, as histórias em quadrinhos são obras finalizadas, que têm seus próprios storyboards – que, lembre-se, são rascunhos.

Logo, os clássicos em quadrinhos da Marvel ou DC também passam pela etapa de storyboard antes de serem finalizados.

Animatic

Já o animatic é um storyboard animado, que dá um passo além na complexidade do esboço.

Nesse formato, o storyboard ganha música, efeitos sonoros e uma reprodução fiel do tempo de cada cena e suas dinâmicas.

Você deve estar pensando se vale a pena gastar tempo, dinheiro e esforço animando um storyboard.

Não seria mais fácil partir direto para a produção?

Na verdade, quanto mais complexa a obra audiovisual, mais sofisticado deve ser o storyboard.

Por isso, o animatic é usado em megaproduções cinematográficas, para reduzir erros ao máximo e evitar a refação de cenas – que podem custar muito caro.

Um exemplo clássico é o animatic do filme Iron Man 3, que mostra o poder dessa ferramenta de antecipar os efeitos do filme e seu resultado final.

Então, se você achava um desperdício animar storyboards, saiba que esse trabalho pode economizar milhões em superproduções.

Conclusão

Agora você já sabe como usar o storyboard para dar vida às suas ideias e planejar todo o conteúdo audiovisual.

Cada vez mais, os criativos estão se dando conta da importância de incluir essa ferramenta em seus projetos de vídeo.

Por mais simples que seja a produção, sua história merece um storyboard para alcançar seu pleno potencial.

Como vimos, a visão que o modelo oferece é incomparável.

E com tantas ferramentas disponíveis online, não tem desculpa para não criar o seu.

Graças à tecnologia, o storyboard não está mais restrito aos exímios ilustradores e designers.

Então, já escolheu qual ferramenta vai testar primeiro?

E daqui para frente, como você vai usar o storyboard para melhorar seus vídeos?

Comente aqui o resultado dos seus experimentos.

Compartilhe