Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Social Media: O Que Faz e Como Se Tornar um Profissional em 2021

mesa de reuniões com título no centro de social media

Antes de falar sobre social media, gostaria que refletisse comigo sobre o impacto das redes sociais no dia a dia.

Cada vez mais conectados à internet, usamos esses canais como parte de nossas vidas.

Mesmo não sendo brasileiro, reconheço o papel dela para as estratégias de marketing das empresas no país.

Afinal, é onde as pessoas estão.

Segundo pesquisa das empresas Hootsuite e We are Social, 62% da população brasileira está ativa nas redes sociais.

E o YouTube lidera a lista das redes sociais mais acessadas pelos brasileiros, concentrando 60% dos acessos.

O Facebook (que aparece em primeiro em outros levantamentos) vem logo em seguida, em segunda posição, com 59%.

Já o WhatsApp está em terceiro lugar no páreo com 56%, trazendo o Instagram em quarto, com 40%.

Seja qual for sua rede social preferida, você deve concordar comigo que ocupamos cada vez mais nosso tempo nesses canais.

E que, por meio deles, precisamos lidar com uma avalanche de informações todos os dias.

Pensando em aproveitar essa nova realidade do mercado de consumo, as empresas entenderam que precisam estar nas redes sociais.

Por isso, vêm investindo em estratégias para tornar a presença ainda mais relevante por lá.

Seja para melhorar o relacionamento com os clientes ou aumentar o alcance e as vendas com o marketing digital.

É com esse cenário que surge a profissão do social media.

Quer saber tudo sobre ela?

Preparei este artigo para te mostrar mais sobre esse cargo, o que faz e quanto ganha.

Também vou compartilhar dicas para que possa se dar bem como social media.

Vem comigo!

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

O que significa social media?

pessoas acessando midias sosciais em dispositivios diferentes

Social media quer dizer mídia social. Ou seja, canais de comunicação digital por onde acontecem interações, colaboração e compartilhamento de conteúdo.

Então, não trabalham sozinhos.

São apenas plataformas que funcionam como repositórios de conteúdos que precisam da interação humana para ganhar vida.

Exatamente pelo mesmo motivo, se tornaram canais poderosos para que as empresas alcancem um público mais qualificado.

E, assim, aumentem a percepção de marca com autoridade e conquistem sucesso entre os clientes.

Com o avanço da era digital, o significado de social media ganhou uma nova possibilidade: se tornou uma profissão.

O que faz um profissional de social media?

ilustração do profissional de social media

O profissional de social media é responsável por ativar esses canais para pessoas públicas, empresas ou até mesmo projetos pessoais.

É ele quem planeja e cria conteúdos para serem compartilhados nas redes sociais.

Também publica dentro dessas plataformas, interage com outros usuários, analisa resultados e faz tudo acontecer.

Então, atualiza, monitora e cria conteúdo relevante. Ou seja, que desperte interesse para o público a ser atingido e gere engajamento.

Em outras palavras, o que faz um profissional de social media bem-sucedido é a sua facilidade para conectar empresas a pessoas.

Muita gente ouve falar sobre a profissão de social media e pensa que, para ter sucesso nela, basta navegar pelas redes sociais o dia todo.

Mas como você pode ver, vai bem além de ser um heavy user.

Requer, ainda, que esteja sempre atualizado sobre as novidades nas redes sociais e tendências de mercado.

Qual a formação acadêmica desse profissional?

garota profissional de social media falando ao smartphone sorridente

Em geral, o profissional de social media pode ser formado tanto na área de comunicação social quanto administrativa.

A maioria deles têm formação acadêmica em Jornalismo, Letras, Marketing, Publicidade e Propaganda ou Relações Públicas.

Mas isso não quer dizer que aquele expert em redes sociais formado em Administração não possa investir na carreira.

Para se tornar um social media bem-sucedido, a dica é bastante objetiva: estude muito e se dedique em conhecer as principais tendências do marketing digital.

Mesmo que a profissão pareça um sonho, você deve amar as redes sociais.

E não só isso: deve saber como fazer com que as pessoas criem interesse pelas páginas que administra.

Como se tornar um social media?

social media: como se tornar?

Ao contrário do que muita gente pode pensar, você não precisa ter formação superior em áreas como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Marketing e afins para se tornar um social media.

É claro que uma graduação em qualquer um desses campos do conhecimento pode ser um suporte extra e até mesmo um diferencial.

Porém, esses cursos não necessariamente formam profissionais aptos a trabalhar especificamente com redes sociais.

Hoje em dia, é cada vez mais comum ver profissionais de segmentos completamente distintos dos citados buscando cursos de especialização nessa área.

Ou seja, não importa qual seja a sua formação profissional, você vai precisar de alguma formação específica, quem sabe uma pós-graduação em social media para exercer essa função com excelência.

Além da capacitação técnica, um social media precisa ser um heavy user de redes sociais para entender como elas funcionam na prática.

Afinal, ter afinidade com o seu objeto de estudo e de trabalho é importante para tornar a experiência profissional mais eficiente.

Quais habilidades são necessárias em um social media?

Você já sabe os caminhos para se tornar um social media, mas será que tem as habilidades necessárias para desempenhar essa atividade com sucesso?

Listei algumas características que todo profissional que trabalha com gerenciamento de redes sociais precisa ter ou desenvolver.

Confira:

Planejamento

O planejamento estratégico é uma das principais capacidades que um social media precisa ter.

Afinal, ele é o profissional encarregado de fazer os principais encaminhamentos em campanhas de marketing digital.

O social media é responsável por avaliar minuciosamente o mercado, encontrar as principais tendências e criar planos para a comunicação da empresa.

Ações como o estabelecimento de um calendário de publicações e a adequação do melhor conteúdo para postar em cada rede social também são atribuições desse especialista. 

Criatividade

social media: criatividade

Encarregado de produzir conteúdos, o social media precisa ter boa capacidade criativa para que suas peças gerem o engajamento necessário e também se diferenciem dos materiais feitos pela concorrência.

Isso não significa dizer, no entanto, que o profissional não pode buscar inspirações em produções externas.

O segredo está em aproveitar esses conteúdos virais e dar uma roupagem diferente a eles, adequando-os à realidade do negócio.

Outro ponto fundamental na criação de materiais inéditos é evitar eventuais punições da parte dos buscadores por plágio.

Ainda que as redes sociais não sejam um fator direto de ranqueamento de SEO, elas impactam na reputação, visibilidade e reconhecimento da marca.

Portanto, apenas reproduzir conteúdos já prontos não pegaria nada bem para a exposição da sua empresa.

Estar sempre atualizado

As redes sociais são um ambiente extremamente dinâmico, que exige atualização constante.

É fundamental estar atento às principais tendências e novidades dessas plataformas, não apenas na hora de pesquisar assuntos para produzir conteúdos relevantes.

Estou falando também de conhecer todas as funcionalidades que essas mídias oferecem.

Cada rede social possui o seu blog oficial, e também existem sites especializados que trazem informações sobre o que está sendo comentado no momento.

Esses tipos de canais podem ser fontes interessantes para o social media se manter sempre em dia com o que há de mais relevante na sua profissão.

Capacidade analítica

Normalmente, as pessoas que escolhem cursos da área da comunicação social não são muito familiarizadas com as ciências exatas.

No entanto, se você quiser trabalhar como social media, não vai conseguir fugir dos números.

Isso porque esse profissional precisa analisar uma série de fatores que são fundamentais para o sucesso das campanhas implementadas.

Você vai ter que interpretar métricas como:

  • Taxa de conversão em anúncios
  • Alcance das publicações
  • Atividades dos concorrentes
  • Menções do público sobre a marca
  • Curtidas, comentários, compartilhamentos e demais reações.

Saber ler corretamente esses indicadores é indispensável para acompanhar corretamente o andamento de sua estratégia, fazendo as adequações necessárias.

Além disso, vai valorizar o seu trabalho diante dos seus chefes ou clientes.

Ser um bom gerenciador de crises

Por mais que se faça um ótimo trabalho nas redes sociais, as marcas nunca estão imunes a sofrerem críticas por parte de seus clientes.

Se a empresa sofrer algum tipo de ataque por uma campanha mal-pensada, um comportamento inadequado de um funcionário ou qualquer outro motivo, é preciso agir rápido.

É hora de intervir, mediar a situação e evitar que os danos à imagem do negócio se alastrem.

Nesse caso, a melhor saída é reconhecer o erro, pedir desculpas e trabalhar para corrigir a falha em questão.

Esse tipo de aprendizado se fortalece muito com a prática, mas é fundamental já ter uma boa noção dos princípios básicos para se gerir uma crise.

Ter uma visão macro do negócio

A atividade de um social media, ao contrário do que se pode pensar, não se restringe apenas a gerenciar as redes sociais de uma empresa.

Ela vai muito além.

Afinal, você só vai conseguir atingir os objetivos digitais das suas campanhas se compreender o contexto em que o seu negócio está inserido.

Para ser a voz da instituição, você precisa conhecê-la por completo.

Saber qual é o público-alvo, a missão, os valores e diferenciais da organização vai ajudar a moldar o comportamento dela nas mídias sociais.

Dominar as ferramentas de edição e a língua portuguesa

Para finalizar o rol de habilidades de um social media de sucesso, não dá para se restringir às soft skills e esquecer das competências mais técnicas, que são igualmente importantes.

Na hora de produzir um material para as redes sociais, você vai ter que editar imagens e escrever cards.

Portanto, precisará dominar o funcionamento de softwares de edição de imagem e também ter um conhecimento aprofundado de ortografia para fazer bonito nos seus conteúdos.

A rotina de um social media

dupla conversando com dispositivos na mãos conteúdos sobre social media

Para aumentar a qualidade do trabalho como social media, é essencial criar uma rotina diária de atividades.

Uma forma de facilitar a sincronização entre as funções e habilidades profissionais às exigências e expectativas do cliente atendido.

Veja, a seguir, um pouco mais sobre as funções que fazem parte da rotina de um social media de sucesso:

1. Cronograma de postagens

Criar e manter um cronograma de postagens sempre atualizado é a melhor forma de atender às necessidades pontuais dos clientes.

Assim, é possível planejar os conteúdos a serem compartilhados e ainda antecipar determinadas ações.

2. Produzir conteúdo

Quando falo em produzir conteúdo, me refiro à produção de conteúdo institucional ou promocional para o cliente.

Um trabalho que requer criatividade e conhecimento técnico sobre design e formatos disponíveis para que engaje os usuários.

Então, também envolve a otimização.

Ou seja, adaptar conteúdos para que sejam melhor recebidos pelos consumidores.

Um exemplo? Reduzir o texto nas artes ou na descrição de um post para que seja lido com facilidade no smartphone.

17 gráficos que mostram o futuro do marketing de conteúdo

3. Distribuir conteúdo de impacto nas redes

ilustração sobre distribuição de conteúdo

Com o conteúdo produzido, é hora de distribuir o que o social media tem em mãos.

Como cada rede social tem uma especificidade, é preciso ter em mente que os conteúdos não podem ser iguais.

Se no Facebook, por exemplo, a empresa vai trabalhar anúncios para aumentar seu alcance, no LinkedIn, vai atrair e reter talentos.

Enquanto a primeira dá visibilidade e promove o engajamento, a segunda é empresarial.

Como existem várias redes sociais, muito conteúdo a ser produzido e mais de um cliente a ser atendido, controlar a veiculação do conteúdo requer atenção.

E também paciência.

Para que a tarefa não se torne exaustiva, ela pode ser facilitada com o uso de gerenciadores de mídia.

Alguns deles são: Buffer, Hootsuite e TweetDeck.

Plataformas que ajudam a concentrar a distribuição de conteúdo em um lugar só.

Elas otimizam a rotina do social media.

4. Fazer monitoramento diário

homem trabalhando em frente ao computador em escritório claro

Concorda comigo que não faz sentido simplesmente preparar e publicar uma série de conteúdos sem medir o retorno obtido?

O trabalho de monitoramento ajuda o profissional de social media a mensurar, analisar e compilar informações para identificar oportunidades e fraquezas.

Assim, é uma atividade importante para que a empresa possa realizar ações corretivas.

Para facilitar a verificação do desempenho, volto a bater na tecla dos programas de gerenciamento de redes sociais.

Eles possibilitam que o social media analise as principais métricas das redes sociais, além de oferecer funcionalidades como resposta a comentários e mensagens privadas.

5. Preparar relatórios de desempenho

relatórios de desempenho que são usados em social media

A produção de relatórios de desempenho para as redes sociais é um fruto do trabalho de monitoramento.

É claro que, quanto melhores forem os números levantados pelo social media, mais satisfeito ficará o cliente.

Mas é imprescindível não “maquiar” esses dados.

Afinal, assim como podem refletir o sucesso do trabalho realizado, também ajudam a identificar a necessidade de melhorias.

6. Promover um bom relacionamento com o público

social media: promover um bom relacionamento com o público

As redes sociais chegaram para mudar o relacionamento com o público, promovendo o chamado SAC 3.0.

No serviço de atendimento ao cliente digital, o contato é muito mais próximo e dinâmico, exigindo do social media total atenção na hora de interagir com os usuários.

Aqui, não basta uma resposta rápida, mas também um feedback resolutivo e sincero, que de fato atenda e resolva as dúvidas do freguês.

Ignorar reclamações, apagar comentários negativos e apenas endossar experiências positivas não são o caminho.

Ativar robôs e se limitar a respostas automatizadas, também não.

É importante ver as redes sociais como o principal cartão de visitas da sua marca.

Um balcão de atendimento que, apesar de ser um suporte virtual, lida com pessoas de carne e osso, com necessidades reais.

7. Criar anúncios

As redes sociais são a maneira mais eficaz de uma empresa atingir e impactar positivamente o público desejado.

Através do Social Ads, é possível segmentar os seus anúncios, filtrando por gênero, idade, área geográfica, data e hora da publicação, entre outros.

Tudo isso com um investimento mais baixo e um retorno mais garantido do que você teria ao anunciar nas mídias tradicionais, como rádio e televisão, por exemplo.

Nem preciso dizer que esse trabalho é feito pelo social media, do início ao fim.

Ele começa na definição das personas que serão impactadas pelas campanhas, passa pelo estudo das melhores estratégias, o desenvolvimento das peças, a postagem, e termina na análise dos resultados.

Ferramentas e softwares utilizados pelo social media

smartphones junto de canetas coloridas e tela de download do aplicativo mobile Canva

Como você viu até aqui, o trabalho de social media envolve uma série de atividades e o gerenciamento de um grande volume de informações.

Como tudo acontece em tempo real, às vezes, é humanamente impossível otimizar atividades e processos.

Mas existem ferramentas e softwares para facilitar as coisas.

Confira algumas delas abaixo:

É importante lembrar, ainda, que as próprias redes sociais oferecem ferramentas bastante úteis para o social media.

O Facebook Ads e o Instagram for Business são exemplos.

Como escolher a melhor opção?

Para acertar na escolha, busque entender quais funcionalidades você precisa e o que faz sentido para o seu projeto.

Algumas ferramentas e softwares de social media oferecem versões de teste.

Costuma ser um atalho para que possa conhecer suas funcionalidades e entender o que melhor se encaixa às suas necessidades.

Se a sua atuação é pontual e limitada, talvez não valha a pena investir em ferramentas mais completas.

Mas se você lida com mais de uma conta e um grande número de seguidores, faz todo sentido reservar parte do orçamento para isso.

Quanto ganha um profissional de social media?

maõ segurando papel em formato de balão de fala sobre dinheiro

Segundo estimativas de salários publicados no site Love Mondays, o salário médio bruto de um social media é de R$ 2.152,00.

Já o salário de analista de redes sociais gira em torno de R$ 3.969,00.

Mas a remuneração depende de vários fatores: se o profissional trabalha em agência, é autônomo ou terceirizado, por exemplo.

Então, pode ser maior, conforme mais capacitado e especializado o social media for.

Como é o mercado de trabalho?

ilustração sobre mercado de trabalho web

O mercado de trabalho para o profissional de social media está em constante ascensão.

Isso porque, na era da informação, é cada vez maior o número de usuários presentes nas redes sociais.

Mas, assim como é uma profissão que está em alta atualmente, também é bastante concorrida.

Por isso, a dica é estar sempre atualizado e não se acomodar.

O social media iniciante, por exemplo, pode conseguir emprego mais facilmente em startups e pequenas empresas.

Já os mais avançados encontram oportunidades até mesmo em empresas com setor interno exclusivo para essas demandas.

O mais legal dessa profissão é que não se restringe apenas ao mercado corporativo.

Então, o profissional da área pode atuar como freelancer ou até mesmo se tornar um microempreendedor individual (MEI).

Seguem duas dicas bônus para você que quer se especializar e ganhar dinheiro como social media:

  • Faça as certificações online oferecidas pelas próprias plataformas. Cada vez mais solicitadas pelo mercado de trabalho, funcionam como um diferencial para que consiga a vaga desejada
  • Leia as principais perguntas e respostas ou FAQs existentes nas redes sociais para conhecer suas funcionalidades e as principais dúvidas dos usuários.

3 formas de ganhar dinheiro como social media

mão masculina de executivo assinalando símbolo de dinheiro

Como ainda existem empresas que não possuem profissionais qualificados para trabalhar com social media, aqui vão as oportunidades:

1. Gerenciamento de redes sociais

O gerente de redes sociais tem a responsabilidade de criar estratégias para alcançar o público de interesse e vender seus produtos ou serviços.

Como tal, deve controlar e ficar por dentro do que acontece em diferentes canais ao mesmo tempo.

2. Gerenciar seu próprio projeto

Outra oportunidade de ganhar dinheiro como social media aparece ao oferecer seus próprios serviços através das redes sociais.

Manja de conteúdo, design, programação ou é um consultor de marketing digital?

Experimente usar esses canais para divulgar o que você faz de melhor.

Os resultados podem surpreender.

3. Design para social media

mulher jovem a frente de computador com tela de social media

Nem toda empresa tem à disposição um profissional de design para criar artes incríveis e atender aos seus objetivos nas redes sociais.

Mas esse tipo de trabalho é fundamental para que anúncios e publicações se tornem mais atraentes para a audiência e potenciais clientes.

Então, se especializar em design para social media é uma forma interessante para se diferenciar da concorrência.

Afinal, nem todo social media sabe como construir artes de qualidade.

Se você manda bem no design gráfico, pode até se tornar parceiro de um social media para cuidar da parte visual dos clientes atendidos.

Conclusão

Mesmo sendo uma área relativamente recente do marketing, hoje, toda empresa tem interesse em divulgar produtos e serviços nas redes sociais.

E o profissional de social media tende a ser cada vez mais valorizado para atender às necessidades de negócio com a expertise que só ele tem.

Ainda tem dúvidas sobre a importância do social media?

Então, vamos a um teste rápido.

Quantas horas do seu dia você passa conectado à internet?

E quanto desse tempo usa para checar as notificações ou até mesmo navegar sem um motivo em especial pelas redes sociais?

Essa é só uma reflexão sobre essa alavanca para o sucesso das ações de marketing de qualquer empresa. Ou, melhor dizendo, social media.

E você, já trabalhou com social media, fez algum curso na área ou quer se especializar?

Então, saiba que pode até se tornar um especialista em assuntos como análise de dados, conteúdo ou planejamento.

Conte a sua história nos comentários!

guia completo de marketing digital

Perguntas frequentes sobre social media

Se você pretende investir na carreira de social media ou contratar um profissional para fazer o gerenciamento das redes sociais do seu negócio, pode estar com algumas dúvidas a este ponto.

Pensando nisso, vou responder algumas das perguntas mais frequentes que recebo sobre o tema.

Acompanhe:

O que um social media precisa ter?

Um social media de sucesso, assim como qualquer bom profissional, precisa ter um equilíbrio entre as soft skills e as habilidades técnicas.

Ou seja, ele deve ter a mesma competência na hora de planejar e analisar campanhas e se manter atualizado que demonstra quando revisa conteúdos, edita imagens e produz cards.

Quanto é o salário de um social media?

O salário de um social media pode variar bastante, pois depende de uma série de fatores, como, por exemplo, a experiência e o porte da empresa.

Além disso, existem diferentes cargos na área, como assistente, analista e coordenador de social media.

Levando todos esses fatores em consideração, no Brasil, segundo um levantamento da plataforma Glassdoor, a média salarial desse profissional está na casa dos R$ 2.000.

É claro que esse valor pode crescer bastante, dependendo do seu número de clientes ou trabalhos simultâneos.

Por que preciso de um social media?

As redes sociais são, atualmente, os principais canais de relacionamento com o cliente.

Portanto, nada melhor do que ter um profissional capacitado para trabalhar esse contato com o público de uma forma eficiente e assertiva.

Se utilizadas de maneira correta, as plataformas digitais são excelentes vitrines para o seu negócio.

Você pode utilizá-las para divulgar seus produtos e serviços, chegar a diferentes públicos e aumentar a exposição da sua marca.

Que faculdade um Social Media faz?

social media: faculdade

Não existe um curso de graduação específico para social media, mas estudos na área de comunicação são recomendados.

Formações como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Marketing estão cada vez mais investindo em disciplinas voltadas ao ambiente digital.

Caso você já tenha uma graduação que não tenha afinidade com nenhuma dessas áreas ou deseje se especializar mais sobre o tema, existem diversas formações complementares em social media.

Compartilhe