Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Saiba o que colocar no assunto do e-mail para gerar mais cliques

clickable email subject line types

Lembro bem os meus primeiros passos no email marketing, quando não sabia bem o que colocar no assunto do email.

Eram tempos em que o marketing digital engatinhava, então ninguém tinha muita certeza sobre o que fazer.

Felizmente, a coisa evoluiu bastante, e hoje o que não faltam são técnicas de escrita persuasiva que comprovadamente aumentam a taxa de abertura.

Hoje, só envia email com título sem graça quem realmente quer.

Não faltam opções de assuntos que podem ser explorados com os mais variados objetivos.

Algumas dessas técnicas você vai conhecer neste artigo.

Leia e gere mais engajamento e conversões em suas campanhas de email. 

O que é um email marketing?

Email marketing é um formato promocional em que o correio eletrônico é usado como o canal de comunicação entre as marcas e seus clientes.

As mensagens devem ter sempre o objetivo de converter, ou seja, levar o leitor a uma ação desejada pela marca que envia o email, conforme o estágio em que ele se encontra no funil de conversão.

Por isso, existem diferentes tipos de email marketing para diferentes leads.

Para aqueles que estão no topo do funil, a newsletter é mais indicada, já que tem um teor mais informativo.Já para os que estão no fundo, próximos de fechar negócio, o email deve conter uma oferta, acompanhada de um botão que redirecione para uma landing page ou para o próprio e-commerce.

image24 3

Para que serve o email marketing

O principal objetivo de uma campanha de email marketing é gerar conversões.

Um clique em uma newsletter com conteúdo noticioso é um exemplo disso.

Por isso, o email marketing é um canal de vendas por excelência, ainda que elas possam não ser diretas.

Há quem pense que o email está fora de moda ou que ninguém dá importância para a sua caixa de entrada, mas basta uma consulta às estatísticas para comprovar que isso não é verdade.

Uma delas impressiona: segundo o Hubspot (em inglês), o ROI (retorno sobre investimento) do email marketing é um dos mais altos, com US$ 36 a cada dólar investido.

Portanto, se eu precisasse definir em poucas palavras para que serve o email marketing, diria que é uma potencial máquina de gerar conversões e vendas.

Taxa de abertura dos emails

Para que um email gere os resultados esperados, é indispensável que ele seja aberto e eu selecione com cuidado o que colocar no assunto do email.

Assim, uma das métricas usadas para medir o sucesso de uma campanha é a taxa de abertura, ou seja, a proporção entre as pessoas que receberam o email e as que abriram.

Claro que ela não é a única a ser usada, afinal, se 100 emails que eu enviar forem abertos e ninguém fizer nada depois, minha campanha não terá sido bem sucedida.

De qualquer forma, uma taxa de abertura alta sinaliza para um aspecto muito importante na estrutura de um email: a atratividade do assunto.

Como escrever o campo “assunto” do e-mail

No meio corporativo e no audiovisual, chama-se pitch a sessão curtíssima em que uma empresa ou produtora apresenta o seu projeto para possíveis financiadores.

Dizem que um bom pitch é aquele que convence no tempo de uma viagem de elevador.

O assunto do email segue uma linha parecida.

Em poucas palavras, você terá que dizer tudo que precisa para fazer com que a pessoa se interesse pela mensagem.

Por isso, a escolha de cada palavra e o tom usado tem que ser extremamente criteriosos, assim como o timing da campanha e a segmentação do público.

Ainda que cada campanha tenha sua própria abordagem, existem algumas regras gerais que sempre podem ser aplicadas:

  • Seja direto e objetivo
  • Procure soar profissional, mas sem ser formal demais
  • Use dados, se possível em percentuais
  • Faça perguntas
  • Use gatilhos mentais.

Dicas do que colocar no assunto do e-mail

Embora existam recomendações comuns, em email marketing a segmentação é a base de tudo.

Isso significa que, desde a elaboração do assunto, preciso ser o mais específico possível e usar uma abordagem que dialogue com o meu público.

Se estou falando para advogados, por exemplo, não pega bem no assunto frases do tipo “Olá, tudo bem?” ou “Hey! Tenho uma oferta para você!”.

Considerando a variedade de situações, diferentes perfis e objetivos, contar com referências sempre ajuda ao redigir o assunto.

Veja então, a seguir, 10 sugestões que você pode adaptar para uso em diferentes campanhas.

guia completo de marketing digital

1. Assuntos que geram curiosidade

A curiosidade das pessoas é algo natural de nós seres humanos.

Você precisa ter ideias de assuntos de email que gerem mais cliques e despertem o interesse nos seus assinantes.

Não dê toda a informação no assunto do email.

Dê só um pouco, uma provocaçãozinha.

Vejamos esse exemplo da Quick Sprout.

image1 7

O título gera curiosidade e poderia ser um ótimo assunto para emails que geram cliques.

Pense dessa forma.

Digamos que você queira enviar um email para os seus assinantes com um link para o seu mais novo blog que fala sobre o mesmo tópico.

Se o assunto for, “Mulheres são mais ativas nas redes sociais que os homens,” os seus destinatários não terão razão nenhuma para clicar no email.

Por quê?

Eles já sabem a resposta.

Você já disse tudo no assunto do email.

Ao invés disso, fale só um pouco do que está dentro da mensagem para fazer com que as pessoas abram mais as mensagens.

Vamos dar esse passo à frente.

Agora que eles abriram o email, você deve melhorar a sua taxa de cliques.

Continue a estimular a curiosidade no corpo da mensagem.

Vamos continuar com o mesmo exemplo.

image2 8

Inclua uma introdução para a postagem do seu blog no email.

Perceba como o leitor ainda não sabe quem é mais ativo nas redes sociais.

Nós ainda não demos essa resposta.

Nesse momento os seus assinantes já devem estar comprometidos.

Primeiro eles receberam o email.

Depois eles clicaram nele para descobrir a resposta baseados no assunto do email.

E agora eles leram o email, mas ainda não sabem qual é a resposta.

Os seus leitores são curiosos.

O próximo passo mais lógico desse processo é os assinantes clicarem no link para o seu blog.

Ao estimular a curiosidade com o assunto do email, você concluiu algumas coisas.

  • Aumentou a taxa de abertura
  • Melhorou a taxa de cliques.
  • Direcionou mais tráfego para o seu site
  • Aumentou as conversões em potencial

Você tentar capturar o pico da curiosidade.

image11 9

Isso irá manter os seus assinantes tentando adivinhar o que está acontecendo.

Use esta tática de marketing a seu favor e aplique esse conceito aos assuntos dos seus emails.

2. Assuntos que comunicam urgência ou escassez 

Os assuntos de email que criam um senso de urgência podem gerar uma taxa de abertura 22% maior.

Então como você faz isso?

Dando aos seus leitores um prazo para fazer algo.

Você pode até mesmo definir um prazo de somente algumas horas.

image10 8

Williams Sonoma usou esta técnica no exemplo acima.

O assunto cria um senso de urgência, e o corpo da mensagem possui um call to action perfeito.

FOMO. (Fear Of Missing Out)

Também conhecido como o “medo de ficar por fora.”

Aja agora ou você vai perder a promoção.

O FOMO se prevalece especialmente nas plataformas de redes sociais.

image3 8

E é um método eficaz para você incorporar às suas campanhas de email marketing.

Outra maneira para criar urgência e utilizando palavras que geram mais cliques no seu email marketing.

Tente incluir a palavra “amanhã” nos assuntos dos seus emails.

Por quê?

Assuntos com a palavra “amanhã” disparam em 10% nas taxas de abertura.

O ponto é o seguinte.

Você deve escrever assuntos que sejam importantes e urgentes.

image4 8

O gráfico acima é de um modelo de gerenciamento de tempo do General do Exército e Ex-Presidente dos EUA, Dwight D. Eisenhower.

Você pode aplicar o mesmo conceito como estratégia de marketing.

Assuntos que sejam tanto importantes como urgentes vão gerar mais cliques dos seus assinantes.

Além da urgência, você também pode criar escassez nos seus assuntos.

Você já viu isso sendo feito antes?

Linhas aéreas e hotéis fazem isso o tempo todo.

“Apenas 4 assentos restantes nesse voo.”

“3 quartos restantes para essas datas.”

Psicologicamente, isso faz você achar que precisa tomar uma atitude imediatamente.

Vejamos esse exemplo de um site de e-commerce.

image5 6

Sperry criou escassez com estes sapatos para barcos.

Faça o mesmo com os seus assuntos.

“Pouca quantidade no estoque”.

A escassez e a urgência andam de mãos dadas quando se trata de métodos para a criação de emails que geram cliques.

Tente isso nas suas próximas campanhas.

3. Assuntos que incluem ofertas gratuitas

Envie ofertas gratuitas e promoções aos assinantes do seu email.

Isso irá manter os seus consumidores felizes.

Brindes também dão aos consumidores uma razão pra abrir e clicar nas suas mensagens

As vezes os negócios podem hesitar ao usar a palavra grátis no assunto.

Por quê?

Eles temem que as caixas de entrada dos emails considerem a mensagem como spam, fazendo com que as mensagens nunca sejam vistas pelos seus assinantes.

Mas esse não é o caso.

As evidências não suportam essa teoria.

image6 7

Observe os dados no gráfico acima.

A atribuição dos assuntos que possuíam a palavra “grátis” no assunto era praticamente igual às que não possuíam.

Então, você pode ir em frente.

Acrescente a palavra grátis aos assuntos do seu email sem hesitar.

Você pode até mesmo colocar “GRÁTIS” em letras maiúsculas.

image14 7

Ela não vai para a caixa de spam dos seus destinatários.

Na verdade ela vai gerar cliques e atrair a atenção deles.

Dar coisa gratuitas pode, de fato, fazer com que os seus consumidores comprem outras coisas no seu site.

Promoções são uma ótima maneira de manter os consumidores e melhorar o serviço de atendimento.

Um serviço de atendimento ao consumidor de qualidade pode te ajudar a dobrar a sua receita.

Além de gerar cliques e aberturas, existe outra razão para você dar coisas gratuitas por email aos seus consumidores.

Marketing por email é barato.

E também gera um alto retorno sobre o investimento.

image9 7

Veja esses números.

A média de retorno por cada dólar gasto com uma campanha de marketing por email é maior que $44 dólares.

Você pode esperar um retorno de 4.300%.

Com uma porcentagem tão alta, é ok dar algumas coisas de graça.

Você irá compensar isso com o aumento de vendas vindo dos clientes fieis em potencial

De acordo com o gráfico acima, 66% dos consumidores fazem compras com base numa mensagem de email marketing.

Distribua coisas gratuitas e não tenha medo de mostrar isso aos seus consumidores no assunto do email.

É extremamente eficaz e vale o investimento.

4. Assuntos personalizados

Você deve sempre ser pessoal com os seus consumidores.

Isso gera confiança e pode ajudar você a estabelecer um relacionamento de longo prazo.

Use táticas de personalização nos assuntos dos seus emails.

Por quê?

Vamos dar uma olhada em como ser pessoal pode causar um impacto nos seus emails.

image17 7

Isso faz duas coisas importantes.

  1. Aumenta a taxa de cliques.
  2. Aumenta as conversões.

Como profissional de marketing, você deve procurar melhorar essas duas áreas constantemente.

Incorporar a personalização nos assuntos dos seus emails é muito fácil.

Não existe rasão para você não fazer isso.

Não coloque coisas do tipo “Olá, querido cliente” no assunto dos seus emails.

Ao invés disso, chame a pessoa pelo nome.

Vejamos mais alguns benefícios da personalização.

image8 7

Além de utilizar o nome da pessoa, existem outras maneiras de se conectar de forma pessoal com os seus clientes através do assunto do seu email.

Vejamos alguns exemplos.

  • Histórico de transações
  • Data de aniversário
  • Localização
  • Status de relacionamento
  • Histórico de navegação

Utilize uma compra recente para acompanhar os consumidores.

O seu consumidor vai perceber que a mensagem  foi pessoal com relação à experiência dele ao invés de uma simples mensagem em massa para todos os outros consumidores.

Envie mensagens de aniversário para os seus consumidores.

Nó já discutimos antes sobre os benefícios de dar coisas gratuitas.

E os aniversários são o momento perfeito para fazer isso.

Baseado na localização dos seus assinantes você pode enviar informações relevantes para eles.

Por exemplo, se você vende roupas e os seus clientes moram em Nova York, pode enviar emails para eles, em dezembro, com informações sobre casacos de inverno.

Isso não seria relevante para os seus clientes que moram no Sul da Califórnia, por isso que é tão importante segmentar os seus clientes pela localização.

Se a conta deles no seu site estiver conectada com a página do Facebook deles, você pode usar algumas informações como o status de relacionamento deles a seu favor.

Assuntos de emails que atraem um cara solteiro podem não ter o mesmo efeito em uma mulher casada.

Quando eles estiverem logados em uma conta no seu site, você pode rastrear o que eles estão buscando.

Envie emails baseado nos históricos de busca deles.

Vejamos mais alguns dados sobre as informações que os profissionais de marketing coletam sobre os seus consumidores.

image13 8

Você pode utilizar a maioria delas.

Na verdade, algumas delas provavelmente não são apropriadas para você usar no assunto de um email.

Mais ainda assim existem muitas informações valiosas no gráfico.

Você pode ver os percentuais de alguns dos tópicos que nós já cobrimos.

Todas elas podem ajudar a criar uma sensação mais pessoal entre os clientes e o seu negócio.

Por fim, isso vai impactar positivamente nos cliques do seus emails.

5. Assuntos que destacam tópicos de notícias recentes

As pessoas querem receber as notícias de última hora.

Então dê à elas o que elas querem.

Agora, é importante manter-se relevante.

Veja o que eu quero dizer.

Digamos que você seja dono de um negócio de lavagem a seco local.

Enviar um email para os seus clientes falando sobre o aumento do preço do café em um país sul-americano não faz sentido nenhum.

Você deve ser criativo e relacionar certo tópicos com a sua indústria.

Você poderia incluir notícias de última hora sobre uma nova cafeteria que acabou de chegar na cidade e aproveitar para informar aos seus clientes como é que se tira manchas de café das suas roupas.

Pense fora da caixa seja criativo.

Aproximadamente 40% dos americanos recebem suas notícias utilizando recursos online.

image7 8

É a segunda fonte de notícias mais popular, atrás apenas da televisão.

Somente 5% das pessoas entre as idades de 18 e 29 anos recebem leem as suas notícias em jornais de papel.

Com as notícias migrando para o digital, faz muitos sentido capturar esta parte do mercado com as suas campanhas de email.

Considere colocar as palavras “notícias de última hora” no assunto dos seus emails para aumentar os cliques e as aberturas.

6. Assuntos que comunicam prova social de conceito

Prova social é um conceito psicológico.

A ideia é simples.

Se outras pessoas estão fazendo algo, deve ser porque está certo.

Vejamos um exemplo da Smart Passive Income.

image20 3

Eles estão utilizando esta técnica na página inicial deles para aumentar os assinantes.

Mas você pode aplicar o mesmo conceito no assunto de um email para gerar mais cliques.

Digamos que um cliente compre algo do seu site, mas não se inscreva na sua newsletter.

Você pode manda um email para eles dizendo quantas pessoas já se inscreveram na sua newsletter.

Se os números são impressionantes, eles podem atrair o seu cliente para a lista também.

Utilize a prova social no seu cabeçalho.

As celebridades também podem te ajudar a criar prova social.

Se você ver alguém famoso utilizando o seu produto, mande um email para os seus clientes.

Inclua o nome da celebridade no assunto e faça com que sintam o gostinho do que está dentro do email.

SAXX Underwear fez isso com a estrela da NBA Kevin Love.

image21 3

Este exemplo foi colocado diretamente no site deles, mas eles poderiam ter enviado um email no mesmo tom.

Eles poderiam ter usado frases como:

  • “Kevin Love usa os nosso calções de banho.”
  • “Seja como um profissional. Compre a nossa coleção Kevin Love.”
  • “Estrela da NBA Kevin Love, é vista utilizando SAXX depois do jogo.”

Os assinantes vão pensar que se os jogadores da NBA estão usando estas roupas, elas devem ser de qualidade.

7. Assuntos com uma história provocante

Todo mundo adora uma boa história.

O storytelling realiza algumas das coisas que já discutimos.

As histórias podem ajudar você a:

  • Gerar curiosidade
  • Criar uma conexão pessoal

Obviamente, você pode contar toda uma história com apenas um assunto de email.

Mas você deve apenas introduzir uma história.

As histórias podem estimular as emoções.

Emoções geram vendas.

image12 8

Não sabe qual história contar?

Comece com a sua história.

Crie um assunto de email falando sobre algo que você fez ou algo importante que você conquistou.

Assim:

“Como eu criei ‘123’ utilizando ‘XYZ’ em 30 dias.

Lembra-se do fizemos antes para estimular a curiosidade?

Nós só colocamos a introdução de uma postagem de blog no corpo do email.

Você pode fazer a mesma coisa ao contar uma história.

Primeiro, atraia a atenção dos seus assinantes com um assunto atraente sobre a sua história.

Depois inclua as primeiras linhas ou parágrafo no email.

Faça-os visitar o seu site ou blog para ler a sua história por completo.

As empresas usam o storytelling como estratégia de marketing de conteúdo.

image18 6

Mais de 60% dos especialistas de marketing B2B consideram o storytelling era eficaz.

A taxa de sucesso é tão alta que vale a pena tentar.

Coloque uma história no assunto do seu próximo email e veja se funciona para você.

8. Assuntos com campanhas de redirecionamento

Você está monitorando as taxas de conversão dos seus carrinhos de compra?

Como você lida com carrinhos abandonados?

Se você não sabe a resposta para essas perguntas, você pode utilizar o assunto de um email para gerar vendas e melhorar as taxas de carrinhos abandonados.

Aqueles que não estão monitorando a quantidade de consumidores que adicionam itens ao carrinho do seu site e nunca finalizam a compra, podem se surpreender com o quão comum é isso.

Aqui estão os números.

image16 6

Em 2016 mais de três quartos dos compradores adicionaram algo ao carrinho e não concluíram a compra.

Estes números ficam ainda mais altos se eles estiverem comprando de um tablet ou telefone móvel.

Por que os compradores fazem isso?

Vejamos algumas razões:

  • Custos com taxas e fretes
  • Precisar criar uma conta para concluir a compra
  • Preocupação com a segurança do cartão de crédito
  • Processo de finalização longo e confuso
  • Nenhum código de cupom disponível

Se os seus clientes estiverem abandonando frequentemente os itens nos carrinhos de compra, você deve tomar uma providência.

Envie um email para os seus clientes.

Identifique algumas das razões que fazem eles mudarem de ideia.

Dê a eles envio gratuito.

image15 8

Isso foi o que a Huckberry fez na sua campanha de email.

Diga ao seu consumidor o que você está oferecendo no assunto do email.

Termine a compra e não pague o frete.

O cliente obviamente já estava interessado no produto o suficiente para colocá-lo no seu carrinho.

Enviar este email pode ser a motivação que ele precisava para finalizar a compra.

9. Assuntos que incluem avisos e eventos

Envie para os seus assinantes avisos sobre negócios

Se a sua empresa via estar presente em algum tipo de exposição ou evento, avise aos seus clientes.

Convide eles para se juntar a você e mande descontos para os ingressos.

Tente um assunto de email assim…

“Dois ingressos GRATUITOS. Você está sendo convidado para se juntar a nós.”

Isso irá intrigar o leito e fará com que ele clique no email e obtenha a vantagem que você está oferecendo a ele.

E você nem precisa de um evento físico para fazer isso.

Crie eventos promocionais online.

Como esse.

image22 5

Apenas certifique-se de avisar sobre o evento no assunto do seu email.

Nós também podemos incorporar algumas das estratégias que falamos antes.

  • Estimular a curiosidade
  • Criar um senso de urgência

É uma excelente maneira de encorajar os cliques nas suas campanhas de email.

10. Assuntos com a sua autoridade e especialidade

Deixe a sua autoridade brilhar.

Se você conquistou algo, diga aos seus leitores.

Nós discutimos antes sobre os benefícios de criar uma prova social de conceito com celebridades e grandes grupos de pessoas.

Você pode fazer isso com a sua autoridade em um indústria específica também.

Eu faço isso o tempo todo.

Vejamos um exemplo do meu site.

image19 4

Eu já criei negócios de sucesso e outros não bem sucedidos.

Minha experiência faz de mim um especialista e uma figura com autoridade na minha indústria.

Então eu compartilho esse conhecimento com os meus assinantes.

Você pode fazer a mesma coisa.

Se você não for um especialista, encontre alguém que seja.

Tente usar um médico ou um advogado para embasar os seus argumentos.

Isso valida a sua empresa.

O exemplo acima daria um excelente assunto de email.

O que não fazer ao escrever o assunto do e-mail marketing

Bons exemplos estão aí para serem seguidos, assim como os maus exemplos também devem ser lembrados para não serem repetidos.

No caso do assunto, esse é um elemento fundamental, porque é onde tudo começa no contato por email.

Se ele for atrativo, vai induzir as pessoas a abrir a mensagem, potencializando conversões.

Por outro lado, um assunto mal redigido ou com uma abordagem inadequada não só desmotiva a abertura do email como pode até levar o destinatário a bloquear seu endereço.

Confira o que não fazer nesse sentido.

Usar a frase toda com MAIÚSCULAS

Escrever em caixa alta nunca é natural.

Mensagens escritas dessa forma soam agressivas ou desesperadas, sugerindo que o remetente não está seguro daquilo que diz ou que está apelando para a manipulação.

Se há um tipo de texto em que a caixa alta definitivamente não é recomendada é no email marketing.

A exceção fica para os botões, o único espaço em que as maiúsculas têm de fato uma função.

No mais, esse é um formato a ser evitado.

Clickbait

O problema da caixa alta é que ela soa apelativa, dá uma ideia de desespero ou que a marca quer vender custe o que custar.

A mesma reação acontece quando o leitor percebe que o assunto do email tem como único objetivo gerar cliques.

Como aponta uma pesquisa no Business News Daily (em inglês), termos como “o segredo de” no assunto levam a uma redução de 8,69% na taxa de abertura.

Portanto, seja criterioso ao escolher os termos com os quais espera aguçar a curiosidade dos seus leads.

Escrever mais do que o permitido

Lembre-se que os 25 primeiros caracteres do campo assunto do email são os únicos que com certeza o seu destinatário vai ler.

É esse curto espaço que você tem para começar o seu pitch, ou seja, apresentar a sua oferta de valor ou conteúdo.

Tudo que vier depois disso pode ser descartado, então, quanto mais direto e sucinto você for, maiores as chances de ter seus emails lidos.

Títulos muito generalistas

Campanhas bem sucedidas de email são aquelas construídas a partir de uma segmentação minuciosa.

Por isso, nada mais inadequado do que uma abordagem generalista, até porque, dessa forma, você não vai dizer a que veio.

Afinal, uma coisa é eu dizer “Confira em nosso site os novos celulares Android”.

Outra é dizer “Novo Samsung Galaxy S22 5G com 10% de desconto. Confira!”.

Quanto mais o seu assunto informar com precisão o que está sendo ofertado, melhor.

Incluir as abreviações “Re:” ou “Enc:”

Essa é uma estratégia que eu, particularmente, considero desonesta.

Quando vejo um email chegando à minha caixa de entrada vindo de uma marca com as abreviações “Re:” ou “Enc:” penso logo que “aí tem coisa”.

Claro que não só me recuso a abrir como também bloqueio ou denuncio quem faz isso por tentativa de phishing.

Então, para que os seus leads não venham a pensar o mesmo de você, esqueça esse artifício rasteiro e seja sempre transparente ao se dirigir às pessoas.

Exagerar no suspense

“E o Oscar vai para…”

Qual fã de cinema não se arrepia quando escuta essa frase, não é mesmo?

Acontece que, no email marketing, o suspense em um anúncio deve ser utilizado com bastante moderação.

Digamos que, em um fluxo de emails contendo 3 mensagens, uma marca use nas duas primeiras assuntos como:

“Vem aí o lançamento do ano”

“O lançamento do ano está chegando”.

Se em nenhuma das duas mensagens eu fizer uma revelação, é quase certo que, na terceira, o interesse já terá se perdido, até porque existe uma queda natural na taxa de abertura nas últimas mensagens de um mesmo fluxo.

Portanto, se for usar o suspense, certifique-se de que ele vai acabar na mesma mensagem ou, no máximo, na mensagem seguinte.

Outro detalhe importante: procure sempre dosar o tom, de modo que não gere expectativas demais.

Se o cliente entender que o conteúdo “não era tudo isso”, provavelmente ele nunca mais vai voltar a abrir um email seu.

Títulos econômicos demais

Nada contra usar saudações como “Olá” ou “Tudo bem?” no assunto quando o email é enviado para um amigo ou pessoa conhecida.

Em email marketing, esse é um verdadeiro tiro no pé, já que evidencia não só falta de profissionalismo como vai contra os bons princípios da segmentação.

Termos que possam caracterizar spam

Da mesma forma, não é nada profissional incluir no assunto termos que possam ser lidos pelos provedores de email como tentativa de spam.

Entre os menos recomendados estão “Clique aqui”, “Compre já”, “Ganhe dinheiro” ou termos que sugiram nudez ou conteúdo pornográfico.

Erros gramaticais ou de digitação

Não há tanto problema quando estamos conversando pelo WhatsApp e, por acidente, erramos a digitação de uma palavra ou não respeitamos alguma regra gramatical.

Em email marketing essa tolerância não existe e por um bom motivo: quem enviou a mensagem é um profissional e teve tempo para pensar no que foi escrito e corrigir eventuais erros.

Por isso, o melhor a fazer antes de apertar o botão de enviar é revisar todo o conteúdo, desde o assunto até a última linha do email.

Excesso de pontuação

Assim como a caixa alta, o excesso de suspense e o clickbait são apelativos, o excesso de pontuação é uma forma pouco elegante de se aproximar das pessoas.

Por isso, se o seu assunto é uma pergunta ou contém alguma exclamação, prefira usar apenas um ponto e nada mais.

É muito mais educado do que títulos como “Não perca!!!!!!!”.

E no corpo do e-mail?

A maioria das recomendações sobre o que fazer e o que não fazer se aplicam também ao corpo do email.

A diferença é que a quantidade maior de texto faz com que certas regras de copywriting sejam aplicadas, como frases curtas e parágrafos de no máximo duas linhas.

Em geral, o corpo de um email marketing não passa das 300 palavras, inclusive em newsletters.

Se a meta for concretizar uma venda, não deixe de inserir, no final da mensagem, um CTA convincente, que pode estar na frase final ou dentro de um botão.

E-mails de alta conversão

Nada melhor do que mostrar com exemplos como redigir assuntos criativos e com alto poder de conversão.

Abaixo, destaco cinco campanhas que mandaram muito bem nesse aspecto, seja pela criatividade, seja pela adequação à proposta de cada campanha.

1. Buzzfeed

O BuzzFeed tem uma estratégia que considero muito boa, mas só a recomendo para quem tem bons redatores na equipe.

Ela usa o campo do assunto para introduzir um comentário ou uma pergunta, que é respondida no texto de visualização, aquele que aparece quando passamos o cursor do mouse ou que aparece com menos destaque depois do assunto.

Assim, cada email é como se fosse uma história com personagens próprios que, no caso, são usados para introduzir a oferta de valor em questão.

2. Warby Parker

Timing é tudo quando se trata de email marketing e ao escolher o que colocar no assunto do email.

O pessoal da Warby Parker parece saber disso muito bem.

Sempre que chega o momento de um cliente fazer um novo exame de visão, eles enviam um email com alguns dias de antecedência, usando um tom amistoso e sem forçar.

Algo como “Opa, está na hora de fazer um novo exame”.

3. Manicube

Se eu disser para você não pensar em uma geladeira, por exemplo, a primeira imagem que virá à mente será exatamente essa, certo?

Foi a partir desse mesmo princípio que a Manicube enviou um email com o assunto “Não abra este email”.

Embora essa frase caia na questão do suspense, é sem dúvida uma boa forma de estimular a abertura e a visualização das mensagens.

4. Refinery29

Já a Refinery29 apostou na identificação para aumentar suas taxas de abertura, usando títulos como: “Guia da menina sem grana para férias de luxo”.

Nesse caso, o termo “sem grana” foi usado de forma inteligente, até porque quem é que está nadando em dinheiro, não é mesmo?

5. DocuSign

Em uma linha um pouco mais formal, compatível com o segmento que atende, a DocuSign resolveu introduzir seus emails chamando a atenção para o que os clientes estão dizendo.

Assim, ela não só mostra que é autoridade no assunto como também apela para a curiosidade sem precisar forçar a barra.

Conclusão

Os emails são uma maneira eficaz de se comunicar com os seus clientes e assinantes.

Mas eles só vão impactar se os destinatários clicarem e abriram a mensagem.

Escolher o assunto correto pode ajudá-lo a escrever emails que geram cliques para alcançar as metas da sua campanha.

Se você não sabe por onde começar, tente alguns dos tópicos que discutimos acima.

Certifique-se de que o assunto do email estimula as emoções.

image23 3

Gera curiosidade.

Atraia o seu cliente com o assunto do email e dê o restante da informação quando eles abrirem a mensagem.

Você pode dar aquele passo a frente e forçá-los a clicar em um link para o seu site para terminar de ler a introdução que foi dada no corpo do email.

Conte histórias.

Crie um senso de urgência com as palavras dos seus assuntos de email marketing.

Aja agora ou perca essa pechincha.

FOMO.

Quantidade limitada no estoque.

Personalize o assunto do email e dê coisas gratuitas aos seus clientes.

Personalização estabelece uma conexão com o cliente.

Além do mais, todo mundo quer algo gratuito.

Campanhas de email são baratas e geram um alto ROI para que você possa se dar ao luxo de distribuir alguns produtos com descontos.

Promova eventos, coloque avisos e notícias recentes nos assuntos dos seus emails.

Você também pode utilizar o método da prova social de conceito para gerar cliques.

Direcione os carrinhos de compra abandonados e lembre os clientes sobre a sua especialidade

Como você vai gerar mais cliques com o assunto do seu próximo email?

guia completo de marketing digital

Compartilhe