Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Web Crawler: Entenda o Que é, Quando Usar e Como Funciona

web crawler no marketing digital

Não sabe o que é web crawler e como pode ser útil?

Então, está na hora de aprender – e eu vou ajudar nisso.

Conhecer algoritmos para estratégias de marketing digital pode parecer algo chato e complexo demais, mas existe um que tem tudo para te surpreender.

É o caso do web crawler, que de difícil só tem o nome.

Inclusive, pode ser o recurso que você está precisando para conquistar melhores resultados na internet.

Confira neste artigo o que é web crawler, para que serve e por que vale a pena aprender a usar esse algoritmo.

O que posso antecipar desde já é que ele tem tudo a ver com o processo de indexação de sites.

E, cá entre nós, em tempos nos quais os consumidores estão cada vez mais presentes na internet, conquistar um melhor posicionamento no Google é tudo o que precisamos.

Ficou curioso para entender do que se trata e aprender a dominar esse recurso para turbinar suas estratégias digitais?

Então, é só seguir adiante.

Você está perto de descobrir tudo sobre web crawler e por que é tão importante assim para a sua estratégia de marketing.

Boa leitura!

Uma forma eficiente de gerar tráfego para seu site a longo prazo é usando SEO. Se você quer aumentar o tráfego do seu site e atrair mais usuários qualificados e clientes, clique aqui e receba o Guia Completo de SEO.

Guia Completo de SEO

O que é web crawler?

entenda o que e web crawler

Web crawler, bot ou web spider é um algoritmo usado pelos buscadores para encontrar, ler e indexar páginas de um site. É como um robô que captura informações de cada um dos links que encontra pela frente, cadastra e compreende o que é mais relevante.

Com isso, também facilita a análise do código de um website para buscar informações e gerar insights. O que representa uma série de oportunidades para identificar novas ideias e o que pode ser melhorado.

Só a nível de curiosidade, web crawler pode ser traduzido como rastreador da rede. Mas também pode ser chamado de indexador da rede, robô, aranha da rede ou escutador da rede.

Um exemplo de web crawler que você com certeza já conhece, mesmo sem ter se dado conta, está no Google. O web crawler do Google se chama Googlebot.

Apenas para que entenda melhor sobre como esse robô específico funciona, me permita uma rápida explicação.

Para cada pesquisa que você faz neste mecanismo de busca, são exibidos vários resultados relacionados à sua intenção de pesquisa, certo?

Logo, é a partir desse web crawler que o buscador consegue encontrar cada um dos sites que aparecem em suas páginas de resultados e classificá-los em ordem de relevância.

Como você pode ver, este é um recurso poderoso para analisar sites e coletar informações.

Por isso, não se limita aos buscadores e está acessível para qualquer pessoa.

Para aprender como criar um web crawler, é preciso ter conhecimento avançado em programação.

Mas a boa notícia é que também existem opções pagas e gratuitas de web crawler open source (de código aberto).

Com elas, a mágica de analisar todos os detalhes do próprio acessível fica bem aí: na palma de suas mãos.

O que faz um web crawler?

função de um web  crawler

Se perguntando como funciona o processo que um web crawler executa?

Vamos lá!

Isso se chama web crawling ou spidering e pode ser feito para diversos fins, além de poder ser programado de acordo com um conjunto de regras.

O rastreador da rede navega pela rede mundial de computadores de modo metódico e automatizado.

A principal função de um crawler é examinar links pela internet afora.

Isto é, fazer uma varredura completa dos links que encontram pela frente na web.

Pode parecer loucura, mas ele leva em conta cada linha de código do seu site e todos os links que estiverem nela – sejam internos ou externos.

Assim, é capaz de construir uma espécie de mapa da internet com direito a todos os sites com links entre si.

Veja só quais são as principais ações dessa espécie de robô:

  • Avaliar o seu site ou o site dos seus concorrentes
  • Coletar informações para que os motores de busca identifiquem novos sites e atualizem a sua base de dados
  • Criar cópia das páginas visitadas para a indexação em motores de busca
  • Fazer tarefas de manutenção automatizadas como, por exemplo, checagem de links e validação de códigos HTML
  • Fornecer acesso a informações específicas de páginas da web, como endereços de e-mail.

Apenas para que fique mais fácil de entender como acontece essa varredura online, vou trazer detalhes sobre o fluxo do processo.

Tudo começa com uma lista de URLs (seeds) a serem visitadas pelo web crawler online.

Em toda visita a cada um desses sites, o robô identifica os links das páginas e os inclui em listas específicas para uma nova varredura.

Então, volta a elas recursivamente, conforme as regras estabelecidas.

E se encontra conteúdo novo, ele é indexado. Caso localize conteúdo atualizado em uma página preexistente, a sua classificação nos buscadores é que pode ser alterada.

Qual a importância de web crawlers no marketing digital?

importancia dos web crawlers no marketing digital

Ainda está em dúvida sobre até que ponto os web crawlers são mesmo importantes para uma estratégia de marketing digital?

Veja bem, existem pelo menos três pontos em que contar com a ajuda desses algoritmos se torna algo indispensável.

Falo sobre cada um deles agora.

1. Experiência do usuário

Se você já estudou pelo menos o básico sobre como funciona e quais são os principais fatores de ranqueamento do Google, deve saber que ele prioriza a experiência do usuário.

Isso quer dizer que dá preferência para páginas que atendem da melhor forma à intenção de busca do internauta e oferecem a ele uma navegação agradável, que agregue valor.

Não por acaso, são essas páginas que aparecem nas tão desejadas primeiras posições do buscador.

Então, o web crawler pode ser útil para apontar quais otimizações de SEO (Otimização para Mecanismos de Busca) podem ser feitas para melhorar a experiência do usuário.

Alguns exemplos são a escaneabilidade dos conteúdos, como explicarei melhor no próximo tópico, o suporte ao mobile e a velocidade de carregamento.

2. Produção de conteúdo

Se conteúdo é rei, saber como produzir conteúdo que seja mais facilmente rastreado pelo web crawler é sair na frente.

Ajuda a atrair e a engajar o público e também a gerar a conversão necessária.

No marketing digital, chamamos isso de escaneabilidade.

Parece um trava-línguas, mas se trata de um conjunto de técnicas capaz de tornar o texto mais agradável para o usuário e rastreável pelos motores de busca.

Mas, além de fazer um conteúdo escaneável, também é fundamental falar a língua da sua persona e atender às necessidades dela.

A qualidade e a relevância devem vir sempre em primeiro lugar.

Quanto melhor você atender a esses pré-requisitos, maiores as chances de responder à necessidade do usuário e de ser visto com bons olhos pelo web crawler.

No caso de um web crawler particular, você pode ainda fazer uma varredura em seu próprio site para entender até que ponto seu conteúdo está bom.

Isto é, se apresenta bom desempenho ou não e se é preciso otimizar o SEO.

3. SEO

Quantas vezes você se pega fazendo uma pesquisa no Google durante a semana?

Esse é só um pequeno exercício para que entenda a relevância desse mecanismo de busca para a vida dos usuários.

Segundo dados extraídos do Internet Live Stats em outubro de 2019, o Google já recebia mais de 77 mil pesquisas em um segundo. É muita coisa, não é mesmo?

Por essa e por muitas outras razões que nunca se falou tanto na importância do SEO.

Ou seja, do conjunto de técnicas necessárias para colocar um site na primeira página do Google.

Ao entender como acontece o processo de web crawling, fica muito mais fácil fazer os ajustes necessários para ranquear melhor o seu site no buscador.

O fato é que ele já está entre os principais canais de aquisição de visitantes para qualquer site.

Diferença entre spider e crawler

difrenca entre spider e web crawler

Embora exista alguma confusão sobre os conceitos, existe quem diga que spider e crawler não são a mesma coisa.

O que se acredita, então, é que spider é o algoritmo que lê os sites e que crawler é o gerenciador do spider.

É mais ou menos como se o crawler fosse quem manda e o spider, quem obedece.

Em todo caso, o fato é que ambos são automatizados e utilizados para fazer varreduras e coletar dados de diversos sites.

O que você precisa ter em mente, então, é que crawler é o software usado para fazer a varredura de informação na internet e que spider é o robô (ou, melhor, a aranha) que faz esse escaneamento.

Pode parecer estranho, mas vejo muitos especialistas se referindo aos algoritmos dos buscadores como aranhas, pois é a tradução lógica para o termo.

Se parar para pensar na velocidade com a qual esse rastreamento acontece, de fato, as semelhanças entre esse recurso tecnológico e o aracnídeo são várias. Mas, vamos deixar isso para lá e focar no que interessa.

Continue a leitura para conferir exemplos de web crawlers e os principais benefícios de usá-los em suas estratégias digitais daqui para frente.

16 exemplos de web crawlers

exemplos de web crawler

Veja, agora, alguns exemplos de web crawlers usados pelos principais buscadores e as plataformas mais conhecidas do mercado para auxiliar a indexação de páginas.

1. Apifier

É muito indicado para quem quer monitorar os concorrentes e ainda trazer mais assertividade para a tomada de decisões no próprio site.

2. Arachnode.net

O Arachnode.net se trata de um web crawler open-source desenvolvido em C# e que usa a plataforma .NET.

3. Arquive-It

É, na verdade, um serviço on-demand (sob demanda) que usa técnicas de web crawling para construir, gerenciar e pesquisar arquivos.

4. Crawljax

É um rastreador da web que, assim como o Arachnode.net, tem código aberto, e serve para analisar e indexar aplicativos dinâmicos baseados em Ajax.

5. DataparkSearch

Também open-source, o DataparkSearch se baseia em sistemas de busca da web e é desenvolvido para organizar buscas dentro de site, intranet e sistema local.

6. DuckDuckBot

Como o nome entrega, o DuckDuckBot é o web crawler do buscador DuckDuckGo – conhecido pela privacidade e segurança das informações dos usuários.

7. Dyno Mapper

Seu principal foco é criar automaticamente mapas do site, o que facilita a leitura e a indexação pelos motores de busca.

8. Googlebot

É o web crawler mais conhecido, pois pertence a ninguém mais e ninguém menos que o maior buscador do mundo: o Google.

9. HTTrack

Livre e de código aberto, o HTTrack é um navegador offline que permite armazenar e visualizar sites da internet em um computador local.

10. Methabot

Desenvolvido em C, o Methabot é open-source e tem foco em velocidade e flexibilidade.

11. Msnbot

O Msnbot pertence ao Bing, mecanismo de busca da Microsoft.

12. Oncrawl

Além de oferecer as funções de crawler, também faz auditorias de SEO nos sites analisados.

13. Patent2net

É especializado em identificar, organizar e oferecer patentes depositadas na Espacenet.

14. Screaming Frog

Semelhante ao Oncrawl, o Screaming Frog dispõe de ferramentas de SEO que ajudam a melhorar ainda mais o site após a varredura.

15. Wget

Assim como o HTTrack, o Wget é um web crawler que oferece coleta e arquivamento remoto de páginas.

16. Yahoo! Sluro

Assim se chama o web crawler do Yahoo!.

Conclusão

Chegou até aqui e tem a certeza que precisa de um web crawler para analisar e buscar informações valiosas para alavancar o seu site?

Perfeito!

Então, saiba que, ao trabalhar com web crawlers, você terá basicamente quatro benefícios em sua estratégia digital:

  1. Aprender sobre o que os concorrentes estão fazendo de melhor e encontrar oportunidades a partir das falhas deles
  2. Atrair mais visitantes para o seu site
  3. Entender melhor sobre o que pensam os clientes, colaboradores e parceiros de negócio ao monitorar a reputação da empresa
  4. Gerar leads a partir da busca de informações de outros sites.

Agora, você sabe o que é web crawler e entende por que é importante para a sua estratégia digital.

O próximo passo? Basta começar a trabalhar com ele.

Quanto mais se aprofundar sobre o funcionamento desse recurso, melhores serão os insights e resultados obtidos.

Torço para que possa aproveitar as oportunidades dele e que alcance o mais rápido possível os seus objetivos de marketing.

Como você deve ter notado, entender sobre web crawler é fácil.

A parte difícil é se aprofundar sobre suas especificações técnicas.

Mas, com um pouco de estudo, tudo é possível e simplificado.

Então, parabéns por ter chegado até aqui. Já é um ótimo começo.

Este post sobre web crawler foi útil para você?

Se achou interessante aprender sobre os algoritmos e robôs que estão por trás da indexação nos mecanismos de busca, compartilhe o link com seus colegas.

E conte nos comentários: qual web crawler você escolheu para a sua estratégia?

Guia Completo de SEO

Compartilhe