Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Criar uma Landing Page para Vídeo que Converte até 56%

homepage

Se você visitou minha página recentemente, provavelmente me viu e ouviu falando.

Sinceramente, eu evito visitar a minha própria página, porque odeio ver os meus próprios vídeos!

Mas por que então eu deixo aquele vídeo na página?

A resposta é simples: ele converte que é uma loucura!

Obviamente, existem vários elementos na página. Alguns sinais de urgência:

Grandes botões de CTA em laranja:

Instruções passo a passo claras:

Mas o mais importante naquela página é o vídeo.

Um único vídeo!

Minha landing page para vídeo é a página de conversão mais alta que eu já tive na vida.

Desde que eu comecei a usar aquele vídeo na página principal, minhas conversões começaram a aumentar, e o ritmo ainda não diminuiu!

Neste artigo, vou te mostrar alguns dos princípios que eu aprendi na medida em que fazia testes AB com meus vídeos, ajustava a página principal e via as conversões aumentando.

E só para aumentar as expectativas, considere quanto tempo e dinheiro você está desperdiçando com uma landing page de conversão baixa.

Cada minuto que você perde olhando para a sua landing page e torcendo para que os visitantes resolvam se cadastrar pode significar uma perda de receita.

Vendo as estatísticas, pode ser frustrante saber que apenas 22% dos negócios atualmente estão satisfeitos com suas taxas de conversão.

Isso significa que 78% dos negócios acham que as taxas de conversão deles são péssimas. E eles provavelmente estão certos!

Por quê? Porque em média, para cada $92 que você gasta para atrair consumidores, apenas $1 é utilizado na conversão.

Não importa o quanto negamos isso: a maioria dos usuários online hoje em dia não tem paciência para ler tudo o que nós escrevemos.

Segundo o Statistic Brain,  a capacidade de atenção média já é de apenas 8,25 segundos. Aparentemente, esse número vem caindo nos últimos anos.

O Statistic Brain compartilhou também que apenas 4% das visualizações de página recebem mais de 10 minutos de atenção de usuários online.

Será que há alguma esperança?

Sim. Você vai ver onde eu quero chegar.

No mesmo relatório do Statistic Brain, vimos que usuários online assistem em média 2,7 minutos de um vídeo.

Duas estatísticas, uma verdade importante. Que é: apesar de ter uma capacidade de atenção mínima, as pessoas têm um apetite enorme para vídeos.

Vou mostrar mais alguns números para que você realmente entenda a mensagem.

92% dos consumidores de vídeo em dispositivos móveis compartilham vídeos. Isso é que é viralizar!

E ainda melhor.

Estudos mostram que 95% dos espectadores absorvem as mensagens dos vídeos que assistem. Lembra do que eu disse sobre quanto tempo de um vídeo os usuários assistem em média? É isso mesmo!

Você tem 2,7 minutos para atrair a atenção do seu público-alvo e convencê-los a converter.

E a probabilidade de conversão? Sobe muito quando você usa uma landing pages para vídeo.

Talvez 2,7 minutos não pareçam suficientes para impressionar alguém. Mas segundo a Forrester research, um vídeo de 1 minuto na verdade vale 1,8 milhão de palavras.

É impossível quantificar exatamente quantas palavras exatamente um vídeo “vale”. Mas o fato é que, no geral, o vídeo tem um poder mais visceral do que as palavras.

E não podemos negligenciar a dominância dos dispositivos móveis nessa discussão!

Por exemplo: 33% dos proprietários de tablets em todo o mundo assistem a pelo menos uma hora de vídeo por dia nesse dispositivo.

Quanto aos usuários de smartphones, 72,1 milhões deles assistiram vídeos em seus dispositivos mensalmente em 2013. Esse número subiu para 86,8 milhões em 2014.

Entre esses usuários, 69% declaram que sentem que os vídeos são ideais para visualização em smartphones. Segundo os usuários, os vídeos fornecem informações simples e rápidas sobre produtos que eles querem comprar.

De fato, 50% dos usuários online admitiram ter procurado vídeos sobre um produto ou serviço antes de ir à loja. Ao mesmo tempo, 53% deles preferem empresas que fornecem vídeos sobre seus produtos.

A cada semana, aproximadamente  78% dos usuários online assistem vídeos. Em uma escala diária, isso significa 55% das pessoas.

Usar uma landing page para vídeo significa ter uma oportunidade de dizer 1,8 milhões de palavras a todos esses usuários, no mundo todo.

Você consegue imaginar quantas páginas de texto seriam 1,8 milhões de palavras?

Mas antes que você fique superentusiasmado e comece a imaginar ter sucesso do dia para a noite apenas por adicionar um vídeo à sua landing page, preciso te alertar sobre a realidade.

O fato de vídeos aumentarem a conversão de landing pages definitivamente não é segredo para ninguém.

O Brainshark revelou que 93% dos especialistas em marketing estão aproveitando essa vantagem atualmente.

Eles estão usando vídeos como parte de suas estratégias de marketing e vendas, além de táticas de marketing online.

Globalmente, 51,9% dos profissionais de marketing reconhecem o vídeo como o tipo de conteúdo que pode gerar o maior ROI.

Mas quantos deles estão usando vídeos da forma correta para aumentar as taxas de conversão? Uma minoria. E isso te oferece uma oportunidade enorme.

Eu detesto ter que dizer isso, mas se você só descobriu o poder do vídeo agora, já está meio atrasado.

Uma previsão da Cisco mostrava que 80% do conteúdo online será primariamente vídeo até 2019.

Essa previsão, que cobria os anos 2015-2020, já começou a se tornar realidade.

Em 2015, a Cisco observou que 70% do tráfego da internet era composto de conteúdo em vídeo, e esse número poderia crescer quatro vezes até 2020.

O Brainshark compartilhou que 74% do tráfego total da Internet esse ano será de conteúdo em vídeo.

Emails que incluem “vídeo” na linha de assunto têm 19% mais chance de serem visualizados. As datas de cancelamento de assinatura também caem 26% quando vídeos são incluídos no conteúdo.

Agora vou fazer uma pausa com as estatísticas.

Já comprovei o que eu queria. Vídeos são importantes. Vídeos aumentam sua taxa de conversão.

Assim, a pergunta agora é: como?

Como usar vídeos com o tipo de poder e persuasão que levam as pessoas a converter?

É exatamente isso que vou te mostrar agora.

1º passo: Use um vídeo focado em um propósito

Antes de criar um vídeo, pergunte a si mesmo: O que eu quero que meus consumidores façam depois de verem esse vídeo?

Você pode ser o mais específico possível. O objetivo do seu vídeo é gerar uma conversão – uma ação.

Você vai dizer às pessoas o que quer que elas façam.

Lembra deste vídeo incrível?

O vídeo tem apenas um objetivo: te convencer a se cadastrar no dollarshaveclub.com.

A mensagem não podia ser mais clara. Mike diz:

“Para de esquecer de comprar lâminas de barbear todo mês, e comece a pensar em onde você vai guardar todo o dinheiro que vai economizar comigo.”

Isso é um call to action.

E no final do vídeo você tem a chance de responder ao CTA.

O vídeo tem um objetivo, um propósito.

Você está empurrando seus espectadores para uma decisão.

Lembre-se: 90% dos usuários online admitem que confiam em vídeos para ajudar em suas decisões.

Diga tudo o que você precisa dizer em seu vídeo. Faça cada segundo contar.

Aproveite o fato de 36% de consumidores online confiam em anúncios em vídeo. Usar seu vídeo para fazer um pitch de vendas pode impulsionar o seu sucesso.

Verifique se você está passando uma mensagem clara e concisa.

Uma forma garantida de fazer isso é isolar um problema específico e fornecer uma boa solução. Garanta que seus clientes saibam exatamente o que você está oferecendo ao final do vídeo.

Clientes que entendem perfeitamente seu propósito vão te reconhecer como especialista e ficarão mais abertos às suas sugestões.

Isso pode abrir caminho para o próximo passo, que será converter seus espectadores ao mostrar um call to action claro ao final do seu vídeo.

Um bom exemplo é a landing page para vídeo da HRdownloads.

A HRdownloads não tem um, mas dois vídeos em sua landing page!

Um é para donos de negócios, e o outro para profissionais de RH. Ou seja, eles identificaram seus personas de comprador de forma eficaz.

Logo à primeira vista, você já tem uma ideia clara de quem é o público deles e do que eles oferecem a potenciais clientes.

Ambos os vídeos mostram formas específicas como o HRdownloads ajuda seus consumidores-alvo com suas necessidades profissionais. Isso dá aos espectadores uma ideia clara do que esperar da empresa.

Ao final do vídeo, o HRdownloads usa um call to action direto e conciso. Eles conseguiram até usar uma mensagem simples: “Contrate-nos”

Os vídeos são simples, criativos, e o mais importante, concisos. Em menos de dois minutos os consumidores obtêm todas as informações necessárias para agir.

Boom. Esse é o poder do vídeo. Você diz às pessoas o que fazer e elas fazem.

2º: Apele para o coração

Os espectadores se sentem apegados a coisas que ressoam emocionalmente. Em vez de simplesmente mostrar fatos, tente tocar o coração do seu público.

Veja por que isso é importante no caso do vídeo.

O vídeo tem o poder de provocar emoções importantes.

Um artigo do Wirebuzz resume a questão de forma simples: “O vídeo é a forma de conteúdo mais persuasiva.”

Por quê? Porque o vídeo contém uma intensidade maior de emoção e prende a atenção por mais tempo.

Esses dois elementos, emoção e atenção, são “os dois elementos mais importantes da persuasão”.

Mesmo que você seja o cara mais durão, provavelmente já se sentiu emocionado assistindo… adivinha só… comerciais de carros no Super Bowl!

Ou talvez você ficado com lágrimas nos olhos ao ver um anúncio de uma certa bebida doce e cafeinada.

Seu objetivo deve ser contar uma boa história. Além de apelar para a lógica dos seus potenciais clientes, você pode também apelar para a emoção.

Provocar respostas ao abordar as dores dos seus consumidores é uma estratégia de marketing comum e popular há muitos anos.

Os consumidores procuram seu produto ou serviço porque precisam dele. Assim, porque não direcioná-los para uma compra, usando táticas que apelam para os sentimentos deles?

As emoções são um fator chave no processo de tomada de decisão. As cores, palavras, e até mesmo a fonte que você usa em seu site podem provocar alguns efeitos em seus clientes.

Isso significa que saber como o seu mercado-alvo vai reagir a pistas emocionais é essencial para o sucesso do seu vídeo.

Aqui está um exemplo clássico, um vídeo tocante que foi usado pelo Google para promover os serviços do Gmail:

Quem diria que um dia você teria que enxugar lágrimas assistindo um comercial sobre email?!

Apesar da falta de uma explicação, os usuários responderam ao vídeo, porque a empresa sabia quem queria alcançar.

Emoções? Sim, isso mesmo.

Após assistir o vídeo, fica fácil entender o que o serviço de email do Google tem a oferecer.

Mesmo sem um guia passo a passo, os usuários entendiam como usar o serviço.

O vídeo não se preocupou em convencer os espectadores das vantagens práticas do serviço. Em vez disso, ele focou nas emoções que podia provocar em seus potenciais clientes.

Mesmo que você não tenha filhos, o vídeo toca o seu coração e traz de volta memórias preciosas.

Você sorri involuntariamente e se sente motivado a talvez fazer a mesma coisa com seus amigos e familiares, usando o mesmo serviço que aparece no vídeo.

Imagine ter uma coisa tão poderosa na sua landing page.

Mas não só os vídeos tristes que têm grande apelo emocional. Há também os vídeos engraçados.

O Dollar Shave Club arrasou com um vídeo hilário que transformou a empresa em um sucesso. E eles continuaram criando vídeos engraçados.

E falando em escatologia, o vídeo mais engraçado sobre o assunto é o do Squatty Potty.

Esse vídeo quebrou a Internet.

Esses vídeos são poderosos, não só pelo uso de unicórnios fazendo cocô, mas pelos altos níveis de emoção.

E as pessoas respondem, ou seja, convertem, quando se sentem altamente emocionais.

Você consegue imaginar como seus potenciais clientes vão reagir?

E visualizar taxas de conversão espetaculares?

3º passo: Invista em selos de confiança

Após deixar sua mensagem clara e encorajar seus espectadores a seguir para o próximo passo, é crucial fazer de tudo para fechar negócio.

Todos nós sabemos que você não pode confiar apenas no vídeo para convencer seus potenciais clientes. Ter um bom vídeo para estimular os espectadores é bom. Mas convencê-los a se cadastrar é ainda melhor.

Um  relatório de 2016 da Administração Nacional de Telecomunicações e Informação dos E.U.A. reforça a importância desse passo.

A agência constatou que 84% dos lares identificou pelo menos um risco à sua privacidade online, e os riscos de segurança que eles podem enfrentar.

Entre os participantes que se mostraram apreensivos, 63% estavam preocupados com potencial para roubo de identidade, enquanto 45% se preocupavam com fraude bancárias ou de cartão de crédito.

E essas preocupações refletiam no comportamento desses usuários ao fazer transações online.

Os dados revelaram que 29% dos participantes desconfiavam de transações financeiras feitas na Internet. Esse número subia para 40% entre pessoas que já tinham sofrido uma falha de segurança.

Entre os participantes, foi constatado que 26% se recusavam a fazer transações online devido a questões de segurança, com 35% se recusando a utilizar lojas virtuais.

Independentemente do que você oferece como especialista em marketing, transações online são baseadas em confiança.

Se um consumidor se sentir desconfortável, simplesmente não vai converter. É simples assim.

Como as interações face a face são claramente limitadas nesse meio, o que você deve fazer para mostrar que merece confiança?

É aqui que os selos de autoridade podem te ajudar.

Muitos especialistas em marketing online utilizam selos de confiança para aumentar suas taxas de conversão.

Escolher o selo correto aumenta sua credibilidade com os consumidores de uma forma incrível.

Apesar dos selos de confiança não serem a única razão que leva visitantes casuais a se transformarem em compradores, eles ajudam a estabelecer sua autoridade e confiança em seu nicho.

Lembre-se: o último passo do funil de conversão é a venda. Uma venda geralmente envolve dinheiro.

E é o dinheiro que provoca cautela no consumidor.

Use vídeos, sim. Mas não imagine que você vai manter a confiança do espectador após o vídeo sem apresentar a ele um grau de confiança.

Dê ao espectador o conforto de saber que pode confiar em você.

Meu objetivo aqui não é apenas te convencer a usar vídeos. Meu objetivo é te ajudar a aumentar suas conversões.

Vídeos não aumentam a conversão automaticamente a não ser que você também demonstre ao consumidor que merece a confiança dele até o fim da jornada.

Como uma landing page para vídeo me ajudou

Vou te mostrar como adicionar um vídeo ajudou a impulsionar a taxa de conversão de um dos meus sites, o Crazy Egg.

Alguns anos atrás, decidimos usar um explainer video em nossa landing page.

O Crazy Egg oferece um produto que nem todo mundo conhece. Lembre-se, essa empresa vende software de heat mapping. Talvez você se pergunte: o que raios é um heat map?

Na nossa landing page para vídeo, resolvemos usar um vídeo explicando a história da empresa e o produto.

Era um desafio, porque nós queríamos fazer isso em menos de 3 minutos (a versão final do vídeo tem 2,5 minutos).

Usamos pistas emocionais concisas e atraentes para evitar que a atenção do espectador se perdesse.

Tivemos que diminuir a linguagem técnica e usar palavras que um usuário online comum pode entender.

O vídeo traz uma proposta de valor bem clara sobre como outros negócios podem aumentar seus lucros. Pistas visuais atraentes e impactantes foram usadas para trazer o espectador para o vídeo.

Após adicionar o vídeo na landing page do Crazy Egg, vimos um aumento de 64% em nossa taxa de conversão. Em termos simples, esse vídeo fez a renda mensal da nossa empresa aumentar $21.000.

Conclusão

Para criar uma landing page para vídeo que possa gerar uma taxa de conversão alta, você precisa fazer três coisas.

Primeiro: cativar a atenção do seu público. Segundo: dizer a eles o que você quer que aconteça, em termos claros e concisos. Terceiro: mostrar que você merece a confiança dele.

Espero que essas dicas ajudem em seu caminho para criar uma landing page para vídeo de sucesso. Lembre-se de ajustar essas orientações para o seu próprio negócio, para atender aos seus clientes.

Seria ótimo ouvir mais sobre os vídeos que você está usando em sua landing page para vídeo. Você acha que eu deixei de falar de alguma estratégia eficiente?

Compartilhe