Por que sua Estratégia de Email Marketing não funciona (E Como Corrigir)

boost email roi

O ROI do seu email reflete o sucesso geral de todas as suas campanhas de email.

E, em média, o email marketing tem o ROI geral mais alto em comparação à outras técnicas de marketing.

É de incríveis 4,000%. Isso é um ROI de $40 para cada $1 gasto.

pasted image 0 421

Olha esse potencial gigantesco!

Mas, infelizmente, há muitos problemas.

Por exemplo, o ROI do seu email provavelmente é baixo porque seus emails não estão chegando à caixa de entrada dos seus destinatários. E provavelmente você nem sabe que não estão se não está fazendo acompanhamento.

ROI de email é sobre entregabilidade. Entregabilidade se refere ao número de emails capazes de chegar até a caixa de entrada do destinatário sem que o provedor de email rejeite-o ou o marque como spam.

Neste post, vou te falar sobre alguns jeitos rápidos e fáceis para aumentar a entregabilidade (e ROI) da sua estratégia de email marketing.

Mas antes, como os seus emails não estão chegando nas caixas de entrada dos seus destinatários?

O que determina se um email chega até a caixa de entrada?

No passado, o único jeito de garantir que os filtros não marcassem seus emails como spam era garantindo que o conteúdo da sua escrita não parecesse spam.

Filtros de spam buscavam por certas palavras e linguagem sinalizadas e então pontuava o seu email com base em quantas dessas frases haviam em seus emails.

Se a sua pontuação de spam era baixa, seu email ia para a caixa de entrada. Se era alta, jamais chegaria.

Os mesmos fatores ainda se aplicam hoje, exceto que provedores de email buscam por spam usando métodos ainda mais avançados.

Agora, um provedor de email olha taxas de abertura e respostas para decidir se deixa ou não um email chegar até a caixa de entrada do destinatário. Existem boas e más notícias quanto a isso.

A boa notícia é que você pode usar uma ferramenta como a GlockApps para checar a pontuação de spam do seu email antes de enviá-lo.

pasted image 0 386

A má notícia é que se um filtro acabar mandando seu email para uma pasta de spam, talvez ele nunca saia de lá.

O Gmail automaticamente deleta emails que estão na pasta de spam há mais de 30 dias. Se o usuário nunca checa a pasta de spam, seu email vai para lá para morrer. RIP.

Se o usuário checa a pasta de spam, ele tem a opção de marcar seu email como “Não é spam“. E isso significa que você não deveria perder completamente a esperança.

pasted image 0 371

Mas a melhor coisa a se fazer é garantir que o seu email não acabe numa pasta de spam para começar.

Agora que sabemos que provedores de email são rigorosos em termos de marcar conteúdo como spam, vamos dar uma olhada nos tipos comuns de filtro de spam (e o que faz eles agirem).

Tipos comuns de filtro de spam (e como evitá-los)

De acordo com a Litmus, o Gmail é o segundo maior provedor de email.

pasted image 0 355

Contudo, os filtros de spam do Gmail, junto com basicamente todos os filtros de spam dos outros provedores, podem ser bastante intensos.

Por exemplo, se um usuário habilita o bloqueio, o Gmail vai rejeitar ou deletar um email antes que ele sequer chegue até a caixa de entrada. Isso acontece com os tipos mais óbvios de emails de spam.

Um filtro robusto de email filtra o resto do spam que consegue chegar até o servidor.

A partir daí, cada usuário tem a opção de ajustar outros quatro filtros para sinalizar spam de acordo com suas seleções e preferências.

E essa é só a ponta do iceberg. Os usuários também podem configurar os próprios filtros de spam se quiserem.

Então como você evita acabar preso na pasta de spam com um ROI de email horrível como prova?

Bom, existem muitos jeitos.

Para começar, você pode usar merge tags para aparentar como se você conhecesse a pessoa para quem está enviando o email.

Você também deveria pedir a todos os seus destinatários de email para adicionarem seu endereço de email à lista deles.

Incluir um botão de “Nos adicione à sua lista de email” em seus emails, como neste abaixo, é uma solução rápida.

pasted image 0 420

Também é importante notar que seu endereço de IP pode afetar filtros de spam. Alguns desses filtros sinalizam campanhas de email se eles já receberam emails de spam do mesmo endereço de IP no passado.

Aqui é onde ferramentadas automatizadas, como o MailChimp, são de grande ajuda. Elas ajudam a entregar emails através dos próprios servidores, e não do seu.

Essas ferramentas também possuem modelos de email, então você não precisa codificar as próprias campanhas. Codificação incorreta ou código que vem do Microsoft Word podem ativar filtros de spam.

pasted image 0 351

Já que taxas de abertura e resposta podem alterar filtros de spam, é importante testar seus emails antes de fazer uma campanha inteira.

Teste A/B também está disponível na maioria das ferramentas de automação de email, incluindo o MailChimp.

pasted image 0 363

Apenas crie as diferentes versões que quer testar dentro do software que você será capaz de rastrear sua métrica de escolha para cada campanha.

pasted image 0 402

Esforços anti-spam do seu provedor de email podem parecer como se não quisessem que a sua estratégia de email marketing alcance o sucesso.

Mas na verdade eles são úteis porque você terá menos competição se formatar seus emails de modo que cheguem às caixas de entrada dos seus leitores.

Então, agora que você sabe como evitar filtros de spam, como pode corrigir seus problemas de entregabilidade?

Para começar, garanta que sua lista de email seja excelente.

Construa sua lista de email

Você não precisa gastar dinheiro para conseguir contatos de email de qualidade.

E nem deveria.

Foque em construir sua lista de email organicamente. Se as pessoas fazem opt-in para receber seus email, suas taxas de abertura serão muito mais altas do que se você estivesse enviando eles cegamente para pessoas que não te conhecem.

Uma lista de email de alta qualidade significa menos reclamações de spam, também, o que dirá ao seu provedor para manter seus emails fora das pastas de spam.

Tudo que você tem que fazer é incluir uma página de inscrição de email em seu site.

Ajuda oferecer ofertas exclusivas para os inscritos ou incentivá-los a entrar para sua lista de email.

Por exemplo, a H&M ofereceu 20% de desconto para quem se inscrevesse para receber emails:

pasted image 0 409

A BaubleBar fez a mesma coisa com sem incentivo de inscrição de 15% de desconto:

pasted image 0 394

Você não precisa oferecer códigos de desconto, entretanto. Pode dar algo como um e-book cheio de informações internas da indústria.

Se os seus clientes perceberem que há uma vantagem para eles, estarão mais propensos a se inscrever.

Assim que sua lista de email for construída, é hora de cuidar do conteúdo do seu email. Por exemplo, o número de imagens dentro de cada email importa. Imagens demais no email podem, na verdade, diminuir o seu ROI de email.

Diminua a quantidade de imagens

Emails com imagens capturam a atenção do leitor.

Dê uma olhada nessa imagem intrigante de alta qualidade de email da GetStat:

pasted image 0 397

É charmoso, não é?

Mas não se deixe levar com as imagens.

Filtros de spam sinalizam emails com pouca copy mas muitas imagens. Se você não for cuidadoso, sua taxa de entrega será prejudicada.

Usar até mesmo uma imagem que seja muito grande pode mandar seu email para a pasta de spam.

Além disso, toneladas de pessoas não habilitam a visibilidade de imagem em suas caixas de entrada. Isso significa que se os seus emails têm muitas imagens, os assinantes podem não ver todo o seu conteúdo.

Na verdade, bloqueio de imagem afeta até 43% dos emails. É por isso que você deve usar por volta de uma imagem por email.

Porém, faça com que ela seja interessante. Esse email da ToneItUp possui um único GIF, por exemplo. É o suficiente para chamar sua atenção, mas não tão exagerado que você não consiga ler o email.

this is why we decided to go on tour jlmongold gmail com Gmail

É espirituosa e inteligente, também.

Tenha a certeza de incluir imagens considerando a legibilidade. Use alt text para imagens para que seus assinantes tenham uma ideia do que elas são caso não possam vê-las.

Se o seu uso de imagem está sob controle, autenticar seus emails é outra ótima maneira de garantir que a sua entregabilidade seja a mais alta possível.

Autentique seus emails e use um endereço de resposta

Se você está usando uma ferramenta de email marketing como a Campaign Monitor, pode autenticar emails para enviá-los do seu próprio domínio, como o Pipefy:

pasted image 0 367

Os provedores de email ama esses domínios autenticados. Eles provam que você é uma empresa real gerando campanhas de email reais.

Tendo um domínio autenticado, os provedores de email irão automaticamente saber que você não é spam já que seu endereço de email contém um nome de empresa oficial.

Com isso, seu email realmente vai chegar até as caixas de entrada dos seus leitores, aumentando suas vendas e receita.

Usar um endereço de email de resposta oferece o mesmo resultado.

O Google e o Outlook amam ver emails que receberam respostas porque as pessoas normalmente não respondem spam. Elas apenas ignoram esses emails ou excluem eles.

Se você está mesmo recebendo respostas de email, seu provedor de email irá te ver como um remetente legítimo.

É por isso que você deveria sempre evitar usar endereços de email como naoresponda@seunegocio.com para enviar seu conteúdo.

pasted image 0 418

Esses tipos de endereços de email passam ao seu destinatário a impressão de que você não quer falar com eles. Isso é ruim para a construção de relacionamentos com clientes.

Em vez disso, use um endereço de email como ola@seunegocio.com, como a Maven Clinic faz.

mavenhello

Isso encoraja seus leitores a te responder, e os provedores de email verão isso como algo bom.

Pode ser um jeito fácil de evitar que os seus emails acabem nas pastas de spam. Fazer um opt-in duplo para suas listas de email também ajuda.

Use opt-in duplo

Opt-in duplo significa que uma vez que alguém se assina sua lista de email, terá que confirmar essa inscrição e um email para receber os próximos.

pasted image 0 378

Opt-in único se refere a um formulário de inscrição onde um usuário precisa apenas inserir o endereço de email uma vez para receber emails.

Mas impressionantes 79% dos emails iniciais de assinatura são de opt-in duplo.

pasted image 0 359

Com essa configuração, os usuários só serão adicionados à sua lista de email após confirmarem a inscrição clicando em um botão ou link em seu email inicial.

pasted image 0 390

Essa estratégia é popular por um bom motivo.

Ajuda a proteger sua lista de email de bots de spam e de pessoas que não querem realmente receber o seu conteúdo, significando que menos pessoas irão marcar seus emails como spam.

Em troca, mais pessoas terão seu email na lista, criando um ROI mais alto.

Ao perguntar àqueles que se inscrevem “Você tem certeza?” uma última vez, você está garantindo que eles realmente querem se engajar com você.

Segmentar seus emails também ajuda se você ainda não faz isso.

Segmente suas listas de email

Em vez enviar emails para cada pessoa em sua lista de inscrição, tente segmentar ela em vez disso.

Desse jeito, você pode segmentar os leitores com os tipos certos de email em que eles estarão interessados.

Provavelmente você já sabe à essa altura que pode facilmente melhorar as taxas de abertura e clique segmentando suas listas de email. Se não está fazendo isso, deveria estar.

O MailChimp recentemente descobriu que campanhas segmentadas conseguem 14.64% mais aberturas e 59.99% mais cliques do que campanhas não segmentadas.

pasted image 0 416

É uma grande vitória para o seu ROI porque quanto mais cliques e aberturas você recebe, mais vendas faz.

Pegue a Amazon, por exemplo. Eles são notórios por segmentar emails e customizar eles para cada cliente individualmente.

Dê uma olhada nesse email que eu recebi deles recomendando produtos parecidos com algo que comprei recentemente para um amigo:

pasted image 0 382

Isso garante que o conteúdo dos emails deles é relevante para mim, aumentando a chance de que eu vá abrir ele e interagir.

Isso também me diz ao meu provedor de email que eu quero continuar vendo os emails da Amazon, mantendo-os fora de minha pasta de spam.

Existem inúmeras opções para segmentar dados, mas a mais básica é por demográfico.

Você pode facilmente segmentar as pessoas com base em idade, gênero, renda e mais.

Engajamento de email pode ser outra ótima ferramenta de segmentação, especialmente para aumentar o ROI e a entregabilidade dos emails.

Taxas de abertura e de clique são as principais métricas que você deve rastrear. Pode facilmente rastrear elas com um serviço de email marketing, o qual nós vamos discutir a seguir.

Se você precisa comparar as taxas de abertura e clique da sua empresa com as do resto da indústria, dê uma olhada nessas estatísticas de email da Sign-Up.to.

pasted image 0 347

Dados geográficos são outra maneira de segmentar porque você pode focar em usuários em locais específicos (ou dentro de uma área próxima ao seu negócio).

Além disso, segmentar sua audiência por onde cada leitor está atualmente em seu funil de vendas irá garantir que suas mensagens sejam customizadas e relevantes.

Você também pode segmentar com base em compras antigas, como a Amazon faz, recomendando itens parecidos àqueles que um usuário comprou previamente de você.

E uma vez que tiver feito todas as correções listadas acima, precisa garantir que esteja rastreando seus emails corretamente se ainda não estiver.

É o jeito mais rápido de garantir que suas mensagens seguirão para a caixa de entrada dos seus destinatários, e você também pode fazer algumas rápidas alterações se não ver os resultados que espera.

Rastreie seus emails

Fornecer conteúdo significativo para os seus usuários não é tudo que há em uma estratégia de email marketing.

Como já falamos, email marketing (do jeito certo) significa garantir que seus emails cheguem até as caixas de entrada dos usuários.

Você precisa manter eles fora dos filtros de spam e fazer com que os usuários os abram.

Mas você não vai saber se eles estão seguindo até a caixa de entrada dos seus destinatários ou se eles estão sendo abertos a menos que rastreie seus emails.

O software de rastreio de email da ContactMonkey é uma ferramenta incrível para monitorar leads e rastrear emails.

pasted image 0 375

Com a ContactMonkey, você será capaz de ver resultados em tempo real. Vai saber quem abriu seu email, onde estão localizados e qual tipo de dispositivo estão usando.

Além disso, você pode ver quando os usuários clicam no seu link. Também pode integrar o ContactMonkey com a Salesforce.

O Yesware é outro ótimo recurso para rastrear emails.

Assim como na ContactMonkey, você pode ver quem abriu seus emails, em quais links clicaram e quais anexos baixaram com o Yesware.

pasted image 0 400

O MailChimp, como mencionei antes, fornece a você relatórios de campanha para cada campanha de email que você gera.

pasted image 0 405

Você será capaz de ver o crescimento da audiência, engajamento da campanha, performance de e-commerce e muito mais diretamente do seu painel.

Uma última, excelente ferramenta para rastrear emails e aumentar a entregabilidade é a Campaign Monitor.

pasted image 0 412

Você será capaz de ver as taxas de entrega diretamente do seu painel se navegar até a página de “Performance de Campanha”.

Conclusão

Se o seu ROI de email é baixo, provavelmente é porque ninguém está recebendo os seus emails.

O email marketing tem o maior potencial de ROI dentre todas as outras técnicas de marketing, então você deveria focar em corrigir suas taxas de entrega o quanto antes.

Se os seus emails estão indo para uma pasta de spam ou sendo rejeitados, eles nunca verão a luz do dia. Felizmente para você, existem diversas maneiras de corrigir esse problema.

Antes de tudo, você deveria construir sua lista de email organicamente. Tenha a certeza de usar formulários de opt-in duplo em vez de único.

Não inclua muitas imagens em seus emails também. Provedores de serviço de email irão pensar que você envia spam.

Autentique seus emails para que eles terminem com um nome de empresa e use um endereço de resposta para que não desmotive seus clientes (ou faça seu provedor de email pensar que está enviando lixo).

Sempre segmente suas listas de email para que cada cliente receba um email customizado. Eles irão engajar mais com seu conteúdo, o que o Gmail ou o Outlook verão como algo bom.

E não esqueça de rastrear seus emails com uma ferramenta de email marketing de sua escolha para que você possa ver relatórios sobre sua estratégia de email marketing a corrigir quaisquer erros que estejam diminuindo suas taxas de entregabilidade.

Quais dicas específicas você usou para aumentar sua entregabilidade e ROI de email?

Compartilhe