Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Desabilitar os Comentários do Blog: Você Deve ou Não Fazer Isso?

blogging without comments

O que você pensa sobre os comentários no seu blog? Eles ajudam ou só atrapalham?

Essa é uma pergunta feita desde os primórdios da era dos blogs.

De um lado, temos aqueles que estão convictos de que comentários auxiliam a manter a credibilidade e a interagir com o público.

Já do outro lado, há aqueles que argumentam que o tempo gasto para lidar com comentários do blog é desnecessário (especialmente ao considerar as compensações), e por isso é preciso desabilitá-los.

Mas, afinal, quem está certo?

Infelizmente, não existe resposta concreta neste caso.

Alguns anos atrás, já cheguei a falar sobre comentários no meu blog, tendo chego a alguns resultados ambíguos.

Quick Sprout Word Count 1

Ao medir o número de comentários por postagem, percebi que a contagem geral de palavras em cada página com comentários aumentava, o que ajudava meus números de tráfego para o Google.

Na época, meus comentários eram responsáveis por mais ou menos 16% do meu tráfego de busca. É um número muito bom, mas nada extraordinário.

No entanto, todo o tempo e esforço gastos para moderar estes comentários valeram a pena?

Vamos descobrir.

Como habilitar comentários pode melhorar o seu blog

Pat Flynn, do blog The Smart Passive Income, argumenta que a experiência não é a mesma coisa se você desabilitar comentários do blog.

Em suas próprias palavras, disse que “um blog de sucesso não existe sem seus leitores” e, por isso, o mínimo que podemos fazer é permitir que os leitores sintam-se ouvidos.

Em suas postagens, Pat consegue de 50 a 100 comentários, com várias postagens chegando a conseguir até mesmo mais de 300 comentários.

Logo, é bem provável que ele saiba uma coisa ou outra sobre o assunto.

E ele tem um ponto. Na verdade, comentários são uma ótima maneira de fazer seu blog parecer mais comunicativo.

Uma vez, Michael Hyatt desabilitar os comentários do blog dele, porém, depois de um ano ele os reabilitou, sentindo que os comentários faziam o seu blog parecer mais relacionável.

Ao reabilitar, ele implementou uma política da comunidade que o permite decidir quais comentários serão aceitos ou deletados.

michaelhyatt 1

Copyblogger também reabilitou os comentários em 2016, depois de um período de mais de dois anos com eles desabilitados.

Já em minhas postagens, deixo os comentários habilitados.

Faço isso pois vejo os benefícios que podem trazer para o meu site.

Veja uma pequena lista dos melhores.

1. Comentários são uma forma de prova social

Quando o Copyblogger desabilitou os comentários do blog, foi porque originalmente pensaram que as interações estavam acontecendo em outro lugar.

Eles pensaram que as pessoas estavam utilizando mais as redes sociais do que a seção de comentários para se relacionar.

Mas, desde então, os sistemas de comentários evoluíram muito.

Por exemplo, a ferramenta Disqus integra os canais de redes sociais com os seus comentários do blog.

disqus

A partir disso, as discussões podem acontecer em diversos lugares, tanto no seu blog quanto fora do seu site.

Isso traz uma ótima oportunidade de construir uma comunidade em volta do seu blog e dentro do sistema de comentários que você utiliza.

E, além disso, fornece ao seu blog uma sensação de credibilidade que você pode não encontrar de outra forma.

2. Comentários podem ser uma ótima forma de realizar networking ou compartilhar informações

Sempre existirá o inevitável spam, eu sei disso.

No entanto, a maior parte dos comentários legítimos trazem consigo observações, informações e outros recursos que eu acredito serem bem úteis.

Frequentemente, as pessoas comentam com links para artigos relacionados de seus próprios blogs ou da internet.

É possível que também forneçam opiniões construtivas sobre certos assuntos ou histórias contando o que funcionou para eles no passado.

Por isso, comentários são uma ótima maneira de descobrir novos blogs e criar uma rede de contatos com outros influenciadores.

Quando falo sobre guest blogging, por exemplo, costumo sugerir que as pessoas abordem influenciadores sugerindo tópicos relacionados.

E uma seção de comentários é um lugar excelente para construir este tipo de relacionamento com os influenciadores.

Caso você termine de ler um artigo e pense algo como “Olha só, essa pessoa esqueceu de mencionar sobre isso aqui, mas eu tenho considerações que posso fazer sobre”, escreva um comentário.

Ao postar este comentário construtivo ou um link para outro artigo, poderá estender a conversa.

Não só isso, poderá também se conectar com outras pessoas (ou até mesmo o escritor) de uma forma muito melhor.

3. Comentários transformam o seu blog em algo vivo

Fabrizio Van Marciano compara o trabalho com blogs com o ato de comer uma torrada.

Ele diz que um blog sem comentários é como uma torrada sem manteiga de amendoim e geleia. Fica sem gosto, sem graça.

Contudo, o engajamento que um blog cria é como uma geleia saborosa que derrete na boca.

Quer saber o motivo de eu sempre fazer perguntas no fim das minhas postagens?

Quero que as pessoas respondam.

Dessa forma, a leitura não será o único meio para as pessoas interagirem com o meu conteúdo. Isso inicia uma conversação.

Trabalhar em um blog é uma via de mão única. Você fala muito sobre um tópico específico, mas, se desabilitar os comentários, é como se estivesse conversando com as paredes.

Para deixar o seu site um pouco mais vivo, habilite os comentários.

Transforme um artigo estático em uma conversa com os seus leitores.

Porém, nem sempre os comentários serão construtivos, existem situações em que eles poderão trazer efeitos negativos.

Veja algumas delas.

Situações em que habilitar comentários pode não ajudar

Comentários funcionam 100% do tempo para todo blog? Não necessariamente.

Vários blogueiros de alto nível desabilitam a seção de comentários e sobrevivem mesmo assim.

Seth Godin, por exemplo, nunca habilitou comentários em seu blog, e pretende continuar desta forma.

Outro exemplo de um blog popular sem uma seção de comentários é o Zen Habits.

Logo, não há como dizer que ter comentários no seu blog irá ser sempre útil.

Às vezes, o esforço não vale a pena.

Veja alguns motivos para você talvez não querer permitir comentários no seu blog.

1. Permitir comentários pode atrair spam

Uma das maiores desvantagens de habilitar comentários é o spam.

Normalmente são facilmente reconhecíveis pelos nomes esquisitos. Além disso, costumam escrever frases estranhas e sem sentido nos comentários.

comment spam 1

É bem provável que você terá que lidar com o spam de bots, independente do tamanho do seu blog.

Mas os spammers são bastante perceptíveis.

Sinais comuns de bots de spam incluem:

  • URLs de spam nos campos de “Nome” ou “URL”
  • Palavras-chave comerciais no campo de “Nome” ao invés de um nome real
  • Comentários completamente não relacionados com o assunto da postagem
  • Comentários em um idioma diferente da postagem
  • Comentários compostos principalmente por links

A boa notícia é que é relativamente fácil lidar com esses comentários.

Caso você tenha um blog em WordPress, por exemplo, pode configurá-lo para filtrar bots de spam automaticamente.

wordpress discussion settings 1

Por outro lado, spammers humanos são um pouco mais complicados de lidar.

Eles costumam ter nomes comuns e podem até mesmo ser seguidores legítimos do seu blog.

Porém, ao invés de responder as perguntas ou ao assunto da postagem, só desejam postar links direcionados aos próprios sites.

No mundo dos comentários, eles são do tipo que gosta de chamar atenção.

Não estou dizendo que postar um link para outro blog ou site é algo ruim.

Às vezes, as pessoas fazem isso porque escreveram algo relacionado com o assunto e acreditam que tratam de algo não citado na postagem.

No entanto, quando é feito somente para conduzir tráfego, é spam.

Gerir este tipo de comentários é muito mais difícil. Pode levar muito tempo para separar manualmente esse spam dos outros comentários normais.

O que me leva ao próximo ponto de discussão…

2. Comentários podem levar tempo para serem geridos apropriadamente

Gerenciar a seção de comentários pode sugar muito do seu tempo.

Mesmo que utilize ferramentas para gerenciamento de spam e plugins, elas não conseguem detectar tudo.

spamblockers 1

Além disso, uma precisão de 99.95% contra bots de spam não significa que serão eficazes com os spammers humanos.

Um spammer humano funciona da mesma forma que alguém comentando normalmente, só que com um plano e objetivo.

Por isso, é necessário que você mesmo lide com estes comentários, ainda mais se suas configurações de comentários não permitem que postagens sejam exibidas antes de serem analisadas.

Outra ponto é que algumas pessoas não entendem que suas postagens serão analisadas antes de aparecerem, então comentam diversas vezes.

Isso congestiona seu sistema de comentários, ocupando boa parte do seu tempo no gerenciamento.

Felizmente, sistemas como o Disqus têm algumas ferramentas extras para facilitar a situação.

moderation history 1

Mas, é claro, nem ela pode detectar 100% dos comentários inúteis.

Então, perder tempo para analisar seus comentários diariamente é algo inevitável.

3. Comentários nem sempre ocasionam tráfego ou engajamento

Quando realizei meu experimento, descobri que um determinado tráfego era ocasionado pela minha seção de comentários.

No entanto, essa não é a situação de todo blog.

Uma firma de segurança, em um relatório de 2016, descobriu que 51.8% de todo tráfego de sites vêm de bots.

bottraffic1

Essa porcentagem inclui bots bons, como o Rastreador do Facebook, por exemplo, e outros rastreadores web que coletam informações úteis (como os bots do Google). Porém, ela também inclui bots de spam.

bottraffic2

Existe uma grande chance de que boa parte do tráfego gerado pela sua seção de comentários venha de bots (dos quais os comentários são bloqueados, de qualquer jeito).

Outra coisa a se considerar é a regra do 1% (ou princípio do 90-9-1), que afirma que 90% das pessoas só irão observar, 9% irão falar pouco, e 1% terão muito sobre o que falar.

Basicamente, 90% do tráfego do seu site provavelmente virá destes observadores, que não contribuem em nada.

Somente de 1 a 9% do seu tráfego representará maior participação.

Logo, você pode conseguir 1.000 leitores para sua postagem, mas talvez apenas 10 deles irão comentar.

Essas poucas pessoas que comentarem podem representar ou não o seu público ideal, ou podem não fornecer um feedback construtivo.

Ao considerar isso juntamente com o tempo gasto para gerenciamento das postagens, pode acabar não valendo a pena para alguns blogueiros.

Como decidir o que fazer sobre os seus comentários

Embora eu ame ter uma seção de comentários no meu blog, outros não se sentem da mesma forma.

Quando se trata disso, é necessário se fazer uma pergunta importante: “O que mais me importa?”.

Quanto tempo você quer gastar gerenciando comentários?

Você sempre precisará lidar com spam.

sample spam screenshot 1

É necessário tempo para aprovar ou deletar comentários. Nem sempre levará muito tempo, mas de qualquer forma você irá precisar fazer isso.

Mesmo que não esteja lidando com o spam, ainda resta responder aos comentários no seu blog pelo menos, ainda mais se for um blog pessoal.

Caso não seja possível para você fazer isso regularmente, considere desabilitar os comentários ou terceirizar a tarefa.

Quanto valor você espera de seus comentários?

Nem todo comentário será útil.

Pode ser que você consiga respostas construtivas que te ajudem a melhorar suas postagens, como essa, por exemplo:

comment2 1

Ou pode acabar simplesmente recebendo alguns elogios:

comment3 1

Mas, em geral, receberá os básicos “Ótima publicação!” ou um “Obrigado!”.

Embora seja agradável ver suas postagens serem apreciadas, isso não agrega muito valor.

Por isso, você deve pesar as vantagens e desvantagens para saber como realmente se sente.

No meu caso, sinto que a maioria das pessoas que comentam em minhas postagens são prestativas e encorajadoras, então fico feliz em habilitar os comentários.

Você acha que as pessoas talvez possam preferir contatar você nas redes sociais? 

Muitos sistemas de comentários têm integração com redes sociais, mas, de qualquer forma, é importante monitorar seus canais de engajamento.

Quando Michael Hyatt desabilitou seus comentários pela primeira vez, percebeu que estava recebendo mais engajamento nas redes sociais do que em seu blog.

Ainda hoje, ele recebe uma boa parcela de engajamento em suas redes sociais.

MichaelHyatttwitter 1

Talvez essa seja a sua situação também.

Pode ser que o Twitter ou Facebook te forneça mais contato direto com seu público do que suas postagens no blog.

No entanto, é também possível que você perceba que será mais benéfico interagir tanto em suas redes sociais quanto em seu blog, da mesma maneira que Michael percebeu.

Então, se você ama a ideia de se relacionar com o seu público, procure por um sistema de comentários que se integre com suas redes sociais.

Como encorajar comentários (que não são spam) em suas postagens

Caso tenha escolhido o lado do “Time a Favor dos Comentários”, agora é necessário aprender a encorajar comentários que não sejam spam.

Considerando que apenas 1% dos seus leitores estão propensos a comentar, uma coisa que você precisa ter em mente é o volume de tráfego.

Se o seu blog está atraindo somente 100 vistantes, sua seção de comentários provavelmente será bem pequena.

Agora, se atrair 1.000 visitantes, deve conseguir mais ou menos 10 comentários (talvez menos).

Porém, se estiver atraindo 10.000 ou até mesmo 100.000 visitantes, é bem provável que consiga um bom nível de engajamento.

Por isso, o primeiro passo é aumentar o seu volume de tráfego.

Além disso, é necessário retirar o máximo possível de spam da sua seção de comentários.

Como havia dito anteriormente, utilize plugins (caso tenha um site em WordPress) para filtrar spam bots e outras formas de spam.

Akismet é um plugin anti-spam bem popular, e foi desenvolvido pelo co-fundador do WordPress.

Para o instalar, se dirija no painel do WordPress para a aba “Plugins” e então em “Adicionar Novo”:

plugins add new

Procure pelo plugin e clique em “Instalar Agora”.

ak install

Em seguida, clique em “Ativar Plugin”.

activate plugin

Após ter instalado, vá para “Plugins”, depois clique em Akismet e abra a página do plugin.

Insira sua chave API no campo “Inserir manualmente uma chave API” e então clique em “Utilizar esta chave”:

manually enter an api key

Caso não tenha uma chave API, precisa conseguir uma. Para isso, clique no botão “Conseguir uma chave API”, um guia será disponibilizado.

get your api key 1

Outra forma de aprimorar o bloqueio de spam é utilizar o plugin Captcha, que adiciona uma autenticação CAPTCHA aos comentários.

captcha 1

Com isso, será necessário que os visitantes se registrem ou escrevam um código para comentar.

Contudo, pense bem antes de utilizar esta funcionalidade.

Embora ela seja ótima para bloquear spam, também faz com que seja mais trabalhoso para alguém comentar.

Isso pode até mesmo fazer com que decidam não comentar, o que não é nada bom para o engajamento.

Após ter dado um jeito nos spammers, o próximo passo é encorajar as pessoas a comentarem.

Isso pode ser feito através de um pedido de feedback nas suas postagens, da mesma forma que faço.

comment 1

Eu frequentemente faço uma pergunta no fim de minhas postagens para encorajar debates, no entanto, às vezes as pessoas postam outros tipos de feedback também.

comment response 1

Dou sempre o meu melhor para responder o maior número de comentários possível.

Isso acaba criando uma conversa genuína, e faz com que as pessoas se sintam notadas e apreciadas.

E, caso queira ter uma seção de comentários que não seja vazia ou apenas spam, é necessário fazer com que as pessoas se sintam apreciadas.

Por isso, responda aos comentários e recompense as pessoas que interagem com você.

Acredite, gastar um tempinho para interagir com o seu público será de grande ajuda.

Conclusão

Habilitar ou desabilitar os comentários? Eis a questão.

Como disse anteriormente, para responder esta pergunta, é preciso saber o que funciona melhor para você.

Diversos blogueiros famosos desabilitam as seções de comentários, assim como vários as mantêm habilitadas.

Já eu, pessoalmente, adoro comentários. Porém, pode ser que você não goste.

No fim, tudo depende da sua preferência.

Meça seu tempo e energia, assim como o valor que comentários podem agregar ao seu blog, público e a você.

Caso esteja em cima do muro, comece analisando suas métricas de tráfego e engajamento.

Se tiver tráfego necessário para isso e seus seguidores já interagem com você em outros canais, vá em frente.

Quanto mais possibilidades de interação com o seu público, melhor.

Mesmo que precise lidar com um pouco de spam de vez em quando.

Quão frequentemente você comenta nos blogs que acompanha?

Compartilhe