Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Construir Backlinks para um Site Novo e Sem Dinheiro

link building

Se você alguma vez já trabalhou em uma estratégia de links, provavelmente enviou pedidos de links.

A ideia é simples––apenas peça um backlink a um site.

É a forma mais direta de conseguir novos links e, quando funciona, é superprático.

Mas existe um problema. Essa estratégia não é perfeita.

Frequentemente, esses pedidos se perdem em meio a uma enxurrada de e-mails. Isso é compreensível levando em conta que uma pessoa comum recebe 88 e-mails por dia.

Às vezes, seu pedido será ignorado porque não tem prioridade alta.

Outras vezes, seu pedido vai ser negado de cara. Você vai receber uma resposta, mas não do tipo que você quer.

Então, o que fazer?

Para saber como construir backlinks você precisa saber criar um pedido que seja impossível de ignorar ou recusar.

Sei que não parece simples, mas depois que você aprende o que os proprietários de site estão procurando, fica bem mais fácil.

E se você se importa com links de alta qualidade, é indispensável que você saiba como escrever um bom pedido de link. É uma habilidade valiosa para qualquer profissional de marketing ou de SEO.

Vou analisar o processo de como criar um pedido de link que funcione para você e que te ajude a conseguir novos links de autoridade.

Isso funcionará independentemente do seu nicho ou do tamanho do seu site..

Entenda o que os proprietários de sites procuram

Eis uma verdade injusta sobre construir backlinks.

Alguns sites não tão bons conseguem links simplesmente porque sabem se vender bem.

E isso significa que existem milhares de sites que merecem links porque têm conteúdo incrível. Mas nem todos esses sites sabem se vender, por isso não conseguem links.

Sei que é injusto, mas infelizmente, é assim mesmo.

A verdade é que os sites não dão backlinks a qualquer um que possua uma URL.

Como alguém que administra diversos blogs, posso afirmar isso. Ocasionalmente, dou backlinks, mas sou exigente.

Pessoalmente, levo em conta tanto a pauta quanto o artigo ou site em questão, mas sei que muitos não fazem isso.

É por isso que você tem que caprichar na pauta.

Veja este exemplo de uma boa pauta:

Falaremos sobre por que isso funciona daqui a pouco.

Mas primeiro, quero explicar o que proprietários de sites (como eu!) buscam em uma pauta.

O que o site ganha?

O motivo pelo qual qualquer blog aceita backlinks é, no fim das contas, para obter algum benefício.

Acertar nos backlinks é crucial para uma boa estratégia de link building, por isso praticamente todo site quer ter os melhores links.

Para ganhar o link, você tem que dizer ao proprietário do site o que ele vai ganhar.

Isso é muito importante.

Você não pode se dar ao luxo de ignorar isso se quiser mesmo obter vários links de alta qualidade para o seu site.

Vou contar um segredinho: Muitos sites procuram pela mesma coisa.

Se você souber o que a maioria das pessoas procura, suas chances de obter links vão disparar.

Eis o que a maioria dos webmasters buscam em um link:

  • Conteúdo relevante para o site deles
  • Conteúdo detalhado e aprofundado
  • Conteúdo bem escrito/produzido
  • Que o site seja legítimo

Vamos analisar cada um desses fatores.

Conteúdo relevante é indispensável

Toda semana, recebo pautas de conteúdo completamente aleatório. É difícil de acreditar, mas é verdade.

O que não significa que eu dou links para todo conteúdo relevante que recebo. Como disse, sou exigente.

Existe uma relação importante entre o conteúdo principal e o conteúdo do link.

O conteúdo do link tem que complementar o conteúdo principal de alguma forma.

Vou mostrar o que quero dizer. Este é um dos meus artigos recentes:

No começo deste artigo, falo sobre como todos somos psicologicamente bastante semelhantes:

Inclui um link para uma fonte que poderia ajudar a reforçar o que eu estava dizendo. Eu estava fazendo uma afirmação, e a fonte ajudou a apoiar meu argumento.

Esse é basicamente o motivo pelo qual concordo em incluir qualquer link. Existem exceções, mas em 90% dos casos, é para apoiar o que eu estou escrevendo.

Você pode fazer isso para outros sites?

seu site pode ser a fonte de autoridade que outros sites buscam?

Eu sei que sim. Tudo começa com a oferta de conteúdo relevante.

Claro, você tem que se esforçar na criação desse conteúdo. Se o seu conteúdo é ruim, não vai atrair link algum.

A partir daí, você tem que garantir que…

Seu conteúdo seja detalhado e aprofundado

Você provavelmente sabe que eu frequentemente escrevo sobre conteúdo de fôlego.

Mas existe algo que eu considero bem mais importante do que conteúdo de fôlego.

E isso é conteúdo abrangente.

Você pode ter um artigo de 6.000 palavras que é completamente inútil ou um um artigo de 1.000 palavras que é sensacional.

Pessoalmente, acredito que o ponto ideal é em torno de 3.000 palavras.

Sei que ainda parece muito (e é!), mas vale a pena.

Existem muitos motivos pelos quais recomendo criar conteúdo mais longo.

Primeiro, se você escreve conteúdo longo, naturalmente terá que ser detalhado.

Isso é óbvio, certo?

É possível escrever conteúdo mais extenso enchendo linguiça, mas pela minha experiência, não dá pra evitar entrar em detalhes.

Segundo, o conteúdo mais longo é estatisticamente melhor.

Não acredita? Olhe só os dados.

Conteúdo longo atrai mais links.

Geralmente também tem posicionamento mais alto nas SERPs:

Os leitores adoram conteúdo de fôlego. (Os motores de buscam também)

Se você publicar conteúdo de fôlego e de autoridade com frequência, vai atrair atenção e mais tráfego para o seu site. Parece bom demais para ser verdade, mas garanto que funciona.

Dito isso, se você precisar escolher entre detalhes e tamanho, escolha detalhes.

Mas pela minha experiência, conteúdo longo é naturalmente detalhado, e assim você consegue o melhor dos dois mundos. Isso é o que eu recomendo.

O conteúdo deve ser bem escrito/produzido

Não sou exigente em relação à gramática, mas faço questão de só incluir links para conteúdos bem escritos.

Isso significa que o texto precisa ser perfeito, sem nenhuma vírgula fora do lugar? De jeito nenhum.

Significa que o conteúdo deve de fato dizer algo. E deve comunicar isso de forma clara para o leitor.

O blog do Seth Godin é um ótimo exemplo.

Ele publica todo dia e escreve em um estilo muito casual. O que significa que ele frequentemente quebra algumas regras da gramática.

Mas adivinha só? Ninguém liga.

Os leitores adoram o blog do Seth porque ele oferece um olhar único. Ninguém vai parar de ler porque ele usou um ponto e vírgula de forma errada.

Ao mesmo tempo, você não deve ignorar a gramática. Ainda é importante! Mas não precisa fazer disso uma obsessão.

O que eu quero dizer é que o conteúdo deve ser um recurso para comunicar algo de forma clara.

Isso também vale para conteúdo que não seja baseado em texto, como vídeos ou infográficos. Eles ainda precisam fazer a mesma coisa: compartilhar conhecimento que não desperdice o tempo do leitor.

O site deve ser legítimo

Para a maioria, isso não deve ser um problema. Mas como blogueiro, tenho que garantir que os links que incluo levem a sites legítimos.

Tento não julgar um livro pela capa, mas sempre que vejo um tema básico do WordPress, penso que o site pode não ser tão confiável.

Fonte: WordPress.org

Você não precisa de um tema com design personalizado para parecer legítimo. Você só tem que garantir que os sites para os quais você está enviando suas pautas saibam que o seu site é autêntico.

Incluir links para os seus perfis sociais pode ajudar nesse ponto.

E esteja ciente de que se o seu site for novo em folha, você não terá a mesma influência de sites mais antigos. Portanto, você terá que ser ainda mais persuasivo.

No fim das contas, todos esses pontos se referem a mesma coisa: Se esforce para criar conteúdo de primeira, e você será bem recompensado.

Venda o seu valor

Até aqui, parece bem simples, certo? Não é muito, mas você não acreditaria se soubesse quantos pedidos eu recebo que não respeitam um ou mais desses critérios.

É ainda mais frustrante quando não consigo perceber se o conteúdo é bom só pela pauta.

O seu pedido de link precisa vender o seu artigo ou página como um recurso inestimável, e os benefícios precisam ficar muito claros.

Veja uma boa pauta que recebi:

Gostaria de destacar o terceiro parágrafo:

Isso me diz exatamente quais são os benefícios. Deixar isso bem claro é sensacional, e tenho certeza que a maioria dos proprietários de sites concorda comigo.

Esses benefícios são de fato úteis para mim. Eles vão divulgar minha marca para uma nova audiência, que é o que a maioria dos sites procura.

Então, como comunicar esses benefícios na sua pauta?

Primeiro, você precisa ter benefícios reais para oferecer.

O benefício mais importante é conteúdo relevante. Você precisa ter algo que vai agregar mais valor ao site que está recebendo a pauta.

Ter um artigo relevante é tudo que você precisa, mas se você puder oferecer mais, melhor ainda.

Especificamente, se você tiver um público estabelecido para a qual você possa divulgar o site, isso é ótimo. É o sonho de todo proprietário de site.

Faça questão de se dedicar bastante a esse passo.

Diria que 75% do processo de obter um link é convencer o proprietário do site das vantagens que você vai trazer para ele. Se você conseguir fazer isso, tem grandes chances de obter o link.

Pautas curtas são melhores

Pode parecer bobo, mas ser breve é tudo.

Recebo em média 207 e-mails por dia. Geralmente leio todos, mas não consigo responder todos.

Isso significa que não consigo ler um ensaio de cinco parágrafos pedindo por um backlink.

Veja novamente a primeira pauta que compartilhei neste artigo:

Repare como a leitura é breve e fácil. Existam muitas frases únicas e é fácil encontrar e clicar nos links.

Mais importante, vai direto ao ponto. Não há dúvida em relação ao assunto do e-mail.

Esse é o tipo de e-mail que eu adoro ler. Posso ler em 15 segundos ou menos e saber se vale a pena ou não responder.

Mas uma coisa.

Embora você deva ser breve ao escrever a pauta, não deixe nenhuma informação necessária de fora.

Veja uma pauta que não está formatada como as outras que compartilhei. É um pouco mais longa e usa parágrafos maiores:

Como você pode ver, obviamente funcionou.

Acredito que foi porque o remetente não deixou nenhum detalhe de fora. Cada palavra tem um propósito.

Mas ainda assim foi curto. Poderia ser ainda mais curto, mas esse tamanho não é ruim.

Como regra básica, seja o mais breve possível, mas sem deixar informações importantes de fora.

Escrevendo a pauta

Começar a escrever a pauta pode ser intimidador.

Mas depois que começar a fazer, você vai ver que é bem mais fácil do que parece.

Primeiro, pense na linha de assunto.

Você tem que dedicar mais tempo à linha de assunto do seu e-mail do que qualquer outra parte do seu pedido. Isso porque a linha de assunto pode determinar se quem recebeu vai clicar no seu e-mail ou não.

Se você já está acostumado com marketing de conteúdo, isso não é novidade. São as chamadas que atraem as pessoas e o assunto é uma chamada para o e-mail.

Se sua linha de assunto não for boa o bastante, seu e-mail pode ser classificado como spam.

Não existe jeito errado, mas seu texto deve ser irresistível.

Eu gosto de usar perguntas ou fazer afirmações ousadas.

Veja algumas sugestões para te ajudar a começar:

  • [Nome], está interessado em uma parceria?
  • Quero te dar algo de graça
  • É hora de elevar o nível do seu conteúdo
  • Tem algo faltando no seu artigo!

Obviamente, todos esses exemplos estão no meu estilo, portanto as suas linhas de assunto provavelmente serão bem diferentes.

É muito importante usar o seu estilo natural. Não se sinta pressionado a ser alguém que você não é.

Tente pensar fora da caixa. Você pode usar um emoji na sua linha de assunto ou escrever uma palavra em caixa alta para chamar atenção.

Veja 12 das minhas dicas favoritas para criar linhas de assunto de e-mail, cortesia da Constant Contact:

A seguir, você precisa escrever o texto do corpo da pauta. 

Seja amigável e acessível e não esqueça de afirmar os benefícios que você está oferecendo ao destinatário.

Acho que a melhor maneira de escrever uma pauta é usar alguns modelos como referência.

Veja um modelo que utiliza a Skyscraper Technique do Brian Dean:

Se você não conhece a Skyscraper Technique, é basicamente o seguinte: você cria uma versão melhorada de um recurso que já existe.

Em seguida, você entra em contato com outros sites que incluíram links para aquele recurso e informa que você tem uma versão melhor.

Isso funciona feito mágica para obter links, e também estabelece o seu site como fonte de autoridade.

O link acima é um pedido que possui todos os critérios que mencionei antes. Comunica os benefícios, é curto, e oferece conteúdo de qualidade.

É uma ótima opção se o seu estilo é um pouco mais formal.

Basicamente, a ideia é oferecer sugestões no site de alguém e em seguida, educadamente pedir que ele retribua o favor.

Isso é muito poderoso, porque depende de um gatilho social chamado reciprocidade. A pessoa para quem você mandar esse modelo já vai estar disposta a te ajudar.

Admito, esse estilo específico não é para todos, mas funcionou muito bem para mim.

Se esse não é o seu estilo, você ainda pode aproveitar o básico da ideia e escrever com suas próprias palavras.

Finalmente, se você ainda tem problema em escrever pautas, dê uma olhada no Pitchbox.

O Pitchbox ajuda a criar modelos de e-mail para qualquer tipo de pedido, não apenas para pedidos de backlink.

Conclusão

Já disso isso antes e vou dizer de novo: Você não precisa ser um grande escritor para escrever um bom conteúdo.

Você não precisa ser formado em Letras ou ter um livro na lista de bestsellers do New York Times.

Basta saber o que as pessoas estão procurando e dar isso para elas.

Nesse caso, você tem que explicar os benefícios do seu link.

Vejo tantos sites com conteúdo excelente, mas que não conseguem links, o que é uma pena.

Se você seguir esses passos que compartilhei com você, garanto que vai conseguir respostas (e, sim, backlinks).

Como eu disse, todo site está sempre procurando por conteúdo de qualidade para linkar. O truque é convencer os sites que o seu conteúdo é o que eles estão procurando.

Claro, alguns dos seus pedidos vão ser ignorados ou recusados. Isso é inevitável.

Mas usando essas técnicas básicas de como construir backlinks, você vai conseguir mais links.

Essas são estratégias que eu usei pessoalmente, e sei que funcionam por experiência própria. Então, mãos à obra!

Qual é a sua técnica para construir backlinks?

Compartilhe