Blog: O Que É, Como Funciona, Para que Serve e Muito Mais!

maos masculinas teclando em laptop em mesa de escritorio com a palavra blog em tela

Se você quer entender melhor o que é blog e como funciona essa ferramenta no marketing digital, chegou ao lugar certo.

Eu sou um entusiasta dos blogs.

Eles são portas de entrada para as marcas e permitem uma conexão mais profunda com o leitor.

Para o produtor de conteúdo, os blogs oferecem facilidade na publicação de textos e indexação rápida no Google.

Hoje existem mais de 500 milhões de sites classificados como blogs na internet, segundo o Hosting Tribunal.

Se você tem dúvidas sobre a importância dessa plataforma de publicação, eis aqui outros dados que podem deixá-lo de queixo caído:

Pois é, os blogs são responsáveis por parcela muito relevante do tráfego na internet.

Com isso, é natural que empresas olhem para a estratégia de blogging e vislumbrem possibilidades de negócios.

É nesse contexto que se insere o marketing de conteúdo, sobre o qual vamos tratar em breve.

Se você está interessado em avançar no assunto, siga a leitura para descobrir como criar um blog, por que adotar essa ferramenta no marketing da empresa e quais são as principais tendências da área.guia completo de marketing digital

O que é um blog e como funciona?

mao masculina segurando xicara de cafe em mesa de escritorio com laptop e bloco de notas

Blog é a versão simplificada da palavra weblog.

“Web” significa “rede”, mas também é como ficou mais conhecida a sigla para a rede mundial de computadores: World Wide Web.

O “www” presente na URL do seu navegador comprova a informação.

“Log”, em português, pode ser traduzido como “registro”.

No entanto, tenho outra tradução favorita: diário.

Um diário de bordo é utilizado na navegação marítima para anotações frequentes sobre o que ocorre durante a viagem.

Em caráter pessoal, é geralmente um caderno no qual escrevemos os principais acontecimentos de nossas vidas.

Quando transferimos os logs para a internet, eles tornam-se virtuais, mas sua função permanece.

Em outras palavras, um weblog ou blog é um diário eletrônico.

Como tal, tem algumas características.

A primeira delas é a atualização regular.

Como a própria palavra diz, o registro normalmente é diário.

Com updates frequentes (chamados de blog posts), você atrai novos visitantes para as páginas e pode explorar uma gama ampla de assuntos.

Outra peculiaridade, bem diferente de seu relativo físico, é que um blog é público.

Isso nos leva a outra possível tradução: jornal.

Assim, como consequência, temos a datação.

A inserção da data é um elemento importante, já que o público considera a idade da notícia para determinar sua relevância.

Por isso, os blog posts são mostrados ao usuário de maneira cronológica.

Assim, em sua ideia original, os blogs foram criados para uso pessoal.

Mais tarde, foram incorporados aos negócios, tópico que será tratado a seguir.

Para que serve um blog comercial?

ilustraçao de laptop com pagina de texto e simbolos relacionados a criaçao de conteudo de blog

Ao criar um blog, uma empresa pode ter diferentes objetivos.

Por exemplo: enviar notícias aos usuários, sanar dúvidas dos leitores e divulgar releases para a imprensa.

No entanto, no mundo do marketing digital, um blog é utilizado como ferramenta estratégica para gerar oportunidades de negócios.

Boa parte disso se dá devido ao baixo custo de implementação da estratégia.

A criação de um site com um blog exige, basicamente, apenas o investimento de tempo para redigir os posts.

Essa ferramenta é a principal engrenagem de uma estratégia de inbound marketing.

É por meio dela que os usuários encontrarão as páginas de um site no Google e outros mecanismos de buscas.

Você consegue mensurar o potencial de negócios que isso traz?

Imagine que você seja o proprietário de uma empresa que vende carrinhos de bebê.

Lúcio, um pai de família, quer levar o seu filho recém-nascido para um passeio.

Parece o casamento perfeito, não é mesmo?

Certamente, seria ótimo se ele ocasionalmente caísse no site da sua empresa.

A melhor maneira de proporcionar esse encontro é por meio do blogging.

Nesse caso, um bom exemplo seria se no blog houvesse um texto sobre “os melhores lugares para passear com bebês em São Paulo”.

Ao buscar pelos termos no Google, ele seria encaminhado para uma página de seu blog.

Isso se chama “criar oportunidades”.

Não significa que Lúcio se tornará um cliente imediatamente, mas é uma parte importante do funil de vendas.

De acordo com o blog Tech Client, websites com blogs indexam 434% mais páginas nos motores de pesquisa, recebem 97% mais links e geram 67% mais leads.

Todos esses indicadores são valiosíssimos em estratégias de SEO (Otimização para Mecanismos de Buscas) e inbound marketing.

Dessa maneira, podemos perceber a importância de um blog na gestão de um negócio de qualquer tamanho atualmente.

Como surgiram os blogs?

mulher teclando em laptop em mesa executiva com bloco de notas ao lado

É muito difícil determinar com exatidão quando surgiu o primeiro blog.

Mas muitas fontes concordam que o primeiro blogueiro foi o estudante Justin Hall.

Em 1994, o rapaz criou uma página pessoal na qual passou a divulgar opiniões e contar sobre seu cotidiano.

O links.net ainda está online e com o mesmo visual, caso você queira dar uma olhada.

Naquela época, o termo ainda não havia sido cunhado.

Em 1997, Jorn Barger, que surfou na crista da onda e criou o blog “Sabedoria de Robô”, divulgou a expressão “weblog” pela primeira vez.

Dois anos depois, o programador Peter Merholz encurtaria ainda mais: blog.

Foi aí que a história começou a tomar proporções maiores.

No início dos anos 2000, já existiam blogs para os mais diversificados nichos, tratando sobre assuntos variados.

Notícias, opinião, humor, ciências, esportes, política, entretenimento, cultura.

Todo tema para o qual existisse interesse, recebia novos aspirantes a blogueiros.

Surgiram ferramentas gratuitas como o Blogger e o WordPress, o que facilitou ainda mais a inserção de pessoas e marcas nesse universo.

Novos formatos foram permitidos.

Além do texto, Imagens, vídeos e outros tipos de material complementar passaram a integrar as páginas de blogs.

Hoje criar um blog está à distância de um clique.

Ou seja, qualquer um pode criar e divulgar conteúdo.

Não a toa, hoje são produzidos 2.5 quintilhões de bytes de dados todos os dias, de acordo com a pesquisa Data Never Sleeps 5.0.

Grande parte proveniente de blogs.

O restante, certamente, influenciado por eles.

O cenário dos blogs no Brasil

ilustraçao de laptop com pagina de post em blog e simbolos relacionados a criaçao de conteudo de blog

Se no mundo os blogs representam parcela relevante do tráfego na web, o Brasil parece ser um dos países que fazem jus ao nome “blogosfera”.

A pesquisa Blogs do Brasil: Panorama 2017 traz informações realmente interessantes.

Conduzido pela BigData Corp, o estudo revela que, dos 10 milhões de sites brasileiros, mais da metade são blogs.

Os líderes são os segmentos de moda, tecnologia, cultura, política, esportes, viagens, entretenimento, beleza, games e humor.

Isso revela que o brasileiro está mais do que preparado para substituir as mídias tradicionais por formatos inovadores.

E há espaço para todos.

Nada menos que 96,6% dos blogs tupiniquins são considerados pequenos (até 10 mil visitas mensais).

Ao mesmo tempo, apenas 0,94% conseguem superar o meio milhão de acessos por mês.

Os dados ainda revelam que a plataforma dominante no país é o Blogger, com 59,76% dos blogueiros.

Na sequência, vem o WordPress, com 18,51%.

O que é uma blogueira?

blogueira criando conteudo de video mostrando produtos de beleza em frente a camera profissional

Em uma definição nua e crua, uma blogueira é uma mulher que utiliza a ferramenta blog para atualizar informações com determinada frequência.

Mas, no Brasil, esse termo ganhou uma conotação um pouco diferente.

Como a moda é o segmento predominante em blogs brasileiros, tornou-se muito comum considerar como blogueira a profissional especialista no tema.

Assim, podemos dizer que trata-se de uma influenciadora digital (ou digital influencer) cuja produção de conteúdo é voltada a roupas, maquiagens, dicas de beleza, saúde, estilo de vida, entre outros.

O canal que originalmente era o blog também se expandiu.

Mulheres que fazem sucesso nas redes sociais também se confundem com blogueiras.

Assim, webcelebridades do Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram e YouTube recebem popularmente a nomenclatura.

O formato de posts no blog

homem em mesa rustica com laptop em sua frente com pagina de texto de blog em tela

Um blog pode agregar diferentes formatos.

Vale ressaltar que não existe um modelo perfeito, mas variantes inseridas de acordo com as preferências do autor e do público.

Vamos conhecer alguns deles a seguir.

Texto

Único elemento indispensável em um post no blog, o texto é responsável por tornar a página “legível” para o Google e outros mecanismos de buscas.

Imagem

Imagens são frequentemente adicionadas a blog posts para servir como miniaturas (thumbnails) ou apenas ilustrar o texto.

Há também os blogs voltados ao visual, como o Tumblr.

Infográfico

Infográficos são imagens que agregam texto e outros elementos visuais para facilitar e agilizar a compreensão do conteúdo.

Vídeo

camera profissional centralizando criador de conteudo de video para blog

Vídeos geram empatia, atraem a atenção do espectador e fazem com que o usuário fixe as informações.

É um dos formatos mais populares atualmente.

O YouTube pode ser usado como ferramenta de blog.

Áudio

Áudios são valiosos para transcrição do texto para deficientes visuais, pessoas que preferem ouvir o texto ou até mesmo com conteúdo original, em formato de podcast, por exemplo.

Apresentação de slide

As apresentações dão o controle do consumo de conteúdo ao usuário, que pode escolher a ordem de leitura e o tempo de permanência em um determinado slide.

O tipo de post no blog

garota sentada em sofa simples com laptop em maos

Os conteúdos postados no blog podem apresentar diferentes padrões.

Alguns deles são muito populares e favorecem a compreensão dos hábitos dos usuários.

Vamos saber quais são eles abaixo.

Listas

Listas são elencadas em ordem e têm uma formatação que favorece a leitura progressiva.

Exemplo: Os 10 melhores bancos de imagens profissionais gratuitos

Tutoriais

Tutoriais seguem o formato de passo a passo para ensinar ao leitor uma ação específica.

Exemplo: Como criar uma página do Facebook altamente eficiente

Educativo

Posts educativos são os mais comuns no ambiente digital.

Eles têm como objetivo sanar uma dúvida da persona.

Exemplo: O que é comunicação interna: o guia completo para você aplicar

Novidades

Novidades são updates, lançamentos ou atualizações relevantes para o público do blog.

Exemplo: Minha nova estratégia de SEO: menos conteúdo e mais tecnologia

Estatístico

O post estatístico traz diversos números relativos a um determinado tema.

Exemplo: 11 estatísticas de marketing online que deveriam influenciar sua estratégia

Estudo de caso

Um estudo de caso utiliza dados empíricos para mostrar ao internauta um exemplo de sucesso.

Exemplo: Esse blog cresceu 991% anualmente: conheça o segredo do sucesso

Qual a diferença entre um site e um blog?

maos femininas teclando em laptop com site em tela e smartphone ao lado

A confusão entre um site e um blog é muito comum.

Há alguns anos, a diferença entre os dois conceitos era grande: o site era uma página institucional e estática, enquanto o blog era uma plataforma de publicação de conteúdo em ordem cronológica.

Mas, ao longo do tempo, os blogs ganharam recursos de sites, e os sites ganharam recursos de blogs.

Hoje, são apenas alguns detalhes que separam essas ferramentas.

Para entender melhor, imagine que internet é uma grande cidade, e cada site é um lote.

Ou seja, qualquer espaço na internet que tenha uma URL é um site.

Fácil, não?

Na prática, portanto, qualquer blog é um site.

E qualquer site pode ter (ou não) um blog.

Vamos pensar na realidade das empresas?

No meio corporativo, é muito importante ter um site.

Funciona como se fosse a matriz da sua organização.

Se alguém buscar o nome da marca no Google, espera-se que caia no site oficial.

Dentro dele, existem diversos links internos, como:

  • Página inicial
  • Sobre
  • Contato
  • Serviços ou Produtos
  • Equipe
  • Blog.

Ou seja, o site da empresa, que cumpre um papel mais institucional, tem um blog, que é mais dinâmico.

Site e blog, portanto, se complementam em uma estratégia de marketing.

O que é preciso para criar um blog?

tela de computador com lupa indicando aplicativo wordpress

Criar um blog é o sonho de muitas pessoas.

Muitos não o fazem por acreditarem que essa é uma tarefa árdua.

Mas a verdade passa longe disso.

É muito simples.

Basta seguir alguns passos:

  1. Escolha uma plataforma, como o WordPress ou o Blogger
  2. Decida o serviço de hospedagem: gratuito (seublog.worpress.com, seublog.blogspot.com) ou pago (Bluehost, Hostgator, etc)
  3. Configure o seu domínio
  4. Escolha, crie ou compre um design para o blog (há muitos templates gratuitos que podem ser customizados)
  5. Crie o seu primeiro conteúdo.

Caso tenha alguma dúvida, você pode acessar este artigo completo, que traz um guia bem técnico sobre o assunto.

Pronto, é hora de começar a produzir.

Para isso, você deve fazer um bom planejamento editorial de conteúdo.

Nele, considere estas questões:

  • Para quem estou escrevendo?
  • Que tipo de problema procuro resolver?
  • Como o meu conteúdo se diferencia da concorrência?
  • Qual será a regularidade de publicações?
  • Posso vender algum produto ou serviço relacionado ao conteúdo?
  • Vou ter outros canais de conteúdo, como redes sociais?
  • Como posso estreitar o relacionamento com os leitores?

Depois, a partir do momento em que o tráfego é gerado, é hora de pensar em estratégias de como ganhar dinheiro com o blog, tema que será tratado a seguir.

É possível ganhar dinheiro com um blog?

ilustraçao de laptop com mao segurando ima e notas de capital saindo de tela

Mas, Neil, qual é o grande segredo por detrás de uma estratégia de blog?

A resposta para essa pergunta é muito simples: monetização.

Ganhar dinheiro com blog é o sonho de muitas pessoas.

Para isso, existem algumas diferentes maneiras.

A seguir, elenco as principais.

Marketing de Conteúdo

bloco de notas com materiais de escritorio em volta com a frase content marketing escrita

Um blog pode ser utilizado como ferramenta de marketing.

Nesse caso, sua principal função é fazer com que as páginas apareçam nos resultados dos usuários no Google.

Como consequência, meros desconhecidos tornam-se visitantes e, possivelmente, inscrevem-se em uma lista de e-mail.

Ao se tornarem leads, inauguram um diálogo com a marca, que utiliza as ferramentas de e-mail marketing para estreitar os laços entre usuário e marca.

Por fim, o internauta transforma-se em um cliente do produto ou serviço da empresa que é dona do blog.

Marketing de Afiliados

Os links de afiliados são outro importante método de monetização de blogs.

Nele, o blogueiro recebe comissões por cliques ou vendas realizadas a partir de um determinado link.

Pode parecer pouco, mas pense em um número razoável de pessoas clicando em um link divulgado em uma página.

O pagamento é realizado por meio de links rastreáveis.

Esse formato de monetização de blogs é muito popular em sites de nicho.

Anúncios

ilustraçao de diferentes plataformas com a sigla ad significando os anuncios online

Também é possível ganhar dinheiro com anúncios em blogs.

Nesse caso, um anunciante paga pelo espaço cedido.

Quanto maior o tráfego recebido pela página, maior o valor.

Existem plataformas de cadastro de blogs, como o Google AdSense, que geram ads automaticamente.

Mas muitos blogueiros investem também em anúncios manuais, negociados diretamente com o administrador.

Ou em anúncios nativos, que são inseridos em meio ao texto e podem, também, ser links de afiliados.

Conclusão

Acredito que ninguém tenha dúvidas sobre o poder dos blogs.

Principais geradores de tráfego na internet, são elementos essenciais para quem deseja fazer marketing digital.

Há ainda um adicional: blogs são superfáceis de se criar.

E a administração requer pouco ou nenhum dispêndio financeiro.

Com tantas vantagens, é fácil perceber que a estratégia de blogging permanecerá no topo das ações de pessoas e empresas que querem alcançar o sucesso na web.

Agora, eu é que pergunto: como você pretende utilizar a força dos blogs?

Deixe um comentário contando sua experiência com marketing digital e quais serão os próximos passos na área.

guia completo de marketing digital

Compartilhe