Apresentação de Empresa: Veja Como Criar a Sua (Com Modelo Pronto)

homem fazendo apresentaçao em frente a companheiros de trabalho de empresa

É muito comum que, em algum momento, você precise fazer uma apresentação de empresa.

Seja para conquistar novos parceiros, convencer investidores de uma startup ou convencer um cliente, essa prática anuncia-se como um recurso necessário.

Pode ser usada em uma reunião, enviada por email ou em uma carta.

E acredite: esse tipo de material vai muito além de uma série de slides.

Ele precisa se manter em sintonia com o discurso e, ao mesmo tempo, ser didático e direto.

Afinal, a primeira impressão permanece na mente de uma pessoa recém-apresentada à organização por muito tempo.

No mundo corporativo, essa imagem pode ser definitiva.

Se você pretende criar uma apresentação de empresa para o seu negócio, o texto a seguir se encaixa como uma luva.

Nele, você aprenderá a criar esse tipo de conteúdo e terá acesso a um modelo pronto para facilitar a sua vida.

Então, continue a leitura.

O que é uma apresentação institucional da empresa?

companheiros de trabalho reunidos em mesa executiva com materiais de escritorio espalhados discutindo negocios

Uma apresentação institucional da empresa é um material que tem como objetivo introduzir um negócio a um ou mais stakeholders.

Ela pode ser destinada a uma série de players, como:

  • Clientes
  • Parceiros
  • Fornecedores
  • Conselheiros
  • Investidores
  • Colaboradores
  • Prospects.

Ou seja, é um conteúdo voltado à identificação da empresa, que traz informações vitais para o cumprimento do objetivo.

O objetivo, por sua vez, também é diverso:

  • Realizar uma venda
  • Fechar uma parceria
  • Adquirir investimentos
  • Gerar leads
  • Instruir funcionários
  • Estimular uma ação.

Em outras palavras, sempre que for necessário o conhecimento sobre a companhia.

Ela também pode ser elaborada por diversos meios:

Como você reparou, trata-se de um documento versátil, utilizado em múltiplas ocasiões.

É justamente por isso que sua construção também é variável.

Dependendo do stakeholder e da circunstância, ela pode ser mais aprofundada ou sintética, elaborada ou simples.

Mas uma coisa é certa: uma apresentação da empresa precisa ser criada com cuidado e precisão.

Por isso, vou falar a seguir mais sobre como criar a sua própria.

Como montar uma apresentação de empresa?

exemplo feito em computador de apresentaçao de empresa

A apresentação da empresa é como um cartão de visitas.

Ou seja, é um momento único na relação entre a companhia e o stakeholder.

Essa ferramenta pode levá-lo à realização de novos negócios ou a desistência de um grande contrato, por exemplo.

Por isso, deve ser levada a sério.

Das informações básicas à declaração de produtos e serviços, passando pelos valores do negócio e culminando nos benefícios da ação desejada, esse material deve conter tudo que for relevante para a negociação.

É por isso que sempre recomendo às pessoas que personalizem o documento.

Uma apresentação deve ser única e não padronizada.

Certamente um futuro cliente tem interesses diferentes de um revendedor, não é mesmo?

Além disso, lembre-se que você está lidando com pessoas.

Ao tratá-las individualmente, se sentem privilegiadas e entendem a importância da parceria que será proposta.

O que colocar na apresentação?

exemplo pronto de apresentaçao de empresa

Assim sendo, é fácil deduzir que não há um único modelo de apresentação da empresa a ser seguido como padrão de sucesso.

No entanto, reuni alguns dos elementos que são indispensáveis na maioria dos documentos desse tipo.

Então, vamos a eles.

1. Apresentação do negócio

homem em mesa executiva em frente a laptop com cafe em mao esquerda elaborando apresentaçao de empresa

O primeiro elemento é, por motivos óbvios, a apresentação do negócio.

Vá direto ao ponto.

Você deve ser objetivo para não correr o risco de perder o timing e deixar o receptor entediado.

Lembre-se que o início é o responsável por fazer com que a pessoa mantenha o interesse e continue a leitura até o final.

Então, sem rodeios, fale sobre as atividades do negócio.

Uma técnica muito interessante consiste em revelar, em poucas palavras, quais problemas a sua empresa soluciona, explicando como surgiu a ideia.

O que você identificou como dificuldade ao criar seu produto ou serviço?

Um software de gestão de redes sociais, por exemplo, pode dizer que sentia falta de algo para organizar as postagens.

Um profissional de ilustração talvez tenha encontrado seu nicho na ausência de pinturas realistas para capas de livros.

E uma loja de perfumes pode ter identificado uma oportunidade quando o fundador precisou ir até outra cidade para adquirir um produto.

Esse método gera empatia e mostra como a empresa já atende uma demanda existente.

Também é importante citar o nicho de atuação e as principais vantagens do negócio, algo que o diferencie dos concorrentes.

Mas lembre-se de não se alongar demais.

As pessoas precisam comprar a sua ideia em poucas palavras.

2. Produtos e serviços

Agora que você já chamou a atenção do receptor para o problema para o qual você oferece a solução, é hora de falar do produto ou serviço.

Nessa segunda parte você deve citar o que vende e mostrar porque as pessoas deveriam comprar.

Essa é considerada a parte mais importante da apresentação da empresa.

Afinal, ela pode ter ótimos valores, uma cultura vencedora e uma ótima história de fundação.

No entanto, nada disso adianta se o produto não for eficiente e gerar valor para o consumidor (ou qualquer que seja o stakeholder).

Leve em consideração todos os fatores que levam até o produto, mas adapte-se às necessidades da pessoa com que você dialoga.

Se for importante, fale sobre o custo de produção, logística, automação, equipe e marketing.

Todos esses fatores rodeiam o produto e podem significar muito para quem recebe a mensagem.

Mencione também os benefícios.

Qual é o diferencial do que você oferece?

É o atendimento?

O suporte?

O preço?

Ou a qualidade?

Mostre ao receptor seus principais diferenciais.

Isso certamente influenciará sua decisão na hora certa.

Outra importante ação é criar adicionais para cada situação.

Uma promoção, uma condição especial ou outro benefício, por exemplo.

Mais uma vez, isso faz parte da personalização da apresentação.

3. Logo, cores e tipografia

Os elementos visuais presentes na apresentação também são muito importantes.

Afinal, o trabalho de branding começa desde o início do relacionamento.

Se possível, posicione a logo em locais estratégicos da apresentação.

Em apresentações de slides, por exemplo, ela pode ser inserida nos cantos, mas não deve chamar mais atenção que o conteúdo.

Em apresentações por email, coloque-a no início e no fim.

Afinal, você quer que ela se mantenha na mente do receptor, não é mesmo?

As cores escolhidas também são valiosas.

Elas revelam o posicionamento da marca e complementa a identidade visual do negócio.

Uma dica: padronize-as.

Ao estabelecer um panorama de cores definitivas, você está se comunicando de maneira sutil.

Por último, é importante pensar na tipografia.

Ou seja, nas fontes utilizadas durante a apresentação.

Esse elemento dialoga com os demais e tem papel vital na hora de passar uma mensagem.

6. Capa

Em apresentações em material impresso ou slides, geralmente é criada uma capa.

Ela deve ser sucinta.

Seu papel é apenas introduzir, então, foque no título, nome do apresentador e, no máximo, a logo da empresa.

Não polua muito esse espaço ou você corre o risco de afastar o receptor antes mesmo do consumo do conteúdo.

7. Depoimentos dos clientes

folha de papel sob mesa com a frase what your clients say acima de caneta com materiais de escritorio em sua volta

Por fim, vale lembrar que a opinião das pessoas vale muito para quem recebe uma proposta.

Por isso, se puder, insira testimoniais de pessoas que já utilizaram o que você vende ou usufruíram dos seus serviços.

Isso certamente ajuda muito na hora de estimular na decisão desejada, já que é muito mais fácil confiar em quem já experimentou antes.

8. Gráficos e estatísticas

mulher em frente a laptop segurando tabela de graficos com cadernos, blocos de notas e calculadora em mesa

Acreditem em mim quando digo que as pessoas confiam muito mais em dados e estatísticas do que nos próprios vendedores da empresa.

Contra números, não há argumentos, não é mesmo?

Se você disser a alguém que 88% dos seus clientes estão satisfeitos com os seus serviços, isso gera uma credibilidade automática.

Os gráficos em apresentação, por outro lado, facilitam a compreensão desses dados.

Essas representações visuais poupam tempo para absorção do que foi dito.

E, como é sabido, o tempo faz toda diferença na hora de convencer alguém.

Use-os com sabedoria.

Mostrar os ganhos da empresa nos últimos meses, por exemplo, pode ser uma ótima referência para potenciais investidores, mas não são interessantes para clientes.

Por outro lado, dados sobre os lucros de outros clientes cairiam muito bem nesse caso.

9. Tabela de preços

Outro elemento que pode ou não ser inserido na apresentação de empresa é a tabela de preços.

Tome muito cuidado ao inseri-la.

Eu não recomendaria essa prática quando o objetivo é convencer a pessoa sobre uma compra.

Isso porque a necessidade de consulta gera um contato extra, principalmente em mensagens de email.

No entanto, para conversar com parceiros de negócios, por exemplo, é uma boa ideia colocar os números no papel.

10. Outros itens

Existem, ainda, muitos outros itens que podem ser inseridos em uma apresentação de empresa.

São elementos variáveis que surgem e desaparecem dos documentos de acordo com a necessidade e objetivo.

Uma mensagem de boas vindas é uma boa opção quando você apresenta a empresa para novos stakeholders.

A referência a outros parceiros e clientes também é válida para mostrar que grandes companhias confiam na sua reputação.

Outro recurso que vejo com frequência é a linha do tempo, que mostra de maneira gradual a história da empresa, mas sempre resumida.

Um cronograma de ações, no caso de fornecedores, por exemplo, também ajuda bastante.

Dados sobre investimento e retorno, canais de vendas e agradecimentos também podem ser inseridos de acordo com o desejo de quem cria (e de quem recebe) o material.

4 Dicas de como fazer uma boa apresentação de empresa

homem sentado em frente a laptop com xicara de cafe e smartphone ao lado

Depois de observar cada elemento individual presente uma boa apresentação de empresa, é hora de conferir algumas dicas sobre como melhorar seu desempenho.

Tenha em mente que aquela pode ser a sua única chance de gerar uma oportunidade ou fechar um negócio, então, toda atenção é pouca.

A seguir, veja alguns conselhos de alguém que já lidou com esse tipo de documento centenas de vezes.

1. Use textos curtos

Ir direto ao ponto é uma ótima ideia na hora de criar sua apresentação de empresa.

Isso porque você precisa chamar a atenção do receptor logo de cara.

Já reparou como no mundo digital as pessoas têm pressa?

É muito comum que, ao ler artigos na web, por exemplo, a pessoa apenas escaneie a página buscando pelo que ela procura.

No mundo corporativo, isso não é diferente.

Ao alongar-se muito com textos que fogem do cerne da questão, há grandes chances de a pessoa abandonar a leitura.

O que, é claro, diminui drasticamente as chances de fechar o negócio.

Por isso, seja sucinto e objetivo.

Tudo que você não quer é que a sua apresentação aborreça quem a lê.

2. Foque no cliente

companheiros de trabalho discutindo negocios em escritorio

Aqui trato de clientes, pois é o público mais comum das apresentações de empresa.

Mas essa dica é válida para qualquer stakeholder.

Coloque-se no lugar dele antes de redigir a sua apresentação.

Somente assim você será capaz de solucionar seus problemas e gerar empatia.

Vale a pena, inclusive, criar uma persona para cada um dos objetivos com o material.

Pense naquilo que o atrairá e fará com que realize a ação desejada.

Apresentações muito genéricas certamente têm um poder de conversão bem superior, já que contém informações irrelevantes para aquele cliente específico.

Por isso, foque no cliente.

Em vez de frisar repetidas vezes o que a sua empresa fornece, que tal destacar o que ela pode fazer pela companhia de quem a contrata?

3. Fale em benefícios

Citar os benefícios dos produtos ou serviços ofertados é um requisito essencial em uma apresentação de empresa.

Mostre ao receptor da mensagem quais são os ganhos gerados ao optar pela sua solução.

Lembre-o do que a concorrência oferece e destaque seus pontos de vantagem sobre as demais organizações.

Para convencê-lo, vale mostrar cases, dados e estatísticas e depoimentos de pessoas que aprovam o que você vende.

4. Deixe os preços em uma apresentação separada

A tabela de preços não precisa, necessariamente, ser incluída em uma apresentação de empresa.

A função desse documento é convencer o stakeholder a realizar uma ação, geralmente a compra de um produto ou contratação de um serviço.

Caso ele demonstre interesse, você revela a precificação.

E por que isso é uma vantagem?

Simples, isso lhe dá um maior poder de barganha.

Dessa forma, você poderá flexibilizar para que ambos saiam ganhando.

Além disso, força um novo contato por parte do cliente, o que lhe dá uma chance extra de realizar a venda.

Modelo de apresentação de empresa para você se inspirar

laptop, tablet, caneta e bloco de notas sob mesa

Para que você não tenha tanto trabalho, aqui vai um modelo de apresentação de empresa inspirador.

Lembre-se de que alguns elementos devem ser alterados para adaptação ao negócio e à circunstância.

Modelo de carta de apresentação de empresa

Se o seu objetivo é enviar uma carta de apresentação, seja ela impressa ou digital, a seguir confira um modelo genérico:

Olá, [nome do destinatário].

Aqui quem fala é o [nome do emissor], da empresa [nome da empresa].

Há alguns anos eu busquei uma solução para o problema [descrição curta do problema], mas não encontrei nenhuma solução no mercado.

Assim, decidi iniciar o meu próprio negócio para suprir essa demanda.

Na época, conversei com algumas pessoas para saber se elas tinham interesse e, para minha surpresa, muitas delas se interessaram.

Desenvolvi um produto feito sob medida para elas.

E hoje venho apresentá-lo a você.

O [produto] tem como objetivo [citar objetivo] e facilitar a vida daqueles que sofrem como eu sofri um dia.

Ele soluciona esse problema com muita eficiência, pois tem as vantagens de [citar vantagens].

Além disso, diferentemente das alternativas disponíveis, oferece [citar diferenciais].

Pelo que percebo, acho que o [produto] se encaixaria perfeitamente às suas necessidades.

Caso deseje conversar sobre o assunto, estou à disposição.

Meus sinceros agradecimentos,

[Nome do emissor].

Modelo de apresentação de slides

Agora, caso o seu objetivo seja a criação de uma apresentação de slides em PowerPoint, veja abaixo um modelo, no qual cada bullet point representa um slide.

  1. [nome da empresa] [slogan da empresa] [logo da empresa]
  2. Você já teve problemas ao [citar o problema]?
  3. Então, saiba que nós temos a solução.
  4. A empresa [nome da empresa] nasceu em [ano de fundação] com o objetivo de [citar objetivo].
  5. Assim, desenvolvemos o produto [nome do produto], que oferece uma série de benefícios como [citar benefícios].
  6. Acreditamos que ele pode se encaixar perfeitamente às suas necessidades, já que identificamos um potencial enorme na sua empresa.
  7. O produto [nome do produto] pode ajudá-lo com [citar vantagens].
  8. Aqui está o nosso portfólio de serviços e alguns depoimentos de clientes que já trabalharam conosco [inserir portfólio e/ou depoimentos]
  9. E aqui alguns dados sobre os resultados alcançados por meio do que oferecemos [inserir estatísticas e gráficos de utilização].
  10. Nosso website também está à sua disposição [inserir link do endereço eletrônico].
  11. Caso queira entrar em contato, esse é o email e o número da pessoa responsável em nosso time [inserir nome, email e telefone do responsável pela prospecção].
  12. Esperamos que possamos alinhar nossas atividades em prol do crescimento mútuo.
  13. Nossos sinceros agradecimentos,
  14. [Nome da empresa].
  15. [Contatos]
  16. FIM.

Conclusão

No texto de hoje, tentei resumir tudo que você precisa saber sobre uma apresentação de empresa, seja ela uma carta ou apresentação de slides.

Primeiro, mostrei os conceitos básicos sobre o que é esse material e para que ele serve.

Depois, fiz um passo a passo para você montar a sua própria apresentação de empresa, seguindo alguns elementos essenciais e outros sugeridos.

Ao longo dessa jornada, dei algumas dicas matadoras para facilitar ainda mais as suas decisões criativas.

Por fim, sugeri dois modelos prontos de apresentação da empresa.

Agora eu quero saber como você vai usar esse material e como pretende adaptar o conteúdo para a sua realidade.

Deixe um comentário e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.

Compartilhe