Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Pesquisas Locais: 5 Formas de Rankear na Primeira Página do Google

As pessoas estão conseguindo encontrar o seu negócio local?

Se você não tem recebido muito tráfego vindo do Google, você não está sozinho.

Esse é um problema bastante comum.

Sempre que eu dou consultoria para um negócio local, quase sempre me perguntam como rankear na primeira página do Google.

É uma pergunta pertinente, uma vez que a maioria das pessoas encontra negócios locais através de buscas online.

pasted image 0 2167

Se o seu negócio não aparece na primeira página do Google, você está perdendo um monte de visitantes (todos eles potenciais clientes).

E não basta otimizar seu site e torcer para tudo dar certo. Se você está parado esperando os resultados, pode ser que você não consiga nenhum tráfego.

Faz sentido que o primeiro resultado obtenha muito tráfego, mas os números despencam logo depois.

pasted image 0 2159

A maioria das pessoas nunca passa da primeira página.

O ideal seria que o seu site rankeasse na primeira página do Google como a primeira posição, mas o mais importante é aparecer na primeira página de qualquer maneira.

Para fazer isso, você precisa rankear conteúdo de em um nível avançado.

A maioria dos donos de negócios locais que eu conheci tem medo de não conseguir rankear na primeira página do Google.

Eles costumam pensar que você precisa ter milhões de seguidores e fãs para que seu site apareça na primeira página.

Eles ficam surpresos quando eu digo que é muito fácil rankear na primeira página do Google.

Não acontece da noite para o dia, claro, mas também não tem que demorar anos.

Vou dividir com vocês meus 5 métodos preferidos sobre como rankear na primeira página do Google. Eu já usei todas essas estratégias e elas nunca me decepcionaram.  

1. Roube as palavras-chave dos seus concorrentes

É muito provável que a maior parte do seu tráfego venha de buscas feitas com tipos específicos de palavras-chave.

Eu não estou falando de qualquer palavra-chave. Estou falando de palavras-chave particulares do seu nicho e da sua localização.

Uma das minhas técnicas preferidas para palavras-chave é roubar as palavras-chave dos seus concorrentes.

Se você tem um concorrente rankeado na primeira página, é fácil descobrir para quais palavras-chave ele está rankeado e pegar essas palavras-chave para você.

Você não precisa passar horas fazendo uma longa pesquisa de palavras-chave, e você vai poder ter uma ideia do que os seus rivais estão fazendo.

O primeiro passo é ir até SpyFu.com e inserir a URL de um de seus concorrentes na caixa de texto (eu vou usar o Copyblogger.com nesse exemplo).

Screen Shot 2017 09 08 at 6.11.43 PM

Clique enter ou no ícone de lupa na ponta direita da caixa. Você vai ser levado a uma página de resultados como essa:

Screen Shot 2017 09 08 at 6.12.13 PM 1

Desça e você encontrará uma seção chamada Top Keywords.

Do lado esquerdo, vão aparecer as principais palavras-chave orgânicas para as quais o site rankeia. À direita, você verá as principais palavras-chave do AdWords em que eles deram lances.

Screen Shot 2017 09 08 at 6.12.30 PM

Você pode verificar os rankings orgânicos fazendo uma simples busca no Google por cada palavra-chave.

Há várias coisas que você pode fazer com esse conhecimento.

Uma das minhas técnicas testadas e comprovadas é escrever um post (ou outro tipo de texto) super aprofundado.

A ideia é desenvolver o conteúdo a partir de uma ou duas das palavras-chave que os seus concorrentes estão usando.

Parece simples, mas significa muita coisa.

Você precisa criar um ótimo texto, o que significa que você vai ter que gastar um bom tempo pesquisando, criando e refinando o conteúdo.

Mas não se preocupe. Mais à frente nesse artigo eu vou falar sobre como escrever um ótimo post de blog, o que é o meu tipo preferido de conteúdo.

Você também pode usar essas palavras-chave para encontrar novas palavras-chave para o seu site.

Para fazer isso, vá até sua conta do AdWords e acesse o Planejador de palavras-chave.

Você pode acessá-lo indo até Ferramentas > Planejador de palavras-chave.

Uma vez lá, clique em “Pesquisar novas palavras-chave usando uma frase, um website ou uma categoria.”

Screen Shot 2017 09 08 at 7.13.29 PM 1

Em seguida, digite as palavras-chave do seu concorrente (as que você pegou no SpyFu) e clique no botão azul “Obter Ideias” embaixo.

Screen Shot 2017 09 08 at 7.12.24 PM 1

O Planejador de palavras-chave vai te dar palavras-chave relacionadas na aba “Ideias de palavras-chave”.

Screen Shot 2017 09 08 at 7.13.05 PM

Essas podem ser palavras-chave nas quais seus concorrentes não pensaram. Você pode então pegar essas palavras-chave e rankear para elas, para que as pessoas buscando encontrem você, e não a concorrência.

2. Entre no local pack

Tem alguns lugares que as pessoas tendem a olhar quando estão pesquisando no Google.

O primeiro resultado (primeira página, primeira posição) é um deles.

Mas tem um lugarzinho bem nobre no Google que pode te render uma enxurrada de cliques. E, se você dançar conforme a música, você pode conseguir que a sua empresa apareça por lá.

Estou falando de uma coisa chamada local pack.

O nome pode não soar muito familiar, mas tenho certeza que você já viu isso em algum momento.

É aquele quadrinho que aparece embaixo do mapa quando você procura por empresas. Assim:

Screen Shot 2017 09 08 at 9.50.42 PM

Há apenas 3 lugares disponíveis no local pack, então parece ser bem competitivo e difícil conseguir um lugar para você.

Mas, felizmente, pode ser bem fácil.

A primeira coisa que você precisa fazer é configurar sua conta Google Meu Negócio.

Para fazer isso, vá até o Google Business e clique em um dos botões verdes “Comece Agora”.

Screen Shot 2017 09 08 at 10.12.58 PM 1

Preencha todas as informações para cadastrar o seu negócio.

Screen Shot 2017 09 08 at 10.13.11 PM

Em seguida, é importante fazer o TEN.

E eu não quero dizer parar dez minutos para descansar (apesar de que isso é bom, sim).

É uma sigla para telefone, endereço e nome.

pasted image 0 2162

Seu TEN deve ser sempre o mesmo, não importa onde você o poste. Você precisa inserir sua razão social e informações legais no Google.

Você pode (e deve) incluir seu TEN nas páginas importantes do seu site (ex., página inicial, sobre, serviços, etc.).

Esse tipo de informação normalmente fica no footer, assim.

pasted image 0 2191

Usar seu TEN corretamente é uma parte muito importante de promover seu negócio local, então não pule essa etapa.

Isso também aumenta suas chances de entrar no local pack.

Mesmo que você acabe não entrando no local pack, não tem problema, porque o Google Meu Negócio é bom para SEO local em geral. Apenas tê-lo organizado já vai te dar uma vantagem enorme.

3. Garanta que seu site tenha uma boa versão mobile

Eu escrevo muitos artigos sobre mobile.

Isso porque dispositivos móveis são mais usados do que computadores para buscas na Internet.

pasted image 0 2179

Isso se deve ao fato de o Google ter lançado uma indexação mobile-first.

O que isso significa para você? Basicamente que o Google está indexando sites com base na sua otimização para mobile.

Se o seu site não é otimizado para mobile, mas o do seu concorrente é, você vai sair perdendo pois ele vai rankear melhor do que você.

Se essa razão não é suficiente para você otimizar seu site para mobile, pense no seguinte: se um site não é mobile-friendly, a maioria dos seus visitantes vai embora, te deixando com uma taxa de rejeição astronômica.

pasted image 0 2171

Otimização para mobile é extremamente importante.

Se você quer que o seu site realmente seja otimizado amigável mobile, você tem que entender o que exatamente significa ser otimizado para mobile.

Otimização para mobile não significa ter um site mobile separado (ex., m.facebook.com) ou evitar interstitials.

Significa concentrar toda a sua experiência do usuário em usuários mobile.

Existem alguns elementos de otimização para mobile super importantes de se concentrar.

Eu vou passar por eles rapidamente aqui, mas eu recomendo que você leia mais sobre cada um dos temas.

Primeiro, seu site deve ter um design responsivo.

Design responsivo significa que o seu site pode se adaptar a diferentes dispositivos.

pasted image 0 2185

Com o design responsivo, usuários mobile e em desktop terão experiências semelhantes no mesmo site, mesmo que a aparência dele mude um pouco.

O design responsivo te ajuda a agradar tanto seus usuários mobile quanto em desktop.

Isso é diferente de criar um site mobile em separado para sua empresa. O design responsivo permite que usuários mobile e em desktop naveguem pelo mesmo site.

O ideal é que seu site seja responsivo a ponto de se redimensionar de acordo com cada tipo de tela.

pasted image 0 2091

A quantidade de tamanhos diferentes de tela está crescendo, e seu site deve estar preparado para todos eles.

O Google inclusive se manifestou, dizendo que prefere design responsivo.

Screen Shot 2017 09 09 at 12.39.34 AM

Segundo, use palavras-chave específicas para mobile.

Usuários mobile costumam usar termos de busca diferentes dos usuários de desktop.

Se você foca apenas em palavras-chave para desktop, você acaba negligenciando a maior parte do seu público.

Você precisa então gastar algum tempo na pesquisa de palavras-chave mobile.

Palavras-chave mobile e desktop são bem diferentes.

Por exemple, palavras-chave mobile costumam ser menores, e normalmente contém expressões baseadas na localização, como “perto de mim”.

Usuários mobile também têm motivações diferentes. Eles normalmente visitam ou ligam para os lugares logo depois de fazer a busca.

pasted image 0 2104

Focar apenas em palavras-chave para desktop não vai ser muito útil. No mínimo, você precisa focar um pouco mais em palavras-chave mobile.

Terceiro, trabalhe no seu SEO mobile.

SEO mobile é algo muito peculiar, e você realmente deveria dar uma olhada nisso mais a fundo.

São vários os elementos que compõem o SEO mobile, então as coisas podem ficar um pouco confusas.

Eu recomendo testar seu site com um  SEO checker. Ele faz o trabalho duro por você e te diz o que precisa ser melhorado.

Convenientemente, O Google tem um checker que determina se seu site é ou não amigável para mobile.

Screen Shot 2017 09 09 at 1.25.10 PM 1

Insira a URL do seu site, clique em “Realizar Teste” e a ferramenta vai analisar o quão amigável para mobile sua página realmente é.

Mas essa ferramenta não se aprofunda tanto, então eu recomendo também usar o mobile SEO checker da Varvy’s.

pasted image 0 2196

Ele vai te fornecer um relatório mais detalhado do quão amigável para mobile é o seu site.

pasted image 0 2200

Para resumir tudo, há três fatores importantes que ajudam a tornar seu site realmente amigável para mobile:

1. Use design responsivo

2. Busque e rankeie para palavras-chave mobile

3. Melhore o seu SEO mobile

Em suma, otimização para mobile não é mais algo opcional. É um requisito essencial para qualquer site.

E é também um fator que o Google leva em consideração no seu ranking, então conta bastante para a sua posição nas páginas de resultado.

Se você ainda não otimizou seu site para mobile, o que você está esperando?

4. Inclua sua localização organicamente na sua URL

Se você ainda está desenvolvendo o seu site, você vai adorar essa dica (vou explicar como você pode usá-la mesmo já tendo construído seu site).

Um tempo atrás, minha equipe e eu fizemos um grande experimento com resultados de busca local no Google.

Nós chegamos a resultados interessantes que nos ajudaram a entender como o Google rankeia páginas locais.

Uma das principais descobertas foi sobre a URL.

Nós descobrimos que, para buscas locais, o Google prefere domínios que incluam nomes de lugares na URL.

Isso quer dizer que, se alguém está em San Diego e busca por atrações turísticas, o Google vai dar preferência a domínios que incluam o termo San Diego na URL (ex.: sandiegocountytourism.com).

Isso só acontece a nível local. Se alguém em Estocolmo busca atrações turísticas, eles não vão ver nada sobre  San Diego.

Isso também se aplica se um site tem parte do nome de uma cidade na URL. Por exemple, Clevescene.com inclui um pedaço do nome Cleveland.

É por isso que muitos pequenos negócios incluem o nome da sua cidade (ou parte dele) em sua URL assim.

Screen Shot 2017 09 09 at 1.47.44 PM 2

Se a sua URL não inclui o lugar onde você fica, você deveria pensar em modificá-la. Um nome de domínio não custa muito e pode te ajudar a rankear melhor.

Você também pode manter seu nome de domínio antigo e usar um 301 redirect para redirecionar as pessoas para o seu novo site.

5. Escreva conteúdo longo e de qualidade

No início desse artigo, eu prometi que falaria sobre como escrever um ótimo post de blog, e vou cumprir minha promessa.

É difícil para mim não falar sobre conteúdo, porque eu faço isso todos os dias.

Eu tive bastante sucesso com artigos longos. Apesar de não haver um número preciso de palavras para todos os casos, existe um certo consenso quanto a um conteúdo ser considerado longo tendo entre 1.000-1.500 palavras.

Eu? Eu prefiro pecar por excesso quando o assunto é conteúdo. Costumo recomendar que se escreva conteúdo com, no mínimo, 3.000 palavras.

Esse tipo de conteúdo gera mais tráfego, mais links e mais compartilhamentos.

Veja por você mesmo. Conteúdo mais longo gera mais tráfego:

pasted image 0 2193

Mais links:

pasted image 0 2096

E mais compartilhamentos:

pasted image 0 2152

Os dados que encontramos ao analisar conteúdo altamente compartilhado mostraram que bom conteúdo normalmente tem três características:

  1. Ele se aprofunda no tema.
  2. Ele aborda o assunto de maneira detalhada (nada de conteúdo genérico ou raso!).
  3. Ele foca na palavra-chave que você quer rankear.

É disso que o Google gosta, e conteúdo longo tem essas três características. É um par perfeito.

Na tabela abaixo, você pode ver que os principais resultados para qualquer termo de busca são normalmente conteúdo longo.

pasted image 0 2092

Conteúdo longo e detalhado é o que milhões de pessoas estão atrás. Se você cria esse tipo de conteúdo, você aumenta suas chances de aparecer na tão cobiçada primeira página.

Você deve estar pensando “Eu sou dono de um negócio local. Sobre que diabos eu poderia escrever?”

Você pode escrever sobre praticamente qualquer coisa no seu nicho desde que você tenha algo de interessante a dizer. É possível escrever conteúdo longo sobre qualquer coisa mesmo que seu nicho seja chato.

E você não precisa ter estudado para ser redator. Você só precisa gastar algum tempo pesquisando os fundamentos do bom conteúdo.

Conclusão

É fácil cair na armadilha da síndrome do negócio local.

Ok, eu acabei de inventar essa expressão, mas é algo que eu vejo em praticamente qualquer negócio local com o qual eu já trabalhei.

A maioria deles acha que não consegue alcançar um público mais amplo porque eles são, bem, locais.

Eles pensam que ser um negócio local os impede de rankear na primeira página do Google ou conseguir tráfego para seu site.

E isso não poderia estar mais longe da verdade.

Na verdade, de muitas formas, negócios locais têm tudo a seu alcance.

Obviamente, uma grande marca não pode usar SEO local, então eles têm que recorrer a outras técnicas.

Mas negócios locais podem usar SEO local  junto com SEO on-page e off-page normais.

Em outras palavras, aparecer na primeira página do Google é mais fácil do que você imagina.

Mesmo que você precise passar algum tempo ajustando seu site, a recompensa vai valer a pena.

Imagine como seria ver seu site como resultado na primeira página e logo ver suas métricas explodirem.

Isso é totalmente possível. Não é um desejo irreal, mesmo que alguém tenha te dito isso em algum momento.

E o aumento no tráfego não é o único benefício. Colocar seu site na primeira página do Google ajuda com o seu branding.

Você quer se tornar o lugar certo para se ir na sua área, não quer? Se você é uma barbearia, você quer que as pessoas na sua área pensem no nome do seu negócio quando elas pensarem em “barbearia”.

Atualmente, essas associações acontecem através do Google. É aonde as pessoas vão para encontrar qualquer coisa.

Não se preocupe em ter um design moderninho ou um orçamento altíssimo para o marketing. Você não precisa disso para começar a atrair mais clientes.

Quais estratégias você está usando para rankear seu negócio local na primeira página do Google? Você está usando alguma dessas 5 técnicas? 

Compartilhe