Notificações Push: O Que é e Que Resultados Traz Para Sua Empresa

ilustraçao demonstrando smartphone com notificaçoes push em tela

Se você ainda não envia notificações push para os seus clientes, está perdendo uma oportunidade para engajar e fidelizar, além de aumentar os lucros do negócio.

Mas estou aqui para ajudá-lo nesse processo.

Notificações push são aquelas mensagens que aplicativos e sites enviam para usuários no celular ou computador.

Elas contêm informações importantes e objetivas, como promoções e cupons de desconto.

E geralmente persuadem o usuário a efetuar uma ação, como entrar no aplicativo ou efetuar uma compra.

Sabe quais são os benefícios de implementar esse simples recurso?

Aumentar o tráfego do site, gerar conversões e estabelecer relacionamento com o usuário são alguns deles.

Ficou interessado em conquistar essas vantagens para a sua empresa?

Então, leia com atenção cada linha deste artigo, pois eu selecionei as melhores dicas e cuidados necessários na hora de elaborar notificações push.

Vamos nessa?

Siga comigo.

guia completo de marketing digital

O que é a notificação push?

mulher com smartphone em mãos indicando notificaçao push em tela

Notificação push é uma mensagem enviada por aplicativos e sites com conteúdo para engajar usuários, transmitir informações importantes e incentivar que eles realizem uma ação, como realizar uma compra online, por exemplo. Trata-se de uma forma rápida e eficiente de se comunicar com clientes e leads.

Também conhecidas como push notifications, essas mensagens podem ser enviadas tanto para dispositivos móveis (celulares, tablets) quanto para desktop (computadores).

Esse tipo de notificação deve ter um conteúdo sucinto e relevante, podendo avisar clientes sobre novas promoções, posts recentes no blog, lembretes de eventos promovidos pela marca, disponibilização de cupons de desconto e assim por diante.

Em notificações no computador, um exemplo comum são os sites de notícias e blogs, que avisam sobre novas postagens.

Já em aplicativos mobile, as marcas enviam notificações push diretamente para o celular do usuário, geralmente convidando-o a entrar no app.

E é bem provável que você receba pelo menos algumas notificações como essas durante o dia, estou certo?

É que esse tipo de conteúdo faz parte da estratégia de mobile marketing, é relativamente simples de colocar em prática e traz diferentes vantagens, como vou explicar adiante.

Mas sempre ressalto aqui no blog que o marketing digital hoje pressupõe que o cliente dê permissão para que as empresas interajam com ele.

No caso das notificações push, o usuário gera esse consentimento.

Ao entrar em um blog, geralmente aparece uma caixa no canto superior perguntando se a pessoa gostaria de receber notificações.

Já ao baixar apps, o usuário pode conceder ou não a permissão para que o aplicativo envie esse tipo de mensagem  - decisão que ele sempre pode alterar nas configurações do celular.

O que estou querendo dizer com isso é que você só manda notificações push para usuários interessados em recebê-las.

E caso não elabore uma estratégia eficiente, sempre há o risco de causar irritação no usuário, fazendo com que ele desative as notificações para o seu site ou aplicativo.

E aí, você perde a oportunidade de fidelizar clientes e vender mais.

Por isso, leia com atenção todas as dicas deste artigo.

Nas próximas linhas, vou ensinar algumas estratégias para acertar no envio de notificações push.

5 Vantagens de utilizar notificações push no seu negócio

mão masculina indicando smartphone com aplicativo de refeições em tela

Neste tópico, vou explorar os principais benefícios de incluir as notificações push na estratégia de marketing da sua empresa.

Mas, para início de conversa, destaco que elas são capazes de despertar a curiosidade do usuário e incentivá-lo por meio de um call-to-action.

Ou seja, um convite à ação.

Dito isso, é hora de conhecer as cinco vantagens centrais das notificações push.

1. Aumenta o tráfego do site

ilustraçao representando laptop com aumento de estatisticas em tela e simbolos de engrenagens e graficos em sua volta

Como eu disse antes, investir nesse tipo de notificação significa fazer um convite para que o usuário acesse o seu site.

Você pode avisá-lo sobre conteúdos recém postados, promoções incluídas no e-commerce ou qualquer novidade da sua página.

Assim, você amplia as chances de convencer o leitor a entrar no seu site, aumentando o tráfego consequentemente.

Mas lembre-se de que só o tráfego por si só não é o suficiente se as pessoas apenas entrarem no site e saírem dele poucos segundos depois.

Você precisa fazer com que o usuário, ao acessar sua página, tenha interesse em permanecer nela e consumir o conteúdo de fato.

Isso quer dizer que você deve investir no conteúdo de qualidade e, necessariamente, entregar valor para o leitor.

2. Possibilita envio de lembretes

maos masculinas segurando smartphone em local publico

Que tal usar as notificações push para lembrar o usuário de alguma coisa importante?

Essa é uma estratégia inteligente, já que, dessa forma, o seu conteúdo dificilmente será irrelevante.

Você pode avisar o cliente de que a data de um evento está próxima, por exemplo.

Ou que o dia do pagamento de um serviço está chegando.

Pode, por exemplo, notificar que os produtos que o usuário comprou já estão em trânsito.

Ou ainda lembrá-lo de que há itens no carrinho, reforçando o convite para que ele conclua a compra.

Viu como há inúmeras possibilidades?

Portanto, tenha em mente que lembretes são grandes aliados na hora de criar as notificações push.

3. Aumenta as chances de vendas

No fim das contas, aumentar as vendas sempre é um dos principais objetivos das empresas, concorda?

Então, mais um motivo para você usar as notificações push na estratégia de marketing.

Primeiro porque esse recurso convida o usuário a entrar na sua plataforma.

Segundo porque, com um call-to-action eficaz, você consegue incentivar a compra, sobretudo se oferecer um benefício ao cliente, como cupons de desconto e promoções.

Pensando na lógica dos blogs, você ainda pode convidar o usuário a ler um artigo que, no final, oferece um serviço da sua empresa.

Percebe como, na prática, está ampliando as chances de converter uma venda?

4. Fidelização de clientes

mulher sorrindo ao observar tela de smartphone em lugar publico

Outra vantagem é a criação de um relacionamento com o cliente e, consequentemente, a fidelização.

Sabia que adquirir um novo cliente é até 25 vezes mais caro do que reter um cliente existente (Harvard Business Review)?

Um estudo publicado Fred Reichheld, da Bain & Company, aponta que, nos serviços financeiros, por exemplo, um aumento de 5% na retenção de clientes produz elevação superior a 25% no lucro.

Ou seja: a fidelização é o caminho para vender e lucrar mais.

Então, nada mais justo do que investir em uma estratégia de CRM, a gestão de relacionamento com o cliente.

E de acordo com uma pesquisa de 2018 da Accengage, as notificações push são cruciais nesse sentido, porque impactam duas vezes mais no uso de aplicativos e ainda podem ser feitas com custos mais baixos do que o envio de SMS.

Na prática, você amplia as chances de um cliente comprar de você mais de uma vez.

É como afirma o consultor de negócios Rashan Dixon, em um artigo para a revista Entrepreneur.

“O nível de interação com uma marca fora do processo de vendas também pesa muito na sua lealdade”.

5. Grandes chances de conversão

As notificações push são um recurso para dar um “empurrãozinho” com o intuito de levar o cliente à compra.

28,29% dos usuários clicam em notificações, de acordo com um relatório de 2017-2018 da PushCrew.

Quer dizer, então, que são maiores as chances de o usuário conferir o seu produto ou serviço no site ou aplicativo, se interessar por ele e efetuar a compra.

O fato é que essas mensagens já fazem parte da rotina dos usuários  - afinal, recebemos notificações a todo instante.

6 Dicas para melhorar seus resultados com as notificações push

ilustraçao demonstrando smartphone em fundo azul com notificaçao push destacada

Abaixo listei seis recomendações valiosas que você deve seguir na hora de planejar o envio de notificações push. Confira.

1. Realize testes de hipótese

Seja para descobrir a melhor linguagem, o horário adequado de envio ou o tipo de informação transmitida, dificilmente você vai acertar sem antes fazer testes.

Por isso, minha dica é que você crie hipóteses e as coloque à prova.

Vamos supor que você queira informar o cliente de que há uma promoção disponível no e-commerce.

Você tem a hipótese de que uma mensagem com tom mais informal terá mais potencial de conversão, já que o seu público é formado por jovens, por exemplo.

Para ter certeza, uma possibilidade é dividir o público em grupos e testar diferentes linguagens.

Assim, terá dados concretos de qual tipo de escrita converteu mais pessoas  - e se foi, de fato, o tom informal.

Aos poucos, a ideia é que você aprenda o que funciona melhor para o seu negócio e consiga otimizar o conteúdo das mensagens continuamente.

2. Trabalhe com diferentes horários de envio

mão feminina indicando relógio de ponteiros branco em fundo azul

Também é necessário adequar o horário de envio à rotina dos usuários.

Por isso, você precisa conhecer os hábitos do seu público.

Se ele trabalha em horário comercial, uma dica é enviar as notificações antes ou depois do expediente, porque é geralmente nesse período que as pessoas dão maior atenção ao celular.

Mas o horário também precisa ter relação com o seu negócio.

Considere como exemplo o iFood.

Se o aplicativo enviar cupons de desconto poucos antes dos horários das refeições, maiores são as chances de o usuário efetuar a compra, concorda?

Na prática, trata-se de encontrar um equilíbrio: diversificar os horários, mas sempre considerando a rotina do público e a característica do seu serviço.

3. Segmente e personalize as mensagens

Quando falamos de ações de marketing, segmentação e personalização devem guiar a elaboração do conteúdo.

Esses fatores ajudam no engajamento, estreitam o relacionamento com o cliente e vão ao encontro das necessidades dele.

O primeiro passo é fazer a segmentação do público, dividindo os usuários em grupos com características semelhantes.

Você não precisa mandar a mesma notificação para todas as pessoas.

Quanto mais segmentado, melhor.

Depois, personalize a mensagem de acordo com cada perfil de usuário.

Endereçar os destinatários pelo nome, fazer referência à localização deles ou observar o histórico de compras tem um impacto significativo no engajamento das notificações push, conforme aponta uma pesquisa da CleverTap.

Também não tenha medo de investir em uma linguagem pessoal, mais próxima do usuário e dentro da lógica usada nas redes sociais.

A mesma pesquisa aponta que notificações que usam emojis, por exemplo, têm um aumento de 70% na taxa de cliques (CTR) em aplicativos.

4. Meça os resultados

“O que é medido é melhorado” é uma famosa frase de Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna.

E essa afirmação cai como uma luva para elaborar uma notificações push de sucesso.

Medir os resultados das ações é uma forma de descobrir quais estratégias funcionam com o seu público, considerando todos os fatores que eu citei até aqui.

Caso contrário, você estará no escuro, sem saber se os esforços empregados valem a pena.

Como veremos adiante, é importante analisar índices, como taxa de cliques, e avaliar quantos usuários realizaram o propósito da notificação.

5. Utilize técnicas de copywriting

ilustraçao com desconto 50% off em destaque

O copywriting é uma estratégia que visa a escrever de forma persuasiva, em busca de convencer quem está lendo a efetuar uma ação específica desejada por quem cria o texto.

Ou seja, é a capacidade de escrever utilizando palavras com maior potencial de converter usuários.

Segundo a CleverTap, algumas palavras e expressões persuasivas incluem:

  • Desconto
  • Não perca
  • Aproveite
  • Grátis
  • Premium
  • Oferta
  • Hoje
  • Economize
  • Código de desconto
  • Reserve agora
  • Melhor.

Portanto, se você dominar a arte do copywriting, terá maior eficiência em converter usuários e alcançar o seu objetivo de cada notificação enviada.

Para isso, é imprescindível:

  • Conhecer o seu público
  • Testar hipóteses
  • Usar verbos de ação.

De preferência, também crie um senso de urgência para que o usuário concretize o call-to-action desejado o mais rápido possível.

6. Não exagere na quantidade

Existe uma linha tênue entre ser relevante para o usuário por meio do conteúdo das notificações push e ser impertinente, causando desconforto e irritação.

Claro que a qualidade do conteúdo conta muito.

Mas a frequência das mensagens também é um fator decisivo.

Se você enviar notificações em quantidades exageradas, é bem provável que o usuário se sinta perturbado e desative a permissão de envio.

De acordo com o mesmo relatório que eu citei antes da PushCrew, o ideal é enviar de uma a cinco notificações por dia.

Não mais do que isso.

Os dados apontam que 74% da audiência considera o recebimento de mais de cinco notificações push diárias como “notificações demais”.

Portanto, tenha bom senso.

Como mensurar essa estratégia?

ilustraçao com a palavra kpi destacada e objetos em sua volta

Conforme eu falei antes, mensurar a estratégia é crucial para aprimorar continuamente a qualidade das suas notificações push.

O caminho ideal consiste na análise de KPIs, os performance key indicators, ou indicadores-chave de desempenho.

São eles que comprovam a taxa de assertividade das notificações enviadas, indicando se elas reverteram ou não o engajamento esperado dos usuários.

Para isso, é necessário coletar dados a cada notificação, registrar em uma planilha ou software e analisar os resultados com rigor.

Abaixo eu selecionei cinco KPIs eficientes para avaliar notificações push. Confira.

1. Taxa opt-in

Opt-in é o momento em que o usuário se cadastra no seu site ou aplicativo e dá permissão para que você envie notificações push.

A taxa opt-in, portanto, é o número de usuários que dão essa concessão.

2. Taxa opt-out

Da mesma forma, avalie a ação inversa: o número de pessoas que, depois de terem permitido o envio de notificações, bloqueiam esse recurso.

Se você cruzar a taxa opt-in com a opt-out, já terá um indicativo a respeito da eficácia da sua estratégia de notificações push  - verificando se ela está agradando ou irritando os usuários.

3. Taxa de entrega

É a quantidade de notificações push que foram, de fato, entregues aos dispositivos dos usuários.

Não importa tanto quantas foram enviadas, e sim quantas chegaram até os usuários e o que eles fizeram a partir do recebimento.

4. Taxa de cliques

homem com smartphone em maos mostrando notificaçoes push em tela

Será que o seu conteúdo é realmente engajante e persuasivo?

Minha dica é avaliar a taxa de cliques em cada notificação enviada: essa é uma das métricas mais importantes.

Assim, terá um termômetro indicando a eficácia do conteúdo das mensagens.

Uma taxa de cliques baixa é sinal de que você precisa fazer mudanças.

5. Tempo gasto na página

Esse KPI indica que se o conteúdo da página para a qual você levou o usuário é relevante.

Se ele clicou, mas saiu do site ou aplicativo rapidamente, é um indício de que a página precisa entregar um conteúdo mais potente ou adequado à promessa que você fez na notificação.

Para Megha Rajeev, profissional de marketing SaaS, em artigo para o site Digital Marketer, essa é uma métrica de “expectativa versus realidade”.

“Ela ajuda você a avaliar o que seu assinante esperava ao clicar na notificação push, em oposição ao que realmente estava na sua página de destino”, afirma.

Conclusão

Pronto, agora você já sabe como criar uma estratégia eficaz de notificações push.

Espero que as dicas deste artigo contribuam para que você engaje clientes e aumente as vendas do seu negócio.

Na prática, esse tipo de ação do marketing envolve tentativa e erro, até que você acerte na implementação da estratégia ideal.

É por essa razão que eu saliento mais uma vez: empenhe-se em criar um conteúdo ótimo e relevante, mas nunca deixe de analisar as métricas.

São elas que vão orientar os próximos passos, indicando se você está indo na direção certa.

E aí, preparado para investir nesse recurso?

Como está planejando sua estratégia de notificações push?

Compartilhe suas ideias e insights nos comentários abaixo.

guia completo de marketing digital

Compartilhe