Como Aumentar o Tráfego Orgânico do Site em 5 Passos Simples

traffic - trafego organico

Se você quiser gerar tráfego orgânico consistente, vai ter que usar um sistema de trabalho – ou, melhor ainda, um “canal.”

Uma abordagem mal feita para o SEO só vai render resultados ruins. Eu tenho certeza que ninguém deseja isso. Eu, certamente, não.

De vez em quando, você escuta que depender do tráfego orgânico é como jogar na loteria.

As probabilidades não estão ao seu favor e é perder ou ganhar – na maioria das vezes, perder.

Mas vamos lá.

Nenhum negócio online poderia existir sem algumas ferramentas de busca, especialmente o Google.

As pessoas que formam o seu público-alvo utilizam as ferramentas de busca para procurar informações.

De acordo com o Search Engine Journal, 70% dos links que os usuários de busca clicam são orgânicos.

Não importa quanto tráfego você decida comprar, seja através de publicidade nativa ou outros canais de mídia, um dia, você precisará do Google.

Ferramentas de busca existem porque as pessoas precisam de informações corretas e você quer que elas encontrem as suas facilmente.

A otimização para usuários de busca é um dos aspectos do marketing de conteúdo que funciona de forma eficiente.

Por enquanto, todos nós sabemos que o marketing de conteúdo é eficaz.

Dados do MarketingSherpa sugerem que a distribuição de conteúdo pode produzir um aumento de 2.000% no tráfego de um blog e um aumento de 40% em seu rendimento.

Quando você adiciona SEO ao seu marketing de conteúdo da forma correta, essa combinação vai produzir ótimos resultados.

E se você tem um site ou blog, há de concordar comigo que atrair visitantes sem precisar contar somente com links patrocinados para isso é um motivo e tanto para comemorar.

Sites que apresentam um bom volume de tráfego orgânico são aqueles cujo conteúdo é nota 10 e as técnicas de SEO estão em dia.

Geralmente, são também aqueles super bem posicionados nos motores de busca.

Isso significa que esses sites ou blogs são reconhecidos pela qualidade, confiança e credibilidade que apresentam para o público.

E eu não vejo motivo para não correr atrás disso agorinha mesmo.

Se você quer saber como atrair mais clientes e leads para o seu negócio de forma espontânea, continue comigo na leitura deste artigo.

O que é tráfego orgânico?

ilustração sobre tráfego orgânico

Tráfego orgânico é aquele gerado de forma não paga para o seu site ou blog, ou seja, de modo espontâneo. São as pessoas que chegaram até suas páginas por meio de pesquisa nos motores de busca, usando palavras-chave relacionadas aos seus produtos e serviços.

Portanto, quando vemos um site ocupando os primeiros lugares do Google, por exemplo, significa que eles são altamente relevantes e possuem um tráfego orgânico excelente para determinadas buscas.

Assim, diferentemente dos anúncios ou do impulsionamento das suas publicações nas redes sociais, que são formas pagas de atingir o seu público, o tráfego orgânico é gerado naturalmente e sem custos.

Mas isso não significa que ele não demande esforço da sua parte.

Aliás, gerar tráfego orgânico para o seu site é um dos principais desafios do marketing digital – mas que também traz resultados muito mais compensadores a longo prazo.

O que eu quero dizer é que sites com um grande número de visitantes espontâneos não atraíram essas pessoas por sorte.

Houve ali muito estudo, pesquisa e aplicação organizada de estratégias.

Geralmente, está associado a boas práticas de SEO, que são aquelas técnicas voltadas para otimização de sites e blogs para que eles ocupem uma boa posição no Google.

Qual a importância do tráfego orgânico?

importância do tráfico orgânico web

Todo mundo que utiliza sites ou blogs para potencializar seus lucros pretende, no mínimo, aumentar as conversões com essas ferramentas.

E quanto maior o tráfego orgânico gerado organicamente para essas páginas, maiores as chances de atingir seus objetivos sem precisar desembolsar um alto valor para isso.

Além disso, um grande volume de tráfego orgânico gera autoridade para a sua página. Ou seja, quando o usuário fizer uma pesquisa relacionada ao seu negócio, o Google não vai nem pensar duas vezes antes de indicar a sua página.

Afinal, se os visitantes estão encontrando o seu site sem que você precise pagar por isso, é sinal de que ele é relevante e apresenta conteúdo de qualidade.

E quanto maior esse tráfego espontâneo, mais visibilidade sua marca recebe.

Por que investir em tráfego orgânico?

ilustração do título tráfego orgânico e termos relacionados

Imagine se toda vez que você quisesse atrair visitantes para a sua página, precisasse investir rios de dinheiro em anúncios.

Vez ou outra, tudo bem, desde que com planejamento.

Mas a verdade é que o tráfego orgânico é uma forma mais fluida e econômica de atrair visitantes.

Se você investe pouco ou zero custo para conseguir as tão sonhadas conversões, sua margem de lucro acaba sendo maior.

É uma questão puramente matemática, concorda?

Isso também significa que o seu conteúdo tem valor e, por isso, está sendo exibido de forma espontânea para seu público.

Dessa maneira, diferentemente de uma publicação patrocinada, que terá um prazo de validade, o conteúdo que aposta no tráfego orgânico será exibido por tempo indeterminado, enquanto durar sua relevância para o público.

No fim das contas, quem investe em tráfego orgânico está automaticamente aumentando o engajamento e fortalecendo o relacionamento com a audiência a longo prazo.

Tráfego Orgânico X Tráfego Pago

diferenças entre tráfego pago

Uma das dúvidas mais comuns entre as empresas que investem em marketing digital é: devo investir em tráfego orgânico ou pago para o meu negócio?

A verdade é que os dois conceitos têm o seu valor e não precisam, necessariamente, trabalhar de forma excludente entre si.

Sim, é possível combinar tráfego orgânico e pago de forma complementar, potencializando os resultados para a sua estratégia.

Porém, é sempre bom lembrar que existem momentos e casos em que cada um deles é mais apropriado.

Tudo vai depender dos seus objetivos e das especificidades do seu negócio.

Para não restar dúvidas, vamos mergulhar mais a fundo em cada uma desses conceitos.

Tráfego orgânico

Goste ou não, os motores de busca continuam sendo os principais veículos de atração de visitantes.

Qualquer pessoa com internet, quando precisa resolver um problema ou solucionar uma dúvida, vai acessar um buscador – e, certamente, vai encontrar aquilo que queria.

Por isso, um conteúdo bacana e bem posicionado nessas plataformas vai gerar muito mais credibilidade para o seu negócio.

Quanto mais você se aproximar dessa realidade, mais fácil será para os usuários encontrarem a sua página.

Por outro lado, esses resultados exigem paciência.

Afinal, não é da noite para o dia que se conquista a confiança do Google e dos seus usuários, não é mesmo?

Tráfego pago

Como o próprio nome sugere, são estratégias que exigem um pagamento para que você consiga atingir seu público ideal.

Assim como o tráfego orgânico, os links patrocinados também apresentam inúmeras vantagens, como a possibilidade de segmentar melhor para quem direcionar seus anúncios, além de alcançar resultados mais rapidamente.

Caso você ainda esteja começando o seu negócio e seu nome não seja exatamente conhecido, os anúncios pagos podem ajudar a dar aquela força na hora de divulgar a marca.

A desvantagem, porém, além de gerar mais custos, é que o tráfego pago tem limite de alcance e duração limitada.

Então, se a sua ideia é divulgar uma promoção por tempo limitado ou anunciar o lançamento de um novo produto, por exemplo, essa seria a opção mais indicada.

Para isso, você pode contar com os famosos Google Ads, Facebook Ads, Instagram Ads, entre outras plataformas.

Normalmente, são recursos confiáveis e que garantem resultados bastante satisfatórios a curto prazo.

5 benefícios de investir no tráfego orgânico

benefícios no tráfego orgânico

Até aqui, você já entendeu o conceito de tráfego orgânico e entendeu mais ou menos como ele funciona, não é mesmo?

Mas se você ainda não está convencido de que essa estratégia é a melhor forma de sustentar o seu negócio a longo prazo, vou citar ainda mais benefícios do tráfego orgânico.

Dê uma olhada!

1. Custo-benefício

Quem conhece o funcionamento dos links patrocinados, sabe que, além do valor pré-acordado para divulgar suas campanhas durante determinado período, há também os custos pagos a cada clique que seu anúncio recebe.

Com o tráfego orgânico, isso não existe.

Embora investir em boas técnicas de SEO e um conteúdo incrível demande algum custo, as margens de lucro acabam sendo muito compensadoras se você apostar nas estratégias certas.

2. Escalabilidade

A escalabilidade no marketing digital diz respeito ao quanto a sua estratégia pode crescer e apresentar resultados positivos contínuos sem encontrar grandes obstáculos pelo caminho.

No caso do tráfego orgânico, as chances de isso acontecer são mais palpáveis, já que os links patrocinados deixam de produzir resultados a partir do momento em que você para de investir.

3. Relevância

Você já deve ter reparado que, ao fazer uma busca pelo Google, dependendo da palavra-chave utilizada, os primeiros resultados que aparecem são de anúncios.

Isso porque a ferramenta prioriza os posts pagos, que investiram dinheiro para ocupar aquela posição.

Por outro lado, os posts patrocinados nem sempre chamam a atenção dos usuários, já que tem mais “cara de propaganda”.

Para solucionar as suas dúvidas, eles sempre vão preferir o bom e velho marketing de conteúdo em sites bem posicionados no buscador.

Afinal, eles ali estão exclusivamente por merecimento, pela qualidade que apresentam, por responderem à essência da palavra-chave e por oferecerem uma boa experiência ao usuário.

É questão de confiança e credibilidade.

4. Duração

A não ser que você tenha tempo e dinheiro de sustentar uma campanha paga por uma vida inteira, a tendência é que esses anúncios tenham uma duração limitada.

Já os posts orgânicos, quando são relevantes, podem liderar o ranking dos motores de busca por tempo indeterminado.

Basta que suas técnicas de SEO e a produção de conteúdo de qualidade estejam em dia, mantendo o texto atualizado.

5. Construção de relacionamento

O que você imagina que tem mais chances de fortalecer o relacionamento com seu público?

Um post pago que só vai aparecer nas ferramentas de busca por determinado período ou aquele que está sempre ali no pódio do buscador?

Claro que a segunda opção, concorda?

Afinal, quanto mais tempo seu conteúdo conseguir se sustentar pela qualidade que apresenta, maiores as possibilidades de atrair visitantes e conquistá-los pouco a pouco.

Como Gerar Tráfego Orgânico?

gerar tráfico

Bem, acredito que você já conheceu motivos suficientes para não deixar de investir no tráfego orgânico do seu site.

Por isso, eu dediquei este espaço do artigo para explicar como você pode chegar lá sem ter dor de cabeça.

Fique de olho na dicas!

1. Conheça seu público

Quanto mais você conhece seu público-alvo, maiores as chances de entregar a ele exatamente aquilo que ele quer consumir, seja um conteúdo ou um produto.

Vá além e defina uma persona para sua estratégia.

Com isso, você consegue acertar em cheio a linguagem ideal para se comunicar, identificar as palavras-chave mais apropriadas, além de resolver problemas dos usuários de forma muito mais eficaz do que sair dando tiros no escuro.

Palavras-Chave

Distribuir as palavras-chave estrategicamente em seus conteúdos é uma das principais e mais eficientes técnicas de SEO.

É a partir delas que o Google vai entender que o seu site é ideal para entregar o conteúdo que seu público está procurando.

Por isso, para não marcar bobeira, não economize nas pesquisas para encontrar os termos mais e menos procurados.

Quanto mais específicas as palavras-chave escolhidas, maiores as chances de ser encontrado por quem realmente pode se interessar pelo seu negócio.

Não sabe por onde começar?

Encontre oportunidades de palavras-chave e ideias de conteúdo gratuitamente com a minha ferramenta Ubersuggest.

Google Trends

Essa é uma ferramenta gratuita do próprio Google e que pode fazer maravilhas para quem produz conteúdo.

Ela consegue determinar rapidamente qual é a demanda de busca relacionada a termos específicos.

Ou seja, basta acionar o Google Trends para descobrir que tipo de informação o seu público ideal vem consumindo.

Assim, você poderá definir um leque de conteúdos a serem trabalhados, comparar os termos mais buscados e ainda encontrar tendências de palavras-chave para dar um upgrade nas suas publicações.

2. Produza conteúdo de qualidade

Quando o assunto é marketing digital, produzir conteúdo de qualidade é simplesmente indispensável.

É hora de deixar o velho marketing invasivo para trás e focar no inbound marketing, ou seja, o marketing de atração.

Isso significa que você deve investir em artigos e materiais que possam resolver, de fato, o problema dos usuários da internet. Eles devem ser úteis, relevantes e recheados de referências para fazer com que cheguem até você, e não o contrário.

Para isso, aposte também em diferentes formatos de conteúdo. Para sair do óbvio, vale considerar vídeos, e-books, newsletters e infográficos à vontade.

Quanto mais você conseguir juntar criatividade com informação de qualidade, mais todos têm a ganhar.

3. Aumente o seu alcance

Depois de investir tanto tempo e dedicação na produção de um conteúdo de qualidade, nada de encerrar o trabalho logo na sequência.

A divulgação também tem um papel estratégico valiosíssimo para o seu negócio.

Portanto, não restrinja seu conteúdo apenas a seu site ou blog.

Nessas horas, as redes sociais são uma santa ajuda para gerar engajamento com o público, garantir mais visibilidade e fortalecer a sua marca.

Vamos conhecer melhor as principais delas!

Instagram

Você sabia que o Instagram é a segunda rede social mais utilizada pelos brasileiros e tem 15 vezes mais interações que as outras?

E se engana quem pensa que ela se limita apenas a exposição de fotos dos usuários.

As marcas que postam regularmente no Instagram dispõe de inúmeros recursos interativos para atrair novos clientes em potencial, e o melhor: tudo muito rapidamente.

Além disso, com a conta comercial, você consegue acompanhar facilmente a performance das suas postagens e mensurar seus resultados.

Portanto, não deixe de dar uma boa explorada no Instagram.

Facebook

O Facebook tem hoje mais de 2,4 bilhões de usuários.

Pessoas e empresas de todo o mundo estão lá pesquisando e produzindo conteúdo de qualidade, e você também deveria estar.

Garanta postagens frequentes, incentive comentários, curtidas e compartilhamentos.

Veja com que velocidade a sua marca pode se expandir sem qualquer limite de alcance.

YouTube

O YouTube é a plataforma de vídeo mais acessada no mundo inteiro: com quase 2 bilhões de usuários ativos atualmente – e contando!

Isso porque o público adora um conteúdo nesse formato. Vídeos geram identificação, empatia e, muitas vezes, facilitam o entendimento.

Então, deixe a timidez de lado e, em vez de apenas compartilhar conteúdos multimídia, produza também seu próprio material no YouTube para ganhar o coração e a confiança da sua audiência.

Há youtubers famosos que garantem que nunca gastaram um centavo sequer com o impulsionamento dos seus vídeos.

Conclusão

Aumentar o tráfego orgânico está entre os grandes objetivos de 10 a cada 10 empresas que entendem a importância do marketing digital.

E não é à toa.

Quanto mais visitantes você consegue atrair de forma natural, mais autoridade e visibilidade ganha o seu site.

Isso também significa um número maior de conversões e vendas.

Tudo isso sem que você precise investir grandes quantidades de dinheiro, nem contar com prazo de validade para que seu link se posicione entre os primeiros lugares nas pesquisas.

Mas também não vá pensando que seu tráfego orgânico poderá se multiplicar assim, da noite para o dia.

Para chegar lá, é preciso tempo, dedicação e conhecimentos básicos de otimização para manter sempre o seu site em alto nível.

Neste artigo, expliquei a importância do tráfego orgânico para o seu negócio e dei dicas para que você possa iniciar essa estratégia o quanto antes.

E você, o que tem feito para atrair mais visitantes para o seu site? Conhece alguma dica bacana que gostaria de compartilhar conosco?

Então, deixe seu comentário aqui embaixo!

Compartilhe