Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Mobile Marketing: O Que é e 10 Ações Para Usar na Sua Estratégia

mobile marketing

O mobile marketing é uma estratégia que a sua marca não pode ignorar.

Como o próprio nome diz, é o marketing feito especificamente para dispositivos móveis com o intuito de atrair, fidelizar e engajar clientes.

Sabe por que isso é tão importante?

5 bilhões de pessoas usam smartphones ao redor do mundo, de acordo com a pesquisa Digital in 2019.

Nas mídias sociais com acesso via mobile, existe uma taxa de penetração de 42% entre usuários.

O que significa que 3 bilhões de pessoas usam dispositivos móveis para acessar esses espaços digitais.

E só no Brasil, são 215 milhões de conexões mobile.

Ou seja: o marketing precisa considerar essa realidade a partir da criação de campanhas e ações específicas para os dispositivos móveis.

Se você não sabe como fazer isso, sugiro que leia este artigo com atenção.

Neste guia, separei as melhores dicas de ações e cuidados para elaborar o mobile marketing com assertividade.

Vamos nessa?

Me acompanhe a seguir.

guia completo de marketing digital

O que é mobile marketing?

ilustração sobre mobile marketing

Mobile marketing é um conjunto de estratégias de marketing voltadas para dispositivos móveis com a finalidade de interagir, engajar e influenciar clientes e leads de venda, a partir de um contato próximo da empresa com o usuário por meio da comunicação via smartphone.

Ou seja: ele é feito para alcançar as pessoas diretamente por meio dos dispositivos móveis que elas carregam todos os dias e a todo instante.

Entre os objetivos dessa estratégia, estão o relacionamento e a fidelização do cliente e o aumento do número de leads e vendas.

“Em certo sentido, é preciso ter uma estratégia de marketing  - sua mensagem, design e público-alvo  - e otimizá-la para a entrega por meio de um smartphone ou tablet”, diz Corey Wainwright, em um artigo para o blog Hubspot.

Para isso, tenha em mente que o mobile marketing deve usar todas as características e funcionalidades características desses dispositivos, sem os quais já não vivemos mais.

Aqui estão incluídos smartphones, tablets e até mesmo assistentes pessoais.

Para entender o que é mobile marketing, basta se lembrar da última vez que você recebeu notificação de algum aplicativo no celular.

Sim, esse tipo de interação foi pensada como parte da estratégia de marketing, proporcionando a você uma experiência com a marca.

É possível que alguma notificação até mesmo o levou a tomar uma ação, como entrar no aplicativo ou fazer uma compra, por exemplo.

Pois isso é mobile marketing.

As 4 principais vantagens do mobile marketing

fundo com símbolos relacionados ao mobile marketing em smartphone

Se você ainda não pratica o mobile marketing para conquistar melhores resultados no seu negócio, que tal repensar a sua estratégia?

Para ajudar, eu selecionei os quatro benefícios mais importantes de recorrer a esse conjunto de ações para interagir e engajar clientes. Descubra quais são abaixo.

1. O número de compras via mobile está crescendo

A primeira vantagem é bastante convincente: quanto mais você investir em mobile marketing, maiores serão os seus índices de venda.

Para você ter uma ideia, vendas por dispositivos móveis (m-commerce) representam 42,8% de todos os pedidos de e-commerce feitos em janeiro de 2019 no Brasil, de acordo com o relatório Webshoppers.

Em 2018, o e-commerce total cresceu 12%, enquanto o m-commerce cresceu 41% no mesmo período.

Ou seja: as pessoas estão comprando online e, para isso, utilizam principalmente dispositivos mobile.

Não é à toa que as fintechs fazem tanto sucesso hoje em dia: há cada vez mais pessoas fazendo transações financeiras pelo celular devido à comodidade e facilidade que ele proporciona.

2. Geolocalização mais assertiva

ilustração sobre geolocalização

Outro benefício é que o mobile marketing possibilita a segmentação de campanhas e anúncios conforme a localização do usuário.

Pois é, o seu GPS não serve apenas para guiar o caminho que você deve percorrer.

Ele será cada vez mais utilizado pelas empresas.

Por exemplo: você está caminhando em um shopping quando, de repente, recebe uma notificação de uma loja próxima dizendo que as peças estão com desconto.

Esse tipo de ação já é uma estratégia usada pelas marcas e, nesse caso, poderia ser um fator decisivo para que você entrasse na loja.

Percebe como a geolocalização tem potencial para atrair clientes, sobretudo para negócios locais, como lojas e restaurantes?

3. Aplicativos são cada vez mais usados

ilustração sobre apps e mão segurando smartphone

Essa é uma realidade que torna o mobile marketing ainda mais relevante.

Pense em como um aplicativo facilita a comunicação entre marca e cliente.

Lá o consumidor pode fazer vários tipos de interação, seja entrar em contato com a empresa, adquirir informações ou fazer compras dentro do app, por exemplo.

Isso significa que, no dia a dia, você fica mais presente na vida do cliente e tem uma relação mais próxima com ele.

4. Aparelhos móveis permitem comunicação mais rápida com o público

comunicação rápida por aparelhos móveis

Assim como os dispositivos móveis facilitaram a comunicação entre as pessoas, a interação entre marcas e clientes também foi favorecida.

Se antes o cliente precisava fazer uma ligação ou mandar um e-mail para a marca e vice-versa, agora a comunicação pode ser feita por aplicativo, WhatsApp e redes sociais  - para nomear algumas das possibilidades.

Dessa forma, as mensagens das empresas são entregue de forma eficiente e imediata, chegando rapidamente ao usuário por meio do celular.

Exemplo disso é a notificação push, recurso cada vez mais recorrente entre empresas para levar o usuário para dentro de um aplicativo ou site.

10 Ações de mobile marketing para você usar

profissional de marketing mobile

Há várias estratégias de mobile marketing que você pode aplicar em campanhas e ações no seu negócio.

A primeira coisa que você deve ter em mente é que, para colocar em prática essas ações, é necessário ter um objetivo bem definido por trás, como transmitir uma informação importante ou incentivar uma compra no aplicativo, por exemplo.

Dito isso, elenquei 10 ações de mobile marketing para você se inspirar e planejar a estratégia. Confira.

1. SMS

SMS como forma de mobile marketing

O SMS consiste basicamente em enviar mensagens de textos para clientes e leads, por exemplo, para oferecer um desconto, relembrar a data de um pagamento e dar outras informações relevantes.

Mas cuidado: só mande SMS para pessoas que estão cadastradas na sua lista de contatos.

Caso contrário, se o cliente não autorizou o envio de mensagem, você vai acabar prejudicando o relacionamento com ele.

2. WhatsApp

whatsapp como parte do processo de mobile marketing

O WhatsApp é ainda mais útil como um canal de atendimento ao cliente devido à sua facilidade de comunicação e agilidade.

Aqui aproveito para fazer uma ressalva importante.

O WhatsApp é considerado como uma ferramenta ainda mais privada do que o SMS, pois o consumidor pode sentir que seu espaço para falar com amigos e familiares está sendo invadido.

Portanto, nesse caso, você também não deve enviar mensagens sem a autorização do cliente.

E digo mais: mesmo com a permissão, mantenha a frequência de mensagens baixa e tenha extremo cuidado ao desenvolver o conteúdo, sempre prezando pela máxima relevância.

3. Bluetooth

O bluetooth nem sempre está ativado nos celulares das pessoas, mas vale a pena fazer uma ação com esse recurso mesmo assim.

Como o alcance do sinal é curto, trata-se de uma estratégia válida para atingir clientes que estejam perto da sua empresa.

Se lembra do exemplo da loja que manda mensagem sobre promoções?

É justamente essa lógica de usar o bluetooth como um meio para o mobile marketing.

Além de mensagens, você ainda pode compartilhar fotos e vídeos para divulgação.

A vantagem é que o uso do bluetooth é gratuito e simples de aplicar na prática.

4. Páginas responsivas

Sites responsivos são aqueles que adaptam seu formato a qualquer dispositivo no qual o usuário realizando o acesso.

Vá por mim: não há nada mais frustrante do que entrar em um site no smartphone e ele estar todo desconfigurado, com uma experiência de navegação ruim, pois mantém o formato para desktop.

E já que as pessoas usam cada vez mais os dispositivos móveis, ter páginas responsivas é uma obrigação das marcas  - até porque melhora a navegabilidade, e isso conta pontos para que o seu site seja bem posicionado no Google.

5. QR Code

formas de QR CODE

O QR Code é um código de barras em 2D que pode ser lido pela câmera do dispositivo móvel do usuário.

Uma vez que essa leitura é feita, ele é automaticamente redirecionado para outra página, seja para um site, seja para uma rede social, por exemplo.

E esse é um recurso que você pode incluir na estratégia, já que é simples de fazer e pode ser combinado até mesmo com o marketing tradicional.

Você pode, por exemplo, incluir um QR na embalagem do produto a fim de redirecionar o usuário para os seus canais digitais e, assim, fortalecer o relacionamento com ele.

6. Waze

marketing mobile através do aplicativo Waze

Já pensou em usar o Waze para fazer marketing?

Pois é, esse aplicativo também pode ser incluído na sua campanha.

Com o Waze Ads, recurso para fazer anúncios na plataforma, você pode direcionar alertas para o usuário quando o carro dele estiver parado no trânsito.

E o benefício é que as chances de conversão são altas, já que a mensagem é emitida para pessoas que estão próximas ao seu estabelecimento.

7. Google Meu Negócio

Essa é uma ferramenta gratuita que permite gerenciar a maneira como o seu negócio aparece para os usuários no Google Maps e no buscador.

Com ela, você pode destacar as principais informações da empresa, como localização, horário de funcionamento, serviços e produtos, fotos e avaliações.

Assim, quando um usuário busca por ela no Google (ou mesmo pesquise pelo produto ou serviço que você oferece), tem mais chances de se tornar um cliente em potencial.

8. Push Notification

É bem provável que você receba inúmeras notificações de aplicativos e sites no seu smartphone diariamente, estou certo?

Chamadas de push notifications, essas mensagens são importantes ferramentas para transmitir uma informação de forma rápida e eficiente para o usuário.

Você pode ainda fazer um call-to-action, relembrando o cliente de entrar no aplicativo ou fazer uma compra.

É o que faz, por exemplo, o iFood: envia push notifications para alertar os usuários de que tem cupom disponível, incentivando que peçam comida pelo aplicativo.

9. Google Voice

Google Voice como marketing mobile

Outra possibilidade é usar o aplicativo do Google para chamadas de baixo custo, serviço semelhante ao Skype, para se comunicar com clientes.

O Google Voice gera um número de telefone para o usuário, mas permite que as chamadas sejam feitas pela internet, e não por linha telefônica.

Ou seja: mais economia para o seu negócio e uma aplicação que funciona muito bem em dispositivos móveis.

10. Visual Search

O visual search está entre as tendências de mobile marketing.

Trata-se de uma pesquisa feita por meio da imagem.

Assim, quando o usuário aponta a câmera do dispositivo móvel, o buscador consegue ler a imagem e fazer a busca relacionada.

A previsão é de que, até 2021, as marcas pioneiras que redesenharem seus sites para apoiar a pesquisa visual e por voz aumentarão em 30% a receita do comércio digital (Gartner).

6 Dicas para ter sucesso nas campanhas de mobile marketing

profissional de mobile marketing em café concentrada

Depois de conferir as ações de mobile marketing que você pode aplicar, é hora de ver algumas dicas básicas para não cometer erros que podem comprometer a sua estratégia.

Nas próximas linhas, elenquei seis recomendações principais.

Confira:

1. Não seja intrusivo

Tenha uma coisa em mente: o marketing digital pressupõe relações consentidas.

Diferentemente da propaganda tradicional, aqui você precisa ter a permissão do cliente para estabelecer comunicação, conforme o que eu falei antes sobre o WhatsApp, por exemplo.

No mobile marketing, a regra de ouro é não ser intrusivo e não invadir o espaço privado do usuário.

Senão, você terá o efeito contrário. Vai deixar o cliente irritado e causar uma percepção negativa da marca.

No e-mail marketing, SMS e WhatsApp, só envie mensagens para usuários que foram cadastrados na sua lista e nunca compre listas de e-mail.

2. Entregue uma experiência valiosa

Hoje em dia, o marketing é focado em pessoas e na promoção de experiências significativas.

Por isso, a dica é que você sempre entregue valor para o usuário, gerando informações relevantes e tendo um propósito por trás de cada ação de mobile marketing.

Antes de elaborar uma campanha, questione: qual é o objetivo que quero atingir a partir das ações?

  • Engajar o cliente?
  • Incentivá-lo a fazer uma compra no site?
  • Contar sobre uma promoção que está rolando?

Ter a resposta já é meio caminho andado para elaborar uma ação que faça sentido.

3. Foque nos benefícios que você poderá entregar

Outra recomendação é sempre entregar vantagens para o usuário quando você realizar uma ação de mobile marketing.

Aqui eu trago novamente o exemplo do iFood, que manda notificações sobre cupons de desconto para comprar no aplicativo.

Perceba que, nesse caso, a mensagem não apenas convida o cliente a entrar no aplicativo, mas gera um benefício extra  - que, muitas vezes, é o que convence o usuário a utilizar o serviço.

Estou querendo dizer que, na prática, a taxa de abertura às suas ações é maior se o usuário receber algo em troca.

Portanto, foque nessa estratégia antes de entrar no dispositivo móvel do usuário.

4 .Seja honesto com seus clientes

ilustração sobre honestidade nos negócios

Nunca prometa nada que você não possa cumprir.

Se você fizer isso, além de frustrar o usuário, sua marca perderá credibilidade no mercado, estando sujeita até mesmo a reclamações em redes sociais.

Mais do que ser honesto, ainda é necessário transmitir as informações de forma clara e objetiva, para não gerar dúvidas e desentendimentos.

5. Desenvolva conteúdo amigável

Essa é uma dica que vale para qualquer conteúdo que você esteja desenvolvendo, desde o texto de uma notificação push ao que você posta nas redes sociais da empresa.

Primeiro: sempre considere o espaço disponível, se lembrando de que frases e parágrafos curtas e mensagens diretas são mais fáceis de serem lidar na tela do celular.

Seja direto e persuasivo e sempre privilegie o benefício que você está gerando para o usuário, conforme eu comentei antes.

6. Explore as redes sociais

As redes sociais podem ser as melhores amigas do seu negócio, já que é nesses espaços que você tem a chance de se relacionar com o cliente.

Fique atento: 81% dos brasileiros com 13 anos ou mais são ativos nas redes sociais, índice que alcance apenas 58% no restante do mundo.

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de horas gastas em redes sociais, com uma média de 3 horas e 34 minutos por dia (Digital in 2019).

Portanto, mantenha frequência de postagens, interaja com os usuários em comentários de publicações, aproveite para fortalecer a identidade e posicionamento da marca e aproveite o potencial que as redes sociais têm para a criação de comunidades.

2 Exemplos de campanhas de mobile marketing para você se inspirar

mesa de profissional digital

Por fim, separei dois exemplos de campanhas que você pode utilizar como referência na hora de planejar a estratégia de mobile marketing.

Conheça na sequência:

1. Nivea Sun Kids

Essa é uma campanha mobile que ilustra muito bem a oferta de valor ao usuário.

A Nivea disponibilizou aos pulseiras de monitoramento para crianças na praia que se comunicavam com o aplicativo da marca por meio do bluetooth.

Os pais podiam marcar a distância máxima que seus filhos deveriam percorrer na praia e, caso eles saíssem do perímetro, o aplicativo mandava um alerta pelo celular, evitando o problema comum de crianças perdidas na beira da praia.

2. Diesel

fachada da loja de roupas Diesel

A marca de roupas Diesel desenvolveu uma campanha aliando loja física e mobile.

Nas peças dentro da loja, foram colocados QR Codes que o usuário podia ler com a câmera de seu dispositivo móvel.

Automaticamente, era redirecionado para uma página no Facebook, onde podia dar like no item, e a interação aparecia diretamente na linha do tempo do usuário, criando uma experiência que integrava não apenas o cliente, mas seus amigos na rede social.

Conclusão

Já está cheio de ideias para inovar no mobile marketing?

Como vimos, há inúmeras possibilidades: usar redes sociais, aplicativos, recursos do Google e até mesmo um simples SMS.

Independentemente de qual for sua escolha, não se esqueça de pensar no foco por trás da ação de marketing, sempre privilegiando a oferta de algum benefício para o cliente.

Além disso, uma dica valiosa é respeitar e valorizar a confiança do consumidor.

Para isso, envie apenas as comunicações mais relevantes – aquelas que você tem certeza de que são do interesse dele.

Coloque essas dicas em prática e depois me conte como foi sua experiência.

E se o mobile marketing já faz parte da sua estratégia para atrair e fidelizar clientes, compartilhe nos comentários abaixo para que a gente possa trocar ideias.

guia completo de marketing digital

Compartilhe