Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Marketing digital para psicólogos: o que é e como fazer?

Marketing digital para psicólogos

Não faz mais sentido considerar o marketing digital para psicólogos um tabu ou algo a ser visto com ressalvas.

Assim como outros profissionais liberais, psicólogos também podem (e devem) promover seus serviços, tomando sempre o cuidado de respeitar a ética profissional.

Estamos falando de um mercado onde atuam nada menos que 433.500 profissionais, de acordo com o Conselho Federal de Psicologia.

Quem não se fizer notar certamente vai amargar o consultório vazio ou ficar com menos pacientes do que poderia.

Por outro lado, não é só uma questão de aparecer.

Em marketing digital, mais importante do que se mostrar para um grande público é se fazer notar pelas pessoas certas.

É isso que vou mostrar como fazer neste artigo, em que você vai aprender técnicas para divulgar o seu trabalho como psicólogo.

O que é marketing digital para psicólogos?

Gosto de pensar em marketing digital para psicólogos como um meio de ajudar as pessoas a desenvolverem o autoconhecimento e devolver a sanidade mental a quem precisa.

O assunto é muito sério, ainda mais no Brasil, onde as mortes por lesões autoprovocadas dobraram nos últimos 20 anos, passando de 7 mil para 14 mil casos registrados.

Nesse contexto, os profissionais de psicologia são imprescindíveis e precisam ter seus serviços valorizados.

O Marketing digital para psicólogos nada mais é do que uma forma de divulgar o seu trabalho e fazer com que mais pessoas saibam sobre a importância de cuidar da saúde mental. 

Através dele, você será capaz de conscientizar mais pessoas a respeito do seu trabalho, e a consequência é a sua agenda sempre cheia de pacientes prontos para melhorar de vida.

Marketing digital para psicólogos: por que apostar nele?

Por que apostar em marketing digital para psicólogos?

De acordo com a pesquisa Data Reportal (em inglês), da Hootsuite, em 2022, 165,3 milhões de pessoas usam a internet no Brasil.

A pesquisa também indica que, entre 2021 e 2022, o número de brasileiros usuários de internet aumentou em 3,3%.

Isso dá uma proporção de um psicólogo para cada 381 pessoas conectadas.

Ou seja, existe público para todo mundo.

Para contatar essas pessoas e chegar mais perto de alcançar seu potencial de clientes, minha dica é investir em marketing digital.

Veja a seguir algumas boas razões para isso.

Baixo custo

Como toda ação com o objetivo de expandir a oferta de um serviço, o marketing digital para psicólogos demanda investimentos compatíveis com o que se espera.

De qualquer forma, no geral é possível começar investindo muito pouco e ter resultados relativamente consistentes com valores baixos.

Para montar uma página no Instagram, por exemplo, o custo é zero, assim como em outras redes sociais.

No começo, o próprio psicólogo pode criar e publicar seus conteúdos, bem como campanhas a valores bastante acessíveis.

Mais público e audiência

De certa forma, enraizou-se no segmento de profissionais liberais a cultura da promoção baseada no boca a boca.

Nada contra essa estratégia, que aliás considero uma das mais eficazes.

Contudo, nem sempre a propaganda espontânea acontece naturalmente, como era de se esperar.

Investir em marketing digital é uma forma de acelerar o processo, informando a um público interessado que você pode ajudar a trabalhar suas questões existenciais.

Fortalecimento de marca

Quem disse que psicólogos não podem fazer seu próprio branding pessoal?

A propósito, no Instagram, o que mais tenho visto são profissionais do ramo atuando como influencers, publicando vídeos com dicas e orientações.

Usar as redes sociais, sites e blogs é uma solução rápida, direta e eficaz para criar e fortalecer a imagem profissional.

É bom para você, que assim pode expandir seus serviços, e para os pacientes, que ficam sabendo que há alguém capaz de ajudá-los a superar seus traumas emocionais.

Fidelização de clientes

Para um psicólogo, é muito frustrante quando um paciente não dá continuidade ao seu tratamento.

E raríssimos são os casos em que um paciente recebe alta com duas ou três sessões.

Manter cada paciente motivado e comprometido com o sucesso da terapia ao longo das semanas e meses é fundamental, não só para a saúde da pessoa como também para o desempenho do profissional.

O marketing digital é de grande utilidade nesse sentido, já que facilita a comunicação e permite que os pacientes recebam atenção individualizada.

Por meio de canais como email marketing e redes sociais, o psicólogo pode falar diretamente com cada um deles.

Lembretes por WhatsApp, mensagens de apoio e conteúdos ressaltando a importância de levar o tratamento até o fim são algumas formas de reforçar essa comunicação.

Aumentar networking

Profissionais atualizados com as práticas mais recentes tendem a ser mais procurados, e isso vale principalmente para os da saúde.

Uma maneira de fazer isso é por meio de contatos com colegas da profissão, gestores de clínicas e outros profissionais da área médica.

É muito comum, por exemplo, o trabalho em conjunto entre psicólogos e psiquiatras, em que um pode indicar os serviços do outro.

O marketing digital potencializa essa relação, conectando mais rapidamente especialistas de diferentes segmentos e os psicólogos que trabalham em uma mesma localidade.

Educar seu público-alvo

Lembro bem de, na infância, ficar maravilhado com certas propagandas na TV.

Porém, embora eu gostasse das músicas, do estilo e da abordagem, uma coisa me incomodava: às vezes, elas eram apelativas demais.

O marketing digital veio para mudar isso, por meio de uma promoção menos agressiva e mais voltada para informar o público.

Essa é a característica que mais me fascina no marketing pela internet e isso está disponível também para os psicólogos.

Promoção da saúde mental

Não poderia deixar de ressaltar aquele que considero um dos pontos mais positivos, que é a promoção da saúde mental.

Mais de 50% dos brasileiros relataram que sua saúde mental piorou de 2020 para 2021, um índice superior a outros 30 países pesquisados.

Ninguém melhor e mais capacitado para resolver isso do que o psicólogo, o profissional cuja missão é ajudar as pessoas a alcançar o bem-estar psíquico.

Como fazer marketing digital para psicólogos

Como fazer marketing digital para psicólogos?

Outro ponto positivo do marketing digital para psicólogos é que, com ele, é possível levar para mais pessoas a mensagem de que há solução para males como depressão e ansiedade.

No Brasil, onde essas doenças ainda são alvo de um forte estigma, só mesmo com muita informação para fazer as pessoas despertarem para a necessidade de tratamento.

Veja a seguir como fazer isso do jeito certo, por meio do marketing digital.

Conheça seu público

Apesar de em muitos casos caminharem juntas, ansiedade e depressão não são a mesma doença.

Traumas do passado, problemas de relacionamento, psicopatias e sociopatias são, por sua vez, doenças psíquicas que demandam diferentes abordagens.

O marketing digital é indicado para psicólogos que, mirando em uma persona, podem criar conteúdos que dialoguem com diferentes perfis de pacientes em potencial.

Aposte em suas redes sociais

Como vimos, é bastante comum ver no Instagram e em outras redes sociais psicólogos/influencers.

Falando em Instagram, de acordo com a Opinion Box, 58% das pessoas que usam essa rede já compraram algo motivadas por influenciadores.

Você também pode aproveitar essa oportunidade para criar um público que, ao ser fidelizado, levará a sua mensagem para mais pessoas.

Crie conteúdo útil e que agregue para sua persona

Pode ter certeza de que, na internet, se você criar conteúdos que resolvam os problemas das pessoas, audiência não vai faltar.

Lembre-se dos milhares de brasileiros que estão sofrendo com problemas mentais ou que têm algum amigo ou familiar em apuros.

Ao publicar vídeos e conteúdos que levem respostas às pessoas, cria-se uma sensação de gratidão, fazendo com que as pessoas procurem você quando tiverem alguma dúvida.

Considere gravar vídeos

Falei de vídeos algumas vezes neste conteúdo e não é por acaso.

Segundo uma pesquisa publicada no site da Oberlo, 73% dos brasileiros costumam compartilhar vídeos em suas redes sociais ou com amigos.

Com tanta gente consumindo esse tipo de conteúdo, seria até uma insensatez deixar de fazer vídeos e de investir em SEO para Youtube para promover os seus serviços.

Anuncie seus serviços

Investir em mídia paga não é proibido para psicólogos.

Pelo contrário, o que não pode é deixar de aproveitar o potencial dos anúncios para divulgar o seu consultório, privando as pessoas que precisam do seu atendimento.

Plataformas para isso não faltam, com destaque para o Facebook e Instagram, sem falar do Google Ads.

Seja estratégico em seu planejamento

O que faz do marketing digital superior é que, com ele, você consegue alcançar as pessoas realmente interessadas em suas soluções.

É uma via de mão dupla, na qual uma série de estratégias conectam leads e marcas.

Entre as que mais recomendo estão as de conteúdo, bem como os anúncios nas redes de display e de pesquisa, preferencialmente no formato Rich Media. 

Foque em criar conexões

O tratamento psicológico tem como um de seus propósitos reintegrar pessoas à sociedade e à família.

Por isso, nada mais adequado do que usar o marketing digital para criar conexões com as pessoas e mostrar na prática como exercitar a empatia.

É um bom exemplo de como usar as redes sociais para ajudar as pessoas e, ao mesmo tempo, promover sua atividade.

Use e desenvolva seu e-mail marketing

A partir do que vimos, a continuidade da terapia é um desafio para os psicólogos.

Um canal que você pode usar para frear a evasão de pacientes é o email marketing.

Uma das vantagens é que, diferentemente das redes sociais, as mensagens não são descartadas tão facilmente.

Use-o para lembrar de consultas, enviar conteúdos educativos e até divertidos, desde que tenham relação com o tratamento e o contexto do paciente.

Crie um site

As redes sociais e o email marketing ajudam, mas não são tudo quando se trata de marketing digital para psicólogos.

Junto a essas plataformas, é altamente recomendável que se invista em SEO por meio de publicações regulares em um blog.

Assim, você consegue abordar temas que exigem um aprofundamento maior, aumentando sua credibilidade e autoridade enquanto ganha posições nos resultados SERP dos principais motores de busca. 

Aposte em SEO Local

Por outro lado, ser visto no Google pode não significar muito para quem tem um consultório de psicologia, já que esse é um público local.

O SEO local, nesse caso, responde ao desafio de chegar às pessoas que morem perto ou estejam próximas o bastante para recorrer aos seus serviços quando precisarem.

A propósito, o Google já vem privilegiando os resultados locais nas buscas, até porque hoje a maioria delas é feita por dispositivos móveis.

Aproveite esse embalo para alcançar as pessoas certas.

Tenha uma boa estratégia de conteúdo

Um SEO eficaz e que gera resultados depende de uma estratégia que dê conta do objetivo proposto.

Digamos que você seja uma psicóloga especialista em terapia para fobias e que atende no centro de Natal-RN.

Nesse caso, você vai precisar definir de que forma pretende chegar às pessoas nesse perfil e que estejam perto dessa localidade.

Comece pela definição de uma persona e, em seguida, faça a escolha das palavras-chave, usando a ferramenta Ubersuggest.

Demonstre sua autoridade

Dica para fazer marketing digital para psicólogo

Todo conteúdo publicado é uma oportunidade de mostrar o quanto você domina a profissão e sua competência em ajudar as pessoas que precisam.

Por isso, sempre que gravar um vídeo ou criar um texto, procure embasar aquilo que diz com a sua experiência e, sempre que necessário, citando outros autores.

Não se esqueça de analisar!

Marketing digital é um esforço contínuo de criação de estratégia, produção de conteúdo e, principalmente, de análise de resultados.

Uma das especialidades focadas nisso é a de Conversion Rate Optimization, ou CRO, a otimização para taxa de conversão, da qual já andei falando por aqui.

Fique atento à legislação

Assim como médicos e advogados precisam seguir códigos de conduta ao divulgar seus serviços, psicólogos também precisam respeitar regras específicas para a profissão.

A principal referência nesse sentido é a Nota Técnica CFP 1/2022, que trata da publicidade para psicólogos em redes sociais.

Conclusão

O marketing digital para psicólogos funciona, e é sem dúvida o caminho mais curto para ligar você aos seus futuros pacientes.

Com as dicas que mostrei aqui, tenho certeza de que suas ações serão muito mais eficazes.

Se você precisar de apoio profissional para cuidar do seu marketing digital, conte comigo e a minha equipe.

Ficou com alguma dúvida ou quer acrescentar algo?

Deixe um comentário, terei prazer em responder!

Compartilhe