19 Dicas De Como Ganhar Visualizações No YouTube Em 2020

mao masculina segurando folha com icone do aplicativo youtube em fundo vermelho

Saber como ganhar visualizações no YouTube está entre os principais desafios para empresas ou pessoas que queiram expandir seus negócios na internet.

Afinal, são mais de um bilhão de usuários ligados na rede, segundo o próprio YouTube. Isso quer dizer que um terço da internet está lá.

Além disso, mais de um bilhão de horas de vídeos são assistidos na plataforma todos os dias.

Olhando esses dados, parece até loucura que ainda existam marcas ignorando o poder dessa mídia social para evoluir.

Mas, verdade seja dita: conseguir as tão sonhadas visualizações no YouTube não é tarefa fácil e nem acontece da noite para o dia.

Envolve comprometimento, estratégias bem definidas, bastante dedicação e uma boa dose de criatividade.

Isso não quer dizer também que seja impossível.

Foi pensando nisso que eu criei esse tutorial com 19 dicas infalíveis para você alcançar visualizações no YouTube.

Vamos lá?

Antes de produzir o próximo conteúdo para seu site, você precisa definir uma estratégia de marketing de conteúdo que vá trazer resultados para o seu negócio. Então clique aqui e veja o Guia Passo a Passo do Marketing de Conteúdo.

Guia Passo a Passo do Marketing de Conteúdo

O que dá mais visualizações no YouTube?

alcance de visualizaçoes e curtidas de canal do aplicativo youtube

Não existe um fator isolado, e sim uma série de ações que vão ajudar a conquistar visualizações em seu canal.

Talvez a métrica mais importante a se considerar seja o tempo que as pessoas passam assistindo ao seu vídeo.

É preciso que ele seja interessante e útil desde o começo.

E como conseguir essa proeza?

Isso é o que eu vou abordar nos próximos tópicos. Então, fique de olho!

1. Tenha objetivos claros em mente

Antes de mais nada, você precisa definir qual é a sua intenção com a publicação dos vídeos.

É importante entender que cada conteúdo que você posta pode gerar diferentes resultados para o seu negócio.

E o que as empresas geralmente buscam no YouTube?

Existem várias respostas para essa pergunta:

  • Autoridade
  • Reconhecimento da marca
  • Conversão
  • Leads
  • Aumento de vendas.

E por aí vai.

Quanto mais claro seu objetivo estiver, mas facilmente você produz e direciona seu conteúdo.

Essa etapa também vai ajudá-lo a planejar o call to action ideal, ou seja, orientar que o usuário contribua com sua meta ao realizar uma ação.

Portanto, foco na estratégia!

2. Determine o tipo de vídeo

maos femininas segurando tablet em tela inicial do aplicativo youtube

Escolha que tipo de assunto que você vai abordar com seu público.

Quem está acostumado a usar o YouTube, sabe da quantidade gigantesca de temas que existem na plataforma.

Mas, por favor: não caia no erro de querer agradar a todos e falar sobre tudo o que der na telha.

Isso é um erro muito comum e deve ser evitado para que você não perca inscritos.

Quer saber por quê?

Quando a pessoa assiste ao seu vídeo e começa a te seguir, é porque se interessa pelo tema sobre o qual acabou de visualizar e, muito provavelmente, quer receber mais atualizações sobre aquele assunto específico.

Se esse usuário resolveu se inscrever no seu canal por causa do seu vídeo sobre cinema, por exemplo, ele vai ficar no mínimo confuso caso, na próxima semana, se depare com um conteúdo com dicas de maquiagem, concorda?

Logo, se você começa a divagar sobre outros assuntos, a pessoa simplesmente não tem mais por que te seguir.

Você estará, no mínimo, causando um “flood” no YouTube dela com conteúdos aleatórios.

O mesmo vale para as empresas. É importante que os temas definidos tenham a ver com a sua área de atuação, com seu segmento de mercado.

Entre os tipos de vídeo mais comuns, estão:

  • Reviews de produtos
  • Tutoriais e “Faça você mesmo”
  • Vlogs
  • Gaming
  • Humor.

Seja qual for o seu caso, lembre-se de que ter autoridade no assunto é fundamental.

Ninguém quer assistir a um vídeo que não passa confiança no que apresenta, e nem você vai conseguir produzir conteúdos bons o suficiente se não dominar o tema escolhido.

3. Foque na relevância do conteúdo

Antes de começar um roteiro sobre seu conteúdo, faça as seguintes perguntas:

  • O meu conteúdo é relevante para meu público?
  • O conteúdo é capaz de resolver um problema?
  • Ele é útil para quem assiste?
  • É melhor do que o conteúdo dos meus concorrentes?

Caso a resposta seja sim para todas essas perguntas, então, vá em frente.

Se não, talvez você precise rever sua estratégia.

É sempre bom lembrar que o usuário está a apenas um clique de um próximo vídeo. E se ele não enxergar utilidade em um conteúdo, não tem por que perder tempo ali.

4. Interaja com seu público

digital influencer fazendo live no aplicativo facebook e interagindo com seguidores

Isso vale não só para o YouTube, mas para qualquer rede social onde você estiver.

Seu público quer receber atenção, ser ouvido e correspondido. Isso faz com que ele se sinta especial e mostra que você tem consideração por quem admira o seu trabalho.

Para isso, invista também em atividades interativas, como enquetes ou lives.

Transmissões ao vivo tornam tudo ainda mais emocionante.

Quanto mais você mantém uma boa relação com seu público, mais tempo ele tende a ficar perto de você.

guia completo de marketing digital

5. Faça um conteúdo de qualidade

Que maravilha a possibilidade que as redes sociais nos deram de publicar conteúdos de forma mais autônoma, não é mesmo?

Nunca foi tão fácil fazer o upload de um vídeo. E você nem precisa de nenhuma produção hollywoodiana para isso.

Mas isso também não quer dizer que você pode sair gravando de qualquer jeito.

Para garantir views, é importante que seus vídeos demonstrem profissionalismo e personalidade.

Por isso, fique atento a estes detalhes:

Roteiro

Antes de começar, estruture suas ideias e estude bastante sobre o tema que irá abordar.

Comece dividindo os assuntos do seu conteúdo em tópicos que serão abordados ao longo do vídeo.

Isso vai deixar a sua produção mais organizada, além de lhe dar mais segurança na hora de falar.

Se você conhece bem o seu público, ótimo! Conte com isso para escrever um roteiro com o assunto ideal e a linguagem certa.

Um roteiro também vai orientar o tempo de duração do seu vídeo, que, via de regra, não deve ser nem muito longo e nem muito curto.

Agora, um ponto muito importante: em média, você tem cerca de 10 segundos para fazer com que o espectador continue assistindo ao seu vídeo até o final.

Por isso, é bom pensar em uma introdução bombástica. Use a criatividade e foque suas energias na elaboração dessa etapa.

No mais, valorize sempre a naturalidade. Ninguém quer ver um robô lendo um roteiro decorado.

Com o tempo e um pouco de prática, pode apostar que você vai tirar tudo isso de letra.

Ambiente e filmagem

Nada contra querer gravar com um visual bonito ao fundo para chamar a atenção dos seus espectadores.

Mas, às vezes, uma vista para o mar sem um equipamento adequado pode custar caro: vento, sol forte e diversas interferências são alguns exemplos do que pode dar errado se a escolha do ambiente não for muito bem pensada.

O ideal é que o vídeo seja gravado em um local com boa iluminação e com pouca poluição visual ou sonora.

Aposte em equipamentos de boa resolução e não hesite em experimentar ângulos diferentes para dar mais autenticidade ao seu vídeo.

Som

Infelizmente, algumas câmeras e celulares não possuem um bom microfone embutido.

A boa notícia é que você não precisa de muito para gravar um áudio de qualidade: basta recorrer aos microfones externos, que podem ser direcionais (boom) ou os de lapela, mais comuns e práticos para ambientes menos barulhentos.

Em último caso, os microfones de smartphones mais modernos costumam ser suficientes em ambientes fechados.

O importante é sempre checar se o áudio não tem nenhum ruído. Um som inaudível pode matar seu conteúdo.

Edição do vídeo

laptop com ediçao de video em tela sob mesa com materiais de video em sua volta

Você quer que seu vídeo fique atraente, longe de parecer algo amador, correto?

Então, alguns pontos devem ser levados em consideração, como:

  • Cortes
  • Áudio
  • Efeitos
  • Resolução.

Entre outros detalhes ajustáveis durante o processo de edição.

Acontece que muita gente corre do YouTube só de pensar em editar um vídeo. Se for essa a sua desculpa, seus problemas acabaram.

Para quem está começando, ferramentas como o Movavi são ideais – super simples de usar, gratuito e edita vídeos em apenas 20 minutos.

Topa experimentar?

6. Faça parcerias

criadores de conteudo do aplicativo youtube fazendo video com parcerias para canal

Assim como você, tem muita gente querendo ganhar visualizações no YouTube.

Em vez de enxergá-los como concorrentes, experimente ver como parceiros.

São produtores de conteúdo, influenciadores digitais e marcas presentes na plataforma que podem criar vídeos em colaboração.

É como uma estratégia de co-marketing, que serve para divulgar os canais de todos os envolvidos

Para encontrar potenciais parceiros, mire nos canais voltados ao mesmo público que o seu, pois é preciso que haja interesse comum.

Procure conhecer quem são as referências mais influentes sobre o seu nicho e convide-as para um bate-papo.

Todo mundo sai ganhando.

7. Organização do canal

pagina inicial de aplicativo youtube em tela de computador

A organização do seu canal é importantíssima para fortalecer a sua imagem e contextualizar o usuário dentro da sua página.

Em primeiro lugar, faça um vídeo de apresentação para a página principal do seu canal. Fale sobre seus conteúdos e o que mais as pessoas poderão encontrar ali.

Não deixe também de construir uma playlist com seu conteúdo estruturado por assuntos.

Isso vai incentivar a pessoa a continuar no seu canal em busca de novos vídeos relacionados.

8. Escreva Um Bom Título

ilustraçao de pagina do site youtube com video em tela

Um bom título é um título atrativo.

Ele deve chamar a atenção do usuário com poucas palavras, e é super importante que tenha total relação com seu conteúdo.

Caso contrário, pode ter certeza de que o espectador não vai durar nem cinco segundos ali.

Outra dica importante: por mais que seu perfil no YouTube seja o máximo e você queria divulgá-lo, nunca coloque o nome do seu canal antes do título do vídeo.

Mas como fazer um título chamativo e ao mesmo tempo buscável?

Bom, primeiro, é fundamental trazer a palavra-chave do seu conteúdo para o título.

Em vez de usar termos muito genéricos, procure encontrar a keyword mais específica possível para seu conteúdo.

Para descobrir o que as pessoas andam buscando em relação a seu assunto de interesse, use ferramentas como o SEM Rush, o Google Keyword Planner ou a minha Ubersuggest.

9. Escolha Uma Boa Thumbnail

mulher sentada em sofa segurando tablet na pagina inicial do aplicativo youtube

Thumbnail é a miniatura do seu vídeo que vai aparecer para o usuário. É como se fosse, digamos, o cartão de visita do seu conteúdo.

Por isso, nada de preguiça aqui.

A sua thumbnail deve ser atrativa e resumir em uma só imagem toda a ideia sobre o conteúdo que você vai abordar.

Quanto mais bonita e harmoniosa for, mais vai chamar a atenção dos usuários que estão procurando conteúdos relacionados aos que você produz.

Ela traz personalidade e reforça toda uma identidade visual, dando também um ar de profissionalismo (ou total amadorismo, se errar na dose).

Para acertar na escolha da thumbnail, evite que ela fique muito poluída de informações.

O texto não deve ocupar mais do que 30% da imagem e precisa ter alguma relação com o título do seu vídeo.

A verdade é que a gente tende a prestar mais atenção na imagem do que no texto, e, por isso, ela deve ser priorizada.

Caso a edição de vídeos não seja o seu forte, felizmente, existem alguns programas que podem te ajudar com isso. Experimente:

10. Atenção à Descrição

Em primeiro lugar, nós precisamos sempre lembrar que o YouTube é, antes de mais nada, um buscador – o segundo maior depois do Google, por sinal.

Acontece que o YouTube não consegue interpretar seus vídeos da mesma forma que o Google faz com os textos, uma vez que ele trabalha com metadados.

Isso significa que o conteúdo do seu vídeo será ranqueeado essencialmente pelos caracteres.

Então, se sua ideia é atrair mais visibilidade para seus vídeos, garanta que a palavra-chave esteja presente no título, na descrição, nas tags e onde mais couber, tudo bem?

Na descrição, em especial, você pode aproveitar para colocar ainda informações adicionais, pedir algum tipo de interação com seu público ou postar links relevantes ao seu conteúdo.

Transcreva o seu vídeo na descrição

Está aí outra maneira de elevar o posicionamento do seu conteúdo e aumentar suas chances de busca.

Quanto mais palavras-chave relacionadas ao conteúdo você incluir na transcrição, melhor o Google e o YouTube conseguem direcionar seu material para as pessoas certas.

11. Utilize Legendas

O recurso de closed caption, ou legendas, além de deixar seu vídeo mais inclusivo para quem assiste, também aumenta as chances para que ele seja encontrado nas buscas dos usuários.

12. Aproveite As Tags

ilustraçao demonstrando video no youtube com simbolo de hashtag em tela

Muita gente não dá a devida importância às tags, mas são elas que vão ajudar a divulgar seu vídeo e fazer com que as pessoas o encontrem mais facilmente.

Elas são as palavras-chave do seu vídeo e a principal forma de organização do Google e do YouTube.

É isso que faz com que o seu conteúdo apareça quando alguém fizer uma pesquisa específica, e não um vídeo aleatório.

Então, novamente: assim como no título, use aqui palavras mais específicas para se diferenciar dos demais conteúdos, e ajudar o usuário a encontrar exatamente aquilo que você oferece, ok?

13. Atenção ao tempo do vídeo

Cuidado, muito cuidado aqui.

Nos dias de hoje, ninguém tem mais tempo a perder.

Se a pessoa escolheu seu vídeo para resolver um problema ou aprender uma coisa nova, dê a ela a resposta no tempo que ela espera encontrar.

Portanto, evite o famoso embromation e seja objetivo. É por isso que o roteiro que citei lá atrás é tão importante!

Para não se perder, procure adaptar um número de palavras que não deixe o vídeo nem tão curto, e nem muito longo, com uma média de 5 minutos.

14. Poste vídeos com frequência

Seja consistente. As pessoas que seguem o seu canal esperam regularidade de conteúdo – e o algoritmo do YouTube também!

Quanto mais você vai deixando as publicações de lado, menos relevância o YouTube vai dar a elas na hora em que você postar novamente.

Para não vacilar, você nem precisa postar todos os dias – basta que os posts tenham alguma continuidade.

Isso significa que, se a sua escolha foi postar uma vez por semana, seja consistente com ela, e não espere um mês para postar novamente.

15. Divulgue os vídeos nas redes sociais

Em quais redes sociais você ou sua empresa estão inscritos?

Faça esse levantamento e não deixe de divulgar seus uploads em todas elas para que seus seguidores possam saber em primeira mão das novidades.

Lembre-se de que as tags também são muito valiosas para a divulgação do seu conteúdo.

16. Comente vídeos populares do seu nicho com o seu vídeo

Você sabia que pode comentar um vídeo no YouTube postando outro vídeo?

E você pode fazer isso sem que essa ação se pareça com spam.

Para isso, pesquise os vídeos mais populares, que tenham a ver com seu nicho e identifique nos comentários perguntas não respondidas.

Você pode, então, criar um conteúdo específico sobre a dúvida da galera e postar nos comentários, como um convite para conhecer o seu canal.

Uma alternativa útil, relevante e o principal: não é feita de forma arbitrária.

17. Coloque seus melhores vídeos como recomendados

Sim, você pode fazer isso.

Escolha aquele seu vídeo que mais bombou de visualizações e o recomende ao final de novas publicações.

Isso é ótimo para reter o espectador e fazer com que ele permaneça no seu canal.

18. Faça experiências com anúncios

maos masculinas segurando tablet em mesa com teclado de computador com a frase video ads em tela

O YouTube oferece diversas possibilidades para se trabalhar com anúncios. E eles podem ser justamente o que faltava para completar sua estratégia de alcançar a tão sonhada audiência.

Os anúncios em vídeo, por exemplo, podem aparecer no início, no meio ou ao final do conteúdo, oferecendo ou não a possibilidade de o usuário pular o conteúdo.

Para isso, basta ter uma conta no Google Ads, o antigo Adwords.

19. Construa uma base de assinantes

opçao inscrever-se em canal do site youtube em tela de computador

Para fazer isso de forma efetiva, você pode contar com a ajuda do YouTube Ads, a plataforma de anúncios pagos da rede social.

Com ela, você consegue segmentar dados bastante específicos, como gênero, idade e local. Assim, direcionar seus conteúdos para o público ideal.

Conclusão

Desde que foi fundado, em 2005, o YouTube teve um crescimento explosivo.

É a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo e, por isso, não deve ficar de fora da sua estratégia.

Justamente por conta do crescimento desenfreado de usuários e de YouTubers, muita gente pensa que não tem chance diante da concorrência.

Mas isso não é verdade.

Com as dicas que apresentei neste post, é possível potencializar as visualizações dos seus vídeos e levar seus negócios a um outro patamar.

E aí, está preparado para colocar todas as dicas em prática?

Deixe seu comentário abaixo, dividindo a sua experiência no YouTube com os demais leitores.

Guia Passo a Passo do Marketing de Conteúdo

Compartilhe