Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Bing: como ele funciona e quais são seus recursos

bing

Quando você pensa em um motor de busca, qual é o primeiro nome que vem à cabeça? Provavelmente não é o Bing, certo? 

Mas quero já te dizer de antemão que você não deve fechar os olhos para esse competidor do Google.

Lançado pela Microsoft em 2009, nasceu com a promessa de ser uma alternativa ao seu principal rival.

E ele tem feito um trabalho interessante para cumprir essa promessa, principalmente quando adicionamos a inteligência artificial nessa equação.

Então, mesmo que ele ainda seja visto como o “outro” motor de busca, está na hora da gente se atentar mais com o potencial dele — e inclusive, aproveitá-lo.

Ela pode ter muito mais a oferecer do que imaginam.

A partir de agora, minha missão vai ser descomplicar tudo sobre esse tema e você está convidadíssimo para continuar lendo e descobrindo sobre o Bing comigo.

Bora nessa?

Ó, só uma coisinha antes: meu time preparou um material com tudo que você precisa saber sobre as IAs generativas e como elas têm impactado o seu negócio.Só clicar e baixar!

banner ias generativas

O que é o Bing?

o que é o bing

Para responder isso, não podia deixar de perguntar ao próprio Microsoft Bing o que é ele, ou melhor, quem é ele. 

E o resultado que eu tive foi:

“O Bing é um motor de busca da Microsoft que surgiu em 2009 para substituir o Live Search. Ele oferece vantagens nas estratégias de anúncios, como a possibilidade de validação da notícia, a opção de salvar os resultados e a plataforma de anúncios da Microsoft Advertising. “

Quem disse isso foi o Chat dele (função que eu vou falar um pouquinho mais para frente).

Mas, na prática, estamos falando de uma plataforma robusta, projetada para facilitar a busca de informações na internet de uma forma mais intuitiva e visual.

Ele oferece funcionalidades únicas e práticas, como a integração com a Cortana, a assistente de inteligência artificial da Microsoft, facilitando buscas por voz e ações personalizadas, por exemplo.

Em termos de pesquisa, que é o que realmente importa, ele fornece resultados relevantes e possui um sistema de recompensas para usuários frequentes.

E aí, vem a outra pergunta:

Afinal, o Bing é usado?

Sim, ele é usado!

Diga-se de passagem, bateu o número de 100 milhões de usuários ativos diários em março de 2023.

Esse marco, inclusive, é bem importante, pois vem muito em conta do novo (mas não tão novo agora) recurso Chat.

Claro, ele não tem a mesma dominância de mercado que o Google possui, mas isso não significa que ele esteja no escanteio. 

Na verdade, pelo contrário: o Bing tem uma base de usuários fiel e significativa, especialmente em certos nichos e regiões.

Em alguns mercados, como os Estados Unidos, ele detém uma parcela considerável do mercado de motores de busca. 

Já outra especificidade vem da faixa etária.

A distribuição do público dele nos Estados Unidos em março de 2018, por faixa etária, feita pelo Statista, mostrou que 20% dos usuários no país tinham entre 45 e 54 anos.

Ele é frequentemente a escolha padrão em navegadores e dispositivos específicos, o que ajuda a manter sua relevância e uso — principalmente quando estamos falando de desktop.

Um dos fatores que contribui para sua utilização é a integração com produtos da Microsoft. 

Por exemplo, no Windows, ele tem integração com outras ferramentas do ecossistema Microsoft, como o Office e o Azure.

Quais as diferenças entre Bing e Google?

diferenças entre bing e google

Você já sabe que a função básica é a mesma: mecanismo de busca. 

Mas claro que existem muitas diferenças entre eles. 

A começar pelo fato de que o Google detém 92% do mercado brasileiro, enquanto o outro tem perto de 3%, de acordo com o relatório da Statista.

Em termos de usabilidade, vou explicar algumas:

  • Interface e experiência do usuário: o Bing é conhecido por sua interface visualmente atraente, com imagens de fundo que mudam diariamente e apresentam informações interessantes sobre a imagem. O Google, por outro lado, opta por uma abordagem mais minimalista e focada na velocidade — mas isso vem mudando também;
  • Resultados de busca: os motores usam algoritmos diferentes, o que pode levar a variações nos resultados de pesquisa. O Google é frequentemente elogiado pela relevância e precisão de seus resultados, devido ao EEAT, enquanto o Bing é conhecido por fornecer respostas integradas mais detalhadas diretamente nos resultados de busca;
  • Integração com serviços: a diferença aqui são os serviços, na verdade. O Bing é integrado com outros produtos da Microsoft, como Cortana e o Office, enquanto o Google oferece integração com seu próprio ecossistema, incluindo o Google Assistente e o G Suite;
  • Preferência regional: o Bing tem uma presença mais forte em certas regiões, como nos Estados Unidos, onde é frequentemente o motor de busca padrão em dispositivos e navegadores Microsoft. O Google, por outro lado, domina a maioria dos mercados globais, inclusive, o Brasil!

Diferenças entre o Microsoft Advertising e o Google Ads

O Microsoft Advertising (anteriormente conhecido como Bing Ads) e o Google Ads são as duas principais plataformas para publicidade em motores de busca. 

Imagino que só pelo nome já dá para entender isso, certo?

São formas poderosas e eficazes de alcançar clientes, mas têm algumas diferenças chave.

Naturalmente, pensando no Brasil, o Google Ads tem um alcance maior, graças à dominância do motor.

No entanto, o Microsoft Advertising oferece acesso a uma audiência única através da rede da Microsoft, que inclui o Bing, Yahoo e outros sites parceiros. 

Isso pode ser particularmente valioso se o seu público-alvo usa esses motores de busca com mais frequência — aí, claro, você precisa ter esses dados…

Geralmente, o Microsoft Advertising oferece um custo por clique mais baixo em comparação com o Google Ads. 

Isso pode ser uma vantagem para empresas com orçamentos de publicidade mais limitados, pois permite obter mais cliques pelo mesmo investimento. Mas se o público não trafega por lá, nada feito.

Vale dizer também que o Ads se integra perfeitamente com outras ferramentas do Google, como Google Analytics e YouTube.

Por outro lado, o Advertising se integra com produtos da Microsoft, como LinkedIn (um grande trunfo para anúncios B2B!) e outros serviços da Microsoft.

Ambas as plataformas oferecem uma variedade de extensões de anúncio, mas podem variar em tipos e funcionalidades. 

Aqui o negócio é entender qual plataforma oferece as extensões que melhor se alinham com seus objetivos de publicidade.

Apesar dos dois oferecerem opções robustas de segmentação, o Google Ads geralmente oferece uma segmentação mais refinada devido ao seu grande volume de dados.

Outro ponto também é a interface: a do Google Ads é muitas vezes vista como mais intuitiva e fácil de usar, especialmente para iniciantes. 

O Microsoft Advertising tem melhorado nesse aspecto, mas ainda pode ser considerado menos amigável para novatos.

Um ponto forte do Microsoft Advertising é que seus anúncios são exibidos em vários motores de busca, enquanto os anúncios do Google Ads são limitados ao ecossistema do Google.

Bing AI

Não podia falar das diferenças dos buscadores sem falar do Bing AI. Essa foi uma proposta que estremeceu até o próprio Google — e que tem chamado a atenção.

A partir das tecnologias de inteligência artificial da OpenAI, as funcionalidades de pesquisa passam a ter muitas mais qualidades.

A grande estrela disso tudo é o Chat, que torna a experiência de pesquisa significativamente enriquecida.

Você consegue executar tarefas mais complexas de forma eficiente, como, por exemplo, fazer várias pesquisas de uma só vez.

Agora, é bom ter em mente que ele não é um “faz tudo”, tipo o Chat GPT, como gosto de dizer, mas sim um assistente de pesquisas. 

Não gosto nem de trazer a ideia de Chat GPT x Bing, porque não é uma briga muito justa.

Dito isso, ele também tem a função de Redação, para ajudar nesse tipo de criação. 

Outro destaque vai para a aba de Insights, que analisa o site com informações do tipo “tráfego mensal da página” ou “países que mais o acessam”.

Curiosidade: fiz esse teste simples na página inicial de pesquisa e o olha só. Estados Unidos, China, Japão e Índia dominam.

bing ai

Recursos do Bing

De maneira geral, mesmo com o Chat (a diferença de fatia do mercado é muito grande!), ele ainda fica à sombra do Google. 

Mas isso não quer dizer que ele tenha uma série de recursos interessantes que o tornam uma opção valiosa para buscas na internet. 

Bora conhecê-las?

Imagens de fundo e informações relacionadas

O Bing é famoso por suas belas imagens de fundo que mudam diariamente. 

Confesso que eu acho isso bem legal!

Cada imagem geralmente vem acompanhada de fatos interessantes e links para explorar mais sobre o tema, tornando a página inicial uma experiência mais rica e educativa.

Maps

São os recursos de visualização de mapas, direções de rotas e informações de tráfego — que nem você já conhece de outro buscador…

Ele também inclui vistas de ruas e imagens de satélite, o que é uma experiência de mapeamento abrangente.

Rewards

Esse é o diferencial que eu falei antes.

É o programa de fidelidade que recompensa os usuários por suas buscas regulares e outras atividades. 

Os pontos acumulados podem ser trocados por vales-presente, doações para caridade e outros prêmios. 

Cortana 

A assistente virtual da Microsoft Cortana tem uma função bem legal: buscas por voz.

Mas não é só isso. 

Também dá para obter respostas personalizadas baseadas nas preferências e no histórico do usuário.

Shopping

É uma plataforma que permite comparar preços e produtos de diferentes vendedores. 

Algo bem simples, mas que facilita para os usuários encontrarem as melhores ofertas e descontos enquanto compram online.

Pesquisa visual

Um recurso que permite aos usuários realizar buscas usando imagens em vez de texto. (Me desculpe tantas comparações, mas não tem como. É como o Google Lens!)

Pode ser super útil para encontrar produtos específicos ou obter informações sobre imagens. 

Video

É a parte de pesquisa por vídeo do buscador.

Por isso, oferece uma experiência mais aprimorada, organizando os resultados de maneira eficiente e permitindo a pré-visualização dos vídeos diretamente nos resultados da busca.

Travel

Também existem as ferramentas para planejamento de viagens: informações sobre voos, hotéis e destinos turísticos, além de dicas e recomendações de viagem.

Algo que provavelmente você já viu por aí também!

Quais são as vantagens do Bing?

vantagens do bing

Quando pensamos no Bing, muitas vezes nos perguntamos: “Por que eu deveria usar esta plataforma em vez de outras opções mais populares, como o Google?” 

A verdade é que ele possui algumas vantagens sim e que pode, inclusive, serem significativas em alguns casos.

O Bing AI é a principal. 

A incorporação dessa tecnologia é, indiscutivelmente, um salto significativo em termos de capacidade de busca e interatividade. 

Ela transforma o buscador em muito mais do que um simples motor porque ele se torna um assistente de pesquisa inteligente e adaptável.

Outro ponto forte é sua integração com o ecossistema da Microsoft, principalmente para os heavy users.

Para quem já está imerso em produtos da Microsoft, como Windows e Office, usá-lo para pesquisas online significa uma experiência mais coesa e integrada. 

Isso também se traduz em buscas mais eficientes e personalizadas!

Finalmente, a eficácia em termos de custo e segmentação em sua plataforma de anúncios é um atrativo considerável quando se tem usuários nele.

De forma geral, então, eu digo: a escolha de usar essa opção pode ser uma decisão estratégica, tanto para usuários individuais quanto para empresas que buscam maximizar sua visibilidade online.

E falando em estratégia, que tal dar uma olhada no material do meu time? Ele traz tudo que você precisa para impactar positivamente seu negócio com as IAs generativas. Baixe logo!

Conclusão

Vamos ser sinceros, mais uma vez: o Bing talvez não costuma ser o primeiro nome que vem à mente quando pensamos em buscas na internet.

Mas depois de tudo que vimos aqui, é seguro dizer que ele tem o seu valor, né?

É como aquele filme que você nunca pensou em assistir, mas quando assiste, se surpreende. 

Com sua interface visualmente atraente, integração inteligente com o ecossistema Microsoft e, claro, o Bing AI, há boas vantagens.

No mundo da tecnologia e da informação, explorar e estar aberto a novas possibilidades pode nos levar a descobertas incríveis. 

E quem sabe, ele pode ser uma delas para você — e você não precisa abandonar o Google para isso, ok?

Você já usa esse buscador? 

Me diz nos comentários.

Até a próxima!

Perguntas frequentes

O que é o Bing?

Ele é um motor de busca desenvolvido pela Microsoft, conhecido por sua interface visual atraente e funcionalidades integradas com a inteligência artificial e outros produtos Microsoft.

Quem usa o Bing?

Ele é usado por uma variedade de pessoas, especialmente o público dos Estados Unidos, usuários integrados ao ecossistema Microsoft e também pessoas com faixas etárias mais elevadas.

Enquanto o Google domina em termos de alcance, ele se destaca em aspectos como, integração com produtos Microsoft e custo de publicidade mais acessível.

Quais são as vantagens do Bing?

As vantagens incluem sua bela interface de usuário, integração com a Cortana e o ecossistema Microsoft, além de oferecer um custo por clique mais baixo em publicidade online.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe