Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O SEO Não é a Única Forma de Gerar Tráfego. Veja Estas 6 Estratégias Alternativas.

O SEO Não é a Única Forma de Gerar Tráfego. Veja Estas 6 Estratégias Alternativas.

Como profissionais de marketing, nós investimos muito do nosso tempo e energia em SEO.

Até porque, considerando que o Google recebe mais de 66.000 buscas a cada segundo, seria tolice da nossa parte não fazer isso.

Mas, no final das contas, o Google e outros mecanismos de pesquisa são apenas uma das muitas maneiras de gerar tráfego para seu site.

Inclusive, dependendo do seu público-alvo e da concorrência, o Google pode nem mesmo ser sua melhor fonte de tráfego.

Veja o exemplo do Upworthy.

Este site, que é conhecido por compartilhar vídeos positivos virais, obtém quase 43% de seu tráfego das redes sociais e menos de 19% de pesquisa.

Cada grupo de consumidores usa a internet de uma maneira diferente.

Alguns gostam de obter conteúdo nas redes sociais a partir de amigos ou influenciadores.

Também tem aqueles que dependem de suas newsletters confiáveis ​​para informar qual conteúdo precisam ler.

Outros, usam um mecanismo de busca alternativo como o YouTube ou até mesmo o Facebook.

E, para provar que você não precisa do Google para direcionar tráfego para o seu site, aqui estão seis alternativas que podem ajudar a impulsionar suas visitas.

1. Crie um canal no YouTube

O YouTube tem 1,5 bilhão de usuários ativos por mês, o que o torna a segunda maior plataforma social do mundo.

active users on social platforms 2017

Mais de 30 milhões de usuários se conectam para assistir a um total de 5 bilhões de vídeos todos os dias.

É uma quantidade enorme.

No entanto, esses números ainda não batem de frente com o Google, que processa cerca de 3,5 bilhões de buscas por dia.

Mas como fazer para gerar, com o YouTube, ao menos uma fração do tráfego que você obteria com o Google?

Bom, o legal do YouTube é que ele permite que você compartilhe vídeos.

Embora o Google mostre vídeos do YouTube como parte de suas listas de resultados (até porque o YouTube pertence ao Google), não funciona exatamente da mesma forma.

Para atrair e alcançar esses amantes de vídeos, você precisa criar conteúdo no YouTube – especialmente se estiver fazendo marketing para as gerações mais jovens, visto que o YouTube atinge mais pessoas de 18 a 49 anos do que qualquer canal de TV a cabo nos Estados Unidos.

youtube 18-49 age demographic reaches more than network or broadcast television

O YouTube é o queridinho da Geração Z.

Em uma pesquisa, 50% dos jovens da Geração Z entrevistados disseram à AdWeek que não conseguiriam viver sem o site de compartilhamento.

E eles explicaram o porquê.

Para esses jovens, o YouTube é mais do que apenas um site de compartilhamento de vídeos. Veja todas as coisas que eles costumam procurar nele:

generation z social media survey

Se os jovens da Geração Z continuarem amando os vídeos à medida que envelhecem e começam a tomar novas decisões de compra, isso pode ser um grande divisor de águas para o marketing nos próximos anos.

Postar vídeos no YouTube faz com que você apareça na frente dos clientes que usam o site como um mecanismo de pesquisa tradicional.

Além disso, posicionando links de forma adequada, você pode direcionar esses usuários ao seu site.

Vamos dar uma olhada em como o canal da GoPro no YouTube faz isso.

Sendo um dos canais mais populares do YouTube, a GoPro usa seus vídeos de alta qualidade para mostrar o que seu produto é capaz de fazer.

No entanto, só o fato de postar vídeos não vai impulsionar as vendas.

É por isso, que eles também facilitam o caminho para o cliente ir do YouTube direto para a página do produto.

Aqui, temos uma filmagem feita por usuários com a GoPro HERO6:

GoPro hero6 YouTube video

Logo nas primeiras linhas da descrição, os visualizadores têm um link que os leva diretamente para a página do produto da GoPro HERO6.

Os clientes interessados, ​​podem verificar as características da nova câmera e acessar facilmente o site da GoPro para obter detalhes adicionais ou realizar uma compra.

E essa não é a única maneira pela qual a GoPro direciona tráfego para seu site.

Você também vai encontrar um link para o site e as redes sociais na imagem de capa.

gopro hero image

Isso faz com que os usuários do YouTube que abrem o canal da empresa, tenham uma oportunidade rápida e fácil de acessar seu site.

Você também pode adicionar links para seu site dentro do seu próprio conteúdo de vídeo.

O YouTube ainda oferece recursos que permitem aos usuários criar anúncios em vídeo interativos.

interactive video advertisement options in youtube

Esses recursos são exibidos sobre o próprio vídeo ou no final dele, instigando os espectadores a dar o próximo passo.

Você verá neste gráfico, que as sobreposições de CTAs e as telas finais automáticas, ajudam a direcionar o tráfego para seu site.

Aqui está um exemplo de sobreposição de CTA de um vídeo da HubSpot:

hubspot youtube video has link

O YouTube apresenta o link bem no meio do vídeo. A HubSpot cronometrou perfeitamente o tempo para que o link apareça somente quando a pessoa que está visualizando tiver um absorvido o suficiente do inbound marketing para começar a se sentir seduzida.

Agora, vamos comparar isso a uma tela final automática.

Aqui está um exemplo do The Tonight Show, estrelado por Jimmy Fallon:

jimmy fallon youtube end screen

Isso apresenta ao espectador uma série de opções diferentes ao concluir um vídeo. Também inclui a opção de acessar o site da NBC para baixar o aplicativo do programa.

Quando você for usar qualquer um desses recursos interativos, certifique-se de fornecer um valor claro e direto para a pessoa que está assistindo o seu vídeo.

Além disso, cuide para não encher seu vídeo com dezenas de links que levam para diferentes conteúdos.

Em vez disso, foque em apenas um ou dois links que realmente apoiem o conteúdo do seu vídeo.

2. Comece a conversar nas redes sociais

Se você fizer isso da maneira certa, as redes sociais podem bater de frente com o Google como fonte de tráfego.

De acordo com a Sprout Social, 48% dos millennials e 48% dos jovens da Geração X, seguiram uma marca nas redes sociais no primeiro trimestre de 2017.

which generations are following brands on social

Isso mostra que você tem menos obstáculos para chegar no seu público-alvo.

Além disso, as redes sociais oferecem a você uma oportunidade de engajar e entreter – algo difícil de se fazer em um mecanismo de pesquisa.

Quando os usuários das redes sociais estão navegando por suas timelines e feeds de notícias, eles procuram quase tudo que desperte seu interesse.

Se você conseguir fornecer algo interessante e de alta qualidade, eles certamente clicarão no seu site para saber mais.

No entanto, é importante reconhecer que as redes sociais estão mudando para as marcas.

Em 2017, elas foram responsáveis por 25,6% de todas as visitas aos sites.

social vs search referral traffic

Mas esse número é menor em relação aos anos anteriores.

A partir do mesmo estudo, podemos ver que entre o final de 2013 e o início de 2017, as redes sociais tiveram um desempenho superior às pesquisas para gerar tráfego.

Infelizmente, as mudanças no algoritmo do Facebook levaram a grandes declínios do alcance orgânico na plataforma.

Em comparação com o primeiro semestre de 2017, o Facebook viu uma queda de cerca de 9% nas referências de redes sociais no segundo semestre do ano.

social media referral web traffic

No entanto, a perda de uma rede social é o ganho de outra.

Enquanto o Facebook teve uma grande queda no final de 2017, o Pinterest e o Instagram tiveram saltos bastante significativos.

Sejam quais forem as redes sociais que você escolherá como alvo, procure fornecer informações significativas e valiosas.

Lembre-se de que os usuários das redes sociais estão ali para interagir com seus amigos – não para que alguém lhes venda algo.

Você precisa encontrar maneiras de entreter seu usuário enquanto ele ainda está na plataforma.

E, nisso, o Buzzfeed Tasty é uma grande referência.

buzzfeed tasty facebook video

Em seus posts no Facebook, eles incluem tudo.

Veja só, eles criaram um vídeo para chamar a atenção.

Eles têm mensagens amigáveis ​​que tratam o espectador como um amigo.

Eles incluem não um, mas dois links que podem levar o usuário a comprar ou conferir a receita do vídeo.

E eles fazem tudo isso sem que pareça maçante!

Essa tática realmente fez com que a página Tasty se destacasse no Facebook – que atualmente possui mais de 98 milhões de seguidores!

Para replicar isso, primeiramente conheça o seu público e, então, passe a criar um conteúdo que combine perfeitamente com as suas timelines.

Outra maneira de iniciar uma conversa, é usar as threads do Twitter.

Elas permitem que você compartilhe ideias, dicas e pensamentos que se conectam, respondendo seus próprios tweets – e elas têm o poder de atrair a atenção viral.

Veja só o que aconteceu com a blogueira de viagens Hey Ciara.

No dia 1º de janeiro, ela começou esta thread.

cheap flights twitter thread

Só com esta thread, Ciara ganhou mais de 13.000 novos seguidores no Twitter, 6.000 novos seguidores no Instagram e um aumento de 10 vezes no tráfego de seu blog.

Tópicos como esses, agregam um valor distinto para os seguidores de uma forma relacionável.

Após compartilhar seus segredos, Ciara deixa um link para um post em seu site que contém mais informações.

ciara johnson tweets blog post

Embora o engajamento com o link seja significativamente menor do que com o primeiro post, ele ainda consegue gerar tráfego.

Isso porque a Ciara já estabeleceu autoridade aos olhos de seus seguidores por meio da thread. Eles confiam nela e sabem que ela tem informações relevantes. Só isso, já dá a eles um bom motivo para clicar no link.

Criar um tópico no Twitter normalmente não exige muito esforço. No entanto, você deve estar preparado para manter o ritmo.

É importante que você tenha clareza sobre a direção que vai tomar antes mesmo de começar. Além disso, compartilhe imagens, vídeos, links ou qualquer outra coisa que apoie ​​o seu discurso.

3. Faça parceria com influenciadores

Bom, todos sabemos que existem muitos golpes na internet, e isso faz com que os compradores desconfiem de quem devem comprar.

Pense, se eles nunca ouviram falar de uma empresa, certamente não vão sacar seus cartões de crédito só porque viram um anúncio.

Antes de estarem prontos para comprar, eles precisam confiar em você.

Infelizmente, leva tempo para construir confiança organicamente.

Entretanto, você pode acelerar esse processo trabalhando com influenciadores.

Quase nove em cada dez pessoas afirmam confiar nas recomendações online tanto quanto nas pessoais.

youtubers and online recommendations

O marketing de influência dá ao seu conteúdo um “selo de aprovação” de alguém que seu público já valoriza. Isso torna muito mais rápido o processo de construção de confiança.

Existem duas maneiras principais de fazer contato com os influenciadores.

A primeira, é o caminho mais tradicional. Basicamente, você vai fazer com que os influenciadores compartilhem seus posts patrocinados.

Este é um exemplo de um post patrocinado da Emma Blackery.

emma blackery sponsored tweet

O Serviço Nacional do Cidadão do Reino Unido (NCS – sigla para National Citizen Service) patrocinou o anúncio. Trata-se de um programa que oferece às crianças de 15 a 17 anos uma oportunidade de desenvolvimento profissional.

Ao compartilhar o post, Emma está trazendo mais visibilidade para o NCS e, ao mesmo tempo, atestando sua credibilidade.

Ela também colocou um link para a página inicial da empresa, incentivando seus seguidores a conferirem mais sobre a organização.

Em apenas cinco horas, o post de Emma ganhou mais de 480 curtidas, 38 retweets e 24 comentários.

Comparado ao tanto de curtidas que os posts do próprio NCS recebem, esse tipo de atenção é enorme.

Investir em anúncios pode te dar mais força como marca.

Mas se você é uma pequena empresa ou tem um orçamento de marketing limitado, esse pode não ser o melhor caminho.

E caso não tenha dinheiro para investir em influenciadores, você pode atraí-los gratuitamente ao mencioná-los em seu próprio conteúdo.

Posts como este da Comm100 são uma ótima maneira de se conectar com vários influenciadores ao mesmo tempo.

customer service experts on twitter

Isso não só oferece promoção gratuita, como também te ajuda a criar relacionamentos de longo prazo com influenciadores e especialistas, com os quais você pode querer fazer parcerias no futuro.

Se você optar por usar esse tipo de conteúdo, tenha expectativas realistas.

Nada garante que os influenciadores que você mencionou vão compartilhar seu post, especialmente se eles já tiverem muitos seguidores.

No entanto, você pode entrar em contato com cada um deles para informar que você os referenciou. Isso pode te ajudar a conseguir novos compartilhamentos e aumentar seu tráfego.

Uma maneira de fazer essa referência é indicando uma citação da pessoa.

Neste post do Jitesh Patil, ele apresentou uma citação de Robbie Richards e o marcou no tweet.

jitesh patil tweet

Isso chamou a atenção de Robbie, e ele inclusive retweetou para o seu próprio público.

Esse tipo de divulgação torna mais fácil para o influenciador compartilhar o seu conteúdo. Afinal, ele faz isso com apenas um clique.

Você também pode entrar em contato por mensagem direta. Esta é uma das formas favoritas de fazer networking do Gary Vaynerchuk.

De acordo com Gary, “a chave é conectar primeiro, fornecer valor e, ENTÃO, se a oportunidade certa se apresentar, PERGUNTE.”

This kind of relationship can help you establish long-term relationships with influencers.

4. Aproveite os seus assinantes de email

Há anos vem se discutindo se o email está morrendo ou não.

Muitos profissionais do marketing, preferem usar as redes sociais ou aplicativos em vez do email marketing.

Entretanto, no Relatório de 2017 sobre Consumo de Email realizado pela Adobe, eles descobriram que o email era a forma de contato preferida para 61% dos participantes da pesquisa.

preferred method to contact brands

Na verdade, o email foi o único método de contato que realmente melhorou entre 2016 e 2017.

Mas, além da preferência do usuário, o email marketing tem suas vantagens sobre os outros métodos de contato.

A média da taxa de cliques também é muito mais alta.

Por email, a taxa de cliques é em média 3,42%.

Embora pareça um número baixo, a média da taxa de cliques para anúncios do Facebook é de apenas 0,90%.

Isso significa que há muito mais probabilidade de você obter tráfego de seus assinantes de email, do que de suas redes sociais.

E tudo começa com a personalização.

Aqui está um exemplo de personalização do LinkedIn:

top job picks for you

O LinkedIn usa a localização, o cargo e as qualificações do usuário para sugerir vagas de emprego exclusivas para ele.

Isso é muito mais do que simplesmente alterar o nome no início de uma mensagem. Para obter melhores resultados, você também precisa personalizar o corpo do email.

De acordo com a pesquisa, a personalização do corpo do email tem um efeito significativo nas taxas de abertura e de cliques.

As taxas de abertura são quase 7% mais altas com um corpo de email personalizado, e as taxas de cliques aumentam em mais de 1,3%.

benefits of personalization in email body

Você também pode personalizar o nome do remetente para obter resultados de taxa de cliques ainda maiores.

Veja este exemplo da HubSpot:

personalizing email sender name experiment

Quando eles enviaram uma mensagem com o remetente “Maggie Georgieva, HubSpot”, houve uma taxa de abertura de 0,50% maior e uma taxa de cliques 0,25% mais alta do que quando eles enviaram como “HubSpot”.

Para a HubSpot, isso mostrou que um remetente personalizado gerou 292 cliques a mais.

Para melhorar ainda mais as taxas de cliques, você também precisa otimizar seus emails para dispositivos móveis.

No estudo da Adobe que examinamos acima, podemos ver que os usuários são muito mais propensos a checar seus emails pessoais em um smartphone do que em um desktop ou notebook.

devices used for checking work and personal email

Facilite o retorno de seus assinantes de email ao seu site, seja qual for a tela em que eles estão visualizando sua mensagem.

Prefira usar botões de CTA em vez de links de texto, e deixe suas mensagens curtas e diretas.

Forneça informações suficientes para despertar o interesse dos leitores, mas lembre-se que o seu objetivo final, deve ser sempre levar os assinantes de volta ao seu site.

5. Forneça ajuda em fóruns e sites de perguntas

As pessoas geralmente têm um monte de dúvidas.

E elas não recorrem exclusivamente ao Google para conseguir as respostas.

Muitos usuários, recorrem a fóruns e sites de perguntas.

Participar de conversas em sites como o Reddit ou o Quora, pode te ajudar a atrair pessoas que procuram respostas além das que o Google pode fornecer.

Com mais de 330 milhões de usuários, o Reddit é o quarto site mais visitado nos Estados Unidos.

top four most popular websites in the united states as of may 2018

Embora o Google, o YouTube e o Facebook superem o site em termos de popularidade, o Reddit supera todos eles com base na quantidade média de tempo que os usuários passam no site.

O Reddit pode ser um ótimo lugar para promover seu site. No entanto, você precisa ser estratégico na forma como fará isso.

A maioria dos subreddits tem regras rígidas sobre o que você pode e não pode dizer nos comentários.

E cada subreddit tem um moderador. Então, se você postar o material errado, eles podem deletar sua postagem e possivelmente até banir sua conta.

Os usuários recorrem a fóruns como o Reddit para obter ajuda – não para que alguém tente vender para eles.

Mas isso não significa que você não pode usar o Reddit para gerar tráfego para o seu site.

Um dos melhores meios de se fazer isso de forma efetiva, é abrindo uma sessão de “pergunte-me qualquer coisa”.

Este é um ótimo exemplo da empresa Student Loan Hero:

student loan hero reddit AMA one way to get web traffic

Embora o post promova a empresa, o foco maior está em fornecer aos usuários do Reddit informações valiosas sobre como quitar dívidas.

Ao responder às perguntas, a Student Loan Hero consegue aumentar a confiança dos usuários do Reddit e fazê-los se interessar pela marca.

Eles também encontram maneiras de vincular seu conteúdo e ferramentas ao responder as perguntas.

Veja este exemplo:

student loan hero AMA question and answer

Perceba que a Student Loan Hero não está usando essa plataforma como uma maneira de ficar vomitando anúncios.

Em vez disso, ela está direcionando seu conteúdo para atender às necessidades exclusivas de cada pessoa que faz perguntas.

Se você tentar fazer spam no Reddit, os usuários rapidamente irão perceber e te advertir.

Por outro lado, você pode ter muito sucesso com essa plataforma, se agregar valor para as pessoas.

Jeff Callahan, criador de um dos posts mais bem-sucedidos do Reddit, diz que o sucesso na plataforma começa com um título “anti-clickbait”.

Ele começa o post compartilhando quem ele é e como se relaciona com os outros usuários. Em seguida, ele comunica exatamente o que tem a dizer e por que é confiável o suficiente para fazer isso.

recovering awkward person headline reddit post

Em seguida, ele segue essas mesmas ideias ao longo do post, sempre se relacionando com o usuário e fornecendo dicas ou ideias que ele comprova com sua experiência pessoal.

Se você souber usar com sabedoria, o Reddit pode ser um ótimo lugar para trazer visitantes ao seu site.

Além dele, você também pode usar o Quora, que tem 200 milhões de visitantes únicos mensais, para responder as perguntas do seu público em potencial.

Veja este exemplo de como eu respondi uma pergunta no Quora:

neil patel answers quora question

Da mesma forma que o Reddit, o Quora também permite que você interaja com quem está fazendo perguntas. Tirar as dúvidas das pessoas, ajuda a provar seu valor para elas antes que acessem o seu site.

Isso pode gerar mais tráfego para sua página.

Kevin Lee, fundador do Product Manager HQ, atribui o início e o crescimento da sua empresa ao Quora.

De acordo com seu post sobre como o Quora mudou sua vida, Kevin explica que o site trouxe milhares de novos assinantes para seu blog.

Ele diz que as pessoas inclusive já o reconheceram na rua por suas respostas no Quora.

Se você atua em um nicho de mercado, existem outros fóruns dos quais você pode participar.

Os profissionais de marketing, por exemplo, podem se tornar usuários do Inbound.org, enquanto os advogados, podem usar o Avvo.

6. Use o guest posting a seu favor

O guest posting pode ser uma maneira poderosa de trazer tráfego novo para o seu site.

Cerca de 57% dos blogs de empreendedorismo usam o guest post como parte de sua estratégia de conteúdo.

Inclusive, algumas das grandes marcas, usaram essa tática para fazer suas plataformas decolarem.

O Buffer, por exemplo, usou o guest blogging para aumentar seu site para 100.000 usuários nos primeiros nove meses.

Quando você procurar oportunidades de guest post, lembre-se de buscar sites que estejam dentro do seu nicho, mas que não sejam concorrentes diretos.

Fazer um post no site de um terceiro, coloca seu conteúdo diante de um novo público, levando novos leads à sua página.

Confira este exemplo de um guest post no site Entrepreneur.

why entrepreneurs must follow their calling entrepreneur article

Como você pode ver, Dan Dowling, o autor convidado neste exemplo, colocou links para a sua página do Facebook, conta no Twitter e página inicial do seu site.

Mas fazer guest post em outros sites não é a única maneira de usar essa estratégia para gerar tráfego.

Você também pode apresentar guest posts no seu próprio site.

Isso não só funciona como um respiro para o seu cronograma de conteúdo, como também incentiva os convidados a compartilhar o link da sua página.

Veja este exemplo do ProBlogger.

how to establish your brand on pinterest article

O ProBlogger se beneficia com esse post porque o autor, Larry Alton, vai anunciar que o site publicou um conteúdo dele.

E a cada vez que Larry divulga a sua participação, o ProBlogger recebe uma nova onda de tráfego.

Mas essa não é a única opção.

Você também pode aparecer em podcasts ou webinars para compartilhar sua opinião e experiência.

Aqui está um exemplo do podcast Search Marketing Scoop, da SEMrush, apresentado por David Bain:

search marketing scoop podcast

Nesse episódio, Barry Schwartz, editor de notícias da Search Engine Land, e Richard Fergie, consultor da E-Analytica, se juntam ao podcast para falar sobre pesquisa paga e orgânica.

Esses tipos de parceria normalmente levam mais tempo, mas podem fornecer retornos importantes no final. O bom é que existem ferramentas como o Ubersuggest, que podem economizar tempo em sua busca por oportunidades de guest post.

A primeira coisa que você deve fazer é abrir o Ubersuggest, inserir sua palavra-chave principal e clicar em “buscar”.

Agora, clique em “Ideias de conteúdo”, na barra lateral esquerda.

O que você está vendo aqui, é uma lista com centenas de sites que criaram conteúdo de alta qualidade com a palavra-chave “marketing de conteúdo”.

Além disso, a lista também fornece algumas informações importantes, como o número de backlinks e compartilhamentos, o que te ajuda a saber quais posts têm o melhor engajamento.

A última etapa do processo, é fazer uma lista dos sites que você deseja atingir e iniciar o processo de divulgação. Não há nenhuma garantia de que vai dar totalmente certo, mas quanto mais emails você enviar, mais respostas receberá. Com o tempo, você conseguirá algumas oportunidades de guest post de alto nível. Com isso, você pode gerar tráfego para o seu site e, ao mesmo tempo, criar backlinks.

Conclusião

Você não precisa do Google para gerar tráfego para o seu site.

Claro, ele ajuda.

Mas não deve ser sua única fonte de tráfego.

Na verdade, para conseguir ter mais sucesso, o ideal é possuir várias fontes gerando tráfego para você.

Use essas seis fontes de tráfego como um ponto de partida para diversificar a forma como você atrai novos visitantes.

Preste muita atenção em seus clientes e público-alvo.

Se eles não estão respondendo a uma determinada fonte, nem perca seu tempo com ela.

Ao fornecer o que eles procuram em um canal com o qual já estão engajados, você verá o tráfego fluir para sua página.

Qual dessas fontes de tráfego é melhor para o seu site?

Compartilhe