Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

6 Táticas de SEO Que Você Deve Aplicar Diariamente Em Seu Site

daily-seo-tips

Todos nós sabemos que SEO é importante para o marketing digital e tráfego orgânico.

Afinal, são feitas mais de 3.5 bilhões de buscas todos os dias só no Google.

Além disso, mais de 70% dos cliques vão para buscas orgânicas que ranqueiam na primeira página do Google.

Ranquear na primeira página do Google pode ser o fator decisivo para o sucesso de um negócio online.

Mas você provavelmente já sabe disso, não é?

De acordo com estimativas, empresas gastarão mais de US$72 bilhões esse ano com serviços de SEO.

Se você é uma delas, você definitivamente já sabe da importância do SEO.

O problema é que às vezes aprendemos táticas de SEO que funcionam e passamos a contar que elas sempre vão funcionar.

Você encontra uma coisa que faz diferença, então você continua fazendo. Faz sentido.

Mas, na verdade, algoritmos estão em constante evolução. O Google faz milhões de mudanças no seu algoritmo todo ano.

Precisamos nos adaptar conforme os algoritmos se adaptam se quisermos nos manter atualizados.

Para te ajudar com isso, eu vou te mostrar seis táticas de SEO que você deve aplicar diariamente para se manter em dia com as mudanças do algoritmo do Google.

Mas, primeiro, vamos falar um pouco mais sobre por que você precisa se adaptar.

Mudança é fundamental para a sobrevivência

As pessoas costumam ter medo de mudanças. Acredite em mim, eu entendo.

É difícil para a gente sair das nossas zonas de conforto.

A boa notícia é que normalmente não temos medo da mudança em si. Temos medo de perder alguma coisa.

Talvez você tenha medo de deixar para trás uma coisa que você sabe que está funcionando para tentar alguma coisa que talvez funcione melhor.

Infelizmente, a pior coisa que você pode fazer é se recusar a mudar por causa do medo.

Mudança é um pré-requisito para a sustentabilidade de um negócio, independente da área ou mercado em que você esteja operando.

Para um mercado digital em constante evolução, mudanças são ainda mais importantes.

Profissionais de marketing estão gastando mais com SEO a cada ano.

Projeções mostram que eles devem gastar um total de US$79 bilhões em SEO em dois anos – sete bilhões a mais do que a quantia enorme que eles já estão gastando!

pasted image 0 380

Isso significa que a concorrência só aumenta. Mais empresas estão entrando no jogo e investindo mais dinheiro em marketing digital.

Se você tem medo de mudanças, sua primeira reação pode ser colocar mais dinheiro em SEO para resolver o problema.

Mas isso não vai trazer os resultados que você procura.

Além disso, quem tem esse dinheiro todo?

Se fôssemos só aumentar nossos orçamentos de SEO todo ano sem mudar nada mais, iriamos todos à falência.

Pagar mais pelo mesmo não vai gerar mudanças no mercado. As pessoas mudam e se adaptam e sua empresa precisa mudar junto.

Você precisa ter em mente que o algoritmo de um mecanismo de busca muda e se adaptar a ele.

Como eu falei antes, o Google faz milhares de mudanças no algoritmo todos os anos.

Só em 2017 foram feitas dez atualizações significativas, inclusive o Fred (o que alguns SEOs passaram a chamar de Maccabees).

O uso da Internet, em particular o uso mobile, também cresce a cada ano. Em comparação com o ano passado, a utilização de dispositivos móveis aumentou 4% esse ano.

pasted image 0 394

4% pode parecer um número pequeno, mas não quando estamos falando de bilhões de pessoas.

4% de cinco bilhões são 200 milhões. Isso significa mais 200 milhões de pessoas usando dispositivos móveis só no ano passado.

Isso cria mais mudanças às quais devemos nos adaptar, como indexação mobile-first.

Vamos dar uma olhada em seis novas táticas de SEO que você deve adicionar à sua caixa de ferramentas para que seu tráfego continue crescendo.

1. Otimize conteúdo para busca por voz

Busca por voz é uma tendência grande atualmente, e um mercado que não para de crescer.

O Google lançou esse infográfico lá em 2014.

image01 8

Não é nenhuma surpresa que a busca por voz só tenha crescido desde então. No começo desse ano, houve aproximadamente um bilhão de buscas por voz a cada mês.

Se você não adaptar seu SEO para busca por voz, você pode acabar perdendo muito tráfego e vendas. É hora de entrar nesse jogo, se você ainda estiver de fora dele.

Buscas por voz requerem toda uma nova estratégia de palavras-chave.

Pessoas que fazem buscas por voz fazem perguntas longas, em tom de conversa. Se você tem focado em perguntas curtas, vai ter que fazer essa transição.

O que você pode fazer em relação a isso?

O Google Analytics ainda não separa a busca por voz no search console, mas eles devem fazer isso a qualquer momento.

No meio tempo, use ferramentas como Answer the Public para construir uma estratégia de conteúdo editorial para busca por voz.

O Answer the Public te fornece uma lista de perguntas diretamente da cabeça dos seus clientes.

Em apenas alguns minutos, ele pode te dar centenas de perguntas que as pessoas estão buscando.

skitch 12

Você precisa escolher o país para o qual você quer direcionar. Em seguida, clique no botão “Get Questions”.

Em um primeiro momento, seus resultados vão vão ficar mais ou menos assim:

pasted image 0 374

Essa não é uma das organizações mais fáceis de se navegar, mas dá para consertar isso.

Selecione “Questions” e “Data” para converter seus resultados em listas agrupadas.  skitch 13

As primeiras listas são todos os resultados baseados em perguntas.

pasted image 0 396

Essa é uma ótima maneira de encontrar as perguntas que os usuários estão fazendo.

Mas como pegar esse conhecimento e aplicá-lo à sua rotina diária?

Adote como prática diária escrever e planejar conteúdo com base na sua pesquisa de palavras-chave para busca por voz. Para começar, você pode apostar em resultados de busca que aparecem como featured snippets.

Afinal, quando você faz uma busca por voz, o featured snippet é o resultado que o seu dispositivo vai ler em voz alta para você.

Featured snippets são os resultados que o Google mostra antes dos resultados orgânicos.

featured snippet

Featured snippets costumam aparecer mais para perguntas, já que o objetivo deles é fornecer respostas rápidas e simples.

Por essa razão, algumas pessoas os chamam também de caixas de resposta.

O Google os criou para que as pessoas que buscam possam encontrar a informação que desejam sem nem precisar sair do Google.

Como direcionar o conteúdo para um featured snippet?

Um ótimo começo é focar em conteúdo que já esteja na primeira ou segunda página dos resultados de busca. Depois, otimize esse conteúdo em relação a extensão e estrutura.

Essa é a contagem de palavras ideal para diferentes featured snippets:

599c93ce87c133.52327316

Claro que seu artigo inteiro não vai ser assim curto. Então como construir o snippet?

Tenha certeza de que você está respondendo à pergunta de cauda longa certa. Use-a no título e nos cabeçalhos do seu artigo e faça referência a ela ao longo do conteúdo.

Determine também se você consegue responder melhor a pergunta estruturando sua resposta como um parágrafo, uma tabela ou uma lista de itens. Certifique-se de respondê-la nesse formato para que o Google possa exibi-la facilmente como um featured snippet.

Depois de responder a pergunta de forma concisa no formato ideal, você pode explicar melhor e dar uma resposta mais completa no seu artigo.

2. Entenda o que os usuários estão fazendo no mobile

Mais da metade de todas as buscas no Google vêm de dispositivos móveis.

Não só isso, mas o Google anunciou que eles começaram a usar indexação mobile-first esse ano.

Se você ainda não otimizou seu site para mobile, você precisa fazer essa mudança agora mesmo.

Comece verificando se todas as suas páginas são mobile-friendly.

O Google facilitou isso para você.

Primeiro, no Google Search Console, desça até “Tráfego de Busca” e clique em “Usabilidade Mobile”.

pasted image 0 372

Isso vai te mostrar os resultados no seu site inteiro:

pasted image 0 370

O Google também oferece um teste gratuito de compatibilidade com dispositivos móveis que você pode usar para checar páginas avulsas, como as suas landing pages.

pasted image 0 387

Insira a URL da página que você quer testar e clique “Realizar Teste”.

Ele vai te mostrar imediatamente se a sua página tem algum problema e te oferecer alguns recursos adicionais.

pasted image 0 403

Uma coisa que você pode fazer diariamente para otimizar seu conteúdo para mobile é fazer um teste de calor do seu site mobile.

pasted image 0 377

Isso pode te ajudar a identificar rapidamente onde as pessoas estão clicando no seu site mobile.

Talvez você note que o padrão é diferente dos seus mapas de calor do desktop.

Crazy Egg oferece uma ferramenta de mapa de calor com capturas de tela mobile mostrando como os usuários estão navegando nas suas páginas. Isso pode te ajudar a identificar as áreas que precisam de ajustes.

pasted image 0 390

3. Engaje sua comunidade local

SEO local provou ser uma oportunidade incrível para o crescimento de negócios locais.

Ryan Stewart ajudou a Dr. Smood subir no ranking de palavras-chave locais e aumentar o tráfego orgânico em mais de 320% em só nove meses.

Eric Enge conseguiu colocar a kimkim entre os cinco primeiros resultados para “especialista em viagens no Nepal” e “trilha de Manaslu” com a ajuda de especialistas locais.

pasted image 0 373

No entanto, SEO local não é tão simples assim. São vários os fatores de ranqueamento que têm um papel no quão bem seu site ranqueia para SEO local.

Screen Shot 2018 04 26 at 9.47.17 AM

Se você quiser competir nas SERPs locais, você precisa focar em táticas para engajamento local.

Primeiro garanta que o nome, endereço e telefone (NAP) da sua empresa estão todos certos nos principais diretórios.

pasted image 0 401

Em seguida, reivindique seu negócio no Google My Business.

pasted image 0 371

Construa credibilidade para a sua empresa usando link building e obtendo avaliações em sites locais.

pasted image 0 400

O Google começou com o Local Guide program para ajudar negócios locais a melhorar a qualidade dos seus catálogos.

Com avaliações e link building locais, você pode ajudar a demonstrar a qualidade do seu negócio.

Se você já configurou sua página do Google My Business, faça um check-up diário do seu SEO local. Da seguinte forma:

Primeiro, verifique seu Knowledge Panel para garantir que todas as informações estão corretas.

pasted image 0 382Em seguida, veja se há perguntas na sua linha do tempo do Google My Business.

Google lançou essa funcionalidade de perguntas e respostas em 2017, mas poucos empresários a estão usando a seu favor.

pasted image 0 375

Por fim, use uma ferramenta de gerenciamento de avaliações como o BirdEye ou o Yotpo.

pasted image 0 391

Como dito por Dana DiTomaso, presidente e sócia da Kick Point Inc., durante a PeepCon 3.0, “O sinal mais forte é quando alguém escolhe você”.

É fundamental para negócios locais começarem a se engajar com a comunidade ao seu redor para sobreviver nesse cenário competitivo.

4. Aumente a velocidade do seu site comprimindo imagens

A velocidade do seu site é extremamente importante para a saúde da sua empresa.

Esse não é só um fator de ranking do algoritmo do Google, mas também uma medida da experiência do usuário.

pasted image 0 402

Além disso, o Google anunciou, em janeiro de 2018, que a velocidade das páginas vai se tornar um fator de ranqueamento para buscas em dispositivos móveis a partir de julho.

E, como já vimos, otimização para mobile é fundamental.

Mas quão rápido é rápido o suficiente?

A velocidade média de uma página varia de acordo com a localização e o mercado, mas, atualmente, é cerca de nove segundos.

pasted image 0 383

No entanto, isso não significa que nove segundos seja rápido o suficiente. Na verdade, o Google considera isso fraco.

pasted image 0 398

O Google recomenda que você busque um tempo de carregamento de três segundos para a sua página.

pasted image 0 379

Se as suas páginas demoram nove segundos para carregar, sua taxa de rejeição vai ser 123% mais alta do que seria se elas demorassem três segundos.

Então como você pode acelerar suas páginas e reduzir seu tempo de carregamento?

Uma boa maneira de começar é usando o Google’s PageSpeed Insights para identificar seus problemas.

pasted image 0 378

Você também deveria experimentar o Google’s Test Your Site para checar sua velocidade no mobile.

pasted image 0 392

Essas duas ferramentas vão avaliar suas páginas de 0 a 100%.

Elas também vão te fornecer recomendações para que você melhore.

Para aumentar a velocidade das suas páginas, você precisa comprimir todas as suas imagens.

Imagens grandes podem ter um impacto enorme na velocidade de um site.

A boa notícia é que você pode corrigir isso facilmente com uma ferramenta simples de compressão.

Se você tem um site do WordPress, você pode escolher um plugin como o WP Smush Image Compression and Optimization.

pasted image 0 266 1

Essa é uma ferramenta gratuita que te permite “esmagar” imagens automaticamente.

Se você não é um usuário do WordPress, existem várias outras opções para outros tipos de site.

Crush.pics é uma ótima opção para sites do Shopify.

pasted image 0 350 1

5. Foque seu conteúdo em assuntos e intenção, não em palavras-chave 

O algoritmo do Google vem se tornando cada vez mais sofisticado.

Com avanços como o RankBrain, você não precisa depender de palavras-chave para sinalizar do que trata seu conteúdo.

Se você quiser uma posição alta nas SERPs em 2018, você vai precisar focar nos seus clientes em vez de apenas em palavras-chave.

Afinal, palavras-chave não estão nem entre os dez principais fatores de ranking para SEO.

pasted image 0 376

Claro que palavras-chave ainda são importantes para informar às pessoas que buscam do que trata seu conteúdo e conseguir que eles cliquem.

Mas sua ênfase precisa ser mais no engajamento e na qualidade do conteúdo e menos em escolher a palavra-chave perfeita.

Uma maneira de fazer isso é focar em tópicos amplos em vez de palavras-chave específicas quando estiver desenvolvendo seu conteúdo.

Você precisa construir conteúdo que ofereça valor para seu público-alvo e que os mantenha engajados.

Primeiro, você precisa entender e mirar na intenção de quem está buscando.

pasted image 0 393

Você precisa entender as semelhanças e diferenças entre as palavras-chave que as pessoas estão usando e o que elas realmente querem pesquisar.

Em seguida, você precisa pegar esse conhecimento e alinhá-lo à sua estratégia de marketing de conteúdo.

Por exemplo, você pode classificar muitas palavras-chave como sendo de navegação, pesquisa ou conversão. Em seguida, você pode alinhar essas classificações com cada estágio do funil de conversão.

pasted image 0 404

Isso vai te dar uma visão melhor da intenção das pessoas que buscam, te ajudando a criar seu conteúdo para um marketing mais direcionado.

Veja algumas ferramentas que podem te ajudar a entender melhor a intenção dos seus clientes atuais.

Fluxo de Comportamento do Google Analytics 

O relatório de fluxo de comportamento te mostra como seus clientes antigos e atuais vêm interagindo com o seu site.

pasted image 0 388

Por exemplo, pessoas que estão passando mais tempo nas suas landing pages ou páginas de vendas provavelmente estão perto do fim do funil de conversão e prontas para comprar.

Por outro lado, pessoas que orbitam mais em torno do conteúdo do seu blog devem estar nos estágios iniciais do funil.

Busca no site

A função de Busca no Site no Google Analytics também pode te ajudar a entender exatamente o que as pessoas têm procurado no seu site.

pasted image 0 381

Você pode ver quais palavras-chave seu público tem pesquisado, em quais resultados internos eles clicaram, e se houve um alto engajamento ou alta taxa de rejeição.

Isso pode te ajudar a determinar se o seu conteúdo está atendendo à intenção de busca dos seus usuários ou se existem lacunas.

LSIGraph

Uma ótima maneira de se encontrar palavras-chave relevantes é usar um gerador de LSI como o LSIGraph.

pasted image 0 511

LSI Graph é uma ferramenta gratuita que vai te fornecer as palavras-chave relacionadas a qualquer termo que você buscar.

Busca do Google 

Buscas simples no Google também oferecem ajuda para se construir planos de palavra-chave e conteúdo.

Afinal, o Google quer fornecer os melhores resultados para seus usuários.

É, portanto, vantajoso para eles ajudar você a criar o melhor conteúdo para as pessoas.

Existem três formas diferentes de encontrar conjuntos relevantes de assuntos usando o Google.

Primeiro, você pode usar o preenchimento automático. Como você certamente já viu, o Google automaticamente inclui sugestões assim que você começa a digitar alguma coisa na barra de busca.

Por exemplo, é isso que eu vejo quando eu começo a digitar “search engine” no Google.

pasted image 0 397

Segundo, você pode se beneficiar das pesquisas relacionadas do Google.

Depois de colocar suas palavras-chave na barra de busca e clicar enter, você pode descer até o fim da página de resultados para ver as buscas relacionadas.

pasted image 0 385

Terceiro, você pode usar a funcionalidade “Pessoas também procuram”. Para algumas buscas, o Google sugere pesquisas adicionais que os usuários provavelmente farão.

pasted image 0 399

Se você usa alguma dessas ferramentas, você vai ter várias palavras-chave direcionadas para a intenção dos seus clientes. Você pode usar essas palavras-chave para criar o esboço do seu conteúdo.

6. Personalize seu PPC  

Personalização é outro assunto em alta no marketing digital atualmente.

Quando o assunto é marketing online, personalização significa mudar de forma dinâmica sua mensagem de marketing, publicidade ou landing page com base nas informações dos seus clientes.

A ideia é que isso ajude a aumentar sua probabilidade de se conectar com cada cliente em particular.

Por exemplo, você poderia criar sua landing page para que as palavras que você usa nos seus botões de call-to-action mudem com base na persona atribuída ao usuário que está acessando.

Por exemplo, você pode mudar sua oferta PPC com base no dispositivo  que está sendo usado.

pasted image 0 384

Você pode optar por personalizar para vários fatores, como dados demográficos, dispositivo usado, retorno de clientes e até abandono de carrinho.

pasted image 0 389

Usar a substituição dinâmica de textos é uma ótima maneira de personalizar anúncios, landing pages e botões de call-to-action no seu site.

Isso te permite mudar algumas palavras usando funções “IF” e ferramentas como a Substituição Dinâmica de Texto do Unbounce para fazer com que suas palavras correspondam à busca original das pessoas.

Por exemplo, alguém que busca por “Propriedade de Luxo na Praia” pode ver isso:

pasted image 0 395

No entanto, se outra pessoa busca por “Propriedade de Praia no Caribe”, você pode desenhar a mesma landing page para automaticamente exibir as palavras Propriedade de Praia no Caribe.”

pasted image 0 386

Isso aumenta a relevância, o que aumenta as chances de os visitantes clicarem e converterem.

Conclusão

Nós abordamos por que você precisa manter sua estratégia de SEO fresca e atual, e eu te mostrei algumas das táticas de SEO fundamentais que você deve colocar em prática esse ano.

Quando estiver criando conteúdo novo, não deixe de otimizá-lo para busca por voz.

Use ferramentas como Answer the Public para entender que perguntas seus clientes podem estar usando a busca por voz para fazer.

Você também precisa conferir se seu conteúdo está otimizado para mobile.

Siga as táticas de SEO que eu compartilhei acima para ajudar seu conteúdo a ranquear bem com a indexação mobile-first do Google.

Não se esqueça de adaptar seu site e seu conteúdo para as últimas funcionalidades da SERP do Google.

Para competir por featured snippets, você precisa formatar seu conteúdo de forma a ajudar o Google a encontrar a informação relevante para as perguntas que os usuários estão fazendo.

Se você tem um negócio físico, foque na otimização local para ranquear na primeira página do Google.

A velocidade vem se tornando cada vez mais importante e é necessário sempre trabalhar para que as páginas carreguem mais rápido. Cheque a velocidade da sua página a cada novo post e use as dicas que eu compartilhei para aumentar a velocidade das suas páginas.

Você deve desenvolver seu conteúdo com base nos assuntos levantados pelos usuários e não só em palavras-chave. Use ferramentas como o Google Analytics, Site Search, e mapas de calor para entender melhor a intenção dos seus usuários.

Em seguida, melhore o direcionamento do seu conteúdo com o LSIGraph ou agrupamentos de palavras-chave sugeridos pelo Google.

Por fim, personalize seu conteúdo para clientes diferentes.

Você pode usar a substituição dinâmica de texto para alinhas melhor todos os seus anúncios, landing pages e calls-to-action para cada usuário individualmente.

Quais outras táticas de SEO você vai adicionar ao seu arsenal em 2018?

Compartilhe